8ª Série Gramática Colocação Pronominal

22,819 views

Published on

Published in: Education, Technology
1 Comment
13 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
22,819
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9,017
Actions
Shares
0
Downloads
579
Comments
1
Likes
13
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

8ª Série Gramática Colocação Pronominal

  1. 1. Colocação Pronominal Professor: Marcos Emídio Gramática (Aula 15)
  2. 2. Observe os Textos a Seguir:
  3. 3. Pronominais Oswald de Andrade <ul><li>Dê- me um cigarro </li></ul><ul><li>Diz a gramática </li></ul><ul><li>Do professor e do aluno </li></ul><ul><li>E do mulato sabido </li></ul><ul><li>Mas o bom negro e o bom </li></ul><ul><li>[branco </li></ul><ul><li>Da Nação Brasileira </li></ul><ul><li>Dizem todos os dias </li></ul><ul><li>Deixa disso camarada </li></ul><ul><li>Me dá um cigarro. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Na utilização prática da língua, a colocação dos pronomes oblíquos é determinada pela boa sonoridade da frase. </li></ul><ul><li>Você, dificilmente, ouvirá alguém dizer “Ninguém deu- me seu recado”, pois, automaticamente, as pessoas dizem “Ninguém me deu seu recado”. Isso porque o segundo exemplo soa melhor aos ouvidos dos falantes e dos ouvintes. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Os Pronomes utilizados na Colocação Pronominal são os Pronomes Oblíquos Átonos: </li></ul><ul><li>me, te, se, o(s), nos, vos, lhe, lhes. </li></ul><ul><li>Eles são utilizados antes, no meio e no final de um verbo. </li></ul><ul><li>Exemplos: </li></ul><ul><li>O árbitro não nos puniu naquela partida. </li></ul><ul><li>Mandar- lhe -ei um bom presente a todos. </li></ul><ul><li>Diga- me o que queres. </li></ul>
  6. 6. Classificação e Denominação <ul><li>De acordo com a posição do Pronome Oblíquo na frase, a Colocação Pronominal pode ser classificada em: </li></ul><ul><li>Próclise; </li></ul><ul><li>Mesóclise; </li></ul><ul><li>Ênclise. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Próclise (Princípio / Antes do verbo) </li></ul><ul><li>O árbitro não nos puniu naquela partida. </li></ul><ul><li>Mesóclise (Meio do verbo) </li></ul><ul><li>Mandar- lhe -ei um bom presente a todos. </li></ul><ul><li>Ênclise (Encerrando / Final do verbo) </li></ul><ul><li>Diga- me o que queres. </li></ul>Pronome Verbo Pronome Verbo Verbo Verbo Pronome
  8. 8. Regras de uso: <ul><li>Como saber quando utilizar o Pronome Oblíquo no Princípio (Próclise), no Meio (Mesóclise) ou no Fim (Ênclise) do verbo? </li></ul><ul><li>Para a Ênclise , não há regras pré-determinadas, pois ela indica colocar o pronome na norma culta da língua. </li></ul><ul><li>A ênclise ocorre sempre quando há um verbo iniciando uma oração. </li></ul><ul><li>Exemplos: </li></ul><ul><li>Entregou- me os documentos hoje. </li></ul><ul><li>Informei- lhe o horário das aulas de reforço. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Para a Mesóclise , existem duas regras básicas: </li></ul><ul><li>Quando o verbo estiver no Futuro do Presente: (Entregarei) </li></ul><ul><li>Entregar- vos -ei as provas mensais. </li></ul><ul><li>2) Quando o verbo estiver no Futuro do Pretérito: (Entregaria) </li></ul><ul><li>Entregar- vos -ia as provas mensais. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Para a Próclise, as regras são as seguintes: </li></ul><ul><li>Palavras de sentido negativo (não, nada, nem, nunca). </li></ul><ul><li> Ex.: Nada nos preocupava naquele tempo. </li></ul><ul><li>2) Advérbios, não seguidos de vírgula (hoje, aqui, sempre, talvez, muito). </li></ul><ul><li>Ex.: Hoje me arrependo do que fiz. </li></ul><ul><li>3) Conjunções subordinativas (que, quando, embora, se, como, para que). </li></ul><ul><li>Ex.: Embora me sinta culpado, não pedirei desculpas. </li></ul><ul><li>4) Pronomes Relativos (que, quem, quais, onde, qual). </li></ul><ul><li> Ex.: Ficamos em uma colina de onde se avistava o mar. </li></ul><ul><li>5) Pronomes Indefinidos (alguém, muitos, todos, poucos) </li></ul><ul><li>Ex.: Todos me deram apoio. </li></ul><ul><li> Alguém me telefonou? </li></ul><ul><li>6) Pronomes Demonstrativos (este, esta, aquele, aquilo) </li></ul><ul><li>Ex.: Aquilo lhe fez muito bem . </li></ul><ul><li> Isto me pertence. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>A próclise é também usada em frases interrogativas, exclamativas e optativas (frases que exprimem desejo). </li></ul><ul><li>Frase interrogativa: </li></ul><ul><li>Quem lhe entregou a carta? </li></ul><ul><li>Frase exclamativa: </li></ul><ul><li>Quanta mentira se disse a respeito dela! </li></ul><ul><li>Frase optativa: </li></ul><ul><li>Deus nos proteja daquele maluco! </li></ul>
  12. 12. Casos Optativos entre Próclise e Ênclise <ul><li>Pode-se utilizar tanto a Próclise quanto a Ênclise : </li></ul><ul><li>Com pronomes pessoais do caso reto (eu, tu ele etc.), desde que não precedidos de palavra atrativa (Todas as que sejam regras de Próclise). </li></ul><ul><li>Ex.: Eu lhe obedeço. (próclise) </li></ul><ul><li> Eu obedeço- lhe . (ênclise) </li></ul><ul><li> Espero que ele nos apóie. (só é possível a próclise) </li></ul><ul><li>2) Com infinitivo não flexionado precedido de preposição ou palavra negativa. </li></ul><ul><li>Ex.: Vim para te apoiar . (próclise) </li></ul><ul><li> Vim para apoiar-te . (ênclise) </li></ul><ul><li> Espero não o encontrar . (próclise) </li></ul><ul><li> Espero não encontrá-lo . (ênclise) </li></ul>
  13. 13. Tarefa para 12/11 (Valendo visto na pasta) <ul><li>Gramática Reflexiva: </li></ul><ul><li>Pág.: 178, 182, 183 e 184. </li></ul>

×