Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
  • Save
Estrutura e funcionamento de um sistema informático.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Estrutura e funcionamento de um sistema informático.

  • 19,161 views
Published

Estrutura e funcionamento de um sistema informático.

Estrutura e funcionamento de um sistema informático.

Published in Technology , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
19,161
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
3

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Aula 5 e 6
    • Sumário:
      • Estrutura e funcionamento de um sistema informático.
      • Elaboração de um trabalho de investigação e de pesquisa na Internet.
    TIC – 9º Ano Andreia Gonçalves
  • 2. Na aula anterior...
  • 3. Hoje vamos aprender...
      • Estrutura e funcionamento de um sistema informático.
  • 4. Funcionamento de um sistema informático Os dados são introduzidos através dos dispositivos de entrada ( input ) Em seguida são enviados para a unidade central de processamento Os novos dados, depois de processados, são enviados para os periféricos de saída ( output ). Dispositivos de Saída Dispositivos de Entrada CPU – Unidade Central de Processamento Memórias
  • 5. Hardware
    • CPU
    • Memórias
      • Primária
      • Secundária
    • Placa Principal
    • Barramento
    • Dispositivos I/O
      • Entrada
      • Saída
      • Entrada e saída
  • 6. Hardware - CPU Processador ou microprocessador – Circuito integrado constituído por milhares de componentes electrónicos elementares, que determina o funcionamento e desempenho do computador Unidade Central de Processamento – CPU
  • 7. Hardware – CPU (continuação)
    • O CPU é o cérebro do computador;
    • É onde são executadas as instruções que constituem os programas chamados pelo computador;
    • O processador recebe da memória as instruções e dados de que necessita;
    • A velocidade do processador mede-se em Mhz, Ghz hz ou hertz (nº de ciclos por segundo).
  • 8. Estrutura básica do CPU responsável pela execução de todas as operações aritméticas armazenam, temporariamente, os dados com que a ULA efectua as operações liga os diferentes componentes internos do microprocessador aos componentes externos determina e controla as operações a efectuar Unidade de Controlo (UC) Unidade Lógica e Aritmética (ULA) Registos Unidade de Comunicação Interna (UCI)
  • 9. Hardware – CPU (continuação)
    • Para que todos os componentes funcionem é necessário que comuniquem entre si, permitindo a circulação dos dados a processar
    • Para tal, existe um sistema de comunicação interno designado por Barramento ou Bus .
    Barramento Local Barramento Entrada/Saída Interliga a Unidade Central de Processamento (CPU) à memória Interliga todos os dispositivos externos ao barramento local
  • 10. Hardware – Memórias É na memória que são armazenados os dados para processamento, os dados intermédios, os resultados finais e até mesmo o programa que, num dado momento, está a ser executado, determinando assim o processamento. É importante distinguir dois tipos de memórias: Memória Principal/Central/Primária Memória Secundária/Auxiliar/de massa
  • 11. Hardware – Memórias (continuação)
      • Indispensáveis
      • Armazenam instruções e dados
      • Chips INTEGRADOS ou ENCAIXADOS na MOTHERBOARD (internas)
    Memória Principal/Central/Primária Memória Secundária/Auxiliar/de massa
      • Disquete.
      • Disco Rígido
      • Disco Óptico (CD e DVD)
      • Banda Magnética
      • Pen
  • 12. Hardware – Memórias (continuação) RAM (Random Access Memory) - É uma memória de leitura e escrita onde o acesso à informação é feito aleatoriamente. É volátil, pois perde toda a informação quando o computador é desligado. SRAM – são mais rápidas que as DRAM mas não têm tanta capacidade de armazenamento de informação. DRAM – são as mais acessíveis em termos de preço mas também as mais lentas. VRAM – são mais rápidas que as DRAM para operações de vídeo pois permitem operações de leitura e escrita em simultâneo. NVRAM, Flash RAM ou "memória Flash“ – é um tipo de memória RAM que não perde os dados quando desligada. Memória Principal/Central/Primária
  • 13. Hardware – Memórias (continuação) ROM (Read Only Memory) é uma memória que apenas pode ser lida. PROM (Programmable ROM) – pode ser programada, electricamente, apenas uma vez. EPROM (Erasable and Programmable ROM) e EEPROM (Electric EPROM) podem ser apagadas e reescritas mais do que uma vez. Pelo nosso computador continuam a ser utilizadas como ROMs normais. FLASH – tem características muito semelhantes às memórias EPROM. É uma memória não volátil que, utilizada normalmente, permite apenas a leitura dos seus dados.
  • 14. Hardware – Memórias (continuação) Existe ainda a cache secundária – cache nível 2 – tipicamente externa, com maior capacidade de armazenamento do que a cache interna e também com tempos de acesso superiores. Cache Utilizada para o armazenamento dos dados mais requisitados pelo processador, evitando, assim, ler ou escrever directamente na memória RAM. A cache interna é uma memória de acesso bastante rápido, que se coloca entre a memória principal (RAM) e o processador. Contudo, a sua capacidade de armazenamento é, normalmente, reduzida.
  • 15. Hardware – Memórias (continuação) RAM ROM Falha a LUZ
  • 16.
    • Reinicio do sistema
    Hardware – Memórias (continuação) RAM ROM Vazia
  • 17. Hardware – Memórias (continuação) RAM ROM
  • 18.
    • Destinam-se a guardar os programas e a informação que os utilizadores necessitam de preservar para além dos momentos em que decorrem as operações de processamento.
      • Resolvem o problema da volatilidade dos dados que se encontram na RAM.
    • Permitem armazenar grandes quantidade de informação (massa) e existem precisamente para que a informação com que se trabalha num computador possa ser guardada com um carácter mais duradouro .
    Hardware – Memórias Secundárias
  • 19.
    • Está dentro do computador (suporte armazenamento interno)
    • Está FIXO (não é um suporte de armazenamento amovível)
    • Suporte magnético (orientação dos campos magnéticos)
    • Leitura/Escrita
    • Capacidade de armazenamento na ordem dos gigabytes (desde os 40 GB até às centenas de GB)
    • Acesso directo aos dados
    • Velocidades de acesso aos dados muito rápidas
    Disco Rígido/Duro (Hard Disk)
  • 20. Disco Rígido/Duro (Hard Disk)
  • 21.
    • É um suporte de armazenamento amovível (facilmente transportável)
    • Suporte magnético
    • Leitura/Escrita
    • Capaz de armazenar
      • 1.44 Megabytes
      • 300 páginas A4
    • Acesso directo aos dados
    • Disquetes Zip --> zip drives 100 Mb
    Disquete (Floppy Disk)
  • 22.
    • É um suporte de armazenamento amovível (facilmente transportável)
    • Suporte óptico – tecnologia laser (feixes luminosos intensos)
    • Leitura/Escrita
    • Capaz de armazenar CDs - 700 Megabytes
      • 500 disquetes
      • 135000 páginas (+ ou -)
      • 74 / 80 min. de audio
      • 19 horas de voz
    • DVDs – 4,37 Gigabytes ...
      • 3 000 disquetes
      • 7 CD’s
    • Acesso directo aos dados
    Discos Ópticos
  • 23. Discos sólidos Utilizam-se como um disco mas são compostos por circuitos integrados. São rápidos e muito pequenos. Actualmente existem sob a forma de porta-chaves, caneta e até relógio, e permitem transportar um volume considerável de informação (512 GB,1GB, 2GB …). Ligam-se à porta USB ( Universal Serial Bus ) do computador.
  • 24. Hoje aprendi...
  • 25. Próxima aula…
      • Placa mãe (motherboard)
      • Barramento
      • Dispositivos de entrada e saída