Assédio moral
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Assédio moral

on

  • 720 views

 

Statistics

Views

Total Views
720
Views on SlideShare
720
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
32
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Assédio moral Assédio moral Presentation Transcript

  • O ASSÉDIO MORAL... NAS RELAÇÕES DE TRABALHOMariana Magalhães Alunade Gestão de R.H.
  • O assédio moral é tão antigo quanto o trabalho.Desde que o ser humano sentiu necessidade devender sua mão-de-obra, passou a conviver comironias, ofensas, mau humor dos chefes.
  • O assédio moral secaracteriza: humilhações constantes, exposição do trabalhador ao ridículo, supervisão excessiva, críticas cegas, empobrecimento das tarefas, sonegação de informações, e repetidas perseguições View slide
  • ou seja...brincadeiras feitas pelos nossos queridos chefes ecolegas de trabalho. View slide
  • A PROTEÇÃO ÀDIGNIDADE DOTRABALHADOR
  • O contrato de trabalhotraz, necessariamente, odireito e a obrigação derespeito aos direitos morais.
  • COMO ASSÉDIOMORAL ACONTECENAS RELAÇÕES DETRABALHO
  • O assédio nasce como algoinofensivo e propaga-seinsidiosamente.
  • Em um primeiro momento, aspessoas envolvidas nãoquerem mostrar-se ofendidase levam na brincadeiradesavenças e maus-tratos.
  • Em seguida esses ataques sevão multiplicando e a vítima éseguidamente acuada, postaem situação de inferioridade,submetida a manobras hostis edegradantes durante umperíodo maior.
  • O assédio moral aconteceatravés de dois fenômenos: o abuso de poder a manipulação perversa de fatos e informações
  • O assédio torna-se possível porque vem precedido de umadesvalorização da vítima pelo agressor, que é aceita e atéafiançada pelo grupo. Essa depreciação leva o ofendido apensar que realmente merece o que está acontecendo.
  • Em um grupo, é normal queos conflitos se manifestem.É a repetição dosvexames, dashumilhações, sem qualqueresforço no sentido deabrandá-las, que torna ofenômeno destruidor.
  • O terror psicológico provocana vítima danos emocionais edoenças psicossomáticas...
  • Tais como alterações dosono, distúrbiosalimentares, diminuição dalibido, aumento da pressãoarterial,
  • desânimo, insegurança,entre outros, podendoacarretar quadros depânico e de depressão.
  • Em casosextremos, tais quadrosmórbidos podem levarà morte ou ao suicídio
  • Não se morre diretamente dasagressões, mas se perdeparte de si a cada momento.Volta-se para casa, a cadanoite, exausto, humilhado, deprimido. E é difícil recuperar-se .
  • O ASSÉDIO MORAL NALEGISLAÇÃONACIONAL
  • “Art. 146-A. Depreciar, de qualquer forma ereiteradamente a imagem ou o desempenhode servidor público ou empregado, em razãode subordinação hierárquica funcional oulaboral, sem justa causa, ou tratá-lo com rigorexcessivo, colocando em risco ou afetandosua saúde física ou psíquica.Pena – detenção de um a dois anos .”
  • CONCLUSÃOA dignidade da pessoa humana é objeto de especialatenção do ordenamento jurídico.Acima de tudo, tem o empregador obrigação de respeitara personalidade moral do empregado na sua dignidadeabsoluta de pessoa humana.
  • BIBLIOGRAFIA Caixeta. S. V. O assédio moral nas relações de trabalho. Boletim Científico: Escola Superior do Ministério Público da União, Brasília, a. II – nº 6, p. 91-98 – jan./mar. 2003.