Plano de Aula - Português
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
15,541
On Slideshare
15,541
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
114
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. PLANO DE AULA : POR: MARCIO ANDRADE PARA ALUNOS DE SÉTIMAS E OITAVAS SÉRIES CARGA HORÁRIA: DUAS HORAS AULA CONTEÚDO: USO DOS PORQUÊS:OBJETIVO ESPECÍFICO: Aprender a identificar e utilizar ouso correto dos porquês na escrita da língua portuguesa.Metodologia: As aulas serão ministradas de maneira praticae teórica, interagindo com os educandos, ao mesmo tempoem que o professor explica o conteúdo, utilizando-se dopowerpoint de maneira a deixar a aula mais atrativa aosalunos. No final da aula, os alunos resolverão três exercíciosonde testarão seus conhecimentos referente ao conteúdoapresentado sobre o uso dos porquês.
  • 2. 1. ESCREVE-SE POR QUE (SEPARADO E SEMACENTO)a) Nunca em final de frase, ou quando equivale a pelo qual. Exemplo: Não sabemos por que caminho viajamos.b) Quando expressa motivo, por qual motivo, pelos quais motivos. Exemplo: Por que você não veio à aula ontem? Por qual motivo você não veio à aula ontem?
  • 3. ESCREVE-SE POR QUÊ (SEPARADO E COMACENTO) a) Pode ser substituído por: Por que motivo; Por qual motivo; É usado somente no final de frases. Exemplo:Você não veio à aula ontem por quê? ( por qual motivo).Ela está zangada mas eu não sei por quê? (por qual motivo)
  • 4. ESCREVE-SE PORQUE (JUNTO E SEMACENTO)a) Quando se tiver dando uma explicação, e pode ser substituído por: Porquanto, por causa que. É o famoso porque explicativo Exemplo:Não vim à aula ontem, porque estava doente. (por causa que)
  • 5. ESCREVE-SE PORQUÊ (JUNTO E COMACENTO) a) Está em forma de substantivo, equivale a um substantivo, admite artigo ou pronome adjetivo e, às vezes, pode ser substituído pela palavra motivo. Exemplo:Diga-me o porquê de tudo isto.( o motivo de tudo isso)Ela está zangada mas eu não sei o porquê.(o motivo)
  • 6. EXERCÍCIOS:1. Reescreva o texto abaixo corrigindo-o e explicando o uso de cada porquê no que for necessário:- Porque me julgas tão mal?- Por que tenho minhas razões.- E não declaras porque?- Nem eu sei o porque.
  • 7. 2. Estudei o ................... , ............... preciso sabê-lo para o vestibular ................... você não faz o mesmo, hein? Diga-o agora .............?3. .................. estavam cansados, o presidente de mesa encerrou a reunião. Com isto os .......... das questões deixaram de ser respondidas. A próxima reunião será realizada em julho e ninguém ficou sabendo .................. .
  • 8. RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES:Questão 1: na primeira frase usa-se o Por que, separado e sem acento, pode ser substituído por que motivo, está no inicio de frase, é o por que interrogativo. Na segunda frase usa-se o porque junto e sem acento, porque se trata de uma explicação, é o porque explicativo. Na terceira frase usa-se o por quê separado e com acento, esta em final de frase e indica um motivo, por qual motivo. Na quarta e última frase usa-se o porquê junto e com acento,uma vez que ele esta antecedido pelo artigo O e tem significado de substantivo.
  • 9. Questão 2. O primeiro porquê, é antecedido do artigo O e esta substantivado,o segundo porque indica uma explicação, o terceiro por que indica um motivo e o quarto é o por quê usado em final de frase.Questão 3. o primeiro é o porque junto e sem acento, pois trata-se de uma explicação, estavam cansados, o segundo são os porquês, junto e com acento, pois estão substantivados e o ultimo é o por quê separado e com acento pois esta em final de frase, também neste caso esta indicando um motivo.
  • 10. BIBLIOGRAFIA : NICOLA, José de. E Terra, Ernani. Gramática & Literatura. 1.ed. São Paulo. Scipione, 1993.