Your SlideShare is downloading. ×
0
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Volta ao Passado, Vintagismo e Cultura Retrô

1,842

Published on

Palestra sobre questões que impulsionam a volta ao passado. Por Mariana Nobre, Gerente de Estilo e Tendências da Voltage.

Palestra sobre questões que impulsionam a volta ao passado. Por Mariana Nobre, Gerente de Estilo e Tendências da Voltage.

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,842
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Palavras ao vento...... um pouco do que sei sobre vintagismosPor Mariana Nobre naoguardomagoa.wordpress.com
  • 2. VINTAGE RETRÔ
  • 3. TEMPORALIZAÇÃO Outros tempos pulsam no presentecoexistênciasaudosismovintagismotempo
  • 4. TEMPORALIZAÇÃO Drivers/ As últimas décadas foram marcadas pelo alargamento do presente. Por um lado, Contexto negava-se o saudosismo e apego às tradições, por outro, perdia-se a confiança no progresso. Tudo passou a se justificar pela intensidade com que era vivido o agora, mas esse desprendimento do tempo levou à fragilização da identidade do indivíduo. Na sociedade contemporânea, o tempo não é mais um inimigo. Definição Passado, presente e futuro co-existem sem problemas e mais, se misturam. Lembrar o passado e imaginar o futuro são formas de humanizar o dia a dia, gerar momentos prazerosos de respiro e compensar o ritmo acelerado da rotina. O vintage e as estéticas retrôs estão em alta, objetos dão ao indivíduo aManifestações sensação de que possuem uma história. Aumenta o interesse na origem dos produtos, serviços e marcas; quando algo tem história, produz mais sentido. Valorização da artesania, da simplicidade, do provinciano.
  • 5. TEMPORALIZAÇÃO Pensar na necessidade dos indivíduos de buscar as origens, as causas, a história e a tradição de marcas e empresas, a fim de gerar uma sensação de segurança e confiança nas relações estabelecidas.Aplicações INSIGHTS PARA COMUNICAÇÃO Energia Central da Tendência:  Explorar atributos e fatos ligados à tradição e à  COMPARTILHE história da empresa. Destacar ações de reconhecimento e premiações como  VALORIZE demonstrativos da qualidade do serviço da empresa.
  • 6. REVIVALISMOProcurando abrigo dos tempos incertos dacrise global, escassez de recursos eameaças naturais os seres humanosbuscaram refugio em hábitos e tradiçõeshá muito esquecidos.Estamos em busca de um passado maisseguro e principalmente mais autêntico,afastado da produção massificada daindustria. Esse resgate no entanto nãotem nada dos tons de rosa e a da magiade filmes como “Grease: Nos Tempos daBrilhantina” é um passado. Ele é umpassado marrom, cheio de suor, onde cadaobjeto é único e carrega a história artesãosque o fizeram.
  • 7. Os novosCAVALHEIROSPequenos hobbies e hábitos de antes também retornam ao cotidiano, clubes de crochê tomamespaço na agenda de jovens, cervejas artesanais passam a ser bebidas corriqueiras, as cozinhas setornam o centro de convivência das casas e barbearias voltam a ser vistas em bairros nobres, tudoem um movimento de valorização do artesanal e autêntico.
  • 8. Os novosCAVALHEIROSEssas mudanças são acompanhadas pelosurgimento de um novo tipo de masculinidade ados “Novos Cavalheiros”, homens que tem suavisão de mundo editada de referências de seusavôs e bisavôs.Para eles sua barba é um símbolo de orgulho edistinção e por isso deve ser tratada com o devidoscuidado. Suas vestimentas são atemporais de altaqualidade e se diferenciam pelos detalhes, seopondo ao fast fashion e a própria moda. Além dissoentre seus hábitos a bicicleta ganha espaço comoprincipal meio de transporte. A mixologia volta aser valorizada de coquetéis clássicos e bebidasfora do eixo comercial.
  • 9. Obrigada!mariana.dias.nobre@gmail.comfacebook.com/mariana.nobrenaoguardomagoa.wordpress.com

×