Históriadasmidiasdigitais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Históriadasmidiasdigitais

on

  • 1,093 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,093
Views on SlideShare
1,093
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
14
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Históriadasmidiasdigitais Históriadasmidiasdigitais Presentation Transcript

  • Características do veículo online - - Características da notícia online - Conceito de mimetismo midiático - Definição de RSS
  • Veículos online  Tempo x espaço  Publicar antes x precisa  Online x tempo real Notícia online  Instantaneidade  Dirigibilidade  Interatividade  Não-linearidade
  • “O mimetismo é aquela febre que se apodera repentinamente da mídia, impelindo−a na mais absoluta urgência, a precipitar−se para cobrir um acontecimento sob pretexto de que os outros meios de comunicação − e principalmente a mídia de referência − lhe atribuam uma grande importância.” “Esta imitação delirante, levada ao extremo, provoca um efeito bola−de−neve e funciona como uma espécie de auto−intoxicação: quanto mais os meios de comunicação falam de um assunto, mais se persuadem, coletivamente, de que este assunto é indispensável, central, capital, e que é preciso dar−lhe ainda mais cobertura.”
  • RSS “Really Simple Syndication ou Distribuição Realmente Simples é um sistema onde as informações vão até você automaticamente, o tempo todo. Sempre que alguma coisa for adicionada a um site de sua preferência, o sistema RSS emite um alerta e traz até você o material recém publicado”
  • A Galáxia da Internet Manuel Castells AULA 2
  •  Década de 50  1958– forma-se a ARPA (Advanced Research Project Agency). A agência foi criada a pedido do departamento de Defesa dos EUA, buscando “ superioridade tecnológica militar em relação à União Soviética” (na esteira do lançamento do primeiro Sputnik, satélite artificial, em 1957) – ARPANET – pequeno programa que  1962 surgiu em um dos departamentos da ARPA, o information processing techniques office (IPTO), e que funcionava por meio de comunicação intra-rede
  •  1969 – Paul Baran – Rand Corporation (centro de pesquisas que trabalha pro Pentágono)  ARPANET rede de comunicação capaz de sobreviver a um ataque nuclear
  •  1969 – Primeiros nós de redes Utah Santa Bárba Ucla ra Stanford Research Institute
  • de 70 Década – Havia 15 nós em centros  1972 universitários de pesquisa nos EUA
  •  Paul Baran – três princípios da Internet Rede descentralizada Redundância Distribuição de função via nós na rede
  •  Paul Baran – resposta-chave para comunicação militar Flexibilidade Ausência de Autonomia comando de cada nó central
  • Paul Baran Curiosidade: a proposta de Baran foi rejeitada pelo Pentágono! Mas esses conceitos foram decisivos para a construção da Arpanet. Em 1975, a Arpanet passou a ser usada para fins militares.
  •  Uma rede de redes  Objetivo: conexão da Arpanet com outras redes de computadores Como?  Para que pudessem falar umas com as outras as redes precisavam de protocolos de comunicação padronizados
  • PROTOCOLO: “ É a linguagem (conjunto de regras, hierarquias e formatos) usada pelos dispositivos de uma rede de modo que eles consigam entender, isto é, trocar informações entre si. Para isso se faz necessário a utilização do mesmo padrão de protocolo.”
  • Funções do protocolo:  Detecta e corrige erros durante a transmissão;  Confiabilidade na transmissão dos dados, ou seja, certeza de entrega;  Controle de prioridades no envio e recebimento de informações;  Transmissões múltiplas;  Ganho de tempo e performance
  • Surgimento 1973 Robert Kahn - ARPA Vint Cerf – Stanford
  •  Trocade informação entre aplicações  Comunicação entre processos  Comunicação extremo- Protocolo IP(Internet)  Transmissão da informação no meio físico
  • de 70 Década 1975 – ARPANET foi transferida para a Defense  Communication Agency 1978 – Cientistas da universidade da Carolina do Sul dividiram  o TCP em duas partes acrescentando um protocolo intra- rede ( o IP) o que gerou o protocolo TCP/IP, padrão segundo o qual a internet continua a operar até hoje. Arpanet usava outro protocolo intra-rede o NCP CADA COMPUTADOR NA INTERNET TEM UM ÚNICO ENDEREÇO (IP), JAMAIS DOIS COMPUTADORES TERÃO O MESMO IP.
  • de 70 Década sistema operacional  1974 – foi desenvolvido o UNIX, que foi aperfeiçoado e distribuído gratuitamente. Foi formada uma rede de comunicação entre computadores fora do backbone Arpanet, a USENET news.  Internet usa modelo: Cliente Servidor A execução do serviço é concentrada em programas servidores
  • funcionamento O
  • de 70 Década Final dos anos 70 – Bulletin Board System ou Sistema de  Quadros de Avisos foi um movimento que criou programas que permitiam a transferência de arquivos entre computadores. BBS oferece serviços de correio eletrônico, repositório de  arquivos (de programas, dados ou imagens) e outros serviços tais como conversação on-line. Seus assinantes, usualmente, obtêm acesso através de linhas telefônicas (isto é, de voz) utilizadas via computador pessoal e modem.. BBS foi a segunda fonte da Internet como a conhecemos hoje: (1ª)Arpanet + (2ª)BBS = Internet
  • de 80 Década  1980– estudantes desenvolveram uma ponte entre o ARPANET e a USENET. Gradualmente as duas se fundiram e várias redes passaram a se comunicar entre si. Finalmente estas redes se congregaram na forma da INTERNET (1ª)Arpanet + (2ª)BBS + (3ª) Usenet= Internet
  •  Década de 80  1982– Exército americano adota TCP/IP como protocolo padrão para suas redes  1983 – Arpanet adota TCP/IP  1986 – Surge NSFNet (Fundação Nacional de Ciência) e o primeiro backbone autorizado
  •  Backbone Network: infra-estrutura física de rede, por onde passam as correntes elétricas que são Surgimento compreendidas como sinais 86 - 87 1990 – Brasil se conecta ao NSFNet  1991 – NSFNet sobe link pra 45Mbps 
  •  Década de 90 1990 – ARPANET foi retirada de operação e substituída pela rede NSFNET (National  Science Network). 1991 – estudante da universidade de Hilsink (Finlândia),  Lunis Torvalds desenvolveu um sistema operacional baseado no UNIX, chamado LUNIX e o distribuiu gratuitamente pela internet, pedindo aos usuários que o aperfeiçoassem e o enviassem de volta para a rede. 1991 – o CERN (laboratório europeu de partículas, baseado em Genebra) lança o  navegador/editor World Wide Web. A www é uma aplicação de compartilhamento da informação desenvolvida por um programador chamado Tim Benners-Lee. Ele definiu e implementou o software que permitia obter e acrescentar informação de e para qualquer computador conectado através da internet: http, mtml, uri (mais tarde url) CERN: European organization for Nuclear Research 
  • E o Berners-Lee? O cientista contou com o apoio de uma comunidade da Internet, já que divulgava na rede seu trabalho. Alguns destes hackers passaram a comercializar as ideias dele e fizeram fortunas, enquanto Lee seguiu a trabalhar pelo interesse público.
  • A Internet se desenvolveu em um ambiente seguro, propiciado por recursos públicos e pesquisa orientada para missão militar, o que não sufocava a liberdade de pensamento e inovação.
  • Vale do Silício, 1993
  • Andreessen + Jim Clark (empresário) = Netscape Navigator
  • Microsoft + Windows 95 = privatização da Internet Nascimento da internet para a sociedade em geral
  • Internet: é o conjunto de computadores que estão conectados e trocam informação. Servidor Web: é um tipo especial de computador que armazena e distribui/apresenta a informação na Internet. Como é que ele sabe qual informação deve transmitir? URL ou endereço da Web: é a chave para entender esse processo. É como receber cartas em casa! Tu identifica um endereço da Web como www.yahoo.com, os servidores da Web o lêem como 209.73.186.238. Este é o endereço IP que funciona como a identidade numérica de um servidor da Web.
  • . Todos os endereços da Web têm um endereço IP correspondente, identificável pelos computadores, mas não pelas pessoas. O registro de um nome em um domínio assegura um endereço que pode ser lido por pessoas e o associa com um endereço IP de um computador
  • HTTP: Hypertext Transfer Protocol TCP: Transfer Control Protocol IP: Internet Protocol é o protocolo responsável pelo roteamento de pacotes entre dois sistemas que utilizam a família de protocolos TCP/IP, desenvolvida e usada na Internet. É considerado o mais importante dos protocolos em que a Internet é baseada. FTP: File Transfer Protocol. Protocolo padrão da Internet, usado para transferência de arquivos entre computadores.
  • SMTP: o Simple Mail Transfer Protocol é o protocolo TCP/IP usado para troca de mensagens via correio eletrônico na Internet. SNMP: o Simple Network Management Protocol é um protocolo usado para monitorar e controlar serviços e dispositivos de uma rede TCP/IP. DNS: O Domain Name System (DNS) é um serviço e protocolo da família TCP/IP para o armazenamento e consulta a informações sobre recursos da rede. Trata principalmente da conversão de nomes Internet em seus números IPs correspondentes.
  • Internet World Wide Web: Esses dois termos NÃO são sinônimos. Internet se refere à rede de computadores conectados que trocam informações através de protocolos. A World Wide Web é um modo de acesso à informação através da Internet usando o hypertext transfer protocol (http) e os navegadores da Web. Ela não inclui outros protocolos como e-mail, mensagem instantânea e transferência de arquivo (FTP).
  • Modem: conecta a uma velocidade de 56kbps, podem ser internos, via placa mãe do computador, ou externos, conectados a uma porta serial ou USB ISDN: conecta a uma velocidade de até 128Kbps, conexão via linha telefônica Modem a cabo e DSL: internet banda larga, usa infra- estrutura da televisão a cabo. Velocidade de até 10Mbps Sem fio (wireless) : usa frequência de celular ou de rádio. Os dados são divididos em pacotes menores para serem transferidos.
  • Roteador: dispositivo responsável pelo encaminhamento de pacotes de comunicação em uma rede ou entre redes. Tipicamente, uma instituição, ao se conectar à Internet, deverá adquirir um roteador para conectar sua Rede Local (LAN) ao ponto de presença mais próximo. Firewall: Um sistema de segurança de rede, cujo principal objetivo é filtrar o acesso a uma rede. Browser: um programa em um computador pessoal que acessará, através de uma linha telefônica, um servidor (isto é, um programa que atende a demanda de clientes remotos) contendo informações de interesse amplo. URL: Uniform Resource Locator pode se referir a localização de http ou FTP
  • A internet é formada por mais de 8.000 redes, interligando todos os continentes. A internet como uma rede de redes, é formada por Lans (local area networks ou redes locais ) , Mans ( Metropolitan area Network ou redes metropolitanas) e Wan ( world area network ou redes mundiais).
  • de 90 Década redes de redes são conectadas Estas por redes telefônicas, satélites, microondas, cabos e fibras óticas, permitindo a comunicação com os computadores que utilizam protocolos comuns.
  •  1988: Fapesp (Fundo de Amparo à pesquisa em SP) + UFRJ + Laboratório Nacional de Computação trazem a internet para o Brasil  1989: Rede Nacional de Pesquisa (RNP/MCT) é criada para coordenar backbones nas universidades  1995: Internet/br, modelo comercial, é introduzido, via Embratel e RNP
  • Narração: Jose Vanol Jr
  • A Brief history of the Internet http//www.isoc.org/internet- history/brief.html  Origens e entranhas da Internet http://www.slideshare.net/qx3/origens-e- entranhas-da-internet  Jornalismo 2.0: como sobreviver e prosperar – Mark Briggs
  • No Xerox A Galáxia da Internet, Manuel Castells – pgs 7 -33  Guia de Estilo, Luciana Moherdaui – pgs 19-94 Scribd.com ou no blognovo.wordpress.com  Mimetismo Midiático, Ignácio Ramonet Ebook  Jornalismo 2.0: como sobreviver e properar pgs 10-34
  •  Vamos hoje aprender a embedar vídeos nos nossos blogs  Procurar pelo vídeo “The Warriors of the Net” no YouTube – busca simples  Abrir nova janela e logar no blog  Post Novo: dar título e redigir um parágrafo apresentando o vídeo  Clicar no ícone adicionar vídeo  Selecionar “De um URL”  Voltar no YouTube e copiar o link url do vídeo  Colar no campo url do Wordpress  Inserir no post, dar preview e publicar
  • Buscas na Web 1) Faça uma análise comparativa dos cinco primeiros resultados de uma busca sobre cura do stress, nos seguintes sistemas: Google: http://www.google.com.br Yahoo!: http://www.yahoo.com.br Altavista: http://www.altavista.com Radar Uol: http://radaruol.uol.com.br Clusty: http://clusty.com/ MSN: http://search.msn.com.br Ask.com: http://search.ask.com/ DogPile : http://www.dogpile.com/ 2) Escreva sobre semelhanças e absurdas em um texto no seu blog
  • BROWSERS  Vamos testar os browsers disponíveis na web de forma gratuita  Baixar um ou dois navegadores: Firefox, Internet Explorer, Chrome, Opera, Safari (MAC)  Navegar pelos mesmos sites em um e depois no outro browser  Redigir um post comparativo analisando a interface, facilidade de comandos
  •  Site:conjunto de páginas publicadas na web  Home Page: página de abertura do site  Portal: conjunto de sites e hot sites  Hot site: site temporário, em formato especial, geralmente para a cobertura de um evento ou lançamento de um filme