• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Manejo E Usos
 

Manejo E Usos

on

  • 596 views

 

Statistics

Views

Total Views
596
Views on SlideShare
596
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
3
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Manejo E Usos Manejo E Usos Document Transcript

    • MANEJO E USOS - MANEJO Conceito Manejo Florestal é um conjunto de técnicas empregadas para colher cuidadosamente parte das árvores grandes de tal maneira que as menores, a serem colhidas futuramente, sejam protegidas. Com a adoção do manejo a produção de madeira pode ser contínua ao longo dos anos. O conceito de manejo florestal está associado aos determinantes do desenvolvimento em bases sustentáveis, que são: promover o capital natural, o capital humano e institucional e ser objeto de análise econômica. Nesse aspecto, não se descarta a análise de custos e benefícios, apesar de suas limitações, como instrumento fundamental na tomada de decisões visando à proteção ambiental. O manejo de florestas nativas engloba um conjunto de procedimentos e técnicas que assegurem vários fatores, como a permanente capacidade da floresta oferecer produtos e serviços, a capacidade de regeneração natural e a capacidade de manutenção da biodiversidade. Para que os empreendimentos florestais se enquadrem nesse contexto, devem evoluir em rentabilidade, prever segurança e sustentabilidade. Caso contrário, não apresentará viabilidade econômica, social e ecológica e, portanto, garantia de rendimento sustentado. Essas premissas permitem conceituar manejo florestal em Regime de Rendimento Sustentado como sendo o planejamento, o controle e o ordenamento do uso dos recursos florestais disponíveis, de modo a obter o máximo de benefícios econômicos e sociais, respeitando os mecanismos de auto-sustentação do ecossistema objeto do manejo. As atividades de manejo não degradam a floresta se corretamente conduzidas, porém, podem alterar a qualidade do ecossistema por influir na distribuição e composição das espécies e nos processos ambientais. Qual a hora certa para a realização do desbaste, e de que tipo? Que aspectos devem ser considerados nesta e outras questões de manejo florestal? As possibilidades de desbaste são inúmeras, e obter um regime ótimo de manejo não é fácil. As tomadas de decisões devem levar em conta aspectos econômicos em conjunto com as variáveis biológicas. Sem dúvida a complexidade é grande, e requer planejamento cuidadoso para o alcance da otimização da produção madeireira e dos retornos financeiros. Torna-se cada vez mais imperativa a necessidade de se estabelecer critérios e indicadores de Manejo Florestal Sustentável. Embora se admita que seja ainda difícil concluir que critérios e indicadores de bom manejo já estabelecidos sejam garantia de sustentabilidade, ainda assim houve, nos últimos cinco anos, uma verdadeira explosão de iniciativas neste sentido, resultando numa proliferação de diferentes conjuntos de princípios e critérios, com inevitável confusão de termos, além da dificuldade de padronização dos processos decisórios. Em outras palavras, a certificação florestal, baseada nos indicadores hoje utilizados, não é garantia de sustentabilidade, mas
    • apenas atesta que o plano de manejo está sendo implementado de acordo com práticas atualmente reconhecidas como sendo ambientalmente mais sadias. Razões para manejar As principais razões para manejar a floresta são: - Continuidade da produção- A adoção do manejo garante a produção de madeira na área indefinidamente, e requer a metade do tempo necessário na exploração não manejada. - Rentabilidade - Os benefícios econômicos do manejo superam os custos. Tais benefícios decorrem do aumento da produtividade do trabalho e da redução dos desperdícios de madeira. - Segurança de trabalho- As técnicas de manejo diminuem drasticamente os riscosde acidentes de trabalho. No Projeto Piloto de Manejo Florestal (Imazon/WWF), os riscos de acidentes durante o corte na operação manejada foram 17 vezes menor se comparado às situações de perigo na exploração predatória. - Respeito à lei - Manejo florestal é obrigatório por lei. As empresas que não fazem manejo estão sujeitas a diversas penas. Embora, a ação fiscalizatória tenha sido pouca efetiva até o momento, é certo que essa situação vai mudar. Recentemente, tem aumentado as pressões da sociedade para que as leis ambientais e florestais sejam cumpridas. - Oportunidades de mercado- As empresas que adotam um bom manejo são fortes candidatas a obter um "selo verde". Como a certificação é uma exigência cada vez maior dos compradores de madeira, especialmente na Europa e nos Estados Unidos, as empresas que tiverem um selo verde, provando a autenticidade da origem manejada de sua madeira, poderão ter maiores facilidades de comercialização no mercado internacional. - Conservação florestal- O manejo da floresta garante a cobertura florestal da área, retém a maior parte da diversidade vegetal original e pode ter impactos pequenos sobre a fauna, se comparado à exploração não manejada. - Serviços ambientais- As florestas manejadas prestam serviços para o equilíbrio do clima regional e global, especialmente pela manutenção do ciclo hidrológico e retenção de carbono. Fonte: www.manejoflorestal.org.br