6 IEP Engenharia do Produto

3,073 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,073
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
151
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
9
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

6 IEP Engenharia do Produto

  1. 1. CmpuICtoTcoogptmtogouocp:jmtoojtooutoof.McGoto goouto
  2. 2. gouo
  3. 3. gouo Engenharia de Operações Logística Pesquisa Operacional Engenharia da Qualidade Engenharia do Produto Engenharia Organizacional Engenharia Econômica Engenharia do Trabalho Eng. Sustentabilidade
  4. 4. gouo Engenharia de Operações Logística Pesquisa Operacional Engenharia da Qualidade Engenharia do Produto Engenharia Organizacional Engenharia Econômica Engenharia do Trabalho Eng. Sustentabilidade
  5. 5. goouto
  6. 6. gooutoConjunto de ferramentas e processos de projeto, planejamento,organização, decisão e execução envolvidas nas atividadesestratégicas e operacionais de desenvolvimento de novos produtosCompreende desde a concepção até o lançamento do produto e suaretirada do mercado com a participação de diversas áreas da empresa5.1 Gestão do Desenvolvimento de Produto5.2 Processo de Desenvolvimento do Produto5.3 Planejamento e Projeto do Produto
  7. 7. Ag Produto Eng. Tipos de Produção e Projeto PDP PDP no PDP: O que Brasil é? Caracterís- ticas do PDP
  8. 8. Ag Produto Eng. Tipos de Produção e Projeto PDP PDP no PDP: O que Brasil é? Caracterís- ticas do PDP
  9. 9. outo
  10. 10. outo BENS SERVIÇOS
  11. 11. outo BENS SERVIÇOS São tangíveis e obtidos por Experiência intangível, onde o processos de manufatura cliente é co-produtor Projetar um bem significa Projetar um serviço é apontar seu especificar suas características processo de prestação
  12. 12. outo BENS SERVIÇOS Tangíveis Intangíveis Estocáveis Perecíveis Homogêneos Heterogêneos Cliente não participa Cliente co-produtor Produção desacoplada Simultaneidade
  13. 13. outoApesar da aparente dicotomia, devem-se analisar que
  14. 14. outoApesar da aparente dicotomia, devem-se analisar que BENS PRESTAM SERVIÇOS SERVIÇOS UTILIZAM BENS Deslocamento Bens facilitadores Status social Instalações de apoio
  15. 15. Ag Produto Eng. Tipos de Produção e Projeto PDP PDP no PDP: O que Brasil é? Caracterís- ticas do PDP
  16. 16. Tpopojtoomto
  17. 17. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetos
  18. 18. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&DPROJETOS RADICAISPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  19. 19. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&DPROJETOS RADICAISPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  20. 20. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D Não se trata de um projeto de produto, mas de uma pesquisa avançadaPROJETOS RADICAIS Cria conhecimento para futuros projetos de produtos (tecnologias, materiais...)PRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  21. 21. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D TABELA PERIÓDICA DE INOVAÇÃOPROJETOS RADICAISPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  22. 22. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&DPROJETOS RADICAISPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  23. 23. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D Alterações significativas no produto, criando uma nova categoria ou famíliaPROJETOS RADICAIS Usa novas tecnologias e materiais e requer processo de manufatura inovadorPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  24. 24. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&DPROJETOS RADICAISPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  25. 25. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D Alterações significativas nos produtos, mas sem novas tecnologias ou materiaisPROJETOS RADICAIS Criam um novo sistema de soluções para o cliente ou uma família de produtosPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  26. 26. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D Alterações significativas nos produtos, mas sem novas tecnologias ou materiaisPROJETOS RADICAIS Criam um novo sistema de soluções para o cliente ou uma família de produtosPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  27. 27. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&DPROJETOS RADICAISPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  28. 28. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D Pequenas modificações nos produtos existentes (estilo, redução de custo...)PROJETOS RADICAIS Pode necessitar de algumas inovações incrementais nos processosPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  29. 29. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D Pequenas modificações nos produtos existentes (estilo, redução de custo...)PROJETOS RADICAIS Pode necessitar de algumas inovações incrementais nos processosPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  30. 30. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&DPROJETOS RADICAISPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  31. 31. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D Projetos de outras unidades da empresa, clientes ou contrato de tecnologiaPROJETOS RADICAIS Não requer alterações significativas, apenas adaptar para condições locaisPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  32. 32. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D Projetos de outras unidades da empresa, clientes ou contrato de tecnologiaPROJETOS RADICAIS Não requer alterações significativas, apenas adaptar para condições locaisPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE ESPECIFICAÇÃO DA MATRIZ DA EMPRESA
  33. 33. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D Envolve validação do processo, a produção do lote piloto e o início da produçãoPROJETOS RADICAISPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE
  34. 34. TpopojtoomtoA classificação leva em conta o grau inovação dos projetosP&D Envolve validação do processo, a produção do lote piloto e o início da produçãoPROJETOS RADICAISPRÓXIMA GERAÇÃOINCREMENTAISFOLLOW-SOURCE REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO
  35. 35. Ag Produto Eng. Tipos de Produção e Projeto PDP PDP no PDP: O que Brasil é? Caracterís- ticas do PDP
  36. 36. ocoomtopouto:ou
  37. 37. ocoomtopouto:ouAtividades que estão na interface empresa e mercado
  38. 38. ocoomtopouto:ouAtividades que estão na interface empresa e mercado Estratégia da Organização PORTFÓLIO Acompanhar Necessidades Restrições Especificação Especificação Produto e de Mercado Tecnológicas de Projeto de Processo Processo
  39. 39. ocoomtopouto:ouContexto da competitividade das empresas
  40. 40. ocoomtopouto:ouContexto da competitividade das empresas Competição Ciclo de Vida• Menos barreiras • Mais opções• Facilidade em • Mais produtos e para o cliente • Desenvolver exportar empresas nos • Clientes menos produtos mercados fiéis • Redução do tempo de vida Globalização Exigência
  41. 41. ocoomtopouto:ouPARTE DA VANTAGEM COMPETITIVA DE UMA EMPRESA ESTÁ NA SUACOMPETÊNCIA EM DESENVOLVER PRODUTOS
  42. 42. ocoomtopouto:ouPARTE DA VANTAGEM COMPETITIVA DE UMA EMPRESA ESTÁ NA SUACOMPETÊNCIA EM DESENVOLVER PRODUTOS SUCESSO DAS EMPRESAS JAPONESAS
  43. 43. ocoomtopouto:ouPARTE DA VANTAGEM COMPETITIVA DE UMA EMPRESA ESTÁ NA SUACOMPETÊNCIA EM DESENVOLVER PRODUTOS SUCESSO DAS EMPRESAS JAPONESASHÁ UM DILEMA ENTRE METODOLOGIA E CRIATIVIDADE "Os engenheiros são ensinados a tomar decisões analiticamente, mas há momentos em que confiar nos instintos ou na intuição é indispensável“ Tim Cook (CEO da Apple, substituto de Steve Jobs)
  44. 44. Ag Produto Eng. Tipos de Produção e Projeto PDP PDP no PDP: O que Brasil é? Caracterís- ticas do PDP
  45. 45. Ccttco
  46. 46. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processos
  47. 47. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e riscoImpacto do início no fimCiclo fechado de projetoComplexidadeAtender ao ciclo de vida
  48. 48. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e riscoImpacto do início no fimCiclo fechado de projetoComplexidadeAtender ao ciclo de vida
  49. 49. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e risco Decisões importantes são tomadas no início do projeto Materiais, tecnologia, processo e soluções construtivasImpacto do início no fim são decididas cedo Pode-se apostar na ideia erradaCiclo fechado de projeto Alguém pode ser mais rápido e lançar algo similar ou substitutivoComplexidadeAtender ao ciclo de vida
  50. 50. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e riscoImpacto do início no fimCiclo fechado de projetoComplexidadeAtender ao ciclo de vida
  51. 51. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e risco Custo Custo comprometidoImpacto do início no fim Margem para redução de custos na produçãoCiclo fechado de projeto 80 a 90% Custo incorridoComplexidadeAtender ao ciclo de vida Desenvolvimento Produção Tempo
  52. 52. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e riscoImpacto do início no fimCiclo fechado de projetoComplexidadeAtender ao ciclo de vida
  53. 53. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e risco Projetar – Construir – Testar – Otimizar Não é atividade rotineiraImpacto do início no fim Busca gerar uma especificação e não atingi-la Dificuldade de enxergar as perdas durante processosCiclo fechado de projeto interativosComplexidadeAtender ao ciclo de vida
  54. 54. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e riscoImpacto do início no fimCiclo fechado de projetoComplexidadeAtender ao ciclo de vida
  55. 55. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e risco Informações de entrada (mercado, legislação, competências da empresa...)Impacto do início no fim Conflito de interesses (marketing, produção, consumidores, diretoria...) Informações de projeto (componente técnico,Ciclo fechado de projeto gerencial, conceitos...)ComplexidadeAtender ao ciclo de vida
  56. 56. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e riscoImpacto do início no fimCiclo fechado de projetoComplexidadeAtender ao ciclo de vida
  57. 57. CcttcoEspecificidades tornam o PDP diferenciado de outros processosIncerteza e risco Cada decisão de projeto tem impacto sobre as diversas fases do ciclo de vidaImpacto do início no fim Gerenciar informações, conflitos e pressão tendo em mente todo o cicloCiclo fechado de projetoComplexidadeAtender ao ciclo de vida
  58. 58. Ag Produto Eng. Tipos de Produção e Projeto PDP PDP no PDP: O que Brasil é? Caracterís- ticas do PDP
  59. 59. oB
  60. 60. oBADEQUAÇÃOPARCELA DE PROJETODESENVOLVIMENTO TOTAL
  61. 61. oBADEQUAÇÃOPARCELA DE PROJETODESENVOLVIMENTO TOTAL
  62. 62. oBADEQUAÇÃO Adequação ao mercado, processo e fornecedores locaisPARCELA DE PROJETO Setores como automóveis, eletrônicos e fármacos Centros deDESENVOLVIMENTO TOTAL desenvolvimento Transferência internacional de tecnologia
  63. 63. oBADEQUAÇÃO Apesar de parecer trivial, e requer muita habilidade A tecnologia é importada, mas é preciso realizarPARCELA DE PROJETO diversas atividades, tais como: Projeto detalhadoDESENVOLVIMENTO TOTAL Processo produtivo Prototipagem e testes Lançamento do produto
  64. 64. oBADEQUAÇÃOPARCELA DE PROJETODESENVOLVIMENTO TOTAL
  65. 65. oBADEQUAÇÃO Há empresas que tendem a valorizar a competência local e buscam “mundializar” o projetoPARCELA DE PROJETO Aproveitam-se as competências locais sem ter a necessidade de formar várias equipes completasDESENVOLVIMENTO TOTAL
  66. 66. oBADEQUAÇÃO Há empresas que tendem a valorizar a competência local e buscam “mundializar” o projetoPARCELA DE PROJETO Aproveitam-se as competências locais sem ter a necessidade de formar várias equipes completasDESENVOLVIMENTO TOTAL
  67. 67. oBADEQUAÇÃOPARCELA DE PROJETODESENVOLVIMENTO TOTAL
  68. 68. oBADEQUAÇÃO Meio termo entre totalmente centralizado e descentralizadoPARCELA DE PROJETODESENVOLVIMENTO TOTAL
  69. 69. oBADEQUAÇÃO Meio termo entre totalmente centralizado e descentralizadoPARCELA DE PROJETO Ocorre em função do domínio tecnológicoDESENVOLVIMENTO TOTAL
  70. 70. oBADEQUAÇÃO Meio termo entre totalmente centralizado e descentralizadoPARCELA DE PROJETO Ocorre em função do domínio tecnológicoDESENVOLVIMENTO TOTAL
  71. 71. oBADEQUAÇÃO Meio termo entre totalmente centralizado e descentralizadoPARCELA DE PROJETO Multinacionais que projetam produtos para o mercado localDESENVOLVIMENTO TOTAL
  72. 72. oBADEQUAÇÃO Meio termo entre totalmente centralizado e descentralizadoPARCELA DE PROJETO Multinacionais que projetam produtos para o mercado local OMO (Brasil) - Em nenhum outro lugar a espuma éDESENVOLVIMENTO TOTAL tão abundante
  73. 73. oBADEQUAÇÃO Meio termo entre totalmente centralizado e descentralizadoPARCELA DE PROJETO Multinacionais que projetam produtos para o mercado local Persil (Inglaterra) – Sabão líquido domina o mercadoDESENVOLVIMENTO TOTAL
  74. 74. oBADEQUAÇÃO Meio termo entre totalmente centralizado e descentralizadoPARCELA DE PROJETO Multinacionais que projetam produtos para o mercado local Mais exemplos podem ser vistos em:DESENVOLVIMENTO TOTAL http://veja.abril.com.br/240609/p_134.shtml
  75. 75. oBADEQUAÇÃO Exemplos de setores com desenvolvimento local bem sucedidosPARCELA DE PROJETODESENVOLVIMENTO TOTAL
  76. 76. oBADEQUAÇÃO Exemplos de setores com desenvolvimento local bem sucedidosPARCELA DE PROJETO Aeronaves (EMBRAER)DESENVOLVIMENTO TOTAL
  77. 77. oBADEQUAÇÃO Exemplos de setores com desenvolvimento local bem sucedidosPARCELA DE PROJETO Compressores herméticos (Tecumseh e EMBRACO)DESENVOLVIMENTO TOTAL
  78. 78. oBADEQUAÇÃO Exemplos de setores com desenvolvimento local bem sucedidosPARCELA DE PROJETO Lavadoras de roupa (Multimarcas)DESENVOLVIMENTO TOTAL
  79. 79. oBADEQUAÇÃO Exemplos de setores com desenvolvimento local bem sucedidosPARCELA DE PROJETO Carros e motores de baixa cilindradaDESENVOLVIMENTO TOTAL
  80. 80. oBADEQUAÇÃO Exemplos de setores com desenvolvimento local bem sucedidosPARCELA DE PROJETO Carros e motores bicombustível (VW, GM, Ford)DESENVOLVIMENTO TOTAL
  81. 81. oBADEQUAÇÃO Exemplos de setores com desenvolvimento local bem sucedidosPARCELA DE PROJETO Caminhões e ônibus (VW)DESENVOLVIMENTO TOTAL
  82. 82. Ag Produto Eng. Tipos de Produção e Projeto PDP PDP no PDP: O que Brasil é? Caracterís- ticas do PDP
  83. 83. gouoo
  84. 84. gouoo O EP atua, principalmente, como um Os demais engenheiros atuam, prin- engenheiro de processo produtivo cipalmente, na eng. do produto
  85. 85. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formas
  86. 86. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDPGESTÃO DO PORTFÓLIOPROJETO CONCEITUALFOCO NA PRODUÇÃO
  87. 87. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDPGESTÃO DO PORTFÓLIOPROJETO CONCEITUALFOCO NA PRODUÇÃO
  88. 88. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDP Como o PDP não é cíclico, gerenciá-lo é mais complexo Usar técnicas de engenharia a fim de garantir que osGESTÃO DO PORTFÓLIO projetos tenham: QualidadePROJETO CONCEITUAL Orçamentos controladosFOCO NA PRODUÇÃO Prazos atendidos
  89. 89. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDPGESTÃO DO PORTFÓLIOPROJETO CONCEITUALFOCO NA PRODUÇÃO
  90. 90. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDP É o conjunto de produtos de uma empresa, composto por:GESTÃO DO PORTFÓLIO Produtos em produçãoPROJETO CONCEITUAL Produtos em fase de projetoFOCO NA PRODUÇÃO Ideias de novos produtos Existem técnicas para auxiliar numa boa definição do portfólio
  91. 91. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDPGESTÃO DO PORTFÓLIOPROJETO CONCEITUALFOCO NA PRODUÇÃO
  92. 92. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDP Traduzir as necessidades ou oportunidades em um conceitoGESTÃO DO PORTFÓLIO Envolve, entre outras coisas, na ergonomia do produtoPROJETO CONCEITUALFOCO NA PRODUÇÃO
  93. 93. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDP Traduzir as necessidades ou oportunidades em um conceitoGESTÃO DO PORTFÓLIO Envolve, entre outras coisas, na ergonomia do produtoPROJETO CONCEITUALFOCO NA PRODUÇÃO
  94. 94. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDPGESTÃO DO PORTFÓLIOPROJETO CONCEITUALFOCO NA PRODUÇÃO
  95. 95. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDP Ajudar a desenvolver produtos que sejam fáceis de produzirGESTÃO DO PORTFÓLIOPROJETO CONCEITUALFOCO NA PRODUÇÃO
  96. 96. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDP Ajudar a desenvolver produtos que sejam fáceis de produzirGESTÃO DO PORTFÓLIOPROJETO CONCEITUALFOCO NA PRODUÇÃO
  97. 97. gouooO engenheiro de produção pode contribuir no PDP de várias formasGESTÃO DO PDP Ajudar a desenvolver produtos que sejam fáceis de produzirGESTÃO DO PORTFÓLIOPROJETO CONCEITUALFOCO NA PRODUÇÃO
  98. 98. Ag Produto Eng. Tipos de Produção e Projeto PDP PDP no PDP: O que Brasil é? Caracterís- ticas do PDP

×