Frida Kahlo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
7,295
On Slideshare
7,282
From Embeds
13
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
168
Comments
0
Likes
4

Embeds 13

http://www.slideshare.net 12
http://webcache.googleusercontent.com 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Filha de um fotógrafo judeu-alemão, Guilhermo Kahlo, e de Matilde Calderón y Gonzalez, uma mestiça mexicana, Frida Kahlo nasceu em 1907 no México. Aos 6 anos contraiu poliomelite, sendo esta a primeira de uma série de enfermidades, acidentes, lesões e operações que sofreu ao longo de sua vida, dando início à heróica luta por seu trabalho e sua saúde física e emocional.
  • 2. Ao contrário de muitos artistas, não começou a pintura em idade precoce, e teve que aprender a criar em meio às seqüelas de seus problemas físicos, que tornavam necessário o uso de um colete especial para a coluna.
  • 3. Sua mãe mandou fabricar um dispositivo especial de apoio para telas e tintas, que a permitiam pintar deitada, com um espelho no teto, para que pudesse criar seus famosos auto-retratos, onde expressava seu mundo interior, seus mais profundos sentimentos e emoções.
  • 4. "Pinto-me a mim mesma porque estou com freqüência sozinha, e porque sou a pessoa a qual melhor conheço".
  • 5. Em 1928, com 21 anos, tendo recuperado a capacidade de se auto-locomover, ela leva suas obras ao famoso muralista Diego Rivera, que a estimulou a continuar seu trabalho como pintora. Um ano mais tarde, os dois se casaram. Sob a influência da obra do marido, adotou o emprego de zonas de cor amplas e simples num estilo propositalmente ingênuo. Procurou na sua arte afirmar a identidade nacional mexicana, e por isto adotava com muita freqüencia trajes do folclore e da arte popular do México.
  • 6. "Acreditavam que eu era surrealista, mas não o era. Nunca pintei meus sonhos. Pintei minha própria realidade".
  • 7. Foi ainda de Diego Rivera a idéia de que Frida se vestisse com as roupas tradicionais folclóricas que, junto com as sobrancelhas e buço espessos, transformaram-se em sua imagem-símbolo.
  • 8. O casal tornou-se célebre, foi aclamado em viagens ao exterior, sendo que a obra de Frida logo ganhou independência em relação à do marido. Criou seu estilo único e peculiar. Expôs em Nova Iorque e Paris, tendo sido a primeira artista mexicana a ter suas obras expostas no Museu do Louvre.
  • 9. Mas o relacionamento entre os dois foi extremamente conturbado por infidelidades de ambos os lados...
  • 10. ...e ainda marcado por duas gestações mal-sucedidas em que perdeu os filhos que poderiam ter dado novas alegrias à sua vida.
  • 11. O escritor Carlos Fuentes, grande admirador de Frida disse dela uma vez: "Frida encontrou a maneira de pintar a dor, de permitir-nos ver a dor e, com isso, refletir a dor do mundo…
  • 12. ...ela é a imagem da conquista da adversidade, contra vento e maré, ela representa o que é ser capaz de formar a sua vida e reinventar-se a si mesma e viver plenamente...
  • 13. ...Frida Kahlo é neste sentido o símbolo da esperança, do poder, da capacidade de encher-nos de forças para um setor variado da nossa população que passa por condições adversas".
  • 14. É inegável que diante de todas as adversidades e apesar da dor física e emocional que marcaram sua vida, Frida lutou por seus sonhos, pela felicidade, pela arte e pelo amor.
  • 15. Seu último quadro foi intitulado “Viva a Vida”.
  • 16. Em 13 de julho de 1954, com 47 anos, Frida Kahlo morre devido a uma embolia pulmonar, deixando um legado que ainda impressiona o mundo. Diego Rivera escreveu em sua auto-biografia que o dia da morte de Frida foi o mais trágico de sua vida. Quatro anos após a sua morte, sua casa familiar, conhecida como "Casa Azul", transforma-se no Museu Frida Kahlo.
  • 17. FORMATAÇÃO: CLAUDIA MADEIRA CLAUDIA’SLIDES: http://www.corepoesia.com TEXTO E IMAGENS: INTERNET SOM: “CONCERTO DE ARANJUEZ, DE RODRIGO, POR ERNESTO CORTAZAR