Levantamento áreas prioritárias
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Levantamento áreas prioritárias

on

  • 1,559 views

Identificação e levantamento de

Identificação e levantamento de
informações sobre áreas prioritárias
para a criação de UCs na Caatinga
Núcleo do Bioma Caatinga – DCBIO/SBF/MMA

Statistics

Views

Total Views
1,559
Views on SlideShare
1,518
Embed Views
41

Actions

Likes
0
Downloads
29
Comments
0

4 Embeds 41

http://comitecaatingape.blogspot.com.br 20
http://comitecaatingape.blogspot.com 17
http://www.slideshare.net 3
http://www.comitecaatingape.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Levantamento áreas prioritárias Presentation Transcript

  • 1. Identificação e levantamento de
    informações sobre áreas prioritárias
    para a criação de UCs na Caatinga
  • 2. Núcleo do BiomaCaatinga – DCBIO/SBF/MMA
  • 3. OBJETIVO DO NÚCLEO DO BIOMA CAATINGA
    • Marcos legais
    • 4. Políticaspúblicas
    • 5. Programas
    • 6. Projetos
    • 7. Ações de divulgação e promoção
    Promover a conservação e usosustentáveldaCaatinga
  • 8. OBJETIVOS DO NÚCLEO DO BIOMA CAATINGA
    a) atualizar o mapeamento dos remanescentes e apoiar o monitoramentodacobertura vegetal do Bioma
    b) acompanhare apoiar as ações do ConselhoNacionaldaReservadaBiosferadaCaatinga
    c) integrarações com os GEFs existentesnaCaatinga; participardacoordenação do GEF caatinga
    d) operacionalizare coordenar o GT – Caatinga
  • 9. CARACTERÍSTICAS DA CAATINGA
    • EXCLUSIVAMENTE BRASILEIRA
    - BIOMA SEMI-ÁRIDO MAIS BIODIVERSO
    - MUITOS ENDEMISMOS
    • EXTREMAMENTE HETEROGÊNEA
    - BIOMA MENOS CONHECIDO DO PAÍS
    - OCUPA 11% DO PAÍS (844.000 KM²)‏
  • 10. DADOS DA CAATINGA
    - 27 MILHÕES DE PESSOAS – SEMI-ÁRIDO MAIS DENSAMENTE POVOADO
    - 62% DAS ÁREAS SUSCEPTÍVEIS À DESERTIFICAÇÃO
    • 7% PROTEGIDOS EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO
    - 1% DE PROTEÇÃO INTEGRAL
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14. USO DA TERRA E
    COBERTURA VEGETAL, 2007 – PROBIO/MMA
  • 15. ÁREAS PRIORITÁRIAS PARA A
    CONSERVAÇÃO NO
    BIOMA CAATINGA - 2006
  • 16.
  • 17. Desmatamento no biomaCaatinga (2008)
    (Relatório de 2010)
  • 18.
  • 19. Até 2002 (%)‏
    Até 2008 (%)‏
    Áreas desmatadas
    43,38
    45,39
    Vegetação remanescente
    55,67
    53,62
    Corpos d’água
    0,95
    0,99
    Desmatamento acumulado no bioma Caatinga, tendo como referência a área total do bioma mapeado (826.411,23 km²)‏
    • Desmatamento de 16.576 km² entre 2002 e 2008 (2,0% do bioma)‏
    • 20. Taxa anual média de desmatamento entre 2002 e 2008: 2.763 km² (0,33%)‏
  • UF
    ÁREA DE CAATINGA (KM²)‏
    ÁREA DESMATADA ANTES DE 2002 (KM²)‏
    ÁREA DESMATADA ENTRE 2002 E 2008 (KM²)‏
    % DO BIOMA DESMATADO ENTRE 2002 E 2008
    BA
    300.967
    149.619
    4.527
    0,55%
    CE
    147.675
    54.735
    4.132
    0,50%
    PI
    157.985
    45.754
    2.586
    0,31%
    PE
    81.141
    41.159
    2.204
    0,27%
    RN
    49.402
    21.418
    1.142
    0,14%
    PB
    51.357
    22.342
    1.013
    0,12%
    MG
    11.100
    5.371
    359
    0,04%
    AL
    13.000
    10.320
    353
    0,04%
    SE
    10.027
    6.683
    157
    0,02%
    MA
    3.753
    1.134
    97
    0,01%
    TOTAL
    826.411
    358.540
    16.576
    2,0 %
    Desmatamento do Bioma Caatinga por Unidade da Federação entre 2002 e 2008
  • 21. Desmatamento acumulado do Bioma Caatinga por Unidade da Federação
  • 22. MUNICÍPIO
    UF
    1
    Acopiara
    CE
    2
    Tauá
    CE
    3
    Bom Jesus da Lapa
    BA
    4
    Campo Formoso
    BA
    5
    Boa Viagem
    CE
    6
    Tucano
    BA
    7
    Mucugê
    BA
    8
    Serra Talhada
    PE
    9
    Crateús
    CE
    10
    São José do Belmonte
    PE
    11
    Morro do Chapéu
    BA
    12
    Casa Nova
    BA
    13
    Santa Quitéria
    CE
    14
    Petrolina
    PE
    15
    Barro
    CE
    16
    Mossoró
    RN
    17
    Saboeiro
    CE
    18
    Touros
    RN
    19
    Euclides da Cunha
    BA
    20
    Pedra
    PE
    20 Municípios que mais desmataram entre 2002 e 2008 segundo desmatamento absoluto
  • 23.
  • 24. Situação atual coloca a sociedade e o Poder Público diante
    do grande desafio de promover ações efetivas para o controle
    do desmatamento e a redução da degradação na Caatinga
  • 25. OBJETIVOS DESTA ETAPA
    • Identificar oportunidades para parcerias nos estados
    • 26. Articular potenciais ações conjuntas com o MMA
    • 27. Definir estratégias conjuntas na criação de UCs na Caatinga
    • 28. Integrar esforços para a ampliação do número de UCs na Caatinga
    • 29. Ampliar legitimidade e participação nos processos de criação de UCs
    • 30. Ganhar agilidade nos processos
    - Reduzir custos
  • 31. MISSÃO:
    • Levantar dados secundários, informações estratégicas, prioridades e
    planos estaduais e municipais sobre áreas prioritárias para a criação
    de UCs na Caatinga nos seguintes estados priorizados:
    SERGIPE
    PERNAMBUCO
    RIO GRANDE DO NORTE
    CEARÁ
  • 32. CEARÁ
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37. AGENDA DE TRABALHO DO MMA PARA ÁREAS PROTEGIDAS
    • AGENDA PARA A CRIAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO – 2008-2010 – PARCERIA ICMBIO/MMA/TNC – 20 novas áreasparaproteção integral
    • 38. PLANO DE TRABALHO TNC - CRIAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO - SERRA DO TEIXEIRA – PB, DUNAS DO SÃO FRANCISCO – BAHIA E MAIS UMA UNIDADE NO CEARÁ – EM ANDAMENTO E CONCLUÍDOS
    • 39. CONSULTORIA PARA A MANUTENÇÃO DAS UCS DA CAATINGA EM LONGO PRAZO – GEF CAATINGA – INFORMAÇÕES SOBRE OS INVESTIMENTOS MÍNIMOS PARA A MANUTENÇÃO DAS UCS ESTADUAIS E FEDERAIS DA CAATINGA ;
    • 40. RECURSOS COMUNIDADE EUROPÉIA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DE UCS NA CAATINGA – PREVISTO PARA 2010
    • 41. 3 PROCESSOS PRIORITÁRIOS PARA CRIAÇÃO DE UCS – MONA CÂNIONS DO SÃO FRANCISCO(BA/AL/SE) – CRIADO ; PARNA BOQUEIRÃO DAS ONÇAS/BA, E AMPLIAÇÃO PARNA CONFUSÕES/SERRA VERMELHA – PI – FASE FINAL.
    • 42. CORREDORES E MOSAICOS – CORREDORES DA CAATINGA (CRIADO), DA ONÇA – BA (EM PROCESSO) E MOSAICO MATA SECA – MG.
    • 43. GEF - CAATINGA –ESTADO DA ARTE DA GESTÃO NA UCS, BANCO DE DADOS UCS (WWW.CNIP.ORG.BR); APOIO À CRIAÇÃO DE UNIDADES E USO SUST. EM 3 CORREDORES ; APOIO MAPEAMENTO E CRIAÇÃO ÁREAS PROTEGIDAS CAATINGA/ MATA SECA (MG)
  • AVANÇOS E PROCESSOS EM ANDAMENTO PARA CRIAÇÃO DE UCs:
    • PARQUE NACIONAL SERRA VERMELHA/AMPLIAÇÃO CONFUSÕES – PI – , GT MMA/ICMBIO/GOVERNO PIAUÍ – 311.576 ha
    • 44. MONUMENTO NATURAL DOS CANYONS DO SÃO FRANCISCO – AL/SE/BA – 28.000 ha
    • 45. PARQUE NACIONAL DO BOQUEIRÃO DA ONÇA –BA –– ÚLTIMOS REFINAMENTOS - 850.000 ha
    • 46. PARQUE NACIONAL DUNAS DO SÃO FRANCISCO – BA – ESTUDOS EM FASE INICIAL – RECURSO TNC – 800.000 ha
    • 47. PARQUE NACIONAL SERRA DO TEIXEIRA – PB – ESTUDOS CONCLUÍDOS– 80.000 ha
    TOTAL – 2.069.576 ha - + de 2% de incrementonaproteção do bioma
  • 48. Serra Vermelha/PI
  • 49. Monumento São Francisco
  • 50. Boqueirão da Onça
  • 51.
  • 52. Rodrigo Castro
    rodrigocastro@acaatinga.org.br
    (85) 9969-4847
    NÚCLEO DO BIOMA CAATINGA
    DCBIO/SBF/MMA
    TELEFONE: 61 – 2025-2071
    E-MAIL – joao.seyffarth@mma.gov.br
    Páginacaatinga- www.mma.gov.br>biodiversidade e florestas>caatinga
    Dados monitoramentodesmatamento– http://sicom.ibama.gov.br