PROGRAMA NACIONAL DE ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA
SMED - SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ORIENTADORA DE ESTUDOS: MÔNICA M...
Para o conto o Macaco Zombador.
1-Após leitura com entonação e participação dos alunos
2-Trabalhei com bingo de letras
3-D...
Copia da palavra.
Avaliação.
Os alunos aceitaram muito bem as atividades, foi muito prazeroso.
o Aprender brincando,( lúdi...
- O que você quer dizer com isso? – gritou o Macaco nervoso.
E todos os bichos responderam juntos:
- QUE VOCÊ É RABUDO!
A ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Sequência didática marly

1,632

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,632
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sequência didática marly

  1. 1. PROGRAMA NACIONAL DE ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA SMED - SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ORIENTADORA DE ESTUDOS: MÔNICA MARIA DOS SANTOS PROFESSORA ALFABETIZADORA: MARLY BOMFIM GOMES CRE LIBERDADE - 3º ano de escolarização SALVADOR - BA Olá Mônica!, Aproveitando o tema do projeto da escola- “Vivenciando valores”, trabalhei 01 poema falando sobre a diversidade( do livro do aluno ) e um conto o macaco zombadorque complementa a diversidade. Trabalhar com jogos é muito bom, os alunos interagem, participam com euforiae o resultado é muito bom. Objetivo : Estimular a criança a pensar, ouvir, a interagir, adquirir interesse pela leitura e trabalhar as atitudes de respeito ás diferenças Estratégia usada no jogo- Poema -Diversidade 1- Apresentação do poema 2- Levantamento do conhecimento prévio dos alunos 3- Leitura realizada pela professora ( com entonação ) 4- Leitura com participação dos alunos 5- Mensagem que a leitura transmite (Cada ser humano têm a sua diferença ) 6- Os alunos sentaramno chão formando rodinha para começar o jogo 7- Distribuição de silabas das palavra com os alunos 8- Desenho da história
  2. 2. Para o conto o Macaco Zombador. 1-Após leitura com entonação e participação dos alunos 2-Trabalhei com bingo de letras 3-Distribui fichas com palavras do texto e uns caroços de feijão. 4-Eu cantava as letras e eles iam marcando na palavracom caroço de feijão. 5-Ao fechar a cartela ( palavra ) o aluno, gritava bingo 6-Levantava, mostrava a palavra para os colegas Juntos fazíamos a conferência. Após a conferência o aluno lia a palavra em seguida colocava no quadro. No final todos copiaram as palavras. Oralidade Reconto oral, Comentário com exemplos das diferenças de cada um ( um é magro , outro é gordo etc..) Análise lingüística 1- Selecionei algumas palavras do textopara ser trabalhada 2- Mostro a palavra para o grupoe estudamos ; Letra, sílabainicial, vogal de cada palavra. Quantidade de silabas e letras. Formação de outras palavras com a silaba inicial. Leitura em voz alta da palavra.
  3. 3. Copia da palavra. Avaliação. Os alunos aceitaram muito bem as atividades, foi muito prazeroso. o Aprender brincando,( lúdico) é muito bom e traz bons resultados. Meu objetivo foi atingido, todos participaram e interagiram muito bem. O MACACO ZOMBADOR Miriam de Carvalho Perissê Esta história aconteceu numa reserva florestal da África. - Isso tudo é nariz?!, Pensou o Macaco, observando a tromba do Elefante. E logo gritou: - Narigudo... Você é narigudo! E saiu pela mata pulando de galho em galho, anunciando pelos cantos: - O Elefante é narigudo! Encontrou, então, com a Girafa. - Isso tudo é pescoço?! – disse ele. E concluiu: -Pescoçuda! A Girafa é pescoçuda! Há, há, há, há! (Rindo, seguiu seu caminho entre as árvores.) Avistou, depois, o Leão tirando uma soneca na campina. Lá de longe mesmo, gritou: - Cabeludo, piolhento! Está precisando ir ao cabeleireiro, hein!! O Leão se levantou furioso: -Quem disse isso? Quem é cabeludo?! Mais do que depressa, o Macaco se mandou dali. Dessa vez deparou-se com um Coelhinho. Chegou bem perto, bem pertinho mesmo, e disse: - Orelhudo... Orelhudinho! Há, há, há, há! Quando viu o Jacaré na lagoa, não deixou por menos: Nossa! Isso tudo é boca, seu Jacaré?! Que bocarra! Esta floresta é mesmo uma piada! Há, há, há, há. Os bichos se reuniram pra discutir o assunto. -O macaco está precisando de uma lição! - Isso não pode ficar assim! No dia seguinte, os bichos pegarem o macaco pelo rabo. - O que é isso, macaco? – perguntou o Elefante. -É o meu rabo. Vocês não sabem?! - Grandinho, não é?! – ironizou a Girafa.
  4. 4. - O que você quer dizer com isso? – gritou o Macaco nervoso. E todos os bichos responderam juntos: - QUE VOCÊ É RABUDO! A partir desse dia, o macaco deixou de ser zombador. PRÓ MARLY EM AÇÃO:

×