STRONGMAN                                                            Por: Marília Coutinho               Provas e competiç...
TRACIONAMENTO DE VEÍCULO                                                                                                O ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

(Strongman) Provas e Competições - parte 1

1,284 views

Published on

Artigo da coluna de Strongman do JMF. Esta série aborda provas e competições. Publicado no Jornal da Musculação e Fitness edição 83.

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,284
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

(Strongman) Provas e Competições - parte 1

  1. 1. STRONGMAN Por: Marília Coutinho Provas e competições parte 1 ão preciso repetir que feitos de força existiram As provas variam conforme a criatividade e recursos dosN desde sempre. Temos os registros antigos, já comentados nas edições anteriores, mas podemos também usar a imaginação e retroceder aindamais: se “jogo” é algo intrínseco à cultura, eu imagino um organizadores. Quase todas, no entanto, têm em comum a utilização de objetos “comuns”, a execução de tarefas de força sem uma codificação motora precisa, o desafio de criar rapidamente uma estratégia para a execução das mesmas epessoal reunido (numa savana africana, para dar um tom pré‑ uma enorme demanda de coordenação, equilíbrio ehistórico à cena) para ver quem conseguia levantar agilidade. Além disso, quase todas requerem umadeterminada pedra. Ou jogar um tronco de árvore mais combinação de potência, força máxima e força de resistêncialonge. Você não?? Faça um esforço. de altíssima intensidade.No entanto, entre as pedras irregulares da pré‑história Vamos analisar três provas: Atlas Stones, Fingalʼs Fingers eimaginária ou antiguidade registrada, e as Atlas Stones do Tracionamento de veículo.moderno Strongman, há uma grande diferença. Como emqualquer esporte de alta performance, o resultado excelente ATLAS STONESdo atleta não depende apenas de sua força bruta, mas de O equipamento são esferas sólidas de peso variável, sendomuita técnica. as mais pesadas utilizadas em provas, de 180kg. É uma dasOs eventos de Strongman são constituídos por uma provas mais complexas do Strongman, envolvendo umavariedade de provas escolhidas entre um menu de opções habilidade precisa para agarrar o objeto esférico, levantá‑lomais ou menos bem estabelecidas. Nesta e nas próximas do chão, trazê‑lo em contato com o corpo e projetá‑lo para aedições, vamos examinar as características destas provas e os plataforma de altura também variável. Atletas mais altos têmdesafios que elas representam. uma vantagem natural. No entanto, essa vantagem podeAs provas são variadas e criativas. Incluem objetos comuns do ser compensada pela potência do movimento de extensãodia a dia moderno como refrigeradores, bujões de gás ou rápida de quadril (“snap”) envolvido na tarefa de erguercarros. Outras são adaptações de exercícios e provas comuns a bola.dos esportes de força padronizados. Observe a sequência a seguir:Provas mais comuns:Caminhada do fazendeiro – os competidores carregam objetos pesados (entre 130-200kg), um em cada Desenvolvimento – a carga mais pesada possível é levantada sobre a cabeça, ou uma carga mais leve émão, com uma alça, por um determinado percurso. Ganha quem o percorrer mais rápido. usada para repetições.Caminhada da cangalha – uma cangalha, composta de uma barra com dois pesos, é carregada por uma Arremesso de tronco – um tronco de cerca de 5m é arremessado à distância (lembrem-se dos Highlanddeterminada distância. Games, é a mesma prova!).Carregamento - objetos pesando entre 100-160kg (também variável) são colocados na carroceria de um Levantamento terra – levantar pesos ou veículos de cerca de meia tonelada a partir do chão e até que oscaminhão ou plataforma semelhante e empurrados/arrastados num percurso de cerca de 15m. joelhos fiquem travados. Levanta-se o maior peso ou o maior número de repetições com um peso fixo.Pedras de Atlas – “pedras” (objetos esféricos de cimento) de pesos crescentes, entre 80-180kg são Pilares de Hércules – o atleta se coloca entre dois pilares instáveis, segurando alças de modo a impedir quelevantadas e colocadas em plataformas elevadas. os pilares caiam para os lados. Os pilares devem ser mantidos em pé pela maior duração de tempo.Pedra de Husafell – uma pedra chata, mais ou menos triangular, em torno de 170kg é carregada no peito “Fingal’s Fingers” – uma série de postes presos numa das extremidades são erguidos a partir da posiçãopor certa distância. horizontal e virados para o outro lado. O nome “Fingal” deriva do guerreiro mitológico gaélico.Caminhada do Pato – um pote de cerca de 200kg com uma alça é carregado por certa distância. Arremesso de barril – os competidores devem arremessar dez barris de 25kg acima de uma barreira.Tração de caminhão – veículos como caminhões, vans, ônibus, carros ou mesmo aviões são puxados por Carregar um carro – colocando-se dentro de um veículo sem teto e sem fundo, com um arreio, o atleta devecerca de 30m o mais rápido possível, com um arreio preso ao corpo do atleta e ao veículo, e uma corda, à carregar um carro pela maior distância ou menor tempo.frente, para que o atleta puxe. Tombamento de pneus – pneus de trator são tombados um número de vezes pelo menor tempo possível.94 MUSCULAÇÃO & FITNESS
  2. 2. TRACIONAMENTO DE VEÍCULO O veículo é acoplado ao atleta através de um cabo forte preso a um arreio. Este arreio, feito de tiras que envolvem o corpo do atleta, permite que ele tire o veículo da inércia projetando seu 1 2 3 4 próprio corpo para frente. Assim que o veículo sai da inércia, oSequência do movimento da prova de Atlas Stones, cada fase ilustrada por um atleta diferente. atleta passa a tracioná‑lo caminhando para frente com oFig. 1: retirada da bola do chão, Marcos Menezes; 2 a 4: movimento de trazer a bola para o arreio, puxando o veículo, ao mesmo tempo em que puxa a sicorpo com agachamento e extensão de joelhos e quadril, Marcos Mohai; mesmo (com a carga do veículo) por uma corda à frente. 5 6 7 8 1 25: “snap” do quadril, projetando a bola para cima, Marcos Feitosa; 6: continuidade domovimento potente do quadril, onde a bola é dirigida ao suporte, Marcos Menezes; 7 e 8:finalização do movimento, bola em aceleração e fase aérea, Marcos Mohai. Fig. 1 e 2: atleta tirando o veículo da inércia - note o ângulo do corpo do atleta em relação ao chão, dando maior eficiência aos movimentos de propulsão, Marcos Mohai;FINGAL’S FINGERSOs postes são articulados numa dobradiça pela ponta. Têmpesos variados e são erguidos pelo atleta até tombá‑lo para olado contrário, em direção vertical. O movimento inicia‑secomo um stiff ou terra, retirando o poste do chão. Assim quepossível, o atleta “entra embaixo” do poste e o 3 4 5empurra/arremessa para cima, tarefa que se torna cada vezmais difícil na medida em que se aproxima da dobradiça. 3 e 4: veículo começa a se mover, momento em que o atleta imprime mais esforço deQuanto mais potente for o arremesso da carga e a habilidade propulsão, começando a “caminhar”, Marcos Feitosa e Marcos Menezes; 5: atleta tracionaem “andar com as mãos”, aproveitando a aceleração do veículo já em movimento, Marcos Feitosa.objeto, mais eficiente será o movimento. NOTÍCIAS DO STRONGMAN NACIONAL Dia 22 de janeiro foi realizada a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Strongman na cidade de Peruíbe, SP. Na categoria até 100kg os três primeiros colocados foram, na sequência, Marcos Menezes, Marcos Feitosa e Cleiton Gaspar. Na categoria absoluta, os três primeiros colocados 1 2 3 4 foram Marcos Mohai, Thiago Hadad e Nilson Prado. Mais notícias no site: www.strongmanbrazil.comFig. 1: movimento de erguer o poste do chão, Marcos Mohai; 2: movimento de “entrarembaixo do poste”, Thiago Hadad; Nosso grande Ricardo Nort foi promovido à categoria “Pro” no Strongman Internacional, já convocado para o “British Grand 3 a 5: “caminhando Prix”, dia 20 de março, no Excel Centre, Londres. Parabéns a ele! com as mãos” no poste, Thiago Hadad; 6 e 7: finalização do Agradecimentos: a autora agradece os atletas Marcos movimento e Menezes, Marcos Feitosa, Marcos Mohai e Thiago Hadad pelas tombamento do poste. imagens. 5 6 7 MUSCULAÇÃO & FITNESS 95

×