• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
A crise do antigo regime   o iluminismo
 

A crise do antigo regime o iluminismo

on

  • 6,511 views

 

Statistics

Views

Total Views
6,511
Views on SlideShare
5,671
Embed Views
840

Actions

Likes
1
Downloads
68
Comments
0

4 Embeds 840

http://historiaavista2a.blogspot.com.br 770
http://historiaavista2a.blogspot.com 68
http://historiaavista2a.blogspot.pt 1
http://webcache.googleusercontent.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    A crise do antigo regime   o iluminismo A crise do antigo regime o iluminismo Presentation Transcript

      • Definição : movimento filosófico, intelectual e científico que contrariou as bases do Antigo Regime;
      • Quando : século XVIII;
      • Onde? ING (início), FRA (auge);
      • Quem? O iluminismo representou basicamente a forma da burguesia interpretar o mundo;
      • Características básicas:
        • Racionalismo;
        • Cientificismo;
        • Antiabsolutismo;
        • Anticlericalismo;
        • Defesa das liberdades individuais.
      • Principais representantes do Iluminismo:
      • A) JHON LOCKE (ING):
        • Precursor do Iluminismo (considerado o “Pai” do Iluminismo).
        • Direitos naturais e inalienáveis dos homens: vida, liberdade e propriedade.
        • Os governos existem para preservar esses direitos.
        • LIBERALISMO POLÍTICO .
        • Defesa da Monarquia Parlamentar (Constitucional); .
        • Conhecimento = experiência e razão.
      • B) ADAM SMITH (ING):
        • “ Pai” da economia.
        • Não intervenção do Estado na Economia.
        • Livre concorrência, lei da oferta e da procura, divisão do trabalho.
        • Riqueza = trabalho.
        • LIBERALISMO ECONÔMICO.
      • C) FISIOCRACIA (FRA):
        • Versão francesa do liberalismo econômico .
        • Não intervenção do Estado na economia .
        • Riqueza = agricultura .
        • Teóricos destacados: QUESNAY, GOURNAY, MIRABEU, DUPONT E TURGOT .
        • Lema: “Laissez faire, laissez passer, le monde va de lui-même” (Deixai fazer, deixai passar, que o mundo anda por si mesmo).
      • D) C. S. MONTESQUIEU (FRA):
        • Divisão de poderes: executivo, legislativo e judiciário.
        • Harmonia e autonomia entre os poderes.
        • Submissão de TODOS perante a lei.
      • E) J. M. VOLTAIRE (FRA):
        • Crítica ao clero e a intolerância.
        • Igualdade jurídica.
        • Liberdade de expressão.
        • Monarquia ilustrada.
      • F) J. J. ROUSSEAU (FRA):
        • O mais importante e influente .
        • Soberania popular .
        • Poder = povo (democracia) .
        • Teoria do bom selvagem .
      • G) DIDEROT e D’ALEMBERT (FRA):
        • Enciclopedistas.
      • O Despotismo Esclarecido :
        • Reis absolutistas que influenciados pelas idéias iluministas promovem reformas em seus países, porém sem abdicar de seu imenso poder .
        • Tentativa de evitar rebeliões internas .
    • Reduziu a tortura e a influência da Inquisição no país e expulsou os jeusítas CARLOS III ( orientado pelo ministro Aranda ) ESPANHA Combate a influência inglesa na economia de seu país, incrementa a produção industrial e combate a influência política da Igreja no seu país atacando e expulsando os jesuítas do reino JOSÉ I ( orientado pelo ministro Pombal ) PORTUGAL Chamado “o rei filósofo”, eliminou as torturas em seu país e criou o ensino obrigatório FREDERICO II PRÚSSIA Criação do ensino leigo e de uma Universidade em Moscou CATARINA II RÚSSIA Fim da servidão e relativa liberdade de imprensa JOSÉ II ÁUSTRIA MEDIDAS REI PAÍS
      • Importância do movimento:
        • Influenciou uma série de movimentos na Europa e fora dela que abalam definitivamente o Antigo Regime ao longo dos séculos XVIII e XIX, como por exemplo a Independência dos EUA e a Revolução Francesa;
        • Base do pensamento contemporâneo em muitas sociedades ocidentais, no que diz respeito a organização política, econômica e social.