• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Normas Artigo Design
 

Normas Artigo Design

on

  • 3,992 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,992
Views on SlideShare
3,992
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
51
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Normas Artigo Design Normas Artigo Design Document Transcript

    • INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAZONAS FACULDADE MARTHA FALCÃO FACULDADE CURSO DE DESIGN Martha Falcão Curso de Design NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO Professor Abraham Bensadon 2005
    • NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO 1. CARACTERIZAÇÃO DO ARTIGO Os artigos poderão ser oriundos de investigações experimentais originais, estudos de caso e artigos de revisão bibliográfica. 2. COMPOSIÇÃO DO ARTIGO O artigo deve ser dividido em: Parte Pré-textual: Capa (modelo em anexo) Parte Textual: Artigo (resumo, abstract, introdução, revisão de literatura, materiais e métodos, apresentação e discussão dos resultados, conclusões, referências). Na parte textual do artigo devem ser evitadas transcrições das palavras dos autores para o texto (citação). Recomenda-se que sejam feitas referências às idéias dos autores. 3. FORMATAÇÃO - O papel a ser utilizado: formato A-4 (padrão internacional), de 29,7 cm x 21 cm. - Margens: 3 cm margem superior e esquerda, 2 cm margem direita e inferior. - Fonte: ARIAL tamanho 11. - Espaçamento entre linhas: espaço 1,5 (um e meio). - Número de páginas: no máximo 20 páginas no formato final (exceto capa de identificação e folha de avaliação). - O texto deve ser digitado no editor de texto em Microsoft Word. - Não pode ser usada quebra de página no início dos tópicos do item 4 (resumo, abstract, introdução, revisão de literatura, materiais e métodos, apresentação e discussão dos resultados, conclusão, referências bibliográficas). O TEXTO DEVE SER CONTÍNUO. 4. ESTRUTURA DO ARTIGO a) INSTRUÇÕES PARA A IDENTIFICAÇÃO DO ARTIGO: Primeira linha do artigo: deverá conter o Titulo do Artigo escrito em letras maiúsculas, em negrito, centrado com fonte tamanho 12. Deixar uma linha em branco após o título. Manter espaçamento entre linhas simples.
    • Próxima linha: o(s) autor(es), usando maiúscula apenas na primeira letra, sublinhados, centralizados, com fonte tamanho 12. Não utilizar qualquer indicação de titulação ou cargo dos autores no artigo. Próxima linha: nome do professor orientador, usando maiúscula apenas na primeira letra, sublinhados, centralizados, com fonte tamanho 12. Não utilizar qualquer indicação de titulação ou cargo dos autores no artigo. Deixar uma linha em branco após o nome do professor orientador. Manter espaçamento entre linhas simples. Próxima linha: o nome do curso de graduação e a instituição de origem do curso (em negrito), usando maiúscula apenas a primeira letra, centrado, fonte tamanho 12. Exemplo: UTENSÍLIO FACILITADOR PARA DESCASCAR PUPUNHA. Marcos André do Nascimento Marinho Gean Flávio Araújo Lima Curso de Graduação em Design – Faculdade Martha Falcão b) A parte textual do artigo deverá ser composta pelas seguintes partes: 1. Resumo, Palavras-Chave; 2. Abstract, Keywords; 3. Introdução (Justificativa e Objetivos); 4. Revisão de Literatura; 5. Material e Método(s); 6. Apresentação e Discussão dos Resultados; 7. Conclusão; 8. Referências Bibliográficas.
    • 5. DESCRIÇÃO SUCINTA DAS PARTES DE UM ARTIGO CIENTÍFICO Resumo e Palavras-Chave (Abstract, Key Words): O resumo deverá conter no máximo 250 palavras, seguido da respectiva versão em inglês. O conteúdo do resumo deve conter as seguintes informações: - Objetivos do estudo, procedimentos básicos empregados (amostragem, metodologia, análise dos dados), resultados principais do estudo (dados concretos e estatísticos) e conclusão do estudo, destacando os aspectos mais relevantes da pesquisa. Após o resumo devem ser indicadas quatro palavras-chave (ou unitermos) que facilitem a indexação do artigo. Introdução: Na Introdução o autor deve apresentar de forma clara a relevância da pesquisa desenvolvida através do referencial teórico e o(s) objetivo(s) a ser(em) atingido(s) ao final da realização do trabalho. Revisão de Literatura: A revisão de literatura deverá abordar os principais tópicos relacionados com o tema do artigo, de modo a demonstrar que o autor conhece as formas como o assunto em estudo foi ou vem sendo tratado e que sirva de suporte para discussão dos resultados. É importante frisar que nesta parte do artigo, como nas demais, deve ser evitada a transcrição das palavras dos autores sob forma de citação. As abordagens dos posicionamentos desses autores devem ser feitas sob a forma de referências, nas quais deve ser usado o método de autor-data. A referência aos autores deverá ser feita da seguinte forma (autor-data): a) um autor: indicação do autor (sobrenome), seguido pelo ano; b) dois autores: indicação dos dois autores separados por &, seguido pelo ano; c) três ou mais autores: o primeiro autor seguido de et al., seguido do ano. Ex: Borges (1999) ou (BORGES, 1999); Mayer & Motta (2000); Oliveira et al. (2001) A referência aos autores quando usada no corpo do texto deve estar em letras minúsculas, exceto a primeira, e quando estiverem entre parênteses deve estar em letras maiúsculas. Materiais e Métodos: Nessa parte o autor deve descrever como o estudo foi conduzido, de tal modo que permita a outro pesquisador replicá-lo, se o desejar. Deverá conter as características da amostra, a forma de obtenção dos dados (equipamentos, pesquisa bibliográfica, condições de realização da pesquisa), procedimentos de coleta dos dados, forma de tratamento dos dados (abordagem descritiva e/ou estatística).
    • Resultados e Discussões: Os resultados tanto em pesquisa experimental como em pesquisa bibliográfica podem ser apresentados em tabelas, gráficos e/ou de forma descritiva. A discussão apresentará a interpretação analítica dos resultados, fundamentada em dados existentes na literatura, ou seja, os resultados do estudo devem ser confrontados com dados existentes na literatura. Organização das Figuras e Tabelas: Todas as TABELAS e FIGURAS (figuras e gráficos) devem ser numeradas seqüencialmente e de forma independente. A palavra FIGURA ou TABELA, deve estar junto da margem esquerda seguida do número e separada do título por hífen. O título deve ser escrito em letras minúsculas (exceto a primeira), em espaço simples (1). Ex: Tabela 1 - / Figura 1 - A chamada da figura ou tabela no texto será feita pela indicação de Figura seguida do número correspondente. Tabelas: Considerar no máximo seis tabelas, no formato Excel/Word. Figuras: Considerar no máximo 8 figuras, digitalizadas (formato .tif, .gif ou .jpg) ou que possam ser editados em Power-Point, Excel, Adobe Photoshop. No caso de estudo experimental, o sistema de medidas básico a ser utilizado será o Systeme International d'Unités (SI). Como regra geral, só deverão ser utilizados abreviaturas e símbolos padronizados. Caso isso não seja possível, recomenda-se a definição dos mesmos no momento da primeira aparição no texto. Conclusões: Nas conclusões o autor deve fazer suas deduções lógicas, baseado em tudo que estudou e nos resultados da sua pesquisa. As conclusões devem ser sucintas e, além disso, devem encontrar respaldo na apresentação e discussão dos resultados apresentada anteriormente. Na conclusão o autor pode ainda apresentar recomendações e sugestões. Referências Bibliográficas: Referências às publicações mencionadas no trabalho seguirão as orientações da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), expressas na norma NB-66 (NBR 6023). Indicar todos os autores (não utilizar "et al." como nas citações no interior do texto). Colocar os títulos dos periódicos por extenso. Mencionar local(is) de publicação, nome de editora(s) e ano.
    • Exemplos Quanto à Origem das Fontes Consultadas: Trabalhos monográficos, dissertações e teses: TAVARES DA SILVA, André. Integração de Técnicas de Modelagem com a VRML. Trabalho de Conclusão de Curso, UNISINOS, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, 1999. Trabalhos Publicados em anais de eventos científicos: LOPES, Luis Carlos. Percepção e Comunicação: mitos e problemas contemporâneos. VI Congresso Latinoamericano de Investigadores de La Comunicación, Santa Cruz de La Sierra, p. 40-50, 2002. Trabalhos publicados na internet: LABATE, Lívia. Navegabilidade x Navegação. São Paulo, Brasil, 2003. Internet: http://lists.ibliblio.org/pipermail/aifiapt/2003-July/000098.html Artigos em jornais e revistas: BEDBURRY, Scott. Novas Maneiras de consertar uma marca. 4SM Management, n°34, ano 6, P 122 – 128, Setembro a Outubro 2002.
    • PARTE PRÉ-TEXTUAL MODELO DA CAPA
    • INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAZONAS FACULDADE MARTHA FALCÃO FACULDADE Martha Falcão CURSO DE DESIGN “NOME DO ARTIGO” “NOME DO(S) AUTOR(ES) (PROFESSOR & ALUNO)” “NOME DO PROFESSOR-ORIENTADOR” Artigo científico apresentado na Disciplina ..................................... do Curso de Design da Faculdade Martha Falcão. MANAUS, AMAZONAS JUNHO DE 2004