Santas Missões Populares
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Santas Missões Populares

on

  • 2,783 views

Santas Missões Populares

Santas Missões Populares

Statistics

Views

Total Views
2,783
Views on SlideShare
2,783
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
40
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Santas Missões Populares Santas Missões Populares Presentation Transcript

  • Encontro da Dimensão Missionária ARQUIDIOCESE DE POUSO ALEGRE
  • SANTAS MISSÕES POPULARES • Missão é um caso de amor. Para fazer SMP, é preciso abraçar a causa e se apaixonar, gostar da Missão. • SMP: é para fazer a Igreja ser mais missionária; dar mais espaço aos leigos. • No trabalho missionário, o novo é a presença e o protagonismo dos leigos.
  • O que é uma SMP? SMP é... • (Rm 13,11): Uma sacudida, para acordar. • É hora de acordar; é hora de evangelizar. • Acordar para sair da rotina, do comodismo, do isolamento; Quebrar barreiras. • Um tempo especial de EVANGELIZAÇÃO (intensiva e extensiva) para nos colocar mais em contato com os outros e com o Deus da vida.
  • O que é uma SMP? SMP é... • Um tempo especial de MISSÃO, que envolve todas as forças vivas da Paróquia. A Paróquia/Comunidade sai de si mesma para ir ao encontro do outro, no meio do povo – para escutar, partilhar... Refrão: Como é bonito Senhor no meio do povo escutar tua voz... • Um tempo especial de encontros, de vivência eclesial, de ecumenismo, contato com as pessoas. A VIDA É ECUMÊNICA.
  • A nossa vida, de vez em quando precisa de uma sacudida, algo que nos impulsione a viver o amor, a solidariedade. As SMP querem esta sacudida. Levadas a sério, derrubam barreiras, isolamentos. É um tempo especial na vida da Igreja. Precisa de preparo. É uma sacudida com objetivos.
  • • Nas SMP, todos são convidados para um grande mutirão em defesa da vida, para assumir o projeto de Deus. • SMP não é uma nova técnica pastoral, uma pastoral a mais ou um movimento, um trabalho de fim de semana feito por um pequeno grupo de pessoas alheias à realidade. Não é um conjunto de palestras, etc. • SMP é a Igreja em movimento... Trata-se de uma proposta evangelizadora, que vem de encontro com as Diretrizes da Igreja.
  • • Falamos Santas Missões Populares, porque vêm de Jesus e acontecem no meio do povo, com a participação do povo, assumidas pelas pessoas do povo. É popular pela metodologia, pela participação, pelo modo de celebrar, etc. • Ao mesmo tempo, as SMP têm como objetivo anunciar Jesus Cristo e sua proposta de vida a todas pessoas, e despertar nas nossas Comunidades o amor pela pessoa de Jesus Cristo, pelo seu Evangelho, pela sua proposta e pela vivência dos sacramentos. SMP é para ajudar os cristãos a serem mais seguidores de Jesus Cristo.
  • VIVO A ALEGRIA DE SER MISSIONÁRIO D. Pedro Brito Guimarães 1) Vivo a alegria de ser missionário/ Recebi de Jesus esta linda missão/ Mas a América é grande e há pouco operário/ Vou fazer romaria, fazer mutirão (bis). REF: Então, Jesus é missão, a Igreja é missão./ Então, a vida é missão, o amor é missão./ Então, Jesus é missão, a Igreja é missão./ Então, nós somos missão, missão local.
  • 2) Vivo a alegria de ser missionário/ Neste mundo marcado com tantas feridas/ Há um povo que vive um duro calvário/ Vou levar no meu barco a palavra da vida (x) REF: Então, Jesus é missão, a Igreja é missão./ Então, a vida é missão, o amor é missão./ Então, Jesus é missão, a Igreja é missão./ Então, nós somos missão, missão continental.
  • 3) Vivo a alegria de ser missionário/ Tenho sede da vida que nunca secou/ Nesta Igreja que vive em tristes cenários/ Vivo a minha missão como um caso de amor (bis) REF: Então, Jesus é missão, a Igreja é missão./ Então, a vida é missão, o amor é missão./ Então, Jesus é missão, a Igreja é missão./ Então, nós somos missão, missão universal. Uma forte comoção/ Uma firme decisão/ Uma nova conversão/ A missão continental (bis)
  • PASSOS: METODOLOGIA (como fazer) 3 MOMENTOS FORTES: PRÉ-MISSÃO/ MISSÃO/ PÓS-MISSÃO 1º PASSO (tempo de “Namoro”) 2º PASSO (tempo do noivado) 3º PASSO – Momento da PRÉ-MISSÃO (tempo de acordar, é o “noivado” para o “casamento) 4º PASSO – SEMANA MISSIONÁRIA (tempo de saborear, “casamento”) - MISSÃO 5º PASSO – PÓS-MISSÃO: A MISSÃO CONTINUA (dar continuidade às SMP, aprofundar)
  • PASSOS: METODOLOGIA (como fazer) 1º PASSO (tempo de “Namoro”) • 1 ano antes da Semana Missionária: ANÚNCIO DAS SMP. Para isto, é necessário um trabalho grande de divulgação, comunicação, motivação, envolvimento, estudo do livro base. • Falar nas celebrações, reuniões, pastorais; • Fazer uma carta anúncio falando da SMP, comunicando as datas, etc; • Convidar pessoas para serem missionários (as), com alguns critérios para a seleção dos mesmos;
  • 1º PASSO (tempo de “Namoro”) • Numa missa especial, com a presença de todas as Comunidades, fazer o anúncio oficial. “A partir de agora, a nossa Paróquia começa a preparação para as SMP”. Será o início da animação missionária na Paróquia; • Organizar a equipe paroquial das SMP. Começam os preparativos para o 1º retiro missionário; • Formação de várias equipes de trabalho: coordenação, animação, finanças, infra- estrutura...
  • PASSOS: METODOLOGIA (como fazer) 2º PASSO (tempo do noivado) • Preparação e realização de 3 retiros missionários (encontros) para formação dos missionários locais. O número de missionários locais varia conforme o tamanho da Paróquia. Deve ser um número suficiente para visitar todas as famílias antes da Semana Missionária. Os retiros são normalmente de 2 dias inteiros, podendo ser num tempo menor, realizados de 2 em 2 meses, com um roteiro próprio para cada retiro. • Nos retiros, são refletidos alguns assuntos (temas para a formação) e são realizados momentos fortes de oração pessoal, vigílias e celebrações,
  • PASSOS: METODOLOGIA (como fazer) 3º PASSO – Momento da PRÉ-MISSÃO (tempo de acordar, é o “noivado”) A Pré Missão já começa com o anúncio das SMP, quando a Paróquia começa a entrar no clima de missão, mas toma rosto depois da realização do 1º retiro missionário. Consiste, entre outras atividades: • Visitas a todas as famílias da Comunidade (Paróquia) antes da Semana Missionária. São as chamadas pré-visitas, para conhecer as famílias, identificar a situação das mesmas e anunciar a realização da Semana Missionária das SMP; • Preparação de Faixas, Bandeiras, Cartazes, etc para divulgar que a Paróquia está em missão;
  • 3º PASSO – Momento da PRÉ-MISSÃO (tempo de acordar, é o “noivado”) • Elaboração dos objetivos das SMP, a partir da realidade da Paróquia; o que mesmo se quer com a realização das SMP; • Elaboração da oração das SMP, para ser rezada durante a pré-missão; • Confecção de livro de cantos missionários, instrumentos para animar; • Realização de momentos de animação missionária nas Comunidades, como eventos preparatórios antes da Semana Missionária; • Melhor preparação das celebrações, com liturgias mais vivas e vibrantes;
  • 3º PASSO – Momento da PRÉ-MISSÃO (tempo de acordar, é o “noivado”) • Uma equipe de coordenação bem dinâmica, com o envolvimento de um maior número de pessoas e participação do padre; • Reuniões da equipe de coordenação para estudo e encaminhamentos; • Realização de encontros entre as Comunidades da Paróquia, em vista de uma caminhada em comum;
  • 3º PASSO – Momento da PRÉ-MISSÃO (tempo de acordar, é o “noivado”) • Conhecimento da realidade e levantamento dos desafios maiores: levantar a história do bairro ou do lugar, a história das pessoas, sua origens, etc. Levantar também a história da Comunidade, da Paróquia, padroeiro da Comunidade, pessoas que marcaram a vida da Comunidade, fatos marcantes na vida do povo, etc; • Manter contatos com outros grupos e entidades do bairro: Associação, Escolas, Posto de Saúde, etc; • Promover mutirões, caminhadas ou participar de eventos e outros gestos concretos em favor da vida, da paz, da não violência, despertando em todos o engajamento social.
  • PASSOS: METODOLOGIA (como fazer) • 4º PASSO – SEMANA MISSIONÁRIA (tempo de saborear, “casamento”) • É o ponto alto das SMP, “é o tempo mais forte e mais intenso, é um grande retiro espiritual popular”. Não podemos correr o risco de resumir as SMP na Semana Missionária. Esta é uma atividade dentro da proposta das SMP. A Semana Missionária é o momento mais importante das SMP. • Falamos: A SEMANA MISSIONÁRIA DAS SMP. • A Semana Missionária, para ser bem motivada, conta com a presença de missionários de fora que vêm para ajudar os missionários locais. É bom que tenha um bom número de padres que possam ficar o tempo integral. Acontece uma inter-ajuda entre as Paróquias e expressa uma grande comunhão eclesial. Localmente, a Semana Missionária é um grande mutirão missionário, com uma programação ampla, motivada, participativa.
  • 4º PASSO – SEMANA MISSIONÁRIA (tempo de saborear, “casamento”) • A Semana Missionária inicia no Domingo, depois da Missa de envio (se possível celebrada pelo Bispo). A Missa de envio é antecipada com um dia de retiro dos missionários de fora (preparação). Os missionários serão enviados em grupos para as Comunidades. Encerra-se a Semana Missionária com a Missa de encerramento no Domingo seguinte, que será um grande momento das SMP. Todas as Comunidades organizam o povo em caravanas para esta grande celebração. • A Semana Missionária será uma semana especial, uma parada na vida da Comunidade/Paróquia. Para isto, deve ser bem preparada. Esta preparação já começa no momento que a Paróquia decide a fazer Missões Populares. Sendo a Semana Missionária o ponto alto das SMP, muitas coisas boas acontecerão: gestos solidários, fatos e outros acontecimentos que vêm mexer com o povo e que vão marcar a vida da Paróquia.
  • 4º PASSO – SEMANA MISSIONÁRIA (tempo de saborear, “casamento”) • Para isto, a Semana Missionária terá uma programação planejada com todas as pessoas envolvidas: visitas a todas as famílias, momentos fortes de oração, celebrações vivas, confissões, caminhadas, partilhas, encontros, mutirões (ex: construção de casa para pessoa carente, limpeza de uma rua, etc), outros gestos de solidariedade, momentos de confraternização, muita animação. Dar uma valorização maior aos doentes e idosos. Procurar envolver as crianças e os jovens na programação. • Os missionários que vierem de fora tomam conhecimento da realidade local, problemas e dos desafios, para não ficarem alheios. Estes vêm para colaborar. Fazer missão é ter os pés no chão. • Normalmente, a Semana Missionária termina com alguns compromissos (gestos concretos) assumidos localmente ou em nível de Paróquia para serem trabalhados na Pós- Missão. Estes compromissos são lidos na missa de encerramento.
  • O QUE É MAIS FORTE NA SEMANA MISSIONÁRIA • As visitas e encontros com as famílias; • A participação de crianças, jovens e adultos; • As celebrações animadas e vibrantes; • A presença de missionários de fora; • A acolhida das pessoas; • As partilhas, outros...
  • PASSOS: METODOLOGIA (como fazer) 5º PASSO – PÓS-MISSÃO: A MISSÃO CONTINUA (dar continuidade às SMP, aprofundar): • As sementes foram lançadas. O trabalho não pode parar. Daí a Pós-Missão que é dar continuidade a um trabalho bem planejado na Pré-Missão. Avaliar a Semana Missionária e traçar linhas de ação e o que pode ser priorizado no trabalho pastoral da Paróquia. Por exemplo: trabalhar melhor a Crisma na Comunidade, preparação dos casais para o Matrimônio, priorizar alguma pastoral, integração entre as pastorais, etc. “SMP não é uma atividade pastoral paralela, mas um serviço à pastoral, para injetar sangue novo na pastoral”. SMP vêm para despertar, acordar a todos nos diversos aspectos da vida eclesial. Daí o sentido da Pós-Missão, evitando que aconteça um esfriamento depois da Semana Missionária. Senão, fica só na saudade.
  • 5º PASSO – PÓS-MISSÃO: A MISSÃO CONTINUA (dar continuidade às SMP, aprofundar) • Proposta de um retiro de pós-missão; • Programar algumas atividades para a pós- missão (continuação das visitas, melhor preparação das celebrações, etc); • Incentivar estudos bíblicos, grupos de reflexão, trabalho com jovens, Crisma, etc. • Um trabalho de fomentação das comunidades/projeto de missão permanente. • Grupo missionário em cada comunidade; organização e fortalecimento do COMIPA (comissão missionária paroquial) como espaço articulador.
  • 5º PASSO – PÓS-MISSÃO: A MISSÃO CONTINUA • O momento mais forte da Pós-Missão tem a duração de 1 ano, fechando com a celebração do 1º aniversário da Semana Missionária. Mas a Pós-Missão continua depois disto: encontros periódicos dos missionários, retiro missionário anual, animação missionária em algumas Comunidades, participação em outras Missões fora da Paróquia.
  • RESUMINDO: PROCESSOS • Tomada de decisão na Paróquia (padre e lideranças); • Momentos de estudo sobre as SMP; • Missa de anúncio para divulgação (oficializar); • Convidar pessoas para serem missionários (as): crianças, jovens, adultos; • Realização dos retiros missionários; • Convidar padres e pessoas de outras paróquias para ajudar na Semana Missionária; • Realização da SEMANA MISSIONÁRIA, o momento mais forte das SMP; • Continuação das missões com o trabalho de Pós-Missão
  • Encerramento de Semana Missionária
  • CARREATA MISSIONÁRIA
  • O ESPÍRITO SANTO É O ANIMADOR DAS SANTAS MISSÕES POPULARES
  • A MISSÃO É PARA TODOS
  • RETIRO NA DIOCESE DE JANUÁRIA