Plano de aula moradia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • MUITO BOM ESTE PLANO DE AULA
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
44,357
On Slideshare
44,324
From Embeds
33
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
231
Comments
1
Likes
2

Embeds 33

http://marildabassanesi.blogspot.com.br 15
http://www.marildabassanesi.blogspot.com.br 15
http://marildabassanesi.blogspot.com 3

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. PLANO DE AULA: Escola Municipal Reverendo Darci Miranda GonçalvesTURMA: Pré BTEMPO PREVISTO PARA EXECUÇÃO: 15 horas DATAS: 25/27/28/06/2012HORÁRIO: 07:45 ás 11:45 horas1- CONTEÚDO Geografia: PRODUÇÃO, TRANSFORMAÇÃO E PRESERVAÇÃO DOESPAÇO: Lugar de Morar Matemática: Conceito de número2- OBJETIVOSOBJETIVO GERAL: • Estimular a criatividade, sensibilidade, curiosidade, imaginação e alinguagem oral, como também explorar os conceitos matemáticos e sensoriais.OBJETIVOS ESPECIFICOS: • Reconhecer a moradia como espaço de convivência familiar; • Diferenciar diferentes tipos de moradia a partir de imagens e fatos docotidiano; • Perceber as condições de habitação de diferentes grupos sociais; • Grafar, representar e identificar o numeral 3.3- ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS3.1- MOBILIZAÇÃO PARA A APRENDIZAGEM DOS CONTEÚDOS Contar a história dos três porquinhos dramatizando-a (professores e alunos).3.2- DESENVOLVIMENTO
  • 2. 1º MOMENTO:  Conversar sobre tipos de moradias para os humanos e os diferentes tipos de abrigos que os animais usam para se proteger e descansar; (explorar como eram construídas as casas que aparecem na história e indagar se atualmente observam casas desse estilo (palhas, madeiras, tijolos...);  Representar através de desenho e colagem a casa dos três porquinhos;  Explorar na oralidade, quantos são os porquinhos da história e quantas casinhas construíram;  Pedir para que registrem no caderno, através de desenho;  Apresentar o traçado do numeral 3;  Tarefa de casa.2º MOMENTO  Organizar os alunos em uma roda, para com eles cantar a música: “A Casa” de Vinicius de Moraes; A Casa.wmv A Casa Vincius de Moraes por Eliana.wmv  Mostrar para as crianças imagens de moradias e habitações (apresentação em PowerPoint (montagem pelas acadêmicas Delia e Eldir);  Utilizar as imagens coletadas pelas crianças, para montagem de painel sobre os diferentes tipos de moradias;  Confeccionar de forma tridimensional os tipos de moradias que conhecem e que puderam observar na apresentação;  Alinhavo do numeral 3;  Colagem sobre o numeral 3, com diferentes materiais;  Representar o numeral 3 com tampinhas, sementes, palitos, canudos e outros, classificando-os;  Realizar atividade de memorização da quantidade 3;  Tarefa de casa.3º MOMENTO  Realizar passeio nos arredores da escola, para observar diferentes tipos de moradias;
  • 3.  Registrar de forma pictográfica os diferentes tipos de moradias que puderam observar durante o passeio;  Realizar “a brincadeira: Coelhinho sai da Toca”;  Explicar que assim como os humanos precisam de uma casa para morar, os animais também precisam de um abrigo;  Apresentar em PowerPoint, alguns abrigos de animais (os mais populares); exemplo: gato, cachorro, formiga, João de barro, borboleta...;  Realizar atividade de memorização do conteúdo (atividade cada bicho tem seu lar);3.3-SÍNTESE INTEGRADORA  Realizar no laboratório de informática, jogos de quebra-cabeça e memória (moradias). Montar casinha 3 porquinhos Bob construtor construir casa4- PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS  Para alcançar os objetivos propostos serão utilizadas as seguintes estratégias: contagem de história com dramatização, aula expositiva dialogada, vídeo aula, passeio, música dramatizada, brincadeiras e jogos.5- RECURSOS DIDÁTICOS  Livro de literatura infantil, televisão, aparelho de DVD, DVDs, CDs, multimídia, computadores, cola, palito de picolé, palha, pequenas caixas recicláveis, papel dobradura, sulfite, crepom, massa de modelar, tesoura, palitos, barbantes, tabuleiro de alinhavos, agulha de perfuração, fantoches, dedoches, tampinhas, sementes, canudos, jornais, revistas, quadro negro, giz, lápis de cor.6- AVALIAÇÃO A avaliação será contínua e ocorrerá durante a realização das atividades propostas, observando o desempenho e a participação individual e coletiva dos alunos.
  • 4. REFERÊNCIASCURRICULO PARA A REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE CASCAVEL-EDUCAÇÃO INFANTIL – VOL I – 2008.Contos de Papel. – 2. Ed. – São Paulo: FTD, 1995.Planejamento semestral do Pré Escolar – 1º semestre 2012.
  • 5. Disponível em: www.youtube.com/watch?v=ipjly96rzxA. Acessado em: 29/05/2012.Disponível em: www.youtube.com/watch?v=Tr64alpIxeY. Acessado em: 29/05/2012.Disponível em: http://jogoseducativos.jogosja.com/jogos-educativos-Bob-o-construtor-Constrói-uma-casa. aspx. Acessado em: 30/05/2012.Disponível em: http://www.njogos.pt/minha_casa.html. Acessado em: 31/05/2012.Disponível em: http://www.colorirgratis.com/desenho-de-estas-sao-as-tres-casas-dos-tres-porquinhos-a-casa-de-palha-a-casa-de-madeira-e-tijolo-casa_3739.html.Acessado em: 31/05/2012.ANEXOSMOBILIZAÇÃO PARA A APRENDIZAGEM DOS CONTEÚDOS OS TRÊS PORQUINHOS ERA UMA VEZ UMA FAMÍLIA DE PORQUINHOS MUITO POBREZINHOS. CERTO DIA, A MÃE, SEM CONDIÇÕES DE SUSTENTAR SEUS TRÊSPORQUINHOS, MANDOU QUE SAÍSSEM E GANHASSEM A VIDA CADA UM POR
  • 6. SÍ. E LÁ SE FORAM OS TRÊS PORQUINHOS. ATÉ QUE ENCONTRARAMUM SÍTIO DESABITADO E RESOLVERAM CONSTRUIR ALÍ TRÊS PEQUENASCASINHAS. ASSIM, SERIAM VIZINHOS E CONTINUARIAM SE ENCONTRANDOTODOS OS DIAS. LIMPARAM O TERENO E SAÍRAM, CADA QUAL PARA UM LADO, A FIMDE BUSCAR MATERIAL PARA A CONSTRUÇÃO DE SUAS CASINHAS.COMBINARAM DE SE ENCONTRAR DEPOPIS DO ALMOÇO PARA INICIAREM OTRABALHO JUNTOS. HEITOR, O PORQUINHO CAÇULA, ENTROU PELA MATA. CÍCERO, OPORQUINHO DO MEIO, TOMOU O CAMINHO DO LAGO. E PRÁTICO, O MAISVELHO, SAIU EM DIREÇÃO À CIDADE VIZINHA. CHEGANDO A UMA CLAREIRA NO MATO, HEITOR NÃO PODE CONTERSEU GÊNIO VADIO. ESTAVA SEMPRE CANSADO, SONOLENTO. DEITOU-SENUM MONTE DE PALHA SECA E DORMIU. CÍCERO, AO CONTRÁRIO ERA DO TIPO EXPANSIVO. GOSTAVA DEBRINCAR E DE CURTIR AS COISAS BOAS DA VIDA. _ ORA, BOLAS! O TRABALHO E A CASINHA PODEM ESPERAR! EU VOUÉ PULAR NA ÁGUA E ME DIVERTIR _ PENSOU O FESTEIRO. PULOU NO LAGOE SE PÔS A NADAR. PRÁTICO ERA ESPERTO E TRABALHADOR. CHEGOU À CIDADE E FOIDIRETO A UM DEPÓSITO DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO. CONVERSOUCOM O GERENTE E, EM TROCA DE ALGUNS SERVIÇOS QUE PRESTOU,RECEBEU CIMENTO, TIJOLOS E TELHAS SUFICIENTES PARA A CONSTRUÇÃODE SUA CASA. NA HORA COMBINADA, PRÁTICO VOLTOU AO SÍTIO E COMEÇOU OTRABALHO. AO ACORDAR, HEITOR NOTOU QUE PERDERÁ A HORA. SAIUCORRENDO E, PARA FAZER SUA CASINHA, ACABOU LEVANDO UM POUCODE PALHA SECA ONDE DORMIU. CÍCERO, CANSADO DE TANTO BRINCAR, SAIU DO LAGO E PERCEBEUQUE JÁ ERA TARDE. MAL TEVE TEMPO DE APANHAR UM MONTE DE GALHOSSECOS PARA MONTAR SUA CASA.
  • 7. QUANDO OS DOIS CHEGARAM, PRÁTICO JÁ MONTAVA SUA CASA DETIJOLOS. HEITOR E CÍCERO CAÇOARAM DO IRMÃO. ACHAVAM QUE NÃO HAVIANECESSIDADE DE TANTO TRABALHO. PARA ELES, UMA BARRACA JÁBASTAVA. PRÁTICO ALERTOU-OS SOBRE VÁRIOS PERIGOS, MAS ELES NEMLIGARAM. EM POUCOS MINUTOS, HEITOR ARMOU SUA CHOUPANA DE PALHA EFOI DORMIR. LOGO DEPOIS, CÍCERO MONTOU SUA CABANA DE GRAVETOS EENTROU PARA FESTEJAR. PRÁTICO, PORÉM, PASSOU A NOITE INTEIRA CONSTRUINDO SUACASA. NA MANHÃ SEGUINTE ESTAVA TUDO PRONTO. FOI QUANDO APARECEU UM TERRÍVEL LOBO ESFOMEADO.CHEGOU À PORTA DA CHOUPANA DE HEITOR E GRITOU: _ ABRA A PORTA OU SOPRAREI TÃO FORTE, QUE IRÁ TUDO PELOSARES. E SOPROU TANTO QUE A CASA DE PALHA VOOU PELOS ARES. O MESMO ACONTECEU COM A CABANA DE CÍCERO. APAVORADOS, OS PORQUINHOS CORRERAM PARA A CASA DEPRÁTICO. IRRITADO, O LOBO CHEGOU À CASA DE TIJOLOS E BERROU: _ ABRAM A PORTA JÁ, SEUS GORDUCHOS, OU SOPRAREI ATÉ ESSACASA DESMORRONAR. E SOPROU E BUFOU, MAS NÃO CONSEGUI O QUE QUERIA. CANSADO DE TANTO ESFORÇO O MALVADO SUBIU NO TELHADO EPULOU PELA CHAMINÉ. NO ENTANTO, CAIU DENTRO DE UM CALDEIRÃO DE ÁGUA QUENTEQUE PRÁTICO HAVIA COLOCADO SOBRE O FOGÃO. DESMORALIZADO E TODO QUEIMADO, O LOBO FUGIU CORRENDO ENUNCA MAIS APARECEU. PRÁTICO PERDOOU OS INEXPERIENTES IRMÃOS E JUNTOSCONSTRUÍRAM DUAS NOVAS CASINHAS PARA HEITOR E CÍCERO.
  • 8. ASSIM, VIVERAM TRANQUILOS E FELIZES PARA SEMPRE.1º momentoRepresentem através de desenho e colagem a casa dos três porquinhos.(Distribuir uma folha de sulfite, dividida em 3 partes para que desenvolvam aatividade, bem como palha, palito de picolé e papel cartão para recortarem ostijolos).LEMBRAM DA HISTÓRIA DOS TRÊS PORQUINHOS?Então registrem: QUANTIDADE DE PORQUINHOS QUE QUANTIDADE DE CASINHAS QUE APARECERAM NA HISTÓRIA: APARECERAM NA HISTÓRIA:
  • 9. TAREFA DE CASACOM AJUDA DE SEUS PAIS RECORTE DE (LIVROS, REVISTAS, JORNAIS...),FIGURAS (IMAGENS) DE DIFERENTES TIPOS DE MORADIAS (CASAS):2º MOMENTO
  • 10. Letra da Música “A Casa” de Vinicius de Morais A CASA ERA UMA CASA MUITO ENGRAÇADA NÃO TINHA TETO NÃO TINHA NADA NINGUÉM PODIA ENTRAR NELA NÃO PORQUE NA CASA NÃO TINHA CHÃO. NINGUÉM PODIA DORMIR NA REDE PORQUE NA CASA NÃO TINHA PAREDE NINGUÉM PODIA FAZER PIPI PORQUE PINICO NÃO TINHA ALI. MAS ERA FEITA COM MUITO ESMERO NA RUA DOS BOBOS NÚMERO ZERO.ALINHAVO DO NUMERAL 3
  • 11. NUMERAL 3 PARA COLAGEM DE PAPEL DOBRADURA RASGADO.REPRESENTE O NUMERAL 3 COM TAMPINHAS, SEMENTES, PALITOS,CANUDOS E OUTROS, CLASSIFICANDO-OS. (COM MEDIAÇÃO DOPROFESSOR).GOSTARAM DA HISTÓRIA DOS TRÊS (3) PORQUINHOS?ENTÃO, AGORA SE DIVIRTAM COLORINDO-OS.
  • 12. LIGUE A FIGURA DA CASA AO MATERIAL QUE FOI UTILIZADOPARACONSTRUÍ-LO.TAREFA DE CASAVAMOS TREINAR O TRAÇADO DO NUMERAL 3.
  • 13. 3ª MOMENTODistribuir folha de sulfite aos alunos para que registrem os tipos de moradias quepuderam observar durante o passeio.Brincadeira: Coelhinho sai da tocaFormação: Grupos de 3 crianças, duas formam a “toca” e abrigam um “coelhinho”no centro com as mãos dadas e os braços estendidos. As várias tocas com os seus co-elhinhos ficam dispersos no terreno, afastadas umas das outras, deixandoespaços para as corridas. Sobra um coelhinho sem toca no centro do terreno.Desenvolvimento: À ordem do líder: “__Coelhinho sai da toca”, os coelhinhos tro-cam de lugar. O coelhinho sem toca procura encontrar moradia. O coelhinho que so-brar continua o jogo. CADA BICHO TEM SEU LAR PARA SABER, É SO LIGAR