• Like
  • Save
Degradação de pastagens em Goiás
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Degradação de pastagens em Goiás

on

  • 290 views

 

Statistics

Views

Total Views
290
Views on SlideShare
290
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Degradação de pastagens em Goiás Degradação de pastagens em Goiás Presentation Transcript

    • Orientadora: Profa. Dra. Eliane S. M. Okada Co-Orientador: Prof. Dr. Paulo H. Filho Mestranda: Marília Gomes Ismar
    •  Importância da pecuária  Importância do conhecimento sobre: • Aspectos produtivos • Industrialização • Comercialização • Consumo dos produtos SWOT
    • Produtor e Técnico
    •  Um dos fatores limitantes: FORRAGEM • • Gado de corte Gado de leite  Produtividade confinamentos MANEJO SUSTENTÁVEL DAS PASTAGENS SUCESSO NA PRODUÇÃO PECUÁRIA
    •  Mundo: 20% de pastagens degradadas  Agravando em três vezes nas regiões mais secas  Brasil: 80% nas mesmas condições  Produção a pasto
    • Não termos informações suficientes e precisas a cerca das principais causas que levam a conservação ou degradação das forragens A pastagem é hoje um dos aspectos críticos no que se refere à produtividade, lucratividade e sustentabilidade na produção
    • Propiciar aos produtores e profissionais dados que possam ser usados nas tomadas de decisões, para que haja harmonia entre o solo, a planta, os animais, o homem e o meio ambiente em que estão inseridos, criando assim, um aspecto sustentável para a produção
    • Goiás faz divisa com MT, MS, MG, BA e TO Fonte: Engesat (2013)
    • Cerrado 23,9% do território brasileiro Fonte: IBGE (2013)
    •  Cerrado: 39% de área convertida em agropecuária  Goiás: estima-se 63% de vegetação substituída (Ferreira, 2009)  Demanda crescente e contínua por alimento (FAO, 2010)
    • Branco (2000); Dias-Filho (2011)
    • Melhoramento das pastagens. Reutilização de áreas desmatadas, improdutivas, abandonadas, com baixa produtividade ou subutilizadas. Dias-Filho (2010)
    • Como diferenciar os tipos de degradação? Dias-Filho (2011)
    • Processo de degradação das pastagens: Macedo (1999)
    • Macedo et al. (2012)
    • Macedo et al. (2012)
    • Macedo et al. (2012)
    • Através de análise de dados ambientais, de observação local e de questionários, elencar os principais fatores contribuintes para a degradação de pastagens nas microrregiões de Anicuns e Rio Vermelho
    •  Mapear as características ambientais da área de estudo; Até março de 2014  Analisar in loco a interação solo-planta-animalambiente; Até julho de 2014  Aplicar questionário socioeconômico semi- estruturado; Até julho de 2014  Elencar os fatores mais ofensivos às pastagens avaliadas. Até dezembro de 2014
    • IBGE (2011)
    • Spot vegetation Andrade et al. (2013)
    • IBGE (2011)
    • IBGE (2011)
    •  Microrregiões de Anicuns - três municípios  Microrregião do Rio Vermelho - dois municípios  Sendo estes valores amostrais referentes a aproximadamente 22,5% do total do número de municípios de cada microrregião
    •  Municípios escolhidos - Anicuns (IMB, 2010): • Nazário (572 domicílios rurais particulares permanentes) • Turvânia (319 DRPP) • Firminópolis (971 DRPP)  Municípios escolhidos - Rio Vermelho (IMB, 2010): • Faina (1.052 DRPP) • Aruanã (409 DRPP)  10% das propriedades (186 + 146 = 332) - Emater
    •  Seleção e coleta de dados: SIEG; IBGE; FAEG/DETEC; Embrapa; Embrapa Estatística e, Secretaria da Agricultura, materiais de revisões bibliográficas, livros, artigos, teses e dissertações sobre a temática.
    •  Os mapas das características ambientais estão disponíveis no site do SIEG, os quais serão convertidos em formatos de imagens e tratados com o uso do programa Spring 10 (software de uso livre do INPE), onde serão realizados cruzamentos ambientais e socioeconômicos. de dados
    •  Serão realizados diagnósticos de cunho socioambiental das propriedades visitadas, a partir de observações in loco, para caracterização e mapeamento das atividades produtivas, com ênfase na pecuária.
    •  O trabalho de gabinete será feito em computadores com configuração própria para trabalhos de geoprocessamento, que incluem seleção e tratamento de imagens de satélites, disponíveis no site do INPE. Seguido do mapeamento com uso do Software ArcGis10® (ESRI) com licença de uso adquirida pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFG/Campus Jataí.
    •  A pesquisa em questão tem como finalidade a apresentação dos dados de forma descritiva e explicativa (Braz, 2012).  Alguns dados serão testados de forma estatística não paramétrica, pelo teste de hipóteses “qui quadrado”, destinado a encontrar um valor de dispersão para duas variáveis nominais, avaliando a associação existente entre variáveis qualitativas (Sampaio, 2010).
    •  Sem riscos significativos.  Questionários semi-estruturados elaborados de modo a não haver quaisquer dúvidas.  As dificuldades são de média importância: • Aquisição de verba • Aceitação dos proprietários
    •  Obtenção de informações sobre as principais causas que levaram a degradação das pastagens;  Tendo como foco os sistemas de produção animal de bovinocultura de corte ou leite.
    •  Espera-se que os dados encontrados possam fornecer informações suficientes para que futuramente surjam propostas de produção sustentável de pastagens, conservação e recuperação de áreas degradadas;  Visando a otimização da produção, diminuição dos custos e evitando o uso descompensado dos recursos naturais.
    • ITENS Automóvel Uno Mille Economy 4p QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO R$ VALOR TOTAL R$ 1 un 32.000,00 32.000,00 4.000 l 2,89 11.560,00 GPS Garmim 76csx 2 un 1.480,00 2.960,00 Gravador de voz 1 un 400,00 400,00 Câmera digital 10 megapixels 1un 1.000,00 1.000,00 Cadernetas de campo 3 un 10,00 30,00 Impressão dos questionários 350 un 12,00 4.200,00 Diárias dos alunos de IC 200 un 89,00 17.800,00 Diárias da aluna de mestrado 100 un 89,00 8.900,00 Diárias do orientador 100 un 89,00 8.900,00 ------- ------- 87.750,00 Combustível TOTAL *un: unidade; l: litro
    •  EVZ – UFG: • Salas com computadores e rede wi-fi Dois alunos bolsistas de iniciação científica •
    •  Andrade, R. G. et al. Monitoramento de processos de degradação de pastagens a partir de dados Spot Vegetation. Embrapa Monitoramento por Satélite. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento 19, 1° edição, Campinas-SP, 2011.  Andrade, R. G. et al. Indicativo de degradação de pastagens a partir de dados Spot Vegetation. In: Anais do XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. INPE, p.6917-6922, Foz do Iguaçu-PR, 2013.  Branco, R. H. Degradação de pastagens - diminuição da produtividade com o tempo. Conceito de sustentabilidade. Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG, 2000.  Braz, F. P.; Mion, T. D.; Gameiro, A. H. Análise socioeconômica comparativa de sistemas de integração lavoura-pecuária em propriedade rurais nas regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste do Brasil. Informações econômicas, v.42, n.2, São Paulo-SP, 2012.
    •  Garcia, Fanuel Nogueira. Monitoramento das pastagens cultivadas no Cerrado goiano a partir de imagens modis índices de vegetação. Dissertação de mestrado em Geografia - Universidade Federal de Goiás, Goiânia-GO, 2012.  Embrapa. O Cerrado. Disponível em: www.cpac.embrapa.br/unidade/ocerrado/#. Acessado em: 24/06/2013. 2012.  FAO. The states of food and agriculture – women in agriculture. Sales and Marketing Group FAO, Itália-Roma, 2010.  Ferreira, L. G. et al. Dinâmica agrícola e desmatamentos em áreas de cerrado: uma análise a partir de dados censitários e imagens de resolução moderada. Revista Brasileira de Cartografia, n.61/02, p.117127, Rio de Janeiro-RJ, 2009.  Ferraz, J. B. S. & Felício, P. E. D. Production systems – an example from Brazil. Meat Science, v.84, n.2, p.238-243, 2010.  Dias-Filho, M. B. Produção de bovinos a pasto na fronteira agrícola. Editora Palmas, p.131-145, Palmas-TO, 2010.
    •  Dias-Filho, M. B. Degradação de pastagens – processos, causas e estratégias de recuperação. Editora MBDF, 4° edição, Belém-PA, 2011.  IBGE. Mapa de Biomas do Brasil, primeira aproximação. Rio de Janeiro: IBGE. Disponível em: www.mapas.ibge.gov.br/fisicos. Acessado em 24/06/2013. 2004.  IBGE. Mapas e dados do Estado de Goiás. Disponível em: www.ibge.gov.br/estadosat/perfil.php?sigla=go#. Acessado em: 26/06/2013. 2011.  IBGE. Disponível em: www.ibge.gov.br. Acessado em: 20/06/2013. 2013.  IMB. Microrregião Anicuns - Número de Domicílios particulares permanentes. Disponível em: www.seplan.go.gov.br/sepin/perfilweb/Estatistica_bde.asp. Acessado em: 03/07/2013. 2010.  IMB. Microrregião Rio Vermelho - Número de Domicílios particulares permanentes. Disponível em: www.seplan.go.gov.br/sepin/perfilweb/Estatistica_bde.asp. Acessado em: 03/07/2013. 2010.
    •  Macedo, C.M.M. Degradação de pastagens: conceitos e métodos de recuperação. In: Anais do Simpósio sobre sustentabilidade da pecuária de leite no Brasil. Juiz de Fora: Embrapa Gado de Leite, p.137-150, Goiânia-GO, 1999.  Macedo, M. C. M. Integração lavoura e pecuária: alternativa para sustentabilidade da produção animal. In: Anais do 18º Simpósio Sobre Manejo da Pastagem: Planejamento de Sistemas de Produção em Pastagens. FEALQ, p.257283, Piracicaba-SP, 2001.  Macedo, M. C. M. et al. Degradação de pastagens, alternativas de recuperação e renovação, e formas de mitigação. Embrapa Gado de Corte, Campo Grande-MS, 2012.  Neto, S. L. Manejo de pastagens. Coleção lucrando com a pecuária. Editora Aprenda fácil, 2° edição, v.6. Viçosa-MG, 2000.  Parron, L. M. et al. Cerrado – desafios e oportunidades para o desenvolvimento sustentável. Editora Embrapa, 1° edição. Embrapa Cerrados, Planaltina-DF, 2008.  Peterniani, E. Agricultura sustentável nos trópicos. Estudos avançados, v.15, n.43, p.303-326, 2001.  Sampaio, I. B. M. Estatística Aplicada à Experimentação Animal. Editora FEPMVZ, 3° edição, Belo Horizonte-MG, 2010.