• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content

Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this presentation? Why not share!

Arte Egípcia

on

  • 4,571 views

A arte egípcia é uma arte ao serviço dos deuses e do faraó.

A arte egípcia é uma arte ao serviço dos deuses e do faraó.

Statistics

Views

Total Views
4,571
Views on SlideShare
4,477
Embed Views
94

Actions

Likes
2
Downloads
141
Comments
0

2 Embeds 94

http://teologiaporexcelencia.blogspot.com.br 91
http://teologiaporexcelencia.blogspot.com 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Arte Egípcia Arte Egípcia Presentation Transcript

    • ARTE
      • A arte egípcia era monumental e de grande beleza e está ligada à religião, ou seja, ao culto dos deuses e dos mortos.
    • Arquitectura
      • A crença na imortalidade levou os egípcios a construírem imponentes túmulos; o facto de adorarem vários deuses fê-los construir grandes templos.
    • Túmulos
      • Os primeiros foram escavados no solo e protegidos por uma construção de tijolos de terra seca : a mastaba . Esta elevava-se por cima da câmara funerária, decorada com cenas da vida do defunto, na qual ficava a urna do faraó ou de um grande senhor.
      • O arquitecto Imotep , em 2650 a.C construiu uma pirâmide em pedra para o Faraó de Djoser.
      • Era uma sobreposição de mastabas, ou pirâmide de degraus.
      • As pirâmides mais célebres ficam, no planalto de Guiza : Khufu (Quéops), a do seu filho Khafré (Quéfren) e a do seu neto Menkaur (Miquerinos). Junto desta pirâmide localiza-se a grande esfinge, talhada na rocha.
    •  
      • A esfinge de Gizé fica neste complexo. É a maior de todas do Egipto. Tem 73 metros de comprimento e 20 de altura. Foi talhada directamente na rocha, no reinado de Khafré. O seu rosto tem os traços do faraó, toucado com menés e simboliza a força e a potência. Guarda a entrada da sepultura do rei.
      • A zona funerária compõe-se , também, de pequenas pirâmides que guardam os restos mortais das esposas dos faraós. Possui, também, mastabas que guardam as múmias dos nobres e dos grandes sacerdotes.
      • As pirâmides eram sempre construídas na margem esquerda do Nilo e geralmente perto deste para facilitar o transporte dos materiais.
      • Os arquitectos, os sacerdotes, astrónomos e geómetras, delimitavam o local propício que os operários iriam aplanar.
    • HIPOGEUS – Túmulos escavados na rocha
      • Templo mortuário da rainha Hatshepsut, em Deir el-Bahari – Associa um pilão e um pátio a um santuário escavado na falésia
    •  
      • O Hipogeu de de Tutankhamon, descoberto em 1922, foi encontrado praticamente intacto. No seu interior encontravam-se jóias valiosas, material de escrita, instrumentos musicais, roupas e muitas mais coisas.
    •  
    •  
      • A múmia estava encerrada em vários sarcófagos, uns dentro dos outros. O último era de ouro maciço, pesando 110 quilos. O rosto de Tutankhamon estava coberto com uma lindíssima máscara de ouro, pasta de vidro e lápis-lazúli.
    •   TEMPLOS
    •  
      • O templo de Luxor é constituído por gigantescas colunas, tem à entrada duas grandiosas estátuas de Ramsés II.
      • Esquema de um templo.
      • Este inclui um lago.
    •  
    •  
    • Templo de Ramsés II em Abu Simbel
      • Como o Templo ia ser submerso com a construção da barragem de Assuão foi cortado ( tinha sido construído na pedra do lugar) e reconstruído mais longe do rio.
    • ESCULTURA
    •  
      • Toda a escultura egípcia obedece à lei da frontalidade
    • O BAIXO RELEVO
      • A arte egípcia emprega o baixo relevo normal no qual se escava o fundo à volta das figuras e o baixo relevo escavado. Os egípcios observaram que num país, onde a luminosidade é intensa os pormenores do baixo relevo normal sobressaíam mal.
      • Ptolomeu entre duas deusas
      • Setoiu I e Hórus (baixo relevo escavado de Abydos)
    • PINTURA
      • Grande parte da pintura egípcia encontra-se nas paredes dos túmulos. Representam aspectos da vida quotidiana ou cenas religiosas
      • Obedece a regras fixas: a cabeça , as pernas e os pés aparecem de perfil; o olho e o tronco de frente – é a lei da frontalidade.
    • AS ARTES DECORATIVAS
      • Fundidores
    •  
    • Nas artes decorativas destaca-se o trabalho de ourivesaria, como comprovam as inúmeras peças encontradas nos túmulos.
    • DIVERSÕES
      • Música e dança
    •  
    •  
    •  
      • Gostavam, também de jogos de tabuleiro, como o Senet.
    • CIÊNCIA
    •   CIÊNCIA MEDICINA
      • Os Egípcios elaboraram listas de remédios, formando a primeira farmacopeia conhecida.
      • Trataram doenças de abdómen, da bexiga, do recto, dos olhos e da pele, cabelo, unhas e língua, tuberculose, cálculos biliares, apendicites, gota, artrites e fizeram algumas cirurgias.
      • Usavam amuletos quer contra o mal que os podia afligir em vida, quer para os proteger na sua viagem para o além.
    • Literatura
      • A literatura egípcia desenvolveu-se nos diversos géneros.
      • Nas obras religiosas, destaca-se o "Hino ao Sol", de Amenófis IV e o famoso "Livro dos Mortos".
      • Uns dos mais belos poemas da literatura egípcia foi redigido e criado por Akhenaton, em honra ao Deus-Sol, Aton.
    • ESCRITA
      • Hieróglifos - um sistema de escrita complexo, pictográfico, ou seja, baseiam-se em imagens; ideográfico (representavam ideias) e fonético (representavam sons) e sílabas. Existem cerca de 6 mil hieróglifos conhecidos.
      • Além da escrita hieroglífica, os Egípcios, também usaram a escrita hierática , nos documentos oficiais e a demótica , uma forma mais simples, baseada em abreviaturas.
      • Escreviam sobre papiro ou pedaços de argila.
    • Matemática
      • Para construir as pirâmides, certamente, os egípcios tiveram que desenvolver a representação da quantidade de objectos de uma colecção através de desenhos - os símbolos.
      • O sistema de numeração egípcio baseava-se em sete números-chave: 1 - 10 – 100 – 1000 – 10000 – 100000 – 1000000.
      • Inventaram a régua, tomando como unidade , a medida do comprimento de um antebraço. Esta unidade chamava-se côvado. Existiam dois côvados: o real (50cm e o pequeno ( 45cm). O côvado dividia-se em unidades mais pequenas: os palmos e os dedos.
      • Inventaram o valor de como sendo de 3,16. Só mais tarde os romanos o mudaram para 3,14.
      • Calcularam áreas; resolveram problemas com fracções.
      • Organizaram um calendário solar com 365. O ano começa a 19 de Julho. Está dividido em 12 meses de trinta dias, ou seja 360 dias. Os cinco últimos dias são consagrados a Osíris, Hórus, Set; Ísis e Néftis.
    • ASTRONOMIA
      • Identificaram a posição dos astros e o seu movimento. Descobriram um grande número de estrelas, como a polar e constelações de estrelas, como a Ursa Menor e Maior. Descobriram os planetas visíveis sem luneta como : Mercúrio; Vénus; Marte; Júpiter e Saturno.
      • Interrogaram-se sobre os eclipses do Sol e da Lua.
    • OUTRAS INVENÇÕES
    •  
    •  
    •  
    • Bibliografia:
      • A Mitologia, Descoberta do mundo em imagem, Fleurus
      • Ângela Mc Donald ( consultora), Caçadores de Tesouros, Texto,
      • Antigo Egipto, Descoberta do mundo em imagem, Fleurus
      • Atlas das Civilizações Antigas; Civilização
      • Aude Gros de Beler, A Mitologia Egípcia, Gama Editora
      • Egiptologia, Editorial Caminho, Lisvoa 2001
      • Émille Beaumont, O Antigo Egipto, Fleurus
      • Fiona Macdonald, Antigos Egípcios, Mãos na História,Juvenil Universal
      • John Malam, Indiana Jones explora … O Antigo Egipto, Campo das Letras
      • Henry Martin (dir), L´art Égiptien, Flammarion
      • História 7, Texto Editora
      • Sinais da História 7, Ed. Asa
      • O Egipto em 200 perguntas, Larrousse 2006
      • khanelkhalili.com.br
      • www.suapesquisa.com/egito/