FEBRAFAR Abr09

869 views
814 views

Published on

Published in: Economy & Finance, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
869
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

FEBRAFAR Abr09

  1. 1. Cenários: O Mundo e Mercado Farmacêutico no Brasil em 2009 Prof. Sergio Farah Abril/2008
  2. 2. Cenário Mundial Ativos Reais x Ativos Financeiros Ativos reais • Valor intrínseco, relacionado diretamente ao produto tangível. • Crescimento limitado a capacidade produtiva Ativos financeiros • Valor atribuído pela percepção. • Valor relacionado a perspectivas futuras e a certo grau de incerteza e de riscos. • Crescimento “ilimitado”
  3. 3. Cenário Mundial Ativos Reais x Ativos Financeiros 1980 2008 2006 PIB = Us$ 10 trilhões PIB = Us$ 48 trilhões PIB = Us$ 48 trilhões Ativos Financeiros Ativos Financeiros Ativos Financeiros Us$ 12 trilhões Us$ 120 trilhões Us$ 170 trilhões 20% 150% 254%
  4. 4. Cenário Mundial Crise Financeira Americana • 1971 Richard Nixon deixa de lastrear o dólar pelo ouro por acreditar que o maior lastro é a confiança mundial na moeda americana. • O dólar em si passou a ser a referência financeira dos EUA. • Déficit em conta corrente do balanço de Pagamentos (% PIB) 1997= 1,75 2000= 4,2 2001= 4,5 2003= 4,8 2004= 5,7 2005= 6,4 2006= 6,5 2007= 7,0
  5. 5. Cenário Mundial Crise Financeira Americana • Divida externa: 1995=Us$ 862 bi 2001= Us$ 1,4 tri 2005= Us$ 8,84 tri 2006= Us$ 10,0 tri •Evolução da divida publica (em Us$ trilhões) 1989= 2,7 2000= 5,7 2004= 7,5 2007= 9,8 2008= 11.5 • Divida externa, publica, familiar e empresarial = Us$ 37 trilhões
  6. 6. Países detentores de títulos da divida publica Americana China (30%) Japão (20%) Exportadores de Petróleo (Arábia Saudita, Emirados) Paraísos Fiscais (Bahamas, Bermudas, Cayman) Países da Europa (Inglaterra, França, Itália)
  7. 7. Países detentores de títulos da divida publica Americana A crise nasceu no EUA, mas seus efeitos atingem todos os Países. China , Japão , Países Exportadores de Petróleo e Países da Europa são os mais interessados na recuperação da economia americana. Não é possível prever os estragos que a economia Americana ainda poderá causar na economia Mundial.
  8. 8. Atratividade do Brasil no cenário Internacional - Sistema financeiro sólido e confiável - Garantias ao investimento estrangeiro - Cumprimento de contratos internacionais - Crescimento populacional - Aumento consistente do consumo interno - Melhoria da infra estrutura
  9. 9. Investimentos Estrangeiros no Brasil 2007 – Us$ 34,5 bilhões 2008 – Us$ 45,0 bilhões 2009 – Us$ 55,0 bilhões (previsto)
  10. 10. BRASIL até 2015 Previsões permanecem Taxa de Crescimento do PIB: 7% até 2015. Taxa de desemprego: atual 10% para 6%. Taxa exportações/PIB: atual 22% para 30%. Taxa real de juros: 6% até 2010 e 4% até 2015. Carga tributária: atual 33% para 27% até 2015
  11. 11. BRASIL até 2015 Previsões permanecem IDH: atual 0,80 para 0,86 até 2015 Esperança de vida: atual 72,3 para 75 anos até 2015. População brasileira: atual 190 para 212 milhões. Famílias da classe média: atual 16,8 milhões para 27,7 milhões (aumento de 64,5%)
  12. 12. BRASIL até 2015 Previsões permanecem Inflação: 2002 = 12,5% ; 2008 = 6,2% ; 2015 = 2,7% Reservas em Us$ bilhões: 2002 = $ 40 ; 2008 = $ 206 ; 2015 = $ 400. Risco País: 2002 = 2.400 pontos. 2008 = 260 pontos. 2015 = < 100 pontos.
  13. 13. Reflexos no comércio varejista de medicamentos
  14. 14. - Crescimento do Mercado Total dos atuais R$ 26 bilhões para R$ 40 bilhões. - Aumento do número de farmácias e do número de habitantes por farmácia de 3.300 para 4.000 - Aumento do consumo per capita de Us$ 52 para Us$ 68 - Crescimento da participação de supermercados dos atuais 3% para 6%. - Crescimento da participação das redes dos atuais 42% para 55%, esse crescimento poderá chegar a 62% com a entrada de investimentos estrangeiros.
  15. 15. - Crescimento de 350% das vendas pela Internet - A participação das marcas próprias chegará a 3% - A participação dos não medicamentos no MIX crescerá dos atuais 23,8% para 34% - Crescimento de 120% das vendas delivery - Redução de 9% da margem bruta
  16. 16. www.cpdec.com.br www.estrategiacompetitiva.com.br Fone: (11 9137 4887) – sergio.farah@cpdec.com.br

×