Your SlideShare is downloading. ×
0
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
A República Velha
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

A República Velha

378

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
378
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. A República Velha Tempo de Instabilidade
  • 2. Prudente de Morais  Primeiro Presidente Civil o 3# presidente o 1894-1898 • Paulista • Guerra de Canudos o 1896-97
  • 3. Imigração no Brasil • 3.800.000 imigrantes vieram ao Brasil o Entre 1827 e 1930 o O período mais quente foi de 1887 a 1914 • 2.740.000 o 72% do total o Interrupção da Primeira Guerra Mundial • A maioria dos imigrantes foi para São Paulo o Apoio financeiro
  • 4. Imigração no Brasil • Italianos o 35.5% dos imigrantes o São paulo e Rio Grande do Sul • Portugueses o 29% dos imigrantes o Concentração maior nas cidades • Indústria e pequenos negócios • Espanhóis o 14.6% dos imigrantes o Seu período mais quente foi entre 1906 e 1920 • Vinham com a família • Japoneses o 87.3% dos japoneses viviam em São Paulo o Dificuldade em mantê-los nas lavouras de café • Donos de pequenas fazendas
  • 5. Campos Sales o 4# presidente o 1898-1902 o Paulista  Uma Limpeza na Economia o Crise na economia do Café e da Borracha  Funding Loan • Moratória permitida - 10 anos • Penhora da casa de tarifas alfandegárias do Rio de Janeiro • Compromisso de combater a inflação o Aumento dos impostos • Campos Selos
  • 6. Política dos Governadores • “Neste regime, disse eu na minha última mensagem, a verdadeira força política, que no apertado unitarismo do Império residia no poder central, deslocou-se para os Estados. A Política dos Estados, isto é, a política que fortifica os vínculos de harmonia entre os Estados e a União é, pois, na sua essência, a política nacional. É lá, na soma destas unidades autônomas, que se encontra a verdadeira soberania da opinião. O que pensam os Estados pensa a União!” • Campos Sales
  • 7. Rodrigues Alves o 5# presidente o Paulista o 1902-06  Economia o A era da borracha • Finanças em alta  Convênio de Taubaté • Proteção do Café  Compra do Acre • 2.110.000 libras esterlinas e um cavalo  Revitalisação do Rio de Janeiro o  o o Pereira Passos Destruição dos cortiços Mais linhas de trem Teatro Municipal do Rio de Janeiro
  • 8. Revolta da Vacina o 10 – 16 de novembro de 1904  Osvaldo Cruz o Instituto Pasteur • Peste Bubonica  Vacinação Obrigatória  Varíola e Febre Amarela • Rio de Janeiro e Belém • Mata-Mosquitos  Revolta  Violência o Autoritarismo • Nenhuma explicação o Entrando a força na casa das pessoas o Prévia destruição dos cortiços
  • 9. Afonso Pena o Mineiro o 1906-09  Modernização o Expedição de Cândido Rondon o Amazonas – Rio de Janeiro telégrafo o Grande entusiasta da imigração • “Governar é povoar!” • Linhas de trem • São Paulo – Paraná • Morte o Nilo Peçanha • Vice • 1909-10
  • 10. Hermes da Fonseca o o o o o o Sobrinho de Deodoro da Fonseca 1910-14 Militar Positivista Maçon Gaúcho  Política das Salvações o o Pernanbuco, Bahia, Ceará, Alagoas Trocar as oligarquias por Interventores  Funding Loan #2  Madeira Mamoré o Linha de trem – Porto Velho – Guajará-Mirim • 1907-12  Revoltas o o o Contestado Sedição de Juazeiro Revolta da Chibata
  • 11. Contestado o 1912-16  Questão da Terra  Paraná x Santa Catarina o Não havia legislação quanto a posse de terra o Erva Mate e madeira o Linha de trem entre São Paulo e Rio Grande do Sul o Contestado era uma região disputada Entre o paraná e Santa Catarina  Questão Social o Caboclos • Oprimidos pelos Coronéis • Xenofobia
  • 12. Contestado  Guerra santa o Messianismo o Os 3 José Marias  Contestado o Escambo o “Ninguém deve temer a morte! Logo estaremos todos juntos no céu ”  Um novo império do Brasil • Um coronél foi nomeado o novo imperador • cavaleiros
  • 13. Constestado  Política das salvações o Constestado era uma tentativa de ocupar terras em Santa Catarina  Violência  Morte de José Maria • Enterrado na mata para que sua ressureição fosse mais fácil o Guerrilhas  Maria Rosa  Joana D’arc do Sertão  Guerra santa  Manifesto Monarquista  Destruição de cidades e fazendas vizinhas • Curitibanos e Calmon • Assassinato de coronéis o Pobreza como o caminho para a santidade
  • 14. Constestado  Fome e doenças o Tifo  Setembrino Fernando Setembrino de Carvalho • Aviões  Manifesto do exército brasileiro • Devolução das terras à aqueles que se rendessem pacíficamente • Morte à aqueles que não se rendessem o  Adeodato o Deodato Manuel Ramos o Escassez de alimentos o Pena de morte a qualquer um que tentasse se render
  • 15. • "tudo foi destruído, subindo o número de habitações destruídas a 5.000 (…) as mulheres que se bateram como homens foram mortas em combate (…) o número de jagunços mortos elevase a 600. Os redutos deCaçador e de Santa Maria estão extintos. Não posso garantir que todos os bandidos que infestam o Contestado tenham desaparecido, mas a missão confiada ao exercito está cumprida“ General Estillac
  • 16. Sedição de Juazeiro o 1914 o Sertão do Cariri, Ceará  Oligarquías Cearenses x Governo federalista o José Gomes Pinheiro Machado  Padin Ciço o Cícero Romão Batista o Milagreiro e político o Família Acyoli
  • 17. O Conflito  Marcos Franco Rabelo o Interventor o Queria tirar o poder de Padin Ciço  Floro Bartolomeu o Apoiava padin Ciço  Um exército de Jagunços  A grande muralha de Juazeiro do Norte o Círculo da Mãe de Deus o Um canhão  Fortaleza o A guerra se espalha o Bloqueio naval  Padin Ciço é excomungado
  • 18. Venceslau Brás o 1914-18  Governo Instável  "Governo da pacificação dos espíritos“ • Os 3Gs  Grande Guerra • Batalhas com subamrinos o Batalha das Toninhas o Gripe espanhola • 20 a 40 milhões de pessoas Morreram em todo o mundo o Greves de 1917  Contestado • Probelmas nos território entre Santa Catarina e Paraná
  • 19. Greves de 1917 • Greves operárias o Baixos salários e péssimas condições de trabalho o A greve começa em são paulo • São Paulo, Santos, Ribeirão Preto e Campinas o Greve em vários setores o Jornais operários • Italianos • Anarquismo o Violenta repressão do governo • O exército vai às ruas
  • 20. Greves de 1917 • Sindicatos o Perseguição • Demitidos, presos ou ainda expulsos do país o Washington Luís • 1926-1930 • “A questão social é um caso de polícia!” o Vitória do proletariado • Aumento dos salários e redução das horas de trabalho
  • 21. “São Paulo é uma cidade morta: sua população está alarmada, os rostos denotam apreensão e pânico, porque tudo está fechado, sem o menor movimento. Pelas ruas, afora alguns transeuntes apressados, só circulavam veículos militares, requisitados pela Cia. Antártica e demais indústrias, com tropas armadas de fuzis e metralhadoras. Há ordem de atirar para quem fique parado na rua. Nos bairros fabris do Brás, Moóca, Barra Funda, Lapa, sucederamse tiroteios com grupos de populares; em certas ruas já começaram fazer barricadas com pedras, madeiras velhas, carroças viradas. A polícia não se atreve a passar por lá, porque dos telhados e cantos partem tiros certeiros. Os jornais saem cheios de notícias sem comentários quase, mas o que se sabe é sumamente grave, prenunciando dramáticos acontecimentos“ Everardo Dias
  • 22. Revolta da Chibata • A marinha na república o Rejeitada  A marinha e a escravidão o O racismo persistia  90% de todos os marinheiros eram negros ou mulatos  Castigos físicos  25 chibatadas por faltas leves o "Para as faltas leves, prisão a ferro na solitária, por um a cinco dias, a pão e água; faltas leves repetidas, idem, por seis dias, no mínimo; faltas graves, vinte e cinco chibatadas, no mínimo."
  • 23. Revolta da Chibata  João Candido Felisberto  O Almirante Negro • Infância o Filho de ex-escravos o Se alistou na marinha aos 13 anos de idade  Lutou durante a Revolução Federalista  Viajou pelo mundo  Acompanhou a construção da nova armada brasileira na Inglaterra  Conheceu sindicatos o Encouraçado Potenkin
  • 24. Revolta da Chibata • Planejada por dois anos! o Comitê secreto  “Mão Negra”  Marcelino Rodrigues Menezes o Punido por ter trazido cachça Para dentro do navio e por ter ferido o homem que o denunciou  250 chibatadas ao som de tambores, com toda a tripulação presente  22 de Novembro de 1910
  • 25. Revolta da Chibata • Capitão Batista das Neves o Morto por um golpe na cabeça o Outros oficiais foram mortos o 3 marinheiros morreram  João Candido  Novo Comandante • Fim da violência • Todo o alcool foi atirado ao mar • Todos os objetos de valor foram trancados nos cofres dos navios • Os navios o Minas Gerais, São Paulo, Bahia e Deodoro
  • 26. Revolta da Chibata  Manifesto  “Não queremos a volta da chibata. Isso pedimos ao presidente da República e ao ministro da Marinha. Queremos a resposta já e já. Caso não a tenhamos, bombardearemos as cidades e os navios que não se revoltarem.“  Abrir fogo! o O Palácio do Catete e a Câmara dos Deputados o João Cândido posicionou os navios na Barrra, Fora da Baía de Guanabara. • Longe do alcance dos fortes da Barra mas Perto o bastante para para atacar e detruir a cidade se necessário  Negociações o José Carlos de Carvalho
  • 27. Revolta da Chibata  Exército x Congresso  Afundar os navios • Torpeadear os navios  Anistia  Deposição das armas o Presidente Hermes da Fonseca  Concorda com o fim dos castigos corporais  2 dias depois cria uma lei que permitiu à marinha demitir todos os revoltosos  12 marinheiros são presos • Aqueles supostamente envolvidos na morte dos oficiais
  • 28. Revolta da Chibata  A “segunda revolta”  A marinha volta a usar castigos corporais  Revolta na ilha das cobras • Sem relação com a Revolta da Chibata • Bandeira branca o O governo mantem o bombardeio  Estado de Sítio o 2 mil marinheiros foram demitidos o Entre 200 e 6000 marinheiros foram mortos na “segunda revolta” o Presos na Ilha das Cobras  Cal virgem • 16 dos 18 prisoneiros morreram • João cândido sobrevive o Condenado à trabalhos forçados no Acre
  • 29. Revolta da Chibata • Rubras cascatas Jorravam das costas dos santos entre cantos e chibatas Inundando o coração do pessoal do porão • Mas salve Salve o navegante negro Que tem por monumento as pedras pisadas do cais • Mas faz muito tempo
  • 30. Cangaço  Anarquismo o Problemas sociais o Por todo o Nordeste  Banditismo o Cangaceiros o Sequestravam e matavam Coronéis o Destruíam vilas o Assaltavam fazendas o Pilhavam trens o Também lutavam contra a tiranía dos coronéis  Nômades o Viviam pelo sertão nordestino o Fugindo e se escondendo
  • 31. Cangaço  Lampião  Virgulino Ferreira da Silva • 1898 – 1838  Morte de seu pai • Morto por policiais  Hobin Hood Brasileiro? o o o o o o Atacou pequenas cidades e fazendas em 7 estados Roubava gado Assassino e torturador Sequestrador Estuprador No entanto, era protegido pelos mais humildes • Devoto de Padin Ciço o Eles se conheceram em 1926
  • 32. Cangaço  Maria Bonita o Maria Gomes de Oliveira o casada • Filhos o Expedita Ferreira o Arlindo e Ananias Ferreira • Morreram ainda crianças o 2 natimortos o 3 abortos expontâneos
  • 33. Cangaço  Morte o 1938 o Na fazenda Angíco • esconderijo  Um traidor  A Volante o Metralhadoras o Matou11 dos 34 cangaceiros No local o Decapitou mesmo aqueles que ainda estavam vivos • Maria Bonita o Manutenção dos restos mortais • Salgaram as cabeças e as mativeram em latas de querosene com cachaça e cal o As cabeças viajaram por todo o país

×