• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Fantastisco. Amei a simplicidade de como faz-se o resumo dos aspectos contabilistico.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • É uma apostila sucinta porém bastante significativa e eficaz, meus parabéns!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
31,317
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
397
Comments
2
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Análise de Balanços ___________________________________________________________________________________________________________ _ Análise de Balanços Conceito e objecto de análise A análise de balanços é uma técnica de interpretação e crítica apoiada na contabilidade e estatística que tem como objectivo a apreciação de balanços e documentos correlativos e complementares (por exemplo mapas de exploração e de resultados) de índole histórico previsional ou misto. Tal apreciação pode ser uma simples análise de dada situação (análise estática) ou comportar juízos sobre a evolução de certos fenómenos ou grandezas observadas, através de documentos referentes a um ou vários períodos (análise dinâmica) Os estudos incidem particularmente sobre o balanço, contas de exploração e de resultados, concentrando-se nos aspectos económicos e financeiros. Estes visam o conhecimento da situação da empresa quanto à estrutura qualitativa e quantitativa das suas fontes de financiamentos bem como o prognóstico do desenvolvimento da empresa no que respeita ao cumprimento de obrigações e variações no financiamento. Aqueles respeitam a evolução dos resultados e as variações na estrutura dos custos e proveitos, determinar e fazer o estudo da rentabilidade. Na análise estática, a que nos referimos anteriormente, não tem em conta o tempo, toma como base a situação num dado momento, o balanço da empresa de um dado período e compara as diversas magnitudes dentro do mesmo. Na análise dinâmica introduz a variável temporal, proporciona um ponto na situação da empresa em certo momento anterior ou posterior. Esta análise estuda a forma como evoluíram as diversas grandezas económicas ou financeiras até chegarem a determinada situação. Permite determinar as tendências com que os diversos componentes se irão comportar e, mediante extrapolação, prever como se irão desenvolver no futuro, facilitando a adopção de medidas correctivas necessárias para evitar que a situação não evolua de forma não desejável. Cada um deste estudos, pode se realizar através do uso dos números absolutos e relativos. Na análise mediante os números relativos, utilizam-se os índices ou rácios que constituem uma relação entre diversas rubricas do balanço. Na análise mediante os números absolutos utilizam-se os valores globais e diferenças (fontes e aplicações de fundos). __________________________________________ http://martdoceanalisebalancos.blogspot.com/
  • 2. Análise de Balanços ___________________________________________________________________________________________________________ _ O Balanço Conceitos É um mapa ou quadro que se destina a fazer uma comparação entre o Activo e o Passivo, evidenciando a Situação Líquida. O conjunto de bens e direitos constitui o Activo. O conjunto de obrigações constitui o Passivo. A Situação Líquida ou Capital Próprio é a diferença entre o Activo e o Passivo. O Capital Próprio e o Passivo representam afinal as origens do capital e o activo as respectivas aplicações. CAPITAL PRÓPRIO Ou SITUAÇÃO LIQUIDA ACTIVO CAPITAL ALHEIO Ou PASSIVO Na óptica financeira, isto é, na análise de balanços, o ACTIVO corresponde às aplicações de fundos ou investimentos. Estes bens e direitos da empresa são financiados quer por CAPITAIS PRÓPRIOS, quer por capitais alheios. Por isso, também se designa o 2º membro do balanço como origens de fundos ou financiamento. APLICAÇÕES ORIGENS de DE FUNDO FUNDOS ou Ou INVESTIMENTOS FINANCIAMENTO O total das aplicações de fundos iguala a todo o momento o total das origens de fundos, podendo enunciar-se a equação fundamental da contabilidade da seguinte forma: ACTIVO = PASSIVO + SITUAÇÃO LÍQUIDA ACTIVO = CAPITAIS ALHEIOS+ CAPITAIS PRÓPRIOS APLICAÇÕES DE FUNDOS = ORIGENS DE FUNDOS __________________________________________ http://martdoceanalisebalancos.blogspot.com/
  • 3. Análise de Balanços ___________________________________________________________________________________________________________ _ Géneros do Balanço Da comparação do Activo com o Passivo poderão resultar três situações distintas: 1º O Activo é maior que o Passivo Balanço do 1º género X1=X2+X3 Neste caso, o Capital próprio é positivo. A > P => CP > 0 e A = CP + P 2º O Activo é igual ao Passivo Balanço do 2º género X1=X2 Neste caso, o Capital próprio é nulo. A = P => CP = 0 3º O Activo é menor que o Passivo Balanço do 3º género X1= -X2+X3 Neste caso, o Capital próprio é negativo. A < P => CP < 0 e A = - CP + P __________________________________________ http://martdoceanalisebalancos.blogspot.com/
  • 4. Análise de Balanços ___________________________________________________________________________________________________________ _ Conjugando as expressões (1) e (2), resulta a seguinte equação do balanço: A = P + CP A natureza do capital próprio vem definir três géneros de balanços que interessa referir: Balanço do 1º género – situação normal Os bens e os direitos que a empresa possui ainda são suficientes para cobrir as dividas. Balanço do 2º género – situação pouco normal Os bens e os direitos que a empresa dispõe apenas chegam para cobrir as dívidas. Balanço do 3º género – situação anormal e grave Os bens e os direitos da empresa são insuficientes para a cobertura da dívidas. Objectivos do balanço 1. O apuramento da situação patrimonial num dado momento, vale dizer, mostrar a qualquer momento a situação patrimonial ou a situação económica e financeira da empresa. 2. A determinação dos resultados em dado período(intervalo de tempo). Classificação do Balanço Os balanços podem classificar-se de diversas maneiras das quais citaremos as seguinte: a) Quanto aos motivos determinantes da sua elaboração:  Balanço de fundação, se mostra a composição do património da empresa no momento da sua criação. É pois o seu primeiro balanço.  Balanço de liquidação, se é elaborado nas empresas que entram em liquidação e se dissolvem.  Balanço de partilha, se corresponde ao último balanço de liquidação e é constituído por valores definitivos.  Balanços de gestão, se tem por fim o apuramento de resultados e ou determinação da situação patrimonial. __________________________________________ http://martdoceanalisebalancos.blogspot.com/
  • 5. Análise de Balanços ___________________________________________________________________________________________________________ _ b) Quanto à especialização dos exercícios:  Balanço inicial, se é elaborado no inicio de cada exercício económico (entende-se por exercício económico ao período de tempo, geralmente um ano, no fim do qual a empresa faz o apuramento dos lucros ou prejuízos desse período)  Balanço final, se é realizado no fim de cada exercício económico. Este balanço também é designado de balanço ordinário,  Balanço intermédios, se são efectuados periodicamente dentro de cada exercício económico e pelos motivos mais diversos, tais como falecimento de sócios, cessão de quotas, etc.. Estes balanços também se designam por balanços extraordinários. c) Quanto à natureza histórica ou previsional dos valores:  Balanços históricos, se é elaborado com base em importâncias extraídas da contabilidade reportando-se, portanto, ao passado.  Balanço previsional, se apresenta valores estimados para a data a que se refere apresentando-se, pois, com carácter de presunção do futuro próximo. d) Quanto à sua estrutura:  Balanço sintético, se é a mera expressão da relação existente entre o Activo, o Passivo e Capital Próprio.  Balanço analítico, se nos mostra com mais ou menos pormenor a composição do Activo, do passivo e do Capital Próprio.  Balanço simples ou corrido, se as contas ou rubricas se encontram dispostas ao acaso.  Balanço classificado ou ordenado, se as contas se encontram dispostas segundo uma determinada ordem bem definida. e) Quanto ao dispositivo  Balanço em dispositivo vertical  Balanço em dispositivo horizontal Requisitos na elaboração do balanço Clareza O balanço tem que ser apresentado de forma clara, de forma a facilitar a sua interpretação. Para um melhor esclarecimento de certas parcelas do balanço devem ser apresentados mapas anexos, pois o balanço não devem ser nem demasiado sintético nem demasiado analítico. __________________________________________ http://martdoceanalisebalancos.blogspot.com/
  • 6. Análise de Balanços ___________________________________________________________________________________________________________ _ Exactidão Os valores das diversas contas correspondem ao valor real dos respectivos elementos patrimoniais. Integridade Inclusão de todos os valores patrimoniais activos e passivos e as rubricas do capital próprio(situação liquida) respeitando o princípio de proibição das compensações, isto é, as contas mistas não devem apresentar um único saldo. Devem ser assinaladas as contas de ordem, algumas das quais referem-se a factos ou operações que poderão implicar rendimentos, encargos, responsabilidade em virtude da realização ou não dos eventos a que respeitam. Verdade Não basta que o valor atribuído às contas seja o indicado na contabilidade, é preciso que as cifras apresentadas tem sido apuradas segundo sãos princípios contabilísticos, segundo critérios valorimétricos adequados. . Uniformidade Devem para os balanços sucessivos utilizar-se sempre que possível os mesmos critérios e normas ao nível nacional ou sectorial. Sinceridade Os elementos do balanço devem ser avaliados correctamente, isto é, com base em factos objectivos. Contudo, deve minimizar-se ao máximo a subjectividade de certas rubricas, como: Provisões, Amortizações, Existências, etc. Distorções do balanço Nas distorções do balanço há a considerar a não correspondência com a realidade dos elementos apresentados pelo balanço, propositada ou involuntariamente. Devido a este facto há que fazer um estudo profundo de cada rubrica do balanço, a terminologia utilizada, os valores englobados, a falta de clareza. As imprecisões ou erros de terminologia, os vícios dos balanços e dos desenvolvimentos que os acompanham só se podem esclarecer convenientemente quando for possível o exame da escrita (auditoria ou verificação das contas). As mais frequentes viciações do balanço podem classificar-se assim: __________________________________________ http://martdoceanalisebalancos.blogspot.com/
  • 7. Análise de Balanços ___________________________________________________________________________________________________________ _  Por aumento do activo ou diminuição do passivo Meios utilizados ♦ Hiper avaliação dos bens pertencentes a empresa ♦ Inclusão no activo de valores inexistentes ♦ Contabilização de gastos de exploração como gastos de imobilizações ♦ Incorporação de rendimentos não respeitantes ao exercício ♦ Inventariação de mercadorias ainda não creditados aos fornecedores ♦ Omissão de amortizações necessárias ♦ Dissimulação de dívidas a pagar Fins em vista ♦ Dissimulação de dívidas a pagar ♦ Obtenção de créditos ♦ Aliciamento de novos sócios ♦ Inflação de lucros ♦ Cessão ou fusão em melhores condições  Por diminuição do activo ou aumento do passivo. Meios utilizados ♦ Introdução de débitos fictícios ♦ Avaliação pessimista dos elementos do activo ♦ Amortizações exageradas ♦ Contabilização de levantamentos e de gastos particulares como gastos de exploração ♦ Omissão de certos rendimentos ♦ Omissão de valores activos Fins em vista ♦ Reembolso de partes dos que deixaram de ser sócios ♦ Escamoteamento de lucros ♦ Redução ou supressão dos lucros ♦ Fraudes fiscais __________________________________________ http://martdoceanalisebalancos.blogspot.com/
  • 8. Análise de Balanços ___________________________________________________________________________________________________________ _ __________________________________________ http://martdoceanalisebalancos.blogspot.com/