Introdução ao Nodejs

263 views

Published on

Published in: Software
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
263
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Introdução ao Nodejs

  1. 1. Javascript no servidor
  2. 2. INTRODUÇÃO  É Javascript sendo executado em um ambiente fora do navegador.  Node.js é um framework de aplicações de rede de alto desempenho, bem otimizado para ambientes de acesso simultâneo.  É uma ferramenta de linha de comando.  No site oficial: ‘Node's goal is to provide an easy way to build scalable network programs’ ‘O objetivo do Node é fornecer uma maneira fácil de construir programas de rede escaláveis’
  3. 3. INTRODUÇÃO  Node usa um modelo de I/O não bloqueante baseado em eventos, isso faz com que seja leve.  Ele faz uso de event-loops através de chamadas de retorno (callback) para implementar o modelo não bloqueante.  Não existe nenhuma implementação DOM fornecido pelo Node.js, ou seja, você não pode fazer isso: var elemento = document.getElementById ("elementId");
  4. 4. HISTÓRIA  Criado por Ryan Dahl em 2009.  Roda em cima do motor V8.  V8 é um interpretador Javascript open source mantido pela google, é o mesmo utilizado no Google Chrome.  Ainda na versão beta 0.10.28.  É open source feito para rodar em Linux, porém roda em Windows também.  Altamente aceito pela comunidade
  5. 5. DEMO
  6. 6. NPM  Node.js depende de módulos para executar suas tarefas.  Novos módulos podem ser instalados facilmente com o gerenciador de pacotes NPM.  O NPM (Node Package Manager) vem instalado junto com o NodeJs.  npm install [nomepacote] para instalar um novo pacote  Para buscar novos pacotes usamos o comando npm search [nome]  -g instala pacotes globalmente.  Le arquivo packages.json.
  7. 7. DESENVOLVIMENTO WEB  Framework para gerenciar rotas, requisições e respostas.  Express é o framework mais popular para gerencimento de aplicações web.  Tem a capacidade de trabalhar na arquitetura MVC (MVR)
  8. 8. DEMO
  9. 9. ACESSO A DADOS  Não trabalha bem com banco de dados relacionais.  Trabalha com banco de dados NoSQL  Muito utilizado com MongoDB, com o módulo ‘Mongoose’
  10. 10. DEMO
  11. 11. LINKS  http://www.nodejs.org/  https://www.npmjs.org/  http://expressjs.com/  http://gruntjs.com/  http://bower.io/  http://yeoman.io/  http://socket.io/  http://mongoosejs.com/
  12. 12. REFERÊNCIAS  https://www.youtube.com/watch?v=jo_B4LTHi3I  http://nodebr.com/  http://blog.lambda3.com.br/2013/08/node-node-node/  https://github.com/MSilvestroni/CRUD-NodeJs  https://www.youtube.com/playlist?list=PLz6D6n_hNk4x25 5Eo4EbPsD9Kpsr2H7yc  http://www.slideshare.net/vikasing/introduction-to-nodejs- 11730771

×