Reflexão - Croquis técnicos

2,511 views

Published on

2281- Interpretação de croquis técnicos;
4885 - Representação de croquis técnicos;
2316 - Técnicas de pesquisa para o desenvolvimento de peças de vestuário

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,511
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Reflexão - Croquis técnicos

  1. 1. Centro de Formação Profissional da indústria Têxtil, Vestuário, Confecção e Lanifícios TÉCNICAS DE PESQUISA Com o formador Victor Gonçalves tivemos trêsUFCD’s no decorrer do curso,técnicas de pesquisa, representação e interpretação de croquis técnicos. Os módulos foramdivididos de maneira que tivéssemos o acompanhamento do formador em todas as nossasavaliações, portanto, na escolha dos modelos e elaboração dos croquis contamos semprecom sua supervisão. O primeiro módulo, técnicas de pesquisa, foi muito interessante, pois falamos degabinetes de tendências, revistas, como analisar as cores e os principais focos que osestilistas passam nos desfiles, as estruturas das coleções e como são divididas durante oano. Formadores de opinião, críticos, diretores e como certas pessoas influenciam aescolhas numa estação do público em geral. Já trabalhei com assessoria aos média em umaloja e realmente essas coisas são de grande importância e repercussão, mesmo antes dessetrabalho, nas lojas e show-rooms podia notar-se como aumentava a venda de certos itemsconsoante saiam nas revistas ou eram vistos em pessoas com grande visibilidade, tais comoartistas de tv e cantores. A importância da internet cada vez mais presente como ferramenta de trabalho etornando mais barata as técnicas de pesquisa, seguindo sites, blogs de maneira a estarsempre bem informado e atualizado relativamente as novidades podendo assim estarsempre atualizado. Dentro do conceito de gabinetes de pesquisa, falamos do Intervision, que discute e“decide” com antecedência de alguns anos as cores que serão utilizadas em todas as áreas,desde o têxtil aos automóveis. Feiras de tendências tais como a Pitti, na Itália e aPremiervision, na França. Foi falado também sobre as fontes de inspiração dos estilistas e sobre os restritosgurpos de moda que ditam parte de tudo que se passa. Marianna Capuano
  2. 2. Centro de Formação Profissional da indústria Têxtil, Vestuário, Confecção e Lanifícios A seguir começamos o módulo de interpretação de croquis técnicos, onde temos emcada avaliação depois das pesquisas e escolhida a peça de vestuário, fazer o croquirespectivo numa escala de 1/8. Começamos construindo as bases anatómicas na mesma escala já citada acima, desenhora, homem e criança. A seguir fizemos com o acompanhamento do formador algunsexercícios que nos mostravam como demonstrar nos mesmos costuras, pespontos e todosos detalhes necessários a serem passados para o modelista de maneira que a ideia doestilista seja realizada. Podendo-se dizer então que é uma interpretação do desenho doestilista definindo detalhes da peça do modelista. Os croquis têm sempre que ter sempre objetividade, ser simples, traços limpos,livres de borrões, fundo branco, legendas com definições dos tipos de acabamento da peçae referência de cores do fornecedor. Se for necessário podem conter também alguns pontosde foco, podendo assim mostrar com mais clareza de detalhes pontos específicos da peça. Dessa maneira sinto, que apesar de não ter muito jeito para desenhos à mão livre, ofato de ser muito técnico ajudou-me a ter mais facilidade ao fazer os meus próprioscroquis. O formador sempre muito claro e solícito, explicou de maneira clara e passou atodos o tema de uma maneira simples. Com muita boa disposição e um humor sem igual,gostei imenso das suas aulas. Marianna Capuano

×