Romantismo,realismo

3,546 views
3,498 views

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,546
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
485
Actions
Shares
0
Downloads
91
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Romantismo,realismo

  1. 1. REALISMO E NATURALISMOO Realismo é uma reação contra oRomantismo:O Romantismo era a apoteose dosentimento; - o Realismo é a anatomia docaráter. É a crítica do homem. É a arteque nos pinta a nossos próprios olhos -para condenar o que houve de mau nanossa sociedade.(Eça de Queirós)
  2. 2. CaracterísticasAs características do realismo estãointimamente ligadas ao momentohistórico e às novas formas depensamento:•objetivismo = negação do subjetivismoromântico, homem volta-se para fora, onão-eu•universalismo substitui o personalismoanterior.
  3. 3. Características• materialismo que leva à negação do sentimentalismo e da metafísica.• autores são antimonárquicos e defendem os ideais republicanos.• nacionalismo e volta ao passado histórico são deixados de lado para enfatizar o presente, o contemporâneo.• determinismo influenciando o homem e a obra de arte por 3 fatores: meio, momento e raça (hereditariedade).
  4. 4. Características• Descrições e adjetivações objetivas;• Linguagem culta e direta;• Mulher não idealizada; real. Ex.: Marcela e Virgília(Memórias Póstumas de Brás Cubas), Sofia(Quincas Borba)...• Amor e outros interesses subordinados aosinteresses sociais;• Herói problemático;• Narrativa lenta, tempo psicológico;• Personagens trabalhados psicologicamente. Principal autor:Machado de Assis com “Memórias Póstumas deBrás Cubas
  5. 5. O quadro abaixo mostra as principais oposições entre Romantismo e Realismo / Naturalismo :  REALISMO / NATURALISMO  ROMANTISMO  subjetividade objetividade imaginação realidade circundante sentimento inteligência , razão verdade individual  verdade universal fantasia , devaneio fatos observáveis homem = uma peça dohomem = centro do mundo  mundo   volta ao passado  crítica do presente 
  6. 6. Panorama histórico (1881 - 1893) • Socialismo, cientificismo, evolucionismo, positivismo, lutas antiburguesas, 2ª Rev. Industrial; • Em 1881, com a publicação de “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, de Machado de Assis, inicia-se o Realismo no Brasil; • No Brasil: abolição, República, romance naturalista, poesia parnasiana.
  7. 7. ROMANTISMO x REALISMO Principais diferenças entre Romantismo e Realismo:     ROMANTISMO (1836-1881) • Ênfase na fantasia; • Predomínio da emoção; • Proximidade emocional entre autor e os temas; • Subjetividade; • Escapismo (literatura como fuga da realidade); • Personagens idealizados; • Nacionalismo;
  8. 8. REALISMO (1881 – 1893)     • Ênfase na realidade;• Predomínio da razão;• Distanciamento racional entre o autor e os temas;• Objetividade;• Engajamento (literatura como forma detransformar a realidade);• Retrato fiel das personagens;• A mulher numa visão real, sem idealizações...• Universalismo.
  9. 9. Naturalismo     (características):• Determinismo biológico;• Objetivismo científico;• Temas de patologia social;• Observação e análise da realidade;
  10. 10. Naturalismo• Ser humano descrito sob a ótica do (características):animalesco e do sensual;• Linguagem simples;• Descrição e narrativa lentas• Impessoalidade;• Preocupação com detalhes.Principais autores :• Aluísio Azevedo , “O mulato”, em 1881:início do Naturalismo no Brasil; “O Cortiço”,• Raul Pompéia , “O Ateneu”.
  11. 11. DIFERENÇAS ENTRE REALISMO E NATURALISMO• Forte influência da literatura de Gustave Flaubert (França).• Romance documental, apoiado na observação e naanálise.• A investigação da sociedade e dos caracteres individuaisé feita “de dentro para fora”, por meio de análise psicológicacapaz de abranger sua complexidade, utilizando a ironia,que sugere e aponta, em vez de afirmar.• Volta-se para a psicologia, centrando-se mais noindivíduo.• As obras retratam e criticam as classes dominantes, a altaburguesia urbana e, normalmente, os personagenspertencem a esta classe social.• O tratamento imparcial e objetivo dos temas garante aoleitor um espaço de interpretação, de elaboração de suaspróprias conclusões a respeito das obras.
  12. 12. Naturalismo• Forte influência da literatura de Émile Zola (França).• Romance experimental, apoiado na experimentação eobservação científica.• A investigação da sociedade e dos caracteres individuais ocorre“de fora para dentro”, os personagens tendem a se simplificar,pois são vistos como joguetes, pacientes dos fatores biológicos,históricos e sociais que determinam suas ações, pensamentos esentimento.• Volta-se para a biologia e a patologia, centrando-se mais nosocial.• As obras retratam as camadas inferiores, o proletariado, osmarginalizados e, normalmente, os personagens são oriundosdessas classes sociais mais baixas.• O tratamento dos temas com base em uma visão deterministaconduz e direciona as conclusões do leitor e empobreceliterariamente os textos.
  13. 13. Romance realistaÉ uma narrativa mais preocupada com aanálise psicológica,fazendo crítica àsociedade a partir do comportamento dedeterminados personagens. Faz uma análiseda sociedade "por cima", visto que seuspersonagens são capitalistas, pertencentes àclasse dominante. Este tipo de romance édocumental, sendo retrato de uma época. Foicultivado no Brasil por Machado de Assis, emobras como "Memórias Póstumas de BrásCubas", "Quincas Borba" e "Dom Casmurro".
  14. 14. Romance NaturalistaSua narrativa é marcada pela análise social a partirdos grupos humanos marginalizados, valorizando ocoletivo. A influência de Darwin é marcante namáxima naturalista segundo a qual o homem é umanimal, deixando-se levar pelos instintos naturais,que não podem ser reprimidos pela moral da classedominante. A constante repressão leva às taraspatológicas, bem ao gosto dos naturalistas; essesromances são mais ousados, apresentandodescrições minuciosas de atos sexuais, tocando atéem temas como o homossexualismo.
  15. 15. Romance NaturalistaFoi cultivado no Brasil por Aluísio de Azevedo("O Mulato") e Júlio Ribeiro. Raul Pompéia é umcaso a parte, pois seu romance, "O Ateneu",apresenta Aluízio de Azevedo característicasora naturalistas, ora realistas, oraimpressionistas. Existem várias semelhançasentre o romance realista e o naturalista,podendo-se até mesmo afirmar que ambospartem de um ponto comum para chegarem amesma conclusão, sendo que percorrendocaminhos distintos.
  16. 16. SÍNTESE DOS AUTORES DO REALISMO/NATURALISMO BRASILEIRO:Romance naturalista: Social, UrbanoJúlio RibeiroObras:Padre Belchior de Pontes CarneAdolfo CaminhaO Bom CriouloPrincipais Representantes no BrasilMachado de AssisRaul PompéiaAluízio de Azevedo

×