Oração da manhã setor 14 das CEBs 23 julho 2014

  • 107 views
Uploaded on

Oração da manhã setor 14 das CEBs 23 julho 2014

Oração da manhã setor 14 das CEBs 23 julho 2014

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
107
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. 1. ACOLHIDA: Hoje é com muita alegria que estamos aqui na casa do Sr. Paulo e dona Aparecida. Alguém vindo pela primeira vez? Canto: Que bom! 2. Comentarista: Irmãos e Irmãs, sejam todos bem- vindos a mais um dia de missão no setor 14 das CEBs. O Espírito nos fortalece! Ao recebermos o nome de cristãos, abraçamos corajosamente a missão de sermos como Cristo, e essa missão só encontra seu verdadeiro significado em nossa vida de comunidade. 3. Refrão Meditativo: AQUELE QUE VOS CHAMOU, AQUELE QUE VOS CHAMOU É FIEL, É FIEL. FIEL É AQUELE QUE VOS CHAMOU. (3x) 4. CANTO DE ABERTURA DO OFÍCIO DIVINO DAS COMUNIDADES ( De pé, fazendo o sinal da cruz nos lábios, durante o primeiro verso) Estes lábios meus, vem abrir, Senhor, Cante esta minha boca sempre o teu louvor! - Venham, adoremos a nosso Senhor! (bis) A proclamar seu Reino ele nos chamou. (bis) - Toda terra aclame, cante ao Senhor, (bis) Sirva com alegria, venha com fervor! (bis) - O Senhor é Deus, saiba o mundo todo (bis) Somos o seu rebanho, somos o seu povo. (bis) - Venham ao Senhor, tragam seu louvor, (bis) Só o Senhor é bom, eterno o seu amor! (bis) - Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito. (bis) Glória à Trindade Santa, glória ao Deus bendito.(bis) - Aleluia, irmãs, aleluia irmãos! (bis) Do povo que trabalha, a Deus louvação! (bis) 5. Reflexão: EXORTAÇÃO APOSTÓLICA EVANGELII GAUDIUM DO PAPA FRANCISCO 1. Alguns desafios do mundo atual Leitor(a): A humanidade vive, neste momento, uma viragem histórica, que podemos constatar nos progressos que se verificam em vários campos. São louváveis os sucessos que contribuem para o bem-estar das pessoas, por exemplo, no âmbito da saúde, da educação e da comunicação. Todavia não podemos esquecer que a maior parte dos homens e mulheres do nosso tempo vive o seu dia a dia precariamente, com funestas consequências. Aumentam algumas doenças. O medo e o desespero apoderam-se do coração de inúmeras pessoas, mesmo nos chamados países ricos. A alegria de viver frequentemente se desvanece; crescem a falta de respeito e a violência, a desigualdade social torna-se cada vez mais patente. É preciso lutar para viver, e muitas vezes viver com pouca dignidade. Esta mudança de época foi causada pelos enormes saltos qualitativos, quantitativos, velozes e acumulados que se verificam no progresso científico, nas inovações tecnológicas e nas suas rápidas aplicações em diversos âmbitos da natureza e da vida. Estamos na era do conhecimento e da informação, fonte de novas formas de um poder muitas vezes anónimo. (AG 52) Não a uma economia da exclusão Leitor(a) 2 - Assim como o mandamento «não matar» põe um limite claro para assegurar o valor da vida humana, assim também hoje devemos dizer «não a uma economia da exclusão e da desigualdade social». Esta economia mata. Não é possível que a morte por enregelamento dum idoso sem abrigo não seja notícia, enquanto o é a descida de dois pontos na Bolsa. Isto é exclusão. Não se pode tolerar mais o facto de se lançar comida no lixo, quando há pessoas que passam fome. Isto é desigualdade social. Hoje, tudo entra no jogo da competitividade e da lei do mais forte, onde o poderoso engole o mais fraco. Em consequência desta situação, grandes massas da população veem-se excluídas e marginalizadas: sem trabalho, sem perspectivas, num beco sem saída. O ser humano é considerado, em si mesmo, como um bem de consumo que se pode usar e depois lançar fora. Assim teve início a cultura do «descartável», que aliás chega a ser promovida. Já não se trata simplesmente do fenómeno de exploração e opressão, mas de uma realidade nova: com a exclusão, fere-se, na própria raiz, a pertença à sociedade onde se vive, pois quem vive nas favelas, na periferia ou sem poder já não está nela, mas fora. Os excluídos não são «explorados», mas resíduos, «sobras».(AG 53) 6. HINO: TU ÉS MISSIONÁRIO O Senhor te chama a plantar seu Reino, missionário vai, vai testemunhar. A bênção de Deus vai também contigo, vai sem medo, amigo, evangelizar! (Bis) 1. O Senhor te chama, envia em missão abre o coração para um jeito novo, vence o egoísmo e o preconceito deixa arder no peito o grito do povo. 2. As Santas Missões são graça de Deus que nos fortalecem na fraternidade. E de braços dados defender a vida, encontrar saídas na comunidade. 3. É boa notícia que tu tens pra dar, não podes parar é feliz quem vai. Vive com alegria o teu compromisso porque tudo isso é abraço do Pai. 4. Nós somos chamados a dar o exemplo de fazer missão e amar sem medida visitando o povo, cantando bendito e dando um sentido verdadeiro à vida. Santas Missões Populares – Setor 14 das CEBs -23.07.2014 Paróquia Coração de Jesus – Diocese de São José dos Campos - SP Nº11 11
  • 2. No ultimo domingo dia 20 de julho 110 pessoas participaram da formação missionária que aconteceu no Centro de Pastoral Pe. Vagner, assessorado pelo Pe. Jaime C. Patias, imc (secretário da União Missionária). Ele nos ajudou a refletir o tema do encontro: Uma Igreja Missionária “em saída”, e o lema: A vida é Missão! Entre os participantes estavam 12 pessoas da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, 1 pessoa da Paróquia São Bento e 4 pessoas da Paróquia N. Sra. de Lourdes. Gesto concreto do encontro: Colaborar com o pessoal que trabalhou na cozinha, cada um lavar o seu prato. O Pe. Alex fez questão de lavar o dele. Foram mais de 110 pratos, 110 copos, 110 talheres. Isto é comunidade de comunidades todos trabalhando, colocando as mãos na massa. Coisa simples, mas que aliviou o pessoal que estava trabalhando na cozinha. . Deus abençoe você que colaborou para que esse encontro missionário acontecesse. Deus lhe pague! Equipe da animação missionária da Paróquia Coração de Jesus Depois do almoço o trem das CEBs percorreu os trilhos do Centro de Pastoral Pe. Vagner... Encontro Missionário contou com a participação de crianças e jovens. Equipe de canto Santa Missa