10) magnetismo

6,614 views
6,404 views

Published on

Published in: Spiritual, Technology
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,614
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
208
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

10) magnetismo

  1. 1. MAGNETISMO
  2. 2. ENCONTRADO NA CIDADE DE MAGNÉSIA ÓXIDO DE FERRO <ul><li>ATRAÍA MATERIAIS FERROSOS </li></ul><ul><li>SE ORIENTAVA PARA O NORTE </li></ul>
  3. 3. PROPRIEDADE DE ATRAIR PARTÍCULAS DE MATERIAIS FERROSOS MAGNETISMO
  4. 4. A ATRAÇÃO É MAIS FORTE NOS PÓLOS PÓLO NORTE E PÓLO SUL COMO ELES SE ORIENTAM NO SENTIDO NORTE E SUL, CHAMAMOS
  5. 5. PÓLO NORTE PÓLO SUL N
  6. 6. OS ÍMÃS SÃO CONSTRUÍDOS EM VÁRIAS FORMAS
  7. 7. S N S N S N S N
  8. 8. A PROPRIEDADE DE ATRAÇÃO É MAIOR NAS EXTREMIDADES. S N
  9. 9. AÇÃO MÚTUA ENTRE DOIS ÍMÃS N S S N
  10. 10. AÇÃO MÚTUA ENTRE DOIS ÍMÃS PÓLOS DE MESMO NOME SE REPELEM S N N S
  11. 11. PÓLOS DE NOMES DIFERENTE SE ATRAEM S N S N S N N S AÇÃO MÚTUA ENTRE DOIS ÍMÃS PÓLOS DE MESMO NOME SE REPELEM
  12. 12. PODE SER OBSERVADO COLOCANDO LIMALHAS DE FERRO SOBRE UM PLÁSTICO QUE ESTEJA SOBRE UM ÍMÃ, ESPECTRO MAGNÉTICO
  13. 13. N S
  14. 14. N S
  15. 15. SAEM DO PÓLO NORTE E ENTRAM NO PÓLO SUL N S LINHAS DE FORÇA
  16. 16. O ESPAÇO OCUPADO PELAS LINHAS DE FORÇA É CHAMADO CAMPO MAGNÉTICO
  17. 17. UMA BARRA DE FERRO SEM MAGNETIZAÇÃO PODE SER CONSIDERADA COMO TENDO UM GRANDE NÚMERO DE PEQUENOS ÍMÃS DISPOSTOS DE MANEIRA DESORDENADA
  18. 18. QUANDO MAGNETIZAMOS ESTA BARRA, OS PEQUENOS ÍMÃS SE ALINHAM, POLARIZANDO O MATERIAL
  19. 19. QUANDO MAGNETIZAMOS ESTA BARRA, OS PEQUENOS ÍMÃS SE ALINHAM, POLARIZANDO O MATERIAL
  20. 20. PILHA 1,5 V PILHA 1,5 V
  21. 21. QUANDO UMA CORRENTE ELÉTRICA PERCORRE UM CONDUTOR , ELA CRIA EM TORNO DESTE UM CAMPO MAGNÉTICO PILHA 1,5 V PILHA 1,5 V
  22. 22. LINHAS DE FORÇA QUANDO UMA CORRENTE ELÉTRICA PERCORRE UM CONDUTOR , ELA CRIA EM TORNO DESTE UM CAMPO MAGNÉTICO PILHA 1,5 V PILHA 1,5 V
  23. 23. UMA BÚSSOLA COLOCADA PRÓXIMO A UM CONDUTOR PERCORRIDO POR CORRENTE
  24. 24. A
  25. 25. O CONDUTOR ATRAI A AGULHA DA BÚSSOLA. A
  26. 26. A O CONDUTOR ATRAI A AGULHA DA BÚSSOLA.
  27. 27. A O CONDUTOR ATRAI A AGULHA DA BÚSSOLA.
  28. 28. A O CONDUTOR ATRAI A AGULHA DA BÚSSOLA.
  29. 29. A O CONDUTOR ATRAI A AGULHA DA BÚSSOLA.
  30. 30. A O CONDUTOR ATRAI A AGULHA DA BÚSSOLA.
  31. 31. A O CONDUTOR ATRAI A AGULHA DA BÚSSOLA.
  32. 32. O SENTIDO DO CAMPO MAGNÉTICO DEPENDE DO SENTIDO DA CORRENTE ELÉTRICA I A
  33. 33. O SENTIDO DO CAMPO MAGNÉTICO DEPENDE DO SENTIDO DA CORRENTE ELÉTRICA A I
  34. 34. COMO AUMENTAR O CAMPO MAGNÉTICO DE UMA BOBINA
  35. 35. COLOCANDO UM NÚCLEO DE FERRO NO INTERIOR DA BOBINA O NÚCLEO DE FERRO CONCENTRA AS LINHAS DE FORÇA DO CAMPO MAGNÉTICO
  36. 36. AUMENTANDO A CORRENTE ELÉTRICA A
  37. 37. 600 Espiras AUMENTANDO O NÚMERO DE ESPIRAS DA BOBINA
  38. 38. AUMENTA O CAMPO MAGNÉTICO 1.200 Espiras
  39. 39. POLARIDADE DO CAMPO MAGNÉTICO
  40. 40. SENTIDO DAS LINHAS DE FORÇAS S N
  41. 42. INVERTENDO O SENTIDO DA CORRENTE N S
  42. 43. O ELETROÍMÃ SÓ AGE COMO ÍMÃ SE PERCORRIDO POR UMA CORRENTE ELÉTRICA
  43. 44. O ELETROÍMÃ SÓ AGE COMO ÍMÃ SE PERCORRIDO POR UMA CORRENTE ELÉTRICA
  44. 45. O ELETROÍMÃ SÓ AGE COMO ÍMÃ SE PERCORRIDO POR UMA CORRENTE ELÉTRICA
  45. 46. O ELETROÍMÃ SÓ AGE COMO ÍMÃ SE PERCORRIDO POR UMA CORRENTE ELÉTRICA
  46. 47. O ELETROÍMÃ SÓ AGE COMO ÍMÃ SE PERCORRIDO POR UMA CORRENTE ELÉTRICA
  47. 48. O ELETROÍMÃ SÓ AGE COMO ÍMÃ SE PERCORRIDO POR UMA CORRENTE ELÉTRICA
  48. 49. O ELETROÍMÃ SÓ AGE COMO ÍMÃ SE PERCORRIDO POR UMA CORRENTE ELÉTRICA
  49. 50. O ELETROÍMÃ SÓ AGE COMO ÍMÃ SE PERCORRIDO POR UMA CORRENTE ELÉTRICA
  50. 51. O ELETROÍMÃ SÓ AGE COMO ÍMÃ SE PERCORRIDO POR UMA CORRENTE ELÉTRICA
  51. 52. O ELETROÍMÃ SÓ AGE COMO ÍMÃ SE PERCORRIDO POR UMA CORRENTE ELÉTRICA
  52. 53. O MESMO CAMPO MAGNÉTICO DE UM ÍMÃ POSSANTE PODEMOS CONSEGUIR COM UM PEQUENO ELETROÍMÃ

×