• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Interior da terra e Crosta Terrestre
 

Interior da terra e Crosta Terrestre

on

  • 3,636 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,636
Views on SlideShare
3,570
Embed Views
66

Actions

Likes
1
Downloads
45
Comments
0

2 Embeds 66

http://eemarcaldesouza.blogspot.com.br 65
http://www.eemarcaldesouza.blogspot.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Interior da terra e Crosta Terrestre Interior da terra e Crosta Terrestre Presentation Transcript

    • GEOGRAFIAEE.MARÇAL DE SOUZA TUPÃ Y PGTE_RM: MARINEUSE MESTRINER 1º ANO PROFESSOR –TIAGO FRANCO JORGE Formação da Terra e Litosfera –Interior da Terra e crosta terrestre
    • A formação do planeta Terra Segundo a teoria mais aceita pelos cientistas: Logo no início da formação Por volta de 5 bilhões do Sistema Solar. de anos atrás. A Terra era uma grande bola incandescente, com temperaturas próximas a 1.500 graus Celsius (°C).Com o passar de vários milhões de anos, essa bola incandescentefoi aos poucos se resfriando e solidificando na sua parte externa. FORMANDO O que chamamos de litosfera, cuja superfície habitamos.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Durante o processo de resfriamento da Terra, houve liberação de gases e vapores. Eles deram origem a uma camada de ar chamada atmosfera. Que envolve e protege a Terra. LatinStockPor volta de 4,6 bilhões deanos atrás, a temperaturada Terra começou a baixar,dando origem a um grandeperíodo de chuvas, porcausa da condensação dovapor d’água contido naatmosfera. O planeta Terra atualmente, em fotografia gerada a partir de imagem de satélite.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva A chuva caía continuamente. Acumula-se nas partes mais baixas da superfície. Formando os oceanos As águas marinhas e as continentais formam a hidrosfera, que significa esfera de água.• Há aproximadamente 3,5 bilhões de anos, surgiu a vida na Terra. A vida vegetal e animal, que começou a se desenvolver inicialmente nos oceanos, graças ao conjunto de influências dessas três esferas – litosfera, atmosfera e hidrosfera –, deu origem à quarta esfera: a biosfera ou esfera da vida. A biosfera é o conjunto de todos os ecossistemas da Terra.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva A estrutura interna da Terra e a crosta terrestreAté hoje não se sabe ao certo do que é formado o interior da Terra. Isso porque o material que sai do seu interior atravésAs perfurações mais dos vulcões vem deprofundas já feitas profundidades de, noatingiram 13 quilômetros. máximo, 200 quilômetros.As melhores informações são fornecidas pelo estudo dapropagação das ondas sísmicas provocadas por vibraçõesda crosta terrestre, que têm sua origem no interior da Terra.Essas vibrações são chamadas de abalos sísmicos.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Crosta terrestre, manto e núcleo Luis Moura Ilustração com cores-fantasia, sem proporção de tamanho e de distância. A crosta terrestre é a parte superficial ou externa já consolidada no planeta, sobre a qual vivemos. É constituída de uma camada relativamente fina, com espessura que varia de 5 a 70 quilômetros, aproximadamente, sendo mais espessa nos continentes (até 70 quilômetros) e mais fina no fundo dos oceanos (5 a 10 quilômetros, aproximadamente). Isso porqueO manto, ou camada Fonte: Dirce Maria Antunes Suertegary (org). Terra – Feiçõesintermediária, é composto ilustradas. Porto Alegre: UFRGS, 2003. p. 16predominantemente pelo magma. Abaixo do manto, encontra-se o núcleo, conhecido também pelo nome de nife. Nele predominam dois minerais, o níquel e o ferro.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva A mobilidade da crosta terrestre As placas tectônicas Em 1912, o cientista alemão Alfred Wegener divulgou uma teoria, chamada deriva dos continentes, segundo a qual, há muitos milhões de anos, existia um único bloco continental, que ele denominou Pangeia. Aproximadamente entre 200 e 250 milhões de anos atrás, a Pangeia teria se rompido, formando dois grandes blocos, o continente Laurasiático (Norte) e o continente Gondwana (Sul). Após essa primeira separação, outras subdivisões teriam ocorrido, até que os continentes tomassem a forma e a dimensão atuais. Etapas do processo de afastamento das placas tectônicas, dando origem à formação atual dos continentes, que, no entanto, continua sofrendo alterações:Fonte: Concise Atlas of the world. Nova York: Oxford University Press, 1993. p. 4./Atlas Geográfico escolar. Rio de Janeiro: IBGE. p. 64-65
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva No princípio, a teoria de Wegener não foi muito aceita. Isso só mudou com a descoberta de que a crosta terrestre é formada pelas placas tectônicas e que realmente não constitui, como se imaginava, uma camada inteira ou contínua. Essas placas, assentadas sobre a camada pastosa do manto,A comprovação de que a movimentam-se continuamente. Acamada mais externa da velocidade desses movimentos,Terra se subdivide em porém, é muito baixa. Avárias partes, formando placa sul-americana, que inclui aum quebra-cabeças, deu- América do Sul, por exemplo,se em 1984. afasta-se da placa africana a uma velocidade de aproximadamente 3 centímetros por ano.
    • Principais placas tectônicas Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora SaraivaMário Yoshida Fonte: Concise Atlas of the world. Nova York: Oxford University Press, 1993. p. 5 (adaptado),
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva ATIVIDADES1-Os limites das placas tectônicas coincidem com os das áreas continentais?Não, pois os limites das placas tectônicas é uma coisa e as áreas continentais é outra.2-Que placas estão se afastando? Quais estão se chocando?Placa do Pacífico,Placa norte-americana ,Placa Euro-Asiática, Placa indo-Australiana, Placa Africana , Placa sul- Americana , Placa de Nazca . Placa
    • 3- No território brasileiro, a incidência de terremotos é pequena, sendo pouco provável a ocorrência de sismos de grandes proporções com consequências catastróficas. Qual seria a explicação para isso?Por que o território brasileiro esta bem no meio da placa tectônicas e por isso não ocorre terremotos .
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora SaraivaO movimento das placasO que faz essas placas se Segundo uma descobertamovimentarem. r recente (década de 1960) É a ascensão do magma pelas fendas existentes nas grandes cadeias de montanhas submarinas, chamadas de dorsais oceânicas ou cordilheiras meso-oceânicas. A ascensão do magma provoca o alargamento dessas dorsais, que empurram lateralmente as placas e, consequentemente, os continentes que delas fazem parte. • Esses movimentos laterais dão origem aos deslizamentos e choques entre elas. • O choque entre duas placas causa o “enrugamento” de uma delas; enquanto a outra afunda no manto.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Formação da cordilheira Meso-oceânica do AtlânticoLuis Moura Fonte: Antonio Christofoletti. Geografia para o mundo atual. v.I. s/d (adaptado).
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora SaraivaEsse enrugamento explica como, há milhões deanos, formaram-se as mais altas cadeias demontanhas da Terra, como o Himalaia (na Ásia),os Andes (na América do Sul) e as Rochosas (naAmérica do Norte), e o fato de no alto delas seremencontrados fósseis marinhos e outros materiaisde origem sedimentar.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Corte vertical da zona de contato entre a placa de Nazca e a placa Sul-AmericanaLuis Moura Fonte: Jurandyr L.S. Ross. Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp/FDE, 1996. p.32 (adaptado). A placa de Nazca mergulha por baixo da placa Sul-Americana aproximadamente 1 centímetro por ano.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora SaraivaAs rochas componentes da crosta terrestreA crosta terrestre constitui-sepredominantemente de rochas. A areia, ogranito, o mármore e a argila são algumasdas rochas nela encontradas.De acordo com a sua origem ou formação,essas rochas podem ser agrupadas emmagmáticas, sedimentares emetamórficas.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora SaraivaRochas magmáticas Fabio Colombini Esses tipos de rochas são resultantes do resfriamento e consolidação do magma, que provém do interior da Terra e é o principal componente do manto. O granito é um exemplo de rocha magmática.Foram os primeiros tipos de rochas que se formaram, com aconsolidação da parte externa do planeta, há bilhões de anos.A solidificação do magma pode se realizar tanto sobre asuperfície terrestre como no interior da crosta.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Rochas sedimentares Fabio Colombini Formam-se pela acumulação (deposição) de sedimentos, provenientes da fragmentação de outras rochas; pela ação da água, do vento e do gelo; e de restos de organismos animais e vegetais. O processo de formação das rochas sedimentares é extremamente lento. O calcário é um exemplo de rocha sedimentar.Uma rocha magmática exposta, por exemplo, na superfície da Terrasofre a ação do tempo e vai sendo decomposta. Os sedimentos, porsua vez, depositam-se aos poucos no fundo de um lago ou oceano.Nesse local, eles vão sendo comprimidos em camadas que, depois demuito tempo, formam rochas sedimentares, como o arenito.
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Rochas metamórficas Esses tipos de rochas são resultados da transformação de rochas sedimentares ou magmáticas, submetidas a grandes pressões (peso) e elevadas temperaturas. Embora possam manter características da rocha original, as rochas metamórficas geralmente adquirem características novas. Elas costumam se formar abaixo da superfície, em grande profundidade. Age FotoStock / Keystock/KeystoneAs rochas metamórficasgeralmente são ricas em metais.Quando possuem grãos de ouro,prata, ferro ou outros metais sãochamadas minérios, todas devalor comercial. Jazida de mármore em Carrara, na Itália.
    • 4- caracterize a rochas de acordo com a sua formação . ROCHAS MAGMÁTICASForam os primeiros tipos de rochas que se formaram, com aconsolidação da parte externa do planeta, há bilhões de anos.A solidificação do magma pode se realizar tanto sobre a superfícieterrestre como no interior da crosta. ROCHAS SEDIMENTARESFormam-se pela acumulação (deposição) de sedimentos, provenientesda fragmentação de outras rochas; pela ação da água, do vento e dogelo; e de restos de organismos animais e vegetais. ROCHAS METAMÓRMICAS
    • Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva GEOGRAFIA 1º ANO PROFESSOR – TIAGO JORGE– Formação da Terra e Litosfera– Interior da Terra e Crosta terrestre