• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Jornal da Mealhada - n.º 680 – 27.02.2008
 

Jornal da Mealhada - n.º 680 – 27.02.2008

on

  • 6,500 views

Versão integral da edição n.º 680 do semanário “Jornal da Mealhada”, que se publica na Mealhada, distrito de Aveiro, Portugal. Director: Nuno Castela Canilho. 27.02.2008. ...

Versão integral da edição n.º 680 do semanário “Jornal da Mealhada”, que se publica na Mealhada, distrito de Aveiro, Portugal. Director: Nuno Castela Canilho. 27.02.2008.
Visite o site do “Jornal da Mealhada”, em http://www.jornaldamealhada.com

Statistics

Views

Total Views
6,500
Views on SlideShare
6,493
Embed Views
7

Actions

Likes
0
Downloads
11
Comments
0

1 Embed 7

http://www.slideshare.net 7

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via SlideShare as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Jornal da Mealhada - n.º 680 – 27.02.2008 Jornal da Mealhada - n.º 680 – 27.02.2008 Presentation Transcript

    • Sociedade de Mediação Imobiliária, Lda Ano XXII Licença n.º 1736 - AMI N.º 680 Av. 25 de Abril n.º 7 Preço: 0,60 euros 3050-334 Mealhada www. .com 966 047 177 964 206 118 231 202 387 Director: Nuno Castela Canilho Fax: 231 205 666 Director-adjunto: Afonso Simões Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 Partido Socialista da Mealhada António Lousada tomou posse como comandante dos Bombeiros da Mealhada Duas candidaturas à comissão política Página 3 PSD da Mealhada Eleições para todos Rasgados elogios sugerem tratar-se de os órgãos a 11 de Abril O homem certo Sócrates eleito há 3 anos Página 3 no lugar certo Página 2 Quinta do Valongo Quinta do Valongo Quem são (3 anos depois) os Reunidos quatrocentos escuteiros nossos deputados? Página 13 Página 12 www.rcpfm.com DIA INTERNACIONAL DA MULHER 8 de Março ENTRADAS Manteigas- azeitonas Bacalhau à casa (15 euros) Especial festival Música ao vivo - bolos de bacalhau/ rissóis de marisco (22,50 euros) SOPA VINHOS MEN STRIP Caldo verde Vinho da casa: branco/ tinto ou E OFERTA D A Pratos frisante Leitão à Bairrada (16,50 euros) SOBREMESAS H 1 CAIPIRIN Picanha grelhada ao alho (16 euros) Mousse de chocolate Pudim Bife de novilho grelhado com Salada de fruta RESERVAS gambas (15,50 euros) Café Tel./ Fax: 239 918 110 TUDO INCLUÍDO
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 10 Santa Cristina Concelho da Mealhada Construído campo ACIM e CNO da Mealhada de futebol para não degradar assinam protocolo F oi recentemente assinado um protocolo entre a Associação Comercial e Industrial da Mealhada (ACIM) e o Centro de Novas Oportunidades da Escola Secundária da Mealhada, que define as condições em que ambas as associações irão colaborar na área da formação. O protocolo é estabelecido no âmbito do anúncio de abertura de candidaturas ao QREN. O Centro de Novas Oportunidades da Escola Secundária da Mealhada compromete- se a encaminhar os formandos para a formação nas diversas áreas de competência, assim como a colaborar na divulgação da formação a oferecer pela ACIM. Por sua vez a ACIM compromete-se a contribuir para a promoção e divulgação dos objectivos e condições de funcionamento do processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Conhecimentos, assim como encaminhar adultos para o Centro de Novas Oportunidades da Escola Secundária da Mealhada. A ACIM tem como responsabilidade a organização da formação que preencha as necessidades formativas de candidatos inscritos no Centro Novas Oportunidades da Escola Secundária da Mealhada. Carlos Pinheiro, presidente da direcção da ACIM afirma em comunicado: “A certificação de competências adquiridas ao longo da vida constitui um mecanismo privilegiado de formação e qualificação da população que pretenda concluir o 9.º ano de escolaridade ou o 12.º ano de escolaridade e propicia o acesso a outras ofertas J unto à antiga escola primária de Santa Cristina, a Junta de Freguesia da Vacariça formais de qualificação escolar e profissional. Com a assinatura do protocolo pretende- construiu um pequeno campo de futebol para “que este espaço da escola não fique se incrementar a procura de formação de base por parte dos vários grupos de adultos. degradadoquot;. quot;Assim fica a ser um espaço usado pelos jovens da Santa Cristina”, Procura-se, também, dar respostas às solicitações da comunidade em termos de confirmou José Rosa, presidente da Junta de Freguesia da Vacariça. formação”. RSG O campo de futebol está quase concluído, as balizas já estão prontas, falta somente uma rede mais alta nas laterais. As casas de banho da antiga escola primária podem ser usadas como mini balneários por quem usar o campo de futebol. “Queremos, em Abril ou Maio, no mesmo recinto da antiga escola, fazer um parque Carnaval 2008 infantil com baloiços, para que os mais novos também tenham um espaço próprio para brincar”, prometeu o presidente da Junta de freguesia da Vacariça. RSG Balanço e PUB AINDA O FUNERAL DO agradecimento da ACB SENHOR ADRIANO MELO DA SILVA Da Associação do Carnaval da Bairrada (ACB) recebemos o seguinte: «Passado que foi mais um evento, não poderíamos, em tom de balanço, deixar de Esclarecimento da Agência Funerária da Carreira, Unipessoal, Lda dizer que, ‘apesar de tudo’, se conseguiu mais um sucesso! Pedido que foi que se efectuasse o ‘possível’, estranho seria que não se tivesse tentado o melhor. Com um esforço quase A gerência da Agência Funerária da Carreira, Unipessoal, Lda, responsável sobre humano, com horas de sono perdidas, atendendo a todos os mais ínfimos pelo serviço fúnebre de Adriano Melo da Silva, realizado em 12 de Fevereiro, vem pormenores, se foi conseguindo gerir e realizar o que de início se perspectivava ser uma publicamente declarar que as informações prestadas à Comunicação Social pelo tarefa quase impossível. Reclamando apoios e ajudas onde elas eram possíveis, Senhor Presidente da Junta de Freguesia da Vacariça são caluniosamente falsas. ultrapassando dificuldades inúmeras, atendendo aos orçamentos para evitar desvios Foi deixado transparecer pelo autarca que os serviços da Agência foram consideráveis, se foi conseguindo atingir os objectivos anteriormente definitos. considerados maus, nomeadamente por causa do aviso das medidas da urna aos Pensarão muitos que afinal, se consegue fazer sair um Carnaval em tão pouco tempo. De facto, foi verdade! Saiu o corso na terça-feira e só não saiu no domingo, por força do senhores coveiros, e, também, pela alegada falta de qualidade da urna, o que não mau tempo. Porém, só quem viveu por dentro toda a construção e elaboração do mesmo, corresponde à realidade dos factos. sabe o quão árdua foi a tarefa. Visto de fora, até parece que foi fácil! Pense-se o que se Mais inteligentes e honestas foram as declarações proferidas por um outro quiser, mas o desafio para o provar fica aqui feito! elemento da referida Junta de Freguesia, Senhor Carlos Rocha, que ao ser Contudo, o esforço não se resumiu ao desempenho de poucos nesta Associação. As interpelado pelos familiares do senhor Adriano Melo da Silva, informou que os escolas deram o seu melhor, para que tudo estivesse pronto a tempo. Os colaboradores senhores Coveiros não eram funcionários da Junta de Freguesia, mas que, mesmo empenharam-se até ao extremo das suas forças para que tudo tivesse ficado correctamente assim, pedia desculpa à família por um serviço que, apesar de ser feito por pessoas elaborado e dentro dos apertados prazos estipulados. As entidades a quem recorremos, competentes e muito experientes, correu menos bem. Poderá considerar-se, então, entendendo o nosso desafio, colaboraram com esmero e dedicação. Por isso, não será de que as declarações proferidas pelo Senhor Presidente da Junta de Freguesia dão a mais agradecer a todos quantos abriram o seu coração e deram o seu melhor para que entender que, ao contrário do seu colega de Junta, pretende chamar para si a tivéssemos conseguido. Às escolas, que souberam aproveitar aquilo que a história lhes responsabilidade do acontecido. As declarações do senhor presidente da Junta foi deixando nestes trinta anos e apresentar-se com o decoro exigido. À Câmara Municipal não prestam uma informação correcta ao povo da freguesia que representa. da Mealhada, por todo o apoio financeiro e logístico, que permitiu que o Carnaval se Face ao exposto, informa-se que está a gerência da Empresa Lutuosa visada, a tivesse realizado. A todos os colaboradores que se empenharam em cumprir prazos, ponderar a hipótese de accionar judicionalmente, através de queixa-crime por dedicando o seu tempo para além do normal. Aos fornecedores, que prontamente se difamação, o autor das declarações falsas, tendo em conta os prejuízos causados, colocaram do nosso lado, para que nada nos faltasse em tempo. Aos patrocinadores — Intermarché, Central de Cervejas, Sagres, Água do Luso, MultiViagens, OliveiLusa, Palace obrigando-o, assim, a provar ser verdadeiro o que afirmou à imprensa. Hotel do Buçaco e Bairrada Portagem Center — que se mantiveram fiéis aos compromissos 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 assumidos. Aos produtores de espumantes e vinhos que responderam positivamente ao 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 nosso desafio. Aos feirantes e comerciantes que connosco colaboraram no animar da Pensão Astória 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 festa, apresentando-se com uma imagem condigna. Aos grupos e bandas que participaram 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 no corso e na tenda gigante, dando o seu melhor. E, finalmente, ao público em geral, que LUSO 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 Restaurante O Selas 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 esteve presente, em todos os espectáculos, permitido com a sua presença ajudar a equilibrar um orçamento que depois daquele domingo chuvoso apontaria para uma calamidade. Venha comer o nosso 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 E pouco mais resta dizer, a não ser que, de certeza, no próximo ano também haverá prato de lampreia Contacto: 231 939 182 Carnaval. Que seja realizado com mais tempo, e que o São Pedro não pregue uma partida 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 igual à deste ano».
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 11 Barcouço Filarmónica Lyra Barcoucense 10 d'Agosto Oficina Ambiental Concerto de Ano Novo quot;Fantochesquot; fizeram sucesso U m concerto musical da Associação Filarmónica Lyra Barcoucense 10 de Agosto decorreu na noite de sexta-feira, 22 de Fevereiro, na sede desta associação, em Barcouço. Com a sala cheia, o Concerto de Ano Novo, previsto para o passado dia 1 de Janeiro, acabou por se realizar e acolher o novo maestro, Pedro Cipriano, que deu o seu primeiro concerto nesta associação. “Este concerto realizou-se como forma de retribuir à população o facto de no dia 1 de Janeiro, não se ter realizado o tradicional Concerto de Ano Novo, pela primeira vez desde há muitos anos. Nesse dia não aconteceu devido ao agravamento súbito do estado de saúde do pai do senhor maestro, que acabaria por falecer no dia 3 de Janeiro”, explicou António Jorge, presidente da direcção da associação. Assim, em conformidade com o compromisso assumido no dia de Ano Novo, o concerto concretizou-se na passada sexta-feira. “No início do espectáculo, a assistência apenas preenchia meia casa, mas com o decorrer da actuação, o salão ficou praticamente cheio”, disse António Jorge. Foi o primeiro concerto dirigido pelo novo maestro, Pedro Cipriano, músico militar de F antoches” foi o nome da Oficina de Educação Ambiental, organizada pela Câmara Municipal da Mealhada, que se realizou na sede da Junta de Freguesia de Barcouço, na tarde de sábado, 23 de Fevereiro. O objectivo desta oficina, que se destinou a crianças, jovens e adultos, foi o de construir fantoches reutilizando vários materiais. “Para cada fantoche é necessário usar dois pacotes de café, uma cartolina ou cartão, cola, tesoura e agrafador”, explicou uma das monitoras desta oficina. Alexandra Silva, Vera Martins, Rita Gomes e Isabel Mota foram as monitoras desta oficina, onde participaram dezanove pessoas, na maioria crianças. “Tivemos dezanove inscritos, o que significa que ultrapassámos o limite estabelecido, que era de quinze pessoas. Havia mais pessoas que se queriam inscrever, mas já não houve hipótese, até porque o espaço não o permitia”, concluíram as monitoras. MSL carreira a desempenhar funções na prestigiada Orquestra Ligeira do Exército, sediada em Paços de Arcos (Lisboa). O programa do concerto foi composto pelos seguintes temas: Festival Fanfare (Franco Cesarini), Caribbean Beauties (R. Beck), Crazy Little Thing Called Love (Freddie Mercury), Rock Around the Clock (M. Freedman), Português Suave (Carlos Marques) e Mocidade Junqueirense (Carlos Marques). “A assistência aparentemente ficou satisfeita com o desempenho da Filarmónica, a julgar pela quantidade dos aplausos, que fez com que, com muita satisfação, se tocassem mais dois temas, do que inicialmente estavam previstos - um tema inédito e outro repetido”, acrescentou o presidente da direcção desta associação. António Jorge concluiu ainda: “Como elemento da direcção e, simultaneamente, executante, também fiquei bastante agradado com a nossa prestação e, tendo em conta, a troca de impressões que mantive com o maestro Pedro Cipriano, julgo que este também ficou satisfeito com o desempenho global dos seus músicos. Importa ainda referir que a nossa Filarmónica é composta por uma percentagem muito alta de músicos jovens - cerca de sessenta e cinco por cento de músicos têm menos de vinte anos - e que é bastante gratificante assistir à sua evolução não só como músicos, mas também como pessoas. O que para nós, amantes da cultura, e da música, em particular, nos permite encarar com algum optimismo o futuro da nossa estimada associação”. Mónica Sofia Lopes LOCAIS DE VENDA na Mealhada PAPELARIAS MEALHADENSE, JARDIM, CHAFARIZ, PENINHA, QUIOSQUE CACUACU, BAR DA ESTAÇÃO DA CP, INTERMARCHÉ, VISPORTO
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 12 Quinta do Valongo Quatrocentos escuteiros reunidos para homenagear o fundador F oram quatrocentos os escuteiros do Núcleo Centro-Norte - do norte do concelho de Coimbra, dos concelhos de Penacova, de Mortágua e de Mealhada – que se reuniram, no dia 24 de Fevereiro, domingo, para assinalar o aniversário de Baden-Powell, o general inglês que há cem anos fundou o movimento escutista. As actividades começaram de manhã, na praça Baden-Powell, na Pampilhosa, e depois na Quinta do Valongo. Da parte da manhã os escuteiros reuniram-se na praça com o nome do fundador e seguiram depois para o Mercado Municipal. A partir daí começaram jogos específicos para cada um dos grupos etários. Nesses jogos os jovens e as crianças passearam pela vila da Pampilhosa e ficaram a conhecer, mais profundamente, a localidade. Os jogos terminaram na Quinta do Valongo, em cuja antiga Escola Básica o Núcleo tem agora a sua sede e onde os escuteiros almoçaram. Durante a tarde o Chefe Nuno João, da Mesa do Conselho de Núcleo, descerrou a placa identificativa da sede do Núcleo, como forma de inaugurar, formalmente o local. Liberto Maia, chefe da Junta de Núcleo, e chefe de Agrupamento da Pampilhosa, na ocasião declarou: “Este passará a ser um local de acolhimento. Será o nosso porto de abrigo. Funcionará como sede administrativa do Núcleo mas, acima de tudo, será um local privilegiado para a realização de actividades para todo e qualquer grupo de escuteiros”. “Instalámos uma parede de escalada no exterior do edifício, o recreio será um óptimo local de acampamento, há o apeadeiro do comboio na localidade, há café, supermercado, tem uma população acolhedora, está perto da Pampilhosa, do Luso e da Mealhada, no sopé da Serra do Buçaco, é local perfeito para fazermos qualquer tipo de actividades para escuteiros de todas as idades”, prosseguiu Liberto Maia. “A Câmara Municipal da Mealhada cedeu-nos estas instalações que utilizaremos com lenços e outros objectos que fizeram as delícias dos escuteiros mais novos. esmero e com o compromisso de trazermos com a nossa presença, com a simpatia e A festa terminou com a celebração eucarística, presidida pelo Padre Carlos Godinho, alegria que caracteriza os escuteiros, uma mais valia para a população da Quinta do assistente do Agrupamento da Pampilhosa. Participaram na missa, para além dos Valongo”, afirmou Liberto Maia. escuteiros, muitos pais e habitantes da Quinta do Valongo e das aldeias vizinhas. Na nova sede funcio-nou, ao longo de todo o dia, uma exposição e um espaço para “Foi um dia de festa e uma data que ficará, certamente, na história do Núcleo e da vida troca entre coleccionadores de objectos escu-tistas. Exposição de anilhas, distintivos, do movimento escutista na nossa região”, concluiu Liberto Maia. Qualidade de Vida Na Bairrada, só Oliveira do Bairro tem melhor qualidade de vida que a Mealhada O Observatório para o Desenvolvimento Económico e Social da UBI (Universidade da Beira Interior) realizou um estudo acerca da qualidade de vida de todos os municípios de Portugal Continental. Num total de 278 concelhos, a Mealhada consegue aparecer nos primeiros cem lugares, na 76.ª posição. Com melhor qualidade de vida na Bairrada só mesmo Oliveira do Bairro. Cantanhede aparece em 114.º lugar e Anadia em 134.º. Mesmo na zona centro, sem falar nas capitais de distrito (Aveiro em décimo lugar e Coimbra em décimo-quinto), o concelho da Mealhada consegue alcançar um lugar mais favorável por comparação com os seus vizinhos: Mortágua, por exemplo, só aparece na posição 169 da tabela. Mesmo assim, a maioria dos concelhos do litoral do país e das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto são os que melhores condições de vida proporcionam aos portugueses. A ocupar o funda da tabela deste ranking da UBI estão os municípios da Beira Interior e de Trás-os-Montes e Alto Douro. Neste estudo foram tidas em conta diversas variáveis, desde “variáveis quantitativas como o PIB ou o consumo até variáveis qualitativas como a disponibilidade de bens culturais e outros de difícil medição”, como referem José Manso e Nuno Simões, mentores do estudo. Os dois investigadores concluem que alguns resultados são óbvios como o aparecimento de Lisboa e Porto nos lugares cimeiros, mas alegam que existem “autênticas surpresas tanto positivas e lisonjeiras para alguns municípios como negativas e penalizantes para outros”. As variáveis que influenciam a qualidade de vida são às centenas e nem sempre muito fáceis de quantificar, contudo os investigadores consideram que o mais difícil foi mesmo cruzar as várias variáveis, “ tão diferentes entre si de molde a obter um único indicador que seja comparável com idêntico indicador de outros municípios e que permita estabelecer um ranking entre todos os concelhos portugueses”. Em avaliação neste estudo estiveram aspectos como: as condições materiais, as infra-estruturas culturais e de saúde e os aspectos ambientais. Como conclusões José Manso e Nuno Magalhães alegam que há, pelo menos, duas importantes: a primeira consiste na “presença de muitos concelhos da Grande Lisboa e Algarve nos lugares cimeiros do ranking”, a segunda, “pela negativa, a localização dos concelhos do norte e centro do país, que dominam os últimos lugares do ranking elaborado”. Miguel Midões
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 13 Assembleia da República Cabeças-de-lista do PS e PSD de Aveiro já renunciaram Manuel Pinho, Mª Rosário Carneiro, PS Pedro Nuno Santos, Costa Amorim, Afonso Candal, Rosa Albernaz, PS PS PS PS Professora PS Economista Prof. Universitáia Economista Advogado Deputado to Substitu to Substitu Armando França, Helena Terra, João Bernardo, Marisa Macedo, Marques Mendes, Hermínio Loureiro, PS PS Professor PS PS PSD PSD Advogado Advogada Advogada Advogado Profissional de Seguros to Substituto Substitu Luís Montenegro, Regina Bastos, José Ribeiro, Jorge Morgado, André Almeida, Paulo Portas, PSD PSD PSD PSD Empresário PSD CDS Advogado Advogada Gestor Economista Deputado Os representantes do círculo eleitoral de Aveiro na Assembleia da República A 20 de Fevereiro de 2005, o PS de José Sócrates obteve, nas eleições legislativas, uma das mais esclarecedoras vitórias do Portugal democrático. Os nomes que os cidadãos portugueses escolheram para sua representação na Assembleia da República são, todavia, três anos depois, bem diferentes. Dos 230 deputados, 37 já renunciaram ao seu mandato, o equivalente a 16 por cento do hemiciclo; dos 15 deputados do círculo eleitoral de Aveiro, três já abandonaram o Parlamento: dois do PS e um do PSD. Ainda assim, um número de “desistências” muito inferior, comparativamente com muitos outros círculos eleitorais: Castelo Branco é um desses exemplos, uma vez que, neste momento, já não tem em funções qualquer dos eleitos em 2005 – saíram José Sócrates, Fernando Serrasqueiro e Valter Lemos (para o Governo) e Cristina Granada (para a Câmara de Castelo Branco), do PS, e Morais Sarmento (alegando razões profissionais), do PSD. Nos social-democratas, aliás, o lugar de deputado alcançado em Castelo Branco é ocupado por Ribeiro Cristóvão, que não era mais do que o quarto da lista por altura das eleições. O exemplo de Aveiro desperta, no entanto, atenção redobrada, pelo facto dos cabeças-de-lista de PS e PSD já não ocuparem as suas posições como deputados – apenas o “número um”do CDS-PP, Paulo Portas, se mantém no cargo para que foi eleito. As ausências parlamentares de Manuel Pinho, do PS, que saiu para exercer funções no Governo, como ministro das Finanças, e de Luís Marques Mendes, do PSD, ex-líder dos social-democratas, agora administrador da empresa Nutroton Energia, são as mais visíveis. A outra saída no PS foi a de Armando França, agora eurodeputado, em substituição do falecido Fausto Correia. João Bernardo e Marisa Macedo, do PS, e André Almeida, do PSD, figuram, actualmente, entre os 230 deputados presentes na Assembleia da República, por troca com quem foi ficando ausente. O círculo eleitoral de Aveiro do PSD conheceu, a exemplo dos socialistas, alterações na sequência de falecimento, neste caso de um dos seus elementos. A lista social-democrata, ainda por altura da campanha para as Legislativas de 2005, sofreu uma irresolúvel contrariedade, após a morte de Manuel Oliveira – entrando para o seu lugar no parlamento Jorge Tadeu. João Santos FAÇA-SE ASSINANTE DO Mande-nos o seu nome e morada, junte a importância de 15 euros, por cheque ou vale dos CTT, para: Apartado 30 - 3050 MEALHADA - tel e fax: 231 203 167 Nome....................................................................................................................................................................................................... Morada.................................................................................................................................Telem:................................................................................. E-mail: jornaldamealhada@mail.telepac.pt www.jornaldamealhada.com
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 14 Desporto Campeonato Nacional de Marcha Melhores marchadores vão estar presentes nos Jogos Olímpicos O Campeonato Nacional de Marcha, com apuramento para os Jogos Olímpicos, e que vai ter presente os melhores marchadores nacionais, vai realizar- se no sábado, 1 de Março, na cidade da Mealhada, onde algumas das principais ruas vão estar encerradas ao trânsito. A Federação Portuguesa de Atletismo, com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada, foi quem organizou este campeonato, onde os participantes que obtiverem as melhores marcas, nas provas que vão realizar, podem ficar apurados para os Jogos Olímpicos de Verão de 2008, oficialmente conhecidos como os Jogos da XXIX Olimpíada, que se vão realizar em Pequim, na República Popular da China, em Agosto de 2008. Avenida 25 de Abril, parte da Praça do Choupal, Eduardo Alves de Matos, Cerveira Lebre, Armindo Pega, Mouro e Travessa do Mouro são as ruas que vão albergar as provas que se realizam na tarde do próximo sábado. “Por se tratar de uma prova de bastante importância, e impacto, para o município pede-se a colaboração e compreensão de toda a população em geral, e dos residentes em particular, para que essas ruas fiquem desimpedidas de trânsito e estacionamento de quaisquer veículos”, lê-se no Edital número 9, de 2008, da Câmara Municipal de Mealhada. O trânsito vai ser totalmente vedado entre as 9h e as 19 horas de sábado, 1 de Março, sendo que a partir de sexta-feira, 29 de Março, a partir das 19 horas, já vai ser proibido o estacionamento nas ruas mencionadas. MSL Luso/ Mealhada Encontro de futebol com equipas de pré-escolas No centro de Estágios do Luso/Mealhada realizou-se pela segunda vez, no dia 16 de Fevereiro, sábado, um Corta-Mato encontro de futebol com oito equipas de pré-escolas, dos seis e sete anos de idade, cerca de noventa crianças, Escola Secundária da Mealhada organizado pelo Grupo Desportivo da Mealhada (GDM) em colaboração com a Câmara Municipal da Mealhada (CMM). Neste encontro participaram o Grupo Desportivo da Alunos participaram na distrital Mealhada, o Futebol Clube da Pampilhosa, C.D. de Assafarge, A. D. C. Almalaguês, U.D. da Tocha, Clube do Desporto Escolar Desportivo Lousanense e Escola de Futebol Pedro e Inês- Na quinta-feira, 14 de Fevereiro, decorreu uma prova de Corta-Mato Distrital, na Pista de Cross de Vagos. Dezassete Adémia, que realizaram, todas as equipas, dois jogos. alunos da Escola Secundária da Mealhada (ESM) fizeram parte desta prova, que teve a orientação de Vítor Pinto, Cerca de 200 pessoas estiveram presentes a assistir coordenador do Desporto Escolar. aos jogos, onde reinou a alegria e divertimento entre jovens Os alunos da ESM que participaram no Corta-Mato Distrital foram seleccionados a partir de uma Prova de Corta- atletas. Mato, ao nível da escola, que se realizou em 28 de Novembro de 2007, e que contou com a participação de setenta Estes encontros vão-se realizar a cada três semanas, alunos dos vários anos de escolaridade. Para a prova distrital foram apuradas as seis melhores classificações nos por meio de encontros combinados e por inscrição seguintes escalões: Masculinos e femininos dos Infantis B, masculinos e femininos dos Iniciados e masculinos e prévia. RSG femininos dos Juvenis. Na prova distrital participaram, nos Infantis B, Ana Jesus, João Oliveira, Nuno Nogueira e Claúdio Catalão, do 7ºA, Joel Brito, Patrícia Pinto e Ana Lusitano, do 7ºC; nos Iniciados, Tiago Pereira, do 7ºB, Andreia Baptista e Ricardo Santos, do 7ºC, João Alves, do 8ºA, e Mariana Tavares, João Freitas, Marcelo Mendes e José Malta, do 8ºB; dos Juvenis, Mariano Couto, do 10ºD1, e Diogo Fernandes, do CEF-A. “A prova decorreu com normalidade e os alunos demonstraram grande entusiasmo nesta participação. Apesar de nenhum aluno dos nossos escalões ter conseguido estar nas primeiras classificações, foi importante disputar uma prova onde participaram cerca de mil e duzentos alunos de todo o distrito”, concluiu Vítor Pinto, coordenador do Desporto Escolar. Segundo o Jornal da Mealhada pode apurar, também fizeram parte desta prova distrital, alunos do Agrupamento de Escolas da Mealhada e da Pampilhosa. Contudo, até à hora do fecho da nossa edição, nenhuma informação nos foi dada pelos coordenadores do Desporto Escolar destes agrupamentos. MSL
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 15 Afonso Simões Crónica da jornada de 24 de Fevereiro - Comentários Bwin Liga Mealhada, por sua vez, pretendia não perder o comboio Resultados Depois de uma jornada europeia, em que disputou da subida e tentar obter, pelo menos, um empate. Os PRÓXIMA a primeira eliminatória da Liga dos Campeões e foi jogadores locais, que constituem, realmente, uma equipa derrotado por 1-0, o Futebol Clube do Porto teve uma mais forte, venceram os seus adversários por 2-1. A JORNADA Bwin Liga jornada bastante tranquila ao defrontar a equipa do arbitragem deste jogo, porém, pode considerar-se quot;Bwinquot; Liga Académica - Boavista 1-1 Paços de Ferreira no Estádio do Dragão. A jornada bastante polémica. Leixões - Académica Porto - Paços Ferreira 3-0 Boavista - Porto Belenenses - Marítimo 1-3 permitiu-lhe que se fizesse a recuperação física de No Luso, no Campo Jorge Manuel, a equipa local Paços Ferreira - Belenenses E. Amadora - U. Leiria 4-2 alguns dos seus jogadores com algumas mazelas e de recebeu e venceu a equipa do Águas Boas por 1-0. Marítimo - E. Amadora V. Setúbal - Sporting 1-0 outros com mais jogos disputados, todos a necessitarem Voltaram às vitórias os lusenses, que delas têm andado U. Leiria - V. Setúbal Benfica - Sp. Braga 1-1 Sporting - Benfica de algum repouso. Os portistas não tiveram grandes arredados, com uns mal-entendidos, pelo meio, entre V. Guimarães - Naval 1-0 Naval - Nacional Nacional - Leixões 1-0 dificuldades para vencerem por 3-0 a equipa pacense. treinador e dirigentes. quot;Vitalisquot; Liga de Honra Vitalis Liga de Honra O Benfica, depois de ter passado as passas do O Carqueijo, depois de ter perdido no campo do último Santa Clara - Beira-Mar Beira-Mar - Olhanense 2-0 Algarve, como se costuma dizer, teve a eliminatória classificado, recebeu no Campo da Carreta a equipa do Olhanense - Estoril Estoril - Penafiel 2-2 Penafiel - Trofense Trofense - Freamunde 1-2 quase perdida mas, em poucos minutos, conseguiu uma Paredes do Bairro e obteve uma vitória, por 3-1. Freamunde - Varzim Varzim - Desp. Aves 2-1 reviralvolta de 2-0 para 2-2 e conseguiu passar aos 3.ª Divisão — zona sul Desp. Aves - Rio Ave Rio Ave - Vizela 1-0 oitavos de final, fase em que irá medir forças com a O Antes, que tem sido uma autêntica desilusão neste Vizela - Feirense Feirense - Gil Vicente 0-1 Gil Vicente - Gondomar equipa espanhola do Getafe. Na jornada deste fim-de- campeonato, recebeu a equipa do Famalicão e voltou a Gondomar - Fátima 1-1 Fátima - Portimonense Portimonense - Santa Clara 1-1 semana da Bwin Liga recebeu o Sporting de Braga e não perder, agora por 2-0. 2.ª Divisão - série C Nacional - 2.ª Divisão - série C conseguiu mais que um empate a um golo. Juniores — 1.ª Divisão — série dos primeiros Pampilhosa - Caldas Torreense - Caldas 2-0 Os bracarenses foram afastados da Taça EUFA pelo A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada recebeu Tourizense - Sátão Sátão - Pampilhosa 1-1 Anadia - Oliv. Bairro Oliv. Bairro - Tourizense 0-3 Bremen. Perderam os dois encontros que efectuaram no seu campo de treinos a equipa do Feirense. Não era Benfica C. Branco - Rio Maior Rio Maior - Anadia 0-1 com essa equipa alemã. um jogo fácil para a formação mealhadense, uma vez Abrantes - Nelas Nelas - Benfica C. Branco 2-0 O Sporting, que regressou de Basileia vitorioso, com que o seu treinador tem tido imensas dificuldades em Penalva Castelo - Eléctrico Eléctrico - Abrantes 2-1 Sp. Covilhã - Torreense passagem garantida aos quartos-de-final da Taça UEFA, conseguir um plantel capaz de enfrentar determinadas Sp. Covilhã - Penalva Castelo 2-1 3.ª Divisão - série C 3.ª Divisão - série C após uma vitória fora de portas que não deixou dúvidas, equipas. Tem-se servido de alguns juvenis, o que lhes Arouca - Figueirense Figueirense - União de Lamas 0-0 por um concludente 3-0, deslocou-se ao Estádio do permite ter no banco três ou quatro suplentes. Bateram- União de Lamas - Tocha Tocha - D. Sandinenses 8-0 Bonfim, para defrontar o Vitória de Setúbal. Não era se muito bem os juniores do GDM e, com a sua luta, D. Sandinenses - S. João Ver S. João Ver - Oliv. Hospital 1-0 Oliv. Hospital - Milheiroense Milheiroense - Sanjoanense 1-1 tarefa fácil para os leões e eles foram derrotados por 1- conseguiram a vitória, por 3-0. Sanjoanense - Ac. Viseu Ac. Viseu - Tondela 0-0 0. O seu guarda-redes Rui Patrício contribuiu para essa O Futebol Clube da Pampilhosa também jogou no seu Tondela - Valonguense Valonguense - Social de Lamas 1-1 derrota. reduto, frente à equipa do Taboeira. Os pampilhosenses Social de Lamas - Valecambrense Valecambrense - Arouca 0-1 Distrital - 1.ª Divisão O Vitória de Guimarães, no seu terreno, teve algumas não foram além de um empate sem golos. Distrital - 1.ª Divisão Cucujães - Carregosense Carregosense - Fermentelos 3-1 dificuldades em vencer a Naval 1.º de Maio da Figueira 2.ª Divisão — série dos últimos — série D Fermentelos - Canedo Canedo - Estarreja 1-1 da Foz por, apenas, 1-0. O Antes, no campo das Ferrugens, defrontou o Estarreja - S. Roque S. Roque - BARC 3-0 Vitalis Liga de Honra Mourisquense, uma equipa já conhecida da primeira BARC - Gafanha Gafanha - Oliveirinha 1-0 Oliveirinha - Sanguedo Sanguedo - Arrifanense 2-0 Na frente da tabela classificativa da Vitalis Liga de fase. A equipa antense perdeu por 6-2. Arrifanense - Cortegaça Cortegaça - Pessegueirense 3-0 Honra anda tudo muito confuso, uma vez que são várias Juvenis — 2.ª Divisão — série dos primeiros Pessegueirense - Águeda Águeda - Paços Brandão 1-0 as equipas a lutarem pela subida de divisão. O líder A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada deslocou- Paços de Brandão - Alba Alba - Cesarense 0-1 Cesarense - Oiã Trofense escorregou no seu próprio terreno ao perder se ao campo do Fermentelos, onde perdeu por 1-0. Oiã - Cucujães 2-1 2.ª Divisão - zona sul 2.ª Divisão - zona sul frente ao conjunto do Freamunde por 2-1. Um dos seus Série dos últimos Mealhada - Eirolense Eirolense - Mourisquense 0-3 perseguidores, o Vizela, teve tarefa também muito difícil O Futebol Clube da Pampilhosa, no campo do Arviscal, Mourisquense - Carqueijo Carqueijo - Paredes Bairro 3-1 ao jogar no campo do terceiro classificado, o Rio Ave, não teve grandes dificuldades em vencer o seu Paredes Bairro - NEGE NEGE - CRAC 2-2 CRAC - Serém Serém - Macinhatense 1-0 cuja equipa tenta chegar-se à frente na tabela antagonista por 4-1. Macinhatense - Calvão Calvão - Bustos 0-1 classificativa para conseguir a subida de divisão, Iniciados — 2.ª Divisão — série dos primeiros Bustos - Luso Luso - Águas Boas 1-0 objectivo que não pôde alcançar nas jornadas finais da A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada (GDM), Águas Boas - Couvelha Couvelha - Requeixo 0-2 Requeixo - LAAC temporada finda. O encontro terminou com o resultado no seu campo de treinos, recebeu a do Relâmpago LAAC - Mealhada 2-1 3.ª Divisão zona sul 3.ª Divisão - zona sul de 1-0 favorável à equipa da casa, o Rio Ave, que ocupa, Nogueirense. São dois conjuntos muito semelhantes, Alquerubim - Ribeira Azenha Ribeira Azenha - Aguinense 2-3 agora, o segundo lugar da classificação geral. tanto no número de bolas marcadas como no das sofridas Antes - Gafanha d' Aquém Alquerubim - Gafanha d' Aquém 2-1 Outra das equipas que ainda acredita na subida é o e no número de pontos na tabela classificativa. A equipa Mamarrosa - Bonsucesso Antes - Famalicão 0-2 Juniores - 1.ª Divisão série dos últimos Mamarrosa - Bonsucesso 1-3 Olhanense. Deslocou-se ao estádio do Beira-Mar e mealhadense necessitava dos três pontos em disputa Fermentelos - Pampilhosa Juniores - 1.ª Divisão série últimos perdeu por 2-0. Deu frutos a mudança de treinador no para se aproximar mais do primeiro lugar. O encontro foi Cesarense - Paços Brandão Paços Brandão - Fermentelos 3-1 Beira-Mar. bem disputado e a vitória sorriu para a equipa da casa, Argoncilhe - Valecambrense Valecambrense - Cesarense 0-2 Gafanha - Mealhada Na cauda da tabela o Fátima é cada vez mais por 3-2. O jogo teve uma má arbitragem, que tudo fez Gafanha - Argoncilhe 0-3 Taboeira - Feirense Pampilhosa - Taboeira 0-0 candidato à despromoção. Viajou até Gondomar, onde para que a equipa do GDM não vencesse o encontro. 2.ª Divisão - série dos últimos - série C Mealhada - Feirense 3-0 conseguiu apenas um empate a uma bola. Série dos últimos LAAC - Antes 2.ª Divisão - série dos últimos Outro dos aflitos, o Penafiel, também não teve tarefa O Pampilhosa, no campo Santos Pato, em Bustos, Mourisquense - Águas Boas Antes - Mourisquense 2-6 Bonsucesso - Azurva Valonguense - Águas Boas 0-1 fácil no campo do Estoril Praia, onde jogou. O jogo venceu por 6-0. Valonguense - Oiã Azurva - LAAC 3-0 terminou com um empate a duas bolas. Infantis Juvenis Oiã - Bonsucesso 5-3 Nacional — 2.ª Divisão — série C Os infantis A do GDM jogaram no seu reduto frente à 2.ª Divisão - série primeiros Juvenis - 2.ª Divisão - série primeiros Milheiroense - Fermentelos O Futebol Clube da Pampilhosa deslocou-se ao equipa do Águas Boas e não tiveram grandes Taboeira - Milheiroense 0-3 Esmoriz - Taboeira Sp. Espinho - Esmoriz 2-1 campo da equipa que ocupa a última posição, o Sátão. dificuldades em obter a vitória por 6-0. A equipa B, no Cucujães - Sp. Espinho Oliveirense - Cucujães 3-1 Era uma ocasião de ouro para que os pampilhosenses mesmo campo, recebeu e venceu o Eixense por um Oliveirense - Bustos Fermentelos - Mealhada 1-0 arrecadassem os três pontos em disputa. Tal não veio a concludente 13-0. Mealhada - Eixense Bustos - Eixense 0-1 série últimos Série dos últimos acontecer e os rapazes do Futebol Clube da Pampilhosa O Pampilhosa deslocou-se ao campo do Calvão, local Pampilhosa - LAAC Arviscal - Pampilhosa 1-4 apenas arrecadaram um ponto. O resultado do encontro onde conseguiu um empate a uma bola. Calvão - Arviscal Vista Alegre - Calvão 2-2 foi um empate a uma bola. Com este resultado o Escolas Nariz - Vista Alegre Oiã - Nariz 0-3 Águas Boas - Bonsucesso Pampilhosa tem assegurada, por certo, a passagem à A equipa do Pampilhosa foi jogar ao campo da LAAC. LAAC - Águas Boas 1-2 Iniciados - 2.ª Divisão série primeiros Iniciados - 2.ª Divisão série dos primeiros segunda fase na série dos primeiros, uma vez que vai Venceu por 4-2. Valonguense - Alba Alba - Loureiro 2-1 jogar dois encontros no seu reduto e apenas um fora. A equipa B do Grupo Desportivo da Mealhada Loureiro - Guizande Guizande - LAAC 4-0 O Oliveira do Bairro, que na última jornada perdeu a deslocou-se à Gafanha, onde defrontou com a equipa LAAC - Arouca Arouca - Fermentelos 1-1 Nogueirense - Carregosense Carregosense - Valonguense 1-3 segunda posição na tabela classificativa ao ser local e perdeu por 3-1. Fermentelos - Mealhada Mealhada - R. Nogueirense 3-0 derrotado na Pampilhosa, por 2-1, recebeu no seu reduto A equipa C do mesmo clube jogou no campo do Série dos últimos Série dos últimos a equipa do Tourizense. Nada fácil para qualquer dos Mourisquense, contra a equipa desta clube, e voltou a Pampilhosa - Águas Boas Águas Boas - Vista Alegre 0-2 Vista Alegre - Oiã conjuntos, pois ambos necessitavam dos três pontos perder, agora por 4-1. Oiã - Oliv. Bairro 5-1 Oliv. Bairro - Arviscal Bustos - Pampilhosa 0-6 para manterem intactas as suas aspirações para a Femininos Bonsucesso - Bustos Anadia - Bonsucesso 0-1 segunda fase. Foi um jogo disputado com muito A equipa feminina do Grupo Desportivo da Mealhada Infantis Infantis empenho. Terminou, com a vitória do Tourizense por 3-0. deslocou-se ao campo do Eirolense e venceu por 4-1. Vilaverdense - Mealhada A Mealhada A - Águas 6-0 Pampilhosa - Arviscal Calvão - Pampilhosa 1-1 O Anadia, que se deslocou ao campo do Rio Maior, Futsal Mealhada B - Alba Mealhada B - Eixense 13-0 venceu o seu adversário por 1-0 e subiu dois furos na O Atlético Clube do Luso, jogando no pavilhão do Escolas Escolas tabela classificativa. Lourosa, voltou a ser derrotado, agora por 5-0. Com mais Pampilhosa - Águeda LAAC - Pampihosa 2-4 Calvão - Mealhada A Distrital — 2.ª Divisão — zona sul esta derrota está na situação de despromoção. Gafanha - Mealhada B 3-1 Mealhada B - Taboeira Mourisquense - Mealhada C 4-1 Era um encontro decisivo para ambos os conjuntos o A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada foi ao Eixense - Mealhada C Feminino que se realizou no campo da Canada em Aguada de pavilhão do Vilarinho do Bairro, onde venceu por um Futsal Eirolense - Mealhada 1-4 Cima, ou seja, o LAAC-Grupo Desportivo da Mealhada concludente 4-1. Luso -Académico Feira Futsal Juniores Cidade Lourosa - Luso 5-0 (GDM). A equipa local, a LAAC, com seis pontos de A equipa de juniores do Atlético Clube do Luso, no Beira-Ria - Luso Vilarinho Bairro - Mealhada 1-4 vantagem sobre o seu perseguidor, o GDM, queria vencer jogo realizado com o Lamas Futsal, no pavilhão deste Juniores e ficar definitivamente no comando da prova e assegurar, clube, venceu por um concludente 7-0 e está na segunda Lamas Futsal - Luso 0-7 de vez, a subida de divisão. O Grupo Desportivo da posição da tabela classificativa.
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 16 Futebol Distrital — 2.ª Divisão — zona sul Juniores — 1.ª Divisão — série dos últimos LAAC, 2 — Mealhada, 1 Mealhada, 3 — Feirense, 0 Árbitro fabricou o resultado Vitória do querer e da melhor equipa em campo Jogo no Campo da Canada, em Aguada de Cima. tante da marcação duma Jogo no campo de treinos do GDM, na Mealhada. tecesse. Na sua luta mere- Árbitro: Ivo Neto, auxiliado por Pedro Nunes e Pedro Balreira. grande penalidade que só Árbitro: Pedro Gomes, auxiliado por Hugo Pinto e Marisa cem referência duas gran- LAAC: Noronha, Cris, Jorge Silva, Bi, Rebelo, Bartolomeu o árbitro viu. Dinis, Castro des defesas que efectuou. (Álvaro, 86m), Pedro Seabra, Russo (Pedrito, 92m), Miguel, Dinis chamado à conversão, não José Carlos Rocha Mealhada: Ricardo Branco, Diogo Rocha I (cap.), e Carlos. falhou. A seguir, Suíço teve apenas tinha no banco três Romeu, Luís Carlos, Marco Ferreira, Mauro (Diogo Castro, suplentes, vindos da equipa Treinador: Paulo Silva. uma grande intervenção e 82m), Roberto Branco, Diogo Rocha II (Clâudio, 77m), de juvenis. Um elemento Mealhada: Gonçalo Suíço, Bruno Sereno, Gonçalo Alves, André, evitou um golo da Laac. Carlos Simões, Fábio (João Cruz, 60m), Licas, Idálio (cap.), Diogo Aos oitenta minutos um Lameiras (Emanuel, 66m), Pedro Machado e Hugo Henrique. desta equipa estava já a (Cação, 75m), Tiago e Pedro Gil (Roberto, 65m). defensor da Laac fez um Treinador: José Carlos Rocha jogar desde o início do Treinador: Valério Ferreira. atraso a mais de vinte Feirense: Ricardo I, Vaxi (cap.), Rogério, João (Dolores, encontro. José Carlos Rocha Ao intervalo: 0-1 metros e Noronha defendeu 46m), Benjamim, Ricardo II, Tomé, Renan (Arada, 46m), nada tinha a fazer senão Marcadores: Dinis (60 m) e Rebelo (65 m, gp), para a LAAC, com as mãos. O árbitro mais Ruben, Clâudio (André, 69m) e Rui Pedro. refrescar a equipa, mesmo e Idálio (27 m, gp), para o Grupo Desportivo da Mealhada. uma vez fez vista grossa. Já Treinador: Magol com os atletas que tinha. E em período de descontos, em tão boa hora o fez que Ao intervalo: 0-0 numa jogada confusa dentro Clâudio, numa bola dividida Numa tarde agradável surge novamente Barto- da área, um jogador local com um adversário, levou a A primeira parte do com a mão antes de ela para a prática do futebol, lomeu a rematar, mas com a defendeu a bola com a mão, melhor, correu para a linha encontro foi jogada a ritmo entrar na baliza. realizou-se mais uma jor- bola a sair ao lado da baliza mesmo sobre o risco de de fundo, ultrapassou todos lento, embora a equipa da No segundo período o nada a contar para o de Suíço. Aos vinte e seis golo, e o árbitro mais uma os adversários que lhe casa tivesse criado treinador do Feirense fez, Campeonato Distrital da minutos Pedro Gil escapou- vez não marcou a respectiva apareceram pela frente e, oportunidades suficientes de imediato, duas substitui- Segunda Divisão. se, mas foi rasteirado den- falta e mandou seguir o quando já não tinha ângulo para estar a vencer. Aos vinte ções para dar mais acuti- Os primeiros dez mi- tro da área e o árbitro jogo. para o remate, deu a bola a e oito minutos, num centro lância ao ataque da sua nutos da partida foram assinalou o castigo máximo. Assistiu-se a uma série Roberto. E Roberto teve só bem medido, Diogo Rocha I, equipa e esta quase jogados entre os dois meios Idálio, incumbido de a de asneiras da equipa de de encostar o pé ao esférico no coração da área, rematou campos, e qualquer equipa marcar, não falhou, colo- arbitragem de tal maneira sobre a barra. Aos quarenta poderia ter marcado. A cando o Desportivo da que até confundiu a minutos foi a ocasião de primeira grande ocasião de Mealhada na posição de assistência da casa. Era um Lameira desperdiçar golo apareceu aos doze vencedor. Com este resul- riso com este trabalho. O soberana oportunidade. minutos, com Bartolomeu a tado veio o intervalo. árbitro marcava o que não Rematou, mas a bola falhar. Recorde-se que, durante a via e deixava por marcar também saiu ao lado. Aos Aos vinte minutos foi primeira parte, Suíço evitou aquilo que era falta. Com quarenta e três minutos Pedro Gil que desperdiçou o golo do empate por este trio de arbitragem, que Mauro fez um golo. Este, uma soberana opor- algumas vezes. muito prejudicou o Despor- porém, foi de imediato tunidade, com Noronha a A segunda parte come- tivo da Mealhada, a tarde anulado pela árbitro, uma defender sem dificuldade. çou e, pouco depois, veio o foi para esquecer. vez que Mauro tocou na bola Aos vinte a dois minutos golo da igualdade, resul- Manuel Balsas Juniores — 2.ª Divisão — série dos últimos Distrital — 3.ª Divisão — zona sul Antes, 2 - Mourisquense, 6 Ribeira Azenha, 2 Aguinense, 3 Sem explicação Superioridade aguinense Roberto com a bola junto ao pé foi uma dor de cabeça para a defesa do Feirense Jogo no Campo das Ferrugens, na Antes. Jogo no Parque de Jogos da Azenha Árbitro: Paulo Torres, auxiliado por Rui Vilar e Hugo Abrantes chegava ao golo aos e fazer o segundo golo para Árbitro: José Carlos Costa, auxiliado por Luís Carlos Santos cinquenta minutos. A bola a sua equipa. e Bruno Pinto Costa. Ribeira Azenha: Pedro Jesus, Tiago, Carlos Torres, Rui, Branco, Carlos Oliveira (Ricardo, 63m), Pedro Dias , Jorge Silva (André, rasou a barra da baliza à Este golo animou os Antes: Rafael, André (cap.), Melo, Peseta, Rui, Vasco, guarda de Ricardo. Aos locais e baralhou a equipa 46m), Rodrigues (Filipe, 80m), Jorge Oliveira (cap.) e Teixeira. Mika (Fonseca, 77m), Bruno Miguel, Flávio (Ângelo, 77m), Treinador: João Almeida. cinquenta e cinco minutos do Feirense, que passou a Chico e Evandre (Bicas, 46m). Aguinense: Daniel, Eurico, Bruno Simões (cap.), Paulo Castro Roberto levou a bola até à discutir mais do que a jogar. Treinador: João Castro (Luís, 77m), Rui, Sérgio Fernandes, Sousa (Miguel Sécio, 66m), linha de fundo, pelo corredor Disso se aproveitou a Mourisquense: Renato (cap.), Pires, Paulo Ricardo, Nelson, Luciano (Caló, 59m), Futre e Eduardo. esquerdo, entrou na área equipa visitada. Não perdeu Ricardo, João, Tiago (Jorge, 74m), Daniel, Luís Paulo (Fábio, Treinador: Amadeu Ferreira com ela junto aos pés, mas, o discernimento e continuou Ao intervalo: 1-3 quando se preparava para o a fazer o seu jogo, muito 46m), Paulo Miguel, Montoya (Filipe, 86m) e Luís Pedro. Marcadores: Teixeira, (1m) e Rodrigues para o Ribeira Azenha, remate, Xavi rasteirou-o. O cauteloso, mas sempre com Treinador: João Coutinho árbitro, bem colocado, a ideia na baliza do Ao intervalo: 1-1 e Sousa (17m), Luciano (25m) e Futre (44m), para o Aguinense apontou a marca de grande adversário. De realçar que Marcadores: Peseta (15m) e Xico (69m), para o Antes, penalidade. Chamado a con- Hugo Henrique fez duas No Parque de Jogos da Ribeira Azenha, a equipa local e Montoya (44m, 48m e 55m), Paulo Miguel (50m, 60m entrou, praticamente, a vencer, uma vez que estavam apenas verter a falta, foi o guardião jogadas individuais que e 77m), para o Mourisquense. decorridos vinte e cinco segundos de jogo e ela já vencia, Ricardo Branco que, com mereciam ser compensadas por 1-0. toda a calma, rematou com um golo. Já prestes a Foi inexplicável a actuação dos centrais do Antes em Aos dezassete minutos Sousa empatou a partida, na certeiro e abriu o activo. terminar, na marcação de um toda a segunda parte, oferecendo meia dúzia de golos aos marcação de uma grande penalidade indiscutível. Aos vinte Com este golo os locais canto apontado por Diogo irrequietos avançados do Mourisquense, Paulo Miguel e e cinco minutos Luciano colocava o Aguinense na posição espevitaram. Roberto, que Castro para o coração da Montoya, que conseguiram um duplo “hac-trick” em apenas de vencedor e aos quarenta e quatro minutos Futre elevava andou sempre muito área, Romeu penteou a bola trinta e três minutos de jogo. a contagem para 3-1. marcado, libertou-se melhor e esta entrou no ângulo A paragem do campeonato fez bastante mal à equipa No primeiro minuto da segunda parte o Ribeira Azenha dos seus adversários e superior esquerdo da baliza. visitada, pois tem feito exibições muito abaixo do seu real reduziu a diferença para 2-3, por intermédio de Rodrigues. começou a jogar a toda a Foi uma boa exibição a valor, mostrando estar muito mal física e psicologicamente, Por duas vezes Daniel, com duas excelentes defesas, largura do terreno, dando dos juniores do Grupo Des- necessitando, com urgência, de uma terapia de choque impediu a igualdade, e Pedro, aos setenta e nove minutos, espaços aos seus colegas de portivo da Mealhada. O para sair do último lugar do seu grupo. Necessitando, com uma magnífica intervenção, também impediu que o equipa para entrarem na resultado da partida permi- também, de mais apoio da direcção para que os jovens Aguinense aumentasse o número do marcador. área. A equipa da Feira não te-lhes encarar com opti- atletas não se sintam discriminados em relação à equipa Foram estes os momentos dignos de registo durante os adormeceu, teve o golo do mismo outros desafios, para principal. noventa minutos de um jogo correcto, muito bem dirigido empate nos pés por duas tentarem alcançar os pri- Merecem destaque a estreia positiva de Rui ao serviço pelo trio de arbitragem, e em que o Aguinense foi sempre vezes, mas Ricardo foi meiros lugares. do Antes e o bom serviço do trio de arbitragem. Tofê superior ao seu adversário. Tofê evitando que isso acon- Boa arbitragem
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 17 Futebol Iniciados — 2.ª Divisão — série dos primeiros Infantis B Mealhada, 3 — Relâmpago Nogueirense, 2 Mealhada, 13 - Eixense, 0 Arbitragem polémica Golos para todos os gostos Jogo no campo de treinos do GDM, na Mealhada. executou a tarefa com muita Jogo no campo de treinos do GDM, na Mealhada. Sem querer minimizar Árbitro: Sérgio Silva, auxiliado por Marco Pereira e mestria. Árbitro: Rui Silva, auxiliado por Bruno Rocha e Sérgio nenhum dos restantes Aos sessenta minutos Vieira. atletas, devemos dizer que Nelson Pereira votou a equipa da casa a David e Rui Pedro são dois Mealhada: Rui Sabino, Pirolo, Catalão, Fredy, Rafa (Luís Mealhada: João Martins, Luís, Rúben, Xavier, Cristóvão, elevar a contagem do maestros de grande classe Morais, 55m), Zé Pedro (Rato, 42m), Ricardinho, Hugo marcador com um golo bem David e Rui Pedro. a jogar futebol. Dão nas (cap.), Gil, Vicente e Xano. trabalhado por Gil. Ele Jogaram, ainda, Miguel Gonçalves, Manso, António vistas por serem os dois Treinador: Luís Felgueiras passou por tudo e por tidos, Ferreira e Rocha. mais pequenos jogadores e Relâmpago Nogueirense: Joel, Daniel (Pinto, 63m), foi até junto da linha de Treinador: Jorge Almeida. porque atrapalham os Vítor, Rúben, Gui, Nuno, Fábio, Neiva, Zezé (Leandro, 33m), fundo e deu o esférico para Eixense: André Ferreira, Filipe, Bruno Pinto, João grandes atletas de outras Diogo (cap.) e Miguel. Rato. E Rato mais não fez do Francisco, Afonso Carvalho, João Pedro e André Santos. equipas, tal é o seu Treinador: Jorge Sousa. que encostar o pé à bola e Jogaram, ainda, João Martins, Daniel Gomes e Pedro domínio de bola e a fazer o golo. Martins. velocidade com que correm Ao intervalo: 1-0 Volvidos dois minutos, para a baliza adversária. Marcadores: Hugo (11m), Vicente (55m) e Rato (60m), Treinador: Carlos Silva. mais uma vez, o árbitro, O encontro foi agradável para o Mealhada, e Fiogo (38m e 64m), para o Relâmpago inclinado a estragar o Ao intervalo: 7-0 de seguir e, voltamos a Nogueirense. espectáculo, assinalou uma Marcadores: Rui Pedro (5), David (5), Xavier (1), Miguel dizer, se as pessoas Gonçalves (1) e Rocha (1) abandonaram o campo foi devido à hora tardia em que Com uma hora de atraso, Foi um encontro de o jogo teve início. Os que se este encontro, que deveria sentido único, em que o foram embora perderam um iniciar-se às dez horas e guardião da casa, se teve grande jogo de futebol, com trinta minutos, teve início às alguma intervenção, foi golos para todos os gostos. onze horas e meia, tudo por apenas a de despachar a A arbitragem esteve causa do atraso dos bola dada por alguns dos bem. árbitros, mais uma vez. seus camaradas de equipa. Vicente na posse da bola vai em direcção à baliza do seu adversário Foi um encontro bem Não existiu porque o grande penalidade contra a disputado com os dois jogador do Nogueirense equipa da casa. E Diogo conjuntos a praticarem caiu porque tropeçou na voltou a reduzir a diferença bom futebol. A equipa bola e não porque algum para 3-2. forasteira, mais robusta e jogador da casa tivesse tido Redobraram de cautelas com jogadores de boa interferância. os jogadores mealhadenses, craveira técnica, deu muito Diogo, chamado à con- passando a jogar fora da sua trabalho à equipa versão dessa falta, igualou área uma vez que o árbitro mealhadense. a contagem. continuava inclinado a Aos poucos os locais Não baixou os braços a prejudicá-los e mantinha-se foram tomando conta do equipa da casa e, aos atento. jogo e aos onze minutos cinquenta e cinco minutos, Com algum sofrimento colocaram-se na posição voltou para a posição de chegou ao fim este calvário. de vencedores. Hugo, pelo vencedora com a marcação Foi uma vitória sofrida corredor direito, levou a de um livre à entrada da por causa de uma má arbi- bola até perto da linha de área, por Vicente, que tragem. Vitória robusta sobre o Eixense fundo, tentou um cruza- mento, mas a bola desviou- se para a baliza. O guardião Joel meteu-lhe as mãos, não conseguiu Curso de candidatos a árbitros segurá-la e ela entra na O Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Coimbra solicita- f) - Não tenham sido penalizados disciplinarmente em qualquer baliza. Foi um autêntico nos a seguinte divulgação sobre cursos para novos árbitros de futebol de modalidade desportiva, com pena igual ou superior a noventa dias de frango, mas valeu a boa onze e de futsal, com início previsto para 3 de Março do corrente ano: suspensão. intenção de Hugo. O curso é gratuito, será realizado em período pós-laboral, terá lugar g) - Não sejam portadores de doença ou defeito físico incompatível Com este resultado os em Coimbra e poderá realizar-se em qualquer outro conselho do distrito com a prática da arbitragem; locais ainda cresceram mais e tiveram oportu- de Coimbra desde que o número de candidatos o justifique. h) - Tenham o mínimo de 1,60 metros de altura; nidades mais que sufi- Condições de Admissão i) - Tenham habilitações literárias nacionais mínimas ou equivalentes. cientes para aumentarem 1. Podem solicitar a inscrição para candidatos a árbitros os A título excepcional, devidamente justificado, poderá ser feita a o número do marcador. indivíduos que obedeçam aos seguintes requisitos: inscrição de candidatos nos seguintes casos: No segundo período a a) - Sejam nacionais de um país comunitário ou beneficiem do estatuto a ) - Tenham idade até de trinta e cinco anos, no caso de terem sido equipa do Nogueirense de dupla nacionalidade. praticantes de futebol e que tenham disputado campeonatos oficiais de entrou melhor, pressionou b) - Sejam menores emancipados e ou maiores até à idade de 31 anos. seniores; o último reduto da equipa c) - Residam na área do distrito do Conselho de Arbitragem da b) - Possuindo, pelo menos, o quarto ano do ensino básico, demonstrem da casa e, volvidos apenas ter cultura e desenvolvimento intelectual equivalente à habilitação Associação em que se inscrevem. três minutos, empatou a estabelecida na alínea i) do número anterior: partida, com a maracação d) - Não sofram de incapacidade civil, interdição ou inabilitação. As inscrições poderão ser feitas na Sede da Associação de Futebol de de uma falta que não e) - Não tenham sido condenados, por sentença ou trânsito em julgado, Coimbra (Conselho de Arbitragem). Núcleos ou por e-mail - existiu. por crime doloso com pena de prisão efectiva. cons.arbitragem@afcoimbra.com
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 18 Futebol Infantis A Mealhada, 6 - Águas Boas, 0 Os árbitros continuam a não chegar a tempo para darem início aos encontros Jogo no campo de treinos do O Conselho de Arbitragem continua a fazer ouvidos Grupo Desportivo da Mealhada moucos em relação ao assunto, e os árbitros continuam a (GDM). não chegar a tempo para darem início aos encontros à Árbitro: Rui Silva, auxiliado hora marcada pela Associação de Futebol de Aveiro. Se por Bruno Rocha e Sérgio Vieira. forem as equipas a falharem, elas são de imediato Mealhada: José Branco, sancionadas. Todos os sábados assistimos a atrasos Ricardo Pereira, Paulo Pinto, Rui consideráveis de árbitros, que dão início aos jogos mais Miguel, Gonçalo Mamede, Diogo de trinta minutos para além da hora oficialmente marcada. Maurício e Rafael Monteiro Demorou vinte e dois minutos a resistência dos jovens (cap.). de Águas Boas. Após o primeiro golo, a equipa da casa Jogaram, ainda, Miguel tomou conta do jogo e desenrolou uma série de boas Fernandes, André Coelho, Ivo jogadas que culminaram com mais um golo, apenas, até Fraga, João Lopes e Antony ao intervalo. Ferreira. No segundo período as coisas começaram a correr Treinador: Luís Tovim melhor para os locais. No entanto, apesar da boa troca de Águas Boas: Pedro, Fino, bola que praticavam entre si, eles deixavam que o jogo Alexandre, Rui, Raínho, Emanuel afunilasse muito pelo meio. Numa das jogadas, em que e Miguel (cap.). havia várias pernas de jogadores, Ivo Fraga decidiu rematar Jogaram, ainda, Igor, do meio da rua e elevou a contagem para 3-0. Mendes, Ricardo Silva, Cândido Aos quarenta e seis minutos o mesmo Ivo Fraga levou a e Nelson. bola até à linha de fundo, fintou dois adversário e centrou Vitória sobre o Águas Boas com boa exibição Treinador: Miguel. para o segundo poste, onde apareceu Paulo Pinto. Este como já nos tem vindo a brindar em todos os jogos. De referir que o último Ao intervalo: 2-0. teve apenas que se desviar do seu adversário e rematar, golo apareceu na marcação de um livre directo, quase a meio campo, tal a Marcadores: Ricardo Pereira com êxito. força que a bola levava. (1), Rui Miguel (1), Ivo Fraga (1), Aos quarenta e sete e aos cinquenta e cinco minutos foi Quem não esteve bem no encontro foi o árbitro da partida. Este, sim, Paulo Pinto (1) e Rafael (2). a vez de Rafael Monteiro mostrar a sua veia goleadora, foi mais infantil que os próprios jogadores. Liga quot;Bwinquot; Classificações Gafanha 5 2 2 1 05-06 8 Valecambrense 22 7 8 7 28-21 29 Pampilhosa 5 1 4 0 07-04 7 J V E D M-S P Taboeira 5 1 3 1 06-03 6 Figueirense 22 7 7 8 24-26 28 Porto 20 16 2 2 38-07 50 Feirense 5 1 3 1 09-10 6 S. João Ver 22 7 6 9 24-31 27 Benfica 20 11 8 2 32-11 38 Paços Brandão 5 1 2 2 06-11 5 Tocha 22 7 5 10 25-24 26 V. Guimarães 20 10 4 6 23-23 34 Fermentelos 5 1 0 4 07-10 3 Valonguense 22 4 9 9 10-20 21 Sporting 20 9 6 5 27-17 33 Valecambrense 5 0 2 3 02-09 2 D. Sandinenses 22 0 0 22 10-98 0 V. Setúbal 20 7 10 3 27-20 31 2.ª Divisão - série D Marítimo 20 9 2 9 25-21 29 Distrital - 1.ª Divisão Belenenses 20 7 8 5 20-20 29 J V E D M-S P J V E D M-S P Nacional 20 7 7 6 14-13 28 Azurva 2 2 0 0 06-00 6 Águeda 22 17 3 1 41-14 57 Sp. Braga 20 6 8 6 23-25 26 Águas Boas 2 2 0 0 04-00 6 Cesarense 22 13 5 4 41-15 44 Boavista 20 5 9 6 24-31 24 LAAC 2 1 0 1 04-03 3 Estarreja 22 12 5 5 43-23 41 E. Amadora 20 4 9 9 23-25 21 Bonsucesso 2 1 0 1 07-06 3 Paços de Brandão 22 10 5 7 26-17 35 Académica 20 4 9 7 20-29 21 Oiã 2 1 0 1 05-07 3 Sanguedo 22 10 5 7 24-21 35 Leixões 20 3 11 6 19-23 20 Mourisquense 1 1 1 0 06-05 3 Gafanha 22 10 4 8 35-25 34 Naval 1.º de Maio 20 5 4 11 14-30 19 Antes 2 0 1 1 01-04 1 Canedo 22 10 4 8 32-24 34 Paços de Ferreira 20 4 4 12 19-32 13 Valonguense 2 0 0 2 01-05 0 Alba 22 8 6 8 31-26 30 U. Leiria 20 1 5 14 16-37 8 Juvenis - 2.ª Divisão série dos primeiros Oiã 22 9 3 10 26-29 30 Liga de Honra quot;Vitalisquot; Arrifanense 22 9 3 10 28-31 30 J V E D M-S P J V E D M-S P Pessegueirense 22 7 8 7 26-28 29 Carregosense 22 8 3 11 22-33 27 Oliveirense 5 4 0 1 11-03 12 Trofense 20 9 8 3 22-16 35 Milheiroense 5 4 0 1 10-04 12 Fermentelos 22 7 5 10 27-43 26 Rio Ave 20 9 7 4 29-21 34 Cucujães 5 3 0 2 14-08 9 Cucujães 22 6 6 10 23-30 24 Vizela 20 8 9 3 27-13 33 Eixense 5 3 0 2 09-05 9 BARC 22 6 5 11 16-35 23 Estoril 20 8 7 5 36-29 31 Bustos 5 2 1 2 08-07 7 S. Roque 22 5 4 13 22-35 19 Gil Vicente 20 7 9 4 23-17 30 Sp. Espinho 4 2 0 2 06-06 6 Oliveirinha 22 6 1 15 25-40 19 Olhanense 20 8 6 6 20-21 30 Fermentelos 4 2 0 2 05-07 6 Cortegaça 22 3 7 12 17-36 16 Feamunde 20 8 5 7 28-28 29 Mealhada 5 2 0 3 05-12 6 Varzim 20 7 7 6 22-19 28 2.ª Divisão - zona sul Taboeira 5 1 1 3 06-13 4 Beira-Mar 20 6 9 5 19-21 27 J V E D M-S P Esmoriz 5 0 0 5 04-13 0 Santa Clara 20 7 5 8 23-36 26 Feirense 20 6 5 9 19-19 23 LAAC 18 16 1 1 60-15 49 2.ª Divisão - série dos últimos Serém 18 12 5 1 45-18 41 Gondomar 20 5 7 8 24-25 22 Mealhada 18 12 4 2 52-10 40 J V E D M-S Portimonense 20 4 8 8 14-23 20 Pampilhosa 5 3 1 1 13-04 10 Macinhatense 18 11 5 2 24-07 38 Desp. Aves 20 4 7 9 27-20 19 Calvão 4 2 2 0 08-05 8 Mourisquense 18 11 4 3 35-19 37 Penafiel 20 4 6 10 21-28 18 Vista alegre 5 2 2 1 08-05 8 Luso 18 6 5 7 16-18 23 Fátima 20 3 9 8 19-27 18 LAAC 4 2 1 1 08-05 7 NEGE 18 4 9 5 23-25 21 Calvão 18 5 6 7 17-28 21 Nariz 4 2 0 2 07-10 6 2.ª Divisão Nacional - Série C Bustos 18 6 3 9 25-38 21 Oiã 5 1 2 2 05-08 5 Carqueijo 18 5 5 8 23-29 20 Bonsucesso 4 1 1 2 06-06 4 J V E D M-S P Águas Boas 5 1 1 3 06-13 4 Couvelha 18 6 1 11 24-38 19 Sp. Covilhã 23 15 4 4 46-18 49 Arviscal 4 1 0 3 08-13 3 Requeixo 18 5 3 10 21-32 18 Eléctrico 23 11 7 5 29-22 40 Torreense 23 11 5 7 34-29 38 Águas Boas 18 4 3 11 24-33 15 Iniciados - 2.ª Divisão série dos primeiros Paredes Bairro 18 4 2 12 20-42 14 Tourizense 23 10 8 5 32-21 38 CRAC 18 3 3 12 17-52 12 J V E D M-S P Oliv. Bairro 23 10 6 7 33-27 36 Mealhada 4 3 1 0 10-07 9 Eirolense 18 2 5 11 15-39 11 Pampilhosa 23 8 10 6 28-25 34 Guizande 4 2 2 0 11-06 8 Penalva do Castelo 23 9 7 7 33-30 34 Arouca 4 2 2 0 06-02 8 Nelas 23 9 3 11 31-33 30 3.ª divisão - zona sul Alba 4 2 1 1 09-08 7 Abrantes 23 7 7 9 22-26 28 J V E D M-S P Nogueirense 3 2 0 1 07-06 6 Anadia 23 7 6 10 25-34 27 Carregosense 4 2 0 2 08-07 6 Bonsucesso 14 10 2 2 41-15 32 Benfica C. Branco 23 6 6 11 18-29 24 LAAC 4 1 0 3 02-10 3 Famalicão 13 7 5 1 18-07 26 Rio Maior 23 5 7 11 16-27 22 Fermentelos 3 0 2 1 06-07 2 Ribeira Azenha 14 7 3 4 22-16 24 Caldas 23 4 8 11 22-33 20 Loureiro 4 0 0 4 07-12 0 Aguinense 13 6 2 5 21-23 20 Sátão 23 4 6 13 16-32 18 Gafanha d' Aquém 13 4 6 3 23-18 18 2.ª Divisão - série dos últimos 3.ª Divisão - Série C Alquerubim 13 4 2 7 17-26 14 J V E D M-S P J V E D M-S P Antes 13 3 1 9 18-28 10 Mamarrosa 13 0 3 10 10-37 3 Águas Boas 4 3 0 1 12-07 9 Arouca 22 12 5 5 36-17 41 Pampilhosa 3 2 1 0 12-02 7 Sanjoanense 22 12 5 5 45-19 41 Vista Alegre 4 2 1 1 13-04 7 Ac. Viseu 22 10 7 5 34-20 37 Juniores - 1.ª Divisão série dos últimos Oiã 3 2 0 1 15-09 6 Oliv. Hospital 22 10 6 6 35-21 36 J V E D M-S P Anadia 4 2 0 2 06-09 6 Milheiroense 22 9 9 4 27-17 36 Bonsucesso 3 1 2 0 02-01 5 Argoncilhe 5 4 0 1 11-05 12 União de Lamas 22 9 7 6 30-21 34 Arviscal 3 1 0 2 07-12 3 Cesarense 5 3 2 0 08-05 9 Social de Lamas 22 8 7 7 22-22 31 Oliv. Bairro 4 0 1 3 03-11 1 Mealhada 5 2 1 1 10-08 8 Tondela 22 8 7 7 29-22 31 Bustos 4 0 1 3 02-17 1
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 19 Futebol feminino Natação Campeonato Distrital Grupo Desportivo da Mealhada M.D. Eirolense, 1 Atletas de natação competiram G.D. Mealhada, 4 no Campeonato Regional Infantis José Dias Justiça no marcador Jogo no Campo Cónego Póvoa Reis, em Eirol - Aveiro aparece Cláudia, que, livre Árbitros: José Nogueira, auxiliado por José Alberto e Frederico de marcação, desfaz a Silva. igualdade no marcador. M. D. Eirolense: Andreia, Diana Ribau, Catarina (cap.), Na segunda parte a Patrícia (Mónica, 68m), Dulce, Alexandra. Rita, Raquel Linhar, toada do jogo não se Graça, Diana Teixeira e Ana Silva. modificou muito, com as Treinador: Fernando Oliveira. meninas da Mealhada ba- G. D. Mealhada: Ana Murta, Bárbara, Celina, Laura (Tânia, lanceadas no ataque Elas 70m), Diana, Cláudia (cap.), Débora (Vanessa, 85m), Jéssica remeteram a equipa con- (Andreia Dias, 55m), Anita, Marisa Duarte e Raquel João. trária para o último terço do Treinador: Idálio Duarte. terreno. Débora, aos cin- Ao intervalo 1-2 quenta e cinco minutos de Os seis atletas de natação do Grupo Desportivo da Mealhada (GDM) participaram no Marcadoras: Anita (3m e 70m), Cláudia (29m), Raquel João jogo, não teve calma su- passado fim-de-semana, dias 23 e 24 de Fevereiro, no Campeonato Regional Infantis A e B, (91m), para o Mealhada, e Ana Silva (8m), para o Eirol. ficiente para marcar o tão onde participaram dezasseis clubes com cerca de noventa e quatro atletas. Este campeonato desejado golo no dia do seu decorreu nas Piscinas Municipais de Viseu, tendo dois atletas do GDM conquistado o Um jogo medianamente gulo, em que, apesar da aniversário, depois de razoável de futebol foi o estirada da guarda-redes do quarto lugar. aparecer isolada à frente da que vimos no sábado entre Eirol, a bola só parou no Maria Santos Breda, Miguel Pais Costa, Ana Rita Jesus, Margarida Lindo, Patrícia guarda-redes local. as equipas do Mealhada e fundo da baliza. As bairradinas iam Gomes Pinto e Francisco Xavier Rodrigues participaram em provas dos 100 metros Livres, do Eirolense, muito por A equipa local não se criando sucessivas oportu- 200 metros livres, 100 metros Costas e 100 metros Bruços. O atleta Miguel Pais conquistou culpa de um campo relvado deixou intimidar com o golo nidades de golo e, numa o quarto lugar nos 100 metros Costas Masculinos e a atleta Ana Rita Jesus conquistou, que tem imensas zonas madrugador e, depois de delas, aos setenta minutos, também, o quarto lugar nos 200metros Livres Femininos. enlameadas, relva grande e alguns acertos, foi em busca dilataram a vantagem por No próximo fim-de-semana, 1 e 2 de Março, a atleta Ana Rita Sousa representará o mal tratada, o que veio a do empate, E, aos oito meio de um golo de fino GDM nos 100 metros Livres femininos e 200 metros Livres Femininos no Campeonato dificultar a acção das minutos, após sucessivas recorte técnico obtido por Regional Juvenis que se realiza na Piscina Olímpica de Coimbra. atletas. Um jogo em que escorregadelas na lama à Anita. Já em tempo de veio ao de cima a qualidade entrada da grande área do Nos dias 7, 8 e 9 de Março, nas Piscinas Municipais da Mealhada vai-se realizar o descontos, Raquel João das atletas bairradinas, Mealhada, a bola sobrou Torneio Zonal de Infantis, em que nenhum atleta do GDM participará. Ana Rita Jesus estabeleceu o resultado em além da sua pujança física. para a Ana Silva e ela 1-4. E foi com este número somente por um segundo não poderá participar neste torneio. RSG E, naturalmente, os golos aproveitou a ocasião para, que se atingiu o final do sucederam-se, alguns de grande qualidade como o assim, fazer o empate. Aos vinte e nove encontro. Resultado justo. Futsal conseguido por Anita aos minutos, na marcação de um Arbitragem com alguns três minutos, com um remate soberbo, colocado ao ân- canto, Anita coloca a bola ao primeiro poste, onde equívocos de nível técnico e disciplinar. 3.º Torneio Inter-Freguesias Já vai na segunda jornada o 3.º Torneio Inter-Freguesias do Concelho da Mealhada. O Selecção Nacional de Futebol conjunto das equipas concelhias foi dividido em dois grupos, o grupo A e o grupo B. No grupo A estão as equipas das freguesias de Barcouço, Luso, Pampilhosa e Vacariça. No Feminino de Sub-19 grupo B, as freguesias de Antes, Casal Comba, Mealhada e Ventosa do Bairro. Na edição anterior deste jornal foram divulgados os resultados dos jogos da primeira jornada. Iremos dar continuidade a esse tipo de informação nesta edição e nas edições A jovem atleta do Grupo ilha espanhola de La Palma, seguintes, publicando os resultados de cada jornada e a posição de cada equipa na Desportivo da Mealhada, Ana nas Canárias. tabela classificativa. Filipa Martins (Anita), natural de Além da representação Sabemos que há pessoas a dizer que damos pouca publicidade ao torneio. Sem Arinhos - Mealhada, foi uma das lusa, marcarão também menosprezar as ideias dos outros, discordamos por completo de tais afirmações. Todos atletas convocadas pela selec- presença nesta competição os detalhes referentes a este torneio têm sido publicados. O que aqui está em causa são cionadora nacional de futebol as representações da os dias e os horários escolhidos para a realização dos jogos. No dia e às horas em que são feminino, Mónica Jorge, para o Espanha e da Rússia e uma efectuados os encontros — ao sábado, a partir das dezanove horas e trinta minutos e das estágio de preparação da Selec- selecção das Canárias. vinte e uma horas e trinta minutos — estão a ser transmitidos nas televisões jogos da ção Nacional Feminina Sub-19, Jogadora humilde e Liga. As pessoas não vão deixar de presenciar um encontro de futebol em que participa a que decorrerá de 25 a 27 de afável, Anita começou a sua equipa do coração para se deslocarem a um pavilhão a fim de assistir a um jogo de Fevereiro, em Rio Maior. jogar, federada, aos treze futsal. E, quanto mais nos aproximarmos do final dos campeonatos, pior ainda, porque os O estágio tem como fina- anos de idade, na equipa do apaniguados do futebol não perdem pitada em cada jogo que se realiza, para verem se o lidade a participação da equipa Sport Clube do Carqueijo. seu clube perde ou ganha. lusa, entre os dias 17 e 21 de Esteve em evidência pelos Este torneio seria muito mais rentável se fosse realizado em período de época baixa Março, no Torneio Internacional seus dotes futebolísticos e do futebol nacional, porque as pessoas, não tendo onde passar o tempo, dar-lhe-iam do Atlântico, que terá lugar na foi a melhor marcadora mais atenção. Aí, sim, deslocar-se-iam-se até ao pavilhão a qualquer hora da noite para dessa equipa durante dois verem ao vivo estes encontros. Isto é apenas uma ideia pessoal, a opinião de quem Lista de convocadas: A.R.C. Borralha: Ana Catarina Silva; anos consecutivos. Neste acompanha o desporto no dia-a-dia e tem conhecimento do dizem e pensam as pessoas C.C. Ansião: Ana Lopes; curto percurso, a Anita foi ligadas a este fenómeno. C.D. Aves: Daniela Ferreira; chamada para defender as C.D. Cartaxo: Joana Martins; cores do distrito de Aveiro 2.ª jornada Classificações C.D. Feirense: Liliana Ramos, Sara Granja e Sara Sá; na quinta e na sexta edição Resultados Grupo A C.A.A.F. Alte: Mica; do Torneio Inter-Asso- Grupo A J V E D M-S P C.R. Golpilheira: Carolina Silva e Inês Cruz; ciações de Sub/17, em Lis- Pampilhosa - Barcouço 6-3 Vacariça 2 2 0 0 14-11 6 Fundação D. Laura Santos: Ana Borges e Sílvia Rebelo; Vacariça - Luso 6-5 Pampilhosa 2 1 0 1 14-12 3 boa, e no Torneio de Gijón G.C.D. Del Negro: Cristiana Gonçalves; Grupo B Luso 2 1 0 1 14-14 3 G.D. Apel: Amélia Pereira; 2007 – Espanha, prova para Ventosa do Bairro - Antes 4-2 Barcouço 2 0 0 2 09-14 0 G.D. Mealhada: Ana Martins; a qual a Associação Futebol Mealhada - Casal Comba 4-7 C.C.D. Desportalegre: Elsa Ventura; de Aveiro tinha sido Próxima jornada Grupo B S.C. Freamunde: Bibiana Silva; convidada. Grupo A J V E D M-S P S. Pedro FC: Ana Rita Jóia; A convocatória de Anita foi Vacariça - Pampilhosa Casal Comba 2 2 0 0 14-06 6 S.U. 1º Dezembro: Dolores Silva, Filipa Patão e Telma Xavier; recebida com grande regozijo Barcouço - Luso Mealhada 2 1 0 1 11-11 3 U.D. Ponte Frielas: Andreia Veiga; no seio da equipa feminina e Grupo B Ventosa do Bairro 2 1 0 1 06-08 3 U.R. Cadima: Sara Pinto; Casal Comba - Antes Antes 2 0 0 2 06-11 0 da direcção do Grupo Vitória SC: Filipa Mendes. Ventosa do Bairro - Mealhada Desportivo da Mealhada.
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 2 Tomada de posse do comandante Política dos Bombeiros Voluntários da Mealhada Rui Marqueiro e José Calhoa disputam lide “O meu objectivo não é ser o comandante, é ser o vosso Apresentadas duas ca comandante”, disse António Lousada aos bombeiros à comissão política do Rui Marqueiro e José Calhoa da Juventude Socialista, integra encabeçam as duas listas também a lista de Rui Marqueiro. candidatas à comissão política da A maior parte dos presidentes Mealhada do Partido Socialista. As das juntas de freguesia eleitos na eleições estão marcadas para a lista do Partido Socialista está, no noite de 7 de Março e o prazo para entanto, com José Calhoa, vereador entrega das candidaturas, na sede da Câmara Municipal da Me- distrital do partido, terminou na alhada. Delfim Martins, Manuel segunda-feira, 25 de Fevereiro. Cardoso e Vítor Matos, presidentes A Lista A é encabeçada por Rui das juntas de Barcouço, de Casal Marqueiro que se recandidata ao Comba e da Pampilhosa, respe- cargo que exerce desde 2006 e que ctivamente, integram a lista já havia exercido de 1989 a 2002. encabeçada por José Calhoa. Ao lado do líder e presidente da Homero Serra, presidente da Junta Assembleia Municipal da Me- de Freguesia do Luso, apesar de alhada candidata-se Jorge Car- não ser militante, manifestou o valho, secretário da Junta de Fre- seu apoio ao candidato José guesia do Luso e ele próprio an- Calhoa. Da lista do vereador fazem tigo líder do partido. Arminda ainda parte Filomena Pinheiro, Martins, Júlio Penetra, José Miguel vice-presidente da Câmara, e Felgueiras, António Ribeiro, António Jorge Franco, também membros da Assembleia Munici- vereador. Nuno Veiga, antigo coor- De militar a bombeiro, António Lousada recebe os galões de Abílio Semedo e do Coronel Albuquerque Pinto pal e, desde há muito, apoiantes denador da Juventude Socialista de Marqueiro, ocupam os primei- é também candidato bem como A ntónio Lousada foi formalmente empossado palavras de ordem nesta associação. Julgamos ter ros lugares da lista candidata. Nos Toni Luís, membro da Assembleia como comandante dos Bombeiros Voluntários convidado para comandante a pessoa indicada para primeiros lugares constam ainda Municipal, Margarida Moreira, da Mealhada. Depois de a 14 de Dezembro de conduzir os nossos bombeiros na senda do êxito e os nomes de importantes autarcas José Augusto Oliveira e Nuno da sua própria realização pessoal”, disse o nas freguesias. José Rosa e Simões. José Calhoa não apre- 2007 ter iniciado funções no comando, tomou Benjamim Almeida, presidentes sentou candidatura à mesa da finalmente posse em cerimónia realizada no sábado, presidente da direcção. das Juntas de Freguesia da assembleia-geral. 23 de Fevereiro, no pavilhão Mário Saraiva, no “Quem conhece o comandante Lousada, Para além de Homero Serra, Vacariça e da Antes, respectiva- quartel dos Bombeiros. Para além da família e imediatamente o associa a qualidades de trabalho mente, Guilherme Duarte, presi- José Calhoa conta também com amigos de António Lousada, dos bombeiros e das sem limites, à disciplina, ao rigor, ao altruísmo. Uma dente da mesa da Assembleia de outros apoios de peso. Nuno Silva suas famílias e dos dirigentes da Associação dos capacidade enorme de transmitir confiança, força Freguesia da Pampilhosa e Salgado, antigo presidente do Bombeiros da Mealhada, participaram na cerimónia de vontade e alegria na nobre missão de ajudar os Emanuel Silva, tesoureiro da Junta conselho de jurisdição distrital, e Carlos Cabral, presidente da Câmara Municipal da outros sem nada esperar em trocaquot;, concluiu Abílio de Freguesia da Pampilhosa. Luís Manuel Joaquim Pires Santos, Mealhada, António Marques, representante da Semedo. Tovim, coordenador da Mealhada militante histórico do PS na Federação dos Bombeiros do Distrito de Aveiro, O coronel Albuquerque Pinto, na sua intervenção, António Ribeiro, Segundo Comandante Distrital, e ainda um representante da Liga dos Bombeiros teceu rasgados elogios ao percurso militar de António Lousada, sargento paraquedista com várias Juventude Social-Democrata Profissionais bem como presidentes da direcção, missões internacionais. quot;Encontraram o coman- comandantes e representantes de outras associações de bombeiros voluntários do distrito de Aveiro. Convidado especial na cerimónia foi dante ideal, um homem simples, que nunca estará aqui por vaidadequot;, disse Albuquerque Pinto. Seguiu-se a colocação dos galões de comandante À conversa com Carlos Pin Albuquerque Pinto, coronel na reserva, que acompanhou de perto a carreira militar de António Lousada, e que é, actualmente, presidente da direcção a António Lousada, responsabilidade que ficou a cargo de Abílio Semedo e Albuquerque Pinto. “Tomo a posse como comandante dos Bombeiros do concelho da Mealhada dos Bombeiros Novos de Aveiro. Voluntários da Mealhada, após ter reflectido sobre T eve lugar no Domingo, 17 de Fevereiro, a quarta edição das Nuno Salgado, presidente da mesa da o convite que me foi feito pela direcção e ter ‘Conversas de Café’, o ciclo de colóquios de formação da assembleia-geral da Associaçãos dos Bombeiros da verificado todo o apoio que esta associação tem para comissão política concelhia da Mealhada da Juventude Social- Mealhada foi quem abriu a cerimónia. “Esta é uma dar aos outros. Com a colaboração e empenho dos Democrata. Carlos Pinheiro, conhecido empresário e presidente da casa que tem por natureza praticar o amor e a bombeiros desta casa iremos mais longe. O meu direcção da ACIM - Associação Comercial e Industrial da Mealhada solidariedade, e por ser assim não pode continuar objectivo não é ser o comandante, mas sim ser o — associação cuja actividade se tem notabilizado no panorama em guerra. A escolha do comandante Lousada foi vosso comandantequot;, disse António Lousada, municipal —, foi o convidado e orador. acertada pelo excelente currículo humano e dirigindo-se aos bombeiros. quot;Vou assumir tudo de Durante cerca de uma hora e meia, no Luso, Carlos Pinheiro e os operacional que tem. É um homem disciplinador sem bom ou mau que se possa passar. Este é um trabalho dirigentes da JSD da Mealhada debateram diversas questões ser ditador, que procura informar-se sobre as suas que terá de ser feito em equipa. Temos de ter uma relacionadas com o tema “Comércio e Indústria do Concelho da funções e consulta quem lhe pode dar atitude profissional, pois cada vez é mais difícil ser Mealhada”. esclarecimento sobre as suas responsabilidades”, voluntário. Conto com todos. Quero dignificar e “Carlos Pinheiro explanou uma série de conteúdos incontornáveis afirmou. honrar os bombeiros voluntários”, prosseguiu. Ao para uma correcta análise e definição de prioridades, nomeadamente, “Apesar de no passado termos vivido momentos Jornal da Mealhada, no final da cerimónia, António o importante papel das Câmaras Municipais na aplicação de políticas menos pacíficos, tudo foi ultrapassado e nesta Lousada acrescentou: “É gratificante para mim ouvir promotoras de desenvolvimento e criadoras de mecanismos de altura todo o corpo activo, com António Lousada, todos estes elogios. Vamos ter algumas dificuldades estímulo ao investimento privado, os impostos municipais, a comandante, e a direcção, em conjunto, olha num mas todos juntos seremos capazes de dar uma volta competitividade dos concelhos e das empresas, os parques sentido que é o do futuroquot;, disse Abílio Semedo, por cima de todos os problemas”. industriais, empresariais e incubadores de projectos de novos presidente da direcção da Associação dos Da cerimónia fez parte, também, a entrega, pelo negócios, a formação”, declarou Bruno Coimbra, presidente da Bombeiros da Mealhada. Abílio Semedo prosseguiu: comandante Eduardo Matos, dos Bombeiros comissão política concelhia da JSD. quot;Com a colaboração de todos o futuro trará a Voluntários de Anadia, e por Carlos Cabral dos O líder da JSD disse ainda: “Algumas preocupações como a não primeiro plano a honra e o bom-nome desta diplomas a dois grupos de bombeiros que realizaram, execução das zonas industriais, a fraca aposta no desenvolvimento Associação”. “É fundamental que a unidade, a em 2007, com aproveitamento alguns cursos de comercial e falta de divulgação do tecido empresarial, foram disciplina, a inter-ajuda, o amor ao próximo, sejam especialização. Rosa Santos Gonçalves
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 20 Hóquei em patins Hóquei Clube da Mealhada Resultados HCM disputou a final do Benjamins Encontro/convívio CA Feira, 12 — HC Mealhada, 0 Torneio Concentrado de Apuramento Escolares Encontro/convívio O quinto Torneio Concentrado de Apuramento, de Sub-18 AD Sanjoanense A, 7 — HC Mealhada, 1 Femininos – Norte-Centro, de Hóquei em Patins, decorreu no domingo, Infantis 24 de Fevereiro, no Pavilhão Municipal Torneio de encerramento de Mealhada. A equipa do Hóquei Clube HC Mealhada, 2 — ACR Pess. Vouga, 3 Mealhada (HCM) foi à final, mas foi Encontro/convívio derrotada pela equipa AD Sanjoanense. Vigor, 7 — HC Mealhada, 7 O torneio teve início, pela manhã, com dois jogos. No jogo A, o HCM venceu Iniciados por 6-3, a equipa do Hóquei Clube de Torneio de encerramento Viseu. No jogo B, a equipa AD HC Mealhada, 5 — FC Bom Sucesso, 8 Sanjoanense venceu por 9-0, à equipa de HA Carvalhos. Iniciadas Da parte da tarde, houve dois jogos. Campeonato Sub-18 O primeiro, teve as equipas derrotadas HC Viseu, 3 – HC Mealhada, 6 do jogo A e do jogo B, onde HA Carvalhos HC Mealhada, 2 — AD Sanjoanense, 5 venceu por 5-4 ao HC Viseu. No último jogo disputaram as equipas vencedoras Juniores dos jogos que decorreram pela manhã. Jogo de treino A equipa AD Sanjoanense venceu por ACR Gulpilhares, 4 — HC Mealhada, 2 5-2 à equipa da casa, HCM. MSL Seniores Masculinos Campeonato Nacional 3.ª Divisão AF Arazede, 3 — HC Mealhada, 4 Cucujães, 4 — CD Pampilhosa, 2 Pampilhosa Seniores Femininos Campeonato Nacional – Zona Norte Escola de patinagem já começou HC Mealhada, 10 — Vila Boa do Bispo, 0 Próxima jornada C erca de vinte e cinco crianças começaram a frequentar as de aprendizagem ou conforme a idade serão divididos por grupos, aulas de patinagem do Clube Desportivo da Pampilhosa, e a partir dessa altura irão ter mais uma aula por semana, em orientadas por David Carvalho, no passado sábado, 16 de horário a combinar. Segundo Luís Costa “aqui não estamos só a Sábado, 1 de Março Fevereiro, no Pavilhão Municipal da Pampilhosa. “Não é comum formar as crianças para o hóquei em patins mas também, para este número de inscrições, já é bastante significativo, sobretudo quem quiser, para patinagem artística que está cada vez a ser 15h 30m — Juvenis onde não há antecedentes em patinagem ou hóquei”, disse Luís mais divulgada”. (Camp. Nacional P2 Zona Norte) Costa, director do Clube Desportivo da Pampilhosa (CDP). “A idade ideal para uma criança aprender a patinar, sem HC Mealhada — GD Estreito As aulas de patinagem serão frequentadas por crianças, grande dificuldade, é com cerca dos 4 ou 5 anos de idade. Mas com meninos e meninas, nascidas entre 1996 e 2003, que terão qualquer idade é possível se aprender”, disse o treinador. 18 horas — Seniores Masculinos uma aula por semana, ao sábado, das 9h30m às 11horas ou “O que interessa ao CDP é ocupar estas crianças, que o (Camp. Nacional 3.ª Divisão) das 11h15m às 12h45m, “para já vão aprender a patinar desporto sirva de complemento na educação. Queremos de alguma HC Mealhada — ACRP Vouga durante cerca de seis meses, que é o tempo que devem maneira participar na formação das crianças, seja na parte de CD Pampilhosa — AF Arazede demorar para aprender todas as técnicas para controlar a ensina-los a ter respeito para com o outro, ter hábitos de disciplina, patinagem. Esse é o nosso objectivo, aprender a andar de espírito de sacrifício, companheirismo, amizade e solidariedade”, 21 horas — Seniores Femininos patins assim como divertirmo-nos”, explicou David Carvalho, finalizou o director do CDP. (Camp. Nacional) treinador da escola de patinagem do CDP e jogador sénior do As inscrições continuam abertas a todas as crianças HC Mealhada — A Alcobacense mesmo clube. interessadas em aprender a patinar, apesar de as aulas de A partir de Abril, conforme a capacidade de cada criança patinagem terem começado. RSG Domingo, 2 de Março 10 horas — Infantis Campeonato Nacional Feminino (Torneio de encerramento) CD Cucujães — HC Mealhada Equipa sénior do HCM apurada para segunda fase 11 horas — Benjamins (Encontro/convívio) HC Mealhada — CD Cucujães A primeira fase do Campeonato Nacional Feminino de bocado, também porque temos três jogadoras novas na equipa. Hóquei em Patins terminou no sábado, 25 de Fevereiro. O ano passado ficámos em terceiro lugar, este ano esperamos 15h 30m — Juniores A equipa sénior feminina do Hóquei Clube da Mealhada ficar em segundo lugar ”, disse a capitã da equipa sénior (Camp. Nacional P2 Zona Sul) (HCM) participou, tendo atingido o segundo lugar, e passando, feminina do HCM. HC Mealhada — Biblioteca IR desta forma, à segunda fase deste campeonato. No próximo sábado, 1 de Março, dá-se início à segunda “Na primeira fase são apuradas quatro equipas do norte fase deste campeonato, onde começam a disputar o título estas 16 horas — Escolares do país e quatro equipas do sul do país”, explicou Ana Pinho, oito equipas. “Agora todas as equipas ficam, novamente, com (Encontro/convívio) capitão da equipa sénior feminina do HCM. zero pontos. A partir daqui disputa-se a fase final do ACRP Vouga — HC Mealhada As equipas apuradas para a segunda fase do campeonato campeonato de onde vai sair um vencedor”, afirmou Ana Pinho. da zona norte são Fundação Nortecoope, HCM, CD Acerca das expectativas para esta segunda fase, a capitã 17 horas — Iniciadas Nortecoope e CH carvalhos. Da zona sul estão apuradas as da equipa sénior feminina do HCM concluiu: “Vamos continuar (Taça Amizade APA) equipas de Boliqueime (Algarve), União de Narrafos (Sintra), a pensar jogo a jogo e, claro, tentar que a nossa equipa fique HC Mealhada — HA Cambra Alcobacence e Grupo Desportivo de Lubins (também de bem classificada. Se fizermos melhor que a época passada já Sintra). “Nesta fase tivemos períodos que oscilámos um é muito bom”. MSL
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 21 Actualidade Cultural livro! Nesta oficina de leitura expressiva aprendemos Cineteatro municipal Messias como é divertido descobrir as histórias a cada nova leitura Espaços museológicos que fazemos de um mesmo livro! Cinema 28 de Fevereiro a 3 de Março Hora do Conto Museu Agrícola de Vacariça “Porta mágica” é a proposta que temos para ti. Atrás de Aberto de segunda-feira a sexta-feira. De manhã, das 9h Aliens vs. Predador 2 M/16 uma porta podem existir muitos mistérios. Se és corajoso, vem “ouvir atrás da porta”! às 12h, de tarde, das 14h às 17h 30m. Para grandes grupos é favor marcar hora através do telefone 231 939 228. (actividade sujeita a marcação prévia) 6 a 10 de Março Cine de Palmo e Meio Espólio do A iniciativa está de volta com dois filmes que vais adorar: Comendador Melo Pimenta - Rugrats, o filme (Junta de Turismo Luso-Buçaco, no Luso) - Bratz, fashion pixies Aberto de segunda-feira a sexta-feira, das 9h 30m às 12h Expiação - Ilha das Cores 30m e das 14h às 18h. Aos sábados, domingos e feriados (actividade sujeita a marcação prévia) funciona das 10h às 13h e das 15h às 17h. Sessões às quintas-feiras, sextas-feiras, sábados e O contacto pode ser feito para a Junta de Turismo Luso- segundas-feiras às 21h 30m. Aos domingos há sessões às Espaços desportivos Buçaco através do telefone número 231 930 716. 16h e às 21h 30m. Contacto para reservas: 231 209 870. Pavilhão Municipal do Luso Museu Militar do Buçaco Disponível para marcações para as modalidades de Aberto de terça-feira a domingo das 10h às 12h30m e Teatro Andebol, Basquetebol, Hóquei em Patins, Futsal, Squash e das 14h às 17h30m. O contacto pode ser feito através do Voleibol. Estão abertas as inscrições para as actividades telefone número 231 939 310. Sábado, 1 de Março, às 21h 30m de Aeróbica, Step, Fitness Gym, Sénior Gym e Dança para crianças. Funcionarão às terças-feiras, quintas-feiras e Convento de “O meu rapaz é rapariga” sextas-feiras das 18h às 22horas. Informações e inscrições: 231 939 235 Santa Cruz do Buçaco “O meu rapaz é rapariga” é uma comédia encenada e Aberto de terça-feira a sábado, das 9h às 12h20m e das interpretada por Camilo de Oliveira. Fazem ainda parte do Pavilhão Municipal de Casal Comba 14h às 17h20m. elenco Sandra B, Amélia Videira, Alexandre Silva e Victor Futsal. Podem ser feitas marcações para utilização Emanuel. Contacto para reservas: 231 209 870. através do telefone 231 205 470. Casa Quinhentista da Pavilhão Municipal de Pampilhosa Pampilhosa e Museu do Porco Biblioteca Municipal Disponível para marcações para as modalidades de Visitas marcadas através dos telefones número 231 949 Andebol, Basquetebol, Hóquei em Patins, Futsal e Voleibol. 824 — Junta de Freguesia da Pampilhosa — e 231 949 828 Semana da Leitura Marcações para utilização, a partir das 18h 30m, através do telefone 231 940 764. — José Machado Lopes. De 3 a 7 de Março Piscinas Municipais da Mealhada PROCURO Actividades de natação para grávidas, para bebés, para Nesta semana a Biblioteca Municipal da Mealhada vai incentivar os leitores a passarem para um “quadro gigante” jovens e adultos e hidroginástica. PESSOAS AMBICIOSAS E DINÂMICAS as imagens que lhes são sugeridas pela audição e/ou pela Inscrições e informações através do telefone 231 205 470. PARA REPRESENTAR EMPRESA AMERICANA, leitura de “excertos” da obra de Sophia de Mello Breyner LÍDER EM COSMÉTICOS 50% DE LUCRO. Andersen. COM Minutos de Leitura PRECISA-SE OU SEM INVESTIMENTO 966 434 993 Sexta-feira, 29 de Fevereiro MOTORISTA VE N D A D O JO R N A L D A M EA LH A D A Este mês queremos que continues a mostrar as “diferentes leituras” que consegues fazer com apenas um INTERNACIONAL NA P A P EL A R IA S. JO Ã O N O LU SO Contacto: 964 025 810 Ferraz & Ferraz erra Ferr erra CARTÓRIO NOTARIAL DA MEALHADA Notário - Narciso Garcia Simões Arromba Agência de documentação JUSTIFICAÇÃO FRANCISCO PEREIRA DA CRUZ SAMPAIO Certifico para efeitos de publicação, que por escritura lavrada no dia trata NOVA VALIDADE DAS CARTAS DE CONDUÇÃO 22 de Fevereiro de 2008, a fls. 39 e seguintes, do livro de notas para escrituras diversas n.° 34-E, do Cartório Notarial da Mealhada, a cargo do Notário Licenciado Narciso Garcia Simões Arromba, MANUEL SIMÕES Rua dr. Costa Simões, 22 MEALHADA Telefone e fax: 231 202 622 Estofador de automóveis GODINHO e mulher, MARIA OLINDA DE JESUS ALVES VILELA, ambos naturais da freguesia de Casal Comba, do concelho da Mealhada, onde habitualmente residem no lugar de Vimieira, casados sob o regime da comunhão de adquiridos, justificaram, por não possuírem título, a aquisição por usucapião, de um prédio rústico constituído por pinhal e Encerados por medida mato, sito na Lagarteira, da freguesia de Pampilhosa, do concelho de Mealhada, com a área de dois mil e quatrocentos metros quadrados, a confrontar do norte com José Adelino Meira, do sul com António Ferreira, Rua Dr. Costa Simões 3050 -326 Mealhada Dr. Cos Simões 3050- osta Meal alhada do nascente com Manuel Pereira Neves e do poente com Alexandre Rodrigues, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Mealhada Serramos madeira, Telefone 231 202 071 Telem. 962 396 160 e inscrito na respectiva matriz em nome de António Francisco Godinho sob o artigo número 5581. Que o referido prédio foi adquirido por compra fazemos móveis por medida que dele fizeram, já no estado de casados, ao referido António Francisco em todas as madeiras que o cliente desejar. SUPERMERCADO Godinho, viúvo, residente no lugar de Travasso, da freguesia de Vacariça, do concelho da Mealhada, no ano de mil novecentos e oitenta, sem que no entanto ficassem a dispor de título formal que lhes permita o respectivo Trabalhos para a construção registo na Conservatória do Registo Predial. civil (portas, janelas, vigas) CERVEIRA MEALAHDA - Está conforme. Cartório Notarial da Mealhada, 22 de Fevereiro de dois mil e oito. O notário, Narciso Garcia Simões Arromba. SERNADELO - 3050-382 MEALHADA Telef./fax: 231 202 257 Pode pagar aqui a assinatura do JM JM n.º 680 de 27 de Fevereiro de 2008
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 22 Necrologia Casal Comba Vila Nova de Monsarros ARISTIDES AUGUSTO GASPAR MARIA ALICE SEABRA MARTINS Rectificação Faleceu, no dia 21 de Faleceu no dia 14 de Fevereiro, no seu domicílio, Fevereiro, nos Hospitais da ARISTIDES AUGUSTO GASPAR, Universidade de Coimbra, com 84 anos de idade. Era MARIA ALICE SEABRA MARTINS, natural de Casal Comba, em com 88 anos de idade. Era natural de Vila Nova de cujo cemitério foi a sepultar. Monsarros, onde residia, e em Sua irmã, Maria Pator- Senhor assinante, pague a assinatura do cujo cemitério foi a sepultar. nilho, seus sobrinhos e Seus filhos, Carlos Alberto restante família agradecem a Seabra Rodrigues e Armandino Jornal da Mealhada no LUSO, no todas as pessoas das suas relações de amizade que Seabra Rodrigues, noras, estabelecimento PAULO DE CARVALHO, L.da L.da. acompanharam o extinto à sua última morada ou que, netos, bisnetos e restante família agradecem a todas as na Pampilhosa, na de qualquer outro modo, lhes manifestaram o seu pesar. pessoas que acompanharam a extinta à sua última MARBEL, PAPELARIA MARBEL Participam que mandam celebrar a missa de sétimo morada, ou que, de qualquer outro modo, lhes manifestaram o seu pesar. na Mealhada, dia, por sua intenção, na quinta-feira, 28 de Fevereiro, pelas 20 horas, na igreja matriz de Casal Coma. no SUPERMERCADO CERVEIRA ou na agência FERRAZ & FERRAZ Moura - Trezoi Mala FERNANDO DA CRUZ PEREIRA ASSINATURA ANUAL 15 EUROS ASSINA SINATURA ANUAL EUROS MANUEL DUARTE DOS SANTOS Faleceu, no dia 23 de Fevereiro, nos Hospitais da Faleceu no dia 25 de FERRAZ & FERRAZ Universidade de Coimbra, Fevereiro, nos Hospitais da Universidade de Coimbra, MEALHADA MANUEL DUARTE DOS SANTOS, com 81 anos de FERNANDO DA CRUZ PEREIRA, Contacto: 231 202 622 idade. Era natural do lugar com 67 anos de idade. Era de Mala, onde residia. Foi a natural de Moura, Trezoi, onde RENOVAMOS residia. Foi a sepultar no sepultar no cemitério do Carqueijo. cemitério de Trezoi. CARTAS DE CONDUÇÃO Sua esposa, Maria da Natividade Ribeiro Lopes, suas Sua esposa, Maria Fernanda de Jesus Pereira, seus filhas, Rosinda Ribeiro dos Santos e Justina Ribeiro Vende-se filhos, Fernando Vítor da Cruz Pereira e Maria La-Salete da Lopes dos Santos, seus genros, netos e restante família agradecem a todas as pessoas que acompanharam o Cruz Pereira, sua nora, neto e restante família agradecem a todas as pessoas que acompanharam o extinto à sua Vende-se extinto à sua última morada ou que, de qualquer outro última morada, ou que, de qualquer outro modo, lhes 2001- Audi A3 1.6 de 2001- Nacional modo, lhes manifestaram o seu pesar. manifestaram o seu pesar, assim como a todos quantos Participam que a missa de sétimo dia por sua assistam à missa de sétimo dia, por sua intenção. Óptimo estado intenção vai ser celebrada na sexta-feira, 29 de Fevereiro, pelas 20 horas, na capela de Mala. Contacto- 912 723 738 AGÊNCIA FUNERÁRIA DA CARREIRA, AGÊNCIA FUNERÁRIA UNIPESSOAL, LDA ANTÓNIO SIMÕES BOIÇA & FILHOS, Ld.ª de António Marques Lopes Vende-se (Sediada no concelho da Mealhada) Telef. 231 204 517 Telems: 966 072 830 ou 969 125 452 Telef. (s) 231 930 689 - 231 930 857 Telem (s) VW- Golf 1.9 TDI VAN de 2004- Nacional VW- VAN MURTEDE - CANTANHEDE 937 579 125/6 fax: 231 930 673 e-mail: funeraria.carreira@sapo.pt Óptimo estado c/ 53 000 km Serviço permanente para todo o país e estrangeiro CARREIRA 3050- 501 VACARIÇA 501 Contacto - 917 879 977 Pedro Carvalho Vende-se Indústria de mármores Médico especialista Terreno na QUINTA DO VALONGO erreno QUINTA ALONGO VAL Consultas por marcação Bem situado c/ 2500 m2 Av. Dr. Luís Navega, 25 Mealhada - 231 203 713 c/ viabilidade de construção - 966 907 956 Contactos- 231 940 396 - 231 204 554 - 936 777 945 Centro de Diagnóstico Clínico de Anadia Ed. Marialva, r/c Anadia - 231 516 400 - 231 516 451 MOBILADORA PALHOSA, Ld.ª Móveis em todos os estilos Oficina de reparações Alexandre Simões Foto Rei 966 106 388 Fernando Ferreira 966 871 400 Rua Dr. José Cerveira Lebre, 81 Telf: 231 202 189 Mealhada Rua Dr. José Cerveira Lebre 3050 - 349 MEALHADA
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 23 FAÇA-SE ASSINANTE DO JORNAL DA MEALHADA Junte a importância de 15 euros, por cheque ou vale dos CTT, para: ARMÉNIO E. S. BAPTISTA,Lda RUA DAS ESCOLAS NOVAS, 36 - 3050 MEALHADA - tel e fax: 231 203 167 Nome...................................................................................................................................................................................................................................................................................................................... Morada........................................................................................................................................................................................................................................................ ........................................................................................................................telem.......................... TRANSPORTES ALUGUER DE MÁQUINAS ALUGUER DE CONTENTORES| SURRIVAS Rua da Vacariça_ Reconco_3050-381 Mealhada 231 202 736 968 045 778 / 965 506 203 armeniobatista@hotmail.com 231 208 551 Pastas Av 25 de Abril, nº 27 DE SCO NTOS de é 30% arquivo 3050-344 MEALHADA Telefone: 231 202 649 Fax: 231 203 508 at durante o mês de FEVEREIRO Carvalho, Paulo de Carvalho, Lda Luso Fundada em 1922... A nossa história impulsiona-nos para o futuro! Armazéns Triunfo Móveis, Cozinhas (por medida), construção civil rua de aveiro, 3050-420 pampilhosa, mealhada arte funerária telefone 231 202 735 Electrodomésticos, Louças, Têxteis, fax 231 204 654 fogões de sala email geral@costa-irmao.pt Decoração... Listas de casamento recuperadores de calor site www.costa-irmao.pt decoração Telefone e fax: 231 939 121 e-mail: moveis-triunfo@clix.pt
    • quot;Especial Páscoaquot; MADEIRA 20 a 23 de Março 21 a 25 de Março 4 DIAS / 3NOITES 5 DIAS / 4NOITES Desde 380 euros Desde 405 euros Sede e redacção Rua das Escolas Novas, n.º 36, Apartado 30 - 3050-901 Mealhada Telef. e fax: 231 203 167 Urb. Quinta da Nora - Telefone 231 281 217 jornaldamealhada@mail.telepac.pt mail: halcong12@halcon-viajes.es visite-nos em www.jornaldamealhada.com A agência oficial da sua família “Mas há muitos dias que tenho metido no pensamento que, nas festas dos santos, é melhor pregar como eles, que pregar deles.” Padre António Vieira A ntes da imprensa, a difusão do livro era impressão: a da Inquisição, a do Ordinário (ou seja, do escassa, uma vez que a cópia era feita à mão, Bispo) e a do Paço (ou seja, do Rei ou dos seus numa tarefa em que um livro demorava meses ou funcionários); no caso do autor pertencer a uma ordem anos a ser replicado. A questão dos direitos e do controlo religiosa (como era o caso de Vieira), juntava-se a licença do autor ou do copista não se punha, num mundo que se da Ordem (da “religião”). regia por tempos, princípios e constrangimentos materiais Uma vez concedida a Licença o livro podia ser impresso muito diferentes daquilo que faz o nosso quotidiano. e, depois de concluída esta parte, voltava à Mesa para ver Com o surgimento da imprensa (1455), deu-se um se estava “conforme o original”. Nessa altura vinha a grande impulso à difusão do livro, com o surgimento aprovação final, dada pelos 3 (ou 4) poderes, com os crescente do número de impressores que, numa termos: “pode correr”. No fim ainda poderia ser sujeito a pequena fracção de tempo levado pelos esforçados uma taxa (imposto). copistas, compunham e editavam livros a um ritmo cada Tudo isto levava muito tempo e era preciso, se a obra vez maior. contivesse aspectos mais controversos, argumentar com No século XVI, dificuldades de sobrevivência das cada um destes poderes. oficinas, preocupadas face a situações de fraudes e de Havia, portanto, duas censuras: a religiosa (com outras situações de natureza corporativa, surgiu o listagens de livros expressamente proibidos por heresia) chamado Privilégio Real, isto é, o Rei fazia uma e política. Esta última não era menos rígida do que a concessão particular a determinados impressores, primeira, dependendo da tolerância do monarca. Nos excluindo os restantes do direito de imprimir. casos em que havia maior severidade, aumentava também Porém, essas concessões também tomaram um cariz a impressão clandestina e a circulação de livros proibidos censório sobre os autores, quer controlando a impressão por circuitos paralelos. preventivamente, quer assumindo mesmo um carácter A obra impressa do Padre António Vieira foi sujeita a repressivo. todas as licenças e circulou sem restrições aparentes. Cada livro requeria pelo menos três licenças de Pedro Miguel Semedo Mealhada Moita Troviscal Vacariça Mogofores Para arrendar T3, com alguns M4 em construção, com jardim! Suite Espectacular M4, isolada, com acabamentos T2 em óptimo estado, com lareira. anos mas em bom estado. M2 habitável, com bastante terreno! Roupeiros. Banheira de hidromas- e roupeiros. Áreas amplas. Com acima da média! Quatro suites, com vestiário. Suite. Roupeiros. Varanda. Necessita de alguns arranjos. Escritório. Cave com 200 m2. Com aquecimento e sagem. Cozinha semi equipada. lavandaria. Vídeo Porteiro. Lareira. Pré Com jardim. Garagem fechada. No centro! aquecimento e pré aspiração central. aspiração central. Com projecto para piscina... Varanda. Com aparcamento. 350,00 euros 50.000,00 euros 600.000,00 euros 180.000,00 euros 90.000,00 euros Ref.ª 591 Ref.ª 592 Ref.ª 519 Ref.ª 584 Ref.ª 596 Horta Óis do Bairro Travassô Anadia Paredes do Bairro Café – Restaurante para trespasse, Café – Padaria, em actividade, totalmente T2 em excelente estado, com va- bem localizado e com possibilidade de Terreno, com 253 m2 para construção randa e pequeno terraço! Suite. Terreno rústico, com viabilidade de equipado e mobilado! Com arrumos, wc próprio expansão. Com cave. Ar condicionado e 130 m2 rústicos. Com casa para Roupeiros. Sala com lareira. construção... e wc com chuveiro para empregados. e exaustão. eventual reconstrução.... Com salão para banquetes e cabine de som. Despensa. Garagem fechada. Com 1575 m2 de área. 50.000,00 euros 28.000,00 euros Esplanada. Boa localização! 62.500,00 euros Ref.ª 588 95.000,00 euros Ref.ª 577 475.000,00 euros Ref.ª 601 Ref.ª 593 Ref.ª 595
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 3 m liderança Partido Social Democrata s candidaturas Eleições, para todos os órgãos, marcadas a do Partido Socialista para 11 de Abril As listas candidatas G onçalo Breda Marques, presidente da mesa do plenário de militantes da Mealhada do PSD, anunciou ao Jornal da Mealhada Lista A que tenciona marcar as eleições para a comissão política e Comissão Política: Rui Marqueiro, Jorge Carvalho, Arminda Martins, Guilherme Duarte, José Rosa, Irís Marques, para a mesa do plenário para a noite de sexta-feira, 11 de Abril. Gonçalo Júlio Penetra, José Miguel Felgueiras, Maria de Lurdes Bastos, Benjamim Almeida, António Ribeiro, Tânia Bastos, Emanuel Breda Marques, que é também vereador do partido na Câmara da Silva, Maria Fernanda Graça, Hélder Rodrigues, Carlos Rodrigues, Cláudia Bernardes, Carlos Rocha Gomes, Tiago Ângelo, Mealhada, decidiu marcar, ao mesmo tempo, eleições para o cargo Catarina Oliveira, Frederico Santos, Jorge Canas dos Santos, Lúcia Mateus, Álvaro Madeira, Carlos Louro, Maria Ângela que desempenha. “Entendi que seria oportuno a mesa do plenário se Lopes, Arménio Oliveira, Adelino Branco, Cláudia Rodrigues Miguel Ângelo Cardoso. Suplentes: Carlos Cruz e Castro, Paula demitir e marcar eleições também para este órgão”, disse Breda Graça Vaz, Fernando Oliveira, Cacilda Madeira Rodrigues, Jorge Melo, Mário Abade, Patrícia Catalão, Manuel Amorim da Marques que anunciou que não se iria candidatar a qualquer cargo: Silva, Marco Oliveira, Liliana Louro, João Santos Luís, Armanda Fernandes, Rui Fernandes, Idílio Graça, Maria Noémia Oliveira, Luís Fernandes, Paulo Abade, Maria da Encarnação Carvalho, João dos Santos, Gonçalo Oliveira, Raquel Bernardes, Sandro “Não sou candidato a nenhum órgão, não quero ser e não vou ser. Na Carvalho, Carlos Ângelo, Maria Edília Semedo santos, Alberto Madeira, José Castanheira, Ana Maria Neves, Francisco Simões, Mealhada não me volto a recandidatar. Mantenho, no entanto, os João Aguiar Morais, Maria Albertina Neves, José Carlos Fernandes. outros lugares que desempenho actualmente”. Mesa da Assembleia Geral: Hilário Martins, Marco Gata, Maria Graciete Almeida. Suplentes: Armando Fernandes, Candidato anunciado é Carlos Marques, líder demissionário, que José Teixeira, Maria do Rosário Amorim. sobre a lista que está a formar para a comissão política afirmou: “Neste momento estou a trabalhar, na constituição da minha lista Lista B para as eleições. Estou à espera de concluir algumas situações, definir Comissão Política: José Calhoa, António Jorge Franco, Maria Filomena Pinheiro, Nuno veiga, Toni Luís, Carla Maia, as ideias e projectos que iremos apresentar aos militantes do PSD. José Augusto Oliveira, Nuno Simões, Lígia Seco, Pedro Ferreira da Silva, António Cunha Coelho, Anabela Bastos, Vítor Quinteiro, Estamos a trabalhar serenamente na nossa candidatura. Nos próximos Luís Aveleira, Margarida Moreira, José Manuel Lopes, António Batista, Carminda Batista, Manuel Cardoso, Delfim Martins, dias darei conhecimento público da minha lista, apesar de poder Lídia Alves Seco, Vítor Matos, Liberto Maia, Maria Leonor Matos, Joaquim Martins Batista, Manuel Mano Assis, Anabela afirmar que, em grande maioria, congrega as pessoas que fizeram Saraiva, Vasco Seco, José de Sousa, Maria Áurea Assis, António Simões. Suplentes: Virgílio Cadete Joaquim, Liliana Seco, Lino Nunes, João Coelho de Almeida, Lígia Azevedo, Daniel Vieira, Juvenal Martins, Fernanda Martins, Gonçalo Cabral, Orlando parte da anterior comissão política”. Batista, Judite Cabral, Maria de Lurdes Silva, Carlos Miguel Cabral, Maria Rosa Bastos, Isabel Rocha, Maria Eulália Cadete, Questionado sobre o anuncio da candidatura de César Carvalheira Carlos Alberto Cabral. à presidência da comissão política do PSD, Carlos Marques declarou: “A única coisa que tenho a dizer é que respeito essa candidatura. César Carvalheira é militante do partido e tem todas as condições de Mealhada, são também indicados “Houve um número surpre- foram as pessoas que me abor- organizar uma lista e se candidatar aos órgãos do partido. Trata-se de como apoiantes de José Calhoa. endente de militantes, mulheres daram para esta candidatura, uma candidatura já esperada e a qual respeito, como já referi. Na Carlos Cabral, presidente da sobretudo, que se mostrou pessoas que estavam afastadas e Câmara da Mealhada e antigo altura certa veremos quem ganha o partido”. disponível para integrar a can- voltaram”, prosseguiu o candidato. líder, que já se manifestou dispo- didatura”, afirmou, ao Jornal da “Vamos até onde os militantes Ao Jornal da Mealhada César Carvalheira afirmou que o trabalho nível para uma recandidatura, é o Mealhada, José Calhoa. “Sabemos quiserem, mas gerou-se um de preparação está a decorrer a bom ritmo, com bastantes surpresas último nome da lista de suplentes que as condições do terreno são movimento grande, muito bom, que e garantiu à repórter que só avançaria com mais informações na de José Calhoa. difíceis. Partimos tarde e porque o PS não pode desprezar”, concluiu. próxima semana. RSG Assembleia Municipal s Pinheiro sobre empresas Reunião sexta-feira, 29 de Fevereiro hada Na noite de 29 de Fevereiro, sexta-feira, pelas 21h 30m, no Auditório da Escola Profissional Vasconcelos Lebre, realizar-se-á uma reunião ordinária da Assembleia Municipal, presidida por Rui Marqueiro. A sessão terá como principais pontos na ordem de trabalhos a eventual Declaração de Interesse Público Municipal do Projecto de Supressão de Passagem de Nível no Ramal da Figueira da Foz – Refer e o a eventual aprovação do Plano de Pormenor da Área de Localização Empresarial de Barrô – Versão Final da Proposta de Plano. RSG Sim! Nós existimos. E-N OS Somos, VISIT ANFERLUX - Electrodomésticos, Ld.ª ARMAZENISTAS sublinhadas, tendo sido apontados caminhos e soluções para que Temos os melhores preços nas marcas que distribuímos: ARISTON, INDESIT, Whirlpool, IGNIS, VULCANO, estas situações se alterem”. GRUNDIG, House Line, ROWENTA, KRUPS, TEFAL, entre outras. “Entre projectos da ACIM e ideias para um concelho com condições extraordinárias e subaproveitadas, a conversa fluiu com o interesse Com garantia de 2 anos dos formandos, tendo terminado com um desafio deixado pelo próprio convidado – o desafio à intervenção da sociedade civil, Vendas ao público C/pequenos toques particularmente dos mais jovens, e ao empreendedorismo!”, concluiu Bruno Coimbra. Em Grada - Anadia telf - 231 209 800
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 4 Temas locais — 51 Termas do Luso Ferraz da Silva Q uatro hotéis, várias clínicas de estética, SPA, projecto começará a ser desenvolvido. concessionária das termas e não definir ela própria até ginásios, dezenas de estabelecimentos comerciais, É curioso que se tenha esquecido de que o plano onde vai a sua intervenção, com quem, com que abertura, centros de investigação, parque industrial, mil apontava para 2007 como ano de inauguração e não de com que estrutura ou com que parceiros, já que por ela empregos, saúde, beleza, bem-estar, enfim cinquenta milhões começo de obras, e é tanto mais sintomática esta afirmação própria também é há muito tempo evidente que não quer , para investir, se aparecer por aí um rei Minos, lembram-se na medida em que não se acredita que o administrador não sabe, não lhe interessa nem pretende intervir nas do rei Minos... ? não saiba a calendarização dos compromissos da sua termas. Isto, que é tão claro como a água, para a Câmara A propósito, ainda este ano me mascarei pelo Natal e o empresa. Também não se sabe se aquele administrador da Mealhada é chinês, e tanto mais chinês que, em termos meu neto comeu-a quando debaixo da barba branca, seguro sabia ou não sabia, ele não o disse, se naquele momento a políticos, se vendeu, em definitivo, pelos tostões litros. da mística figura, arremedei a voz grossa dum fadista de empresa ainda era propriedade da Scottish & Newcastle, Se a concessionária queria intervir nas termas, não tinha Lisboa e disparei, entrando de rompante na sala-de-jantar: ou se já era da Heineken, pois acabara de ser vendido os terrenos para onde projectava a modernização. - Ah!... Ah!... Ah!... chegou o Pai Natal! transaccionada mais uma vez. Por tal motivo não Não tinha cedido o hotel nem deslocado o seu apoio Olhou silencioso, depois admirado, espantado e chegaremos a saber em nome de qual empresa falava e administrativo para Vila Franca de Xira. A concessionária finalmente encantado! Entre respeito e medo, não me prometia, e não acreditamos que a distraída Câmara da quer apenas vender água e levar os lucros para fora do reconheceu! Tem três anos…! Não me desmanchei, mas Mealhada o não soubesse. Soubesse ou não, calou. É preciso município. Não quer mais nada. perante um sapatito pequeno, piccolo, piccolo, que nem se dizer basta a políticas de branqueamento, quer de Para os sucessivos proprietários, umas modestas via debaixo das bugigangas, relembrei os meus magros incapacidades quer de incompetências ou de preparativos termas perdidas num cubículo da Europa, interna- tempos de criança e murmurei para comigo: de futuros actos eleitorais. cionalmente desconhecidas, penduradas em negócios do - Não há fome, que não dê em fartura! Numa leitura transversal a vinte anos de promessas liberalismo selvagem em que a desregulamentação e a O Luso está na mesma. feitas, é legítimo concluir que se tratou de mais uma impunidade dominam, servem para alguma coisa? Não - Não há fome que não dê em fartura! Diz-se... mistificação, desta vez com a conivência e apoio duma pondo sequer a hipótese da sua sobrevivência, concluem E dei comigo a pensar: autarquia que não entende nem defende os interesses do que se isso não dá uns milhões, fechem-se. Depois, acabam Se até aqui era a concessionária das águas a enganar o município. Não é que o plano estratégico não seja por saber que é nestas termas que está pendurada a Luso e o concelho, com as suas promessas, agora é um necessário, neste capitulo a Câmara anda atrasada quatro concessão da venda da água de mesa e aí, travam, mandam executivo da Câmara, politicamente alucinado, que se junta anos, desde que lhe foi sugerida a urgência dum plano e remendar o telhado, substituir três ou quatro banheiras ao coro, tentando vender aos eleitores a mesma cartilha duma nova empresa para as Termas, porém não é dum partidas e não fecham a porta. Porque não podem. Têm medo. que há vinte anos lhe vem sendo impingida pela plano irrealista e megalómano que se precisa, mas dum Pelo que se vê, sem razão, mas têm medo! concessionária, isto é, sonhos, mentiras e incumprimentos! plano exequível, razoável, com alicerces, sustentação e E nós, nós autarquias, nós ministérios, nós Governos, Numas termas que, de degradação em degradação, credibilidade. não temos uma concessão para discutir? Ou nem aquilo caíram em agonia permanente, a fartura é tanta que o pobre É mais que oportuno saber até onde vai o apoio da que é nosso sabemos defender? Quem lucra? não só desconfia como não acredita...! Nem concessionária concessionária à construção de quatro novos hotéis, se há Na minha opinião, de positiva, apenas a presença da nem Câmara têm crédito para oferecer seja o que for porque bem pouco tempo vendeu o Grande Hotel, que era um dos CCRC, disposta, com o quadro de apoio existente, a colaborar. a verdade é que já não se pode acreditar em quem não marcos da hotelaria do centro do país e lhe pertencia! Para Mais claro que a presença não vejo como, mas será que os nutre o mínimo respeito pelo factor humano, dirigindo- quê mais quatro hóteis se a capacidade hoteleira instalada projectos, como se ouviu, aparecem? Ou será sempre e só o lhes sucessivas e insultuosas lérias. está longe de ser ocupada a cinquenta por cento? Quem escandaloso golf ao lado dos carris e do barulhento nó? O administrador da Sociedade da Água de Luso (SAL) delineou a estratégia conhece a realidade das Termas de Também como mera opinião, os autarcas deviam ter a que esteve na apresentação privada da estratégia Luso? Parece tratar-se duma brincadeira, não das honestidade política suficiente para reconhecer os seus encomendada pelo município para o Luso, pediu, com todo brincadeiras de Carnaval a que estamos habituados, mas condicionamentos, demitindo-se, dando assim lugar a o à-vontade, a paciência das pessoas para o seu próprio coisa mais séria e responsável! eleições antecipadas capazes de gerar, no menor espaço de plano do Luso 2007 que já devia estar a ser executado e A Câmara da Mealhada, em termos políticos tempo, um executivo capaz de perceber o sítio onde vive e nem sequer projecto tem. Segundo relata a imprensa que absolutamente ignorante e desnorteada em relação ao Luso aproveitar as oportunidades que surgem... esteve presente, metendo as mãos pelos pés, pediu ao Luso e a uma política termal, tenta lavar as mãos que tem Quanto às termas, não há ninguém que as viva que não que se tranquilizasse, dando conta de que a empresa não completamente sujas por incapacidade na obrigação de saiba, até empiricamente, dizer como começar. SAL e Câmara perdeu de vista a restruturação do Luso - cujo projecto fazer cumprir o plano Luso 2007, comprando ela própria é que não querem entender. Estranha cegueira! previa o início das obras em 2007 - pedindo paciência à uma estratégia para a qual não tem competência suficiente Nervi,Fev.2oo8 população e, tranquilizando-a, disse que, brevemente, o enquanto a concessionária da água de mesa for a mesma lusotemas.blog.com Senhor Não tomem os portugueses por parvos! 15 euros ro assinante, N este fim-de-semana, passando por Anadia, deparei-me com o Governo pudesse prosseguir a política que definiu para a Saúde... PAGUE a o anúncio de mais uma acção de protesto contra o E clarificamos nós: para que continue o ataque aos serviços de encerramento do serviço de Urgências do Hospital José Saúde; para que, aproveitando o logro de um suposto estado de assinatura do Luciano de Castro. No regresso, a Antena 1 noticiava o buzinão que graça, prossigam e consolidem os encerramentos; para que com JORNAL DA convocou muitos dos que não se conformam com a expressão bárbara da política do Governo Sócrates/PS para a Saúde. estes fechos e outras restrições, cresça o espaço em que as respostas e os negócios privados tenham as melhores condições de prosperar; MEALHADA O protesto voltou à rua não obstante Correia de Campos, o coveiro que Sócrates indigitou para o Serviço Nacional de Saúde, já para que o descontentamento das populações, dificuldade maior imposta ao Governo, abrande, errando na esperança de que mudar aos nossos não ser ministro. Inteligente atitude dos munícipes de Anadia que figuras signifique mudar políticas... não se deixam tomar por parvos! Demonstram assim o contrário Pelos vistos, a operação de cosmética ministerial com que cobradores. do que, manifestamente, é a ideia de quem hoje governa. Tomam- Sócrates quis desmobilizar justos protestos não pegou em Anadia. nos por estúpidos. Anadia continua a provar que estão muito Que grande lição de maturidade e de inteligência está a ser dada no Na Mealhada- enganados. município vizinho! Daqui saudamos a combatividade do Movimento Juvenal Martins Martins. Ninguém como Miguel Júdice, homem da direita e adepto indesmentível do rumo que Sócrates protagoniza, explicou a Unidos Pela Saúde que tem dinamizado a luta; saudamos a persistência de todos os que não baixam os braços perante o roubo No Luso - mudança do ministro. Dias antes da substituição de Correia de Campos, elogiava as suas grandes capacidades (importa é saber das urgências que o Governo Sócrates/PS quer impor! Obrigado pela lição de luta e de dignidade que nos estão a dar! Ant Várz árze António Várzeas para que as usou!) e acrescentava que, mesmo assim, Sócrates João Louceiro deveria mudá-lo... Mudá-lo para quê?... Júdice esclarecia: para que (Pampilhosa)
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 5 Vox populi O Corvo Qual o balanço que faz do trabalho do Governo e do primeiro-ministro, José Sócrates? O rasganço Ana Batista Barcouço S teven Spielberg renunciou, em meados do mês, ao seu cargo de conselheiro artístico dos Jogos Olímpicos de Pequim, acusando a China de pouco fazer para travar o Desde que este Governo foi eleito nada melhorou no país, genocídio em curso no Darfur. A propósito do gesto do realizador, o Diário de Notícias muito pelo contrário. Subiram impostos, fecharam serviços conversou com Vicente de Moura, presidente do Comité Olímpico de Portugal, que exprimiu públicos como hospitais, maternidades. a sua tristeza com a decisão do cineasta americano, alegando que “não compete ao desporto tomar posições políticas”. O entrevistado afirma mesmo que boicotar os Jogos de Pequim “seria um completo disparate”. Parei o jornal (estava também já na última Vítor Rafael página), e espantei-me (com boca aberta e tudo, em grande teatro). Anadia Dalguma forma, a entrevista é um espelho polido do tempo presente. Nela, com clareza, se mostra a cesura operada na nossa sociedade entre as várias esferas da O Governo de José Sócrates tem vindo a enganar o povo acção humana: há muito abdicámos do homem completo. “Deixemos a política para os português, desde sempre. Não tem sido, e nunca irá ser políticos”, proclama Vicente de Moura. Se a política é, de facto, coisa de políticos e penalizado pelas suas acções como governante. políticos apenas, acabem-se as eleições universais. O presidente do Comité Olímpico português defende-se, invocando o artigo 51º da Carta Olímpica, que proíbe o envolvimento de atletas e dirigentes em movimentos de natureza política. Coisa cobarde Pedro Batista esta, de ter a lei como toca para hibernar a consciência. Antígona, a doce filha de Édipo, Mealhada teria muito a ensinar aos homens de hoje (as mulheres, de resto, são por excelência as professoras dos homens). Muita coisa mudou com o Governo de José Sócrates. Coisas Estranho mundo este de heterónimos. Questionado sobre o Darfur, Vicente de Moura que deveriam mudar, mesmo no sector público, mas para reconhece que “a minha posição enquanto cidadão é óbvia”, mas logo a seguir, “como as quais o povo português não estava preparado. Foi uma presidente do Comité Olímpico de Portugal”, garante não poder responder à pergunta. mudança drástica mas da qual os mais novos irão Quantos homens podem habitar um homem? Ganhámos a peste de Aristóteles: a de tudo beneficiar. Acho mal o encerramento das urgências. arrumar em categorias. Os direitos humanos, aparentemente, são do âmbito da vida cívica; não da profissional: já o devíamos ter aprendido pela análise do capitalismo – o importante é singrar. Falando do boicote aos Jogos de Moscovo, Vicente de Moura reconhece: “Quem não foi perdeu a oportunidade da sua vida e muitos ficaram esquecidos.” Filipa Cruz Há um genocídio em curso no Darfur, tacitamente apoiado pela China, mas, apesar disso Travasso (saibamos relativizar as coisas), é mais importante que os nossos atletas não esbanjem esta oportunidade de subir ao pódio. Acho que ninguém está satisfeito com o Governo de José Eis o ser humano rasgado, que hipotecou a sua unidade. Noutro tempo, dizia Terêncio: Sócrates. Este Governo está a fechar todos os serviços Sou humano, e nada do que é humano me é estranho. Quantos podem hoje afirmar o públicos a que o povo português tem direito. mesmo, nesta época em que, todos especialistas numa coisa qualquer desinteressante, perdemos a capacidade de comunicação entre a filosofia, a arte, a religião, a ciência, o desporto e a política? A cisão entre estas grandes áreas da expressão humana é um dos maiores entraves ao progresso. Veja-se: recomecei as aulas na semana passada. Numa cadeira reflectíamos sobre as várias tentativas de definição do mito. O professor, cansado, concluiu pela impossibilidade de assentarmos numa, pela dificuldade em teorizar o fenómeno. Na aula logo a seguir, porém, outro professor, de área diferente (a bela Filosofia), de imediato aponta no quadro os traços essenciais, delineados com precisão, para que uma qualquer narrativa mereça a distinção de mito. Como é possível tal surdez entre saberes? Por muito que Vicente de Moura queira mentir a si próprio, desporto e política não constituem duas esferas de acção humana irreconciliáveis. Spielberg agiu bem: Pequim 2008 é para a China o que Berlim 1936 foi para Hitler – uma gigantesca operação de propaganda. Leni Riefenstahl produziu para o ditador alemão um documentário dos Jogos em tudo cordato com a ideologia nazi (Olympia, filme de beleza rara, não obstante): era isso que se pedia a Spielberg. A sua atitude mostra que ainda há, afinal, pessoas íntegras. Seguissem outras o seu exemplo. Sabe qual é a melhor forma de atenuar as saudades? É tornar-se assinante do Jornal da Mealhada. *Produtos alimentares Já é assinante? *Frutaria *Charcutaria diversa *Lacticínios, etc. Então actualize a sua anuidade, neste princípio de ano. Rua Dr. José Cerveira Lebre, 18 - Mealhada Telef e fax: 231 202 205 São, apenas, 15 euros. ENTREGAS GRÁTIS AO DOMICÍLIO Horário: das 8h 30m às 13h e das 14h 30m às 19h 30m aos SÁBADOS WWW. WWW. .COM .CO das 8h 30m às 13h 30m e das 15h às 19 h
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 6 Mealhada, capital do Escutismo? Nuno Castela Canilho O Reunião de 20 de Dezembro de 2007 movimento escutista no concelho da Mealhada tem já história digna de referência. Estará já perto da casa dos milhares o número de pessoas, naturais do concelho da Mealhada, ou nele residentes, que passaram, em dado momento do seu percurso de formação pessoal, Participaram na reunião o presidente Carlos Cabral, a vice-presidente, Filomena Pinheiro, e os pelos agrupamentos de escuteiros existentes na área do município, desde há cerca de trinta vereadores José Calhoa Morais, António Jorge Franco, Gonçalo Breda Marques, João Pires e Carlos anos. É uma história de perseverança e sucesso que culmina, agora, com a formação, junto dos Marques. Porque os assuntos já foram quase todos noticiados pelo Jornal da Mealhada, apenas escuteiros de todo o país, da imagem desta região como sendo acolhedora para os escuteiros, transcrevemos o seguinte, esclarecendo que os títulos são da responsabilidade da direcção. ideal para a realização das suas actividades de ar livre e dotada de todas as características para a vivência perfeita dos ideais escutistas. No concelho da Mealhada, nesta altura, o agrupamento de escuteiros mais antigo é o de Casal Comba. Um grupo pujante, com a adesão de grande número de crianças e jovens. Estarão criadas Executivo-excluídos? as condições para garantir que o futuro seja cheio da mesma perseverança que caracterizou o agrupamento no passado. Um passado em que construiu uma sede própria, a pulso, aberta à O vereador João Pires tomou a palavra para referir que os vereadores do PSD se comunidade, que deve ser motivo de orgulho para toda a freguesia. Seguem-se, pela antiguidade, sentem Executivo-excluídos, assim designou, uma vez mais. Só através do jornal é que os agrupamentos da Pampilhosa e de Barcouço. O primeiro é um agrupamento bem consolidado, tomaram conhecimento que a Câmara tinha organizado um evento para divulgação dos com o espírito de dedicação ao próximo enraizado e detentor de um forte sentido de serviço vinhos da Mealhada. O vereador António Jorge Franco respondeu que a mostra tinha cívico. O agrupamento de Barcouço é um bom exemplo da perenidade dos valores escutistas, da sido da responsabilidade dos produtores e não da Câmara Municipal. resistência do escutismo face a outros apelos provavelmente menos proveitosos. O grupo dos O vereador João Pires disse que o que passou para a comunicação social foi que a escuteiros da Mealhada é o mais recente, apesar de ter sido nesta freguesia que, na década de Câmara Municipal é que organizou o evento. O vereador Franco confirmou que de facto setenta do século passado, nasceu o primeiro grupo do concelho. Grupo que acabou por não o evento tinha sido organizado com o apoio da Câmara Municipal. perdurar, como não perdurou o agrupamento de escuteiros de Ventosa do Bairro. O vereador João Pires disse ainda que na inauguração dos Campos de Ténis da Os quatro grupos existentes têm características que os diferenciam uns dos outros, reflectem Mealhada estiveram presentes o presidente, a vice-presidente, o vereador António as especificidades das comunidades onde estão implantados e têm demonstrado viver em Jorge Franco e também o presidente da Junta de Freguesia de Mealhada, mas os conformidade com os ideais escutistas, em partilha, em fraternidade. Os dirigentes dos vereadores do PSD não sequer tiveram conhecimento de como se realizaria o evento. agrupamentos do concelho da Mealhada têm mostrado estar unidos pelo mesmo ideal e, em O vereador Franco retorquiu que não houve qualquer inauguração, mas apenas um vários momentos, têm-se mostrado disponíveis para trabalhar em conjunto e assumir torneio. O vereador João Pires referiu que os vereadores do PSD se sentem mal com responsabilidades no movimento escutista ao nível regional e nacional. essas situações, que são recorrentes. O escutismo no concelho da Mealhada encontra-se agora numa segunda fase da sua existência. Depois da implantação na juventude local, vive um momento em que procura abrir-se ao resto da comunidade escutista nacional e internacional e serve de plataforma, como porto de abrigo, para a vivência escutista de jovens de outras proveniências. O concelho da Mealhada está localizado numa zona central do território nacional continental, Junta de Freguesia da Pampilhosa perto do mar e perto da serra, e está bem servido de transportes. Reúne todas as condições para ser acolhedor. A somar a estes atributos está a Serra e a Mata Nacional do Buçaco e a publicidade repudia declarações de vereador que dela e das suas belezas fazem os escuteiros que a vêem todos os dias. Em consequência, o número dos grupos de escuteiros que têm realizado actividades na área deste município tem A Câmara Municipal tomou conhecimento do manifesto de desagrado e repúdio, aumentado significativamente nos últimos meses. Poderão contabilizar-se em muitas centenas apresentado pela Junta de Freguesia de Pampilhosa, pelas declarações proferidas pelo os escuteiros, portugueses e estrangeiros, que, desde Setembro de 2007, por exemplo, realizaram vereador Carlos Marques, transcritas na acta da reunião da Câmara actividades no concelho da Mealhada. As sedes dos agrupamentos de Casal Comba e da Municipal de 8 de Novembro de 2007, a propósito de um incêndio que havia ocorrido Pampilhosa, os campos da Vera Cruz e do Vale do Sobreiro, junto do Pego, propriedades dos na vila da Pampilhosa. agrupamentos da Pampilhosa e da Mealhada, respectivamente, têm contribuído O vereador Carlos Marques disse ter estado presente na reunião da Assembleia de significativamente para o referido aumento. Freguesia de Pampilhosa em que o presidente da Junta se referiu a esse assunto. Disse O acolhimento, feito por escuteiros a escuteiros, resulta da vivência dos princípios de vida que o presidente da Junta de Freguesia, de facto, havia falado de forma muito encrespada que o escutismo promove. Hoje, no concelho da Mealhada, são já muitas as entidades que têm e violenta e, na altura, tinha optado por permanecer calado. Disse que o que referiu na colaborado no acolhimento feito aos escuteiros que visitam o município. A Associação Recreativa reunião da Câmara Municipal foi aquilo que havia sido transmitido no local aos e Cultural ‘Os Amigos do Pego’, o Grupo de Santa Cristina e a Associação Jovens Cristãos de Luso, vereadores do PSD, por pessoas que lá estavam. Se errou ao dizer o que disse, foi por exemplo, têm sido inexcedíveis na cedência graciosa de instalações. Espaços que, quase porque foi induzido em erro por essas pessoas, tendo frisado não ter tido qualquer semanalmente, lhes têm sido solicitados para acolhimento de escuteiros vindos de fora. Estes intenção de pôr em causa o trabalho, tanto do presidente da Câmara ou do presidente são bons exemplos de parceria entre as associações. Parceria que ajuda a construir, com da Junta de Freguesia de Pampilhosa. Acrescentou não lhe ter parecido de bom-tom a benefícios de interesse colectivo, uma imagem do concelho da Mealhada como terra de forma como o presidente da Junta se lhe dirigiu. Parece-lhe que o mesmo está a tentar hospitaleira. Os escuteiros de outras paragens que visitam o município consomem bens e retirar algum dividendo político da situação. Disse ainda que vai esclarecer o assunto serviços no território municipal. Para além disso, nas suas casas, nas suas comunidades, darão também com o Presidente da Junta de Freguesia da Pampilhosa. conta da boa imagem que daqui levam, transmitirão aos seus familiares a vontade de regressar, provavelmente. O edifício da extinta Escola Básica 1 da Quinta do Valongo é, desde o início do ano de 2008, a sede de um núcleo do Corpo Nacional de Escutas, o Núcleo Centro-Norte da Região de Coimbra. Compra do Cineteatro do Luso Esse núcleo congrega os agrupamentos dos concelhos de Mortágua, de Penacova e da Mealhada e da parte do concelho de Coimbra situada a norte do Rio Mondego. No domingo, 24 de Fevereiro, A Câmara Municipal tomou conhecimento do Despacho do presidente, com data de 3 reuniram-se, naquele local, quatrocentos escuteiros. Voltarão, certamente. A Câmara Municipal de Dezembro de 2007, que aprovou a aquisição do Cineteatro do Luso, pelo valor de da Mealhada cedeu as instalações, certa de que — acreditamos — o local poderá ser um foco de duzentos e treze mil seiscentos e vinte e cinco euros. dinamização da população da Quinta do Valongo e da zona envolvente. O vereador Breda Marques referiu que os vereadores do PSD se congratulavam pela Apostados em demonstrar que o desenvolvimento do concelho da Mealhada se efectuará, em aquisição do imóvel, tendo salientado que mais difícil do que a aquisição será a larga medida, pela capacidade de atrair mais pessoas, Câmara Municipal, agentes económicos, recuperação e a dinamização do espaço. associações e agrupamentos de escuteiros e outras entidades têm agora uma oportunidade para O presidente disse que há uma série de anos que se estava a trabalhar no sentido dar as mãos e para criar pontes no sentido de melhorar, cada vez mais, o acolhimento que poderá da aquisição do imóvel, que estava devoluto há mais de vinte anos, em termos de fazer-se às centenas de jovens que visitam o município regularmente. A par do turismo utilização para qualquer efeito. Disse que a primeira vez que teve conhecimento da gastronómico, do turismo histórico, do turismo religioso e do turismo desportivo, já em tentativa de venda do imóvel foi através duma imobiliária nacional, por um preço desenvolvimento neste concelho, estão dar-se passos para, quase sem esforço, o concelho da inacessível. Entretanto foi feita uma avaliação por um perito da Lista Oficial do Tribunal Mealhada vir a ser uma referência no campo do turismo de aventura e da vivência escutista. da Relação de Coimbra e feita uma proposta, com base nessa avaliação, e que foi aceite pela proprietária. Colaboradores: Gerência Alfredo Santos (Tófê) - Alice Correia Godinho - André Vaz - Ângelo João Pega, António Martins e Edmundo Carvalho Baptista - Ana Pinho - Andreia Ferreira - António Breda Carvalho - JM - Jornal da Mealhada, Limitada António Marques Lopes - António Messias - António N. Neves - Sede e redacção Rua das Escolas Novas, n.º 36, Apartado 30 - 3050-901 Mealhada António Pinho - Artur Lousado - Augusto Dias - Augusto Oliveira - Soc. por quotas - Capital: 13 650 euros Escolas Novas, 3050- Meal alhada Rua das Escolas Novas, n.º 36 - 3050 -901 Mealhada Branquinho de Carvalho - Bruno Peres - Carlos Amorim - Carlos Telef. e fax : 231 203 167 elef Matriculada na CRC da Mealhada sob o n.º 4/870717 Mamede Inácio - Corália Canas - Daniel Vieira - Diana Silva - Diogo E-mail: jornaldamealhada@mail.telepac.pt Director: Nuno Castela Canilho Castela Canilho - Fernando Lopes de Almeida - Fernando Morais - Ferraz da Silva - Firmino José Andrade - Helderix - João D. Loureiro - www.jornaldamealhada.c alhada.com www.jornaldamealhada.com Director-adjunto: Afonso Simões João de Oliveira - João Lousado - José Calhoa - José Dias - José Redacção Tiragem média 4200 exemplares Augusto Oliveira - José Oliveira - José Felgueiras - Júlio Costa - Manuel Contribuinte: 501 854 444 - Número de Registo do Título no ICS: 110975 - Afonso Simões (CNID n.º 1536) - Isabel Canilho (Cart. prof. CR Balsas - Manuel Santos - Manuel Vicente - Mário P. Saraiva - Miguel Depósito legal 34 609/90 n.º 402) - Mónica Sofia Lopes (Cart. prof. CR n.º 401) - Nuno Castela Midões - Nazaré Silva - Nuno Salgado - Rafaele Mannarino - Reinaldo Impressão Canilho (Cart. prof. n.º TE 363) - Rosa Gonçalves - Santos Luís Costa - Renato Ávila - Rui de Carvalho - Santos Luís - Sónia Leite FIG - Indústrias Gráficas, SA Composição e paginação Oliveira - Vitor Gomes Rua Adriano Lucas 3020 - 199 Coimbra Isabel Canilho - Nuno Castela Canilho Reportagens fotográficas ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA Tiago Ângelo - Foto Dany - Foto Rei - Foto Nogueira DA IMPRENSA REGIONAL
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 7 Região C/Gerência de Américo Lopes Lebre Protesto vindo de Anadia chegou, também, à Mealhada Telems: 966 047 177 964 206 118 Sociedade de Mediação Imobiliária, Lda Licença n.º 1736 - AMI Tel: 231 202 387 Av. 25 de Abril n.º 7 N o sábado, dia 23 de Fevereiro, à tarde, alguns habitantes do concelho de Anadia, em cerca de meia centena de viaturas, protestaram contra o encerramento das Fax: 231 205 666 3050-334 MEALHADA urgências no Hospital de Anadia. O protesto, em forma de buzinão e marcha lenta, depois de percorrer as localidades do concelho de Anadia chegou à Mealhada. “Anadia continua em luta”, podia ler-se nos cartazes colocados nas viaturas usadas VIVENDAS NOVAS no protesto. Pela décima sétima vez, desde 2 de Janeiro, os anadienses protestaram - Vivenda tipo T-3 – Luso - Aquecimento Central, Lareira, Aspiração Central, Churrasqueira, contra o encerramento das urgências e, agora também, pelo silêncio de Ana Jorge, ministra Escolha acabamentos da Saúde, que foi nomeada à vinte e cinco dias. - Vivenda Tipo T-4, Vimieira, excelentes áreas – Só 160 000,00 euros - Vivenda Tipo T-4 – Sernadelo – óptimas áreas – ESCOLHA ACABAMENTOS – ULTIMA PARA Litério Marques, presidente da Câmara Municipal de Anadia, não esteve presente no VENDA buzinão. José Manuel Ribeiro, presidente da Assembleia Municipal de Anadia e deputado - Moradia tipo T-4 – Urbanização de Sepins, Boa exposição Solar – ESCOLH A pelo PSD na Assembleia da República, representou o poder político na oposição à medida ACABAMENTOS – 165 000,00 euros do Governo. RSG - Vivenda T-4 – Cúria – Aspiração, Placa, Forno, Garagem, Boas Áreas – 165.000,00 euros - Vivenda T-4 – Pampilhosa – Lareira, Garagem, Exaustor, Esquentador, Placa, Forno – 160.000,00 euros - Vivenda Tipo T-3 – Ventosa do Bairro - Aq. Central, Aspiração Central, Garagem Dupla, Churrasqueira – 165.000,00 euros - Vivenda Tipo T-3 – Murtede – Pré Instalação aquecimento e Aspiração central – 127.500,00 euros APARTAMENTOS NOVOS - Tipo T-2 e T-3 com garagem, com grandes áreas, na URBANIZAÇÃO QUINTA DOS COUTOS – Mealhada - T-2, T-3, T-2 Duplex e T-3 Duplex – Alto dos Cucos , na Pampilhosa – Óptimas áreas, com Garagem - T-2, T-3 – LUSO – Quinta da Tapada (a partir de 82 500,00 euros) - T-2 – Aguim – Duplex, com 2 garagens, Espectacular, excelente negócio - T-1, T-2 e T-3 - com garagem, boas Áreas, boa exposição solar - a partir de 80 000,00 euros – S. Romão – Mealhada ARRENDAMENTOS - Loja com 40 m2 – 300,00 euros / Mês no centro de Mealhada - Loja com 56 m2 Com Garagem, bem localizada, com muita montra – Choupal - Mealhada - Escritórios – Centro da Mealhada Guarda Nacional Republicana - - T-3 – Murtede – 300,00 euros/ Mês T-1 – Povoa do garção / Ventosa – 175,00 euros/ Mês - Quarto com Wc privado, entrada privada – Mealhada – 100,00 euros Oito apreensões por excesso de álcool, DESTAQUES DA SEMANA e três por condução sem habilitação - Vivenda – T-3 – dependências, terreno, churrasqueira, lareira – Enxofães – 120.000,00 - Vivenda – T-3 – r/c e sótão, furo, árvores de fruto, forno, churrasqueira, lavandaria – com 1962 m2 área – Pedrulha / Mealhada - Vivenda – T-3 – Aquecimento central, Lareira, Churrasqueira, excelentes áreas – apenas a madrugada de domingo, 24 de Fevereiro, o Grupo Territorial de Aveiro da Guarda 145.000,00 euros – Aguim N Nacional Republicana efectuou uma fiscalização de trânsito, operação a que chamou quot;Negaça 63quot;. Os objectivos da operação incidiram sobre a fiscalização de condução sob o efeito de álcool, consumo de substâncias psicotrópicas, condução - Vivenda – Tipo T-3 – Rés-do-chão e Sótão, terreno, Poço, Como Nova – Aguim - Vivenda – T-3 – 1400m2 de Terreno – Pedrulha – 90 000,00 euros – Bom Negócio - Vivenda Tipo T-3, com garagem Ampla, aquecimento central, terreno, furo, Excelentes áreas – Silvã ilegal de veículos, erros de condução e comportamentos de risco, atitudes ilegais e - Vivenda Tipo T-2 – Sargento Mor – Souselas – 75.000,00 euros socialmente censuráveis que têm representado um dos maiores riscos à segurança e integridade física dos condutores e de terceiros. No decorrer desta operação foram - Apartamento – T-4 + Garagem – Em frente à estação de caminho de ferro – Excelentes áreas – Bom Negócio – Só 95.000,00 euros efectuadas acções de inspecção a estabelecimentos comerciais e de diversão nocturna. - Apartamento – T-3 – Quinta da Nora – Mealhada, excelentes áreas, boa exposição solar A operação resultou em cinquenta autos por infracções ao Código da Estrada, oito – Garagem Dupla - Apartamento – T-3 – São Romão-Mealhada – mobilado, garagem – 122.500,00 euros detenções pela condução de veículo com uma taxa de álcool superior a 1,20 gramas/ - Apartamento –T-3 - Choupal – Mealhada – garagem, coz equipada – 119.000,00 euros litro no sangue e três detenções por condução sem habilitação para a condução de -Apartamento – T-3 – Quinta Coutos – Mealhada – como novo, Aq Central, cozinha equipada, lavandaria, despensa – Garagem veículos. - Apartamento – T-3 – São Romão – Mealhada – Pré Inst. de Aquec.. Central e de RSG Aspiração Central, garagem – Como Novo -Apartamento – T-3 – Quinta Dos Coutos – Mealhada – como Novo, recup. calor, placa forno exaustor, garagem – 120.000,00 euros - Apartamento – T-2 – centro da Pampilhosa (120 M2) – 85.000,00 euros – VENDA Plano de Desenvolvimento Social URGENTE - Apartamento – T-2 – Praça Choupal – Mealhada – excelentes áreas, recup. de calor – 96.500,00 euros - Apartamento – T-2 – centro da Mealhada, boas áreas, ultimo andar – 88 000,00 euros abrange o concelho da Mealhada - Apartamento – T-2 – remodelado – Curia – Só 55.000,00 Euros - Apartamento – T-2 – Lareira, Garagem, Piscina, 150 m2 – Mealhada - Apartamento – T-2 – com garagem, boas áreas, lareira, como novo – 75.000,00 euros – LUSO - Apartamento – T-2 – Murtelas – Mealhada, excelentes áreas, com garagem e H á poucos dias foram apresentados aos diversos actores sociais dos municípios aparcamento, 150 m2 -125 000,00 euros que integram a NUT III do Baixo Vouga, algumas propostas do Plano de - Apartamento – T-2 – Boa Exposição Solar, remodelado – Curia – 65 000,00 euros Desenvolvimento Social (PDS). O concelho da Mealhada foi um dos dez concelhos - Apartamento – T-2 – São Romão/Mealhada – Garagem, aquecimento, lareira, placa, forno, exaustor – Só 95.000,00 euros do sul do distrito que albergou este plano de diagnóstico social feito concelho a concelho. O reforço da rede e do horário das creches, a requalificação dos centros de acolhimento temporário de crianças e jovens e mais casas de abrigo para as vítimas de violência doméstica são algumas das propostas PDS apresentadas. Promovido pela TERRENOS PARA CONSTRUÇÃO Plataforma Supraconcelhia, que reúne, desde 2006, as redes sociais (CLAS) de dez - Terreno Para Moradia Isolada, Lameira S. Pedro / Luso concelhos do sul do distrito - Aveiro, Anadia, Águeda, Albergaria-a-Velha, Estarreja, Sever - Terreno Para Moradia Isolada, Lameira de S. Geraldo / Vacariça do Vouga, Ovar, Murtosa, Ílhavo, Vagos, Oliveira do Bairro e Mealhada -, o plano resulta - Terreno – viabilidade de construção – Silvã – 30 000,00 euros - Terreno - Pampilhosa do diagnóstico social feito concelho a concelho. É apresentado como uma “ferramenta”, que define os objectivos e as estratégias capazes de dar resposta às necessidades tidas como prioritárias, mas, agora, numa abordagem que privilegia a dimensão intermunicipal TRESPASSES - Café, Snack-Bar, em funcionamento, bem localizado, no centro de Mealhada; dos problemas e a sustentabilidade das soluções. - Café, Snack-Bar, com ser viço de refeições, bem localizado, no centro de O objectivo central é promover o planeamento concertado, a nível supraconcelhio, Pampilhosa; da organização dos recursos, das respostas e dos equipamentos sociais na região. MSL + informações visite o nosso site: www.urbicontacto.com
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 8 Mealhada Sala cheia para ver e ouvir Festa para assinalar aniversário “Mealhada e Coimbra da sagração da igreja – ontem e hojequot; N o dia 29 de Março perpassam dezasseis anos sobre a cerimónia de sagração da igreja paroquial da Mealhada, pelo Bispo D.João Alves. Para assinalar a data vai realizar-se, no domingo, 30 de Março, nas imediações da igreja um almoço convívio que servirá também de angariação de fundos para a gestão e manutenção do edificio. Às 10h 30m, terá inicio a Eucaristia dominical na igreja da Mealhada presidida pelo Bispo de Coimbra, Dom Albino Cleto, que assim se associa à festa de aniversário. Segue- se o almoço-convívio. As inscrições para o almoço-convívio têm o valor de 7.50 euros por pessoa e podem ser feitas junto dos membros do Conselho Económico da paróquia, das comissões de capela e dos serviços paroquiais. MSL Segurança Social da Mealhada Novas instalações inauguradas a 3 de Março A s instalações do Serviço Local da Mealhada do Centro Distrital de Aveiro, sujeitas recentemente a obras de remodelação, vão ser inauguradas no próximo dia 3 de Março, segunda-feira, às 11 horas, com a presença de António Nogueira de Lemos, “Mealhada e Coimbra – ontem e hoje” foi o nome da apresentação documentada de vogal do Conselho Directivo do Instituto da Segurança Social. diapositivos que na tarde de sexta-feira, 22 de Fevereiro, encheu o auditório da Biblioteca As instalações deste serviço que abrange toda a área do concelho da Mealhada, Municipal da Mealhada. José Branquinho de Carvalho, médico estomatologista, e foram remodeladas de acordo com a nova imagem da Segurança Social. Foram feitas coleccionador de fotografias e de diapositivos, mostrou e comentou cerca de duzentos obras de remodelação no valor de cerca de cenco e cinquenta mil euros. diapositivos da sua colecção perante uma vasta plateia, mostrando sempre imagens do As obras realizadas têm o propósito de melhorar substancialmente as condições de passado e do presente de vários locais das cidades de Coimbra e Mealhada. Imagens dos acessibilidade e permanência dos utentes nos serviços, quer pelo aumento das áreas fins do século XIX e da primeira metade do século XX, bem como imagens da actualidade disponíveis de sala de espera quer pelas condições de conforto. que lhe corresponde. Os serviços a disponibilizar nas novas instalações são o de atendimento geral, Esta iniciativa foi promovida pelos elementos da direcção da Associação de prestação e acção social, tesouraria e Serviço de Verificação de Incapacidade (SVI). Os Aposentados da Bairrada, com a colaboração da Câmara Municipal da Mealhada. Manuel utentes dos concelhos de Anadia e Oliveira do Bairro passarão a usufruir também destes dos Santos, presidente da direcção da Associação de Aposentados da Bairrada, foi quem serviços. fez a abertura do encontro. “Esta é a terceira iniciativa cultural que a Associação de “A Direcção do CD de Aveiro agradece publicamente a disponibilidade e o apoio Aposentados da Bairrada realiza. A nossa associação é também um centro de cultura”, disponibilizado pela Câmara Municipal da Mealhada e pelos Bombeiros Voluntários da disse. Manuel Santos fez também uma pequena apresentação do coleccionista Branquinho Mealhada, na instalação dos serviços durante o período das obras”, disse Manuel Ruivo, de Carvalho: “Para além de todo o seu grandioso percurso como médico, o doutor Director Adjunto da ISS, I.P. - Centro Distrital de Aveiro, em comunicado. RSG Branquinho sempre foi um apaixonado pelo coleccionismo, onde se destaca uma vasta colecção de fotografias e diapositivos”. Branquinho de Carvalho, antes de iniciar a sua apresentação comentada, explicou: “Trago, hoje, cerca de trezentos e tal slides com imagens das cidades da Mealhada e de Intervenção dos Viveiros Florestais Coimbra. Existem algumas freguesias do concelho da Mealhada de que não tenho fotografias e lamento, mas não consegui obter esses registos”. Durante a apresentação foram também referidas personalidades, que já falecerem e só daqui a uns meses que tiveram muita importância na Mealhada e em Coimbra, tais como, José Branquinho Os Viveiros Florestais são já há algum tempo propriedade da Câmara Municipal mas de Carvalho e Costa Simões. “Eu gosto muito de comentar e mostrar monumentos, mas o não houve ainda qualquer intervenção de limpeza do espaço. O Jornal da Mealhada fundamental são as pessoas e há que falar nelas”, acrescentou Branquinho de Carvalho. procurou informações junto do presidente da Câmara Municipal da Mealhada (CMM), Imagens, como, a gravura geral da Mealhada, em 1669, a do Jardim Municipal da Carlos Cabral, que garantiu que em Junho, deste ano, as obras vão ter início. Mealhada, em 1937, a da Rua Dr. Cerveira Lebre, a da primeira corporação dos Bombeiros “Vai ser criado um espaço com uma grande diversidade de actividades. Vamos iluminar Voluntários da Mealhada e a das Portas de Coimbra, no Buçaco. Terão sido estas as muito bem toda a zona, vão ser construídas pistas para caminhar, correr, fazer jogos, imagens que mais se destacaram e obtiveram mais comentários por parte das mais das etc., vai haver também uma cafetaria, um picadeiro e um espaço para actividades livres, sessenta pessoas participantes na sessão. vão ser retiradas alguns milhares de árvores e outras vão ser repostas”, afirmou Carlos Por falta de tempo só puderam ser vistos, nessa tarde, parte da colecção, duzentos Cabral numa sessão pública, que se realizou em 14 de Dezembro de 2007, na Escola slides, contudo, Branquinho de Carvalho fez um balanço positivo da apresentação. Básica 2,3 da Mealhada. Na altura, o presidente da CMM, dirigindo-se aos alunos daquela “Correu muito bem, acho que fiz uma boa selecção dos slides que mostrei aqui hoje. escola, garantiu: “Ainda antes do final do vosso ano lectivo vão ver esta obra começada”. Alguns slides tiveram comentários mais extensos e, por isso, não conseguimos ver todos Passados dois meses, ao Jornal da Mealhada, Carlos Cabral afirmou: “Está a decorrer, os restantes. Vamos tentar fazer outra apresentação, num outro espaço, onde possam de momento, o processo burocrático de adjudicação da empreitada. As obras vão começar, assistir ainda mais pessoas”, disse Branquinho de Carvalho. de certeza, antes do final do ano lectivo”. MSL Após um lanche, Manuel Santos concluiu: “Convido todos os presentes a virem assistir a apresentação do livro de António Messias intitulado ‘Pelos trilhos da Pampilhosa’, aqui, na Biblioteca Municipal da Mealhada, no dia 28 de Março, mais uma iniciativa cultural”. Mónica Sofia Lopes ETAR da Mealhada está em remodelação A Estação de Tratamentos de Águas Residenciais (ETAR) da Mealhada está a sofrer obras de remodelação na sua estrutura, contudo encontra-se a funcionar dentro dos parâmetros normais. “A Câmara Municipal da Mealhada está, efectivamente, a proceder a obras de LOCAL DE VENDA do Jornal da Mealhada na Pampilhosa remodelação e manutenção da estrutura da ETAR da Mealhada, para dar continuidade PAPELARIA MARIA DA CONCEIÇÃO DIREITO ao seu funcionamento, contudo encontra-se a funcionar dentro dos parâmetros normais”, afirmou António Jorge Franco, vereador da autarquia, ao Jornal da Mealhada. MSL
    • Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008 9 Carqueijo Próximo fim-de-semana Sábado, 1 de Março Acidente nos semáforos Teatro sem vítimas graves Camilo de Oliveira no cineteatro Messias C erca das 15h 40m do dia 24 de Fevereiro, domingo, duas viaturas ligeiras chocaram na estrada nacional número 1, perto dos semáforos do Carqueijo sendo a causa mais provável do acidente o facto de os semáforos se encontrarem em vermelho e N a noite sábado, às 21h30m, a peça “O meu rapaz é rapariga” de Camilo de a condutora da viatura não se ter apercebido do trânsito parado. Oliveira será apresentada no cineteatro Messias, na Mealhada, na estreia da No local estiveram presentes dezoito bombeiros da corporação dos Bombeiros digressão nacional. Esta comédia conta com Camilo de Oliveira, Amélia Voluntários da Pampilhosa, com duas ambulâncias e um carro de desencarceramento. Videira, Vítor Emanuel, Sandra B.e Alexandre Silva, no seu elenco. Após as manobras de desencarceramento da vítima do carro que embateu, por A comédia de Camilo de Oliveira, “O Meu Rapaz é Rapariga”, conta a história de precaução, devido às queixas de dores nas costas, a acidentada foi conduzida ao Hospital um empresário transmontano bem sucedido no ramo da tinturaria que, após ver a da Universidades de Coimbra. RSG sua mulher fugir com o seu irmão, decide ir para Lisboa procurar o filho que não vê há anos. Ao chegar à capital, o empresário encontra o filho com um amigo e percebe, com o passar do tempo, que esse é homossexual. A trama gira, então, em volta da Vimieira homossexualidade do filho, uma escolha que o pai não aceita e que o leva a fazer de tudo – inclusive contratar uma prostituta – para que o seu menino pródigo mude de Incêndio florestal orientação sexual. O espectáculo tem já lotação esgotada. Campeonato Nacional de Marcha > Ver página 14 sem causa conhecida Domingo, 2 de Março N a Vimieira, no domingo, dia 24 de Fevereiro, cerca das 21h 30m foi dado o alerta de um incêndio florestal, sem causa conhecida. Segundo a segunda Comandante Maratona BTT do Núcleo Sportinguista dos Bombeiros Voluntários da Pampilhosa, “ultimamente têm surgido alguns incêndios nesta zona, sem causa aparente”. À frente das operações de combate ao incêndio estiveram os Bombeiros Voluntários da Pampilhosa com quatro viaturas de combate a Maratona BTT com a presença incêndio e vinte e um homens. RSG do ciclista Marco Chagas Buçaco O Núcleo Sportinguista da Mealhada, com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada (CMM), vai organizar, no domingo, 2 de Março, uma prova de Arciprestado da Mealhada ciclismo todo-o-terreno, Maratona BTT – “As Quatro Maravilhas da Mesa da Melhada: Água, Pão, Vinho e Leitão”, inserida no campeonato de maratonas da Gândara e Bairrada. Esta prova será apadrinhada pelo ciclista Marco Chagas, que organiza Via-sacra estará presente na Mealhada nesse dia. A prova será denominada “Serra do Buçaco” e terá início pelas 9 horas, no Jardim Municipal da Mealhada, em frente aos Paços do Concelho. “O almoço, no final, será servido na Escola Profissional Vasconcellos Lebre, onde vão estar presentes as Quatro Maravilhas da Mesa da Mealhada”, afirmou U ma Via-Sacra, no Buçaco, organizada pelos elementos do Arciprestado da Mealhada, vai decorrer no domingo, 9 de Março. O Arciprestado da Mealhada, que abrange as paróquias da Mealhada, António Ferraz, na conferência de imprensa de apresentação da maratona que decorreu em 9 de Fevereiro. Pampilhosa, Vacariça, Luso e Casal Comba, está a organizar este encontro aberto Lions Clube da Mealhada a toda a comunidade. A iniciativa vai começar com um almoço-convívio junto do Convento de Santa Cruz. Seguir-se-á uma Eucaristia, às 15 horas, seguida da Via-sacra pelos Passos Almoço de homenagem da Paixão e pelas Capelas do Buçaco, animados pelos diversos movimentos das paróquias do arciprestado. MSL ao Padre Abílio Simões e à AJCL N o domingo, 2 de Março, pelas 13 horas, vai decorrer um almoço, na Quinta dos Três Pinheiros, em Sernadelo, onde serão entregues os galardões de Cidadão PUBLICIDADE do Ano e de Instituição do Ano. Esta acção é promovida pelo Lions Clube de Mealhada. No ano de 2007, a direcção do Lions Clube de Mealhada atribuiu o galardão de *Serigrafia * Brindes publicitários Cidadão do Ano, ao Padre Abílio Simões, que será entregue a título póstumo, e o galardão de Instituição do Ano, à Associação dos Jovens Cristãos do Luso. Empresa da região centro / norte Procura agentes / Os interessados em participar nesta homenagem, deverão formalizar a sua revendedores inscrição até hoje, quarta-feira, 27 de Janeiro, num dos seguintes locais: Quinta dos Três Pinheiros, jornal Mealhada Moderna (Centro Comercial Jardim), Jornal da Na zona de Cantanhede, Mealhada e Águeda Mealhada (Rua das Escolas Novas), junto de qualquer companheiro do Lions Clube Contacto: 968 518 205 da Mealhada ou pelos números de telemóvel 966377074 ou 914874197. O preço por pessoa, com participação no almoço, é de 17,50 euros. NOVAS INSTALAÇÕES na Praça do Choupal, n.º 24 Apartado 47 - na MEALHADA pauloabadelda@mail.telepac.pt Telefone 231 209 030 fax: 231 209 039