Organelas citoplasmáticas

4,291
-1

Published on

Published in: Technology
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
4,291
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
215
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Organelas citoplasmáticas

  1. 1. <ul><li>Prof.ª Marina M. Dapieve </li></ul>
  2. 2. <ul><li>Célula Animal: </li></ul><ul><li>Centríolos </li></ul><ul><li>Lisossomos </li></ul><ul><li>Célula vegetal: </li></ul><ul><li>Parede celular </li></ul><ul><li>Vacúolo </li></ul><ul><li>Cloroplastos </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Água e proteínas (colóide) </li></ul><ul><li>Periferia -> mais viscoso -> citogel </li></ul><ul><li>Centro -> menos viscoso -> citosol </li></ul><ul><li>Movimentos: </li></ul><ul><li>Ciclose = movimento do citoplasma de organelas ( cloroplasto) </li></ul><ul><li>Amebóide = produção de expansões (pseudópodes), relacionado à locomoção e englobamento. </li></ul>
  4. 5. <ul><li>1) Transporte Passivo: </li></ul><ul><li>Passagem de pequenas moléculas através da membrana plasmática SEM gasto de energia. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>1) Transporte Passivo: </li></ul><ul><li>1.1) Difusão simples </li></ul><ul><li>Moléculas atravessam livremente a membrana plasmática . </li></ul><ul><li>Ocorre a favor do gradiente de concentração </li></ul>
  6. 7. <ul><li>1) Transporte Passivo: </li></ul><ul><li>1.2) Difusão facilitada </li></ul><ul><li>Moléculas atravessam a membrana plasmática através de proteínas SEM GASTO de energia. </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Movimento da água entre meios com concentrações diferentes de solutos, separados por uma membrana semipermeável. </li></ul><ul><li>A água movimenta-se sempre de um meio hipotônico (menos concentrado em soluto) para um meio hipertônico (mais concentrado em soluto) com o objetivo de se atingir a mesma concentração em ambos os meios </li></ul>
  8. 9. <ul><li>É a solução que apresenta menor concentração de solutos do que outra solução que se encontra separada da primeira por uma membrana semipermeável. </li></ul>
  9. 10. <ul><li>É a solução que apresenta maior concentração de solutos do que outra solução que se encontra separada da primeira por uma membrana semipermeável. </li></ul>
  10. 11. <ul><li>É um estado de equilíbrio osmótico entre dois meios separados por uma membrana semipermeável. </li></ul>
  11. 15. <ul><li>2) Transporte Ativo: </li></ul><ul><li>Passagem de moléculas através de proteínas da membrana plasmática COM gasto de energia. </li></ul>
  12. 16. <ul><li>Sustentação da célula; </li></ul><ul><li>Formada por : </li></ul><ul><li>Microtúbulos -> proteína tubulina, </li></ul><ul><li>-> mantêm a forma da célula, </li></ul><ul><li>-> disposição das organelas, </li></ul><ul><li>-> formação do fuso, </li></ul><ul><li>-> formação dos centríolos </li></ul>
  13. 18. <ul><li>Microfilamentos : </li></ul><ul><li>formado por actina </li></ul><ul><li>estrutura filamentosa, </li></ul><ul><li>função citoesquelética </li></ul><ul><li>função contrátil </li></ul><ul><li>movimentação celular (ciclose) e movimento amebóide </li></ul>
  14. 19. Actina Contração
  15. 20. Ciclose Amebóide
  16. 21. <ul><li>Filamentos intermediários : </li></ul><ul><li>diâmetro (10 nm), </li></ul><ul><li>intermediário entre os filamentos finos e grossos, </li></ul><ul><li>não podem aumentar ou diminuir de tamanho, </li></ul><ul><li>α -hélice , </li></ul><ul><li>Função de ancorar as estruturas celulares, </li></ul><ul><li>forma os desmossomos (junção intercelular), </li></ul><ul><li>função de absorver impactos. </li></ul>
  17. 22. Ancorar estruturas Desmossomos
  18. 23. <ul><li>Constituído de RNA + proteínas; </li></ul><ul><li>Formados por 2 subunidades: maior e menor, </li></ul><ul><li>As subunidades são ligadas por íons magnésio, </li></ul><ul><li>Apresentam-se livres ou aderidos ao RE; </li></ul><ul><li>Auxilia a síntese de proteínas, </li></ul>EGS! Ribossomos do citosol -> proteínas mantêm-se no meio intracelular Ribossomos associados ao retículo -> são exportadas para o meio extracelular
  19. 26. <ul><li>Formado por rede de membranas lipoprotéicas; </li></ul><ul><li>Associado a membrana nuclear e a membrana plasmática. </li></ul><ul><li>Função : </li></ul><ul><li>Transporte de substâncias; </li></ul><ul><li>Armazenamento de substâncias; </li></ul><ul><li>2 tipos: </li></ul><ul><li>Retículo endoplasmático não granuloso ou liso; </li></ul><ul><li>Retículo endoplasmático granuloso ou rugoso. </li></ul>
  20. 27. <ul><li>RE não-granuloso ou liso </li></ul><ul><li>Sintetiza lipídios na célula, </li></ul><ul><li>Neutralização de substâncias tóxicas. </li></ul><ul><li>RE granuloso ou rugoso </li></ul><ul><li>Síntese e transporte de substâncias. </li></ul>
  21. 28. <ul><li>Constituído por sáculos lameliformes ou dictiossomos (pilhas de sacos achatados); </li></ul>
  22. 29. <ul><li>Funções: </li></ul><ul><li>1. Condensação e </li></ul><ul><li>armazenamento, </li></ul><ul><li>2. Síntese de </li></ul><ul><li>polissacarídeos, </li></ul><ul><li>3. Síntese de </li></ul><ul><li>glicoproteínas. </li></ul>
  23. 30. <ul><li>4. Formação da lamela média dos vegetais; </li></ul><ul><li>5 . Formação do acrossomo do espermatozóide; </li></ul><ul><li>6 . Formação dos lisossomos. </li></ul>
  24. 31. <ul><li>Vesículas que contêm enzimas digestivas; </li></ul><ul><li>Formada pelo RER; </li></ul><ul><li>Empacotadas pelo complexo golgiense. </li></ul><ul><li>Função: </li></ul><ul><li>Digestão intracelular </li></ul>
  25. 32. Complexo de Golgi Lisossomo primário Fagossomo Lisossomo secundário Fagocitose Vacúolo residual
  26. 33. <ul><li>Autofagia -> reciclagem celular; </li></ul><ul><li>Autólise -> ocorre quando o lisossomo rompe liberando suas enzimas provocando a destruição da célula. </li></ul>
  27. 34. <ul><li>Resultante da deposição de cristais do ácido nos tecidos e articulações </li></ul><ul><li>Caracterizada por uma inflamação articular evidenciado com calor, rubor, edema e extrema dor principalmente os pés. </li></ul>
  28. 35. <ul><li>Causada pela inalação de partículas de sílica cristalina </li></ul><ul><li>Afeta os mineiros, após anos de inalação da sílica presente no ar dos túneis e galerias. </li></ul><ul><li>A sílica se deposita nos alvéolos pulmonares furando células e rompendo os lisossomos que derramam suas enzimas que destroem as células, ação conhecida como apoptose. </li></ul><ul><li>Causa dificuldade respiratória e baixa oxigenação do sangue, provocando tontura, fraqueza e náuseas, incapacitando o trabalhador. </li></ul>
  29. 36. Pulmão normal Pulmão com silicose
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×