O Despertar – 8453 – 4.10.2007
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

O Despertar – 8453 – 4.10.2007

on

  • 4,050 views

Versão integral da edição n.º 8453 do semanário “O Despertar”, que se publica em Coimbra. Última edição dirigida por Fausto Correia, antes da sua trágica morte. Jornal fundado em 1917. ...

Versão integral da edição n.º 8453 do semanário “O Despertar”, que se publica em Coimbra. Última edição dirigida por Fausto Correia, antes da sua trágica morte. Jornal fundado em 1917. 4.10.2007.

Para além de poderem ser úteis para o público em geral, estes documentos destinam-se a apoio dos alunos que frequentam as unidades curriculares de “Arte e Técnicas de Titular”, “Laboratório de Imprensa I” e “Laboratório de Imprensa II”, leccionadas por Dinis Manuel Alves no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt , www.slideshare.net/dmpa,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

Statistics

Views

Total Views
4,050
Views on SlideShare
4,042
Embed Views
8

Actions

Likes
1
Downloads
3
Comments
0

1 Embed 8

http://www.slideshare.net 8

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    O Despertar – 8453 – 4.10.2007 O Despertar – 8453 – 4.10.2007 Presentation Transcript

    • REPUBLICANO INDEPENDENTE F U N DA D O E M 1 9 1 7 COBRIAGEM – NIQUELAGEM CROMAGEM – ZINCAGEM O Despertar SERRALHARIA CIVIL SOLDADURAS A ELECTROGÉNEO AUTOGÉNEO E ALUMÍNIO REPARAÇÃO DE JANTES EM FERRO E ALUMÍNIO INSTALAÇÕES PRÓPRIAS: Director: Fausto Correia Director-Adjunto: António Carlos de Sousa RELVINHA Telef. e Fax: 239 825 294 3020-365 COIMBRA 5.ª FEIRA O SEMANÁRIO DE COIMBRA PORTE PAGO 4 - Outubro - 2 0 0 7 Ano 90 N.º 8453 – 0,75 € Especialistas Caminhos de Festival do analisam Coimbra Santiago unem Chícharo começa Medieval entidades da região hoje em Alvaiázere Página 3 Página 6 Página 8 ENTREVISTA REPORTAGEM Página 5 “É preciso educar Portugal comemora amanhã financeiramente as pessoas” a Implantação da República José Silva Nunes, presidente da delegação de Coimbra da DECO, nas centrais Página 5 Temos para lhe oferecer semanas de férias a preços inacreditáveis. PINEDA DE MAR – 7 noites em Pensão Completa a partir de 270 € ou BENIDORM a 299 €. Se pretende ir até PALMA DE MAIORCA, tem valores a partir de 350 € ou TENERIFE a 370 €. CABO VERDE é um destino sempre apetecível. Desfrute da fantástica Praia do Sal a partir de 529 €. Pode também viajar até ao BRASIL a partir de 599 € ou até às CARAÍBAS a partir de 755 € Para estadias mais curtas propomos LONDRES a partir de 246 €, PARIS a 229 € ou PRAGA desde 272 €. Temos também preços especiais para R. João de Ruão, 16 - 239 855 555 Coimbra fins-de-semana em Portugal. Consulte-nos. R. Afonso Henriques,17 - 231 423 343 Cantanhede
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 2 O CONIMBRICENSE ALVORADA A República pressupõe Liber- com recurso aos modernos meios dade e Democracia, Tolerância e de comunicação audiovisual, Respeito. Nestas páginas escre- neles incluídos os suportes infor- SEMANÁRIO veram e escrevem cidadãos que máticos. E quanto mais depressa 90.º Ano de Publicação não professam a ideia republicana. melhor. (Sai às sextas feiras) É o pluralismo e o confronto de ideias Por outro lado, os programas que, antes de serem proclamados comemorativos do 5 de Outubro, O Despertar na web “5 DE OUTUBRO”: “urbi et orbe” como princípios inalienáveis, já aqui eram obser- Fausto Correia salvo honrosas excepções, são repetitivos, desinteressantes, www.odespertar.com.pt portal@odespertar.com.pt vados de modo inalterado. fausto.correia@europarl.europa.eu desmobilizadores. A manter-se o INOVAR Ninguém é dono da verdade absoluta. Só os ditadores impõem a fome, a miséria, a doença. Ainda cenário no que ao 25 de Abril diz respeito, críticas semelhantes Director Fausto Correia PARA MOBILIZAR unilateralmente os seus pontos de vista. De forma opressora e re- mais: contra o desemprego, a exclusão (seja qual for a causa) e serão feitas, no ano de 2071, aos respectivos festejos, exactamente Director Adjunto António Carlos de Sousa Em 5 de Outubro de 1910 a pressora, digamos totalitária. E os as assimetrias (de toda e qualquer 97 anos depois da Revolução dos Redacção República implantou-se em Portu- cidadãos, tomados como súbditos, natureza). Cravos… António Carlos de Sousa gal. Faz agora 97 anos. Trata-se pagam com sangue, suor e lágrimas No fundo, o combate radica na É preciso inovar – para (C.P N.º TE-951) . de um regime quase centenário os naturais actos de rebeldia contra concretização – tão progressiva mudar o estado de coisas. Atribuir num país multissecular. Zilda Monteiro a iniquidade e a ilegitimidade. quanto necessária, tão urgente ao 5 de Outubro uma prioridade (C.P N.º 7937) . “O Despertar”, que tem Depois de um longo interregno, quanto imperiosa – da trilogia temática anual, de âmbito nacional menos 7 anos, lançado que foi em Colaboradores o 25 de Abril de 1974 trouxe-nos de “Liberdade, Igualdade, Frater- ou internacional, talvez seja a André Pereira 1917, ostenta no seu cabeçalho, volta a Democracia e entrámos na nidade”, que inspirou a Revolução solução. Em especial versando Dinis Manuel Alves como sempre, a legenda SEMA- chamada II República. E, sem Francesa, influenciou muitas das tanto os direitos fundamentais Gonçalo Ermida NÁRIO REPUBLICANO IN- distracções, importa constatar que, conquistas irrenunciáveis e continua clássicos como os direitos sociais Joana Martins Luís Monteiro DEPENDENTE. de 1910 a 2007, os portugueses a inculcar muitos dos objectivos em e económicos. Para que muitos Luís Pato Não ostenta por ostentar, nem viveram pouco mais tempo em discussão e a prosseguir, como é o assuntos possam ser discutidos inclui a legenda por incluir. É que o por todos e de forma mobilizadora. Colunistas Liberdade que em ditadura. É de caso do presente Ano Europeu de ADIFER mais antigo jornal de Coimbra deve um ano e dois meses a diferença… Igualdade de Oportunidades para Estamos perante uma mera Alda Constança o seu nascimento a um punhado A divisão dos poderes bem Todos. questão de vontade: organizar, Amadeu Carvalho Homem de republicanos que assumiu a sua como o princípio de um voto para Torna-se difícil explicar histo- preparar, executar um programa. Bernardes Teixeira trincheira e, nestas colunas, cada homem são hoje, por exemplo, ricamente às gerações mais novas Dando um sinal mais às come- Carlos Cidade defendeu os seus pontos de vista, morações do 5 de Outubro. Que Carlos Coelho Veiga questões comummente aceites e o verdadeiro significado e a real Carlos Esperança de braço dado com a dos legítimos pacíficas no mundo ocidental. A luta importância do 5 de Outubro de não pode continuar como um banal Eduardo Proença Mamede interesses de Coimbra – cidade, vira-se contra o terrorismo, a 1910. Convenhamos que a Histó- dia de descanso. É pouco, muito Fernando Martins concelho, distrito e região. xenofobia, o racismo. Mais: contra ria de Portugal deve ser divulgada pouco. Jaime Ramos João Baptista Joaquim Vieira Jorge Rua Cidades inseguras José Andrade José Henrique Dias José Miguel Queiroz 90 José Soares Júlio Gomes Correia Lino Mendes Todos sabemos que não é possível que se passa nesta linha, a viagem Luís Marques erradicar os actos de vandalismo é acompanhada por dois agentes Luís Martinho do Rosário numa sociedade, em particular nas da PSP, que se mostraram impo- Manuel Bontempo Manuel Chaves e Castro grandes cidades. É assim em todo tentes para controlar a situação. Marcelo Henriques de Brito o mundo, com especial incidência Ainda assim, valeu a coragem de Marcos Franco ANOS nos países da América Latina. um deles, ao pegar na pistola e dar Maria Emília Seabra Paulo Eduardo Correia Há algumas semanas atrás, José Soares dois tiros para o ar. O que acon- Paulo Leocádio Bernardo Acabe-se com o abuso utilizei a famosa, pelas piores jose.soares@mail.pt teceria a este agente, se calha ter Pedro Ferrão Continuam certos automobilistas a razões, linha de Sintra da CP. o azar de acertar num destes Pedro Redol fazer das ruas da cidade pistas de Apesar de mais parecer um metro jovens vândalos? Um deles, abor- Rui Fausto Lourenço Sansão Coelho corrida. de superfície, a verdade é que de dado por um revisor sobre a falta de trabalho, mas também trás Sofia Figueiredo Urge que se ponha termo ao dentro se via o mesmo que no do seu bilhete, encostou uma na- Vítor Botelho abuso, que classificamos de inaudito, muitos jovens vândalos, que após metro: nada! Os vidros, além de valha ao peito do funcionário da Victor Gonçalves para não lhe darmos outro nome. saírem das discotecas e bares, C.P. Victor Maia Costa É por cima de toda a folha… foscos, estão tão grafitados que é regressam a casa, não sem antes Para eles tanto monta man- Este episódio terminou com a Administração, Redacção, quase impossível vislumbrar o que insultarem e agredirem quem lhes darem desta para melhor um gato ou detenção do jovem que ameaçou Publicidade, Assinaturas e Serviços se passava cá fora. Vem à memó- apetece. o revisor com a navalha. Levado Rua Pedro Roxa, 7-1.º um cão, como uma criança ou um adulto. ria as histórias desta linha sobre a Segundo algumas testemu- à esquadra para identificação, foi Telefones: 239 85 27 10/11/12 O que é preciso é andar, é correr violência urbana. nhas, “mais de 30 vândalos” notificado para se apresentar Fax: 239 852 719 desabridamente, em velocidades Recentemente, saltou para as espalharam o terror aos passa- tribunal e acabou libertado. e-mail: jornaldespertar@mail.telepac.pt excessivas, que nos chegam a causar páginas dos jornais mais um acto Denominação Social calafrios. geiros. Após passarem a viagem a As estatísticas até poderão de vandalismo da linha de Sintra. ANTÓNIO DE SOUSA (HERD.), LDA. E tudo que apanham na frente cantar e a provocar distúrbios, mostrar o contrário. Mas, fazendo O primeiro comboio que sai de Contrib. N.º 502 137 258 fica reduzido…a fanicos. incomodando toda a gente, “fu- uma pequena análise à nossa Cap. Social: 7.481,97 Euros Mãos femininas, ao que nos Lisboa às 06h00, trás muita gente giram à pressa com insultos e imprensa, mesmo a local, che- dizem, iam ao volante dum auto- Gerência empurrões à mistura, dado que não gamos facilmente à conclusão que móvel, na noite de ante-ontem, na Maria Primorosa Santos Costa de Sousa tinham bilhete e ter aparecido um as nossas cidades estão cada vez AMBULÂNCIAS rua da Sofia. António Manuel Marques de Sousa Pois essas mãos não tiveram grupo de revisores, na Amadora”. mais inseguras, em especial a Maria de Lurdes Duarte Pedro Correia pejo em atirar o carro sobre um gato Dada a constante violência algumas horas da noite. de estimação pertencente a um SERVIÇO Composição e Montagem estabelecimento dali, dando-lhe Depart. Gráfico de “O Despertar” assim morte instantanea, o que indi- PERMANENTE FIGUEIRA DA FOZ, vende-se MORADIA T3 quase nova, bem Tiragem média no mês de Setembro bom apartamento, perto da praia, dividida, bons acabamentos, aque- André Dinis, Lda. gnou todas as pessoas que pre- 14.000 Exemplares senciaram…a linda proeza. usado, em belíssimo estado por cimento central, estores eléctricos, Adaptava-se melhor a essas ter pouco uso. Boas áreas e sala com lareira, garagem dupla Impressão femininas mãos…uma vassoura de R. 6 de Outubro, 75-Dt.º acabamentos de qualidade. O anexa e pequeno quintal, no cam- Beirastexto - sociedade editora, S.A. giesta, isto a nosso ver… Tel. 239 496 118 investimento ideal para férias, po, dentro da cidade (12 kms. do Rua 25 de Abril, n.º 7 Apartado 44 – 3046-652 Taveiro Tlm. 966 005 720 arrendamento ou habitação. centro, zona norte. Tel. 917 092 3 de Outubro de 1936 COIMBRA Telm. 964 464 315 708 (só particulares) Número de Registo 100117
    • CIDADE DE COIMBRA 3 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 Ciclo de conferências começa quinta-feira CITAÇÕES CASA DAS CITAÇÕES “Gostaria de saber o que esteve Especialistas analisam “Coimbra Medieval” errado na estadia de José Só- Promovida pela Câmara de Cidade Muralhada. Abre na os temas “Coimbra Romana. crates em Coimbra, para con- A cidade de Coimbra vai Coimbra, esta iniciativa conta próxima quinta-feira, às 11h00, Urbanismo e Sociedade” (14h30), seguir ajudá-lo a superar este recuar na próxima semana, então com a presença de vários numa sessão presidida pelo pre- pelo professor Vasco Mantas; trauma, mas não consigo.” de quinta a sábado, ao especialistas que se dedicam ao sidente da autarquia, Carlos “De Alcáçova a Palatium: D. Ses- Carlos Encarnação estudo de diferentes áreas de Encarnação. período medieval. Durante nando e a imagem do poder” Presidente Câmara de Coimbra interesse relacionadas com a Segue-se a apresentação, às três dias, 15 investigadores (15h30), pelo professor António vão abordar outros tantos História Medieval e da sua rela- 12h00, do tema “Coimbra e o Filipe Pimentel; e “ O Caste- 01/10/07 ção com a cidade de Coimbra. Mondego – Contextualização lo Medieval Português (séc. temas que abarcam sectores O ciclo de conferências Geográfica”, pelo professor “Coimbra não tem nenhum IX-XV)” (16h30), pelo professor. como a paisagem urbana, a “Coimbra Medieval” decorre na Fernando Rebelo. O ciclo prossegue nos dias motivo para ser subalternizada, perseguida, prejudicada em sociedade ou a arquitectura. Torre de Almedina – Núcleo da O programa prossegue com 12 e 13 de Outubro. relação às outras cidades. A importância de Coimbra no Outubro Mês de Prevenção do Cancro da Mama todo nacional é fundamental para o equilíbrio do país.” Carlos Encarnação Presidente Câmara de Coimbra 01/10/07 “O presidente da Câmara fez “Dou mais tempo à vida” um aviso à navegação. Tinha “Dou mais tempo à vida” Coimbra acolhe hoje, pelas 21h30, com os artistas convidados, Vitorino “Invista alguns minutos da sua um acordo com Marques Men- é o tema da campanha de um dos grandes espectáculos e Janita Salomé. O preço do bilhete existência na realização do rastreio des, mas como este perdeu, está prevenção do cancro da previstos para este mês. Na pri- é de 25 euros e as receitas revertem do cancro da mama e poderá obter já a avisar Menezes que é bom meira parte, actuará o Grupo de a favor da Liga Portuguesa Contra muitos mais e melhores anos de que cumpra o acordo, para não mama, que decorre durante este mês em todo o país. Cantadores do Redondo, com o Cancro. vida”, alerta os responsáveis pela lhe causar problemas nas pró- ximas eleições para a Câmara.” Vitorino e Janita Salomé, e na De acordo com a Liga Por- campanha de prevenção, pro- Luís Vilar Alertar para a prevenção, segunda sobem ao palco a Or- tuguesa Contra o Cancro, três em movida pela Liga Portuguesa Presid. da Conc. do PS/Coimbra não descurando qualquer sinal e questra Clássica do Centro (OCC) cada 10 mulheres sofrerão de Contra o Cancro (Núcleo Regional apostando no diagnóstico precoce, e o Coro dos Antigos Orfeonistas cancro da mama. Sublinha, por isso, do Centro, Sociedade Portuguesa 02/10/07 é o principal objectivo da progra- da Universidade de Coimbra, com a importância do diagnóstico de Senologia e Sociedade Portu- mação agendada para este mês. direcção de Virgílio Caseiro. O precoce, sendo que é esta a forma guesa de Oncologia são as enti- “Estamos perante uma deca- O Pavilhão Multidesportos de espectáculo encerra com a OCC e mais eficaz de combater a doença. dades envolvidas nesta campanha. pitação do Centro de Portugal, há muito tempo programada pelo po- Comerciantes da Baixa exigem mais segurança der político, por gente que não descansa, e que se não consegue de uma maneira tenta de outra.” João Boavida Cronista Assaltos frequentes a estabele- todo o lado, noutras zonas da ci- ciante Luís Quintas interveio na apelando à Câmara Municipal, cimentos da Baixa de Coimbra dade e do país”, disse Armindo sessão ordinária da Assembleia juntas de freguesia de São 02/10/07 estão a mobilizar alguns comer- Gaspar à Lusa. Municipal de Coimbra para de- Bartolomeu e de Santa Cruz para ciantes contra a insegurança na Embora desvalorizando as nunciar a insegurança que afecta garantirem uma mais eficaz “Custa-me que o hospital da uni- versidade seja uma empresa. Mas zona, mas o presidente da Agên- queixas de outros comerciantes actualmente os lojistas da Baixa, vigilância policial na Baixa. esse é um problema filosófico”. cia de Promoção da Baixa de desta área do centro histórico de devido sobretudo aos assaltos de Na terça-feira, em declara- Agostinho Almeida Santos Coimbra (APBC), Armindo Gas- Coimbra, o presidente da APBC que têm sido alvo vários esta- ções à Lusa, Luís Quintas disse Ex-pres. conselho de adm. dos HUC par, afirma que se trata de “situa- reuniu ontem com o comandante belecimentos durante a noite. que já contactou outros comer- ções pontuais”. da PSP da cidade, a quem sensi- “Tenham vergonha”, afir- ciantes no sentido de realizarem 03/10/07 “Estes assaltos são situa- bilizou para o problema. mou Luís Quintas, perante as um protesto público contra a ções pontuais que existem em Na segunda-feira, o comer- bancadas dos diferentes partidos, insegurança na zona. PRAÇA PÚBLICA As 31 freguesias de Coimbra vão expor, até Maio de 2009, o seu património no átrio da Câmara. Vai visitar esta mostra? “Não tinha conhecimento e não “Penso que é uma boa iniciativa. “Não tinha conhecimento desta “Sim, acaba por servir de dis- “Não sabia desta iniciativa.” sei se terei disponibilidade.” Ainda não sei se irei visitar.” iniciativa.” tracção.” Adaíl Lourenço Alberto Seoga Fernando Monteiro Horácio Sabino Arsénio Marques 38 anos, Padeiro 69 anos, Reformado 32 anos, Empresário 74 anos, Reformado 55 anos, Pedreiro
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 4 VOZ DE COIMBRA Dia de S. Jerónimo nos HUC Passagem a EPE traz “inúmeras vantagens” O ministro da Saúde, listas, o dirigente do SEP Paulo Correia de Campos, Anacleto. garantiu que a passagem O dirigente considerou ainda que a atitude de Correia de Cam- dos Hospitais da pos, “ao não querer responder, foi Universidade de Coimbra inadmissível”. (HUC) a Entidade Pública À entrada para o auditório dos Empresarial (EPE) “traz HUC, o SEP estendeu perante o inúmeras vantagens” ao governante uma faixa em que se diminuir a burocracia e lia: “Enfermeiros/Emprego Precá- aumentar a qualidade dos rio = Exclusão Social”. cuidados prestados. Antes, o ministro da Saúde recebera também uma “carta “O estatuto de EPE traz inú- aberta” do STFP-C em que é meras vantagens: melhora a frisado que “não há trabalhadores gestão, diminui a burocracia e a mais no SNS”. aumenta a qualidade”, afirmou tante”. ticiparam várias figuras da região, processo que os HUC atraves- “Como é possível acreditar Correia de Campos na sessão Segundo Correia de Campos, deu-se a tomada de posse do con- sam”, como o eventual encerra- que os serviços de saúde podem solene evocativa do Dia de S. a “política de modernização e selho de administração dos HUC. mento de alguns serviços nesta dar resposta aos utentes do Serviço Jerónimo (comemorado segunda- rentabilização do Serviço Nacional Antes desta cerimónia, o unidade de saúde. Nacional de Saúde quando o -feira), padroeiro dos HUC. de Saúde pressupõe uma gestão ministro visitou serviços com “O despedimento de enfer- Governo considera que bastará Na sua intervenção no audi- inovadora com características investimentos financiados pelo meiros contratados, ao ser concre- com um rácio máximo de 25 por tório dos HUC, perante os profis- empresariais”. Programa Operacional Saúde - tizado, aprofunda as dificuldades cento de pessoal de suporte - pes- sionais deste estabelecimento de Ao intervir na sessão, o pre- Saúde XXI. de acesso de milhares de utentes soal inserido nos grupos adminis- saúde, o ministro manifestou a sua sidente do conselho de adminis- a cuidados de saúde, na quantidade trativo, operário e auxiliar - e quer “crença absoluta” na capacidade tração dos HUC, Fernando Rega- Sindicalistas e utentes e na qualidade necessárias”, sus- colocar em 2008, 25 por cento dos do hospital “de aproveitar esta teiro, revelou que a mudança de recebem ministro tenta o SEP no texto em que critica com protestos o Decreto-Lei nº 276-A/2007. actuais efectivos na mobilidade?”, oportunidade”. estatuto deverá ocorrer durante o “Estamos perante o desafio da primeiro trimestre de 2008. A deslocação do ministro da Saúde Para o SEP, este diploma questiona o STFP-C. qualidade. Os HUC são um grande “A mudança para EPE cons- aos HUC foi ainda marcada pela “veio agudizar ainda mais as Por seu turno, o Movimento pilar da Saúde na região Centro, titui um dos objectivos a atingir para recepção que lhe fizeram res- situações de instabilidade e pre- Utentes pelos HUC entregou a têm de ser um espaço para a inova- se ganhar mais agilidade, eficácia ponsáveis do Sindicato dos Tra- caridade laboral existentes” entre Correia de Campos uma expo- ção e para a diferença”, sublinhou. e eficiência na gestão, sem com- balhadores da Função Pública do estes profissionais. sição em que questiona o ministro Por outro lado, o ministro da prometer a oferta e a qualidade dos Centro, do Sindicato dos Enfer- “O ministro disse que nin- sobre o possível encerramento de Saúde refutou críticas a este mo- cuidados prestados ou a natureza meiros Portugueses e do Movi- guém ia ser despedido com a nova serviços no estabelecimento, no delo de gestão, considerando que dos HUC como hospital central e mento “Utentes pelos HUC”. legislação, mas hoje [segunda- âmbito do processo de passagem algumas delas resultam de “pre- universitário”, salientou o professor Este movimento entregou a -feira] estão aqui dez enfermeiros a Entidade Pública Empresarial conceitos ideológicos” ou de “um catedrático da Faculdade de Correia de Campos uma carta em do Hospital do Lorvão e do Sobral (EPE), e manifesta preocupação pessimismo militante” e que outras Medicina de Coimbra. que pede que esclareça “algumas Cid que foram despedidos”, cri- com a “asfixia financeira” da uni- revelam “uma incoerência cons- Na sessão solene, em que par- incertezas inerentes ao actual ticou, em declarações aos jorna- dade. Hoje no Parque Manuel Braga Espírito das vindimas recriado em Coimbra guindo-se (14h30) a exposição de O Parque Manuel Braga, trabalhos alusivos à temática das em Coimbra, acolhe hoje, vindimas. O programa prossegue a partir das 14 horas, com a animação cultural, re- a já tradicional creativa e desportiva e com a “Festa das Vindimas”, actuação do Grupo Big. O lanche convívio está marcado para as um evento que visa 16h40. proporcionar aos idosos Esta Festa é organizada pela um dia de convívio, Câmara Municipal de Coimbra, recordando o espírito através da Divisão de Acção das vindimas com momentos de cultura e lazer. Social e Família, em articulação com a rede Social e as Instituições “Cahué às Quintas” no Atrium Solum Particulares de Solidariedade As noites de quinta-feira são agora mais animadas no Atrium Solum, em Coimbra. O evento A Festa das Vindimas co- Social (IPSS’s) do concelho com “cahué às quintas” promete continuar a animar este espaço até Dezembro, com um programa meça às 14 horas e prolonga-se valência de Lar, Centro de Dia e de ritmos quentes, promovido em parceria pela administração do Atrium e pelos Cafés FEB. Na até às 18. Começa com a con- Apoio Domiciliário. Conta com a quinta feira passada decorreu a “Noite Latina – Festa da Cerveja Pedras”, com demonstra- centração das instituições no colaboração da Divisão de Des- ção de danças latinas da Pasión Academia de Dança. Hoje, a partir das 21h30, o destaque vai para o “Tiro com arco”, com demonstração da Escola de Tiro do Centro Norton de Matos. Parque Dr. Manuel Braga, se- porto.
    • ESPAÇO REPÓRTER 5 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 “Lisboa amanheceu hoje ao som do troar da 97 anos de República aceite no país e poucos acredi- taram na possibilidade de um regresso à Monarquia. artilharia. Proclamada Com o golpe de 5 de Outubro por importantes forças procedeu-se à substituição da do exército, por toda bandeira nacional. O azul e branco a armada e auxiliada pelo da Monarquia foi substituído por um diferente leque de cores. O concurso popular, verde e vermelho ocupam a a República tem hoje o grande área da bandeira repre- seu primeiro dia de sentando, respectivamente, a História. A marcha dos esperança e o sangue de todos os heróis portugueses. A esfera acontecimentos, até à armilar, colocada no centro da hora em que escrevemos, bandeira, simboliza a época áurea permite alimentar toda a dos Descobrimentos. Por sua vez, esperança de um definido os sete castelos representam os primeiros castelos conquistados triunfo [...] não se faz por D. Afonso Henriques. As ideia do entusiasmo que cinco quinas significam os cinco corre na cidade. reis mouros vencidos por este Rei O povo está e, finalmente, os cinco pontos em cada uma, as cinco chagas de verdadeiramente louco Cristo. O hino “A Portuguesa”, de satisfação. Pode composto por Alfredo Keil tornou- dizer-se que toda a -se o hino nacional. população de Lisboa está Seguiu-se um período de democracia republicana, presidido na rua vitoriando a por Manuel de Arriaga. Poeta e República.” advogado, foi um dos principais ideólogos republicanos. Depois da Jornal “O Mundo”, instauração da República, ao ser 5 de Outubro de 1910 eleito presidente, tentou reunificar o partido que, entretanto, se desmembrava em diferentes Por André Pereira facções. Foi um esforço sem mui- tos resultados, visto que o seu O movimento revolucionário mandato foi atribulado devido a de 5 de Outubro de 1910 surgiu incursões monárquicas movidas naturalmente como consequência por Paiva Couceiro. Foi substituído de um conjunto de acções que pelo professor Teófilo Braga, em construíam o panorama político da 1915. Dois anos depois, o primeiro época. A contraposição entre os Presidente da República morria movimentos republicano e mo- em Lisboa. nárquico eram cada vez mais Teófilo Braga, fundador do acentuados, com o Partido Re- Partido Republicano, assumiu em publicano Português (PRP) a 1910 a presidência do Governo conseguir tirar partido de alguns Provisório Republicano assumin- factos históricos de repercussão do, em 1915 o cargo de Presidente popular. As comemorações do da República. Foi professor e es- terceiro centenário da morte de critor, tendo deixado uma vasta Camões, em 1880, e o Ultimatum obra literária. inglês, em 1890, foram apro- Este período republicano foi veitados pelos defensores das caracterizado por uma forte doutrinas republicanas que se instabilidade política, conflitos com identificaram com os sentimentos a Igreja, mas também grandes nacionais e aspirações populares. progressos na educação pública. Foram realizados diversos comí- A chamada I República Portu- cios, com vista a difundir os ideais comissão de representantes da impotência do governo revelou-se novo regime foi proclamado no guesa terminou em 1926, com o republicanos. Elis Garcia, Manuel Imprensa de Lisboa, constituída pouco tempo depois, e a República Porto e, nos dias seguintes, alar- golpe de 28 de Maio, a que se Arriaga, Magalhães Lima e Agos- pelo Visconde de Jorumenha, era proclamada pelas forças gou-se ao resto do país. seguiram longos anos de ditadura. tinho da Silva foram alguns dos Teófilo Braga, Ramalho Ortigão, vencedoras. Como consequência, A queda da Monarquia já oradores. Batalha Reis, Magalhães Lima e D. Manuel II, que havia sucedido era de esperar. Em 1908, D. “O Governo Provisório da O terceiro centenário da Pinheiro Chagas. Com isto, o a D. Carlos I, era exilado para Carlos e D. Luiz Filipe haviam República Portuguesa saúda as morte de Camões foi comemo- Partido Republicano, ao qual Londres. sido assassinados por activistas forças de terra e mar, que com rado de forma bastante simbólica. pertenciam as figuras mais repre- Os dias 4 e 5 de Outubro de republicanos. O reinado de D. o povo instituiu a Republica As ruas de Lisboa acolheram um sentativas da Comissão Executiva 1910 foram marcados pela revolta Manuel II tentou acalmar o para felicidade da Pátria. enorme cortejo popular que ficou das comemorações do tricente- de militares da Marinha e do panorama político que se vivia, Confio no patriotismo de todos. marcado pela festa e entusiasmo nário camoneano, adquiriu uma Exército, em Lisboa. Com o mas sem sucesso. Foi acusado E porque a Republica para dos intervenientes. O poeta dos enorme popularidade. objectivo de derrubar a Monar- de falta de firmeza e expe- todos é feita, espero que os “Lusíadas” e o navegador Vasco quia, juntaram-se aos militares a riência, e de ser manipulado pela oficiais do Exército e da ar- da Gama foram trasladados para A Revolta Carbonária e as estruturas do Rainha-mãe D. Maria Pia de mada que não tomaram parte o Panteão Nacional, numa ceri- Republicana Partido Republicano Português. Sabóia. Apesar de o 5 de Ou- no movimento se apresentem mónia de autêntica exaltação De um lado o General Manuel Na tarde do dia 5 de Outubro, tubro não ter sido uma ver- no Quartel-general, a garantir patriótica. A Sociedade de Geo- Rafael Gorjão Henriques, que José Relvas, em nome do Dire- dadeira revolução popular, mas por sua honra a mais absoluta grafia de Lisboa foi a autora da comandava as forças monár- ctório do PRP, proclamou a essencialmente um golpe de lealdade ao novo regime.” ideia destas comemorações, no quicas, do outro Machado Santos República à varanda da Câmara estado centrado em Lisboa, a Edital da Proclamação da República entanto, a execução coube a uma e as suas forças republicanas. A Municipal de Lisboa. No dia 6 o nova situação acabou por ser Teófilo Braga, Lisboa, 5 de Outubro de 1910
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 6 O DISTRITO DE COIMBRA Entidades analisaram projecto em Miranda do Corvo Rota dos Caminhos de Santiago para atrair turistas divisão da Cultura da Câmara de dos Caminhos de Santiago”. O Mosteiro de Santa Maria Estiveram presentes nesta Coimbra, pelo vice-presidente de de Semide acolheu, reunião o presidente da Região de S. João da Madeira, pela respon- na semana passada, uma Turismo do Centro e da Agência sável do Gabinete de Turismo e reunião sobre os antigos de Promoção Turística do Centro, Artesanato de Oliveira de Aze- caminhos percorridos pelos Pedro Machado, o Delegado Re- méis. Francisco Singul, Pedro gional da Cultura do Centro, Machado e Pedro Pita também peregrinos a Santiago de António Pedro Pita, o repre- integram esta comissão. Compostela, na Galiza, um As câmaras envolvidas de- sentante dos Caminhos de Santiago encontro que surgiu com o no mundo e catedrático em história vem proceder agora ao levanta- intuito de criar uma rota medieval, Francisco Singul, a mento geográfico pormenorizado que possa atrair mais responsável pelas exposições do dos caminhos utilizados nestas turistas às regiões Xacobeo, o escultor Armando antigas peregrinações, baseando- envolvidas. Martinez do Xacobeo e os repre- -se em documentação histórica sentantes das Câmaras Municipais local. Numa nota divulgada, a autar- de Miranda do Corvo, Montemor- As entidades envolvidas mostraram-se convictas da “mais valia” que a Para além da elaboração de rota dos Caminhos de Santiago constitui para estes concelhos quia de Miranda do Corvo realça -o-Velho, S. João da Madeira, um plano estratégico de acção, os que este encontro surgiu com o Oliveira de Azeméis, Figueira da ram-se convictos da “mais valia” comissão de trabalho composta envolvidos pretendem que sejam objectivo de “estabelecer novas Foz, Coimbra, Alcobaça, Vila Nova que a rota dos Caminhos de San- pela presidente da Câmara de recriadas as tradições antigas, bem linhas de acção de modo a apro- de Poiares, Idanha-a-Nova, Ba- tiago constitui para os concelhos Miranda do Corvo, pelo vice- como a implementação de várias veitar para fins turísticos este le- talha, Porto de Mós, Góis e San- que atravessa. -presidente da Câmara de San- acções complementares ao tu- gado religioso, através da criação tarém. Para a criação e divulgação tarém, pelo presidente da Câmara rismo religioso e a divulgação e divulgação da rota portuguesa Todos os presentes mostra- desta rota foi constituída uma de Porto de Mós, pela técnica de turística da rota. Góis e Oroso estreitam laços com geminação O presidente do concelho dos representantes de Góis se Coimbra. filhoses e outras especialidades actividade social e cultural”, sendo de Oroso (Santiago terem deslocado a Oroso, onde foi Após a assinatura do acto de goienses. mostra desse dinamismo o cer- de Compostela, Espanha), ratificado o documento. Geminação seguiram-se os dis- As delegações dos dois con- tame internacional Góisarte, que Manuel Miras Franqueira, Para além de Girão Vitorino, cursos, sendo no final trocadas, celhos acordaram manter con- este ano chegou à sua 11ª edição, Góis fez-se representar em Oroso entre os respectivos presidentes, as tactos periódicos entre as distintas na qual participou o concelho de e o presidente da Câmara pelo presidente da Assembleia bandeiras de ambos os países, bem administrações e fixar um calen- Oroso. De recordar também que Municipal de Góis, Municipal, José António Carvalho, como alguns presentes relacio- dário de reuniões, sendo a primeira vários trabalhos do Góisarte José Girão Vitorino, bem como pela vice-presidente da nados com cada concelho. O a realizar em Góis, com a presença estiveram presentes posterior- assinaram recentemente Câmara, Maria Helena Moniz e presidente da Assembleia Muni- de entidades espanholas e portu- mente na exposição Orosoarte uma “Carta de Geminação” pelo assessor Victor Duarte. A esta cipal de Góis entregou ao presi- guesas ligadas ao mais alto nível à 2007, realizada de 20 a 22 de entre ambas as localidades, comitiva juntaram-se o Governador dente do concelho de Oroso uma Protecção Civil, Bombeiros e Polí- Setembro. Durante estes dias, tam- ratificando o mesmo Civil do Distrito de Coimbra, réplica de uma “Casa de Xisto”. cia, para debate e eventual defi- bém artistas espanhóis e portu- acto já praticado Henrique Fernandes, e o res- Na sala onde decorreu a nição de estratégias dos assuntos gueses se espalharam pelos par- anteriormente em Góis. ponsável pelos Bombeiros e Pro- sessão, estiveram expostos alguns ligados a cada sector, se tal se ques circundantes e largos da tecção Civil, Tenente-Coronel An- produtos de Góis, que variavam justificar e for oportuno. cidade, trabalhando ao vivo os seus Estes dois municípios estão tónio Fernando Martins e Coman- desde os queijos até ao mel, Manuel Mirás afirmou que trabalhos, apreciados pelos muitos agora ainda mais próximos, depois dante Operacional do Distrito de passando pela broa, pão doce, “Oroso e Góis têm uma importante visitantes. Montemor-o-Velho Cicloturistas pedalam pelo coração cício físico regular e de se fazer e a perda de peso foram alguns O Dia Mundial do Coração uma alimentação equilibrada “para dos benefícios apontados por Al- foi assinalado, no domingo, cuidar melhor do coração”. ves Barbosa. O “Passeio pelo em Montemor-o-Velho, com Com uma vitalidade e boa Coração” foi organizado pela um passeio de bicicleta. Câmara Municipal de Montemor, disposição digna de nota, ex- desportista de alta competição, Centro de Saúde e Fundação Apesar o mau tempo que se com 75 anos, revelou que “há Portuguesa de Cardiologia, e con- fez sentir, a iniciativa contou com cerca de um mês, para além de tou com o apoio do Intermarché. um “pequeno pelotão” de quase 20 andar de bicicleta ao fim-de- Os participantes receberam cicloturistas que passou pela -semana, comecei também a pra- brindes alusivos ao Dia Mundial do freguesia da Ereira e terminou em ticar exercício a meio da semana Coração e também tiveram a frente à Câmara Municipal. e notei bastantes melhorias”. oportunidade de fazer rastreios Na ocasião, o ciclista monte- A capacidade de realizar cardiovasculares gratuitos efe- morense, Alves Barbosa, sublinhou tarefas que, outrora, exigiam mais ctuados pelos técnicos do Centro a importância da prática do exer- esforço de uma maneira mais fácil de Saúde de Montemor-o-Velho.
    • O DISTRITO DE COIMBRA 7 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 Festas de Penela animaram concelho Paulo Júlio quer município mais empreendedor O concelho de Penela volume de investimentos privados sectores da floresta e da agri- nas áreas do turismo e imobiliário cultura. celebrou, no sábado, a “completamente fora do comum passagem de mais um para um pequeno concelho como Festas concelhias feriado municipal. “Penela o de Penela”. atraem visitantes mais empreendedora” é o Já a nível municipal, o autarca A comemoração do Feriado Mu- lema desta nova etapa traçou as prioridades para os nicipal foi apenas um dos pontos liderada por Paulo Júlio, próximos dois anos, que se baseiam de destaque das festas concelhias. presidente da Câmara no lançamento de um concurso do De quinta a domingo, o concelho Municipal. Plano de Pormenor do novo esteve em festa, com a ancestral Parque Empresarial para Novas Feira de S. Miguel (Feira das No- “O concelho está preparado Estratégias de Localização de zes) e a contemporânea FAGRIP para uma nova fase de desen- Investimentos, a norte do concelho, – Feira Agrícola, Comercial e volvimento que passa por uma e a apresentação, no próximo dia Industrial, a assumirem-se como aposta no sector económico que 10 de Novembro, do projecto do “um momento único de afirmação faça gerar a fixação de jovens, a mini-habitat de empresas, um da vitalidade social, económica e criação de riqueza e novos postos investimento que “servirá de ensaio cultural do território e das suas Paulo Júlio, presidente de Câmara de Penela, entende que “o concelho à implementação de um novo gentes”. de trabalho”, afirmou. está preparado para uma nova fase de desenvolvimento” Durante a sessão solene de conceito de apoio a jovens em- Música, teatro, animação de comemoração do Dia do Muni- por todos os serviços adminis- cípio, o autarca realçou a “am- trativos da Câmara Municipal, biência vivida no concelho deter- afirmando que, “com esta base e minante para o futuro”. A criação enquadramento”, o concelho tem do Conselho Consultivo do Plano agora um novo caminho a percorrer de Desenvolvimento Inovação, cuja mensagem será a da “fixação Toda a equipa da Câmara de Penela está empenhada na construção de um município mais atractivo, que possa fixar as pessoas e atrair mais investimento de pessoas e criação de emprego”. preendedores que necessitem de rua, exposições, lançamento de Paulo Júlio não deixou de ajuda”. livros e tasquinhas foram alguns referir os inúmeros projectos A Câmara Municipal já deu dos pratos fortes da programação. privados que vão nascer em por concluída a fase de expansão Desde os eventos de cariz marca- Penela, desde o empreendimento da Zona Industrial de Penela, um damente popular, até aos mais habitacional que permitirá a cons- investimento que vai permitir a eruditos, passando pelos dirigidos trução de 47 apartamentos, o hotel fixação de 14 empresas. aos alunos das escolas e aos na Quinta da Ponte do Espinhal, o O comércio tradicional será espectáculos musicais de Ana projecto para as obras no edifício também apoiado pela autarquia, Malhoa e Quinta do Bill, tudo foi do Dr. Bacalhau, a reabilitação da através da Carta Comercial para pensado ao pormenor para pro- aldeia de Esquio e a renovação da o concelho de Penela, assim como porcionar aos penelenses e visi- aldeia de Ferraria de S. João, um a continuação da aposta nos tantes quatro dias muito agradáveis. Competitividade e Empreende- dorismo, as cartas Educativa e Social e os projectos realizados de saneamento, rede viária e re- qualificação urbana são alguns dos exemplos deste dinamismo. O autarca apresentou, ainda, um pacote de medidas que visa a fixação de jovens ou a certificação de Gestão e Qualidade conquistada
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 8 CENTRO PORTUGAL V Festival Gastronómico até domingo Alvaiázere transforma-se amanhã Alvaiázere transforma-se, de amanhã a domingo, na “Capital do Chícharo”. na “Capital do Chícharo” A quinta edição do Festival os figos secos, as nozes, os bolos actividades a Casa da Cultura, o Gastronómico começa de festa, as ervas aromáticas, o Anfiteatro do Jardim Público, o amanhã e promete três dias chícharo e outras espécies vegetais Palco Multiusos, a Biblioteca, o de muita festa e convívio, quase desaparecidas. O artesanato Café Concerto, o Espaço das também fará parte das festi- Velharias e Coleccionismo e o num cenário em que vidades. Espaço das Artes Decorativas e a gastronomia São três dias em que o rei da Lembranças. será a rainha. festa, o Chícharo, estará presente Nas Conversas de Café/Mer- nos restaurantes e nas tasquinhas cado do Livro, haverá uma espla- Em Alvaiázere, no centro do de diferentes formas, desde as nada onde poderá tomar um café país, há cinco anos que se co- receitas tradicionais até à culinária e conversar com autores do con- memora o Chícharo. Este evento moderna. Das históricas migas ao celho e com os escritores Gui- único, fruto da junção das vonta- sufflé, passando pelos rissóis, lherme Melo, Clara Pinto Correia des, saberes e vivências das gentes tartes e licor de chícharo. e o ex-jornalista da RTP, António desta terra, tem a duração de três Um mundo de sabores e Santos. dias e integra um programa di- paladares em que a tradicional Vão estar em Alvaiázere mais versificado, que inclui visitas guia- chanfana, o leitão, os carapaus de 20 grupos provenientes de todo das (lagares, fornos de cal, algares, albardados, as petingas, o bacalhau o país, mas também gente de trilhos), passeios de burro e oficinas e o peixe de rio se conjugam com Marrocos, Brasil, Cabo Verde, (de dança, agricultura natural). o excelente azeite local constituindo Guiné, Argentina, Tunísia, Espanha, No Mercado, ponto de en- uma especificidade única. Moçambique, Itália e Ucrânia. contro das gentes de Sicó, será Em diversos espaços da vila O programa abre amanhã, às De destacar, do vasto pro- mesmo local, 20h30, o Cantar ao possível o contacto com os pro- irão decorrer cerca de 10 expo- 10h00, com a inauguração do grama, o colóquio “A Nossa Co- Desafio. dutores locais, provar e adquirir o sições, em que se destaca a Mercado de Produtos Regionais, mida e a dos Outros”, às 16h00, a O recheado programa pro- tradicional queijo do Rabaçal, o exposição “Piano Fortíssimo” no seguindo-se de imediato a abertura prova de Chícharo, às 20h00, frente longa-se pelo fim-de-semana e mel, os enchidos, o vinho, o azeite, Museu. Serão também palco de oficial do festival. aos Paços do Município, e, no encerra domingo, no final do dia. CARTÓRIO NOTARIAL DE PENACOVA Mealhada DE LIC. MARIA ALEXANDRA CANOTILHO TEIXEIRA RIBEIRO Educar para o ambiente JUSTIFICAÇÃO CERTIFICO, para efeitos de publi- mos e, para efeitos de IMI de dez euros e cação que por escritura de hoje, exarada vinte cêntimos. a folhas noventa e sete e seguintes do Que o referido imóvel encontra-se apostando na reciclagem livro de notas para escrituras diversas inscrito na respectiva matriz em nome de número cinquenta-E, deste Cartório a Alípio Alves Simões. cargo da Notária Lic. Maria Alexandra Que em meados de mil novecentos Canotilho Teixeira Ribeiro, compareceram e oitenta, ajustaram contrato verbal de como outorgantes: compra, e por isso não titulado, com conjunto de actividades educa- 1,60m de altura para espalhar pelas MANUEL DA SILVA SIMÕES (NF: aquele Alípio Alves Simões, solteiro, maior, A Câmara Municipal da cionais, leves e apelativas, para o rotundas e espaços verdes do 105.975.079; BI. 2546505 de 26/06/06 - residente neste lugar cujo objecto foi o SIC de Coimbra), natural da freguesia de imóvel supra-identificado. Mealhada já definiu o plano ano que acaba de se iniciar. Ini- concelho. Já os objectos tridi- Figueira de Lorvão, concelho de Penacova Que possuem o dito imóvel sem de Actividades de Educação e mulher ROSA DE JESUS SIMÕES (NF: qualquer interrupção, à vista de toda a gente, ciativas que procuram sensibilizar mensionais que forem criados vão 124.516.513; BI. 9158487 de 05/06/06 - sem qualquer oposição, cultivando-o, Ambiental para o ano a população escolar para os pro- ser expostos, depois, na X Feira de SIC de Coimbra), natural da freguesia de preparando e lavrando a terra, retirando de- blemas ambientais do concelho e Artesanato e Gastronomia da Lorvão, concelho de Penacova, residen- la os respectivos produtos e frutos, cortando lectivo 2007/2008. À tes no lugar de Mata do Maxial, freguesia e plantando pinheiros, pagando as contri- semelhança do ano passado, que, em casos de sucesso, mantém Mealhada. No Dia da Floresta e de Figueira de Lorvão, concelho de Pena- buições e impostos respeitantes, posse que as linhas definidas para o ano no Dia da Água, os alunos serão cova, casados na comunhão geral. assim exerceram como verdadeiros proprie- a autarquia optou por um ainda desafiados a criar animais Que são donos e legítimos possui- tários que sempre se julgaram, eram e são transacto. dores, com exclusão de outrém, do seguin- do dito imóvel, pelo que o adquiriram, por conjunto de actividades É o caso da actividade “Natal para serem colocados no local usucapião, fundada nessa posse, que exer- te imóvel sito em Castanheirinho, fregue- educacionais leves mas Ecológico”, que no ano passado escolhido para as comemorações sia de Brasfemes, concelho de Coim- ceram em seu próprio nome, de boa fé, de bra, omisso na competente Conservatória: modo pacífico, contínua e publicamente, por apelativas. contou com a participação de mais ou, no caso dos peixes, nos lagos Rústico, composto de terra de cultu- período superior a vinte anos, estando eles de 650 crianças do concelho. Este existentes no concelho. ra, pinhal e mato, com a área de mil justificantes impossibilitados de comprovar ano, a iniciativa vai deixar de ser No plano da autarquia está trezentos e trinta metros quadrados, a pelos meios extrajudiciais normais a aqui- A criação de objectos com confrontar do norte Caminho, sul com sição do seu direito sobre aquele imóvel, materiais recicláveis – sejam estes só para jardins-de-infância e EB1, ainda previsto um fim-de-semana Diamantino Santos Cardoso, nascente com atento o título de aquisição. presépios ou árvores de Natal, estendendo-se às escolas EB 2/3, ecológico nas freguesias e o I Manuel de Jesus e poente com Diamantino Penacova, 29 de Setembro de 2007 Santos Cardoso, inscrito na respectiva palhaços no Carnaval, ou animais Secundária e Profissional, e Encontro Concelhio do Ambiente, matriz sob o artigo 2.678, com o valor A Colaboradora no Dia da Floresta ou da Água –, passando pela decoração natalícia denominado Ambimealhada. Este patrimonial, tributário e atribuído, (para Maria Isabel Bento Batista e Pina encontros convívio, pequenos das rotundas e pela criação de uma convívio é direccionado aos alunos efeitos de IMT), de trezentos e dezas- sete euros e quarenta e três cênti- “O Despertar” N.º 8453, de 07/10/04 “ateliers” sobre a temática, um fim- árvore de Natal e de um presépio de todas as escolas do concelho e -de-semana ecológico, visitas à com materiais recicláveis. As obras está pré-agendado para 4, 5 e 6 de AGÊNCIA FUNERÁRIA Casa do Ambiente e à Secção de de arte serão depois expostas em Junho. No rol das actividades Briquetes da Câmara Municipal ou frente ao edifício dos Paços do propostas, estão ainda englobadas visitas, por exemplo, à Casa do ADELINO MARTINS, LDA. TINS, MARTINS LDA. um concurso que premeia o Concelho e às sedes das Juntas de O ORGULHO DE BEM SERVIR DESDE 1940 estabelecimento de ensino que Freguesia. Ambiente, pequenos “ateliers” No Carnaval, o desafio é feito sobre a temática e um concurso, FLORES TRASLADAÇÕES FUNERAIS – FLORES – TRASLADAÇÕES recolher mais óleo para reciclar são algumas das iniciativas a serem somente aos jardins-de-infância e denominado “Óleo +”, que prevê SERVIÇO PERMANENTE SERVIÇO propostas às escolas do concelho. às escolas EB1. O objectivo é a entrega de um prémio à escola Telefs. 239 824 825 - 239 820 406 À semelhança do ano lectivo construir, também com materiais que recolher mais óleo para re- R. Corpo de Deus, 118-120 3000 COIMBRA passado, a autarquia planeou um recicláveis, palhaços com mais de ciclar.
    • O PAÍS 9 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 Portugal contraria tendência da UE . . FOTO grafias . . . . . . . . . . . . . . Taxa de desemprego . . . . . . . . . . . . . . CITAÇÕES CASA DAS CITAÇÕES . . . . . . . . . . . . . . “Temos uma política fiscal . . . . . . . . . . . . profundamente antinatalista e, . . . . . . . . aumentou em Agosto . . . . antes de se começar por dar . . . . . . . . . . . . incentivos, deveria começar-se . . . . . . . . . . . . por neutralizar toda a política . . . . . . . . . . . . fiscal antifamília.” . . . . . . . . . . . . desemprego traduz “o fracasso” . . . . Fernando Ribeiro e Castro Portugal foi um dos três . . . . . . . . . . Pres. Ass. Famílias Numerosas da política económica do Governo . . . . países da União Europeia . . . . . . . . . . (UE) em que a taxa de PS, lembrando as promessas “não . . . . . . . . 01/10/07 . . . . cumpridas” de criação de mais . . . . desemprego aumentou em . . . . . . . . postos de trabalho. . . . . . . . . “Comigo, o grupo parlamentar Agosto deste ano face a . . . . . . . . O deputado do PCP consi- . . . . . . do PSD terá total autonomia. igual mês do ano passado - . . . . . . derou que os números divulgados . . . . . . Cabe aos deputados escolher de 7,5 para 8,3 por cento - . . . . . . “são de uma enorme gravidade” . . . . o líder.” . . . . . . . . contrariando a tendência mas defendeu que não represen- . . . . . . . . Luís Filipe Menezes . . . . verificada no conjunto tam na totalidade “a real situação . . . . Pres. Eleito do PSD . . . . . . . . . . . . da UE. do país” que disse ser “mais gra- . . . . . . . . . . vosa”. “Estes dados só traduzem . . . . 01/10/07 . . . . . . . . uma parte da realidade. A real . . . . De acordo com os dados da . . . . . . . . . . “Ao contribuinte exigem tudo; Eurostat divulgados anteontem, o situação do país é mais grave ainda. . . . . . . . . . . . . ao Estado nada. O contribuinte Há o desemprego oculto de milha- . . . . aumento relativo da taxa de . . . . . . . . . . é para o Estado um suspeito. Pa- desemprego em Portugal foi o mais res de pessoas em programas . . . . . . . . . . ga cada vez mais, se não paga ocupacionais e há os surtos mi- . . . . acentuado da UE. . . . . . . . . . . tem o nome na Net […]. Já o “A evolução tem sido no bom gratórios”, frisou. . . . . . . . . . . Estado é devedor irrresponsável . . . . sentido, embora ainda não seja O PSD defendeu que estes . . . . . . . . . . e inimputável.” suficiente. Há uma diferença muito números vêm provar “o fracasso . . . . . . . . . . Paulo Portas . . . . grande em relação ao passado”, da governação socialista” e de- . . . . . . . . . . Líder do CDS sustentou o deputado socialista . . monstrar o estado do “país real”. . . . . . . . . . . . . Afonso Candal, em declarações à “Está aqui a prova que o que . . . . . . . . . . 01/10/07 Lusa, num comentário aos núme- . . Centenas de agentes da PSP manifestaram-se, sem farda, . . o PSD tem vindo a denunciar . . . . . . . . no Parque das Nações, para exigir que o Governo recue em . . ros do Eurostat. existe, é real, por contraponto à . . . . . . . . algumas medidas que consideram prejudiciais . . “Não se ganham eleições ao Afonso Candal salientou que, política de propaganda e ao país . . . . . . . . . . centro só com a mobilização tri- . . . . com o PS no Governo, “o emprego virtual do Governo”, afirmou vice- . . . . . . . . . . bal das bases. É também neces- aumentou em termos líquidos, há -presidente da bancada democra- . . . . . . . . . . sário atrair as elites – as do . . . . mais portugueses com emprego, ao ta-cristã Miguel Frasquilho. . . . . . . . . . . partido e as da sociedade. Por mui- contrário do que acontecia antes, . . . . . . O deputado do Bloco de . . . . . . tos defeitos que elas tenham.” quando estavam a ser eliminados . . . . . . Esquerda Francisco Louçã acusou . . . . José Manuel Fernandes . . . . postos de trabalho”. . . . . . . Editor Apesar disso, acrescentou o o Governo de “ignorar o problema . . . . . . . . . . do desemprego” em Portugal. “É . . . . . . . . deputado, a taxa de desemprego . . . . . . surpreendente porque indica que o . . . . 01/10/07 no país subiu porque “tem havido . . . . . . . . emprego sazonal não teve qualquer . . . . um crescimento muito significativo . . . . . . . . efeito e que a paralisação da . . . . “Se Menezes olhar para o da população activa”. . . . . . . . . . . passado e não aprender nada “A economia está a recuperar, economia traduz-se num agra- . . . . . . . . . . . . com a caricatura que foi San- mas ainda não ao ponto de absor- vamento do desemprego”, afirmou . . . . . . . . . . . . tana Lopes, de quem dizem ser Louçã. . . . . ver todas as pessoas que aparecem . . . . . . . . . . o espelho, é o país e a demo- a querer trabalhar”, resumiu, O CDS-PP acusou o Go- . . . . . . . . . . cracia que perdem.” verno de ser incapaz de relançar a . . . . apontando, por outro lado, “o pro- . . . . . . . . . . Domingos de Andrade blema relacionado com a cons- economia e gerar mais postos de . . . . . . . . . . . . Chefe de Redacção trução civil e as obras públicas”. trabalho, considerando que o . . . . . . . . . . . . O deputado do PCP Fran- desemprego continua a ser “o . . . . . . Elementos dos serviços camarários, prodecem à limpeza dos . . . . . . 01/10/07 cisco Lopes considerou, por sua problema número um, número dois . . . . . . estragos causados mau tempo na zona de Sacavém . . . . vez, que o aumento da taxa de e número três dos portugueses”. PRAÇA PÚBLICA Costuma comemorar, de alguma forma, o 5 de Outubro, dia em que se assinalada mais um aniversário da Implantação da República? “Sim, costumo comemorar.” “Não.” “Sim, porque foi um dia bastante “Não costumo.” “Não.” importante.” Nuno Rodrigues Marcelino Duarte António Almeida José André Carlos Nunes 35 anos, Armador de Ferro 49 anos, Construtor Civil 66 anos, Reformado 53 anos, Oper. de Supermercado 53 anos, Engenheiro Técnico
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 10 PHOTOGRAPHIAS
    • REVISTA ESTRANGEIRA 11 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 Dia internacional do Idoso . . . . FOTO grafias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 80% da população . . . . . . . . . . CITAÇÕES CASA DAS CITAÇÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . “Temos um conflito, acontecem . . . . . . . . . . mundial sem . . . . confrontos entre israelitas e . . . . . . . . . . palestinianos mas a única . . . . . . . . . . . . . . . . forma de pôr cobro a tudo isso . . . . . . . . . . é através das negociações. Há . . . . protecção social . . . . . . . . . . . . que negociar para alcançar a . . . . . . . . . . . . . . paz, para pôr cobro a esse ciclo . . . . . . . . . . vicioso.” . . . . . . . . . . . . MahmudAbbas . . . . . . . . . . . . Pres. Autoridade Palestiniana O secretário-geral da ONU, . . . . . . . . . . . . . . . . Ban Ki-moon, alertou para . . . . . . . . . . 01/10/07 . . o facto de 80 por cento da . . . . . . . . . . . . . . . . população mundial . . . . . . . . . . . . “O nosso Governo vai ter de continuar privada de . . . . . . . . . . . . mudar a Constituição do país e . . . . sistemas de protecção social . . . . . . . . . . . . tem a obrigação de trabalhar na velhice e insistiu para . . . . . . . . . . . . . . para a democracia.” que os governos adoptem . . . . . . . . . . Svetlana Bilokernytska . . . . . . . . Emigrante ucraniana medidas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . O alerta surge na data em que . . . . 01/10/07 . . . . . . . . se assinalou o Dia Internacional do acabando com formas de discri- . . . . . . . . . . . . . . . . Idoso, na segunda feira. minação e estabelecendo sistemas . . . . . . “Acho que ainda não há uma . . . . “O nosso conceito do que de pensões baseados na solida- . . . . . . . . Europa política.” . . . . significa ser idoso está a mudar riedade entre gerações. . . . . . . . . . . . . Mário Soares constantemente. Enquanto os mais Na Alemanha, um dos sete . . . . . . . . . . Antigo presidente da República . . . . velhos foram vistos, em ocasiões países mais industrializados do . . . . . . . . . . . . anteriores, como uma carga para a mundo, os sociais-democratas . . . . . . . . 01/10/07 . . . . sociedade, agora cada vez mais são defenderam hoje o prolongamento . . . . . . . . . . . . reconhecidos como um ‘activo’ que da duração das indemnizações a . . Ao atravessar a pé a fronteira intercoreana, o presidente Roh . . . . . . . . . . “A segurança e, África deve pode e deve ser explorado”, referiu conceder aos desempregados mais . . Moo-hyun deu um passo simbólico para a reaproximação das . . . . . . . . duas Coreias . . . . . . ser liderada pelos africanos. Ban Ki-moon, acrescentando que velhos, uma medida encarada como . . . . . . . . . . um abandondo das reformas do . . Teremos [EUA] um papel de a aplicação de “pensões susten- . . . . . . . . . . . . apoio e não de liderança.” táveis e novas medidas de protec- antigo chanceler Gerhard Schroder . . . . . . . . . . . . Ryan Henry ção social” constitui um desafio, so- e que tem suscitado controversa no . . . . . . . . . . . . Responsável do Pentágono bretudo, para os países em de- seio do próprio partido, o SPD. . . . . . . . . . . . . senvolvimento. A quatro semanas do con- . . . . . . . . . . . . Segundo dados das Nações gresso do partido, a proposta do líder . . . . 02/10/07 . . . . . . . . . . . . Unidas, a proporção mundial de do SPD, Kurt Beck, foi bem . . . . . . . . . . idosos poderá ultrapassar, em 2050, acolhida pela ala mais esquerdista . . . . . . . . “Se a Europa não for a Europa . . . . . . os 22 por cento, ou seja, o dobro da dos sociais-democratas e pelos . . . . . . dos direitos humanos será ape- . . . . . . que existe na actualidade. Nos sindicalistas e rejeitada pelo vice- . . . . . . . . nas uma designação geográfica. . . . . . . países em desenvolvimento, a -chanceler, que também é ministro . . . . . . Os direitos humanos, a demo- percentagem poderá atingir os 80 do Trabalho, Franz Muntefering. . . . . . . . . . . . . cracia e a liberdade são a alma . . . . por cento. De acordo com a proposta, . . . . . . . . . . . . da Europa.” O Fundo das Nações Unidas baseada no modelo avançado pela . . . . . . . . . . José Vítor Malheiros . . . . para a Infância (Unicef) advertiu Federação de Sindicatos alemães, . . . . . . . . Jornalista . . . . os governos para a necessidade de a indemnização a dar a desem- . . . . . . . . . . . . ajudarem os mais velhos, reco- pregados com 50 ou mais anos seria . . O Leste alemão vive sua maior enchente de sempre. O Rio . . . . . . 02/10/07 . . . . nhecendo as suas contribuições, prolongada, nos limites máximos, de . . Elba chegou em Dresden ao nível mais alto de sua história . . . . melhorando os serviços de saúde, ano e meio para dois anos. PRAÇA PÚBLICA Portugal e Espanha vão criar uma equipa conjunta para investigar a existência de uma eventual infra-estrutura da ETA no país. Está convicto da existência de alguma base em Portugal? “Penso que é um bom início esta “Acho uma boa medida, uma vez “Penso que não há nenhuma in-fra- “Penso que é uma boa medida, “Não sei se a ETA tem ligações união no combate ao terrorismo que os grupos terroristas podem estrutura da ETA em Portugal, no pois a ETA pode ter alguma infra- com o nosso país, mas concordo da ETA.” estar em qualquer lado.” entanto, concordo com a medida.” estrutura no nosso país.” com esta medida.” Fernando Leite António Silva António Violante Manuel Antunes Rosa Pereira 26 anos, Motorista de pesados 47 anos, Economista 71 anos, Motorista de Táxi 59 anos, Reformado 38 anos, Escriturária
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 12 ENTREVISTA Sobreendividamento leva cada vez mais famílias a recorrer à DECO “As pessoas não estavam habituadas ao crédito e facilmente embarcam em situações prejudiciais” São muitas as famílias portuguesas que se deparam com graves problemas financeiros. O número de famílias que não está a conseguir pagar as contas está a aumentar e a tendência é para continuar a subir. Em entrevista a “O Despertar”, José Silva Nunes, presidente da Delegação de Coimbra da Deco, alerta as pessoas para que “não esperem que os momentos de desespero cheguem”. No seu entender, a melhor medida a tomar é agir mal sintam que as dificuldades vão surgir. De acordo com os dados apresentados, e referentes apenas à área de actuação da DECO de Coimbra, só até Agosto deram entrada nesta delegação 55 processos, sendo que apenas são aceites casos que resultem de situações imprevisíveis e “especiais”, como desemprego, divórcio, falecimento ou doença. José Silva Nunes assume que esta questão do sobreendividamento pode ser uma consequência das exigências da sociedade actual e alerta para a necessidade de “educar financeiramente as pessoas”. Não aceitam, portanto, casos em Como é que se pode educar Zilda Monteiro financeiramente as pessoas? que já há uma espécie de hábito Em primeiro lugar as pessoas têm O sobreendividamento está a de recorrer ao crédito fácil? que perceber que é preciso analisar afectar muitas famílias portu- Não. Esses casos não aceitamos. os contratos. Têm que saber quais guesas. Como é que a DECO tem Tivemos há uns anos um caso de são as implicações das obrigações acompanhado esta situação? um senhor da Covilhã que devia que estão a assumir. Têm que A DECO tem várias respostas dinheiro a 20 bancos. Na altura, saber o que é que significa a taxa mas convém sublinhar que não quando eu me dei conta, já estavam anual efectiva, o que é o spreed… apoia todos os casos de endivi- outras pessoas a tomar conta do A verdade é que as pessoas não damento. Apenas actua em casos caso e só por isso é que se sabem. Aliás, mais grave, as especiais, em que haja um pro- acompanhou. Mas, de qualquer pessoas não lêem. Há pessoas que blema, como um divórcio, um maneira, não deu em nada. Não assinam um contrato de crédito e falecimento, desemprego ou uma havia nenhuma hipótese, ele não que não sabem o que é que lá está doença. Só as pessoas que passem tinha dinheiro para pagar a nenhum escrito. Há, por exemplo, uma por uma destas fatalidades é que dos bancos. Eu sou bancário cláusula que todos os bancos põem são acompanhadas por nós. Nes- reformado e não consigo perceber relativamente ao pagamento ses casos ajudamos e falamos com como é que 20 bancos lhe con- antecipado do crédito em que cederam empréstimos. determinam que se as pessoas os credores, que normalmente são pagarem antecipadamente têm os bancos. As instituições de uma penalização de “xis” por cento. crédito têm sido compreensivas e Se a pessoa disser que não assina com a nossa intervenção têm fa- “As pessoas essa cláusula, e como há tanta cilitado a vida às pessoas. concorrência, o banco até a tira ou quando recorrem põe mais leve. O problema é que A DECO assume aqui apenas o as pessoas assinam tudo, sem ler, papel de mediador? à DECO estão porque querem ter o dinheiro Exactamente. A DECO é media- numa situação rapidamente. Por exemplo, no dora em todos os assuntos. Só vai crédito habitação a cláusula está a tribunal no Conselho de Arbi- de desespero.” lá, porque o banco quer segurar o tragem de Conflito de Consumo cliente, e as pessoas só se dão por mas ao tribunal civil não vai. José Silva Nunes, presidente da Delegação de Coimbra da Deco isso quando aparece um banco que Normalmente qual é o senti- faz mais barato. Aí é que aparece Normalmente quem é que pede mento das pessoas quando questão dos créditos e da pou- a chatice e então vêm cá para a ajuda da DECO? recorrem ao apoio da DECO? pança, deixam estas questões sem- reclamar. Mas não há nada a pre para segundo plano. Há um “As pessoas ainda fazer. Assinou, tem que cumprir. Habitualmente é um membro da As pessoas quando recorrem à família. Neste momento, temos DECO estão numa situação de grande trabalho a fazer nesse desleixam muito Devia era ter lido e não ter aceite sentido. É preciso educar finan- a cláusula. bastantes casos que estamos a desespero. Infelizmente só recor- a questão dos créditos acompanhar. Este ano temos 55 rem quando já estão numa situação ceiramente as pessoas, porque elas e da poupança. Estamos a falar de famílias de processos de pessoas que não estão de incumprimento e quando já há não estavam habituadas ao crédito, todas as classes sociais ou este a conseguir pagar as suas dívidas, ameaças de recurso a tribunal. não sabem as implicações que o Há um grande é um problema que afecta mais devido a um destes quatro motivos, Nunca há uma tentativa de recor- crédito tem nos seus orçamentos as classes média e baixa? porque os outros não aceitamos. No rer logo à renegociação, quando e facilmente embarcam em situa- trabalho a fazer Estamos a falar de todas as ano passado, durante todo o ano, sabem que vão ter dificuldades em ções que lhes são prejudiciais já que nesse sentido.” classes. Pelo contrário, as classes tivemos 61. Este ano já temos mais cumprir o crédito. Deixam arrastar não as podem cumprir. mais altas são as que aqui apa- porque os números apresentados e quando chegam já estão numa referem-se apenas até Agosto, ou situação de desespero. Verde” “Muralha Verde” seja, ainda faltam muitos meses. Casa Acompanhamos sempre as pes- Acha que as pessoas têm vergo- soas quando à boa-fé. Nós só po- nha de assumir que estão com – Aluguer de quartos 24h – Máximo de Conforto e Higiene demos intervir quando as pessoas dificuldades? – Preços acessíveis são responsáveis na contratação, ou Sim, a vergonha também é um dos – Parque Privado seja, quando antes de contratarem sentimentos quando as pessoas nos Estrada Nacional 111 sabem que têm possibilidade de OUTEIROS procuram. E não só, verificamos 3140-563 Tentúgal cumprir. Depois é que surge uma que também há pouca abertura “Junto das Bombas Alves Bandeira” causa externa que as faz entrar em para uma educação financeira. As Telefone: 239 105 948 incumprimento. pessoas ainda desleixam muito a Telemóvel: 965 512 167
    • ENTREVISTA 13 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 recem mais. Provavelmente os lidade. Os bancos têm hoje uma tando-o e extinguindo os outros Apareceu. Apenas uma pessoa nos soas devem ter sempre um “fundo outros não vêm cá, podem ter medo filosofia diferente. com taxas de juro mais elevados. últimos meses. Veio porque estava de maneio” que deverá ser três a de cá vir. A classe média/alta é a a prever que ia deixar de poder cinco vezes o rendimento mensal que aparece mais. Era melhor antes ou actual- As pessoas quando recorrem à pagar. Mas deviam ser todos assim. para fazer face aos imprevistos mente? Deco o que é que procuram? com saúde ou com desemprego Estamos a falar de várias ti- Era melhor antes. As pessoas Algumas pensam que nós lhe Que conselhos dão a quem para não ficar logo naquela situa- pologias de crédito, não apenas estavam mais controladas, apren- vamos emprestar mais dinheiro. É recorre à DECO? ção de não conseguir cumprir os do crédito à habitação? diam a viver e a gerir o que tinham. surpreendente, mas é verdade. Nós aconselhamos sempre o créditos. Estes são os conselhos Exacto. O crédito à habitação é Até porque não havia outra opção. Quando vêem que as coisas aqui consumidor a fazer um orçamento que damos logo. Quando os apenas um. Estamos a falar de não funcionam assim desistem e das despesas que tem previstas consumidores vêm cá preenchem tudo, de todo o crédito ao consumo, A questão do sobreendivida- vão-se embora. De referir também para o mês. Têm que ver o um quadro com as despesas que que inclui os cartões de crédito, o mento é uma questão que tem que muitas pessoas que vêm cá montante que vai gastar naquele têm e nós tentamos ver se há crédito para compra de automóvel vindo a tornar-se mais preo- fazem a marcação e depois, porque mês e tentar não o ultrapassar. alguma possibilidade de fazer e todos os créditos instantâneos, cupante ao longo dos últimos o banco deixa de pressionar para Limitam esse valor para o que vão alguma poupança naquelas des- em que as pessoas facilmente anos. Acha que é uma exigência fazer o pagamento, faltam. Quando gastar durante aquele mês. Depois pesas. Imagine que tem, por recorrem, por telefone, ao crédito, da sociedade actual? o banco volta a pressionar voltam aconselhamos sempre que o valor exemplo, telefone fixo e móvel, como a Cetelem, Cofidis... É provável que seja. Porquê? a fazer a marcação e aí vêm das prestações dos créditos nunca aconselhamos a abdicar de um Porque as pessoas habituaram-se mesmo. deve ultrapassar os 40 por cento deles. Alertamos também para as Acha que há hoje um acesso a ter esta facilidade. As pessoas do rendimento mensal disponível. contas de água, gás, electricidade demasiado facilitado ao crédito? são aquilo que se habituam a ser, Isso reflecte um pouco a menta- As pessoas com a soma do crédito porque há sempre formas de Sem dúvida. Hoje é demasiado fácil acostumam-se a ter determinadas lidade dos portugueses de dei- habitação, do carro, pessoal, cartão poupar nessas despesas. No fundo, aceder ao crédito, há muitas condições e depois é difícil recuar. xar tudo para a última hora? de crédito nunca devem ultra- ensinamos truques básicos que empresas de crédito fácil. Exactamente. Só quando chega ao passar os 40 por cento do rendi- ajudam a poupar. Tentamos fazer Normalmente os bancos estão limite é que reagem. Neste caso, mento mensal. Depois aconselha- uma educação das pessoas para o Quem é que controla esta situa- receptivos à negociação com os só quando os bancos apertam é mos sempre à poupança. As pes- consumo. ção do endividamento? clientes? que vêm cá. Infelizmente é assim. O Banco de Portugal é que controla Sim. Normalmente fazem acordos As pessoas quando estão em tudo. Mas - como já disse - sou de pagamentos faseados, aumen- perspectiva, pelo menos aquelas bancário de profissão, na reforma, tam o prazo e, nalguns casos, o que a têm, deviam cá vir, antes de e na altura em que era gerente não crédito. Uma das possibilidades da baterem no fundo. Mas não é isso havia crédito de consumo, até era negociação é a consolidação dos que acontece. Normalmente só proibido falar nisso. A administra- créditos, ou seja, atendendo aos vêm quando já deixaram de pagar. ção não autorizava. vários créditos que o consumidor Especialidade: tenha e verificando qual é aquele Nunca apareceu ninguém na Há uma nova mentalidade, que oferece melhores condições, fase em que as dificuldades Cabrito Assado em Forno de Lenha O Cabritino é o local ideal para tanto da parte das agências com taxas de juro menos elevadas, começaram a surgir, sem estar usufruir de momentos especiais bancárias como dos clientes? o consumidor vai pedir uma rene- ainda numa fase de endivi- Há com certeza uma nova menta- gociação desse crédito, aumen- damento? Condeixa-a-Nova • Telef. 239 944 111 • Telm. 968 856 796
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 14 A CORRESPONDÊNCIA Pintora Brasileira na Galeria Almedina (II) Neste espaço aberto e multifaceto resse pela descoberta da “coisa reais, palpáveis, na harmonia do Neste nosso segundo aponta- enxergámos um somatório de arte bela”, que o ser humano sempre seu conhecimento. mento sobre a pintora brasileira que ou as faces da criação pinturial, aprecia na propagação da cultura Aqui está a ombrear com os foi uma surpresa na atraente poética no traço singular, onde autêntica. “nossos grandes pintores”, José Galeria Almedina descobrimos intervém um racionalismo sem A Galeria Almedina tem dado Berardo, Vasco Berardo, Zé mais uma vez a qualidade moral quebra de lógica onde os quadros ao público momentos de arte Penicheiro, Pedro Olaio (Filho), da beleza ontológica, nosso quase variados se completam nos tonus superior e esta estada entre nós da Valdemar Peixoto, na semelhança ateísmo, e despertou-nos a ânsia psíquicos ou em estado virtual ou pintora brasileira é uma mostra da estrutura de beleza da obra de de beijar o seio de Deus. em percepções estéticas, da pin- relevante profunda e extensa e não arte, partindo de dentro para fora, A beleza artística obrigou-nos tora brasileira Fátima Gomes, que se submete às opressões do deduzindo toda a disposição do a usufruir a existência de Deus tal cria estados latentes, originais, mercantilismo, do laxismo, da mera quadro, como fazem estes pintores a sedução gratificante ao con- naturalistas tendentes às visões alienação tão em voga em pintores Manuel Bontempo de Coimbra e revê a “visão da templar tamanha grandeza numa mais nobres do espírito humano. que formam uma pseudo-arte nas jornaldespertar@mail.telepac.pt natureza” no traço diáfano como equilibrada visão da vida. A cultura, a filosofia, a própria imoralidades, nos arcaísmos e nas Lúcia Maia e tias e mesmo Vítor E arte é vida. Redime por arte é sempre um estado perma- irracionalidades, que não passam mostragem de vários padrões Matias e o processo psico-noético momentos a frustação existencial nente de conflito espiritual e da duma “inteligentsia” de quarta estéticos, naturalismo e impres- de Helena Toscano e a exigência de nós mesmos e esquecemos, os intuição ou do acabamento da for- categoria. sionismo, por vezes colada à escola formal de Isabel Zamith e Isabel que sofrem doença grave, do mal ma, em linhas que se entrechocam, A proporção do desenho, da francesa, pairando Monet, Cé- Silva ou os esquemas abstractos que nos avassala nesta inversão instintivas, emocionais ou sensuais, figura humana, dos objectos, da zanne, Ingres, ora pela cor diver- de Vítor Ramos e Ruy Cunha na arbitrária de valores. numa complexa problemática a atmosfera telúrica, a harmonia do sificada mas unida e ora pela bondade ontológica de Alda Belo É o delírio desperto na com- resolver pelo sentimento desta cromatismo, a claridade na per- liberdade dos pincéis que procuram e Lurdes Venâncio, todos identi- pleta absorção do entusiasmo criadora de paisagens físicas, de cepção, os planos, todas as figuras o urbano, a terra e o mar, a sim- ficados com a verdade da beleza. criador, da presença dos artistas paisagens humanas, da paisagem bem proporcionadas em consonân- plicidade do rural, as flores e as Podemos dizer ser a arte de responsáveis, diferentes que feminina, das atmosferas e onde a cia com “a coisa vista”, pelos naturezas-mortas, num filosofar Fátima Gomes uma referência transcendem o mero esquetatismo beleza, como apontava S. Tomás olhos da artista, é o sentimento do com a inteligência, o raciocínio, todo significativa cujo esquema formal idealista das meras filosofias… de Aquino, é uma simples resul- jogo livre das faculdades imensas o labor das coisas que reco- é um prazer estético à maneira de Foi, de facto, uma das maio- tância do belo que agrada à vista. ao serviço da representação nhecemos, que amamos, e que esta Edmundo Cruz e Ortiz Alfau, na res exposições realizadas na Criadora sumamente honesta. pictórica e a correspondência de pintora credenciada nos traz à exemplariedade de formas reais Galeria Almedina sem as misti- A pintura de Fátima Gomes, das factores subjectivos que obrigam Galeria Almedina, centro de cultu- transformadas pela “poesia can- ficações usuais de tantos artistas, mais singulares de pintores de a sentirmos o ritmo biológico de ra e humanismo, em poemas ou nu- tante dos pincéis” que atinge o que tecem, a todo instante “obras outras fronteiras que nos visitam Fátima Gomes, os hábitos psí- vens que se esfarrapam em franca acto volitivo de desvendar a de bosta”, nas pretensas dife- é, antes de tudo, um imperioso quicos, pois a artista que nos visita estesia e na maga ilusão de uma natureza que Deus nos deu. renças das suas concepções de instinto criador da mulher que tem está toda nos seus quadros. vida mais bela para o simples A Natureza e as naturezas da borla e capelo. Mas isso é assunto da cultura a premissa maior e a sua Vimos na Galeria Almedina, mortal na contemplação da beleza pintora, divididas, numa grande para outra ocasião. “arte” acalma a nossa excitação bem central, no velho Chiado, o no seu reflexo – quod visum harmonia dos artefactos, como faz, O poder mágico da criação sexual, na mansidão da beleza desenho seguro e equilibrado, um placet, quando de facto a pintura de vez em vez, António Costa e esteve, isso sim, na entusiasta poética, do pensamento de Pascal estudo aturado da forma, da nos agrada sem reticências. Cadima, dois pintores que detur- Galeria Almedina, sempre a dar- que relaciona a beleza concomi- anatomia da figura e da paisagem Pintura que tem toda a subje- pam propositadamente as formas -nos momentos de prazer e a tante no desejo duma “bem- e o cromatismo surge definido, ctividade de Fátima Gomes é naturais para criarem no intenso culminar, por vezes, com artistas -aventurança”, do completo inte- quase intemporal, numa curiosa haurida na natureza das coisas rigor da “verdade”. deste jaez! 1. - Em maré de arejar umas quantas celas de estabelecimentos prisionais, por mor da aplicação de Desgarradas dantes, Andrew Meyer questio- nava o ex-candidato presidencial John Kerry sobre se era verdade nova legislação que, como em que ele e George Bush pertenciam quase tudo na vida, não agrada nem viva em Portugal!”. A minha Mas enquanto, certamente à mesma sociedade secreta. A a gregos nem a troianos - e muito resposta é invariavelmente a deleitados, aqueles ilustres gover- pergunta era incómoda, a polícia menos às vítimas de assassinos mesma: “Esqueces que temos a nantes pensavam no ditado luso, não gostou, e, zás, aí vão umas que, incrédulas, perguntam onde é Nossa Senhora de Fátima…”. segundo o qual “o último a rir é o carícias eléctricas! que isto vai parar -, surgiram dados Quanto às outras razões do que ri melhor”, devo confessar o Mas para lá da demonstração do ministério da Justiça dando comentador, ele esquecer-se-á que quanto me impressionaram as de como, também na América, é conta de que, só no ano passado, não são os pobres que abrem imagens do jovem estudante norte- perigoso exercer a democracia, o faliram 635 famílias, um aumento falência. Os pobres já nascem -americano ao ser silenciado pela que principalmente retive foi a falta de 74% face aos casos registados falidos e, por isso, depressa Vitor Botelho polícia do Estado da Florida com botelho.v@gmail.com de reacção da plateia: face ao em 2005. aprendem a esticar o pé à medida choques eléctricos. brutal ataque, os colegas de Meyer No sítio da Internet onde li a do lençol. Os pobres não se De repente ocorreram-me as mantiveram-se silenciosos, não notícia, um comentador descar- endividam para comprar carros e imagens da mulher russa que, entre túneis do Marquês, projectos gritaram, não assobiaram, não regava as suas frustrações apon- apartamentos. Os pobres não numa reunião pública, protestava megalómanos para o Parque patearam! tando como causas do fenómeno fazem as pazes com o comunismo por causa da morte do seu filho no a miséria que é o nosso Salário Mayer, etc., etc., a autarquia inferno do submarino nuclear É preocupante verificar que de Fidel para irem de férias a Cuba. Mínimo Nacional e as elevadas apresenta um passivo global de 1,5 Kursk (Agosto de 2000) e que pura também nos Estados Unidos da Os pobres não coleccionam dou- taxas de juros cobradas pelos rados cartões de crédito. E os mil milhões de euros. Que, é claro, e simplesmente foi silenciada com América há jovens com medo, bancos. E, no pico da sua legítima pobres também não têm a banca e também os pobres vão ter de recurso a uma injecção. mesmo entre a raça branca. É raiva, quase apelava à revolta dos o fisco à perna, pelo simples facto ajudar a sanear… Infelizmente, às injecções e perigoso, é trágico para o mundo pobres. de que ninguém lhes empresta às clínicas psiquiátricas de Putin, constatar que, também no país que Àcerca dos salários pagos dinheiro, nem ganham o suficiente 2. - A imagem de Andrew Meyer, passando pelos fazendeiros escor- se arroga paladino da Liberdade, a entre nós, é como diz um querido para pagar impostos. que correu mundo através da raçados do Zimbabué e os esma- juventude parece deixar-se conta- Amigo residente em Espanha, Mas, infelizmente, esta mania televisão e da Internet, terão feito gamentos na Praça de Tienanmen, minar pela indiferença, pelo confor- sempre que nos juntamos para das grandezas, de viver acima das sorrir o circunspecto czar da entre muitas outras inqualificáveis mismo! beber um copo: “Com os or- possibilidades, mais não é do que Rússia, Vladimir Putin, o incom- ocorrências, há a acrescentar Confesso que não gosto denados que grande parte de vocês uma velha chaga nacional. Basta preendido ditador Robert Mugabe (mais um) triste episódio à ame- destes sinais. Mesmo que sejam só auferem, não deixo de me per- atentar, entre outros, no exemplo ou até mesmo o olímpico presi- ricana. isso: meros sinais – tão estúpidos guntar como é que ainda há quem da Câmara Municipal de Lisboa: dente chinês Hu Jintao. Numa sala repleta de estu- como o tempo.
    • O COMÉRCIO DE COIMBRA 15 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 Orima apresentou Automóveis do Mondego novos produtos Coimbra apresenta Peugeot 308 A apresentação do novo Peugeot 308 ocorreu na passada sexta-feira, nas instalações da Automóveis do Mondego, em Antanhol. Para embelezar ainda mais o espectáculo de lançamento do novo modelo da marca francesa, subiu ao palco o músico André Sardet, que proporcionou agradáveis momentos musicais. Durante o fim-de-semana, Apresentação do novo Peugeot 308 quem se deslocou à Casa Meada de transposição involuntária de faixa), nove airbags, faróis bi- xénon direccionais, sensor de pressão dos pneus, auxílio ao estacionamento, GPS e tecto panorâmico. O controlo de esta- bilidade não vem de série. Utilizando a plataforma do Citroën C4, o 308 arranca com dois A empresa Mário Miranda Esta iniciativa foi mais um motores a gasolina desenvolvidos sucesso comercial para a empre- com a BMW, ambos de 1,6 litros, de Almeida, SA, realizou com potências entre os 120 e os sa, que continua a ver o seu volume recentemente, no Grande 150 cavalos, e dois diesel: 1.6 HDi de negócios aumentar em 2007 a Hotel do Luso, mais uma par com a marca própria Orima de 110 CV e 2.0 HDi de 136 CV. Convenção, onde reuniu A gama estará completa no que se está a afirmar cada vez mais final deste ano, com duas mo- os seus clientes e como uma marca nacional de torizações menos potentes, uma de apresentou alguns dos referência em electrodomésticos. Jorge Figueiredo e André Figueiredo junto de André Sardet na 1,4 litros com 95 CV (utilizada no apresentação do Peugeot 308 novos produtos Orima. Durante este encontro, que Mini One) e outra diesel de 1.6 l decorreu num agradável ambiente pôde usufruir de test-drives com 207, com um pára-choques baixo de 90 CV. Haverá novas caixas Nesta Convenção, a Orima de convívio, hospitalidade e da boa o novo 308, bem como testar toda e proeminente e, tal como este, automáticas, destacando-se a de 6 apresentou alguns dos seus novos gastronomia, o administrador da a gama Peugeot. pode ter uma aparência mais velocidades para os Diesel 2.0 l produtos, nomeadamente a nova empresa, Mário Miranda de Almei- Este novo Peugeot possui clássica ou desportiva, com maiores 136 Cv e 1.6 HDi. gama de aquecimento para 2007/08, da, mostrou-se muito satisfeito com características ímpares, compa- entradas de ar e luzes de nevoeiro Enquanto continua a ser rando com outras gamas. A na lateral. Apostando numa melhor avaliada a possibilidade de uma os novos geradores de vapor e a evolução que a empresa regista. carroçaria de 4,3 metros cresceu performance ambiental, o 308 variante BioFlex do 307, está já em as máquinas de lavar inox. Foi Aproveitou também esta oportu- 74 mm e o estilo é, também, uma limitou a resistência ao ar – SCx fase de análise a introdução de um também apresentado um vantajoso nidade para convidar os presentes evolução face ao 307. As saídas de 0,67 e Cx de 0,29 – e diminuiu motor híbrido HDi no seu sucessor. programa de incentivos comerciais para a próxima iniciativa de de ar na traseira, bem como as os consumos e as emissões de Ao que tudo indica, o 308 para este final de ano, que se promoção da marca Orima, a ópticas verticais dos faróis de dióxido de carbono. pode ser o primeiro Peugeot a destina a premiar os clientes mais decorrer na Intercasa 2007, na FIL nevoeiro, são semelhantes às do Consoante a versão, entre receber esta tecnologia. Mas, dedicados à empresa e à comer- em Lisboa, de sábado a 14 de 407. Além disso, a frente apre- outros elementos, poderá ser segundo a marca, só dentro de cialização da marca Orima. Outubro. senta-se mais agressiva que no equipado com sistema AFIL (alerta alguns anos. PRAÇA PÚBLICA A bolsa portuguesa foi a que mais caiu nos últimos três meses entre oito das principais praças financeiras do mundo. Costuma estar atento a estas transacções? “Penso que a culpa é do Go- “É o reflexo do que se passa na “A nossa Economia atravessa “A situação está cada vez pior.” “As medidas tomadas no triénio verno.” nossa Economia.” um período bastante mau para 89-91 foram a causa principal todos.” da situação em que vivemos, à beira da ruptura.” Joaquim Abade Rui Martins Carlos Araújo Abílio Santos Manuel Seco 71 anos, Reformado 46 anos, Gerente Comercial 60 anos, Caixa 74 anos, Reformado 72 anos, Reformado
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 16 BLOGOS FERAS Há louros em Marrocos! Turistas espanhóis em viagem pelo Norte de O país enlouqueceu… Ainda os hei-de ver a interromper um directo que interessa África acabam de fazer ao país para filmarem o José Mourinho a chegar ao WC... uma espantosa Porque é um acontecimento importante... descoberta: há louros É que eu acho que o Mourinho se está a “cagar” em Marrocos! Todavia, para nós todos, mas os portugueses em geral e a SIC em vez de enviarem para parece que ainda não perceberam... E depois dizem a National Geographic que o homem “tem a mania que é o maior”... que é um as fotos que presunçoso... Vá-se lá saber porquê! Vamos ficar com conseguiram fazer, a estátua do senhor para daqui a uns anitos o levar preferiram chamar a ao “Maior Português de sempre”... polícia e os jornais para Isto realmente é de bradar aos céus! lhes anunciar que talvez tivessem avistado http://portucalactual.blogspot.com/ Madeleine McCann no meio de um bando de mulheres. Eu tenho porém, uma Outras maneiras de ver notícia ainda mais pasmosa para lhes dar: apesar de o extracto “Mourinho pode não ter dito nada de interessante quando chegou, mas Santana Lopes não racial primitivo ser tão berbere na Ibéria como no Magrebe, também diz nada de interessante há 30 anos”, afirmou Eduardo Cintra Torres no Público... :) e não há louros em Espanha! deixa de ter uma certa razão. http://blogoexisto.blogspot.com/ http://womenageatrois.blogspot.com/ A caminho das mesas de voto ...cerca de duas centenas de militantes sociais-democratas, que vivem “numa pequena reserva da Amazónia chamada Maringa”, têm as quotas em dia, como as penas laranja o comprovam, e revelaram estar empenhados na escolha do candidato a primeiro-ministro de Portugal. http://corporacoes.blogspot.com/ A doença infantil FÁTIMA ESTEVE de Vasco Valente BASTANTE ATAREFADA Nossa Senhora de Fátima esteve bastante atarefada na passada Quarta- A doença infantil do direitismo é a «boutade». Sobretudo no feira,durante a Taça da Liga. Ora vejamos: meio cultural. Sendo o «regime» de esquerda, o direitista - Foi à Reboleira dar tudo (pq dizer uma mão era abusiva) a um Benfica que aprecia acima de tudo as provocações gratuitas. Mesmo que não merecia nem a ínfima parte (como bem o disse Camacho); sejam patetas. - Depois saltou a Guimarães para andar a mexer com a baliza para os Sou um assumido admirador de Vasco Pulido Valente; mas penalties da equipa da casa não entrarem, dando uma sorte que o Sporting dizer, como ele disse, que Aquilino é um escritor «medíocre» não fez por merecer (conforme o Paulo Bento não o disse); - Por fim saltou aos Açores para dar razão ao Santa Clara quando perdeu não passa de uma «boutade». com o Fátima na 1ª eliminatória da Taça da Liga, pois o grande Campeão É normal que não se aprecie o estilo de Aquilino, os Nacional (que alguns já dizem não ir voltar a ter concorrência na 1ª liga) regionalismos cansativos, o pícaro programático, o virtuosismo também sucumbiu às suas botas. exibicionista. Mas há que ter sentido das proporções e das Isto tudo sem ser interrompida pelo grande furo jornalístico que foi a palavras. chegada do Mourinho a Portugal, para onde veio sem ser na TAP, onde não Dizer que Aquilino é um escritor «medíocre» é uma bojarda. vai investir o dinheiro da sua indemnização e onde não vai descontar impostos do seu trabalho, porque Sobretudo vindo de quem já elogiou Clara Pinto Correia. simplesmente não quer treinar por cá. Ufa, que canseira!!! http://coriscabancada.blogspot.com/ http://estadocivil.blogspot.com/ Vitória do PPD Ponte Europa Não se sabe ainda se os deputados do PSD da próxima legislatura da AR, à semelhança dos vereadores de Gaia, O PPD profundo, rural e populista, desalentado com a falta serão obrigados a subscrever uma declaração de renúncia de vitórias, acabou por infligir uma derrota ao cavaquismo, antes de fazerem parte das listas. Mas já se sabe, isso sim, ao barrosismo e aos sociais-democratas urbanos da linha que Rui Rio perdeu outra batalha contra Meneses e que os de Cascais, arrastando na hecatombe o líder da Madeira para que o desprezavam deixam a luta ou submetem-se ao poder quem o partido é um mero trampolim para manter o poder e do autarca de Gaia. aumentar o orçamento regional. Até lá muita água ainda passará debaixo das pontes e o O PPD/PSD é um poço de surpresas. Os homens e PSD ruminará rancores e congeminará uma alternativa mulheres a quem pagaram as quotas para votarem credível para disputar as legislativas. Entretanto as viagens desprezam quem lhas paga e votam em quem querem. Hoje, dos deputados e outros pecados escondidos serão revelados mais do que a vitória de Filipe Meneses, vingaram Santana Carlos Esperança à comunicação social, a conta-gotas, para grelhar o novo Lopes e humilharam os que se julgavam donos do partido. http://ponteeuropa.blogspot.com/ líder do PPD/PSD.
    • CARTÃO DE VISITA 17 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 Depois das análises lá acabou por saber-se que comigo A outra face do espelho as tareias depois, mas dizia é a minha cruz. Sempre as vozes… Vozes… estava tudo bem, o problema era Pedia ao Sagrado Coração de do Mário, coitado, ele ficou muito Maria que me desse forças para abalado, primeiro nem queria suportar tudo e a ele que lhe desse acreditar, mas depois atribuiu à juízo… ele às vezes arrependia- papeira que teve em pequeno. Os zinho ou mesmo uma menina com estar dentro de mim. Eu tapo os -se, chorava, pedia-me perdão e homens são assim, nunca querem certeza que a minha vida tinha sido ouvidos mas elas vêm sempre dizia que era um desgraçado, logo ter falhas nestas coisas. outra. Nós até fomos muito felizes, dizer-me o que tenho para fazer… a ele é que havia de acontecer Foi ficando triste, foi-se comprámos a casa, andámos os …Faz com que a guerra… uma coisa daquelas, mas lá vinha esquecendo de mim, não sei se dois a escolher tudo, fizemos até A vida foi-se tornando num uma má hora e o inferno voltava. percebe o que quero dizer. Até o quarto das crianças, com um inferno, ainda bem que não havia Ouço-as aqui dentro da começou a ter ciúmes, ciúmes de beliche, dizíamos aqui fica o crianças para passarem por minha cabeça…Eu nem sei como todos os homens, assim uma coisa Fernando Jorge, já lhe tínhamos aquilo. Se houvesse crianças se arranjei forças. Disseram-me tem doentia, aquelas perguntas a que posto o nome… Fernando como calhar não era assim, não ouvia de ser, tem de ser agora… a gente nem sabe responder, o meu pai, Jorge como o pai José Henrique Dias* as vozes, era bem melhor que Foram aquelas vozes, sempre porque é que aquele gajo está a hdias@net.sapo.pt aquelas vozes…Ainda bem que dele… na parte de baixo, que é fosse eu a culpada de não haver olhar para ti? mais velho, em cima vai ficar o filhos… não engravidei, o meu filho ia Quem é aquele gajo para outro… mesmo que seja menina … Acabe na Terra ... morrer de desgosto, coitadinho. quem olhaste no café? estava a durante uns anos podem ter o Foi logo ele e os homens Há coisas que ninguém sabe fazer que lia o jornal… mesmo quarto, depois teremos de A minha mãe dizia que vela- nunca querem sentir aquilo. explicar, há coisas que têm de se Eu não sou parvo nenhum, comprar uma casa maior… va por nós e que era preciso rezar Coitado, passou tão mal quando fazer naquela hora, depois já não dizia a cada passo e eu sem saber ………………………...…....... todos os dias para sermos bons e soube, dizia… se fazem, mas o que está feito está que dizer, ó homem tem mas é Tudo pensado, tudo tão bom, o Sagrado Coração nunca nos ia Eu até sou muito homem, feito… juízo. Tomara eu quem me deixe eu fiz as cortinas, tudo a dar umas desamparar. Sempre me senti como é que é possível?, o médico ………………………...…....... em paz, quanto mais olhar para coisas com as outras, do mesmo amparada, mesmo nos momentos está doido. - Já lhe tinha dito que não devia homens, pois é, estás morta para tecido da colcha. Tão azulinho, os de maior desânimo, sempre pedi Depois quando começámos parar com a medicação. Vamos te livrares de mim, mas estás lençoizinhos de bainha aberta, que fizesse o milagre de eu a ir ao tratamento e tínhamos de ter de falar com o seu marido e muito enganada… tudo pela minha mão. E as envol- engravidar para ter o menino no fazer aquilo a ver se pegava, eu com a sua filha. Vai ficar inter- E a cada palavra ainda era tas de piquet, tudo bordado, tantos beliche e depois para o Mário não ficava sem jeito, tinha vergonha… nada. Desta vez tem que ser. Vai pior, parece que levantava mais serões. Na parede em frente pus começar com os ciúmes e voltar …Haja entre os homens… estar uns dias e depois vai ficar suspeitas. Chega-se àquele ponto o Sagrado Coração de Maria que a rir como dantes… …o médico dizia que ele tinha melhor... Vá…O seu marido está que já baralhamos tudo. Então é trouxe de casa da minha mãe, … Sob o Seu manto… poucos espermatozóides e o lá fora à espera…O Fernando que parece mesmo que têm razão. sempre o tive por perto, sempre Um dia começou a bater-me problema era esse, de resto era Jorge está para chegar, vem A gente nem quer olhar para me lembro daquela imagem desde e a chamar-me nomes. Coisas tudo normal, penso eu, que nunca passar o Natal. E vai ter os ninguém, tal é o medo, mas quanto pequenina. Até me fazia impres- horríveis, ouvidas daquela boca tive outro homem e sempre gostei netinhos… mais se quer evitar parece que são ver assim o coração pendu- que era do homem da minha vida. muito do meu... (…a paz…rapaz…rapaz mais se olha e lá vem a suspeita, rado e a mão que apontava, tudo Eu nem queria acreditar, parecia … A paz de Jesus… tira deixa põe…) depois a ameaça, o inferno… luminoso, tecido de luz… que tinha o diabo no corpo… Foram as vozes. Eu não - Tenho de fazer fatias ………………………...…....... …Miraculosa, Rainha dos …Tecido de luz… pensei nunca fazer mal, é certo paridas… Se eu tivesse tido um rapa- Céus… Aquelas vozes passaram a que sofria muito, as humilhações, * Professor universitário O chefe Ricardo e os sorrisos do Nicolau Ricardo Costa, director de infor- EXPRESSO ter sido o jornal que verso mediático luso. A sua de Santana Lopes, da entrevista mação da SIC, picou-se a sério mais oposição lhe fez enquanto despedida atribulada em nada bule que concedia a Ana Lourenço, na com o abandono de Santana Primeiro-Ministro, o mesmo Bal- Dinis Manuel Alves com essa opinião. SIC Notícias. No noticiário da 01h Lopes. semão despediu sem apelo nem dinis.alves@mail.telepac.pt Naturalmente, detestei os de dia 27 de Setembro, Pedro Fechou assim o “Expresso agravo João Carreira Bom, por assomos de arrogância guerri- Mourinho soube dizer: “[Pedro da Meia-Noite” da passada sex- uma crónica cáustica sobre a SIC. lheira manifestados bastas vezes Santana Lopes] recusou-se tam- ta-feira, na SIC Notícias: Antes, já Balsemão tinha pela SIC e pela SIC Notícias, bém a continuar a entrevista para “(...) uma emissão que, como posto na rua Joaquim Vieira, por tem que ser papel de carta tam- assomos que tinham, nitidamente, que tinha sido convidado, e assim, sabem, interrompemos sempre uma linha escrita sobre as inves- bém e com carimbo a luzir. o dedo de Rangel. volta a deixar a meio algo que que entendemos ser necessário”. tigações judiciais a Joe Berardo. Acredito que o Nicolau Ricardo Costa parece tenta- tinha previamente aceite…”. O mais grave, porque gosto O inefável Joe era accionista da continua um jornalista indepen- do a seguir agora esses maus mo- Sinal de que os jornalistas do Nicolau Santos, foi ver os sor- SIC. dente. mentos. têm sempre a última palavra, risos deste em reacção à graçola Ou seja, as condições mu- Conheci Emídio Rangel nos Basta atentarmos na forma mesmo que ela saiba, como aqui, do chefe na SIC Notícias. dam, os homens mudam. idos de 1983 quando, juntamente como foi apresentado o abandono a palavra porca! É verdade que, há uns anos Espero que a crónica que com Jaime Ramos, lutávamos atrás, Nicolau Santos escreveu Nicolau Santos escreveu no seu para conseguir a aprovação da DENTÉCNICA, LDA. uma carta aberta ao José Alberto blog “O Economista poeta”, texto primeira lei das rádios locais na Carvalho, reagindo com dureza ao intitulado “Santana no altar”, e os Assembleia da República. triste episódio do “peeling” da sorrisos cúmplices à graçola do De ouvido já o conhecia há LABORATÓRIO E CONSULTÓRlO inefável Caneças, no Jornal da chefe Ricardo não sejam o sinal muitos anos, ou há muitos Agos- DENTÁRIO PRÓTESE MÓVEL, Noite, da SIC. de que Nicolau Santos mudou. tos, quando sintonizava o Rádio PRÓTESE FIXA E ORTODÔNCIA É verdade, e isso abona a seu Antes que, como jornalista Clube da Huíla nas saudosas favor. independente, também se pode dar férias em Sá da Bandeira. Acordos com a ADSE, EDP, e RDP Mas também é verdade que à veleidade de, de vez em quando, Voltei a privar com ele quan- do trabalhei na TSF. Tenho-o R. Ferreira Borges, 7-2.º o patrão de ambos (Ricardo Costa estar do mesmo lado dos chefes. Telef. 239 826 991 e Nicolau Santos), que em tempos É arriscado fazê-lo, porque à como um dos melhores profis- 3000 COIMBRA se ufanava com o facto do seu mulher do outro não basta selo, sionais que passaram pelo uni-
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 18 GERAL “TerraTorga” estreia hoje em Coimbra CARTÓRIO NOTARIAL DE PENACOVA DE LIC. MARIA ALEXANDRA CANOTILHO TEIXEIRA RIBEIRO Universo de Torga inspira JUSTIFICAÇÃO CERTIFICO, para efeitos de publi- vassos, inscrito na respectiva matriz sob cação que por escritura de hoje, exarada o artigo 759, com o valor patrimonial, a folhas 92 e seguintes do livro de notas tributário (para efeitos de IMT) e atribuído para escrituras diversas número cin- de quinhentos e sessenta e dois euros e quenta-E, deste Cartório a cargo da No- vinte cêntimos e (para efeitos de IMI), de criação teatral da Teatrão tária Lic. Maria Alexandra Canotilho nove euros e sessenta e quatro cênti- Teixeira Ribeiro, compareceram como mos. outorgantes: Que possuem o dito imóvel sem HÉLDER MANUEL ESTEVÃO DA qualquer interrupção, à vista de toda a FONSECA (NF: 172.764.360; BI. 7629246 gente, sem qualquer oposição, cultivan- de 16/12/02 – SIC de Coimbra), natural do-o, preparando e lavrando a terra, da freguesia de São Martinho de Árvo- semeando-a, retirando dela os respecti- O universo do escritor “Portugal”, em que Torga recorda partilha desse lugar com o público re, concelho de Coimbra e mulher MA- vos produtos e frutos, pagando as con- o Trás-os-Montes da sua infância, permitirá que este construa o seu RIA ISABEL FERREIRA FALCÃO (NF: tribuições e impostos respeitantes, posse Miguel Torga inspirou a que assim exerceram como verdadeiros 105.599.379; BI. 8335698 de 22/01/98 – criação de um espectáculo é o contexto para um desafio de próprio reino maravilhoso”, obser- SIC de Coimbra), natural da freguesia de proprietários que sempre se julgaram, que a companhia Teatrão “retorno à infância e às boas vou. São Silvestre, concelho de Coimbra, eram e são do dito imóvel, pelo que o residentes na Rua do Chorão, n.º 4, adquiriram, por usucapião, fundada memórias de cada um”, referiu Concebido como um espe- estreia hoje em Coimbra, freguesia de São Martinho de Árvore, nessa posse, que exerceram em seu Margarida Sousa, da companhia ctáculo para maiores de seis anos, concelho de Coimbra, casados na próprio nome, de boa fé, de modo pacífico, no âmbito das comunhão de adquiridos. contínua e publicamente, por período Teatrão, de Coimbra. com uma duração de 45 minutos, Que são donos e legítimos pos- superior a vinte anos, estando eles comemorações do Cada uma das três intér- “TerraTorga” inclui ainda a ence- suidores, com exclusão de outrém, do justificantes impossibilitados de com- centenário do seu pretes - Adriana Campos, Inês nação do conto “Jesus”, inserido seguinte imóvel sito em Malveiras, provar pelos meios extrajudiciais normais freguesia de São Martinho de Árvo- a aquisição do seu direito sobre aquele nascimento. Mourão e Isabel Craveiro - tam- na obra “Bichos”. re, concelho de Coimbra, omisso na imóvel, atento o título de aquisição. competente Conservatória: Cartório Notarial de Penacova, 29 bém cria o seu próprio reino Em Outubro e Novembro de Setembro de 2007. Rústico, composto de terra de Especialmente vocaciona- maravilhoso, recorrendo a lin- terá duas sessões diárias dirigidas cultura com dez oliveiras, com a área de da para o público jovem, “Ter- guagens distintas, do teatro e dança ao público escolar, de segunda a dois mil cento e oitenta metros quadrados, A Colaboradora a confrontar do norte com Caminho, sul Maria Isabel Bento Batista e Pina raTorga”, título da criação da com ambiente sonoro, explicou. sexta-feira, e sessões pontuais com Manuel Peixoto, nascente com Limite autoria de Leonor Barata, é con- Para Margarida Sousa, “Ter- para o público em geral, no Museu de freguesia e poente com José Tra- “O Despertar” N.º 8453, de 07/10/4 cebida como um convite a cada raTorga” apresenta-se como um dos Transportes de Coimbra. espectador para que construa o espectáculo “essencialmente Miguel Torga, nascido há 100 seu próprio “reino maravilhoso”, repensando a relação com a terra, sensorial, não narrativo”, em que anos em S. Martinho de Anta, CARTÓRIO NOTARIAL DE COIMBRA se procura, através da criação de Trás-os-Montes, tem o seu nome a família, a infância. Notário, JOAQUIM MANUEL SALES GUEDES LEITÃO vários quadros, “regressar à essên- ligado a Coimbra, onde residiu nas “Reino Maravilhoso”, titulo cia, regressar à terra, regressar a últimas décadas de vida. JUSTIFICAÇÃO NOTARIAL de um texto inserido na obra Torga”. Nesta mesma cidade exer- CERTIFICO, narrativamente, para social de trinta e nove mil novecentos e “Este espectáculo, mais do efeitos de publicação, que neste três euros e oitenta e três cêntimos, ceu medicina e criou a maior parte matriculada na Conservatória do Re- Cartório e no livro de notas para que utilizar as palavras de Torga da sua obra, em que se destacam Convocatória ao Grupo escrituras diversas número 99-A, a gisto Comercial de Coimbra sob o ou o seu legado escrito, é cons- os 16 volumes de “Diário”, a prosa folhas 85, se encontra exarada uma número 501.390.227, com igual NIPC, com exclusão de outrém, ser dona e “Os Românticos” truído a partir dele. de ficção “Contos da Montanha” escritura de justificação notarial, outorgada hoje, pela qual foi declarado legítima possuidora do prédio rústico, O que propomos é uma via- e “Bichos”, a poesia de “Orfeu pelos seus únicos gerentes que a composto por terra de cultura, com Vai começar o Outono. sociedade “SANTA LUZIA EMPRE- laranjeiras, com a área mil cento e Como pomba que tem sono, gem, uma viagem em busca da- Rebelde”, “Nihil Sibi” e “Cântico ENDIMENTOS HOTELEIROS E TU- setenta e um metros quadrados, sito Dormita a Natureza quilo que o universo torguiano do Homem”, e as peças de tea- RISTÍCOS, LIMITADA”, (anteriormente nos Poços, freguesia de Souselas, “LEAL & COSTA, LIMITADA”), com sede concelho de Coimbra, a confrontar do E o cair da folhagem convoca para a construção da- tro “Terra Firme”, “Mar” e “Pa- em Santa Luzia, freguesia de Souselas, norte com Manuel da Costa, do sul, Transmite-nos a mensagem quele lugar. Uma viagem onde a raíso”. concelho de Coimbra, com o capital nascente e poente com “Santa Luzia- De um período de tristeza. Empreendimentos Hoteleiros e Turís- ticos, Lda.”, inscrito na matriz em nome da justificante sob o artigo 3930, com o Romântico que se preza valor patrimonial de euros 1.089,33, não Não se deixa entristecer. se encontrando descrito na Primeira Conservatória do Registo Predial de Associação Humanitária de Bombeiros Está sempre de bom grado, Associação Humanitária de Bombeiros Coimbra. Cada vez mais remoçado O prédio veio à posse da socie- Nos seus actos de querer. Voluntários de Coimbra Voluntários de Coimbra dade por compra meramente verbal feita a Ilda da Assunção Bastos Leal, ca- sada no regime da separação de bens Cultivando a amizade, CURSO BÁSICO DE FOTOGRAFIA MASSAGENS TERAPÊUTICAS com Idílio Nelson Ferreira Leal, residente que foi na Figueira da Foz, na Rua Dr. Mostrando fraternidade, E DE RELAXAMENTO Manuel Gaspar Lemos, n° 4-3.º andar Eis os seus pontos mais nobres, e a Manuel Prior de Almeida e mulher, Que transmitem o calor INSCRIÇÕES Maria Alice da Costa Ferreira, casados De simpatia e amor no regime da comunhão geral, resi- A Associação Humanitária de Bombeiros Á nossa Casa dos Pobres. Voluntários de Coimbra informa que a partir do mês INSCRIÇÕES dentes que foram em Sargento-Mor, freguesia dita de Souselas, ocorrida no ano de mil novecentos e oitenta e de Novembro, às terças e quintas feiras, entre as quatro, sem que no entanto a sociedade Vinde, pois, no dia 9 A Associação Humanitária de Bom- 19h30 e as 22h00, na sua sede na Av.ª Fernão de ficasse a dispor de título formal que lhe Ao convívio consagrado, permita obter o seu registo na compe- Pleno de animação, Magalhães, n.º 179-1.º Andar, se realiza um curso beiros Voluntários de Coimbra situada na tente Conservatória. básico de fotografia com a duração de 70 horas, Av.ª Fernão de Magalhães, n.º 179, tem à Todavia, a sociedade possui o Com cozido à portuguesa, sob a orientração do formador/fotógrafo sr. Victor referido imóvel há mais de vinte anos e Leite creme à sobremesa disposição dos seus associados e da tal posse sempre foi exercida de forma Garcia, assim distribuídas: E alegria no coração. Comunidade em geral, a partir do mês de pública, pacifica e sem interrupção, tal - 15 horas de leitura, interpretação e compo- como se correspondesse ao exercício Novembro um agradável e útil serviço de do direito de propriedade, cultivando-o, NÃO FALTE! A sua ausência sição de imagem fotográfica: 40 horas de técnicas plantando e arrancando árvores e será como que o murchar de fotográficas e 15 horas de edição e tratamento. massagens terapêuticas e de relaxa- efectuando a sua limpeza, pagando os uma flor no jardim da nossa mento por profissional especializado. respectivos impostos e por tal motivo, O curso terá um máximo de 10 alunos. perante a inexistência do título de existência, ou o apagar de aquisição, foi alegado que a sociedade uma estrela no sideral espaço Os alunos devem ser portadores da sua Marcações e informações pelo te- adquiriu o citado prédio por um outro do nosso sonho! máquina fotográfica e respectivo livro de instruções. modo de adquirir, a usucapião, insus- lefone 239 841 070 nas horas normais de ceptível, porém, de comprovar pelos Dia 9 de Outubro, almoço na As inscrições encontram-se abertas na sede meios extrajudiciais normais. Praça do Comércio, 27-1.º, às expediente. DE CONFORMIDADE COM O ORI- da Associação e pelo telefone 239 841 070, nas 13 horas. GINAL. horas normais de expediente. Coimbra e Cartório Notarial, 02 de Contactos: O Presidente da Direcção, O Presidente da Direcção, Outubro de 2007. Telefone 239838580 A) Dr. Fausto Lages Proença Garcia a) Dr. Fausto Lages Proença Garcia O colaborador devidamente autorizado: Telemóvel 963372564 (Armindo Gonçalves Augusto) Aníbal Duarte de Almeida “O Despertar”, N.º 8453, de 07/10/04 “O Despertar”, N.º 8453, de 07/10/04 “O Despertar” N.º 8453, de 07/10/4
    • O OBSERVADOR 19 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 17 PERGUNTAS A Públicos, Conteúdos, Cultura SUSANA RAMOS e Reality Shows Poder-se-ia dizer que já tanto se se conseguir algum progresso no falou, pensou e recenseou sobre ensino da ciência e da cultura não Reality Shows que não fará grande é a certeza de um futuro risonho sentido retomar esta questão de no que se refere a um consumo qualquer ponto-de-vista; aliás, mediático? Sei lá, um sinónimo de qualquer referência que haja a este algum bom gosto! Não, infe- conteúdo é imediatamente enten- lizmente não. Aqui, observa-se que dida como: kitsch - porque há uma este processo é caracterizado por incorporação imediata da sobre- uma constante desculturalização valorização deste produto. Até se Por Luís Miguel Pato* que origina uma supressão de poderá afirmar que existe uma luis13pato@gmail.com “pedras basilares” de uma cultura certa determinação social, baseada maioritariamente literária por uma segundo um modelo de amor/ódio, fenómeno “tão nosso” existe por outra onde a base é uma linguagem que faz com que quando há uma causa de termos vivido durante binária superficial de 0’s e 1’s. caracterização com desdém deste cinquenta anos sob uma ditadura Digamos que é uma espécie de conteúdo exista imediatamente opressiva. Por isso, conclui-se que “Massacre Tecnológico” – onde uma certa limpeza do pensamento. não é ao acaso que se elege o Dr. há uma barbárie técnica que faz No entanto, independente- Oliveira Salazar como o “maior” com que a cultura seja colocada mente das inúmeras opiniões português de todos os tempos. em segundo plano enquanto que a contraditórias, a verdade nua e Enfim, aqui há uma demonstração questão das plataformas passa crua é a seguinte: DESDE QUE inequívoca da necessidade de para primeiro. SE CRIOU ESTE MODELO termos uma figura paternalista a Quando surgiu o Big Brother Susana Isabel Vicente Ramos, nasceu em Lisboa, NARRATIVO NÃO SE “IN- salvaguardar o nosso destino. houve uma progressiva ocupação vive em Coimbra. Solteira, 37 anos. VENTOU” MAIS NENHUM! No entanto, no que se refere de lugares de destaque por pessoas Professora Auxiliar da Faculdade de Ciências Aliás, tudo o que se seguiu resume- à televisão em geral e aos Reality -se apenas a várias cópias e Shows em particular poder-se-á que não eram figuras públicas e do Desporto e Educação Física da Universidade abordagens diferentes sobre este afirmar que, por exemplo, o Big criou-se imediatamente um receio de Coimbra e do Instituto Superior Miguel Torga formato. Estamos, por isso, perante Brother foi sem dúvida uma generalizado de uma possibilidade de Coimbra. susanaramos@fcdef.uc.pt um modelo que é, há algum tempo, demonstração pública muito clara de estarmos a reviver as afamadas O diabo em pessoa: Todos aqueles(as) que me mentem ou são uma realidade mundial que faz com e dolorosa de que as audiências de festas saturnais que aconteciam desleais que qualquer tentativa de fuga seja conteúdos como ficção nacional, em Roma. Aqui, uma vez por ano, impossível. Portanto, perante tal concursos etc., estavam certas. a plebe “tomava” o lugar dos Com o diabo no corpo: O diabo que o carregue: Alguém que me grau de globalização, poder-se-á Basta pensarmos na quantidade e senhores (senadores) para viverem atraiçoou e foi desleal para comigo apenas afirmar que: as opiniões variedade de informação que uma festa sem fronteiras – para Põe-me nos píncaros: Felicidade ficarão para quem as tem. surgiu em torno deste programa muitos estudiosos esta é con- Santos vícios: “Sofar” e comer Reality Shows – eles exis- para se concluir que: a maioria do siderada como a primeira mani- tem mas ninguém os quer! Ou povo português estava mesmo festação de um certo grau car- Pecado sem remorsos: Comer será que somos todos escravos sedento do que lhe estava a ser navalesco na humanidade. Hoje, os Problema insuperável: Falta de saúde de um sistema falseado por dado. Convirá recordar que este Reality Shows são apenas sin- audiências manipuladas? foi o primeiro programa português tomas de uma amplitude da ne- Formiga ou cigarra? Formiga Ah! Então deve ser por isso em formato: Crossmedia – ou cessidade mediática por parte do Telemóvel ou micro-ondas? Micro-ondas que a televisão é demasiado light seja, houve a utilização de vários público que dificilmente passará Vinho ou Coca-Cola? Coca-Cola em conteúdos culturais. Aqui, media (TV, jornais, comunicações para o esquecimento; por isso, não ficamos com a impressão de que móveis, Internet etc.) para difundir Hillary Clinton ou Al Gore? Nenhum somos vítimas dos gostos de uma informações sobre o mesmo adianta negar a sua existência mas Nascer em berço de ouro? Não maioria que nem sequer conhe- assunto. deve-se ter a preocupação de a cemos. É, mais uma vez, o eterno Poder-se-á colocar, aqui, mediar porque estes conteúdos Quem tem filhos tem cadilhos? Não demonstram um fenómeno de “eles” – expressão enigmática da naturalmente, como justificação o O pior filme da minha vida: “Gandhi” (tinha 12 anos e adormeci, mutação global resultante de cultura portuguesa que serve para: eterno chavão: o público consu- uma vez que o filme era muito longo) transformações em: formas de questões políticas, assuntos cultu- midor só pretende aquele tipo de Desporto detestável: Boxe rais, ciência, questões económicas, conteúdo porque não há alter- produção audiovisual, dinâmicas Data para esquecer: 3 de Dezembro de 2006 grelhas televisivas, informação, nativas. Não! Não é verdade. técnicas, economia, psicologia da etc. Ou seja, resume-se a tudo o Senão, vejamos: entre um filme da percepção, economia da atenção Sem perdão: Mentira e deslealdade que requer algum esforço e época dourada do cinema portu- do público, estímulos sensoriais, responsabilidade para se conseguir guês (mas é dourada para quem?) formas de envio e recepção de PROBLEMAS DE fazer e principalmente pensar. Enfim, o “eles”. Esse verdadeiro e uma telenovela ou uma série juvenil, a escolha recairá sempre conteúdos e um desnivelamento crescente entre a reprodução S “canivete suíço” da cultura portu- para o lado das segundas opções. Soluções no próximo número discursiva e criação de espírito guesa. Há quem diga que este Oh!? Então, todo o esforço para critico – que é cada vez menos e U mais restrito. Portanto, em suma, Diogo Cabrita com os Reality Shows assiste-se ao desenvolvimento gigantesco de D CIRURGIA GERAL modelos, a partir do nosso próprio processo não-linear de raciocínio, O (varizes, esclerose, úlcera que se encontram entre a vertigem varicosa, doenças da tiróide, de uma queda para o descultural e K vesícula, fimoses, a epicidade de uma grandiosidade hidrocelos, etc.) mediática onde todos os conteúdos N.º 2 têm lugar desde que sejam media- U Solução SODUKU cms_shmt@hotmail.com dos e regulados. 239 49 60 80 | R. Adriano Lucas - Eiras Pelo Prof. Doutor Manuel Crisóstomo * Docente do Ensino Superior
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 20 GERAL Mármores Valentim de Azevedo comemorou 45 anos A Mármores Valentim de Azevedo, sediada no Parque Industrial de Taveiro há quatro anos, festejou, na semana passada 45 anos, uma data que foi comemorada na presença de amigos, clientes e fornecedores. O programa do aniversário começou com uma recepção dos convidados nas instalações da empresa, que beneficiou agora de um investimento de cerca de 200 Durante o jantar comemorativo, António Luís Azevedo apresentou oficialmente o site da Mármores Valentim de Azevedo, que vem abrir mil euros que foi também dado a novas possibilidades à empresa Os 45 anos da empresa Mármores Valentim de Azevedo foram comemorados na presença de amigos, clientes e fornecedores conhecer pelo gerente António Luís visita on-line. da empresa com o ambiente. empresa, os convidados puderam as boas vindas aos presentes. Foi Azevedo. Os presentes foram O novo investimento permitiu Segundo António Luís Azevedo, o apreciar os produtos comer- também aí, onde se decorreu o convidados a visitar a Mármores a instalação de uma nova linha de novo sistema está agora numa cializados pela Mármores Va- jantar comemorativo, que foi Valentim de Azevedo, uma em- polimento de pedra em tapete e a fase de ensaio, mas deverá per- lentim de Azevedo. Seguiram apresentado oficialmente o site da presa que se abriu também às acessória linha de tratamento de mitir uma maior rapidez e eficá- depois para o restaurante Dom Mármores Valentim de Azevedo, novas tecnologias, proporcionan- resíduos e recirculação de água, um cia. Azeite, onde António Luís Aze- uma empresa com longa história do assim, simultaneamente, uma sistema que reforça a preocupação Durante esta visita pela vedo e o sócio Camilo Bera deram na cidade de Coimbra. 9.º Encontro de Gerações do Olivais Futebol Clube O basquetebol está a entrega das faixas de campeãs. organização, numa atitude dedi- de regresso a Coimbra, Para a história fica a cons- cada e voluntariosa, que muito em especial ao Pav. Eng. Augusto tituição da equipa: Atletas: Cristina trabalha nas semanas anteriores Correia, nos Olivais Viegas (cap.), Ana Campos, Rita à sua realização. Mas, para que – Coimbra. Seguro, Tatiana Costa, Teresa toda essa equipa se sinta re- Cruz, Ana Duarte, Mafalda Jesus, compensada, é preciso que o José Soares Cristina Ferreira, Kina Brown, público apareça e acarinhe os Paula Pinho, Sara Ferreira, Carla nossos atletas e saiba receber os No passado fim-de-semana, Sterk, Sandra Ribeiro, Ana Cas- nossos adversários. Felizmente foi foram várias centenas de pessoas cão e Sofia Magalhães; Treinador isso que aconteceu mais uma vez. que se deslocaram ao nosso Principal: Prof. Norberto Alves; Apesar de todo o esforço que pavilhão, para assistirem à apre- Treinador Adjunto: Fernando a direcção do Olivais (e não só) sentação das 16 equipas que o Melo; Director: Artur Caetano; faz em prol da divulgação do Olivais tem para esta época de Seccionista: José Mingocho; basquetebol na nossa cidade e na 2007/2008. São cerca de duas Fisioterapeuta: Catarina Ferreira; nossa região, isso não se traduz centenas, os jogadores (mascu- Operador de Video: Luís Santos; na divulgação em alguma im- linos e femininos) que vão de- Delegado: José Castro e Pre- prensa local dos nossos eventos. Homenagem aos Séniores Femininos, campeã nacional em 1997/98 fender a camisola do nosso Clube sidente: Prof. Valdemar Pinho. No último fim-de-semana, altura – o Olivais Futebol Clube. Esgueira, CD Torres Novas, GRI este ano que se comemora o Ano Neste fabuloso torneio, ainda que se realizou o nosso torneio, Para que o torneio “9º En- Brandiense, Galitos, Guifões SC Internacional do Basquete Fe- houve a oportunidade de entregar não apareceu qualquer notícia nos contro de Gerações” fosse o su- e Beira-Mar. minino. medalhas às equipas iniciadas diários da cidade a ele referente. cesso que a maioria reconheceu, Talvez muitos já não se Por isso e como o Olivais Fu- masculinos e femininos, que na Lamentamos esse facto e espe- foi imprescindível a colaboração lembrassem, mas fez agora 10 tebol Clube é um clube com his- época passada (2006/2007) se ramos que no futuro a Comuni- das equipas convidadas e que anos que a nossa equipa de tória e também com memória, ho- sagraram campeãs distritais. cação Social esteja mais atenta às foram as seguintes: Portugal séniores femininos ganhou o menageámos neste torneio as Cam- Para que estes eventos nossas actividades, a qual temos Telecom (PT), I. Montemor, campeonato nacional da 1ª divi- peãs Nacionais de Séniores Femi- tenham sucesso, é preciso uma o cuidado de informar previa- Chamusca BC, ES Stº André, são. Curiosamente, é também ninos na época de 1997/1998, com vasta equipa de pessoas na sua mente.
    • A VOZ DESPORTIVA 21 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 A Académica teve que suar muito para conquistar um ponto no terreno do Leixões, CITAÇÕES CASA DAS CITAÇÕES conhecido já pelo “rei dos empates”. 1-1 foi o “FC Porto só depende de si. resultado final do encontro Benfica e Sporting podem ga- nhar os jogos todos que ficam a ver o título por um canudo.” Norberto Lopes Comentador 01/10/07 “Devíamos ter entrado com maior confiança. Na primeira parte, fomos uma equipa desli- gada e deixámos o adversário assumir o jogo.” Domingos Paciência Treinador da Académica 02/10/07 “As imagens são os nossos argumentos. Claramente, Sco- lari foi agredido, verbal e de- pois fisicamente com uma pal- A Naval 1.ª de Maio somou no domingo a mada na mão, pelo jogador quarta derrota, em apenas seis jogos. Na Dragutinovic.” deslocação ao terreno do Nacional foi Gianpaolo Monteneri derrotada por 2-0 Advogado de Scolari 02/10/07 “Faltou à Académica entrar mais confiante, mais tranquila. Continuamos a sentir dificul- dades em criar situações de go- lo, mas o futuro há-de ser melhor.” Domingos Paciência Treinador da Académica 02/10/07 “O principal é não desistir nunca, porque algum dia a fase ‘ruim’ vai passar.” Diego Ângelo Jogador da Naval 02/10/07 PRAÇA PÚBLICA Como antevê a recepção da Académica ao líder FC Porto, prevista para as 21,15 horas do próximo domingo? “Gostaria que a Académica “Prevejo um empate 1-1.” “O Porto vai vencer.” “O resultado será de 1-1.” “O meu prognóstico é de 1-1.” ganhasse, mas é impossível.” José Neves Evaristo Coelho Rui Leite João Ribeiro António Lopes 59 anos, Reformado 61 anos, Reformado 47 anos, Desempregado 81 anos, Reformado 53 anos, Funcionário Público
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 22 O PREGOEIRO SOCIEDADE HOJE FAZEM ANOS: AMANHÃ: Prof. Fausto Linhares. TERÇA: Abel da Silva Eliseu. 07.00 Bom Dia Portugal 07.00 Euronews 07.00 Floribella 07.00 Diário da Manhã SÁBADO: Luís Miguel Oliveira Lemos Dias; QUARTA: Anabela Facas Silva; Augusto 10.00 Praça da Alegria 07.30 Zig Zag 07.45 SIC Kids 10.15 Você na TV! Carla Isabel Rasteiro Oliveira. Manuel da Cunha Martins; Prof.ª Graça 13.00 Jornal da Tarde 13.00 Hora Discovery 09.15 Chiquititas 13.00 Jornal da Uma DOMINGO: Mário Veríssimo; Alexandre Maria Gomes Silva Fernandes. 14.15 Prova de Amor 14.00 Sociedade Civil 10.00 Fátima 14.00 As Tardes da Júlia Boaventura da Costa Martins dos Santos. QUINTA: Capitão António Cardoso Lore- 15.30 Entre Nós 13.00 Primeiro Jornal 17.00 Quem Quer Ganha 14.45 Lingo 16.00 National Geographic 18.15 Morangos Com Açúcar SEGUNDA: Maria da Conceição Pinto Sara sa Leitão; Maria Fernanda Baptista dos 14.15 Eterna Magia 15.30 Portugal no Coração 17.00 Zig Zag 15.15 Contacto 20.00 Jornal Nacional da Cunha; Graça Maria Martins Ralha Dinis; Santos Lebre; António Margalho; José 17.50 Operação Triunfo 18.30 A Fé dos Homens 18.00 Floribella 21.30 Casamento de Sonho António Filipe da Costa Fernandes. Guedes de Melo. 18.00 Portugal em Directo 19.00 Iniciativa 19.00 A Ganhar é Que a 22.00 Ilha dos Amores 19.05 O Preço Certo 19.45 Zig Zag Gente se Entende 23.00 Deixa-me Amar 20.00 Telejornal 20.45 Friends 20.00 Jornal da Noite 00.00 Casamento de Sonho 20.30 Futebol: 21.15 National Geographic 21.30 SIC 15 anos 00.15 DR. House F ARMÁCIAS DE SERVIÇO Az Alkmaar-Paços de Ferreira 22.00 Jornal 2 21.45 Família Superstar 02.00 Cartaz das Artes 22.15 Tourada 22.40 Sobrenatural 22.00 Paraíso Tropical 02.30 Toca a Ganhar AMANHÃ TERÇA 23.30 Balanço & Contas 23.30 Vingança 03.15 O Escritório S. P. - BATISTA: Praça da República, 9 S. P. - SILCAR: R. Ferreira Borges, 88 01.00 Sessão da Noite: 00.30 Noites da 2 - Os 00.30 CSI Las Vegas 04.15 TVI Negócios Coimbra - Tel: 239 82 29 23 Coimbra - Tel: 239 42 20 39 “Cegueira Histérica” Sopranos 04.30 Nip/Tuck S. P. - CRUZ & COSTA: R. Ant. Vasconcelos, S. P. - BARROS: R. Cruz Nova, 4 - Eiras 01.30 A Vingadora 04.00 Televendas 01.30 Universidades 02.15 Cartaz Cultural 05.30 Televendas 71 Coimbra - Tel: 239 98 12 67 Coimbra - Tel: 239 71 14 54 06.05 Nós 02.00 Hora Discovery 03.00 Quando o Telefone Toca S. R. - PAIVA: Praça do Comércio, 57 S. R. - ADRIANA: Praça daRepública, 20 03.00 Iniciativa Coimbra - Tel: 239 94 13 84 Coimbra - Tel: 239 71 28 02 ÃMANHÃ SÁBADO QUARTA 06.30 Bom Dia Portugal 07.00 Euronews S. P. - NAZARETH: R. Ferreira Borges, 135 S. R. - LUCIANO & MATOS: R. Sofia, Nº 7 / 11 07.00 Floribella 07.00 Diário da Manhã 10.30 Comemorações da 07.30 Zig Zag Coimbra - Tel: 239 82 26 05 Coimbra - Tel: 239 42 22 56 07.45 SIC Kids 10.15 Você na TV! 13.00 Hora Discovery S. P. - OLIVEIRA RAMOS: R. Cidade Santos, S. P. - MACHADO: R. Bernardo Albuquerque,19 República 09.00 Disney Kids 13.00 Jornal da Uma 66 Coimbra - Tel: 239 94 13 01 Coimbra - Tel: 239 46 13 17 13.00 Jornal da Tarde 14.00 Filme: 10.15 Chiquititas 14.00 Inspector Max S. R. - SÃO SEBASTIÃO: R. António Jardim, 23 S. P. - MARIA DO CÉU ALBUQUERQUE 14.10 Gato Fedorento “Um Urso chamado Winnie” 11.00 Fátima 15.00 As Tardes da Júlia Coimbra - Tel: 239 42 20 79 Adémia de Cima - Tel: 239 96 30 22 14.45 Perdidos 16.00 National Geographic 13.00 Primeiro Jornal 17.00 Quem Quer Ganha 16.15 Sessão da tarde: 17.00 Zig Zag 14.15 Futsal: 18.15 Morangos Com Açúcar QUINTA DOMINGO “Robin Hood, O Príncipe dos 18.30 A Fé dos Homens Utad-Benfica 20.00 Jornal Nacional S. P. - SANTA CRUZ: Rua das Padeiras, 94 S. P. - ROCHA: Rua do Brasil, 70 Ladrões” 19.00 Reclame 16.15 Contacto 21.15 Euromilhões Coimbra - Tel: 239 95 01 13 Coimbra - Tel: 239 93 02 67 18.55 Operação Triunfo 19.45 Zig Zag 18.00 Floribella 21.30 Casamento de Sonho S. P. - SÃO MARTINHO: Ladeira S. Martinho S. P. - MIRANDA: Praça do Comércio, 41 19.00 O Preço Certo 20.45 Friends 19.00 A Ganhar é Que a 22.00 Ilha dos Amores S. Martinho do Bispo - Tel: 239 42 72 52 Coimbra - Tel: 239 44 13 19 21.15 National Geographic Gente se Entende 23.00 Deixa-me Amar S. R. - OLIVAIS: R. Bernardo Albuquerque,141 S. R. - SANTA ISABEL: Av. Sá da Bandeira, 28 20.00 Telejornal 22.00 Jornal 2 21.00 Avenida Europa 20.00 Jornal da Noite 00.15 Casamento de Sonho Coimbra - Tel: 239 94 15 21 Coimbra - Tel: 239 40 24 70 22.40 Amor no Alasca 21.30 SIC 15 Anos 00.30 Filme a designar 21.30 Contra 23.30 Prova de Contacto 21.45 Família Superstar 02.15 Toca a Ganhar SEGUNDA Festival 22.00 Festival da Canção 00.30 Noites da 2 22.00 Paraíso Tropical 03.30 Dawson’s Creek S. P. - VILAÇA: R. Ferreira Borges, 130 Júnior 2007 02.30 Hora Discovery 23.30 Vingança 04.30 Nip/Tuck Coimbra - Tel: 239 40 26 90 OBSERVAÇÃO: 00.00 Lotação Esgotada: 03.30 Bastidores 00.30 CSI Las Vegas 05.30 Televendas S. P. - ISABEL FOLHAS: R. Carolina Michaellis, 20 S. P. - Serviço Permanente “A Esfera” 04.00 Arte & Emoção 01.30 Filme: 3030-324 Coimbra - Tel: 239 96 11 31 • Inicia às 9h e encerra às 9 do dia seguinte 02.30 Sessão da Meia-Noite: 04.30 Sociedade Civil “Insomnia” S. R. - CRUZ & COSTA: R. Ant. Vasconcelos, 71 S. R. - Serviço de Reforço “Espíritos Inquietos” Coimbra - Tel: 239 98 12 67 SÁBADO 06.30 Brinca Comigo 07.00 Euronews 07.00 SIC Kids 07.00 Animação 09.00 Planeta Prodigioso 07.30 África 7 Dias 09.15 Smackdown Wrestling TELEFONES URGENTES 08.30 Disney Kids 10.00 Segredos da Natureza 08.00 Notícias de Portugal 10.15 O Bando dos Quatro 09.00 Universidade Aberta 10.30 Chiquititas 11.15 Deluxe BOMBEIROS Mat. D a n i e l d e M a t o s ....... 239 403 060 11.00 Mudar de Vida Bombeiros Sapadores ... 239 792 800 Instituto Maternal .............. 239 480 400 11.30 Mr. Bean 11.00 Euronews 12.00 Nosso Mundo 12.15 Bwinliga - Antevisão 11.15 Palco: Seal - AoVivo Em 13.00 Primeiro Jornal 13.00 Jornal da Uma Bombeiros Volunt. ........... 239 822 323 H o s p i t a l M i l i t a r ................. 239 403 080 12.00 Red Bull Air Race “ “ ....................... 239 405 058 13.00 Jornal da Tarde Paris 14.00 Parada SIC 15 Anos 14.00 Águas Profundas 12.30 Sons da Música 16.00 Filme a designar H O S P I TA I S SERVIÇOS 14.15 Top+ 20.00 Jornal da Noite Emergência Social ........... 239 822 139 PSP Urgência ........................................... 112 13.00 Os Simpsons 18.00 Filme a designar 15.30 Unidade Especial 13.30 National Geographic 21.15 SIC 15 Anos 20.00 Jornal Nacional Universidade ...................... 239 400 400 Polícia Segurança Pública ....... 2 3 9 797 640 16.15 Perdidos 14.00 Parlamento 21.30 Parada SIC 15 Anos 21.15 Futebol: Covões ................................. 239 800 100 Telefone SOS ....................... 239 721 010 17.00 Sessão da tarde: “Fado, 15.00 Desporto 2 23.30 Vingança U. Leiria-Benfica Celas ...................................... 239 404 030 Socorro e Emergência .... 239 792 808 História de Uma Cantadeira” 19.00 Gente da Cidade 2007 23.30 Deixa-me Amar Pediátrico ............................ 239 484 163 S e r v. E l e c t r i c i d a d e ......... 800 506 506 19.05 O Preço Certo 00.30 Filme: Sobral Cid ........................... 239 404 422 S O S E s t u d a n t e .................. 808 200 204 19.30 Hulto “Con Air - Fortaleza 00.30 Casamento de Sonho 20.00 Telejornal 20.00 Hora Discovery 01.00 Filme a designar 21.00 A Voz do Cidadão 21.00 Diga Lá Excelência Voadora” 02.15 Toca a Ganhar 21.15 Operação Triunfo 21.45 A Hora da Sorte 02.45 Amazónia 04.30 Nip/Tuck 23.45 Sessão da Noite: 22.00 Jornal 2 03.30 Quando o Telefone Toca 05.30 Televendas TELEFONES ÚTEIS “Smoochy” 22.40 Sessão Dupla: Linha Cidadão Idoso .................. 800 203 531 Intoxicações .................................. 808 250 143 01.45 Última Sessão: “Alice e Martin”; SOS Solidão ............................... 800 205 535 Com. Iguald. e Dir. da Mulher ..... 800 202 148 “Uma Guerra à Parte” “Índia Song” (Diariamente das 16 à 1 hora) APAV ....................... 218 884 732 / 218 876 351 03.15 A Hora da Sorte 02.45 Desporto 2 Programa Turismo Sénior ........ 217 901 023 Cons. Nac. Pol. da 3.ª Idade ....... 217 816 530 04.00 Televendas 06.15 Euronews (Linha Directa 24 Horas) Fund. Port. Cardiologia ............... 213 815 000 Provedor da Justiça .................. 808 200 084 Assoc. Def. Diabéticos ................. 213 628 675 (Linha destinada a Idosos) Assoc. Port. Osteoporose ........... 213 633 314 DOMINGO Portugal Telecom Pensionistas.. 800 206 206 Inst. Port. de Reumatologia ......... 213 572 326 06.30 Brinca Comigo 07.00 Euronews 07.00 Floribella 07.00 Animação Linha Mulher ............................... 800 201 805 Ass. Apoio Doentes Depressivos 09.00 Segredos da Natureza 07.15 Músicas de África 08.30Disney Kids 09.15 Morangos com Açúcar SOS Voz Amiga ......................... 800 202 669 e Bipolares. .............................. 239 810611/12 10.00 Eucaristia Dominical 08.30 Áfric@Global 10.30 Chiquititas 09.45 Detective Maravilhas 11.00 Elephants Empire 09.00 Caminhos 12.00 BBC Vida Selvagem 11.15 Missa 09.30 70x7 12.00 Contra 12.30 Mr. Bean 10.00 Nós 13.00 Primeiro Jornal 14.00 Filme a designar 12.30 Oitavo Dia 13.00 Jornal da Uma classificados 11.00 Da Terra ao Mar 14.00 Filme a designar TERMOACUMULADORES COIMBRAPNEUS - Co- 20 - St. Ant. dos Olivais - Tlm. 13.00 Jornal da Tarde 11.30 Consigo 16.00 Filme a designar 14.15 Só Visto! 18.00 Filme a designar 16.00 Filme a designar – Reparações ao domicílio, ga- Lda. mércio de Pneus, Lda . - 918 926 895. 12.00 Vida Por Vida rantia 1 ano; António R. Santos. 15.15 Perdidos 12.30 Olhar o Mundo 20.00 Jornal da Noite 17.45 Bwinliga - Golos Pneus de todas as Marcas. Vasta 17.45 Operação Triunfo 18.00 Filme a designar Telf. 2 3 9 439 474 - José 13.00 Os Simpsons 21.00 Reportagem SIC variedade de Jantes Especiais. POCINHO & FILHOS, LDA. LDA.– 20.00 Telejornal 13.30 National Geographic 20.00 Jornal Nacional Cortez - Telef. 239 491 896. 21.30 SIC 15 Anos A l i n h a mentos de Direcção. Instalações e Reparações 21.00 As Escolhas de Marcelo 14.00 A Europa Aqui Tão Perto 21.45 Família Superstar 21.30 Casamento de Sonho Equilíbrio de Rodas por Siste- ESTORES ARLINDO - Eléctricas, Águas e Aquecimento Rebelo de Sousa 14.45 A Voz do Cidadão 23.00 Paraíso Tropical 00.30 Bwinliga - Jornada 15.00 Desporto 2 Vende Estores, boa qualidade. ma Computorizado. Av. Elisyo Central - R. Brig. Correia Cardo- 21.30 Gato Fedorento 23.45 A Lei do Mais Forte 01.00 Bwinliga - Casos Repara todo o tipo de estores. 19.30 A Alma e a Gente 01.45 Bwinliga - Fórum de Moura, 381. Telef. 2 3 9 703 so, 439 - Tel 239 715 034. 22.30 Conta-me Como Foi 20.00 National Geographic 00.45 Hora H Espírito Santo das Touregas - 02.15 Toca a Ganhar 784 - Coimbra 23.30 Lotação Esgotada: 21.00 Verdade Sobre os Alimentos 01.30 Filme: Telefone. 239 981 644 - Coimbra “Instinto Fatal 2” 04.00 Nip/Tuck CASA DA LUIZA - A nti - nti- 22.00 Jornal 2 “Depois do Ódio” 01.30 Automobilismo 22.40 Erva 03.30 Quando o Telefone Toca 05.00 Televendas T ASCA DO QUIM - Quim MARIA HELENA MOU- guidades guidades - Compra e Venda – 02.30 Última Sessão: 00.30 Os Sopranos 06.30 Todos Iguais dos Ossos - Pratos regionais - RÃO FELIZ A R D O LV S I LV A , Avaliação de Partilhas – R. Comb. G. “24 horas Para Sobreviver” 01.30 Hora Discovery Rua António Vasconcelos, 3 e 5 Retrosaria - Cortinados - Arranjos Guerra, 155 - Tel. 239 402 740 - 02.15 Diga Lá Excelência Telf. 239 823 146 - Coimbra. de Costura. R. Flávio Rodrigues, Coimbra
    • O YO-YO 23 spert rtar O D e spe rt ar 04| OUTUBRO |07 Querias que fosse do Pacto de Varsóvia? Moniz sempre esteve do lado dos vencedores, menina. Olha que espanto o homem ser um sedutor nato… Benfica na SIC Mulher Marido vai pedir o divórcio O marido da Europa sente-se traído e vai pedir o divórcio, anunciam fontes próximas do gabinete de José Barroso. Obrigatório partir o carro em dois… Açores e Madeira continentais Pois, pois. As ilhas continentais da Madeira e dos Açores safam- O automobilista, ao fundo -se sempre do mau tempo que assola pelas continentais Salvaterra da Rua dos Combatentes, perto da Igreja de Magos, Lisboa e Caparica. Afinal, as ilhas já não são o que São José, depara-se com um milagre. Tem eram dantes: pedaços de terra rodeados de água por todos os que seguir, ao mesmo tempo, lados, menos por um, por cima, claro. Excepto quando chove, o OBRIGATORIAMENTE, as duas únicas vias. que não é o caso… Será que não há uma terceira via? O Campeão que faz crescer aquela parte do homem
    • 04| OUTUBRO |07 O D e spert ar spert rtar 24 O CREPÚSCULO A Frase A Foto Bloco-Notas “Um homem que ousa perder Praia America - Bayona - Galiza Sábado uma hora do seu tempo ainda Foto de Carlos Sousa não descobriu o valor da vida” Pintura Charles Darwin Na Galeria de Arte Capi- tel, em Leiria, é inau- gurada sábado, às 17 ho- ras, a exposição de pin- A Data tura de Humberto Lola 5 de Outubro de 1910 dos Reis. Esta mostra pode Implantação da República ser visitada até dia 15. em Portugal “Solidão”, “Bailado”, Pão, vinho e…”, “Rega- ta” e “Veneza” são ape- nas alguns dos trabalhos do artista que podem ser Nascido a 5 de Outubro apreciados na Capitel. Louis Lumière (Pioneiro francês do cinema) 1864 Agenda Desportiva EQUIPAS DE COIMBRA DOMINGO: FUTEBOL Académica - FCPorto, às 21h15, no Est. Cidade de Coimbra U. Coimbra - Marialvas, às 15h00, no Est. Sérgio Conceição TRANSMISSÕES TELEVISIVAS SÁBADO: TVI – 21.15H – U. Leiria-Benfica SPORTV – 20.30H – Sporting-V. Guimarães DOMINGO: SPORTV – 21.15H – Académica-FC Porto SEGUNDA: SPORTV – 19.45H – Sp. Braga-Nacional SPORTV – 21.45H – Boavista-Belenenses MUDANÇAS • JARDINAGEM • PINTURAS FESTAS DE ANIVERSÁRIO NA QUINTA PEDAGÓGICA “JOANINHA SABE TUDO” ASSOCIAÇÃO INTEGRAR - Sede Nacional: Rua do Teodoro, n.º 1 • 3030-213 Coimbra Telfs.: 239 705 697 / 239 723 705 - Fax 239 713 782 Telms. 969 064 529 / 914 729 357 Email: associacao.integrar@clix.pt integrar@integrar.org • www.integrar.org COIMBRA VESTE-SE DE GALA PARA APOIAR A LUTA PELA INCLUSÃO SOCIAL DIA 30 DE NOVEMBRO JANTAR PARA A ANGARIAÇÃO DE FUNDOS PARA INFORMAÇÕES E RESERVAS CONTACTE 913474751 - 918760896 - 239 705697 O Despertar O SEMANÁRIO ` 6. AS FEIRAS as DE COIMBRA Rua Pedro Roxa, 27 a 31 • 3000-330 COIMBRA Tel. 239 85 27 10/11/12 • Fax 239 85 27 19 • jornaldespertar@mail.telepac.pt Quinta feira • 4 de Outubro de 2007 • Ano 90 • N.º 8453