fentys vejam

168
-1

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
168
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

fentys vejam

  1. 1. Processo de industrialização dos Estados Unidos da América
  2. 2. Características gerais:• Território colonizado por britânicos(hegemônicos), franceses e espanhóis.• 1776: Declaração de independência dos Estados Unidos da América / 13 colônias(documento redigido por Thomas Jefferson).• Reconhecimento dos ingleses: somente no final da Guerra da Independência (1775 – 1783).• Após a independência, a “Conquista do Oeste”.• Atualmente: 50 estados, além do Distrito de Colúmbia, onde se localiza Washington, capital do país
  3. 3. Fatores que favoreceram a industrialização (em sua fase inicial):• Os primeiros imigrantes eram, em sua maioria, britânicos, seguidores de religiões cristãs protestantes, principalmente puritanos (como eram chamados os calvinistas na Grã‐Bretanha): essas religiões favoreciam o desenvolvimento capitalista, uma vez qeu não condena moralmente a riqueza. Ao contrário, pregavam que a riqueza era bem vinda porque era fruto do trabalho, de uma vida austera, que afastava o fiel do pecado e o aproximava da salvação divina.
  4. 4. Fatores de ordem natural:• O Nordeste dos Estados Unidos, além de estar próximo do oceano (o que facilita os transportes marítimos e o intercâmbio comercial), possui grandes reservas de carvão nas bacias sedimentares próximas aos Apalaches, nos estados da Pensilvânia e de Ohio, e importantes jazidas de minério de ferro nos escudos próximos ao Lago Superior, nos estados de Minnesota e de Wisconsin. O país dispõe de grandes e diversificadas reservas minerais e energéticas.
  5. 5. • Favoreceram imensamente os transportes e, pouco a pouco, todos foram interligados por canais artificiais e eclusas que os ligaram ao oceano Atlântico pelo rio São Lourenço, no Canadá, e pelo Rio Hudson, que alcança o lago Eire por meio de um canal artificial e desemboca no Atlântico, onde se localiza o porto de Nova Iorque.• Os desníveis entre os rios e lagos foram utilizados para a construção de grandes barragens e usinas hidrelétricas. Ao lado das turbinas turbinas hidráulicas foram edificadas eclusas, que permitiram às embarcações transpor os desníveis e ampliaram significativamente a rede de hidrovias, garantindo disponibilidade de infraestrutura de energia elétrica e de transportes para o desenvolvimento industrial.
  6. 6. A arrancada industrial• Guerra da Secessão ou Guerra Civil Americana (1861 – 1865): conflito armado entre a sociedade nortista, nascida das colônias de povoamento, e a sociedade sulista, oriunda das colônias de exploração (após a independência). Representou uma ruptura na história dos Estados Unidos. Definiu, com a vitória nortista, a hegemiona de seus capitais industriais e financeiros e de seu modelo político e econômico A vitória da burguesia nortista trouxe como resultado geopolítico mais importante a manutenção da unidade territorial do país, que já se estendia do Atlântico ao Pacífico. “Interessada em garantir a ocupação dos territórios tomados dos povos nativos(à custa de um grande genocídio) e aumentar o mercado consumidor para os bens produzidos por suas indústrias, a elite do Norte passou a estimular a imigração.
  7. 7. Lei Lincoln (Homestead Act)• Famílias que migrassem para o Oeste receberiam 65 hectares de terra para se fixarem e, caso permanecessem cultivando-os por pelo menos cinco anos, ganhariam sua posse definitiva. Essa lei provocou o crescimento da imigração, garantindo a ocupação das terras a Oeste, principalmente nos férteis solos das planícies centrais. Todavia, o que mais contribuiu para atrair imigrantes e ampliar o mercado interno do país foi a aceleração do processo de industrialização.
  8. 8. • Fim da escravidão (1863): outra medida que ampliou o mercado interno de consumo.• Disseminação do trabalho assalariado.• Estruturação de uma ampla sociedade de consumo (consolidada após a Primeira Guerra Mundial)
  9. 9. Mapa do processo de industrialização
  10. 10. O Nordeste dos Estados Unidos• Apesar do processo de descentralização dos últimos tempos, na região Nordeste dos Estados Unidos ainda se encontra a maior concentração industrial do país (e, certamente, uma das maiores do mundo).
  11. 11. Estado da Pensilvânia:• Concentração de grandes siderúrgicas, como a United States Steel, em Pittsburgh.• Disponibilidade de carvão: facilidade de recepção do minério que provém de Minnesota por meio dos Grandes Lagos.• Pittsburgh: “capital do aço”.
  12. 12. Região metropolitana de Detroit (Michigan):• Foi o grande centro da indústria automobilística. Abrigando fábricas das “três grandes” – GM, Ford e Chrysler – e diversas de autopeças, ela tornou‐se a “capital do automóvel”.• Atualmente sofre com a falência de algumas indústrias e saída de outras, que migram para outras regiões em busca de menores custos de produção.• Agravamento dos problemas devido à crise financeira de 2008 “AGM, que por décadas foi a maior automobilística do mundo, pediu concordata em junho de 2009 e, para não falir, foi encampada pelo governo americano, que injetou 50 bilhões de dólares na empresa e passou a controlar 61% de suas ações”.• No mesmo ano, a Chrysler, para evitar a falência, teve parte de suas ações vendidas ao Grupo Fiat.
  13. 13. Manufacturing belt ( cinturão industrial)• Se estende por várias cidades, como Chicago, Detroit, Cleveland e Buffalo (às margens dos Grandes Lagos); Pittsburgh e Columbus, na região dos Apalaches; Boston, Nova Iorque, Filadélfia e Baltimore, na costa leste.• Devido à crise de indústrias com forte presença na região e o consequente fechamento de inúmeras fábricas,muitos têm afirmado que essa região deveria ser chamada de rust belt (cinturão da ferrugem) devido à decadência industrial.
  14. 14. Descentralização industrial nos EUA• Manufacturing belt: já chegou a concentrar, no início do século XX, mais de 75% da produção industrial dos Estados Unidos. De lá para cá sua participação vem se reduzindo, e hoje ela é inferior a 50%.• Um das razões: elevação dos custos de produção (devido ao grande crescimento das cidades do Nordeste).• Novos centros surgiram no Sul e no Oeste do país, e centros mais antigos nessas mesmas regiões se expandiram , acarretando uma dispersão industrial.• Algumas das cidades norte‐americanas que mais têm crescido nessas regiões: Atlanta, Dallas, Houston, Seatle e São Francisco.
  15. 15. O Sul dos EUA• 1880: primeiras fábricas (fios e tecidos)• Início do século XX: industrialização ganha impulso, após a descoberta de enormes lençóis petrolíferos, principalmente no Texas.• Pós II Guerra: desenvolvimento do programa espacial estimulou a expansão industrial do Sul.• Fábrica de aviões em Marietta (Geórgia)• Construção de um dos centros da Nasa (Alabama)• Fábrica de aviões militares e mísseis da Boeing (Alabama)
  16. 16. Texas• Importante Centro Espacial de Houston, sede da Nasa.• Importantes indústrias aeronáuticas (em Fort Worth e San Antônio).• Grandes indústrias petrolíferas (destaque para a Exxon Mobil, que em 2008 era a 2ª colocada na lista das 500 maiores da revista Fortune*, com um faturamento de 443 bilhões de dólares, valor equivalente ao PIB da Bélgica).• *A maior do mundo era a anglo‐holandesa Royal Shell, com um faturamento de 458 bilhões de dólares.
  17. 17. Região Oeste dos EUA• Última região dos Estados Unidos a se industrializar.• É bastante vinculada à indústria bélica (por isso recebeu fortes incentivos governamentais)• É ligada a importantes universidades e centros de pesquisas.• Apresenta as mais importantes concentrações de indústrias indústrias de alta tecnologia dos EUA, principalmente no tecnopolo do Vale do Silício• Entre os fatores que contribuíram para a instalação de indústrias nessa região, destacam‐se:
  18. 18. • Disponibilidade de mão de obra, que foi se concentrando desde a época da Corrida do Ouro, em meados do século XIX, quando a exploração desse metal na Serra Nevada (Califórnia) atraiu muita gente;• Existência de outros minérios, como ferro e cobre, nas Montanhas Rochosas e na Serra Nevada, e de petróleo e gás natural na Bacia da Califórnia;• Disponibilidade de elevado potencial hidrelétrico, principalmente nos rios Columbia e Colorado• Em Seatle (estado de Washington): importante concentração da indústria aeronáutica (aviões comerciais da Boeing).• Em Portland (Oregon): concentração de indústrias ligadas ao alumínio.
  19. 19. • Califórnia (estado mais importante do Oeste): parque industrial bastante diversificado, localizado principalmente no eixo São Francisco – Los Angeles – San Diego, com indústrias petroquímicas, automobilísticas, aeronáuticas, navais, alimentícias, etc.
  20. 20. Enfraquecimento dos EUA• Em 2008, os EUA tinham 140 corporações na lista da revista Fortune. Entretanto, em 2001 chegou a ter 197 empresas na lista. De lá para cá, empresas de países emergentes, especialmente da China,têm ocupado esse espaço.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×