Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Carstereo Profissional Edoção 139
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Carstereo Profissional Edoção 139

  • 608 views
Published

Revista Carstereo Profissional Edoção 139 …

Revista Carstereo Profissional Edoção 139
www.ludovicoart.blogspot.com.br

Published in Automotive
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
608
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
3
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. conteúdo exclusivo para os profissionais de som e acessórios 2014 • ANO 12 # 139 Distribuição gratuita artigo: Desvendamos as siglas por trás das centrais multimídia mercedes C200: Impecável visual e graves surpreendentes evento: Cobertura especial da Feira do Empreendedor, do Sebrae Clássico dos anos 70 recebe nova roupagem Car GPS, Garmin, Soaudio e Shekparts mini austin empresas:
  • 2. csp 3 editorial Crazy Turkey Editora Rua Crisólita, 238 - Jd. da Glória, CEP 01547-090, São Paulo/SP - Fones/Fax: (11) 2068 7485 / 2068 9287 Site: www.cteditora.com.br / E-mail: vitor@cteditora.com.br ou carstereoprofissional@cteditora.com.br Diretores: Vera Miranda Barros e Miguel Ricardo Puerta Chefe de Redação: Ademir Pernias Editor: Vitor Giglio Textos: Felipe Cassiaro, Fábio Nista, Fábio Merlino e Willian Santiago Editora de Arte: Maira Marin Tratamento de imagens: Márcio Martins e Danilo Almeida Produção de anúncios: Danilo Almeida Fotos: Ricardo Kruppa Consultoria: Marcelo Portela Diretor Adm.: Miguel Ricardo Puerta Jornalista Resp.: Ademir Pernias - MTb 25815 PUBLICIDADE Diretora comercial: Vera Miranda Barros Gerente comercial: Geovânia Alves Contatos: Dorival Sanchez Junior, Rita de Cássia R. Souza e Kayhan Gomes Atendimento ao Leitor: Kyka Santos Assessoria Jurídica: Juliana T. Ambrosano e Miguel Ricardo Puerta Contabilidade: RC Controladoria e Finanças. Fone: (11) 5080-3628. Car Stereo Profissional é uma publicação mensal da Crazy Turkey Editora e Comércio Ltda., com tiragem de 15 mil exemplares e distribuição gratuita para profissionais da área de som e acessórios automotivos. Distribuição: Correios. A Revista Car Stereo Profissional não admite publicidade redacional • É proibida a reprodução das reportagens sem prévia autorização • As opiniões emitidas em artigos as- sinados são de responsabilidade de seus autores. Ninguém está autorizado a receber qualquer valor em nome da Crazy Turkey Editora ou da Revista Car Stereo Profissional. Reg- istro no INPI: NP 821496557 • Impressão e Acabamento: Prol Editora Gráfica Website: www.cteditora.com.br :: No twitter: @carprofissional Blog: www.carstereoprofissional.blogspot.com :: Procure-nos também no Facebook Cenárioanimador Interesse do público por evento que incentiva o empreendedorismo traz à tona uma animadora perspectiva de geração de bons negócios Vitor Giglio - Editor O Sebrae realizou no mês de fevereiro, no Expo Center Norte, em São Paulo, a edição 2014 da Feira do Empreendedor. A Feira acontece em diversas capitais brasileiras ao longo do ano, mas por se tratar do principal centro econômico do país, era de se esperar que a edição paulista- na atraísse um número considerável de empreendedores e iniciantes nessa classe, ávidos por informação e oportuni- dades de negócio. O que ninguém esperava, nem o próprio Sebrae, é que mais de 80 mil pessoas passassem por lá ao longo dos quatro dias de evento. O número é extremamente animador, não apenas para o âmbito geral, mas para cada segmento que oferece esse espaço para que novas cabeças, ideias e empresas se inte- grem ao cenário já existente. O nosso segmento é um destes – que mais do que permitir novos negócios, necessita deles – e números divulgados pelo Sebrae mostram que essa criação de novas empresas no setor está sim acontecendo. Estivemos lá na feira e, para esta edição, produzimos uma reportagem com a cobertura completa dos produtos e serviços oferecidos por lá. No quesito empresas a edição também está recheada. Fomos visitar a Car GPS, que agora conta com Eduardo Nishida em seu staff, profissional renomado com passagens por outras grandes empresas do setor como a Pioneer, por exemplo. Também nos reunimos para um bate-papo com a Garmin, multinacional que aposta forte no mercado nacional. A Shekparts é outra importante empresa do setor que comemora seu aniversário com reportagem exclusiva nesta edição, e a Distribuidora de centrais multimídia Soaudio também marca presença. Falando em carangas, presenteamos vocês com duas máqui- nas distintas. Um Mini Austin Classic desenvolvido lá na Europa e uma Mercedes C200 da loja paulistana Still Audio Car, que produz graves impressionantes com subs de 6”. Matérias técnicas, notícias sobre o mercado, vitrine de produtos e especiais sobre tendência e segurança fazem da edição de março uma revista pra lá de especial. Tenham todos uma ótima leitura e até a próxima edição! Vitor Giglio Editor
  • 3. News 06 Stuff 16 Mercado 36 Treinamento I 48 Segurança 54 Expert Trio 56 Tendência 50 Treinamento II 52 sumário csp4 Feirado empreendedor miniclassic shekparts cargps soaudio garmin Sebrae abre o ano de 2014 com edição paulistana da feira. Estivemos lá, juntos de outras 80 mil pessoas. Confira! De uma pequena cidade da Finlândia sai um dos projetos mais exóticos do ano. Confira! Destaque no segmento de apliques cromados, empresa completa 5 anos Empresa investe na aquisição de profissional renomado Conheça a distribuidora do interior de São Paulo especializada em centrais Multinacional desenvolve produtos exclusivos para o mercado nacional 26 40 22 34 38 46
  • 4. csp 5
  • 5. News csp6 news csp6 Errata Na edição 137 de Car Stereo Profissional, na reportagem com a empresa Onnix Auto Parts, páginas 56 e 57, publicamos erroneamente a imagem com X de um botão de farol de milha utilizado por outras empresas. O erro ocorreu devido a um equívoco da redação, onde todas as fotos que recebemos eram para ser alteradas e retiradas da imagem, e não publicadas com o X. A imagem do botão de outras marcas não deveria ter saído na reportagem. O intuito desta reportagem não foi de forma alguma denegrir ou diminuir os outros modelos praticados no mercado, e sim divulgar novos produtos e tendências. A Look Out traz nesta edição o seu mais recente lançamen- to, o módulo de vidro HY 220. O produto é compatível com qualquer tipo de veículo e dispõe de exclusiva tecnologia de reconhecimento automático de descanso dos botões de acionamento dos vidros. Também conta com proteção anti-esmagamento de dois estágios, função alívio de pressão interna, eliminando a resistência do ar dentro do veículo, subidas e descidas expressas com toque nos botões e não necessita de relê auxiliar para o temporizador. Mais informações: www.lookout.com.br ou (19) 3526-9900 A Originalaudio/Shiboom é especialista, há mais de cinco anos, em sistemas de caixas amplificadas. A empresa está constantemente inovando e buscando, cada vez mais, originalidade para os amantes de som de ótima qualidade. A instalação da linha que a empresa apresenta nesta edição é original e não necessita de nenhuma espécie de furação no veículo para sua fixação. O produto ainda acompanha chicote de cinco metros para instalação com sistema plug e play. Mais informações: www.originalaudio.com.br. Ou www.shiboom.com.br NovidadeLookOut Caixasamplificadas
  • 6. csp8 Em fevereiro, a marca Audi registrou um novo recorde de vendas no Brasil: foram 1.115 carros importados entregues a clientes. Essa marca representa um aumento de 260% em relação ao mesmo período de 2013.  Ao todo foram entregues 2.224 veículos premium a clientes da marca entre janeiro e fevereiro deste ano, contra cerca de 6.600 veículos emplacados em todo ano de 2013. O novo recorde de vendas evidencia o crescimento sustentável da marca das quatro argolas no mercado brasileiro. Para 2014, a meta é a venda de dez mil veículos. “Estamos confiantes que a Audi tem entregado produtos com qualidade e tecnologia superiores para o cliente brasileiro. Isso faz com que novos consumidores se tornem clientes da marca e entendam as vantagens de dirigir um Audi”, afirma Jörg Hofmann, presidente e CEO da Audi do Brasil. No mês de janeiro, a Audi lançou o A3 Sedan no mercado brasileiro. Junto aos demais modelos da família A3, à família A4 e à linha de  SUVs Q, o A3 Sedan impulsionou as vendas durante fevereiro. Equipa- do com motor 1.8 TFSI de 180cv, o modelo marcou a entrada da marca no maior segmento de mercado do mundo: o dos sedãs compactos. Em 2014, a Audi ainda lançará novos produtos e continuará com a expansão da rede de concessionários, duplicando os atuais 30 para 60 pontos de venda em até três anos. Além disso, com in- vestimento de R$500 milhões, a marca passa a produzir no Brasil a partir de 2015 os modelos A3 Sedan e, em 2016, o utilitário Q3. Visando sempre seguir os padrões originais das grandes montadoras e satisfazer os proprietários apaixonados por seus carros, a Onnix Auto Parts desenvolveu o Kit Farol de Milha C3 2013 com daylight e botão modelo original. Mais novo lançamento da linha Gold, o Kit Farol de Milha acompanha dois itens exclusivos desenvolvidos pela Onnix Auto Parts, que são os daylights (leds de rodagem diurna), presente nas versões mais completas do C3 2013, mais o botão de acionamento, que dispensa qualquer tipo de adaptação proporcionando um acabamento perfeito seguindo os padrões originais do carro. Mais informações: www.onnixautoparts.com csp8 Newsnews Audibate recorde LançamentoOnnix AutoParts Novoconsolecentral daVolvoCars A Volvo Cars usou o Salão de Genebra para revelar seu novo controle central, composto de uma larga tela sensível ao toque, que simplifica e amplia o modo com que os motoristas operam seus carros. O limpo e fino dispositivo touch screen substitui o tradicional conjunto de botões e controles no console central. Ele mistura a funcionalidade de um tablet, de correr entre telas e ampliar imagens, com novas soluções especialmente desenvolvidas para o uso dentro do carro. Além disso, o console também interage com o painel digital de instrumentos. “A ideia básica é organizar os controles e informações de um modo intuitivo e amigável. Tudo é exatamente da forma que você espera que seja, fazendo a condução mais agradável, eficiente e segura”, explica Thomas Ingenlath, vice-presidente de Design da Volvo Cars. Essa inédita experiência de condução será introduzida na próxima geração de carros da fabricante sueca, começando pelo Novo Volvo XC90, que será apresentado no fim do ano. “A nova interface é desenhada para criar uma suave, lógica e segura interação entre o carro e o motorista”, observa Thomas Ingenlath. “Isso vai muito além de colocar um tablet grande no centro do painel. Nós criamos uma interação digital totalmente integrada ao carro.”
  • 7. news csp10 MódulosTury LançamentoTaramp’s Uma das novidades da Tury é o módulo desenvolvido especialmente para o modelo da Renault Novo Logan. Tratam-se do LVX8BX e LVX8BW, módulos dianteiro e traseiro para o bólido, respectivamente. De fácil instalação por meio do sistema plug and play, o módulo traz diversas funções como fechamento automáticos dos vidros por meio do controle original, alívio de pressão e temporização, entre outros. Mais informações: www.tury.com.br A Taramp’s, uma das mais respeitadas fabricantes de módulos de potência do país, acaba de lançar o modelo HS 2000X3. Dotado de sofisticação, o amplificador classe D é repleto de personalidade, capaz de atender diversas configurações de um sistema de som automotivo. Rotulado como um amplificador versátil e comparado aos sistemas atuais, o HS 2000X3 elimina a necessidade da adição de mais um amplificador à configuração de áudio, executando com inteligência todo o sistema sonoro - interno ou trio - em potência máxima. O lançamento chega ao mercado com 3 canais, sendo 2 canais de 200W RMS com High Pass Filter (HPF) variável de 100 Hz a 2 KHz; e 1 canal de 1600W RMS com função Bass Boost de 0 a 10 dB em 50Hz, High Pass Filter (HPF) com variação de 10 a 80 Hz, Low Pass Filter (LPF) com variação de 80 Hz a 22 KHz. O modelo de 2 OHMS é o primeiro da linha HS e detém tecnologia Class D com qualidade sonora de alta definição para tocar 2000W RMS. O seu design é sofisticado e projetado para dispersar calor, garantindo melhor desem- penho durante o seu funcionamento. Ainda possui monitor de LED, com indicadores de clip e distorção, e sistema de segurança que atua na proteção de saída (curto), baixa e alta tensão. Outro fator positivo do HS 2000X3 é a necessidade de apenas 1 cabo RCA para conectar todo o sistema - áudio e bateria. Toda a performance do amplificador é gerenciada por um micro controlador. Vencedoresdoconcurso “Quilômetrosdehistórias” Realizado como parte da campanha “Quilômetros de Histórias” na América Latina, o concurso multiplataforma or- ganizado pela Goodyear e pelo History Channel para conhecer as histórias dos consumidores já tem vencedores. Rodrigo Paes, do Brasil e Miguel Peña, do México, foram escolhidos pelos visitantes do site e pelo júri como ganhadores do concurso “Quilômetros de Histórias”. Por suas histórias que são exemplos de sonhos realizados, Rodrigo e Miguel podem hoje continuar contando seus quilômetros de experiências ao ganhar uma viagem espetacular para um destino a escolha. “Estamos muito satisfeitos com a excelente resposta que o concurso recebeu. Para a Goodyear, tem sido muito emocionante estarmos mais perto dos consumidores e conhecer histórias de muitos países e culturas”, conta Jaime Szulc presidente da Goodyear América Latina. “A campanha “Quilômetros de Histórias” tem sido muito especial para nós, pois tem sua origem no que nos inspira: trabalhar todos os dias para ajudar as pessoas a fazer suas viagens e realizar seus sonhos”, completa.  A campanha multimídia “Quilômetros de Histórias” conseguiu atrair cerca de 8 milhões de visitas à página criada exclusivamente para sua execução.  Com a campanha, a Goodyear apresentou o lado emocional da marca, podendo se posicionar como uma aliada do consumidor. “Estamos extremamente satisfeitos de ter realizado esse projeto mul- tiplataforma bem sucedido com a Goodyear”, afirma Santiago Herrera, vice-presidente de vendas publicitárias da History.
  • 8. news csp12 A Multilaser traz para o mercado dois novos modelos de GPS com telas de 5” e 7” e câmera de ré. Para os amantes de carro e seus acessórios, a linha Tracker TV possui um design moderno e slim e vem com di- versos recursos como TV Digital, função TTS, que fala o nome das ruas nas manobras, e transmissor FM, que reproduz o áudio do GPS no rádio. Os aparelhos de GPS surpreendem pela segurança e precisão. São mais de 2.500 cidades cobertas, além da listagem de milhares de pontos de interesse, como restaurantes, hotéis, hospitais, etc. A linha conta ainda com alerta de radares fixos, recálculo das rotas, instruções de voz passo a passo, indicação digital de velocidade e software em vários idiomas. Os produtos da Multilaser vêm com software Sygic e mapas Tele Atlas atuais e completos, NovasdaMultilaser além de serem uns dos poucos do mercado que trazem os mapas das cidades inter- ligados pela malha rodoviária nacional, função extremamente útil para viagens. Para momentos de descontração, a linha GPS Tracker TV conta com reprodução de músicas, vídeos, fotos, e-book reader, além de TV digital. Para mais praticidade, os aparelhos oferecem a oportunidade de escolher qual a melhor rota a ser percorrida: trajeto curto, rápido, econômico e/ou fácil. Seu recep- tor de alta sensitividade atualiza a posição do veículo a cada segundo, garantindo rapidez e recálculo do caminho sempre que necessário. Os GPS vêm com alto-falante embutido, en- trada para fone de ouvido e utilizam bateria de lítio recarregável.  Mais informações: www.multilaser.com.br EdiçãoLimitada A Eros lança a edição limitada do subwoofer Copa 2014. Ideal para obter altíssimo rendimento nas frequências baixas em regime fechado (som interno), o subwoofer Copa 2014, vem com muitas novidades e design arrojado. O falante possui em seu motor ferrite em bário com 200 mm de diâmetro externo, cone a vácuo com fibras longas, borda especial em borracha e dupla bobina em 400 + 400 Wrms. Qualidade nas baixas frequências em gabinetes pequenos. Disponíveis em 12”, bobina de 2 + 2 ou  4 + 4 Ohms. Informações: www.eros.com.br
  • 9. csp14 Muitos veículos saem de fábrica com a chamada “função conforto” na chave original. Isso significa que a chave de controle remoto pos- sui a única função de travar e destravar as portas, deixando a falsa impressão de que o automóvel possui alarme. Pensando nisso, a Quan- tum, uma das principais empresas brasileiras de conforto e segurança automotiva, apresenta o Router Original, especialmente desenvolvido para acionar o alarme por meio da chave original do carro. O alarme Quantum Router Original possui ultra-som com dois sen- sores, comando para subida dos vidros, função Auto-Lock (travamen- to automático das portas após 5 segundos de ligar a ignição), rearme automático, controle do sistema de som (desliga o som automatica- mente após acionar o alarme), memorização do último estado, além de sirene 12V com seis tons. Com essas funções é possível ter o carro protegido com um preço bem acessível. Trata-se de mais uma opção de conforto para o motorista, que não precisará levar consigo um controle remoto de alarme, além de sua chave original. O produto já está disponível em lojas de acessórios de todo o Brasil Mais informações: www.tecquantum.com.br Nachaveoriginal news Discovery2014 A Land Rover revelou os upgrades realizados no seu modelo Discovery, que completa agora em 2014 25 anos de seu lançamento. Um visual mais agressivo dá o tom, com nova grade dianteira e para-choque frontal, bem como novas linhas em seu conjunto óptico. A tampa do motor ganhou o emblema Discovery, assim como as portas dianteiras O Discovery 2014 é equipado com duas opções de motor diesel, as duas 3.0 V6. A que equipa a opção S com cinco lugares traz 211 cv de potência. As de sete lugares têm motor de 256 cv. Por dentro foi adotado o couro Winsdor, até então exclusivo para a linha Range Rover. Toda a linha é equipada com câmbio automático de oito velocidades. O utilitário esportivo chega ao mercado brasileiro com preços entre R$ 254 e 354 mil.
  • 10. stuff csp16 LinhaLever Taramp’snaTropical PelículasWorldFilm Pensando nos profissionais que possuem dificuldade para remover kits de multimídia, painéis de porta,  consoles, molduras, calhas de chuvas, entre outros, a Plast Car lançou a linha  Lever – um kit de alavancas que facilita a remoção de painéis sem qualquer dano ou arranhões à lataria. O kit Lever conta com quatro diferentes alavancas e oito ferramentas distintas, especialmente desenvolvidas pela Plast Car, com a finalidade de ajudar a esses profissionais em quaisquer que sejam as necessidades. Mais informações: plastcar@plastcar.com.br ou (11) 2143-3076. A Tropical Distribuidora oferece nesta edição os módulos de potência da marca Taramp’s, uma das marcas mais conceituadas do segmento de som automotivo. A Taramp’s conta com uma grande variedade de módulos de potência, cabos RCA, crossovers, fontes, equalizadores e outros, sendo que todos os seus produtos são testados e aprovados com um processo muito rigoroso para satisfazer todos os seus clientes. Mais informações: www.autotropical.com.br ou (13) 3233-6038. A World Film oferece uma completa linha de películas para uso em arquite- tura, de grande aceitação no mercado brasileiro. O uso de películas de controle solar reduz em muito os efeitos dos raios solares no interior de qualquer ambiente, já que sua estrutura tecnológica repele o calor e impede a entrada dos raios UV. Mais informações: www.worldfilm.com.br NovidadesTury A Tury está lançando módulos de vidro com o sistema plug and play com pro- teção contra esmagamento para o Up! (PRO 2.6 UP), Novo Uno e Nova Fiorino (PRO 2.0 BQ).  Além do fechamento automático dos vidros com um simples toque no controle remoto original do veículo (telecomando), realiza também alívio de pressão, temporização, comando remoto, entre muitas outras funções. Mais informações: www.tury.com.br
  • 11. stuff csp18 LongLifenaCHG LinhaTaramp’sampliada NovidadeFlexitrade A CHG Distribui a linha completa de racks e bagageiros da Long life, inclusive os fabricados em alumínio com estilo e design inovador. Mais informações: www.chg.com.br ou 0800 552505 A linha de amplificadores Taramp’s aumenta com o lançamento do amplificador classe D HD 800. O HD 800 possui 1 crossover que possibilita a liberdade para trabalhar de forma independente os ajustes High Pass (HPF) com variação de 10 a 50 Hz e Low Pass (LPF) com variação de 50 Hz a 22 KHz, oferecendo mais qualidade a agudos e altas frequências, e mantém a função Bass Boost, destacando as frequências de sub grave de 0 a 10 dB em 50 KHz. O novo modelo de amplificador da Taramp’s pode ser encontrado nas versões 1 OHM e 2 OHMS, ambos com 1 canal, monitor de LED com indicado- res de clip e distorção, e sistemas de segurança que atuam como proteção de saída (curto) e baixa e alta tensão. Mais informações: www.taramps.com.br A Flexitrade traz nesta edição o Pop Stopper da Stinger, SGN 21. Trata-se de um filtro supressor de ruídos. Mais informações: www.flexitrade.com.br AlarmeQuantum A Tecnologia Quantum apresenta nesta edição o US Original. Trata-se de um alarme sem sensores de ultrassom. O US Original oferece um dos melhores serviços volumétricos do mercado, com função de disparo do alarme original, indicação de disparo e com leitura automática do sistema original do veículo. Mais informações: www.tecquantum.com.br
  • 12. csp19 MonoSoundigital Somparapesados FabriniSporting O destaque da marca Soundigital é o amplificador SD 8000.1. O Classe D de 1 canal oferece alto rendimento para sonorizações de grande porte a 12 Volts, com potência de 8.000 W RMS a 12,6 V e 10.000 W RMS a 14,4 V. O aparelho, disponível em 1 ou 2 Ohms, possui ajuste de level, resposta de frequência de 5 Hz a 20 KHz, corte LPF variável de 50 Hz a 20 KHz, corte HPF variável de 5 Hz a 1 KHz, entrada RCA, microcontrolador inteligente com monitoramento total das funções do amplificador, ventilação forçada por microventilador silencioso, LED’s indicadores de power, proteção e clip e saída de clip externa. Informações: www.soundigital.com.br Lançamento da Boog, o amplificador XWX 400.4 24V é dedicado a projeto de som para caminhões e ônibus (24 Volts). O modelo compacto Classe D possui 4 canais estéreo de 100 W RMS a 2 Ohms ou 2 mono (bridge) com 2 canais de 200 Watts a 4 Ohms, LED’s indicadores de clip, proteção e aparelho ligado (on), controle de ganho, crossover ativo low pass, hi pass, além do full range, entrada via RCA e não requer refrigeração forçada. Informações: www.boogsom.com.br O destaque do mês da Fabrini Sporting é o kit de molas esportivas para o Novo Uno Sporting 1.4 com 4 portas, a partir do ano 2011. Informações: www.rassini-nhk.com.br KeylessRF O alarme Padlock Keyless RF, da Olimpus, oferece segurança e conforto por meio da chave original do veículo. O modelo, compatível com os carros mais vendidos no país, possui tempo de bloqueio programável e permite ao usuário acrescentar a função de presença a qualquer momento, além de ativar e desativar o controle remoto, comando de auto-vidro, bloqueador de motor de partida (necessita relê extra), auto lock (senha digital de ativação), cancelamento de ultrassom, função pânico e memória de último disparo. Informações: www.olimpus.com.br
  • 13. stuff csp20 KRMAInaXpeed Pintoulimpeza! JBLSeleniumparatrio RéplicasBBS O destaque da loja Xpeed Rodas é o modelo R35, da KRMAI, disponível no aro 17” no acabamento grafite diamantada. Preço: R$ 350 à vista cada. Informações: Xpeed Rodas. Tel. (11) 2281-0050. O aspirador de pó portátil Rapido, da Electrolux, limpa resíduos líquidos ou sólidos, possui recipiente para 500ml, bateria com ótima potência e carga rápida, além de alça anatômica e design moderno e compacto. O aparelho pode  ser utilizado no dia a dia, por exemplo, para limpar os bancos depois de uma refeição rápida no carro, ou mesmo após um descuido com a bebida derramada no tapete. Informações:  www.electrolux.com.br A JBL Selenium lança três novidades para sua linha Trio, os Drivers D450Ti Trio, D220Ti Trio, além do Super Tweeter  ST450 Trio. Os novos Drivers contam com diafragma de titânio, que proporciona uma resposta estendida. O D450Ti Trio com garganta de 2’’, é indicado para siste- mas de grande porte.  Já o D220Ti Trio aposta na alta sensibilidade e na garganta compacta de 1” para uso em trios elétricos automotivos de pequeno e médio portes. Potência e design são os destaques do ST450 Trio, Super Tweeter com acabamento em alumínio usinado que traz o desempenho confiável dos produtos JBL Selenium, indicado para sistemas de grande porte. Informações: www.jblselenium.com.br A Zunky apresenta réplicas BBS de aro 17” com tala 7, nas furações 4x100 e 4x108. Mais informações: www.zunky.com.br DestaqueRamlow O destaque da Ramlow é a roda P1000, disponível nos aros 14” e 15”. Informações: www.pollyrodasramlow.com.br
  • 14. Acontece – ShekParts csp22csp22 Especializada na fabricação de apliques cromados, Shekparts comemora seu quinto aniversário como destaque no segmento Texto: Ademir Pernias_Fotos: Shekparts/Divulgação Ritmoacelerado E ste mês, a Skekparts, empresa especializada no desenvolvimento e na fabricação de apliques cromados, completa cinco anos. Fundada em 9 de março de 2009 por José Albuquerque, o Duda, de 50 anos, a Shekparts hoje tem como diretor- presidente o próprio Duda, que divide a gestão da empresa com o filho William. “Nós, do grupo Shekparts, agradecemos aos nossos colaboradores, distribuidores e fornecedores, que nos ajudaram a chegar tão longe em apenas cinco anos, pois acreditaram na lisura do nosso trabalho. Temos certeza de que, sem a contribuição de cada um, não teríamos con- seguido. Juntos iremos longe, que venham os próximos cinco anos”, comemoram os diretores. O fundador da empresa, José Albuquerque, e seu filho, William Albuquerque, iniciaram o projeto Shekparts tornando- se sócios após a divisão da antiga sociedade da qual faziam parte. José, ou Duda, como é mais conhecido, iniciou sua vida profissional aos 16 anos de idade no interior de Sergipe. Em 1983, quando chegou a São Paulo, trabalhou como aju- dante em uma metalúrgica. Quatro anos depois ingressou em uma empresa do segmento automotivo, que despertou nele a vontade de abrir seu próprio negócio no ramo. Em 1994, Duda deu início à sua primeira empresa, a ShekDuda, uma dis- tribuidora de acessórios automotivos com sede em Guarulhos, na Grande São Paulo. Em 2000 ele recebeu o convite de um fornecedor para fazer parte de uma indústria, a SD Autoplast. Após o término da sociedade, em 2009, nascia a Shekparts. Atualmente, a Shekparts está localizada em Guarulhos e con- ta com a colaboração de 102 profissionais que se dedicam ao desenvolvimento e à fabricação de acessórios para o segmento automotivo. No portfólio da empresa constam mais de 500 itens. Os mais recentes lançamentos da marca são os apliques
  • 15. csp23 cromados para Hyundai HB20, Ranger 2013, S10 2013, EcoSport 2013, Onix, L200 Triton e Frontier. Segundo seus diretores, os planos da empresa incluem investir em acessórios para as linhas de picapes, veículos populares e SUV’s. “Almejamos atingir todos os públicos, das classes A, B, C e D”, diz Duda. Atualmente, o grupo encontra-se estruturado da seguinte forma: Shekparts Indústria e Comércio de Acessórios Automotivos Ltda; Injectparts Injeção Plástica, com maquinários apropriados para injeção de peças plásticas e maquinários voltados para a produção  de  em- balagens a vacuum forming (blisters); Cromoparts Cromeação (galvanoplas- tia) Indústria e Comércio. Os produ- tos da marca chegam até o consumi- dor final por meio de distribuidores e representantes, pois a Shekparts não vende diretamente para o varejo. No ano em que a empresa comemora seu quinto aniversário, os esforços da companhia estão concentrados em ações que visem o crescimento, a ex- pansão, a estruturação e um portfólio mais completo em cromados auto- motivos. Para isso, a Shekparts está investindo em maquinários e moldes para seus próximos lançamentos. Em relação aos concorrentes, o diferen- cial da Shekparts está em oferecer um portfólio de apliques cromados mais completo, estrutura e atendimento, para oferecer aos seus clientes atendi- mento rápido, diversidade de produtos e eficiência no pós-venda. Para manter sua base de clientes e angariar novos, a Shekparts passa por um momento de reestruturação, onde está definindo departamentos e pro- cessos. E vê 2014 como um momento de crescimento e expansão. Shekparts:produção verticalizadade apliquescromados
  • 16. Feira do Empreendedor 2014 csp26csp26 Principal evento de empreendedorismo da América Latina, Feira do Empreendedor, organizada pelo Sebrae, reúne 82 mil ávidos por conhecimento e informação em São Paulo Texto: Vitor Giglio_Fotos: Ricardo Kruppa Abrindoportas S ucesso absoluto! É assim que é possível resumir a edição paulistana da Feira do Empreendedor 2014, o mais importante evento de empreendedorismo da América Latina, que aconteceu entre os dias 22 e 25 de fevereiro, no Expo Center Norte, em São Paulo. Nada menos do que 82 mil pessoas passaram por lá ao longo dos quatro dias de evento, número que estabelece um novo recorde para a feira. Cerca de 50% a mais do que na edição anterior em 2012, que recebeu 55 mil visitantes.  “A Feira superou as expectativas até dos mais otimistas. Os exposi- tores realizaram bons negócios e o público ficou satisfeito com tudo que foi apresentado e oferecido no evento. Para nós do Sebrae-SP é uma alegria muito grande”, destaca o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-SP, Alencar Burti.  Outros números são igualmente importantes e animadores: Foram mais de 350 estandes de expositores, nove mil atendimentos realizados pelos consultores do Sebrae-SP e 24 mil pessoas assisti- ram às palestras oferecidas durante o evento.  “Ficamos muito satisfeitos com o resultado. Não só pela quantidade de público, que foi excepcional, mas principal- mente pelo interesse das pessoas: as áreas de conhecimento foram muito concorridas, as consultorias do Sebrae-SP o tempo todo lotadas. Isso mostra que o empreendedor está buscando informação e nos vê como uma referência”, afirma o diretor-superintendente do Sebrae-SP, Bruno Caetano.  “A Feira foi uma grande vitrine de negócios e de incentivo ao empreendedorismo para todo o Estado de São Paulo. O número de negócios gerados na feira foi muito grande.
  • 17. csp27 Para 2016 vamos nos aprimorar para trazer mais opções de negócios e fazer um evento ainda mais grandioso”, afirma o diretor técnico do Sebrae-SP, Ivan Hussni.   Propostas Quem esteve no evento teve a oportunidade de receber consultorias individuais e coletivas, acompanhar palestras, conhecer tendências, regularizar a situação da empresa, além de variados tipos de infor- mações referentes à abertura e manutenção de um negócio próprio.  Entre os assuntos mais procurados pelos participantes junto aos consultores do Sebrae-SP figuram informações sobre como abrir o próprio negócio, marketing, finanças e jurídico, bem como as palestras que trataram de temas como tecnologia, marketing, redes sociais, e-commerce, planeja- mento, inovação, startup, e crédito, entre outros.  O Sebrae-SP também ofereceu um espaço de atendimento exclusi- vamente dedicado à formalização do microempreendedor Individual (MEI). Foram mais de quatro mil atendimentos e 120 formalizações.  Foram promovidas mais de 120 palestras entre gestão, mercado horário, inovação e tendências. Alguns dos parceiros do Sebrae, importantes empresas como os bancos Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Bradesco e linhas de financiamento do BNDES às pequenas e micro empresas também se fizeram presentes. Marketing e finanças foram outros assuntos debatidos exaustiva- mente nas salas de atendimento. Outra oportunidade à disposição dos mais de 80 mil presentes foram as palestras sobre startups (empresas iniciantes com foco informaçãoemtodososcantos: palestraseworkshopsestiveram disponíveisparaempreendedorese candidatosaempresário
  • 18. na inovação e tecnologia), que municiaram o público com ótimos exemplos de atuação em mercados estrangeiros e sua possibilidade de adequação ao cenário nacional. Além disso, os expositores foram divididos em franquias, máquinas e equipamentos, representação, negócios online e comunicação. A ideia é que empreendedores pudessem ter acesso a novos negócios e oportunidades, bem como interessados em abrir o próprio negócio – grande parte do público presente – pudesse entender melhor o que é preciso para dar o pontapé inicial. Um dos principais diferenciais da Feira, inclusive, é o fato de que uma pessoa física pudesse sair de lá com empresa aberta e opções de crédito para o novo empreendimento em mãos. Feira do Empreendedor 2014 grandesempresasparceirasda entidadetambémsefizeram presentesnafeira
  • 19. Programas do Sebrae Outros destaques na Feira foram os progra- mas estabelecidos pelo Sebrae, alguns dos quais abordamos em nossas edições de Car Stereo Profissional. - Empretec: O Empretec é um curso, de seis dias de duração, voltado para propri- etários de empresa, que é credenciado pela ONU e aplicado no país com exclusividade pelo Sebrae, voltado para o desenvolvimen- to dos comportamentos empreendedores. - Escola de Negócios: A Escola de Negócios Sebrae-SP é o primeiro centro de educação empreendedora a oferecer ensino gratuito nos níveis técnico e tecnológico, por meio da Etec Sebrae e a Fatec Sebrae. Sua proposta éformar e capacitar futuros e atuais empreendedores por meio do ensino técnico e tecnológico nas áreas de Adminis- tração, Gestão, Logística e Marketing. A Escola Técnica é destinada a alunos do ensino médio e a Faculdade de Tecnologia aqueles que buscam formação universitária. - Central de oportunidades: A Central é um ambiente de aproximação comercial prático e gratuito entre compra- dores e fornecedores de diversos segmentos, presente em todo o país. Todas as empresas podem buscar fornece- dores através da Central de oportunidades. São milhares de fornecedores prontos para fazer negócio. - EAD: A Educação a distância oferecida pelo Sebrae inclui uma série de cursos gratuitos promovidos por meio da internet. Os cursos foram desenvolvidos de forma didática e lúdica para melhor absorção do conteúdo de gestão empresarial das Micro e Pequenas Empresas. Cada curso possui carga horária equivalente a três horas e os participantes tem 15 dias corridos para completá-lo. Os crusos abordam diferentes temas como comércio exterior, inovação e tecnologia, marketing e vendas, finanças, administração, planejamento e estratégia, empreendedorismo, legislação e recursos humanos. São mais de 45 modalidades dis- tintas para atender a qualquer necessidade dos interessados. csp29 82milpessoasestiveramnoexpocenternorte duranteosquatrodiasdeevento:sucessoabsoluto!
  • 20. Oportunidades geradas pela Copa do Mundo Outro tema bastante comentado na Feira do Empreendedor 2014 foi a Copa do Mundo deste ano, ocasião que irá gerar inúmeras oportunidades de negócios para o comércio local. Bruno Caetano, diretor superintendente do Sebrae-SP, co- mentou. “Nosso objetivo é estimular, não apenas o ganho momentâneo, potencializado durante os 30 dias de jogos, mas melhorias de organização e de gestão, fundamentais para que as empresas conquistem competitividade e lon- gevidade no mercado”. Um espaço sobre a Copa do Mundo estava disponível para os visitantes. A ideia do local era levar informações e envolver os empresários no clima do mundial, que deve trazer ao Brasil cerca de 600 mil turistas estrangeiros e três milhões de turistas brasileiros. Na ocasião foram apresentados aos empreendedores mais de 900 possibilidades de negócios com o torneio em vários setores. Quem não esteve presente na feira e tem interesse em saber mais sobre essa oferta de negócios pode se informar por meio da Matriz de Competitividade e da Central de Oportunidades, canais já disponíveis no portal da entidade. Números O Sebrae divulgou na ocasião alguns importantes números relacio- nados ao comércio. Alguns dos quais, extremamente importantes para os profissionais do nosso setor. O número de pequenos empreendimentos que atuam no comércio de autopeças cresceu de 46.104 em 2006 para 51.186 em 2012. Já o de empresas que atuam na ma- nutenção e reparação de veículos subiu de 21.153 para 30.702, no mesmo período. Este setor, de reparação de veículos automotores e motocicletas foi o que mais cresceu nos últimos anos. Dentre os setores mais promis- sores, estas empresas representam 26,4% do total, e crescem, ao ano, cerca de 6,4%. csp30csp30 Feira do Empreendedor 2014
  • 21. csp31 aediçãopaulistana2014dafeirado empreendedorestabeleceunovos recordesdepúblico
  • 22. csp32csp32 Feira do Empreendedor 2014 História da feira A Feira do Empreendedor é um evento tradicionalmente pro- movido pelo Sebrae com o objetivo de fomentar a criação de um ambiente favorável para geração de oportunidades de negócio.  Ela estimula o surgimento, a ampliação e a diversificação de empreendimentos sustentáveis e difunde o empreend- edorismo como um estilo de vida. Quem participa tem, de um lado, a informação de que precisa para instalar, melhorar a gestão ou ampliar sua empresa.  Do outro, coloca à venda o que produz, pois o evento é também um excelente canal de comercialização. Por essas qualidades, a Feira do Empreendedor tem sido um êxito crescente. É uma excelente ferramenta para multiplicar e fortalecer as micro e pequenas empresas.  A Feira do Empreendedor surgiu a partir da ideia de ofer- ecer a empreendedores com menor poder aquisitivo a pos- sibilidade de adquirir máquinas e equipamentos ou abrir negócios de baixo investimento inicial.  Em julho de 1992, sem pretensão de se transformar em um evento que viria a ser adotado por todo o Sistema Sebrae, foi montada, no Centro de Convenções de Recife, a primeira Feira do Empreendedor.  Desde 1995 a Feira está presente em vários estados brasil- eiros gerando novos negócios, adequados a cada região visitada pela Feira.  Em 2004, as 16 Feiras contribuíram para que surgissem mais de 11 mil novos empreendimentos no País, de acordo com pesqui- sas realizadas 90 dias após o término de cada uma das Feiras.  Em 2014, além da edição paulista, a Feira será realizada em outros 13 estados, entre abril e novembro. São eles: Minas Gerais, Paraíba, Tocantins, Santa Catarina, Goiás, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro.
  • 23. csp33 temascomoautilizaçãodasmídias sociaiseoaproveitamentodacopa domundoparaageraçãodenegócios estiveramentreosmaisprocurados. carstereo,éclaro,estevelá
  • 24. csp34csp34 Acontece Car GPS csp34 Renomado profissional do segmento, Eduardo Nishida junta-se a equipe da Car GPS. Empresa promete série de novidades para os próximos meses Texto e fotos: Vitor Giglio Equipedeponta F oram mais de seis anos encabeçando inúme- ros projetos na Pioneer, uma das gigantes do segmento. Depois disso, uma pausa neste se- tor para integrar importantíssimas empresas do varejo, como Fast Shop e Magazine Luiza. Eis que Eduardo Nishida está de volta. Agora, incumbi- do do marketing e da comunicação da Car GPS, empresa nacional comandada por Henrique Menin, e que entre outros produtos, importa e distribui, com exclusividade no país, as centrais multimídia Caska. “Um dos nossos objetivos para este ano é o de aumentar a divulgação de nossos produtos e nosso poder de pene- tração entre os lojistas. Aparecendo mais, aumentamos as nossas oportunidades, sem dúvida”, afirma o Eduardo. Já Henrique lembra outro aspecto importante. “Nós pos- suímos o ISO 9001 de padrão de qualidade. Isto apenas comprova nosso nível de excelência e comprometimento com o consumidor. Temos como meta também reforçar nossa imagem junto aos concessionários, e assim fortale- cer ainda mais a marca Car GPS”.
  • 25. csp35csp35 Estrutura Atualmente, a Car GPS, com seis anos de atuação no segmento, mostra nítidos sinais de ter alcançado um patamar, em termos de qualidade de serviço e de comercialização de produ- tos, pra lá de interessante. “Nos diferenciamos, não apenas pelos produtos de qualidade que oferecemos, mas principalmente pelo suporte que oferecemos a todos os nossos clientes no pós-venda. Tanto para o consumidor final quanto para o lojista, revendedor e instalador”, afirma Eduardo. A empresa hoje conta com pessoal espe- cializado espalhado pelo país para melhor atender a clientela local. Existem centros de atendimento em São Paulo – quatro deles, na verdade – Minas Gerais, Rio de Janeiro e Curitiba, além do Centro Técnico em Goiânia. Cerca de 60 pessoas integram a equipe da Car GPS atualmente. Destes, mais ou menos 30, ou um terço do nosso pessoal, trabalha exclusivamente no pós-venda”, contabiliza Henrique. “O que queremos é trazer todas estas informações ao conhe- cimento do público, pois temos certeza de que se trata de um fator de decisão no momento da compra”, prossegue. Salto de qualidade Para o proprietário da empresa, a Car GPS deu um grande salto de qualidade nos últimos três anos, e prova disso são os produtos comercializados por ela. “A taxa de retorno de produtos com problemas é praticamente zero. Além disso, estamos trabalhando em uma nova plataforma, que será agregada a todos os produtos da nova linha que será lançada em breve. Trata-se de uma evolução de quatro anos em termos de tecnologia e qualidade. As centrais com esta nova plataforma estarão disponíveis seguindo os principais lan- çamentos de automóveis e também serão totalmente integradas aos smartphones. “Somos líderes de mercado no Brasil nesse segmento e pretendemos expandir ainda mais nossa marca e fornecer cada vez mais para montadoras”, revela Henrique. O empresário também revela se inspirar em uma declaração de Richard Brunson, presidente do grupo Virgin, no que diz respeito ao relacionamento e fidelização da clientela. “Ele diz que nós só temos duas chances de falar com o nosso cliente. No ato de venda do produto e na hora que ele te procura novamente, pois precisa de você. E é nesse momento que você precisa atendê-lo e resolver o seu problema, para que ele continue conside- rando a sua marca futuramente, e tenha boas coisas para dizer sobre ela a outras pessoas”, afirma. A Car GPS promete mais de 10 lançamen- tos ao longo deste ano.
  • 26. Mercado csp36 Caçaaocrédito Saiba como funciona atualmente a liberação de crédito para empresas que buscam expansão e como o Sebrae pode ajudá-lo Fonte: Sebrae/SP U m dos assuntos que mais gera interesse por parte dos empreendedores é a informação sobre acesso e possibilidades de crédito. Esse grande interesse foi comprovado durante a feira do empreendedor, onde milhares de interessa- dos puderam não apenas se informar a respeito, bem como simular opções e contratar serviços de diversas origens com o intuito de angariar capital para seus investimentos. Um dos parceiros do Sebrae-SP na ocasião foi o Banco do Povo Paulista (BPP), organização que emprestou 193 milhões em 2013 e outros 14,2 milhões apenas em janeiro deste ano, quantia representa um aumento de 35% em relação ao mesmo período do ano passado. A maior parte deste montante fora destinada aos segmentos de comércio e serviços. Outra opção voltada para empresas com faturamento acima
  • 27. csp37 de 360mil/ano é a agência Desenvolve SP, que desembol- sou, desde sua criação, mais de 1,2 bilhão para a modern- ização e ampliação de empresas e obras de infra-estrutura dos municípios paulistas. Com relação ao setor privado é a indústria quem lidera a busca por financiamentos, com 55% dos recursos tomados. Os setores de serviço, comércio e agronegócio aparecem na sequência, com 26%, 7% e 1%, respectivamente. Também são parceiros da iniciativa do Sebrae a Caixa Crescer e o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico (BNDES), que no ano passado desembolsou 27% a mais que em 2012 em operações voltadas a empresas de menor porte, e registrou alta de 11,3% nas operações voltadas para micro, pequenas e médias empresas. O coordenador do Sebrae-SP Charles Carvalho, coordenador desta iniciativa, explica que o foco na feira não foi o de orientar as empresas com endividamento ou restrição ca- dastral, mas sim os interessados em crédito para expansão dos negócios. “O objetivo principal do atendimento foi o de ajudar empresas que buscam recursos para investimentos, apoio em infra-estrutura, máquinas e equipamentos, e que estejam em estágio inicial ou de ampliação”, afirma. De acordo com o profissional, a tomada de financiamento bancário pode significar uma alavancagem, um passo a diante para muitas empresas. “Para fazer isso de forma mais eficiente e segura, no entanto, é preciso antes buscar informação e orientação, saber quais as linhas próprias para os objetivos da empresa disponibilizados pelos ban- cos, além de ter noções de como aplicar adequadamente os recursos para expansão saudável do negócio”, destaca. A equipe do Sebrae que atendeu ao público nos quatro dias de Feira do Empreendedor fez uma primeira triagem, com perguntas básicas sobre o negócio, as necessidades e o que a empresa deseja fazer com o crédito. A seguir encaminhava o empresário para atendimento individual pela instituição que melhor se encaixava no perfil da demanda, para que estas finalmente pudessem esclarecer outras dúvidas – como limites de crédito, prazos, taxas, exigência de garantias e, eventualmente, encaminhar o pedido de financiamento. “A Feira do Empreendedor é uma verdadeira vitrine das soluções que o Sebrae-SP e parceiros oferecem aos empresários que querem tornar mais competitivos e aos futuros empreendedores que estão iniciando sua trilha por este mundo. Foram quatro dias intensos de atividades de orientação, capacitação e oportunidades de negócios”, destaca Alencar Burti, presidente do Conselho Delibera- tivo do Sebrae-SP.
  • 28. Empresa_Soaudio csp38 Paratodasastribos Especializada em centrais multimídia, empresa Soaudio comercializa produtos com exclusividade e pronta entrega Texto: Vitor Giglio_Fotos: Divulgação A pesar de jovem, o empresário Ezequiel Soares Lopes já acumula experiência de mais de 10 anos no segmento de sonorização automotiva. Esse know-how adquirido o levou onde se encontra hoje, aos 25 anos, dirigindo a Soaudio Central Multimídia, importadora e distribuidora localizada em São José dos Campos, interior de São Paulo. A empresa, que atualmente conta com 12 profissionais em seu quadro de funcionários comercializa seus produtos para os principais mercados do país. Alguns destes produtos são, inclusive, trazidos com exclusividade pela empresa. “Temos centrais multimídia para mais de 230 carros nacionais e importados e temos produtos em estoque exclusivos, que somente a Soaudio importa, exemplo da BMW e Mercedes antigas, Touareg e Freelander, entre outros”, afirma Ezequiel. Câmeras de ré, monitores de encosto e interfaces de volante são outros produtos comercializados pela empresa, que atualmente fornece produtos de quatro renomadas marcas ao mercado nacional. De acordo com Ezequiel, o sucesso da empresa, já consoli- dada no mercado após sete anos de atuação, se deve muito ao fato de “sempre atender e ensinar os instaladores a configurar as centrais e sempre ter o produto em estoque. O diferencial é que temos produtos bons e em estoque. O cliente pede e recebe em um ou dois dias”, garante. Car Stereo Profissional: Quando a Soaudio foi criada e de quantos profissionais dispõe atualmente? Ezequiel Soares Lopes: A empresa foi fundada em outubro de 2007. Atualmente conta com a colaboração de 12 profissionais. CSP: Quais motivos podem ser apontados como responsáveis pela criação da distribuidora?
  • 29. csp39 ESL: Eu já trabalhava no ramo desde os 15 anos de idade. Chegou o momento em que vi a oportunidade e acreditei neste produto. Hoje sou o mais lembrando entre os lojistas e concessionárias. CSP: Como você enxerga o segmento de som automotivo? E o que é preciso para se destacar nele? CSP: Onde estão mais concentrados os esforços e investi- mentos da empresa? ESL: No suporte na instalação e software, e diversos produ- tos específicos que não tem muita saída, mas que temos a pronta entrega, pois somos referência. CSP: Quais diferenciais a empresa oferece a seus clientes? ESL: Temos centrais multimídia para mais de 230 carros nacionais e importados e temos produtos em estoque exclu- sivos, que somente a Soaudio importa, exemplo da BMW e Mercedes antigas, Touareg e Freelander, entre outros. CSP: Como a empresa se posiciona atualmente no mercado? ESL: A melhor no segmento de central multimídia. ESL: É um ramo ótimo. Nós nos especializamos muito em suporte na instalação de central multimídia. Temos muitos macetes para diversos carros na hora de instalar para que tudo funcione corretamente, sem danos aos veículos. CSP: Quais produtos são distribuídos atualmente pela em- presa? ESL: Central multimídia e centrais com Android, câmera de ré, monitores de encosto de cabeça e interfaces de volante. CSP: Com quais marcas a Soaudio trabalha atualmente? ESL: Winca, Roadrover, Soling e Hualinguan. CSP: Quais novidades a empresa preparou para o segmento este ano? ESL: Estamos desenvolvendo a multimídia para o Aircross, Picanto, Gran Picasso, C3 novo, novo Chevrolet Tracker e Novo Golf. Além disso, estamos aumentando nossa linha de central multimídia Android. (As fotos utilizadas na reporta- gem exemplificam a variedade de produtos da empresa). CSP: Conte-nos sobre as características do mercado no interior de São Paulo, mais especificamente em São José dos Campos. ESL: O mercado em São José dos Campos não é tão forte. As maiores vendas são mesmo nas capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul). Também atendemos algumas dis- tribuidoras que fazem a maioria das concessionárias nestes estados. CSP: Qual a estratégia da empresa para manter a base atual de clientes e angariar novos? ESL: Sempre atender e ensinar os instaladores a configurar as centrais, e sempre ter o produto em estoque. O diferen- cial é que temos produtos bons e em estoque. O cliente pede e recebe em um ou dois dias. CSP: Deixe um recado para os leitores de Car Stereo Profissional. ESL: A empresa Soaudio aproveita esta oportunidade para agradecer aos consumidores, que são os responsáveis por fazer de nós líderes no segmento de central multimídia.
  • 30. csp40csp40 Mini Austin Classic 1975 csp40 É isso mesmo o que você leu: aficionado por customização, finlandês leva sua cidade, e seu Mini Classic 1975, até os olhos de todo o mundo Texto: Vitor Giglio_Fotos: Kim Hammarberg Orei de Kristiinankaupunki! csp40
  • 31. csp41csp41 A cidade de Kristiinankau- punki se tornou pequena para o jovem finlandês Benjamin Myllyluoma, 27 anos. Principalmente depois que o customizador – que tra- balha a portas fechadas – desenvolveu o mais ousado e bem sucedido de seus projetos: o Mini Austin Classic 1975, fabricado pela British Leylan, suces- sora da histórica BMC (British Motor Company) que ilustra esta reportagem. Apelo visual e sistema de áudio voltado para a pressão sonora, estas são as febres do jovem, também competidor do campe- onato de som automotivo mais renomado do continente europeu, o EMMA. “Na verdade esse Mini é resultado da prática de um hobby que saiu do controle. Esse carro precisava ser personalizado, pois é um modelo que gera muito interesse por parte do público. Ideal não apenas para ser exibido, mas também para participar de campeonatos”, conta. Benjamin não chegou a disputar a final europeia da última edição do EMMA, mas esteve presente com o bólido, e foi campeão da etapa fin- landesa do torneio. “Se pudesse eu usaria esse carro o tempo todo. Para o trabalho, para o lazer, a questão é que, infelizmente, só é possível durante o verão, pois o nosso inverno aqui é bastante rígido, e o carro é muito baixo para enfrentar a neve”, revela. csp41csp41
  • 32. Artesanal Nada de grandes grifes e marcas por trás do projeto. Como conta Benjamin, 90% do projeto foi feito por ele mesmo, na garagem de sua residência. “Exceção feita à Ground Zero, meu principal patrocinador, e empresa que me auxiliou não apenas com os equipamentos, mas com engenharia para desenvolver o melhor sistema de áudio possível”, conta. Antes de detalhar o som, entretanto, vamos falar um pou- co mais sobre as peculiaridades do projeto. Benjamin conta que adquiriu o Mini há cinco anos, e que nesse período já trabalhou nele cerca de 3.000 horas, o equivalente a 120 dias, ou quatro meses ininterruptos. Adereços O novo look do Mini emana um ar agressivo. Obra de Jo- hnny Sjöblom, a pintura exibe um leão dilacerando o aço que compõe a lataria do bólido. Soma-se a exótica pintura um novo body kit, criado pelo próprio Benjamin, que inclui novos para-choques dian- teiro e traseiro, saias laterais e grades. Todo o conjunto de faróis e lanternas também foi substitu- ído, por componentes extraídos do Golf MK4, um dos veícu- los europeus mais utilizados para a prática de customização. As insígnias e todos os componentes do exterior foram removidos, exceção feita à maçaneta. Os para-lamas, por sua vez, receberam entradas de ar, com o intuito de facilitarem o resfriamento dos discos de freio. Completam as modificações na parte externa o conjunto composto por rodas Ultralite de 13” e pneus Yokohama na medida 175x50x13. Preparação O motor que dá vida ao Mini é um Suzuki G13B GTi, de 16 válvulas e 1.3L. Sistema de escape criado especialmente para o veículo, bomba de combustível Bosch, filtro de ar Simota, freios a disco e suspensão rebaixada são os prin- cipais atrativos da customização no aspecto mecânico. csp42 Mini Austin Classic 1975
  • 33. Apinturaéum espetáculo.nointerior, sistemahi-endnãofica paratrás Importantes detalhes A temática agressiva dá lugar à sofisticação no interior. Apliques em fibra de carbono na tonalidade bran- ca revestem o novo painel. Assentos esportivos Cobra foram utilizados e somam-se a outros acessórios como volante Montey Sport, pedais E-Tech, freio de mão Simons, manopla Evo e relógios digitais Asuran. csp43csp43
  • 34. Supra-sumo É difícil afirmar que, em meio a tantos atrativos, algo se sobressaia, mas um forte candidato é o sistema de áudio, integralmente assinado pela Ground Zero, com exceção do player Alpine modelo IVA W520R. Os alto-falantes são da linha Radioactive, modelo GZCW8-4F, composto por 12 peças. Já os dois tocadores da grave são oriundos da linha Pluto- nium, modelo GZPW18SPL, de 18”. Para municiar todos estes reprodutores foram designados três módulos de potência: GZ Nuclear 2800 XII, Hydrogen 2350XII e GZPA 1.8K-HC. Sobre o resultado alcançado, Benjamin é direto. “É extremamente alto, com muita qualidade e vozes bem claras”, afirma. Um legítimo SPL! No entanto, o cinco vezes campeão finlandês de SPL não sabe se estará presente este ano no EMMA. “Eu não tenho certeza, pois estou considerando a possibilidade de tirar um ano sabático, longe das competições. De qualquer ma- neira estarei à distância acompanhando o que vai aconte- cer, tanto aqui, quanto nas finais”, explica. Mais do que merecido descanso, Benjamin. Parte Externa Pintura personalizada Conjunto óptico do Golf MK4 Body kit personalizado Rodas Ultralite 13” Pneus Yokohama Parte Interna Painel personalizado Bancos Cobra Volante Montey Sport Pedais E-Tech Manopla Evo Instrumentos Asuran Mecânica Motor Suzuki G13B 1.3L Bomba de combustível Bosch Freios a disco Suspensão rebaixada Som e multimídia Player Alpine IVA W520R Falantes Ground Zero Radioactive GZCW8 Tweeters Ground Zero Radioactive GZCT2500 Subwoofers Ground Zero Plutonium GZPW18SPL 18” Amplificadores Ground Zero MiniAustinClassic1975 Abaixo,benjamimposaaoladodeseu belo,eraro,miniaustinclassic csp44
  • 35. csp46 Acontece Garmin Cadavezmais multimídia!Garmin, com foco cada vez maior no mercado nacional, apresenta nova linha de produtos. Destaque para primeira central multimídia desenvolvida pela empresa Texto: Vitor Giglio_Fotos: Divulgação H á três anos operando oficialmente no país, a Garmin vê no Brasil um de seus mercados mais promissores. A multinacional, fundada em 1989 e sediada nos Estados Unidos, é especialista no desenvolvimento de dispositivos tecnológicos em unidades compactas e portáteis, e atua, além do setor auto- motivo, em outros ramos como unidades marítimas, tecnologia para aviação e dispositivos fitness e outdoor. A empresa é uma referência mundial em softwares GPS e fornece seus produtos tanto para o mercado de reposição quanto para OEM. “Alguns dos novos produtos da Garmin foram desenvolvidos especialmente para atender a demanda do mer- cado brasileiro. A empresa está focada em expandir cada vez mais sua participação aqui e nossa linha de produtos é prova desta dedicação da Garmin aos usuários brasileiros”, afirma Ilham Harati, marketing manager da empresa, cuja matriz fica localizada na cidade de Barueri, região metropolitana de São Paulo. O grande destaque desta linha de produtos é também o mais novo dentre eles. Recém-lançada, agora em meados de março, a central multimídia NavTune 7199 é considerada a menina dos olhos da empresa. “A empresa investe muito em tecnologia e neste aparelho conseguimos reunir o máxi- mo de integração e conectividade com o mais em moderno em termos de funcionalidade e navegação”, explica Ilham.
  • 36. csp47 Multimídia A central NavTune dispõe de tela de 7” touchscreen, sistema de navegação Garmin, câmera de ré (opcional), TV digital, rádio AM/ FM, DVD, Bluetooth e USB. Além disso tem sua conectividade esten- dida por oferecer entrada auxiliar e compatibilidade com iPhone. Um dos diferenciais da central é a função Smartphone Link, que permite ao usuário, por meio de seu smartphone, obter dados atualizados em tempo real das condições do trânsito em sua rota. Com estas informações o NavTune é capaz de estimar com precisão o tempo de chegada no destino e, eventualmente, sugerir rotas alternativas para que o usuário possa otimizar os deslocamentos em seu dia-a-dia. O sistema de navegação existente no NavTune é o mais vendido em todo o mundo e permite a navegação com cobertura de um dos mais completos catálogos da atualidade, o City Navigator Brasil 2014.40. Já a ferramenta PhotoReal Junction View indica e permite a visualização sobre a faixa ideal para o condutor transitar durante as manobras. Além disso, o sistema dispõe de função que alerta sobre o limite de velocidade nas principais vias. “Importante lembrar que a primeira atualização de mapas será gratuita”, frisa Ilham. Em breve a linha NavTune receberá o modelo 2580TV, uma versão mais básica, de entrada, também com TV digital, modelo este que será exclusivo para o mercado nacional. Mais destaques Uma série de outros produtos compõe a atual linha da Garmin voltada para o nosso segmento. Entre eles o HUD (Head-up Display) que recebe informações de navegação por meio do aplicativo Nav- igon para smartphone e projeta as direções em um filme transpar- ente no para-brisa ou em uma lente refletora afixada. Entre as informações geradas pelo HUD está a distância até a próxima manobra, estimativa de tempo até o destino, alertas de radar e limite de velocidade, velocidade atual e indicador de direção. Outra novidade é o GPS Nüvi 2795TV. Trata-se de um dispositivo de navegação multifuncional que possui diversas funções diferenciadas como ativação por uso de voz, função Garmin PhotoReal Junction View, orientações a cada curva e um monitor de 7” que possibilita ao usuário assistir aos seus programadas de televisão favoritos. Para finalizar, a empresa também apresenta o Nüvi 3597LMT, com perfil ultrafino, o GPS contém mapas detalhadas de 12 países da América do Sul, bem como do estado da Flórida, nos Estados Uni- dos, local bastante procurado por turistas brasileiros. Entre outros recursos diferenciais do aparelho estão a tela de orien- tação dupla, de 5” e alta resolução, alertas de tráfego permanentes gratuitos e o recurso LMT – lifetime maps and traffic – mapas detalhados com atualizações gratuitas permanentes. Produtos específicos para o uso em motocicletas (Zumo) e esportes de aventura (Virb) completam a linha. Mais informações: www.garmin.com.br
  • 37. Treinamento I csp48csp48 Itensdesegurança Nesta continuação vamos falar sobre a importância do sistema de alimentação Por: Willian Santiago N o último artigo vimos como utilizar a tabela de consumo e bitolas para instalação de amplificadores, principalmente. Anexamos também a tabela de con- versão para os padrões AWG (American Wire Gauge) e mm (sistema utilizado pela indústria nacional) Devemos salientar que, se o amplificador demanda um con- sumo de 400 amperes, precisamos utilizar cabos que suportem com segurança esta demanda de corrente. Mas o mais impor- tante, normalmente, fica para segundo plano: o fornecimento. O fornecimento de energia para alimentar este sistema que mencionamos deve ter a capacidade de manter constante o fornecimento de corrente necessário ao bom funcionamento do amplificador ou dos amplificadores o sistema. Caso isso não seja previsto no projeto, muitos problemas podem acontecer ao longo da utilização do sistema. Os problemas mais comuns que a falta de fornecimento ade- quada pode gerar é o baixo rendimento do sistema e queima dos amplificadores. O segundo é o mais problemático, porque a manutenção pode ser complicada e nada barata. Normalmente a queima de um amplificador potente por falta de fornecimento adequado não é coberto pela garantia do fabricante. Em alguns casos, por questões comerciais e de bom relacionamento, pode ocorrer a cobertura pela garantia, mas na maioria das vezes percebo que a garantia questiona a aplicação e as condições da instalação do produto. Acho correto por parte do fabricante questionar estes detalhes que podem causar a falha elétrica dos amplifica- dores, desta forma, o ponto de venda fica sabendo o que ocorreu para que não ocorra novamente este tipo de falha. Quando ocorre a falta de corrente, normalmente, a fonte interna do amplificador sofre as consequências. Nestes casos os transformadores toroidal – presente nos amplifica- dores de alto desempenho e nos menos potentes também, desde que sejam providos de fonte chaveada – entram em colapso. Os transistores de saída acabam saturando e o amplificador deixa de funcionar. Portanto, devemos prever a capacidade de baterias que o veículo comporta para, depois desta análise, optar pelo ou pelos amplificadores que podem ser alimentados adequada- mente, para seguir com o projeto. Temos muitas opções de baterias disponíveis no mercado como as baterias que exigem manutenção de líquido eletrólito e as seladas. Todas as opções para o nosso mercado tem a tensão nomi- nal de 12V as correntes variam de acordo com as car- acterísticas de capacidade: Ampere (A) A unidade de medida da quantidade de carga elétrica que passa por um ponto de um circuito em um determinado tempo. Ampere-hora (A/h) A quantidade de eletricidade fornecida durante uma hora por uma corrente, cuja força média é de um ampere. O ampere-hora também é usado para quantificar a capaci- dade de armazenamento de uma bateria através da multi- plicação da corrente em amperes pelo tempo de descarga em horas. (Exemplo: uma bateria que fornece 5 amperes durante 20 horas: 5 A x 20 h = capacidade de 100 Ah). Auto descarga Descreve o fato de que toda bateria se descarrega, mesmo
  • 38. csp49csp49csp49 sem que haja nenhum consumidor ligado nela. Dependendo da tecnologia da bateria, a auto descarga varia de velocidade (por exemplo, baterias com uma tecnologia de cálcio-prata passam por um processo de auto descarga mais lento do que baterias de antimônio). Bloco de elementos/células Conjunto de placas positivas e negativas montadas com separadores entre elas. Um elemento de uma bateria chumbo-ácido possui uma voltagem de 2,1 V. Portanto, uma bateria padrão possui normalmente seis elementos, o que resulta em uma voltagem total de 12,6 V. Capacidade A quantidade disponível de eletricidade de uma bateria ou célula medida em ampere-hora. A capacidade depende da temperatura da bateria e da cor- rente de descarga. Por isso, é importante mencionar não apenas a capacidade, mas também a corrente de descarga e a temperatura. Conexão de baterias em série Circuito cujas partes estão conectadas de modo serial. Há apenas uma trajetória para o fluxo de corrente. As baterias montadas em série são conectadas da seguinte forma: O pólo negativo da primeira bateria com o pólo positivo da segunda bateria, o pólo negativo da segunda bateria com o pólo positivo da terceira bateria etc. Se duas baterias de 12V e com uma capacidade de 50Ah são conectadas em série, a voltagem total do circuito é igual à soma das voltagens de cada bateria, o que corresponde a 24V no exemplo acima. A capacidade de ampere-hora da combinação é de 50 ampere-hora. Conexão de baterias em paralelo Circuito fechado no qual o fluxo da corrente se divide em dois ou mais caminhos antes de se reencontrar para fechar o circuito. Na conexão paralela de baterias (normalmente, as baterias possuem a mesma voltagem e capacidade), todos os ter- minais positivos são conectados a um condutor e todos os terminais negativos são ligados a outro condutor. Se duas baterias de 12V e 50Ah são usadas em uma con- exão paralela, a voltagem do circuito é de 12V e a capaci- dade da combinação é de 100 Ah. Continuamos na próxima edição. Suporte Técnico e Treinamentos williansantiago@alchemyway.com.br Facebook: http://facebook.com/williansantiagoo
  • 39. Tendência csp50csp50 Tudoemumsó lugarCentrais multimídia evoluem rapidamente, oferecem mais eficiência e cada vez mais recursos e funções Texto: Marcelo Portela_Fotos: Divulgação A s coisas estão mudando rápido na era digital, especialmente após a chegada dos smart- phones, como iPhone etc. Há bem pouco tempo você carregava no bolso uma câmera digital de 2MP (ultra fina ou “slim”, se seu orçamento permitisse). No outro bolso um telefone de úl- tima geração que tinha até tela colorida... No porta-luvas do carro um GPS portátil com telinha de 3,5” que custava mais caro do que o telefone. No painel, um DVD player com rádio e tela retrátil. Para acessar a internet, levava junto um notebook e ficava procurando um café com wi-fi. De repente, tudo isto sumiu. Basta comprar um smartphone de preço médio e você tem telefone, vídeo player, GPS, câmera digital de 5 MP, navegador de internet, e-mail etc. Esta é a tal da “convergência” digital, a tendência de agregar tudo em um único aparelho facilitando a vida de todo mundo. O carro não ficou de fora nesta tendência. Há pouco tempo, o máximo que você poderia esperar de um aparelho no painel era tocar DVDs e assistir à TV analógica com sinal falhando o tempo todo. E, para isto, precisava da unidade principal e mais umas duas centrais externas para dar conta do recado. Hoje é possível ter tudo isto e muito mais em um único aparelho, gastando bem menos do que custava a parafernália toda.
  • 40. csp51csp51csp51 Central multimídia x aparelhos convencionais A diferença de funções entre os aparelhos tradicionais japoneses (por exemplo JVC, Alpine, Pioneer, Kenwood etc.) e as centrais multimídia é o tipo de tecnologia utilizada. Os fabricantes tradicionais de aparelhos auto- motivos têm projetos próprios de seus aparelhos. Isto é, desenvolvem tudo a partir do zero, incluindo placas de circuito, carcaça dos aparelhos, tipo de display, controle remoto, sistema de pré-amplificação e saída e a moldura do aparelho, que dá a sua cara. Até mesmo o sistema opera- cional, que controla as funções do aparelho, é desenvolvi- do pela fábrica. O resultado é um produto exclusivo, com funções apropriadas para o uso automotivo, e com foco na qualidade sonora e na durabilidade. As centrais multimídia, de fabricantes chineses, usam outra solução. Os aparelhos são na verdade mini-PCs, ou seja, seguem a arquitetura dos computadores domésticos. O sistema operacional normalmente é baseado em Windows ou Linux, assim também como os computadores domésti- cos. E os componentes internos, como memória e proces- sadores, também vêm dos PCs. Qual a vantagem? Custo e versatilidade. Os componentes para computadores hoje são muito baratos, pois a produção é enorme. Compare quan- tos tocadores de DVD a Pioneer ou a Kenwood vendem, com quantos computadores são vendidos todos os dias no mundo inteiro. Trabalhando com componentes que são pro- duzidos em larga escala, os montadores de multimídia têm grande economia. Não precisam desenvolver sistema opera- cional próprio, e ainda têm a vantagem de poder adicionar qualquer componente via entrada USB, e adicionar funções somente reprogramando o aparelho. A fábrica quer adicio- nar uma câmera de ré? Sem problema, pegue uma web-can, adicione uma fonte 12V e um sistema para se comunicar com o sensor de estacionamento, e reprograme o aparelho. Os custos desta adaptação são muito menores do que desenvolver um modelo novo, e o aparelho pode ser atualizado constantemente. Outro diferencial é a utilização das molduras originais: não é necessário desenvolver um aparelho bonito, atrativo, que tenha cara de novidade. Nem precisa ficar lançando linha nova todo ano. Basta pegar a moldura original do carro, copiar e adicionar os botões do multimídia. E o GPS? É só pagar a licença de utilização do mapa e mandar bala. Os fabricantes tradicionais demoraram, mas entenderam a mudança. Hoje é possível encontrar aparelhos completos, com DVD, TV e GPS também das marcas japonesas. Alguns até partiram para uma abordagem mais integrada, como os Pioneer App Radio. Este aparelho, que chegou recente- mente ao Brasil, já existe há uns três anos no exterior. Seu funcionamento está mais para smartphone do que para head unit. Faz as funções básicas de reproduzir DVDs e sintonizar rádio. Porém, quando conectado a um smartphone, é capaz de fazer tudo o que ele faz, utilizando o próprio proces- sador do smartphone. Na tela do aparelho apareceram as funções, os comandos, o mapa, filme, agenda telefônica, enfim, qualquer coisa que estiver instalada no telefone. E você ainda pode instalar outros aplicativos desenvolvidos especialmente para automóveis diretamente no App Radio. Inovações Os fabricantes tradicionais ainda estão muito presos aos seus sistemas próprios, e as centrais multimídia evoluem mais rápido. Uma das principais alterações é que, grada- tivamente, o sistema Windows 6/CE vai sendo substituído pelo Android, da Google, que oferece uma cara mais conhe- cida pelo usuário e um visual mais moderno. As interações com os telefones estão mais completas, como o stream- ing (transmissão) de músicas via Bluetooth, integração de agenda de contatos, acesso à internet 3G com modem específico, e outros. O GPS está bem mais rápido graças ao uso de processadores mais potentes, a imagem melhorou muito com a utilização de tela de maior resolução e com mais contraste. A área na qual os aparelhos japoneses convencionais ainda são muito superiores é na parte de qualidade sonora. Quando comparados aos modelos tops de marcas como Alpine, Pioneer, etc., a qualidade sonora das centrais multi- mídia deixa um pouco a desejar. Mas a diferença está diminuindo, princi- palmente nas centrais mais caras e de melhor qualidade. A Alpine já oferece também alguns modelos com moldura original nos Estados Unidos, mostrando que a concorrência não está parada as- sistindo ao jogo. Quem sabe o que vem por aí? Alguma aposta?
  • 41. csp52 Treinamento II csp52 Tratamentoacústico Vamos falar agora sobre a ressonância e os efeitos que ela gera em um sistema de áudio Texto: Marcelo Portela_Fotos: Divulgação N o último artigo falamos sobre a importância de fazer o tratamento acústico no veículo a fim de maximizar os resultados acústicos. Portanto, além de fazer o tratamento com manta acústica e agre- gar seus benefícios ao resultado esperado, deve- mos também nos preocupar com os vazamentos que começamos a citar no último artigo. As ressonâncias criadas por ondas sonoras fazem parte da lista de problemas difíceis de resolver na sonorização de veículos principalmente. O fenômeno de transferência de energia por vibração ou oscilação chama-se ressonância. Um corpo oscila em certa frequência e transfere energia a outro que passa a vibrar em igual frequência. Todos os corpos podem vibrar ou oscilar, mas não de qualquer jeito. Existem certas frequências possíveis, chamadas então de “frequências próprias”. No caso de um balanço infantil, só há uma frequência própria de oscila- ção, valor que depende do comprimento. Assim, para a criança conseguir transferir energia para ela (e com isso ganhar altura) é preciso que ela balance o corpo na mesma frequência. E quando isso ocorre dizemos que o balanço entrou em ressonância. A ressonância também está presente nos instrumentos musicais. Por exemplo, as cordas de um violão vibram com frequências bem determinadas, e a frequência determina a nota musical emitida. Altera-se a nota musical variando o comprimento da corda, apertando os trastes. Além disso, existe a caixa de ressonância do violão – o corpo do violão vibra em ressonância com a onda sonora produzindo um reforço, aumentando a intensidade do som. Enfim, todos os corpos possuem uma ou mais frequências próprias de vibração. Um copo de cristal, por exemplo, pode entrar em res- sonância com uma onda sonora. Neste caso, estamos tratando de frequências ressonantes ou frequência de res- sonância de um corpo qualquer. Em física, ressonância é a tendência de um sistema a oscilar em máxima amplitude em certas frequências conhecidas como frequências ressonantes ou frequências naturais do sistema. Nessas frequências, até mesmo forças periódicas pequenas podem produzir vibrações de grande amplitude, pois o sistema armazena energia vibracional. Um oscilador harmônico simples possui uma frequência angular natural relacionada com as características do sistema em questão. Quando o oscilador harmônico sim- ples está sujeito a uma força externa periódica e contí- nua, o denominamos de oscilador forçado. Dependendo da frequência dessa força, pode ocorrer efeito ressonante. Interpretaremos em um primeiro momento a ressonância de maneira idealizada, ou seja, não levaremos em conta as perdas de energia ocasionadas por atrito, por exem- plo. Então, de maneira simplificada, a ressonância ocorre em um sistema quando o mesmo está sujeito a uma força externa contínua e periódica cuja periodicidade está dire- tamente relacionada com a frequência natural do sistema. Neste caso especifico, utilizamos este ganho e ampli- tude nos campeonatos de SPL, desta forma, conseguimos o benefício acústico para este tipo de medição. Quando conseguimos controlar este efeito nesta modalidade de competição sonora, transformamos a ressonancia, que normalmente é vilã, em heroína. Contudo, a realidade não é tão simples, existem algumas perdas de energia de período a período, as quais de-
  • 42. csp53csp53csp53 nominamos de amortecimento. Quando o amortecimento é pequeno, a frequência de ressonância do sistema é aproximadamente igual à frequência natural do sistema. Os sistemas possuem múltiplas e distintas frequências de ressonância, e esse fenômeno ocorre com todos os tipos de vibrações ou ondas; mecânicas (acústicas), eletromag- néticas, e funções de onda quântica. Sistemas ressonantes podem ser usados para gerar vibrações de uma frequência específica, ou para obter frequências específi- cas de uma vibração complexa contendo muitas frequências. A ressonância foi descoberta por Galileu Galilei quando começou suas pesquisas com pêndulos e cordas musicais no começo de 1602. Outros acreditam que Pitágoras foi o pioneiro no assunto muito antes durante sua vida entre 570 - 495 anos antes de Cristo. Em suma, a frequência de ressonancia pode ser benéfica em algumas modalidades desde que possamos conhecê-la e controlar suas características. Em sonorização automoti- va as ressonancias sao sempre um problema. Nas instala- çoes com cunho competitivo em SPL, é a solução. O amortecimento dos materiais existentes em um veículo pode otimizar ou minimizar as ações das ressonâncias. Cabe a nós entender melhor como os materiais se compor- tam e como funciona esse amortecimento. Suporte Técnico e Treinamentos: williansantiago@alchemyway.com.br Facebook: http://facebook.com/williansantiagoo
  • 43. Especial csp54 Vamosaoqueinteressa! Na hora de escolher a central multimídia, é preciso desvendar o emaranhado de siglas que aparecem nas embalagens e ver o que realmente interessa a você Texto: Fábio Nista_Foto: Divulgação O mercado de sistemas multimídia para automóveis oferece opções cada vez mais completas e sofisticadas. O enorme número de recursos disponíveis tornou a escolha destes equipamentos um verdadeiro desafio para o consumidor. Gasta-se mais tempo do que o necessário em funções que não serão utilizadas ou, ainda pior, não são raras as situações em que o sistema não atende às demandas desejadas. Neste artigo, veremos as principais siglas e funções expostas nas embalagens dos produtos, explicando seu significado e peculiari- dades. MP3: MPEG1 – AudioLayer 3 é o sistema de codificação de áu- dio compactado mais popular no mundo. Entretanto, continua a causar dúvidas. Alguns arquivos falham, não sendo reconhecidos ou reproduzidos por alguns aparelhos. O que poucos sabem é que eles podem possuir diferentes taxas de compressão, resultando em arquivos maiores (mais qualidade) ou menores. Arquivos MP3 com taxa 128 kb/s são os mais comuns e oferecem boa qualidade de áudio. No entanto, os com 192 kb/s e 320 kb/s proporcionam qualidade superior, similar à dos CD’s. Aqueles com taxas mais altas podem apresentar problemas especialmente em aparelhos mais antigos e baratos. AAC (AdvancedAudio Codec): este sistema de codificação de áudio foi projetado para ser o sucessor do MP3, com qualidade superior em um arquivo menor. Por ser mais sofisticado, necessita de uma capacidade de processamento maior para ser decodificado. o que impede sua oferta em todos os aparelhos. Este é o formato escol- hido pela Apple para seus iPhones e iPods. Músicas compradas na loja online iTunes vêm neste formato, mas o consumidor deve estar atento, pois as trilhas adquiridas só podem ser reproduzidas em aparelhos conectados ao dispositivo da marca, fazendo com que a central multimídia suporte a conexão. O uso de arquivos AAC per- mite que um CD ou pen drive armazene volume maior de músicas, comparado ao formato MP3, sendo esta sua principal vantagem. WMA (Windows Media Audio): é o formato oficial da Microsoft para áudio compactado e o padrão utilizado pelo Windows para extrair as músicas de um CD. É importante que, na hora do download, o usuário verifique a compatibilidade do aparelho com o formato do áudio, pois, em muitos casos, a extensão MP3 é confundida com a WMA e, na hora da reprodução, surge o erro de incompatibilidade. SWC (Steer Wheel Control): compatível com o controle no volante, o equipamento funciona normalmente com o sistema de botões resistivos, comuns em diversas marcas de automóveis. Modelos mais recentes, todavia, podem utilizar soluções de comunicação digital, podendo requerer algum tipo de adaptador. A compatibilidade deve ser verificada com o fabricante da central multimídia antes da compra. O simples logotipo do SWC na caixa não garante integração com todos os veículos. ISDB-T (Integrated Services Digital Broadicasting-Terrestrial): um pouco complicada, a sigla significa compatibilidade com o sistema de TV digital. Trata-se do sistema japonês que foi adotado oficial- mente no Brasil. A vantagem é que as emissoras podem trans- mitir simultaneamente, em um mesmo canal, sinal de TV de alta definição e o otimizado para dispositivos móveis, entre eles as cen-
  • 44. csp55 trais multimídia, conhecido por 1-SEG. O detalhe é que o sistema ainda não está disponível em todo o país, especialmente nas cidades pequenas. Neste caso, centrais com recepção analógica de TV são as únicas opções. A vantagem do sistema digital é a melhor qualidade de imagem, sem “chuviscos” ou “fantasmas”. A previsão inicial é que até 2016 todo o Brasil esteja coberto pela tecnologia. Hi Volt: trata-se de um sinal de tensão mais alta nas saídas pré-amplificadas de áudio – os conectores RCA. O uso do “high volt” permite que os amplificadores trabalhem com ganho menor, diminuindo a incidência de ruído e melhorando a qualidade da re- produção. Recomenda-se a utilização de amplificadores de potência externa para obtenção de melhor resultado. HD-Radio: trata-se de um sistema de rádio digital, considerado a evolução das emissoras FM e AM, presente em algumas centrais importadas, mas, infelizmente, ainda não funciona no Brasil. AntennaDiversity: alguns aparelhos topo de linha apresentam mais de um receptor para rádio e TV. Estes oferecem duas ou mais entradas de antena como característica marcante. O uso da tecno- logia permite que o sistema escolha a antena com o melhor sinal, de acordo com a circunstância, ou mesmo com a que combine diferentes sinais (válido para os digitais), para proporcionar uma recepção de áudio ou imagem de melhor qualidade e consistência. RDS (Radio Data System): permite que as rádios FM enviem um sinal digital para o seu canal de transmissão, sem interferência no áudio. Estes sinais são utilizados pelas emissoras para enviar men- sagens no display das centrais, como nome da estação, da música, mensagens de propaganda etc. TMC (TrafficMessageChannel): utiliza a tecnologia RDS para enviar mensagens eletrônicas sobre o trânsito. A informação é utilizada pelos sistemas de navegação para calcular rotas mais acessíveis. RMS (Root Mean Square): trata-se de uma medida matemática so- bre um valor eficaz. É, atualmente, o método mais utilizado para o cálculo de potência sonora de um aparelho. No passado, diversos fabricantes aproveitaram-se da falta de padronização para inflarem seus números, utilizando o método obscuro chamado de PMPO – máxima potência musical. Com a conscientização e popular- ização do uso do RMS, a situação melhorou bastante, mas ainda não é ideal. Existem fabricantes que fornecem a potência RMS do aparelho alimentado a 15,2 Volts e alta distorção. Situação que, na prática, não é utilizada pelo usuário. Outros fornecem números mais realistas. Pessoas realmente interessadas em comparar a potência de diferentes aparelhos devem questionar as condições de medida – tensão de alimentação e distorção. Um exemplo é a diferença nos números de um produto “X” disponível no mercado: potência de saída 45 WRMS por canal (15,2 V, onda quadrada) e potência de saída 23 WRMS por canal (13,7 V, 10% de distorção). O segundo número é muito mais representativo em condições reais de uso. No próximo artigo, nos aprofundaremos no assunto, focando na parte de vídeos, tão ou mais complexa do que o áudio. Fábio Nista é diretor de Inovação da PST Eletrônica.
  • 45. Expert Trio csp56 Sistemasfixos, móveisehíbridos Existem diferentes maneiras de se projetar um trio-elétrico. Entenda mais! Por Fábio Merlino C omo vemos comumente pelas ruas, temos trios montados tanto de forma a fazer parte do veículo (fixos), como também montados de forma que apenas fiquem colocados sobre o veículo, mas que podem ser tirados facilmente, compondo assim um sistema móvel. Mas como melhor projetar cada um deles? Quais os pontos contra e a favor? E, principalmente, qual deles é o melhor para o objetivo do usuário? Para começar a falar destes sistemas, vamos começar do mais simples, o chamado sistema fixo. Sistema fixo O sistema fixo caracteriza-se por ser um sistema sonoro montado diretamente no veículo, de forma fixa. Nele, os componentes estão instalados com acabamento para que façam parte do veículo. Este sistema é o mais encontrado, principalmente para o público que realmente gosta de trios, pois faz com o trio esteja sempre à disposição. No entanto, trata-se de um sistema que, para ter o seu rendimento máximo, deve ser muito bem instalado além de utilizar um sistema de acionamento. Este sistema de acionamento é responsável por controlar o funcionamento do tipo de sistema que vai tocar, isto é, ele vai gerenciar quais alto-falantes vão ser utilizados para cada determinada situação. Como assim? Por exemplo, quando o veículo estiver em movimento, com o porta-malas fechado, o sistema sonoro que estará em funciona- mento será dos alto-falantes de dentro do veículo. Já quando o carro estiver parado, e com o porta-malas aberto, o sistema que funcionará será dos alto-falantes que compõem o trio. Já os alto-falantes de dentro do carro estarão desligados, para que não se danifiquem ou sofram desgastes desnecessários. Este sistema de acionamento pode ser feito com base em relês que são acionados pelo sensor de porta do porta- malas, os mesmos utilizados em alarmes ou pela própria “luz de cortesia” do veículo, ou ainda por acionamento manual feito por meio de chaves. Os relês podem cambiar o “som” que saí dos amplificadores para os alto-falantes que devem funcionar em cada situação, isto é, hora estes relês estarão mandando o som para o sistema do trio, hora para o sistema de dentro do veículo, ou ainda podem ligar e desligar determinados amplificadores, o que significa que hora ele vai ligar os amplificadores responsáveis pelo trio, hora irá ligar os amplificadores responsáveis pela sonoriza- ção interna do veículo, mas nunca os dois juntos. Como vemos, o sistema fixo tem como objetivo atender as exigências do publico que curte o trio diariamente e que não abre mão de tê-lo sempre perto. Mas, para que ele tenha sua função de forma mais expressiva, os métodos de instalação são muito importantes. Mas o ponto mais difícil de conseguir um trio como este é o equilíbrio dos graves. Geralmente os graves de um trio são mais secos e vigorosos, já os graves para dentro do veiculo são mais alongados e profundos, como conseguir conciliá-los? A solução para este problema está também no sistema de acionamento e num bom projeto de filtro subsônico. Pois, para que os graves se modifiquem conforme o sistema exigido, podemos montar a caixa conforme as especificações do fabricante, isto para uso interno, e quando acionamos o trio o sistema acionador deverá colocar um filtro subsônico em série com a caixa. Com isto teremos os graves alongados quando estivermos utilizando o som interno e os graves mais secos quanto estivermos com o trio. Sistema móvel Os sistemas móveis são caracterizados por um conjunto de com- ponentes que podem ser colocados e tirados do veículo a qualquer momento com grande facilidade. É muito utilizado pelo público que curte trios, mas que necessita do espaço do porta-malas. Este tipo de sistema consiste basicamente de caixas que abriguem os alto-falantes, e muitas vezes até os próprios amplificadores, que são conectados ao sistema de sonorização do veículo por meio de conectores, já previamente instalados. Estes conectores servem como um sistema de engate rápido, onde em poucos minutos todo o
  • 46. csp57 sistema do trio pode estar ligado. Normalmente este sistema de instalação, em sua versão mais simples, leva o usuário do trio a fazer funcionar tanto o sistema do trio quanto o sistema interno de sonoriza- ção ao mesmo tempo, que não é o ideal. Assim, quando o veículo estiver em movimento com o porta-malas fechado, os drivers e tweeters profissionais estarão funcionando junto com os alto-falantes utilizados mais comumente para sonorização interna, como triaxiais, coaxiais, kit compo- nente, etc. Desequilibrando e deteriorando a qualidade sonora no interior do veículo. Para que este sistema móvel funcione em plena segurança e rentabilidade, também temos que instalar um sistema acionador que vai gerenciar os alto-falantes que vão tocar, como no sistema fixo. Outro problema que encontramos no sistema móvel é o suporte para os alto-falantes. Para os alto-falantes maiores, como woofers e subwoofers, utilizamos caixas, onde estas se apóiam perfeitamente no veículo. Já para os alto-falantes menores, como drivers e tweeters, estes normalmente são instalados em réguas-suporte (cornetei- ras), que nada mais são que pequenas caixas sem a tampa traseira que colocamos sobre a caixa dos woofer/subs, mas que normalmente fica apenas apoiada na caixa, assim, durante o transporte, ela fica solta. Para melhorar este sistema, uma das melhores soluções é a construção de uma única caixa que abrigará todos os alto- falantes do trio. Assim, facilitando a instalação e retirada, aumentando a segurança do sistema, por não ter mais com- ponentes soltos durante o transporte e também melhorando a estética, pois esta caixa completa pode ser mais bem acabada, não tendo pedaços soltos. Conclusão Como vimos nesta edição, as técnicas de instalação nos auxiliam na hora de escolher qual o melhor tipo de sistema de trio, de acordo com a necessidade de cada pessoa. Os sistemas fixos e móveis podem variar na forma de instalação, mas pouco variam na qualidade sonora e na potência final, pois tudo vai depende de como o trio foi projetado. Vimos que os sistemas fixos são para o público mais fanático e que tem espaço de sobra em seu veículo, já o sistema móvel é mais indicado para aqueles que não abrem mão de ter um trio, mas que necessitam do espaço do porta-malas em seu dia-a-dia. Qualquer dúvida é só mandar: mrtrio@bol.com.br
  • 47. Mercedes C200 2009 csp58 Pequenosnotáveis Dois subwoofers de seis polegadas, isso mesmo, seis polegadas, geram graves de fazer frente a muito sub grandão em projeto de Mercedes C200 Texto: Vitor Giglio_Fotos: Ricardo Kruppa
  • 48. csp59 T amanho, definitivamente, não é documento. Pelo menos quando falamos de sonorização automotiva e, mais especificamente, graves fortes. Quer a prova? Basta olhar para este belíssimo Mercedes C200 e escutar a sonzeira que é gerada lá dentro. Propriedade de William Maeze, propri- etário da loja paulistana Still Audio Car, o sedã de luxo, versão 2009, foi utilizado para demonstrar aos possíveis clientes o que a loja especializada é capaz de ofere- cer – e um sistema de áudio de qualidade com graves fortíssimos desenvolvidos por pequenos subwoofers de 6” provam a expertise de Willian e de sua equipe de profissionais. “A primeira norma era não comprometer em nenhum aspecto a originalidade. A segunda era agregar ao veículo um pouco do que oferecemos aqui na loja, para poder mostrar para os nossos clientes nosso trabalho. E o terceiro era o de criar um sistema de áudio com bastante quali- dade e excelentes graves, sem desres- peitar a primeira norma”, conta William. Qualidade surpreendente William optou pela manutenção dos alto- falantes originais do modelo. Fabricados na Alemanha, os kits três vias dianteiros dão conta do serviço com maestria. “Os falantes originais são realmente muito bons. Não era preciso nenhuma modifica- ção neste sentido”, afirma.
  • 49. csp60 No interior do bólido a equipe da Still Audio Car concentrou os esforços no destravamento da central original do modelo, e a ela adicionou GPS e câmera de ré. “É cada vez maior o número de pessoas que buscam a loja procurando este tipo de serviço, por isso resolvemos executá-lo na Mercedes, para mostrar a estes possíveis interessados o resultado final”. Acredite se quiser Dois subwoofers JL Audio de 6” modelo W3. São estes “peque- nos” alto-falantes que se destacam neste sistema. William conta mais sobre os motivos que o levaram a fazer esta escolha. “Exatamente para mostrar que, além de não compro- meter a originalidade, um ótimo som, com graves fortes, pode ser alcançado sem ocupar muito espaço. Este projeto foi feito no Mercedes, mas poderia perfeitamente ter sido elaborado em um carro menos espaçoso”, garante. Mercedes C200 2009
  • 50. csp61 Os dois subwoofers trabalham em caixas dutadas de 6 litros cada, sendo que os dutos foram posicionados no tampão, com o som voltado para o interior do veículo. Os graves são municiados por um amplificador mono da Sound Magus, embutido atrás das caixas. O outro ampli, o estéreo, é um quatro canais modelo G 4500. A Technoise assina mega-capacitor e porta-fusível. Ambos os componentes foram posicionados nas laterais do bagageiro, em acabamentos desenvolvidos em acrílico. Acrílico é também o material responsável pelo logo da loja, estam- pado no assoalho do mesmo compartimento, em um acabamento moldado em couro e iluminado por LED’s. Todos os cabos utilizados, bem como a fiação, são também Technoise. nota10:oplanoestéticoimpecável aliadoaumsistemadeáudiode qualidade,ecomfoconosgraves,faz doprojetodamercedesuma customizaçãoirretocável
  • 51. csp62 csp62 Quem fez: Still Audio Car. Tel. (11) 2274-4344/ (11) 2068-8855. Ficha Técnica Som e multimídia Subwoofers JL Audio W3 6” Módulo JL Audio G 4500 Módulo Sound Magus mono Mega-capacitor Technoise Cabos e fios Technoise Porta-fusível Technoise MercedesC2002009 De acordo com o dono da Merça e criador do projeto, o resultado desta combinação não poderia ser melhor. “A combinação da qualidade do estéreo com a força dos graves é o grande lance. Esse carro já foi exposto em um importante evento do segmento e surpreendeu a todos. As pessoas queriam saber de onde é que saia todo o grave, e eu com orgulho mostrava os subs de 6 polega- das”. Para finalizar, William incentiva os consumidores. “É importante que os leitores e aficionados saibam que é perfeitamente possível montar um projeto desses em qualquer veículo, sem comprometer a originalidade e também sem perder espaço no interior”, conclui. É claro que tudo isso, em um Mercedes, fica ainda melhor, não é? Aolado,william,dastill,responsável peloprojetodamerça
  • 52. csp64 csp64 agenda de cursos SEBRAE Serviço Brasileiro de Apoio às micro e pequenas empresas Cursos on line gratuitos - Aprender a Empreender - Análise e planejamento financeiro - Como vender mais e melhor - Atendimento ao cliente - Empreendedor individual - Iniciando um pequeno e grande negócio Para mais informações sobre estes e outros cursos acesse www.sebrae.com.br ou ligue: 0800-570-0800 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Cursos oferecidos no Estado de São Paulo: Aprendizagem industrial - Eletrônica - Mecânica automotiva Cursos técnicos - Eletrônica - Mecânica automotiva Formação continuada - Eletricidade automotiva - Gestão financeira - Mecânica automotiva - Saúde e segurança no trabalho Para saber sobre mais cursos, inscrições, processo seletivo ou a programação completa do seu estado, acesse: www. senai.br ou ligue: (61) 3317-9000 A Car Stereo Profissional publica todos os meses a agenda com alguns dos principais cursos voltados ao segmento de som automotivo, válidos tanto para os instaladores, quando para os empresários. Se você trabalha no ramo e busca aperfeiçoar e ampliar seus conhecimentos, consulte algumas das opções oferecidas. Se a sua empresa oferece cursos e workshops para estes profissio- nais, entre em contato com nossa redação para divulgar o seu curso: carstereoprofissional@cteditora.com.br/vitor@cteditora.com.br Especialize-se SENAC Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Cursos técnicos - Administração e negócios - Finanças e contabilidade - Gestão de pessoas Cursos livres - Administração e negócios - Audiovisual - Finanças e contabilidade - Gestão de pessoas -Marketing e vendas Educação à distância - Administração e negócios: liderança estratégica - Audiovisual: TV digital - Finanças e contabilidade: gestão financeira - Marketing e vendas: técnicas de venda no varejo Para saber mais sobre cursos e inscrições acesse: www.senac.br Argos Escola de Profissões - Aplicação de filme automotivo - Ar condicionado automotivo - Eletricidade de autos - Envelopamento - Injeção eletrônica para autos - Injeção eletrônica para motos - Mecânica de autos - Mecânica de autos avançada - Mecânica de motos - Personalização de som automotivo - Som e alarme automotivo Para saber mais: www.escolasargos.com.br S9 Customs Tel.: (11) 5044-7440 -Curso Trend in Audio - Nível 1: Instalação de som, conhecimentos técnicos avançados, noções de ajusre de amplificadores - Nível 2: Especialização em acabamentos, criação e personalização
  • 53. guia de distribuidoras csp66 Se você é distribuidor e quer incluir a sua empresa neste espaço, basta enviar um e-mail com seu site e telefone para carstereoprofissional@cteditora.com.br Aero multimídia www.aeromultimidia.com.br Adrita Distribuidora www.adrita.com.br AJR (11) 7864-6513 Alpine (unicoba) www.alpinebrasil.com.br (11) 5078-5555 Amf (51) 3028-2025 Aoki www.aoki.com.br Arca (48) 3437-3908 Armazém do som (51) 3081-7474 comercial@armazemdosom.com Audioschulz www.audioschulz.com.br Audio stock www.audiostock.com.br Automix (11) 3478-0050 Auto películas (86) 3218-5114 Av2 www.av2.com.br Big Tuner (12) 7811-3138 Biguá 0800-707-3550 vendas@biguasom.com.br www.biguasom.com.br Brancauto (19) 3227-7823 Brasil motors www.distribuidorabrasilmotors. com.br (11) 2988-1895/2897-2725 Brava (67) 3028-7808 Car GPS (41) 3339-0034 Carfilm (18) 3223-2288 www.carfilm.com.br Center Lopes www.centerlopesdistribuidora. com.br Centerparts (11) 3305-2000 Chg automotiva (19) 3729-6535 - 0800-552505 www.chg.com.br CNS caixas e tampões (35) 3421-0485 Comercial MS www.comercialms.com.br Copal (41)3333-8184 Crosswire www.crosswire.com.br Dalcobre (51)3075- 6750 Danfab Distribuidora www.danfab.com.br Denat Distribuidora www.denat.com.br Dijo www.dijo.com.br Distrisound (51)3349-2727 DPK www.dpk.com.br DRT (47) 3525-0241 www.drtsom.com.br Eletrisom www.eletrisom.com.br Emperador rodas www.emperador.com.br Estocar Distribuidora (21) 2591-7014 Estrela (62) 3095-6600 fc distribuidora (31) 3567-3507 Forche www.forche.com.br Furacão www.furacao.com.br GIM (Representante Molas Fabrini) (11) 4438- 1620 GP car (11) 3722-3721 GP Imports www.gpimports.com.br Griffe Import www.griffeimport.com.br GRT Acessórios Automotivos (11) 3682-8601 haja distribuidora S K Y www.skydistribuidora.com (21)2696-4665 H9 Sound car www.h9soundcar.com.br (41) 3093-0824 Ianaconi Imports www.ianaconi.com.br Indufris (11) 4341-6900 Inovação www.distribuidorainovacao.com.br ISAO (11) 2361-1039 Jahu www.jahu.com.br (11) 3619-0000 Joka Peças www.jokapecas.com.br Jovic (11) 2143-3499 JR Sardinha www.jrsardinha.com.br Jupal www.jupal.com.br karmelo (11) 3601-0640 kit kar kitkar@kitkaracessorios.com.br koga (11) 2100-2300 Kyoei www.kyoei.com.br Líder (11) 3996-2311 Luck Distribuidora www.luckdistribuidora.com.br Lunas www.lunas.com.br Mag Macchina (11) 4425-1781 Marhemar www.marhemar.com.br Matrix www.matrixdistribuidora.com.br ML Estocar (31) 3057-7777 Montecarlo Distribuidora (11) 3028-4000 Multiturbo Distribuidora (41) 3022-1234 New kar (11) 4138-8121 Nova retrosul (11) 4128-1380 NTV www.distribuidorantv.com.br open imports (11) 7837-7957 Palace (11) 4972-4507 Pellegrino www.pellegrino.com.br Prestesom acessórios www.jorgeprestes.com.br Promotiva (31) 3449-1300 Primax Auto (11) 3142-9940 Radio interplanetário (21) 2597-2249 Real São Paulo (11) 3922-2000 Relm Audio www.relmaudio.com.br Real Moto Peças www.realmotopecas.com.br Rodas zetta www.megawheels.com.br Rodcar (81) 3721-9989 Rugeral (11) 5510-2500 SK Automotive www.skautomotive.com.br sg faider www.sgfaider.com.br Social distribuidora www.socialdistribuidora.com.br (62) 4008-1000 Som SC www.somsc.com.br Street Car (63) 3413-2524 Top’s Hi tech (11) 2093-0710 Trevosom www.trevosom.com.br Tsw (41) 3075-6240 Tauros (62) 3272-3700 The business (11) 2127-5555 Track acessórios (54) 3229-3790 www.trackacessorios.com.br Tropical (13) 3233-6038 VRX parts (11) 2293-2295 Unipar (31) 3412-8997 Vértice (11) 4319-0050 win wheels (41) 3075-6240