• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Quero Ser Social Media - Módulo Monitoramento e Métricas
 

Quero Ser Social Media - Módulo Monitoramento e Métricas

on

  • 2,205 views

Módulo de Monitoramento e Métricas em mídias sociais do curso Quero Ser Social Media, ministrado em maio/2013.

Módulo de Monitoramento e Métricas em mídias sociais do curso Quero Ser Social Media, ministrado em maio/2013.
http://querosersocialmedia.com.br/

Statistics

Views

Total Views
2,205
Views on SlideShare
2,170
Embed Views
35

Actions

Likes
19
Downloads
3
Comments
0

3 Embeds 35

https://twitter.com 17
http://www.linkedin.com 16
https://www.linkedin.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Quero Ser Social Media - Módulo Monitoramento e Métricas Quero Ser Social Media - Módulo Monitoramento e Métricas Presentation Transcript

    • MONITORAMENTOEMÉTRICASDEMÍDIASSOCIAISMARIANA OLIVEIRACURSOQUEROSERSOCIALMEDIAMAIO/2013
    • 1. MONITORAMENTO DE MÍDIAS SOCIAISOI! :)
    • O QUE É MONITORAMENTO?EARNEDMEDIAOWNEDMEDIAPAIDMEDIACanais proprietários econtrolados pelamarca:Ex: Fan Page, Perfil noTwitter, Canal noYoutube etc.É a mídia ganha. Oque é ditoespontaneamentesobre uma marca.Ex: Menções emMídias Sociais,imprensa etc.A mídia que écomprada comobjetivo de ampliar aaudiência nos canais:Ex: Facebook Ads,Promoted Tweets,Youtube TrueView etc.NÓS ESTAMOSAQUI :)
    • O QUE É MONITORAMENTO DE MÍDIAS SOCIAIS?É a coleta, classificação e análise de menções públicas em sites de mídiassociais, em relação a determinados termos previamente definidos.POR QUE MONITORAR?Para transformar o montante de dados que está disponível nas redes sociaissobre a sua marca/segmento/público em conhecimento útil, relevante e quetraga possibilidade de ação.FOCA NO BRIEFING!Qual o objetivo? Qual a demanda por informação?O que estamos buscando saber?Faça perguntas. Várias!O QUE É MONITORAMENTO?
    • PontualMarcaTemático• Marca;• SAC;• Concorrência;• Influenciadores;• Segmento/Mercado;• Campanhas e eventos;• Público;• Crises;• Território de Marca;TIPOS DE MONITORAMENTO:O QUE É MONITORAMENTO?
    • • Cliente;• Atendimento;• Pesquisa/Planejamento;• Criação;• Mídia Off;• Performance e SEO;• Conteúdo;• Serviço de Atendimento ao Consumidor;• Assessoria de imprensa;• Diretoria;PÚBLICOS:A análise de monitoramentopode acompanhar a novajornada de decisão doconsumidor: na pré-compra,na navegação do siteinstitucional, durante acampanha de mídia, nasbuscas orgânicas do Google.O monitoramento pode gerarinsumo para os públicosenvolvidos nestes pontos decontato.O QUE É MONITORAMENTO?
    • Fase 1:PlanejamentoFase 2:GestãoFase 3:Avaliação- Quem é o cliente;- Propriedades da marca;- Objetivo do monitoramento;- Tipo de monitoramento;- Dicionário;- Plano de Classificação;- Escopo;- Amostra;- Equipe;- Ferramentas;- Processos;- Entregas;PASSO-A-PASSO
    • Fase 1:PlanejamentoFase 2:GestãoFase 3:Avaliação- Setup;- Testes;- Alocação de equipe;- Classificação;- Alterações e adaptações doPlano de Classificação;- Alertas estratégicos;- Calendário de entregas(mensais/pontuais)- Integração com outras áreas;- Suporte;- QA;PASSO-A-PASSO
    • Fase 1:PlanejamentoFase 2:GestãoFase 3:Avaliação- Revisão dos objetivos domonitoramento;- Revisão do Plano de Classificação;- Avaliação quanto à qualidade eutilidade da informação;- Revisão de palavras-chave ecategorias;- Revisão de equipe;- Revisão de ferramentas;- Revisão de escopo e amostra;- Revisão de formato e período dasentregas;PASSO-A-PASSO
    • PASSO-A-PASSO1. Briefing:objetivo domonitoramento2. Setupferramentas ekeywords2. Plano demonitoramento:buscas e critérios3. Classificação:polaridade etagueamento4. Dados:análise e cruzamentodos dados obtidos5. Visualização:disposição visual dasinformações6. Considerações:insights erecomendaçõesQA QA
    • PARCIAIS (FREE)• Archivist• HowSociable• IceRocket• Kurrently• SocialMention• Topsy• Twazzup• WhosTalkin• 48ers• ...PLENAS (PAGAS)• Brandwatch• Livebuzz• Radian6• Scup• Seekr• Socialmetrix• Sysomos• UberVU• Zmonitor• ...Não existe ferramenta perfeita. A escolha depende da necessidade docliente, do objetivo, do orçamento e da equipe.FERRAMENTASFERRAMENTAS DE MONITORAMENTO
    • FERRAMENTASO QUE AVALIAR?• Suporte• Qualidade dos resultados• Usabilidade e acessos• Banco de dados, backup e exportação• API e integração com outras ferramentas• Análise de sentimento automática• Busca retroativa• Customização• Visualização dos dados• Preços e planosDefinir o que será avaliado nabusca de uma ferramenta deacordo com o escopo doprojeto.
    • PALAVRA-CHAVE• A seleção das palavras-chave deve ser planejada a partir dos objetivos jádefinidos. O dicionário poderá ser diferente de acordo com o tipo demonitoramento: Marca, Universo, Campanha, etc.• É necessário um refinamento dinâmico e constante, através de testes e listas deexclusão;• Novos termos podem ser incorporados ao dicionário àmedida que haja alteração no briefing;A ARTE DA PALAVRA-CHAVE• O monitoramento de mídias sociais éfeito a partir de palavras-chave. Ou seja,se uma imagem sobre seu cliente foicompartilhada 50 mil vezes mas nãopossui nenhuma palavra-chaverelacionada, ela não será capturada.
    • • Quem é o cliente e qual o objetivo do monitoramento;• Quais propriedades devem ser monitoradas;• Quais são os apelidos da marca e quais as variações de grafia;• Quais os perfis da marca nas redes sociais e hashtags associadas;• A que atores/personagens/figuras a marca está associada;• A que eventos, campanhas e produtos a marca está associada;PALAVRA-CHAVECOMO CRIAR O DICIONÁRIO:
    • • Brainstorm;• Testes no Google/Twitter;• Google Trends / Google Keyword Tool• Ferramentas de SEO (ex: UberSuggest)• Propriedades da marca (site/fan page/etc)• Informações do planejamento/atendimento sobre a conta: campanhas,produtos, eventos;• Senso comum;PALAVRA-CHAVEONDE PROCURAR?
    • • Cadastrar as palavras na ferramenta;• Gerar gráficos evolutivos para avaliar o volume e os picos de menções;• Gerar nuvens de termos para identificar palavras associadas que não estejam deacordo com o objetivo;• Criar listas de exclusão e fazer testes;• Validação com outras equipes envolvidas;• As palavras-chave devem ser revistas constantemente, a partir da observação domonitoramento ou de outras fontes. Novas campanhas, personagens, variaçõesde grafia, produtos, etc. devem ser adicionados ao grupo de palavras-chave.PALAVRA-CHAVEAJUSTES FINOS
    • PALAVRA-CHAVE• SIMPLES:palavras-chave que estão diretamente ligadas ao universo do cliente;Ex: Burger King, Skol, Microsoft, Embratel, Del Valle, Coca-Cola.• INTERMEDIÁRIO:palavras-chave que devem ser combinadas com outras para gerar umaqualidade maior da informação;Ex: Antarctica, Feel Good, JAC Motors.• AVANÇADO :palavras-chave extremamente genéricas, em que só é possível trabalhar comassociação entre termos;Ex: Vivo, Oi, Penalty, Always, NET, GOL, Extra, Época.EXEMPLOS PARA MARCAS:
    • • Apresentação da conta e equipe envolvida;• Objetivos de negócio do cliente e KPIs;• Objetivo do monitoramento / tipo de monitoramento;• Palavras-chave / dicionário de busca;• Volume e amostragem;• Informações sobre as marcas, produtos e concorrentes analisados;• Critérios para análise de sentimento;• Critérios para categorias e níveis de subcategorias;• Assuntos, tendências e comportamentos que mereçam maior atenção;• Dúvidas e possíveis dificuldades da equipe;• Exemplos.UM PLANO DE MONITORAMENTO CONTÉM...PLANO DE MONITORAMENTO
    • • A classificação é uma das fases mais importantes do monitoramento. É naclassificação que transformamos os dados coletados em informações relevantespara o cliente. Critérios de sentimento de acordo com o objetivo da conta.• A principal dificuldade da classificação são os recursos de linguagem, como aironia e a subjetividade, além da falta de contexto.CLASSIFICAÇÃOANÁLISE DE SENTIMENTO
    • • Critérios de categorias também são diferentes para cada cliente, dependendodo objetivo, da maturidade da conta e granularidade necessária.• Cada categoria pode ser dividida em subcategorias, de acordo com o nível dedetalhamento desejado;• Assunto: institucional, campanhas, produtos• Público: clientes, não clientes, imprensa, homem, mulher, ativador, detrator• Campanhas: promoção 1, promoção 2, promoção 3• Produtos: sabor 1, sabor 2, sabor 3• Propriedades de marca: design, sustentabilidade, segurança, etc.CATEGORIZAÇÃOCLASSIFICAÇÃOTIPOS DE CATEGORIAS
    • ANÁLISE• Reclamações e possíveis indícios de crise;• Oportunidades de interação com ativadores, detratores e influenciadoresrelacionados à sua marca;• Identificação de linhas de tendência e insights que envolvem comportamentos;O QUE OBSERVAR?• Alertas sobre campanhas e lançamentos daconcorrência ou segmento;• Memes, piadas, virais sobre sua marca,concorrência ou segmento;• Contribuições para a estratégia de conteúdo damarca.
    • METRICS SUMMIT – NOV/12MARCA:INSIGHT PARAPROMOÇÕES: QUETAL UM COMBO?INSIGHT PARADEPARTAMENTODE PRODUTOSANÁLISEUNIVERSO:
    • ALÔ, VIDA REAL?• O monitoramento não substitui outras ferramentas de pesquisa tradicionais nemdeve ser assumido como “verdade absoluta”, e sim como uma das maneiras devalidar (ou não) uma hipótese.• Você não vai revolucionar a estratégia de marketing com uma menção.• Contexto e combinação com dados de outras fontes é fundamental.• O monitoramento sempre será um recorte de uma realidade. Períodos deamostragem, definição de palavras-chave e outras variáveis podem alterar alógica dos resultados. Portanto, é um ponto de partida, não de chegada.• Alinhar expectativas entre todos os envolvidos é sempre a melhor forma decomeçar um trabalho;ANÁLISE
    • OI! :)2. CASES x CRISES
    • Por que é tão difícil encontrar informação sobre “cases demonitoramento” no mercado de mídias sociais?• O monitoramento é uma área de “backstage”, que fornece informação paraque outros departamentos (como a criação e o planejamento) possam“brilhar”.• A função do monitoramento é “levantar a bola” para que a informação possaser confirmada/estudada/confrontada e transformada em conhecimento útilpara a marca– e, quem sabe, em um case;• A maior parte das informações levantadas pelo monitoramento sãoestratégicas – e confidenciais -, por isso é pouco provável que estes dadosvenham a ser públicos;CASES
    • • Reposicionamento de marca;• Volta de produtos fora de circulação;• Oportunidade de ativação/conteúdo;• Gerenciamento de crise;• Insights para departamento de produtos;• Oportunidades / mudanças em campanhas on e off;• Usabilidade;• Interação com fãs;• Estudos sobre universos/segmentos;CASESTIPOS DE CASE
    • • Nescau• Hall’s• Brastemp• Melissa• FedEx• Kleenex• NextelCASESEXEMPLOS:
    • CRISES• Não existe regra, formato, plano... Cada crise é uma crise.• Saber identificar um indício de crise antes de se tornar uma propriamente dita• Crises de comunicação x crises de produto• Rapidez, serenidade e transparência• Social não é o umbigo do mundo durante uma crise• Entregas concisas, objetivas e orientadas a decisão• Acompanhamentos por hora/dia/semana, dependendo da necessidade• Acompanhamento pós-crise / Atenção a possíveis associações
    • OI! :)3. MÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • MÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAISCanais proprietários econtrolados pelamarca:Ex: Fan Page, Perfil noTwitter, Canal noYoutube etc.É a mídia ganha. Oque é ditoespontaneamentesobre uma marca.Ex: Menções emMídias Sociais,imprensa etc.A mídia que écomprada comobjetivo de ampliar aaudiência nos canais:Ex: Facebook Ads,Promoted Tweets,Youtube TrueView etc.NÓS ESTAMOSAQUI :)EARNEDMEDIAOWNEDMEDIAPAIDMEDIA
    • O QUE É UMA MÉTRICA?“A métrica é um sistema de mensuração que quantifica uma tendência,dinâmica ou característica. Métricas são usadas para explicar fenômenos,diagnosticar fenômenos, diagnosticar causas, compartilhar descobertas eprojetos os resultados de eventos futuros”.*KPIs?O KPI (Key Indicator Performance) é um indicador de desempenho que podeser definido através de uma métrica ou combinação de métricas. Eledetermina o sucesso de uma ação que, por sua vez, depende dos objetivos.FOCA NO OBJETIVO!Qual o objetivo da marca com um canal na rede social?Engajamento, branding, audiência/alcance, SAC, vendas?Cada objetivo terá KPIs e métricas próprias.Silva, Tarcízio. 2013.*Neil Bende e colaboradores em Métricas de Marketing: mais de 50 métricasque todo executivo deve dominar.MÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • TIPOS DE MÉTRICA• Alcance e impressões• Engajamento• Influência e relevância• Opinião e advocacia• Impacto e valorSilva, Tarcízio. 2013.MÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • FACEBOOK – PRINCIPAIS MÉTRICAS• Fãs;• Reach (paid/viral/organic);• Talking about this*;• Engaged users;• Unlikes / Hides;• Principal fonte: Facebook Insights / SocialBakers / GraphMonitor• O que observar: engajamento da página, engajamento por post, engajamento porcategoria da postagem/horário/tipo de post/dia da semana, top users,crescimento de fãs e de reach, dados demográficos, feedback negativo, melhorese piores posts.• Likes• Comentários• Compartilhamentos• Answer / Follow / Claim• Dados demográficos*Histórias incluem curtir a sua página, postar em seu mural, curtir, comentar ou compartilhar umdos seus posts, responder uma pergunta, confirmar presença em um evento, mencionar a página,taguear a página em uma foto ou realizar check-in em um local.MÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • FACEBOOK – PRINCIPAIS MÉTRICAS• Principal divisão: dados de página (page level data) e dados de posts (posts leveldata)• Delay: Os dados do facebook podem demorar até 48h para serem gerados.• Formatos de visualização: Diário, semanal e 28 dias. Você deve escolher um diafixo para gerar os relatórios e prevendo o delay citado.• Importante: quando utilizamos métricas do Facebook é importante definir apenasuma fonte de dados (geralmente a exportação). Os números da Fan Page, doInsights e do Insights exportado não batem.• As métricas do Facebook mudam constantemente... Não faça delas uma metaúnica para não arriscar perder a meta de campanha por uma mudança na métrica..MÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • TWITTER – PRINCIPAIS MÉTRICAS• Followers;• RT’S• Favoritos;• Comentários;• Clicks (em um link)• Principal fonte: SocialBakers, Hootsuite, SimplyMeasured, TweetStats,TwentyFeet, etc.• O que observar: engajamento por categoria da postagem, response rate, toptweets, top followers, crescimento de followers, evolução de hashtags.*não coleta dados em real time• Replies;• Mentions;• # com uma hashtag;• Response Rate• Views (em uma TwitPic)MÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • INSTAGRAM – PRINCIPAIS MÉTRICAS• Likes;• Followers;• Comentários;• # com uma hashtag;• Compartilhamentos em outras redes sociais;• Principal fonte: Statigr.am, SimplyMeasured• O que observar: fotos/categorias com maior engajamento, likes/comentários porfoto, engajamento por foto, análise dos comentários, top commenters, top tags,engajamento por faixa de horário.*não coleta dados em real timeMÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • YOUTUBE – PRINCIPAIS MÉTRICAS• Views;• Inscrições;• Favoritos;• Minutos assistidos;• Principal fonte: Youtube Insights / SocialBakers (para outras contas)• O que observar: vídeos mais assistidos, retenção, análise de vídeos por categoriade conteúdo (ex: vídeos institucionais x vídeos de produto), engajamento,sentimento dos comentários, média de minutos por vídeo, informaçõesdemográficas.*não coleta dados em real time• Like/dislike;• Comentários;• Compartilhamentos;• Locais de reproduçãoMÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • PRINCIPAIS MÉTRICASOutras métricas “externas” aos canais podem ser usadas para mensurar as ações emmídias sociais, como:• Fonte de tráfego para o site/blog/e-commerce• Acessos via URLs parametrizadas usadas em Social• Leads via mídias sociais• Vendas via mídias sociais• Diminuição das ligações no call center• Clicks em links encurtados no bit.ly• Klout / ferramentas de influência que agregam diversos sites• Net Score / Share of Voice• ROI (?)MÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • • ENGAJAMENTO DA PÁGINA X ENGAJAMENTO DO POST• CRITÉRIOS DE COMPARAÇÃO DE ENGAJAMENTO• QUAL O SEU: SEGMENTO, CONTEXTO, HISTÓRICO...• MARCA MAIS ENGAJADA X MOTIVAÇÕES DE ENGAJAMENTO• POSITIVO OU NEGATIVO?• ENGAJAMENTO + ANÁLISE QUALITATIVADIFERENTES PESOS DE INTERAÇÕES(LIKES, SHARE, COMMENTS...)BASE DE FÃS, REACH...O objetivo da taxa de engajamento é medir o grau de interação que os usuáriostêm com os diferentes conteúdos oferecidos por uma marca em uma determinadaplataforma.EXEMPLOS: SOCIAL BAKERS EXEMPLOS: GRAPHMONITORCOMO FUNCIONA:E O ENGAJAMENTO?MÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • DICAS DE OURO• É desafiador trabalhar com métricas em ambientes sociais que estão emconstante mudança de indicadores e inconstância de seus dados;• Trabalhar com números é prestar atenção em cada passo. Verificar informaçõesé uma rotina e o Excel é seu melhor amigo.• Todos os dias surgem novas ferramentas de métricas. Estude, analise e avalie asfontes de dados e critérios antes de adotar uma ferramenta.• O papel do analista é mais do que reunir e organizar informações, é oferecerdirecionamentos e mostrar descobertas. Questionar o porquê de um número,se ele faz sentido, se ele é bom ou ruim (segundo qual parâmetro?), ou seja:senso crítico.MÉTRICAS DE MÍDIAS SOCIAIS
    • OI! :)4. RELATÓRIOS
    • DadosInformaçãoConhecimentoDadossão elementoscoletados sobre coisas,eventos e processos.Informações sãodados com contexto epropósito.Conhecimento é acompreensão de dadose informações compropósitos de tomadasde decisão.RELATÓRIOS
    • DadosInformaçãoConhecimentoCrescimento de mençõesnegativasReclamações sobreprodutos com defeitoEstratégia de conteúdorelacionamento /Contenção da criseRELATÓRIOSExemplo:
    • METRICS SUMMIT – NOV/12UM BOM RELATÓRIO DEVE...• Ser objetivo e responder a perguntas: qual o objetivo? O que aconteceu noperíodo? Que informações são relevantes?• Estar alinhado com os objetivos de negócio do cliente;• Estar alinhado com as expectativas dos públicos envolvidos;• Estar integrado com outras fontes válidas de dados;• Contar com uma disposição visual da informação que facilite a leitura e oentendimento do conteúdo;• Ser autoexplicativo, de maneira que as pessoas possam compreender o conteúdo;• Contar com insights contextuais e sugestões embasadas em dados;• Gerar tomada de decisão;RELATÓRIOS
    • • Contar uma história: os relatórios devem "contar história", com início, meio efim, e fazer sentido para sua audiência. Um exercício interessante é contar ahistória como se contasse a um amigo, no bar. De onde viemos, onde estamose para onde vamos: a história tem que ter sentido e ser orientada ao negóciodo cliente e objetivos do relatório.• Geral > específico: sempre que você for contar um detalhe específico dorelatório, procure contextualizar essa informação antes, com um slide título ouexplicações no próprio slide, conduzindo a leitura.UM BOM RELATÓRIO DEVE...RELATÓRIOS
    • • Ter comparação entre os dados: comparar com outros meses/períodos, bemcomo com médias (média anual, por ex.) pode ser uma boa maneira de identificarpadrões e quebras. Um gráfico/slide sozinho não significa nada, ele precisa de umparâmetro de comparação que pode ajudar a ter insights;• Gráficos: uso de gráficos que sejam claros e que expliquem as informaçõessolicitadas. Às vezes um gráfico de barras é muito mais explicativo que um gráficode pizza. Todos os gráficos devem ter um texto que o apresenta, que não deve serirrelevante (apenas dizendo que "o pico foi no dia 17") mas deve ser o maisexplicativo possível, trazendo informações extras e úteis.RELATÓRIOSUM BOM RELATÓRIO DEVE...
    • • Direcionamento: quem é o público que irá consumir estas informações?Relatórios para a alta gerência, por exemplo, devem ser mais concisos eestratégicos; entregas para departamentos internos, como planejamento, podemcontar com um nível de detalhamento maior.• Compartilhar: mostrar o relatório pra outras pessoas e pedir opinião é ótimo, poisàs vezes a ideia está óbvia só na nossa cabeça, e compartilhando com outrapessoa percebemos que não está tão óbvio assim.RELATÓRIOSDICAS DE OURO
    • • Call to Action: após o relatório, qual a ação que eu quero causar na pessoa queestá lendo? exercício contrário: o que eu quero que a pessoa faça > o que euquero que essa pessoa sinta > quais são as minhas ferramentas para isso;• Considerações: não devem apenas reportar o que aconteceu, cada consideraçãoleva a uma sugestão de ação. Pense em conclusões diferentes para demandas esetores diferentes.• Destaques: sempre destacar ações fora do padrão (campanhas, crises, eventos,etc), pois geralmente são as responsáveis pelo caráter "novidade" do relatório;RELATÓRIOSDICAS DE OURO
    • METRICS SUMMIT – NOV/12O QUE NÃO PODE FALTAR?• Capa com informações / logo do cliente e período de análise• Objetivo do relatório• Agenda• Dashboard com principais métricas• Títulos e subtítulos com “milestones” que conduzem a leitura• Análises quantitativas e qualitativas embasadas em dados e exemplos• Cruzamento de fontes de dados• Conclusões e recomendações• Fonte/período dos dados• GlossárioRELATÓRIOS
    • • Revisão ortográfica: ortografia, concordância, textos claros;• Revisão de números: porcentagens, dados de um slide para outro, etc.• Cores: conferir cores de análise de sentimento, manter padrão de cores dosgráficos ao longo do relatório;• Padrões: manter padrão de fontes, tamanhos e alinhamento dos parágrafos;• Tamanho: tentar ser sucinto e objetivo nos relatórios, sempre se questionar se odado adicionado no slide é útil/relevante para o cliente;• Imagens: tomar cuidado com imagens sem qualidade e ilegíveis;• Animação: nem sempre o relatório será apresentado, então use com parcimônia.• Ícones: o uso de ícones facilita a compreensão durante o relatório;RELATÓRIOSATENÇÃO:
    • • Diárias• Semanais• Quinzenais• Mensais• Trimestrais• Anuais• PontuaisA periodicidade das entregas dependerá da utilidade dos dados, do bom senso enecessidade do cliente e do escopo de trabalho.RELATÓRIOSENTREGAS:
    • Quais métricas usar?O interessante das métricas é que elas possuem diversaspossibilidades de cruzamento e visualizações. No exemplo, o objetivoé saber como está o crescimento da minha base de fãs e o quantoestou ganhando/perdendo de fãs por dia.Que formato degráfico usar?Caso a opção sejatrabalhar com oexport do facebookinsights, os gráficosserão criados peloanalista. Logo,estudar visualizaçõesde dados e o quecada formatorepresenta éextremamenteimportante. Paramostrar o volume delikes/unlikes, ográfico utilizado foi ode barra. Já paramostrar a evoluçãodo total de fãs noperíodo, foi inseridoum gráfico de linha.Entender as motivações dos picos:Um bom analista deve ser curioso e buscar entender o que está por trás dos números. Porque o dia 02/07 representou o maior número de likes do período? Investimento de mídia?Alguma ação estava acontecendo? Conteúdo qualificado? Alguma referência externa?A ANÁLISE DOS DADOSRELATÓRIOS
    • RELATÓRIOS15%31%54%Positivo Negativo NeutroGRÁFICOS
    • METRICS SUMMIT – NOV/1226%46%11%3% 14%AssuntosInstitucionalProdutosCampanhasOutrosConcorrentes77%29% 13%15%14%74%8%57%13%020406080Uva Laranja MorangoProduto x SentimentoRELATÓRIOSGRÁFICOSDesdobramento de Categorias
    • OBRIGADA! ;)MARIANA OLIVEIRAmarianarrpp@gmail.comtwitter.com/marianarrppbr.linkedin.com/in/marianarrpp