Sociedade do Conhecimento
Finalizando a reflexão histórica




       Universidade Federal da Paraíba
       Campus I – Ce...
Na aula anterior vimos...


Importância dos serviços


Classificação dos serviços


Operações de Serviços


Evolução dos s...
Na aula anterior vimos...


Importância dos serviços


Classificação dos serviços


Operações de Serviços


Evolução dos s...
Na aula anterior vimos...
 Evolução percentual dos empregos por setor
Na aula anterior vimos...
            Evolução percentual dos empregos por setor
Proporção de empregados
Na aula anterior vimos...
Serviços
Na aula anterior vimos...
Serviços

 Estágios de desenvolvimento


Domésticos e pessoais


Comércio e intercâmbio


Aperf...
Na aula anterior vimos...
Serviços

 Estágios de desenvolvimento
                          Tais serviços guardam relação...
1 – Sociedade do Conhecimento
1 – Sociedade do Conhecimento
 A sociedade do conhecimento tem como seu
  marco inicial o ano de 1991
1 – Sociedade do Conhecimento
 A sociedade do conhecimento tem como seu
  marco inicial o ano de 1991
                   ...
1 – Sociedade do Conhecimento
  Analisemos a seguinte afirmação


  O conhecimento é hoje o único recurso com
  significad...
1 – Sociedade do Conhecimento
 A gestão das organizações sustentada APENAS
  em resultados operacionais pode fracassar
1 – Sociedade do Conhecimento
 A gestão das organizações sustentada APENAS
  em resultados operacionais pode fracassar

 ...
1 – Sociedade do Conhecimento
 A gestão das organizações sustentada APENAS
  em resultados operacionais pode fracassar

 ...
1 – Sociedade do Conhecimento
 A gestão das organizações sustentada APENAS
  em resultados operacionais pode fracassar
  ...
1 – Sociedade do Conhecimento
 A gestão das organizações sustentada APENAS
  em resultados operacionais pode fracassar

 ...
1 – Sociedade do Conhecimento
 A gestão das organizações sustentada APENAS
  em resultados operacionais pode fracassar
  ...
1 – Sociedade do Conhecimento
 A gestão das organizações sustentada APENAS
  em resultados operacionais pode fracassar

 ...
1 – Sociedade do Conhecimento
 A gestão das organizações sustentada APENAS
  em resultados operacionais pode fracassar
  ...
1 – Sociedade do Conhecimento
 Assim sendo, quanto mais conhecimento, mais
  valor agregado




  MAS, COMO GERENCIAR TAL...
2 – Gestão do Conhecimento
2 – Gestão do Conhecimento
 Terra (2001) sintetiza as definições na literatura
  e as classifica através de diferentes fo...
2 – Gestão do Conhecimento
 Terra (2001) sintetiza as definições na literatura
  e as classifica através de diferentes fo...
2 – Gestão do Conhecimento
 Terra (2001) sintetiza as definições na literatura
  e as classifica através de diferentes fo...
2 – Gestão do Conhecimento
 Terra (2001) sintetiza as definições na literatura
  e as classifica através de diferentes fo...
2 – Gestão do Conhecimento
 A GC pode ser definida como a identificação,
  otimização e gerência dos ativos intelectuais
2 – Gestão do Conhecimento
 A GC pode ser definida como a identificação,
  otimização e gerência dos ativos intelectuais
...
2 – Gestão do Conhecimento
 A GC pode ser definida como a identificação,
  otimização e gerência dos ativos intelectuais
...
2 – Gestão do Conhecimento
 A GC pode ser definida como a identificação,
  otimização e gerência dos ativos intelectuais
...
2 – Gestão do Conhecimento
 A GC pode ser definida como a identificação,
  otimização e gerência dos ativos intelectuais
...
2 – Gestão do Conhecimento
 A GC pode ser definida como a identificação,
  otimização e gerência dos ativos intelectuais
...
2 – Gestão do Conhecimento
 A GC pode ser definida como a identificação,
  otimização e gerência dos ativos intelectuais
...
2 – Gestão do Conhecimento
 A GC pode ser definida como a identificação,
  otimização e gerência dos ativos intelectuais
...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
 Binney (2001) criou um framework onde as
  aplicações de GC são colocadas em 6 ca...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  Binney (2001) criou um framework onde as
   aplicações de GC são colocadas em 6 ...
Sociedade do Conhecimento
Finalizando a reflexão histórica




       Universidade Federal da Paraíba
       Campus I – Ce...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

9 Sociedade do Conhecimento

688

Published on

Published in: Education, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
688
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

9 Sociedade do Conhecimento

  1. 1. Sociedade do Conhecimento Finalizando a reflexão histórica Universidade Federal da Paraíba Campus I – Centro de Tecnologia Curso de Graduação em Engenharia de Produção Prof. MSc. Marcel de Gois Pinto
  2. 2. Na aula anterior vimos... Importância dos serviços Classificação dos serviços Operações de Serviços Evolução dos serviços
  3. 3. Na aula anterior vimos... Importância dos serviços Classificação dos serviços Operações de Serviços Evolução dos serviços
  4. 4. Na aula anterior vimos...  Evolução percentual dos empregos por setor
  5. 5. Na aula anterior vimos...  Evolução percentual dos empregos por setor Proporção de empregados
  6. 6. Na aula anterior vimos... Serviços
  7. 7. Na aula anterior vimos... Serviços  Estágios de desenvolvimento Domésticos e pessoais Comércio e intercâmbio Aperfeiçoamento humano
  8. 8. Na aula anterior vimos... Serviços  Estágios de desenvolvimento  Tais serviços guardam relação com a economia do conhecimento Domésticos e pessoais Comércio e intercâmbio Aperfeiçoamento humano
  9. 9. 1 – Sociedade do Conhecimento
  10. 10. 1 – Sociedade do Conhecimento  A sociedade do conhecimento tem como seu marco inicial o ano de 1991
  11. 11. 1 – Sociedade do Conhecimento  A sociedade do conhecimento tem como seu marco inicial o ano de 1991 Investimentos  Os investimentos das empresas em tecnologias de informação superaram os investimentos em tecnologias de produção  Era da informação Fonte: Stewart, T.A (1997)
  12. 12. 1 – Sociedade do Conhecimento Analisemos a seguinte afirmação O conhecimento é hoje o único recurso com significado. Os tradicionais fatores de produção – terra, mão-de-obra e capital – não desapareceram, mas se tornaram secundários. Eles podem ser obtidos facilmente, desde que haja conhecimento (DRUCKER, 1993, p.21)
  13. 13. 1 – Sociedade do Conhecimento  A gestão das organizações sustentada APENAS em resultados operacionais pode fracassar
  14. 14. 1 – Sociedade do Conhecimento  A gestão das organizações sustentada APENAS em resultados operacionais pode fracassar Romer Schultz e e Nelson Becker Winter et al. Importância do conhecimento
  15. 15. 1 – Sociedade do Conhecimento  A gestão das organizações sustentada APENAS em resultados operacionais pode fracassar Romer Schultz e e Nelson Becker Winter et al. Importância do conhecimento
  16. 16. 1 – Sociedade do Conhecimento  A gestão das organizações sustentada APENAS em resultados operacionais pode fracassar  Estuda a questão do capital humano Romer Schultz e e Nelson  Relaciona-se com o valor Becker econômico do conhecimento Winter de um indivíduo et al.  Será unção da sua educação, treinamento e experiência Importância do conhecimento
  17. 17. 1 – Sociedade do Conhecimento  A gestão das organizações sustentada APENAS em resultados operacionais pode fracassar Romer Schultz e e Nelson Becker Winter et al. Importância do conhecimento
  18. 18. 1 – Sociedade do Conhecimento  A gestão das organizações sustentada APENAS em resultados operacionais pode fracassar  Estuda o papel do conhecimento e dos produtos Romer Schultz e do conhecimento e Nelson Becker  Relacionando isso ao Winter desenvolvimento de recursos e et al. instituições nacionais Importância do conhecimento
  19. 19. 1 – Sociedade do Conhecimento  A gestão das organizações sustentada APENAS em resultados operacionais pode fracassar Romer Schultz e e Nelson Becker Winter et al. Importância do conhecimento
  20. 20. 1 – Sociedade do Conhecimento  A gestão das organizações sustentada APENAS em resultados operacionais pode fracassar  Investiga como o conhecimento possibilita as Romer Schultz e inovações organizacionais e Nelson Becker  Além disso, afirma que ele Winter constitui o núcleo das rotinas e et al. processos das organizações Importância do conhecimento
  21. 21. 1 – Sociedade do Conhecimento  Assim sendo, quanto mais conhecimento, mais valor agregado MAS, COMO GERENCIAR TAL RECURSO?
  22. 22. 2 – Gestão do Conhecimento
  23. 23. 2 – Gestão do Conhecimento  Terra (2001) sintetiza as definições na literatura e as classifica através de diferentes focos
  24. 24. 2 – Gestão do Conhecimento  Terra (2001) sintetiza as definições na literatura e as classifica através de diferentes focos Gestão do conhecimento
  25. 25. 2 – Gestão do Conhecimento  Terra (2001) sintetiza as definições na literatura e as classifica através de diferentes focos Gestão do  Aprendizado individual e organizacional conhecimento  Relações entre pessoas, diferentes áreas da empresa, diferentes empresas e o ambiente  Desenvolvimento de competências individuais e organizacionais  Mapeamento, codificação e compartilhamento do conhecimento organizacional
  26. 26. 2 – Gestão do Conhecimento  Terra (2001) sintetiza as definições na literatura e as classifica através de diferentes focos Gestão do  Conectividade entre pessoas conhecimento  Alavancagem dos avanços em informática e em telecomunicações  Mensuração do capital intelectual da empresa
  27. 27. 2 – Gestão do Conhecimento  A GC pode ser definida como a identificação, otimização e gerência dos ativos intelectuais
  28. 28. 2 – Gestão do Conhecimento  A GC pode ser definida como a identificação, otimização e gerência dos ativos intelectuais Conhecimento Explícito Artefatos Conhecimento Tácito Indivíduos e comunidades
  29. 29. 2 – Gestão do Conhecimento  A GC pode ser definida como a identificação, otimização e gerência dos ativos intelectuais Conhecimento Explícito Artefatos Conhecimento Tácito Indivíduos e comunidades
  30. 30. 2 – Gestão do Conhecimento  A GC pode ser definida como a identificação, otimização e gerência dos ativos intelectuais Conhecimento Explícito Artefatos Conhecimento Tácito Indivíduos e comunidades  Consolidação e disponibilização dos artefatos
  31. 31. 2 – Gestão do Conhecimento  A GC pode ser definida como a identificação, otimização e gerência dos ativos intelectuais Conhecimento Explícito Artefatos Conhecimento Tácito Indivíduos e comunidades
  32. 32. 2 – Gestão do Conhecimento  A GC pode ser definida como a identificação, otimização e gerência dos ativos intelectuais Conhecimento Explícito Artefatos Conhecimento Tácito Indivíduos e comunidades  Criação de comunidades para capturar, compartilhar e disseminar este tipo de conhecimento
  33. 33. 2 – Gestão do Conhecimento  A GC pode ser definida como a identificação, otimização e gerência dos ativos intelectuais Conhecimento Explícito Artefatos Conhecimento Tácito Indivíduos e comunidades
  34. 34. 2 – Gestão do Conhecimento  A GC pode ser definida como a identificação, otimização e gerência dos ativos intelectuais Conhecimento Explícito Artefatos Conhecimento Tácito Indivíduos e comunidades  Devem ser criados processos e infra-estrutura para interligar artefatos e comunidades  Isso sustentará a criação, utilização e retenção do capital intelectual
  35. 35. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento
  36. 36. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias
  37. 37. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas
  38. 38. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas
  39. 39. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas  O uso do conhecimento está embutido em aplicações de tecnologia. O conhecimento é apresentado para o usuário de um sistema durante uma transação ou unidade de trabalho
  40. 40. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas
  41. 41. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas  Conhecimento é gerado a partir de grande quantidade de dados ou informações são utilizadas para derivar tendências e padrões
  42. 42. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas
  43. 43. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas  Lida com repositórios e acessos a estes, e com o gerenciamento de propriedade intelectual (marcas e patentes)
  44. 44. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas
  45. 45. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas  Pode ser considerado como derivado do TQM e da reengenharia, relativo a práticas de trabalho
  46. 46. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas
  47. 47. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas  Trata da elevação das competências e capacidades dos trabalhadores do conhecimento na organização
  48. 48. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas
  49. 49. 3 – Espectro da Gestão do Conhecimento  Binney (2001) criou um framework onde as aplicações de GC são colocadas em 6 categorias Transacional Analítico Ativos Processos Evolucionário Inovativo Sistemas Data mining/ Propriedade Métodos SEI Desenv. de Comunidades baseados em warehousing Intelectual CMM - TQM habilidades Colaboração casos (CBR) Inteligência Gestão de 6σ - ISO 9000 Competência Help desk de negócios Documentos Benchmarking de staff Fóruns de discussão Serviços ao Sistemas Ger Valoração do Melhores Aprendizado Networks cliente informação conheciment práticas Ensino Entrada de Sis. suporte à Repositórios Gestão da Times virtuais pedidos decisão conheciment qualidade Treinamento P&D Service agent CRM Gestão de Reengenharia Times multi- support Inteligência conteúdo Melhoria de diciplinares Applications Competitiva processos Lições aprendidas  O foco desta aplicação refere-se à criação de um ambiente em que trabalhadores do conhecimento
  50. 50. Sociedade do Conhecimento Finalizando a reflexão histórica Universidade Federal da Paraíba Campus I – Centro de Tecnologia Curso de Graduação em Engenharia de Produção Prof. MSc. Marcel de Gois Pinto

×