Your SlideShare is downloading. ×
Biblia gente3 -mês da Bíblia 2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Biblia gente3 -mês da Bíblia 2012

1,051

Published on

Biblia gente3 -mês da Bíblia 2012

Biblia gente3 -mês da Bíblia 2012

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,051
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
22
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. VENDA PROIBIDA ANO XXXV — REMESSA ESPECIAL PARA O MÊS DA BÍBLIA — SETEMBRO DE 2012 — Nº 3 QUARTO ENCONTRO SEGUIR JESUS É COMPROMETER-SE COM A JUSTIÇA! Eu vim para que todos tenham vida. Que todos tenham vida plenamente. Reconstrói a tua vida em comunhão com teu Senhor. Reconstrói a tua vida em comunhão com teu irmão. Onde está o teu irmão, eu estou presente nele. Eu passei fazendo o bem, eu curei todos os males. Hoje és minha presença junto a todo sofredor.FRANCISCO DANIEL A. MOREIRA Onde sofre o teu irmão, eu estou sofrendo nele. Quem comer o pão da vida, viverá eternamente. Tenho pena deste povo que não tem o que comer. Onde está um irmão com fome, eu estou com fome nele. Entreguei a minha vida pela salvação de todos. Reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes: onde morre o teu irmão, eu estou morrendo nele. Tema: Seguir Jesus é comprometer-se com a justiça! personagens: Jesus, os discípulos, Pedro e a mul- Todas/os: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. tidão. Amém. texto: Mc 8,27-38. Dirigente: Podemos repetir o tema do encontro de PALAVRAS-CHAVE: Caminho, Cristo, sofrer, rejeitado, hoje: Seguir Jesus é comprometer-se com a justiça. morto, ressuscitar, negue-se, cruz e evangelho. Como foi a vivência do gesto concreto proposto na perspectiva: Entender que o seguimento de Jesus exige assumir, na própria vida, o compromisso com os reunião anterior? Tempo para a partilha. Encerrar este crucificados da história e quem entra nesse caminho momento com o refrão de um canto, conforme a esco- deve estar disposto a se doar até o fim. lha do grupo. Sugestão: repetir Eu vim para que todos tenham vida. Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me (Mc 8,34b). 3. Motivando a conversa Leitora ou leitor 1: No evangelho de Tomé, Jesus faz a seguinte pergunta aos discípulos: “‘Com quem me 1. Preparar o ambiente comparais? Dizei-me com quem me pareço’. Disse- - Colocar no centro a Bíblia, vela e cruz. -lhe Simão Pedro: ‘Tu és semelhante a um anjo justo’. - Folhas de papel e pincel. Disse-lhe Mateus: ‘Tu és semelhante a um sábio filósofo’. - Escrever em uma cartolina o tema do encontro. Disse-lhe Tomé: ‘Mestre, minha boca não é capaz de dizer com quem te pareces’” (sentença 13). A resposta 2. Acolhida sobre a identidade de Jesus passa pela experiência da comunidade. No evangelho de Mateus, Pedro respon- Dirigente: Hoje vamos refletir sobre quem é Jesus e de corretamente que Jesus é o Cristo – o Messias; mas, a nossa identidade como discípulas e discípulos. Ini- nesse evangelho, quem mais se aproxima do mistério de ciemos nosso encontro fazendo memória do projeto Jesus é Tomé, que faz a experiência do que não se pode de Jesus. descrever: é o indizível. PÁG. 1
  • 2. Dirigente: A pergunta de Jesus continua exigindo de foi morto, mas Deus o ressuscitou. Seguir Jesus implicanós uma resposta. E para cada uma e cada um de nós: assumir o mesmo caminho.quem é Jesus? Podemos pegar um pincel e uma folha, a) Como nós vivemos o nosso ser discípulas/os de Jesusdesenhar a nossa resposta e depois partilhar em pe- em nossa vida?quenos grupos. b) Quem são os crucificados da história hoje e como vivo a solidariedade com eles?4. Situando o texto 7. Celebrando a vidaLeitora ou leitor 2: A comunidade dos primeiros segui- Dirigente: Neste momento vamos olhar para a cruz. Paradores e seguidoras de Jesus compreendeu que Jesus é nós, ela é carregada de um simbolismo religioso, mas, noo servo sofredor, que morreu por ter assumido a causa império romano, ela era sinal de extrema humilhação. Erada justiça até o fim. Com o passar do tempo e diante a pena máxima para os rebeldes, subversivos e escravos.das dificuldades e sofrimentos vivenciados pelo povo Para nós, ela recorda o gesto de doação de um Deus quejudeu, renasce a mentalidade nacionalista da chegada nos amou até o fim. Que a cruz seja a memória constantede um messias rei que viria para destruir os dominadores de que não devemos crucificar nossas irmãs e irmãos. Aoe implantar o reino de Deus. No norte da Galileia, com contrário, a nossa vocação cristã exige o compromisso com todas as pessoas que continuam sendo crucificadas.o aumento da opressão, surgiram novos movimentos Renovando a nossa fé em Deus e em seu projeto, demessiânicos. Essa mentalidade messiânica triunfalista foi mãos dadas, rezemos: Pai-nosso…assumida também por alguns seguidores e seguidorasde Jesus. Nesse momento, a comunidade de Marcos 8. Preparar o próximo encontroreforça o ensinamento de que o messianismo de Jesus Dirigente: Para a próxima reunião, ler Mc 16,1-8, e quempassa pela cruz e a solidariedade com os crucificados puder leia as orientações em preparação ao quinto en-da história. contro. Se tiver alguma dificuldade em ler, pedir ajuda a uma pessoa próxima.5. Leitura do texto - Distribuir as tarefas, combinar a data e o local da pró- xima reunião.Dirigente: A pergunta central do evangelho de Marcos - Trazer um prato de doce ou salgado para partilhar napode ter muitas respostas, mas todas devem apontar próxima reunião.para o compromisso com o reino de Deus. Aclamemosa Palavra de Deus, cantando: 9. Gesto concreto Fazer uma visita a um asilo, orfanato, acampamento dosBuscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça. sem-terra, dos sem-teto, albergues ou outros grupos queE tudo mais vos será acrescentado. Aleluia! Aleluia! vivem em situação de exclusão.Não só de pão o homem viverá, mas de toda palavra 10. Bênção finalQue procede da boca de Deus. Aleluia! Aleluia! Dirigente: Responder à pergunta sobre quem é Jesus para nós significa, ao mesmo tempo, dar uma respostaSe vos perseguem por causa de mim, não esqueçais o sobre qual a marca do nosso discipulado hoje. Que oporquê: nosso seguimento de Jesus tenha sempre presente oNão é o servo maior que o Senhor. Aleluia! Aleluia! compromisso com as pessoas excluídas. Que o Deus da ternura e da compaixão derrame sobre nós e nossasLeitora ou leitor 3: Ler Mc 8,27-38. famílias a sua bênção.Dirigente: Para conversar. Todas/os: Amém.a) Qual a identidade de Jesus segundo o evangelho de Marcos? Para aprofundar o tema deste encontro, leia as pági-b) Jesus chama Pedro de satanás. O que significa ser nas 76-89 do livro No caminho de Jesus: Entendendo o satanás para Jesus? evangelho de Marcos, editado pela Paulus em 2012. Oc) Comente a afirmação: “Se alguém quiser vir após mim, material deste encontro e também o livro indicado negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois foram preparados pela equipe do Centro Bíblico Verbo. aquele que quiser salvar a sua vida, a perderá; mas o que perder a sua vida por causa de mim e do Evan- O CENTRO BÍBLICO VERBO é um centro de estudo gelho, a salvará” (Mc 8,34-35). que está a serviço do povo de Deus, desenvolvendo uma leitura exegética, comunitária, ecumênica e6. Iluminando a vida popular da Bíblia. O Centro Bíblico oferece cursosLeitora ou leitor 4: A resposta que damos à questão regulares de formação bíblica em diferentes moda- lidades e presta assessorias às dioceses, paróquias,“Quem é Jesus para mim?” é que orienta o meu se- comunidades, colégios e congregações religiosas.guimento de Jesus hoje. As primeiras comunidades Maiores informações pelo tel. (11) 5181-7450. Nossaentenderam Jesus como o servo que é chamado para o página: www.cbiblicoverbo.com.br.serviço da justiça e que por fidelidade a esse chamado PÁG. 2
  • 3. QUINTO ENCONTRO jesus estÁ vivo e presente em nosso meio! Dirigente: Vamos partilhar como foi a vivência do gesto concreto proposto na reunião anterior. Tempo para a partilha. Dirigente: Em nosso aprofundamento do evangelho de Marcos, aprendemos que ser discípula ou discípulo de Jesus é colocar-se a caminho: “deixar as redes” e ser capaz de assumir o projeto do Reino que exige a partilha, a superação de preconceitos e o compromisso com a justiça. No encontro de hoje, a nossa reflexão é sobre a experiência da ressurreição como força que nos impul- siona constantemente para a missão. Com o desejo de reavivar a certeza de que Jesus está vivo e presente em nosso meio, cantemos: Eu creio num mundo novo, pois Cristo ressuscitou! Eu vejo sua luz no povo, por isso alegre sou! Em toda pequena oferta, na força da união,FRANCISCO DANIEL A. MOREIRA No pobre que se liberta, eu vejo ressurreição! Na mão que foi estendida, no dom da libertação. Nascendo uma nova vida, eu vejo ressurreição! Nas flores oferecidas, e quando se dá perdão: Nas dores compadecidas, eu vejo ressurreição! Nos homens que estão unidos, com outros partindo o pão, Tema: Jesus está vivo e presente em nosso meio! Nos fracos fortalecidos, eu vejo ressurreição! personagens: Maria de Magdala, Maria, mãe de Tiago, Salomé e um jovem. 3. Motivando a conversa texto: Mc 16,1-8. Leitora ou leitor 1: Eis um trecho da entrevista de Dom PALAVRAS-CHAVE: Comprar, ungir, ver, o Crucificado, Oscar Romero, bispo de El Salvador, duas semanas antes ressuscitou e Galileia. de sua morte: “Fui frequentemente ameaçado de morte. perspectiva: Acreditar que Jesus Ressuscitado está Devo dizer-lhe que, como cristão, não creio na morte vivo e presente em nosso meio, suscitando novos sem ressurreição: se me matarem, ressuscitarei no povo discípulos e discípulas para continuar o projeto do salvadorenho. Reino de Deus. Digo isso sem nenhuma ostentação, com a maior humil- Procurais a Jesus de Nazaré, o Crucificado. dade. Como pastor, sou obrigado, por mandado divino, Ressuscitou, não está aqui (Mc 16,6). a dar a vida por aqueles que amo, que são todos os sal- vadorenhos, até por aqueles que me assassinarem. Se chegarem a cumprir-se as ameaças, desde agora ofereço 1. Preparar o ambiente a Deus meu sangue pela redenção e ressurreição de El - Colocar no centro uma Bíblia, flores, vela, uma cesta Salvador. O martírio é uma graça de Deus, que não me com ovos, pão, vinho e, onde for possível, um girassol. sinto na situação de merecer, porém, se Deus aceitar o - Escrever em uma cartolina o tema do encontro. sacrifício de minha vida, que meu sangue seja semente de liberdade e sinal de que a esperança se transformará 2. Acolhida logo em realidade. Dirigente: Iniciemos o nosso encontro em nome do Pai, Minha morte, se for aceita por Deus, que seja pela liber- do Filho e do Espírito Santo. tação do meu povo e como testemunho de esperança no Todas/os: Amém. futuro. Você pode escrever: ‘se as ameaças chegarem a PÁG. 3
  • 4. ser cumpridas, desde já eu perdoo e abençoo aquele que dá medo e, muitas vezes, é melhor fugir. É preciso vivero fizer’”.1 a experiência de que há uma esperança, a força da vida é maior do que a morte. É preciso acreditar que “a pedraDirigente: “Não creio na morte sem ressurreição: se me já fora removida!”matarem, ressuscitarei no povo salvadorenho”. O que nóssentimos diante do testemunho de Dom Oscar Romero a) Onde é a nossa Galileia hoje? b) Qual a nossa reação diante da missão que assumimos?e de tantos outros mártires, mulheres e homens, que c) De que maneira somos anunciadores/as da ressurrei-deram a vida pela causa da justiça? Tempo para a partilha. ção no mundo em que vivemos?Encerrar este momento com o refrão sugerido ou outroescolhido pela comunidade: 7. Celebrando a vidaEu creio num mundo novo, pois Cristo ressuscitou! Dirigente: Diante dos símbolos de vida que estão à nos-Eu vejo sua luz no povo, por isso alegre sou! sa frente, podemos fazer a nossa oração. Depois de cada prece, podemos repetir o refrão ou, se o grupo preferir,4. Situando o texto escolher outro: Eu creio num mundo novo, pois CristoLeitora ou leitor 2: As mulheres recebem a ordem de ressuscitou! Eu vejo sua luz no povo, por isso alegrecomunicar aos seguidores de Jesus que ele voltaria para sou! Após as preces, vamos partilhar o pão e o vinho,a Galileia. Elas ficaram com medo, fugiram e nada disse- alimentos que nos fortalecem na caminhada.ram. É preciso afastar-se de Jerusalém, lugar de centro Dirigente: Reafirmando a nossa fé cristã e o nossodo poder, e voltar à Galileia, o lugar onde tudo começou. compromisso de sermos anunciadoras e anunciadoresSegundo o evangelho de Marcos, foi na Galileia que Je- da ressurreição, rezemos: Pai-nosso…sus realizou grande parte de sua atividade missionária. 8. Gesto concretoVoltar à Galileia é assumir o projeto de Jesus, e isso causamedo. Acreditar que Deus ressuscitou Jesus é reafirmar Continuar aprofundando o evangelho de Marcos e com esta comunidade buscar inspiração para viver o nossoa fé em Deus como o Senhor da vida. Apesar do medo, seguimento de Jesus hoje.há uma grande esperança para os que seguem Jesus. 10. Bênção final5. Leitura do texto Dirigente: “Ressuscitou, não está aqui”. Que o DeusDirigente: Animados pela fé e pelo testemunho das pri- da Vida nos abençoe e nos dê a graça de vivermos ameiras comunidades cristãs que assumiram o projeto ressurreição no cotidiano de nossa caminhada. Que ade Jesus, peçamos ao Espírito Santo que abra os nossos bênção de Deus pai e mãe desça sobre cada pessoa aquicorações para acolhermos a Palavra de Deus e deixar presente, sobre nossas famílias e comunidades, sobre aque ela nos fortaleça em nossa caminhada. Cantemos: nossa cidade e o nosso país.Cristo ressuscitou, aleluia! Todas/os: Amém.Venceu a morte com amor! (bis) Aleluia! Dirigente: Vamos estender as nossas mãos sobre osTendo vencido a morte, alimentos que trouxemos. Que Deus abençoe esteso Senhor ficará para sempre entre nós. alimentos e que a partilha da comida seja sinal de nossaPara manter viva a chama do amor que reside comunhão entre nós e com as pessoas com as quaisem cada cristão a caminho do Pai. convivemos. Todas/os: Amém.Leitora ou leitor 3: Ler Mc 16,1-8.Dirigente: Para conversar. Para aprofundar o tema deste encontro, leia as pági- nas 97-110 do livro No caminho de Jesus: Entendendoa) Qual era a preocupação das mulheres quando elas o evangelho de Marcos, editado pela Paulus em 2012. foram ao túmulo e o que elas encontraram? O material deste encontro e também o livro indicadob) Por que as mulheres tiveram medo e fugiram? foram preparados pela equipe do Centro Bíblico Verbo.c) Qual o sentido de voltar para a Galileia?6. Iluminando a vida O CENTRO BÍBLICO VERBO é um centro de estudo que está a serviço do povo de Deus, desenvolvendo umaLeitora ou leitor 4: A nossa missão é anunciar que leitura exegética, comunitária, ecumênica e popularCristo Ressuscitou e nos precede na Galileia. O lugar da Bíblia. O Centro Bíblico oferece cursos regularesonde a vida está ameaçada. Assumir o projeto de Jesus de formação bíblica em diferentes modalidades e presta assessorias às dioceses, paróquias, comuni- dades, colégios e congregações religiosas. Maiores1 www.pime.org.br/mundoemissao/testemunhosromero.htm. informações pelo tel. (11) 5181-7450. Nossa página:Acesso em 20 de fevereiro de 2012. Dom Oscar Romero foi assas­sinado no dia 24 de março de 1980. www.cbiblicoverbo.com.br. Editora: Pia Sociedade de São Paulo - PAULUS (Paulinos) — Diretor: José Dias Goulart — Endereço: Rua Francisco Cruz, 229 - Vila Mariana - 04117-091 - São Paulo - SP - Tel. (11) 5087-3700 - Fax (11) 5579-3627 - editorial@paulus.com. br - www.paulus.com.br — Esta remessa de Bíblia-Gente é uma gentileza da PAULUS e não pode ser vendida. PÁG. 4

×