Introdução Metodologias áGeis Para Desenvolvimento De Software

  • 2,412 views
Uploaded on

 

More in: Technology , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
2,412
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
121
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software Professor: Marcos Cardoso [email_address] Introdução Pós-Graduação em Engenharia de Software
  • 2. ?
  • 3. ?
  • 4. ?
  • 5. ?
  • 6. Quem já adota?
  • 7. O que estamos procurando?
  • 8. Definição de Sucesso para um projeto de Software O software resolve o problema O software é fácil de manter e evoluir O projeto possui menor custo e prazo possíveis * Rodrigo Yoshima
  • 9. Apenas 37% das empresas estão satisfeitas com a velocidade do desenvolvimento interno das aplicações 80% dos investimentos em desenvolvimento estão na identificação e correção dos defeitos Taxa de falhas dos projetos é superior a 45% Fontes: IBM e Standish Groupe
  • 10. Atividades Fundamentais para o desenvolvimento de Software Especificação do Software
  • 11. Atividades Fundamentais para o desenvolvimento de Software Projeto e Implementação
  • 12. Atividades Fundamentais para o desenvolvimento de Software Validação do Software
  • 13. Atividades Fundamentais para o desenvolvimento de Software Evolução do Software
  • 14. Metodologias Tradicionais
  • 15. Modelo Cascata Definição dos Requisitos Projeto do Software Implementação e Testes de Unidades Integração e Testes do Sistema Operação e Manuntenção
  • 16.  
  • 17. Manifesto Ágil Em 2001, dezessete especialistas em processos de desenvolvimento de software estabeleceram princípios comuns compartilhados por diferentes métodos Foi criada a Aliança Ágil e o estabelecimento do Manifesto Ágil
  • 18.  
  • 19. Indivíduos e interações ao invés de processos e ferramentas Software executável ao invés de documentação .
  • 20. Colaboração do cliente ao invés de negociação de contratos. Respostas rápidas a mudanças ao invés de seguir planos.
  • 21. Simplesmente mostra que eles têm importância secundária quando comparado com os indivíduos e interações, com o software estar executável, com a colaboração do cliente e as respostas rápidas a mudanças e alterações.” O Manifesto Ágil não rejeita os processos e ferramentas, a documentação, a negociação de contratos ou o planejamento.
  • 22. Tudo bem, mas funciona? São Tomé incrédulo nessa tal de metodologia ágil
  • 23. Pesquisa realizada pela InfoQ.com em 642 empresas Fator Melhorou Não mudou Piorou Produtividade 82% 13% 5% Qualidade 77% 14% 9% Satisfação 78% 15% 7% Custo 37% 40% 23%
  • 24. Test Driven Development XP Pragmatic Programming Kanbam Adaptive Software Development Feature Driven Development Crystal Scrum
  • 25. 1. A cultura da organização deve apoiar a negociação Aplicabilidade dos Métodos Ágeis
  • 26. 2. As pessoas devem ser confiantes Aplicabilidade dos Métodos Ágeis
  • 27. 3. A Organização necessita ter um ambiente que facilite a rápida comunicação entre os membros Aplicabilidade dos Métodos Ágeis
  • 28. 4. Poucas pessoas, mas competentes Aplicabilidade dos Métodos Ágeis
  • 29. Agile vs. Waterfall: A Tale of Two Teams http://www.youtube.com/watch?v=gDDO3ob-4ZY Vamos assistir ao vídeo
  • 30. Leitura de Artigo Metodologias ágeis são processos, agilidade é cultura http://agilblog.locaweb.com.br/2009/04/25/metodologias-ageis-sao-processos-agilidade-e-cultura/
  • 31. Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software Professor: Marcos Cardoso [email_address] Introdução Pós-Graduação em Engenharia de Software
  • 32. Este material foi elaborado Marcos Cardoso (marcos.cardoso@gmail.com), estando sob a licença Creative Commons, Atribuição-Uso Não-Comercial 2.5 Brasil. É permitido que outras pessoas usem e alterem a presente obra, desde que os devidos créditos sejam dados ao autor. Não é permitido o uso comercial do material. Maiores informações: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.5/br/ Attribution Non-Commercial