Your SlideShare is downloading. ×
Nossas funções
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Nossas funções

4,289
views

Published on

Uma apresentação em PowerPont, falando sobre nossas funções e de onde somos.

Uma apresentação em PowerPont, falando sobre nossas funções e de onde somos.


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,289
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. “ A prática e a reflexão sobre a própria prática são fundamentais para que os educadores possam dispor de amplas e variadas perspectivas pedagógicas em relação aos diferentes usos da informática na escola.” Léa Fagundes FALA MESTRE! – “Revista Escola” Maio 2004 Orientador Tecnológico Aluno Monitor Orientador Tecnológico e Aluno Monitor Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005 Dinamizando o uso do Laboratório de Informática da escola SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO Coordenação de Tecnologia Educacional Núcleos de Tecnologia Educacional
  • 2. O Programa Estadual de Informática Aplicada à Educação é um conjunto de iniciativas,articuladas, que visam dotar as escolas públicas da rede estadual de laboratórios de informática com a devida infra-estrutura física, tecnológica, de pessoal e de capacitação, de forma a possibilitar o uso da informática com fins pedagógicos. Atualmente, a rede pública estadual de ensino conta com 224 laboratórios de informática educativa, 14 Núcleos de Tecnologia Educacionais (NTE) em funcionamento, além de 70 professores Multiplicadores, todos especialistas na área, distribuídos por todas as regiões do Estado. Em 2005, visando ampliar a abrangência do Programa, foram aprovados recursos para a implantação de 250 novos laboratórios de informática educativa e 4 novos Núcleos de Tecnologia Educacional (NTE). O destaque para o programa em 2005 é o envolvimento de Alunos Monitores em todos os Laboratórios de Informática da rede, além da designação de Professores Orientadores Tecnológicos em todas as escolas que participam do Programa. Apresentação Orientador Tecnológico Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005
  • 3.
    • Dinamizar o processo de utilização das ferramentas tecnológicas à disposição na escola;
    • Elaborar um Plano de Gerenciamento do laboratório de informática da escola;
    • Organizar os horários de utilização do laboratório;
    • Auxiliar os professores na construção do planejamento das aulas a serem ministradas nos laboratórios;
    • Selecionar sites e demais recursos pedagógicos necessários ao cumprimento da matriz curricular da SEE;
    • Coordenar junto aos alunos e professores a confecção da página da escola na internet;
    Funções do Orientador Tecnológico Orientador Tecnológico Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005
  • 4. Orientador Tecnológico
    • Orientar o aluno monitor em sua atuação junto aos demais alunos na unidade escolar;
    • Avaliar a atuação do aluno monitor;
    • Zelar pelo funcionamento dos computadores, antenas e demais aparatos tecnológicos existentes nas escolas;
    • Promover a inclusão digital da comunidade escolar como um todo;
    • Atuar como agente responsável pelo Hardware e Software;
    • Manutenção do sistema instalado;
    • Manter-se em contínua interação com os NTEs visando sua reciclagem.
    Funções do Orientador Tecnológico Orientador Tecnológico Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005
  • 5. Orientador Tecnológico
    • A função do Professor Orientador Tecnológico;
    • Apoio pedagógico aos professores da escola para cumprimento da matriz curricular;
    • Planejamento das atividades interdisciplinares;
    • Políticas de uso e gestão dos laboratórios;
    • Como trabalhar com o aluno monitor;
    • Organização de arquivo e segurança;
    • Organização do site da Unidade Escolar;
    • Sistemas Operacionais, Editor de texto, Planilha Eletrônica, Blog, Software de Apresentação e Linux;
    • Ambiente e-proinfo.
    Módulo I (24 horas) Orientador Tecnológico Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005
  • 6. Orientador Tecnológico Módulo II (16 horas)
    • Criação de Webquest
    • Criação de Projeto
    Orientador Tecnológico Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005
  • 7. Módulo a Distância (80 horas)
    • Softwares pedagógicos;
    • Organização de arquivos e segurança;
    • Otimização de computadores;
    • Banco de dados;
    • Seleção de sites e recursos de pesquisa na Internet;
    • Editor de HTML e site da escola.
    Orientador Tecnológico Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005
  • 8.
    • Trabalhar em conjunto com o Orientador Tecnológico no Laboratório de Informática da unidade escolar;
    • Auxiliar o professor Orientador na identificação de sites de interesse específico conforme matriz curricular definida pela SEE e planejamento pedagógico da escola;
    • Apoiar os colegas da unidade escolar na utilização da informática como ferramenta de apoio pedagógico;
    • Criar grupo para elaborar a homepage da escola e mantê-la atualizada;
    Funções do Aluno Monitor Aluno Monitor Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005
  • 9.
    • Manter cópias de disco e produzir CD ROM de interesse da escola conforme orientação do Professor Orientador Tecnológico;
    • Verificar vírus nos drives permanentemente;
    • Zelar pela limpeza e organização dos equipamentos do laboratório;
    • Elaborar relatórios mensais sobre os problemas, dificuldades e soluções ocorridas no laboratório.
    Funções do Aluno Monitor Aluno Monitor Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005
  • 10. Módulo I (48 horas)
    • Funções do aluno monitor;
    • Relações interpessoais Aluno Monitor / Orientador Tecnológico / Professor / Alunos;
    • Sistemas Operacionais – Organização de arquivos e pastas;
    • Editor de texto;
    • Planilha eletrônica;
    • Software de apresentação;
    • Blogs na Educação;
    • Editor de HTML (site da escola).
    Aluno Monitor Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005
  • 11.
    • Atualização de antivírus e otimização;
    • Verificar conexão de cabos lógicos, elétricos e periféricos;
    • Compartilhamento de arquivos e impressoras na rede;
    • Ferramentas e programas que melhoram o desempenho do SO;
    • Configuração de Rede.
    Módulo II (16 horas) Módulo III (16 horas)
    • Configuração da Internet;
    • Correio Eletrônico;
    • MSN;
    • Pesquisas e busca na Internet.
    Aluno Monitor Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005
  • 12. Orientador Tecnológico e Aluno Monitor Programa Estadual de Informática aplicada à Educação 2005 Secretaria de Estado de Educação - SEE/RJ Coordenação de Tecnologia Educacional - CTED Subordinada à Subsecretaria Adjunta de Planejamento Controle e Integração da Rede http://www.cted.see.rj.gov.br Elaborado pela Equipe de Apoio