Comunicação e informação jornalística 
Márcia Marques 
FAC-UnB 02 – 2014
Sociedade de redes 
A sociedade é uma sociedade de redes, de indivíduos e/ou 
grupos que se relacionam de maneira complexa...
Em rede 
as redes são espaço do capital e das finanças 
e também lugar de encontro das minorias, de 
comunidades marginali...
comunicação na rede 
Horizonte da incomunicação: na comunicação, o 
mais simples tem a ver com informação e 
tecnologia e ...
O que faz as notícias 
serem o que elas são 
I - Pessoas: 
As notícias são resultado das pessoas, das intenções e 
interaç...
O que faz as notícias 
serem o que elas são 
II – Relações sociais: 
As notícias são fruto das dinâmicas e dos 
constrangi...
organizacão hierarquizada 
Direção de redação*** 
Editor-Chefe* 
Ombudsman** 
Secretário da redação* 
Editores* 
Diretor d...
organização por representantes 
Núcleo editor 
Editoria 
Editoria 
Fotografia 
Direção de arte 
Editoria 
Editoria 
Secret...
organização descentralizada 
arte 
editoria 
secretaria 
fotografia 
suporte 
suporte 
ombudsman 
secretaria 
fotografia 
...
O que faz as notícias 
serem o que elas são 
III – Força ideológica: 
As notícias são originadas por conjuntos de 
ideias ...
O que faz as notícias 
serem o que elas são 
IV – Força Cultural: 
As notícias são produto de sistema cultural que 
condic...
O que faz as notícias 
serem o que elas são 
V – Meio Físico: 
As notícias dependem do meio em que são 
fabricadas – o tra...
O que faz as notícias 
serem o que elas são 
VI – Dispositivos tecnológicos: 
A tecnologia interfere na produção da notíci...
O que faz as notícias 
serem o que elas são 
VII – Força Histórica: 
As notícias são um produto da história e também 
sua ...
Organização? 
Ato ou efeito de organizar. 
Modo pelo qual se organiza um sistema. 
Associação com objetivos definidos. 
Es...
Organização é: 
Pessoal 
Profissional 
Social 
Márcia Marques 
FAC-UnB 02 – 2014
Trabalho colaborativo 
Depende de comprometimento e atitude coletivos. 
Estabelecer metas e propósitos comuns. 
Estabelece...
Rotinas e jornalismo 
No processo de fabricação da informação 
jornalística, as rotinas são procedimentos que 
asseguram, ...
Referências 
CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede, a era da informação: economia, sociedade e cultura. 
Volume 1. 6. ediç...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Comunicação e informação jornalística

212 views
124 views

Published on

apresentação sobre conceitos que serão trabalhados em uma interdisciplina – de comunicação, informação e tecnologia – de formação de competências em informação científica e jornalística a ser ministrada para alunos de primeiro e segundo semestres de diferentes cursos da Universidade de Brasília.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
212
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Comunicação e informação jornalística

  1. 1. Comunicação e informação jornalística Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  2. 2. Sociedade de redes A sociedade é uma sociedade de redes, de indivíduos e/ou grupos que se relacionam de maneira complexa e desigual. a rede: organização horizontal, fora da ordem de representações e hierarquias a que estamos acostumados, formada por pessoas de diferentes origens que não levam em conta as posições pessoais e filiações, mas as intenções comuns de mudança (Castells, 2012) Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  3. 3. Em rede as redes são espaço do capital e das finanças e também lugar de encontro das minorias, de comunidades marginalizadas (Martín-Barbero, 2004, p.59) Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  4. 4. comunicação na rede Horizonte da incomunicação: na comunicação, o mais simples tem a ver com informação e tecnologia e o mais complexo com o indivíduo e as sociedades (WOLTON, 2010, p. 12/13) Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  5. 5. O que faz as notícias serem o que elas são I - Pessoas: As notícias são resultado das pessoas, das intenções e interações dos autores dos atores envolvidos no acontecimento. dos leitores dos parceiros/colaboradores Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  6. 6. O que faz as notícias serem o que elas são II – Relações sociais: As notícias são fruto das dinâmicas e dos constrangimentos sociais (extra-organizacionais) e dos meios em que foram construídas e fabricadas (organizacionais). Dependem de fatores sócio- organizacionais e de tempo. Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  7. 7. organizacão hierarquizada Direção de redação*** Editor-Chefe* Ombudsman** Secretário da redação* Editores* Diretor de arte* Equipe de revisão* Equipe de distribuição* Equipe de diagramação* Equipes de repórteres* Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  8. 8. organização por representantes Núcleo editor Editoria Editoria Fotografia Direção de arte Editoria Editoria Secretaria Direção de redação Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  9. 9. organização descentralizada arte editoria secretaria fotografia suporte suporte ombudsman secretaria fotografia arte editoria arte FAC secretaria coordenação editor-chefe Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  10. 10. O que faz as notícias serem o que elas são III – Força ideológica: As notícias são originadas por conjuntos de ideias que moldam os processos sociais, dão referentes comuns e coesão a grupos, mesmo quando os interesses não são conscientes ou assumidos. Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  11. 11. O que faz as notícias serem o que elas são IV – Força Cultural: As notícias são produto de sistema cultural que condiciona as perspectivas e/ou a significação que se tem do mundo. Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  12. 12. O que faz as notícias serem o que elas são V – Meio Físico: As notícias dependem do meio em que são fabricadas – o tratamento de texto é diferente no meio impresso e no eletrônico, por exemplo. Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  13. 13. O que faz as notícias serem o que elas são VI – Dispositivos tecnológicos: A tecnologia interfere na produção da notícia. Telégrafo provocou surgimento do lead O meio eletrônico trouxe o fetiche da velocidade Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  14. 14. O que faz as notícias serem o que elas são VII – Força Histórica: As notícias são um produto da história e também sua referência. (Crise de 2008 e crash de 29, Marcha da família 1 e 2, dia internacional da mulher e a greve de tecelãs em Nova York). Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  15. 15. Organização? Ato ou efeito de organizar. Modo pelo qual se organiza um sistema. Associação com objetivos definidos. Estabelecimento das bases para o planejamento, preparo. Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  16. 16. Organização é: Pessoal Profissional Social Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  17. 17. Trabalho colaborativo Depende de comprometimento e atitude coletivos. Estabelecer metas e propósitos comuns. Estabelecer boa comunicação. Analisar constantemente as ações. Identificar e resolver conflitos – não há culpa, há responsabilidades. Márcia Marques FAC-UnB 02 – 2014
  18. 18. Rotinas e jornalismo No processo de fabricação da informação jornalística, as rotinas são procedimentos que asseguram, sob a pressão do tempo, um fluxo constante e seguro de notícias e a rápida transformação do acontecimento em notícia.
  19. 19. Referências CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede, a era da informação: economia, sociedade e cultura. Volume 1. 6. edição. Editora Paz e Terra, São Paulo, Brasil, 2002. ________________ A Galáxia da Internet – reflexões sobre a Internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Zahar, 2003. FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio Básico da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988 MORAES Jr, Enio, MALULY, Luciano Victor Barros e OLIVEIRA, Dennis (organizadores). Antes da pauta: linhas para pensar o ensino do jornalismo no século XXI , São Paulo: ECA/USP, 2013. Acesso em http://www.usp.br/cje/anexos/antesdapauta.pdf MORETSZOHN, Sylvia. Jornalismo em “Tempo Real”- o fetiche da velocidade. Ed. Revan, Rio de Janeiro, 2002. SLACK, Nigel; CHAMBERS, Stuart. Administração da produção. São Paulo, Editora Atlas, 2002 SOUSA, Jorge Pedro. As notícias e seus efeitos. Lisboa: Minerva-Coimbra, 2001. WOLTON, Dominique. Informar não é comunicar. Porto Alegre, RS, Editora Sulina, 2010.

×