Historia de gansos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Historia de gansos

on

  • 931 views

A solida

A solida

Statistics

Views

Total Views
931
Views on SlideShare
931
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Historia de gansos Historia de gansos Presentation Transcript

  • HISTÓRIA DE UM GANSO
    • A gansa Inácia tinha posto doze ovos e chocara-os a todos, por isso estava à espera de ser contemplada com doze gansozinhos muito branquinhos e a grasnar todos em sinfonia.
    • Havia de lhes ensinar a voar e em formação de V percorreriam o céu e desceriam ao mar para pescar algum peixe que descortinassem lá do alto.
    • No entanto, a mãe natureza quis que um dos gansos fosse castanho e não tivesse uma asa! Como haveria ele de se elevar às alturas e descer em voo picado sobre as ondas para recolher o seu alimento?
    • A mãe desesperou! A cooperação, apanágio dos gansos que voavam em formação de V e que substituíam o que ia na dianteira quando ele se cansava ia cair por terra. Como havia o seu pequenino de se desenvolver como os outros e de se sentir feliz?
    • Como não deixava de se preocupar com o seu gansozinho, foi outra vez ter com o pelicano Amâncio, pássaro de muitos saberes.
    • Tens muitas hipóteses de tornar o teu pequeno tão feliz como os outros. Tens é que pensar na hipótese mais válida para todos. Pensa no que tornará toda a tua família mais feliz e unida. Tu é que tens de encontrar a resposta! – respondeu Amâncio.
    • A gansa que esperava uma solução certeira, voltou acabrunhada mas pensativa e com vontade de encontrar uma resposta.
    • Reuniu, então, o ganso pai e todas os gansozinhos e gansozinhas:
    • -Temos de encontrar uma solução para continuarmos a cooperar uns com os outros como é apanágio das famílias gansas.
    • O Gansozinho castanho tem que ser integrado no bando!
    • Temos de pensar na maneira de o fazer sentir-se útil e feliz - observou um dos irmãos - se ele não pode pescar no mar, pesca no rio, tornamo-nos todos gansos de rio e lago. Sobreviveremos!
    • Pois é, mas é tão bonito subir lá acima e em voo picado descer sobre um peixe que saltita no mar, vamos perder uma parcela tão boa da vida? – replicou um outro.
    • A mãe gansa também não queria prejudicar os seus outros filhotes e começava já a desesperar, quando se abeirou deles o pelicano com a boca cheia de penas largadas por alguma ave
    • Então um dos gansozinhos entusiasmado gritou:
    • - Ó mãe, ó mãe, descobri a solução!
    • Os humanos voam e não têm asas, são bons artesãos!
    • Fazemos uma asa postiça e ensinamos o gansozinho a voar !
    • Vai ser lindo, quando voarmos em formação de V, qual linhas convergentes brancas, mas com um ponto todo preto, como chave que abre as portas de um outro mundo, ainda mais solidário! O gansozinho castanho se não puder ir à frente irá na cauda, mas irá e nós estaremos atentos para o estimularmos e o ampararmos.
    • A mãe gansa ouvindo isto, tratou logo dos preparativos para a confeção da asa e para as aulas de voo.
    • Mais uma vez pediu ajuda ao pelicano.
    • Este, prestável, trabalhou com afinco.
    • Por fim puderam fazer todos o voo experimental.
    • Não iam tão depressa como gostariam, mas iam tão felizes que parece que o coração estalava e saltava cá para fora – coração de ganso castanho e branco numa onda de felicidade de espuma e céu.
  • Maria de Fátima Gomes