Sociedade de Mediação
         Imobiliária, Lda              Ano XXII
         Licença n.º 1736 - AMI        N.º 678
  Av....
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
  10


    Quatro Maravilhas da Mesa da Mealhada

   Núcleo Sportinguista da Mealhad...
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
                                                                                    ...
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
  12



                                                                            ...
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
                                                                                    ...
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
14
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
                                                                                    ...
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
  16


                                                                             ...
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
                                                                                    ...
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008

3,284 views
3,174 views

Published on

Versão integral da edição n.º 678 do semanário “Jornal da Mealhada”, que se publica na Mealhada, distrito de Aveiro, Portugal. Director: Nuno Castela Canilho. 13.02.2008.
Visite o site do “Jornal da Mealhada”, em http://www.jornaldamealhada.com

Não se esqueça de que pode ver o documento em ecrã inteiro, bastando para tal clicar na opção “full” que se encontra no canto inferior direito do ecrã onde visualiza os slides.
Também pode descarregar o documento original. Deve clicar em “Download file”. É necessário que se registe primeiro no slideshare. O registo é gratuito.

Para além de poderem ser úteis para o público em geral, estes documentos destinam-se a apoio dos alunos que frequentam as unidades curriculares de “Arte e Técnicas de Titular”, “Laboratório de Imprensa I” e “Laboratório de Imprensa II”, leccionadas por Dinis Manuel Alves no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt , www.slideshare.net/dmpa,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

Published in: Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,284
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jornal da Mealhada - n.º 678 – 13.02.2008

  1. 1. Sociedade de Mediação Imobiliária, Lda Ano XXII Licença n.º 1736 - AMI N.º 678 Av. 25 de Abril n.º 7 Preço: 0,60 euros 3050-334 Mealhada www. .com 966 047 177 964 206 118 231 202 387 Director: Nuno Castela Canilho Fax: 231 205 666 Director-adjunto: Afonso Simões Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008 PSD da Mealhada Comissão política E se a SAL demitiu-se Página 9 perdesse concessão Hospital da Misericórdia da Mealhada da Água de Luso? Comerciantes e hoteleiros ameaçam impugnar Situação evoluiu contrato de concessão da água e das Termas de Luso favoravelmente Página 11 Carnaval da Bairrada Desfile terá de voltar a mudar de lugar Páginas 12 e 13 Páginas 2 e 3 Restaurante quot;O Leitãozinhoquot; Santa Luzia Telefone e ffax: 239 918 110 elef a Dia dos Namorados - 14 de Fevereiro Ementa especial (para 2 pessoas) bebidas n/ incluídas Arroz de polvo mariscado - 20 euros Festival de Marisco - 27,50 euros Leitão à Bairrada - 20 euros Picanha - 19 euros Bife Grelhado - 18 euros COM MÚSICA AO VIVO (CONJUNTO SERENO & SERENATA)
  2. 2. Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008 10 Quatro Maravilhas da Mesa da Mealhada Núcleo Sportinguista da Mealhada A 2 de Março, Maratona BTT com maravilhas à mesa O Núcleo Sportinguista da Mealhada, com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada (CMM), vai organizar, no dia 2 de Março, uma prova de ciclismo todo-o-terreno, Maratona BTT – “As Quatro Maravilhas da Mesa da Mealhada: Água, Pão, Vinho e Leitão”, inserida no campeonato de maratonas da Gândara e Bairrada. Esta prova será apadrinhada pelo ciclista Marco Chagas, que estará presente na Mealhada nesse dia. A apresentação da maratona realizou-se no sábado, 9 de Fevereiro, numa conferência de imprensa, na sala Buçaco do Grande Hotel de Luso. Para apresentar a Maratona BTT estiveram presentes do Núcleo Sportinguista da Mealhada, Filipe Castela, presidente da direcção e ainda Carlos Coelho e António Ferraz. António Jorge Franco, vereador do desporto da Câmara da Mealhada, também esteve presente. A prova será denominada “Serra do Buçaco” e terá início, no dia 2 de Março, pelas 9 horas, no Jardim Municipal da Mealhada, em frente aos Paços do Concelho. “O almoço, no final, será servido na Escola Profissional Vasconcellos Lebre, onde vão estar presentes as Quatro Maravilhas da Mesa da Mealhada”, afirmou António Ferraz. Filipe Castela declarou: “Para além das Quatro Maravilhas da Mesa da Mealhada, temos uma quinta maravilha no concelho que é a Serra do Buçaco que, para nós, é o pulmão de Portugal”. O presidente da direcção do Núcleo Sportinguista da Mealhada continuou: “O nosso objectivo, com esta conferência, é o de também mostrar as estatísticas que temos tido no nosso site. Esta prova, que vamos realizar, tem tido uma grande adesão e feito com que muitas pessoas visitem o nosso site. Também podemos ver, na nossa anos pagam cinco euros, e os jovens entre os quinze e os dezoito anos pagam dez euros. página, que os restaurantes do concelho estão aderir muito bem ao nosso projecto. Quando Todos os inscritos, com idade inferior a dezoito anos, têm de entregar o termo de os procurámos para pedir apoio, sabendo que estamos ligados às Quatro Maravilhas, responsabilidade, que se encontra no site, devidamente assinado pelo encarregado de aceitaram logo”. educação, juntamente com fotocópias do bilhete de identidade de ambos. As inscrições António Jorge Franco referiu: “Este tipo de provas já tem alguma tradição, mas o Núcleo estão abertas até ao dia 24 de Fevereiro de 2008, inclusive, ou até ao dia em que a Sportinguista da Mealhada pediu à autarquia, para este ano, a ligarmos às Quatro organização decida e informe que estão encerradas. “Qualquer pessoa se pode inscrever Maravilhas da Mesa da Mealhada. É bom esta associação do concelho ter esta iniciativa desde que seja possuidor de uma bicicleta”, concluiu Filipe Castela. ligada ao desporto porque é uma forma de incentivar a juventude para a prática do desporto”. “Neste momento, já temos cinquenta e duas pessoas inscritas, mas estamos preparados Os interessados podem inscrever-se no site www.sportingmealhada.com, na loja para receber setecentas inscrições. As inscrições que já temos, e que podem ser consultadas Bicisports, na Mealhada, ou na sede do Núcleo Sportinguista da Mealhada (na Rua Visconde no site, provêm de todos os pontos do país. A pensar nisto, quem se inscrever na prova e Valdoeiro, nº43, na Mealhada). Cada participante, no acto de inscrição, pagará quinze pretender ficar cá a passar a noite, terá um desconto de quarenta por cento no Grande euros que incluirá a participação na maratona de quarenta ou de oitenta quilómetros; Hotel do Luso”, informou António Ferraz. apoio com água, fruta e barras energéticas em duas zonas do percurso; seguro de acidentes O regulamento da prova, os sponsors que já aderiram e a lista de inscritos são algumas pessoais; placa de dorsal, banho quente, almoço; e lembrança alusiva ao evento. As crianças, das informações que podem ser consultadas no site www.sportingmealhada.com. com menos de dez anos, não pagam o almoço, as crianças que tenham entre dez a quinze Mónica Sofia Lopes Dia dos Namorados “Quatro Maravilhas da Mesa da Mealhada” Concurso junta empresários Empresários foram incentivados do concelho da Mealhada a participar no projecto A N Associação de Municípios Portugueses de Vinho (AMPV), em a sexta-feira, 1 de Fevereiro, decorreu uma reunião entre alguns elementos da Câmara Municipal da parceria com a Câmara Municipal de Mealhada e com os Mealhada (CMM) e os comerciantes, hoteleiros e empresários do concelho, no auditório da Biblioteca estabelecimentos aderentes à campanha “Vinho com moderação, Municipal da Mealhada. O objectivo da reunião foi o de apresentar um projecto que visa identificar faz bem ao coração”, promove até quinta-feira, 14 de Fevereiro, Dia os empresários que tenham presentes nos seus estabelecimentos as “Quatro Maravilhas da Mesa da dos Namorados, um concurso, que está a decorrer no sítio da internet Mealhada: Água, pão, vinho e leitão”. www.ampv.pt. Da CMM estiveram presentes Filomena Pinheiro, vice-presidente da autarquia, António Jorge Franco, Para participar neste concurso, basta escrever uma frase alusiva vereador do desporto, e Dora Matos. Numa primeira fase, foi apresentado o júri que determinará os ao “Vinho” e ao “Amor”, sendo que as frases mais criativas serão estabelecimentos a identificar e que será contempladas com um almoço ou jantar, para dois, em um dos constituído por representantes da Escola de estabelecimentos aderentes. No nosso município, são aderentes os Hotelaria e Turismo de Coimbra e Agricentro. O restaurantes “Pedro dos Leitões” e “A Adega”, do Conjunto Turístico Júri irá avaliar se os comerciantes respeitam Quinta dos Três Pinheiros, e ainda o Hotel Eden e a unidade de Turismo as regras para pertencerem à marca das de Habitação “Vila Duparchy”, no Luso e a Pensão Residencial Hilário, “Quatro Maravilhas da Mesa da Mealhada”. em Sernadelo. Depois de o júri fazer a avaliação dos O objectivo desta iniciativa é estimular os consumidores, comerciantes que concorreram, vai ser particularmente os mais jovens, a usufruir dos prazeres do vinho. Por colocada uma bandeira ou uma placa, em cada outro lado, pretende-se chamar a atenção dos empresários da restaurante, padaria, residencial, hotel, etc. do restauração, produtores e consumidores para os vinhos produzidos concelho com a designação quot;Quatro Maravilhas em cada município. da Mesa da Mealhadaquot;. No dia dos namorados, em qualquer um dos estabelecimentos Na reunião os elemntos da Câmara aderentes, durante o almoço ou jantar, haverá, ainda, a possibilidade Municipal informaram que o regulamento de de concorrer a um fim-de-semana nas Pousadas de Portugal. MSL atribuição da marca está a ser ultimado.
  3. 3. Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008 11 Santa Casa da Misericórdia da Mealhada “É caso único em Portugal, um Mercado Municipal ser propriedade privada”, afirmou João Peres A reunião da Assembleia de Irmãos da Santa Casa da Misericórdia da Mealhada realizou-se no domingo, 10 de Fevereiro, no salão nobre do Lar Cânova Ribeiro, na Rua Doutor Costa Simões, na Mealhada. A aprovação, por unanimidade, do orçamento e do plano de actividades para o ano de 2008 foi um dos pontos em discussão, onde foram também focados, com maior relevância, a situação do Mercado Municipal e a do serviço de Urgências do Hospital da Misericórdia da Mealhada (HMM). No início da reunião João Peres, provedor da Santa Casa da Misericórdia da Mealhada, declarou: “Sobre o Hospital houve uma evolução muito grande do ano de 2007 para 2008. A comunidade local e dos arredores está a aceitar muito bem esta valência. Temos que ter em conta que a Mealhada abriu um hospital quando todos os outros concelhos fecharam serviços de saúde”. Sobre o orçamento e o plano de actividades para o ano de 2008 o provedor explicou: quot;Os custos do pessoal preenche mais de trinta por cento do orçamento da Santa Casa. Outro dos grandes custos é o fornecimento de serviços externos, tais como, médicos, enfermeiros e mensalidade que se pode cobrar aos utentes. A quer na previsão das receitas, quer nas despesas. Somos profissionais de assessorias de muitas áreas, que precariedade das pensões e o aumento do custo de vida da opinião que a Assembleia-Geral aprove o plano de trabalham a recibos verdes”. João Peres ainda falou da das famílias é um problema que reflecte as alterações da actividades e orçamento para o ano de 2008”. área que mais preocupa a mesa administrativa da Santa sociedade actual. A manter-se esta situação, vai ser difícil João Peres ainda salientou algumas das actividades Casa: “Dentro do Hospital, o que mais nos afecta, em investir na criação de melhores condições para os utentes. propostas para o ano de 2008: “Este documento do Plano termos de receitas, são as urgências. É uma despesa muito Na infância, a nossa instituição é muito conceituada na de Actividades são a bíblia para o ano de 2008, contudo, grande que se tem com médicos e enfermeiros, que nossa zona, quer pelas instalações, quer pelos serviços poderá vir a sofrer alterações ao longo do ano, até porque ultrapassa os quatrocentos mil euros. Que fique claro que prestados. Temos uma grande lista de espera na creche. a área da saúde está sempre a sofrer alterações, a nível as urgências dão sempre prejuízo, mas é sempre o serviço Contudo, as nossas mensalidades estão muito baixas em nacional. Relativamente, ao serviço de Apoio Domiciliário, que a comunidade mais precisa. Se o Hospital da relação às nossas congéneres. Temos que estudar esta tentando dar cumprimento à exigente legislação em Misericórdia fechasse as urgências, teria lucro no seu situação e aumentar um pouco as mensalidades. Sobre o matéria de higiene e segurança alimentar, continuamos a orçamento, contudo, o número de urgências está aumentar mercado, tem havido uma discordância entre a pesquisar equipamento mais adequado para o transporte de dia para dia”. O provedor acrescentou ainda: “O Sistema Misericórdia e a autarquia. Entendemos que a sua de refeições. Em relação à valência da infância, Integrado de Gestão de Inscritos para Cirurgia (SIGIC) vai remodelação e adequação às exigências legais actuais continuamos a desenvolver o projecto que visa a criação representar dois milhões e setecentos euros de receita. (higiene e segurança) e demais comodidades (acessos e de uma escola privada de 1º Ciclo do Ensino Básico. Na Os cuidados continuados têm uma receita grande, estacionamento) não faz parte da nossa missão, nem área da saúde, vamos tentar ter inovações em todos os contudo, ainda não equilibra só com vinte camas. A receita teríamos capacidade financeira para tal. É caso único em departamentos: consulta externa, bloco operatório, das urgências anda na ordem dos cento e cinquenta mil Portugal, um Mercado Municipal ser propriedade privada. internamento, urgência, fisioterapia, medicina do euros e estamos a fazer cerca de vinte urgências, por dia. Chamámos a atenção da Câmara da Mealhada para esta trabalho, medicina do desporto, tratamento dos resíduos Felizmente, o HMM está a correr bem e não estamos situação, eles fizeram-nos uma proposta e nós achámos hospitalares, controlo de qualidade, farmácia, arrependidos de nos termos mantido nesta valência, mas, os valores baixos, ridículos. Por fora, mandámos fazer informatização, acordos com entidades e sub-sistemas e de qualquer forma, ainda é esta valência que condiciona uma avaliação e estamos à espera dos valores para no serviço social (Cuidados Continuados – com o aumento os investimentos em todas as outras. O saldo do HMM é enviarmos à autarquia. A nossa vocação é na área social, de mais camas, Unidade Móvel Domiciliária e Gabinete de negativo em cerca de quinhentos mil euros com todas as da infância, da terceira idade e da saúde”. Gestão de Reclamações”. amortizações feitas. Sem as amortizações teríamos um Américo dos Santos, presidente do Conselho Fiscal, Manuel Jacinto, presidente da mesa da assembleia- saldo positivo de trezentos mil euros”. leu um parecer, acerca do documento do Plano de geral, concluiu: “Em relação à saúde, a nova Ministra da Em relação às outras valências da Santa Casa da Actividades e Orçamento para o ano de 2008, que referia: Saúde, Ana Jorge, defende muito os cuidados continuados. Misericórdia da Mealhada, João Peres explicou: “Em “O documento apresenta-se formalmente bem elaborado Estamos à espera que isto se venha a colocar em prática e relação aos idosos temos também um prejuízo. Pretende- e sem fundamento para censura. O Plano de Actividades que o nosso concelho venha a ser um dos beneficiados”. O se prestar um serviço de qualidade que na maior parte aborda questões e desafios de elevada pertinência para Orçamento e Plano de Actividades para o ano de 2008 foi dos casos não se consegue ligar directamente à a instituição e o orçamento denota preocupação de rigor, aprovado por unanimidade. Mónica Sofia Lopes No dia 14 de Fevereiro DIA DOS NAMORADOS Venha jantar ao Restaurante O CASTIÇO Jantar romântico com Leitão assado à Bairrada Av. Cidade de Coimbra- Mealhada Telef. 231 202 941
  4. 4. Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008 12 CA R N A V A L D Mudar o local do desfile do Carnaval Luso-Brasileiro da Bairrada? Actual sambódromo já não tem capaci N a terça-feira, dia de Entrudo, 5 de Fevereiro, e depois de o corso do Carnaval Luso- Brasileiro da Bairrada 2008 ter terminado, surgiram algumas críticas, negativas, por parte do público e de alguns elementos das escolas de samba, sobre as condições acusticas do sambódromo, onde, desde 2001, se realizam os desfiles de Carnaval. O assunto é, portanto, motivo de debate público e o Jornal da Mealhada foi perguntar: E se o sambódromo mudasse de sítio? Viveiros florestais são sítio preferido mas Avenida 25 de Abril também é possibilidade. No centro das críticas dos foliões está as dificuldades de projecção do som de cada escola no percurso e o facto de elas ficarem partidas cada vez que fazem uma curva. E o percurso tem quatro curvas... O percurso do Carnaval Luso-Brasileiro da Bairrada é feito, desde 2001, no sambódromo Luís Marques, na Mealhada, junto à zona desportiva da cidade. Nos últimos anos, e com o crescimento desta festa, a nível de escolas, participantes e aumento das dimensões dos carros alegóricos, o percurso tem-se revelado pequeno para um desfile cada vez maior e que, há dois anos, levou à abolição da segunda volta do cortejo. “O sambódromo já não tem capacidade para receber o corso do Carnaval da Bairrada. Mudar para o antigo corso, dentro da cidade, também seria impossível porque os carros alegóricos estão muito grandes Mealhada, Carnaval de 1979 e haveria ruas que já seriam pequenas para estas dimensões. A Rua Dr. Cerveira Lebre, na Mealhada, é um samba e seria uma forma daquele espaço vir a ser direcção da Escola Juventude de Paquetá. “O recinto actual bom exemplo disso. A nossa escola gostava de ver o corso rentabilizado”, afirmou Ricardo Ferreira, presidente da é muito pequeno para as seis escolas. Todas as escolas do Carnaval ser realizado nos Viveiros Florestais. Também direcção da escola de samba GRES Batuque. evoluíram muito a nível de alas e neste local ficam aí podiam ser feitos os barracões para cada escola de Opinião semelhante tem Fátima Silva, presidente da divididas. Nunca dá para ver uma escola inteira na avenida. Álvaro Miranda poderá não ser recandida mas garante não deixar dívidas nem pro N a terça-feira, 5 de Fevereiro, dia de Entrudo, após o desfile do corso do Carnaval Luso-Brasileiro da Bairrada de 2008, foi colocada a hipótese, pelos dirigentes da direcção da Associação de Carnaval da Bairrada (ACB), de outro evento relacionado com Carnaval se vir a realizar nos próximos dias para colmatar o alegado prejuízo da não realização do desfile de domingo. Novas eleições na ACB, que deverão decorrer em breve, podem levar a que nova direcção venha a presidir esta associação e essa realização seja adiada. “Não sabemos, ainda, se o cancelamento do desfile no domingo de Carnaval provocou muito ou pouco prejuízo. Agora estamos a fazer contas e se acharmos que há necessidade, pensaremos em realizar outro evento”, afirmou Álvaro Miranda, presidente da direcção da ACB. Sobre o tipo de evento que poderá vir a ser feito, Álvaro Miranda explicou: “Não fazemos ideia do que poderá vir a ser feito, se realmente for feito. Não será nenhum desfile de Carnaval Luso-Brasileiro, até porque este Carnaval assenta na figura do rei e Alexandre Borges já voltou para o Brasil”. Questionado se já há uma ideia do valor das receitas e despesas do Carnaval 2008, o presidente da direcção da ACB disse: “Já há uma ideia de números, mas em definitivo não posso dizer nada”. “Apesar do cancelamento do desfile de domingo, a terça-feira de Carnaval foi excelente. Correu tudo muito bem a nível de organização. As vedações e as bancadas estiveram à altura do evento. Também não surgiu qualquer tipo de percalço e não houve acidentes”, acrescentou Álvaro Miranda. Segundo o presidente da direcção da ACB “em breve vai ser marcada uma assembleia da associação para apresentarmos contas e fazermos eleições”. Questionado se os elementos da direcção que preside se voltam a candidatar, Álvaro Miranda concluiu: “Não está nos meus horizontes voltar a recandidatar- me e ficar mais três anos à frente desta associação, mas ainda é prematuro estar a falar nisto. Agora uma coisa tem que ficar assente: não quero deixar nenhum problema e nem nenhuma dívida para uma futura direcção”. MSL
  5. 5. Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008 13 D A B A IR R AD A pacidade para o espectáculo Se fosse uma avenida, recta, o Carnaval podia seriam controlados. A Avenida 25 de Abril, na oferecer outro tipo de espectáculo ao público. Mealhada, seria um local que podia albergar isso, Para mim o melhor sítio seria onde o Carnaval nem que se tivesse que fazer mais dias de desfile era feito antigamente, no centro da cidade, mas para rentabilizar as bancadas. Por exemplo, faziam- já que vão arranjar os Viveiros Florestais era se três desfiles, um no sábado à noite, e outros dois, um bom local para se construírem as sedes das nas tardes de domingo e de terça-feira. O Arquivo escolas de samba e uma grande avenida, onde Municipal seria um bom local para os sambistas se seria o sambódromo. Até porque, se realmente vestirem e os carros alegóricos teriam uma grande fizerem um parque de lazer nos Viveiros Florestais, estrada para passarem. Claro que tenho noção que e não usufruírem dele, vai acabar por ser isto seria difícil de se realizar”. vandalizado”, explicou. Hugo Idalécio, elemento da escola de samba “O local actual não está mal, mas é pequeno. As Amigos da Tijuca, de Enxofães, afirmou: “O espaço escolas, neste momento, estão com capacidades e actual, neste momento, é o mínimo exigível. Se estruturas para realizarem o corso do Carnaval numa conseguissem arranjar uma recta, como é no avenida. Penso que o local ideal seria nos Viveiros Carnaval do Brasil, era muito melhor, a nível de Florestais, tem os metros necessários e era o local logística, de carros alegóricos, etc. Os Viveiros onde podiam ser construídas as sedes das escolas Florestais são um local que é da Câmara da de samba. Também lá se poderia fazer alguma Mealhada, portanto, na minha opinião, não interessa construção direccionado para espectáculos, que onde, mas de facto havia de existir um espaço só também não temos cá nada na Mealhada”, disse para o Carnaval da Mealhada e para tudo aquilo Tony Melado, presidente da direcção da escola de que ele implica”. samba Real Imperatriz, de Casal Comba. Da ACB, Álvaro Miranda, presidente da direcção, Filipe Figueiredo, da Escola Samba no Pé, de disse também: “O sambódromo devia ser uma recta, Sepins, declarou: “Acho que o corso devia ser feito porque assim é mais complicado. Uma recta dá para numa recta e num espaço maior. Andar às voltas, outro tipo de apresentação, mesmo a nível de som como tem sido feito nos últimos anos, é muito de cada escola. Na Mealhada, há sítios que podem complicado. O ideal seria criarem uma recta nos ser trabalhados para que isso venha acontecer, mas Viveiros Florestais e onde se poderiam fazer isso envolve situações que não estão ao alcance da também os pavilhões para as escolas”. ACB. Contudo, no actual sambódromo podemos Da escola de samba Sócios da Mangueira, usufruir dos balneários do Grupo Desportivo, da Henrique Salvador, elemento da comissão de gestão, Escola Profissional e é também de um local que disse: “Já não tem cabimento este percurso que fica junto aos Estaleiros Municipais, para albergar fazemos, actualmente, e temos que pensar numa os carros alegóricos”. nova forma. O ideal seria uma recta e, desta forma, Texto de Mónica Sofia Lopes. Fotos, do Carnaval os horários de saída e chegada de cada escola de 1979, do Arquivo da Sociedade Mangueirense Mealhada, Carnaval de 1979 ndidato Sócios da Mangueira problemas O Carnaval continua… N o sábado, 9 de Fevereiro, realizou-se um jantar de Carnaval, na sede da escola de samba Sócios da Mangueira, na Póvoa da Mealhada. Alguns elementos das outras escolas de samba e da Associação de Carnaval da Bairrada (ACB) estiveram também presentes nesta festa. “O jantar dirigiu-se, principalmente, às pessoas que trabalharam, directa e indirectamente, para que a escola mangueirense pudesse sair à rua. Convidámos também, obviamente, os presidentes de todas as escolas de samba, que ficaram encarregues de escolher levar quem quisessem, das suas escolas”, explicou Henrique Salvador, elemento da comissão de gestão dos Sócios da Mangueira. Da ACB estiveram presentes Artur Ermida e António Ferraz, e da parte da construção dos carros alegóricos estiveram Paulo Burian e o seu assessor, Tiago Pereira. Um jantar, seguido de uma mostra de um filme do corso do Carnaval 2008, e, no final, uma apresentação de samba de cada escola de samba, foi o programa desta festa, onde estiveram presentes cento e quarenta pessoas. “Uma pessoa de fora da nossa escola filmou o Carnaval e foi à nossa sede, neste dia, mostrar-nos. No final, juntámos os elementos das baterias de todas as escolas e tocámos um samba, seguido de um pagode. Foi uma festa muito divertida”, concluiu Henrique Salvador. Na festa dos Sócios, Batuque, Imperatriz e Tijuca também sambaram MSL
  6. 6. Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008 14
  7. 7. Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008 15 PRÓXIMA JORNADA Afonso Simões Crónica da jornada de 10 de Fevereiro - Comentários quot;Bwinquot; Liga Leixões - Boavista Paços de Ferreira - Académica Taça de Portugal Após duas semanas de certa agitação, uma vez que Resultados Marítimo - Porto Fizeram parte desta prova, nesta jornada, alguns o seu treinador João Garrido se tinha demitido após o U. Leiria - Belenenses encontros a suscitarem bastante atenção, como foi o do jogo com o Couvelha, o Luso recebeu, no seu reduto, a Sporting - E. Amadora Sp. Braga - V. Setúbal Taça de Portugal - 6.ª eliminatória Benfica com o Paços de Ferreira, o do Sporting com o forte equipa da LAAC, que comanda a classificação geral Naval 1.º de Maio - Benfica Sporting - Marítimo 2-1 Marítimo e o do Vitória de Setúbal com o Vitória de desta zona sul. Nacional V. Guimarães Benfica - Paços de Ferreira 4-1 Guimarães. Não era um encontro fácil para os lusenses e eles Sertanense - Porto 0-4 quot;Vitalisquot; Liga de Honra Naval 1.º de Maio - Rio Ave 3-1 * Em Lisboa o Benfica recebeu,no Estádio da Luz, a acabaram por perder por 2-0. Santa Clara - Olhanense V. Setúbal - V. Guimarães 1-1 (4-1) ** equipa do Paços de Ferreira.O Paços de Ferreira esteve a No Campo da Carreta, no Carqueijo, a equipa local Penafiel - Beira-Mar Atlético Valdevez - Moreirense 0-3 vencer o encontro até aos quarenta minutos da primeira teve pela frente um conjunto que apostou na subida de Freamunde - Estoril Gil Vicente - Leixões 1-0 * Desp. Aves - Trofense parte. Nessa altura o treinador Camacho decidiu jogar divisão. Era o Macinhatense, que vinha decidido a não Isento: EStrela Amadora Vizela - Varzim * Após prolongamento com dois pontas de lança e o resultado alterou-se perder pontos. Por esse motivo assistiu-se a um encontro Gil Vicente - Rio Ave ** Na marcação de grande penalidades substancialmente, bem como o seu fio de jogo da equipa bem disputado, com todos os intervenientes a darem o Fátima - Feirense 2.ª Divisão - série C encarnada. Deste encontro resultou o apuramento do tudo por tudo para não saírem derrotados do prélio. Portimonense - Gondomar Torreense - Sátão 3-0 Benfica e a eliminação do Paços de Ferreira. Recorde-se A equipa da Macinhata do Vouga só conseguiu um 2.ª Divisão - série C Oliv. Bairro - Caldas 0-0 que este tipo de eliminatória se realiza apenas a uma empate, a uma bola, passados que estavam seis minutos Caldas - Sátão Rio Maior - Pampilhosa 1-1 mão e é apurada para a fase seguinte a equipa que sair para além dos noventa, e já com a equipa local a jogar Pampilhosa - Oliv. Bairro Nelas - Tourizense 2-3 Tourizense - Rio Maior vencedora a partida. Como o Benfica nos jogos do com apenas dez unidades, visto que o árbitro tinha Anadia - Nelas Electrico - Anadia 3-1 Sp. Covilhã - Benfica C. Branco 1-0 campeonato da Liga Bwin já perdeu no seu estádio mais expulsado o seu defesa central e capitão da equipa. A Benfica C. Branco - Eléctrico Penalva Castelo - Abrantes 0-0 pontos do que nos campos alheios, o resultado desta expulsão foi feita quando decorria o minuto dois para Abrantes - Covilhã 3.ª Divisão - série C partida é, de certo modo, compensador e estimulante. O além do tempo regulamentar da partida. Penalva Castelo - Torreense União de Lamas - D. Sandinenses 3-0 encontro terminou com o Benfica a vencer por 4-1. 3.ª Divisão - zona sul 3.ª Divisão - série C Figueirense - Oliv. Hospital 0-0 Arouca - União de Lamas No Estádio José de Alvalade, também em Lisboa, o O Antes, no seu campo, defrontou o Mamarrosa, Tocha - Sanjoanense 0-3 D. Sandinenses - Figueirense S. João de Ver - Tondela 1-2 vizinho Sporting recebeu e venceu o Marítimo por 2-1. O lanterna vermelha desta prova. Mesmo assim o Antes Oliv. Hospital - Tocha Milheiroense - Social de Lamas 2-0 jogo foi um pouco sofrido na segunda parte devido ao não foi além de um empate sem golos. Sanjoanense - S. João de Ver Ac. Viseu - Valecambrense 1-1 atrevimento dos insulares, que venderam cara a derrota. Juniores - 1.ª Divisão - série dos últimos Tondela - Milheiroense Valonguense - Arouca 0-3 No campo de treinos na Mealhada, disputou-se mais Social de lamas - Ac. Viseu Outro encontro de grande importância, uma vez que Distrital - 1.ª Divisão Valecambrense - Valonguense estavam frente a frente dois conjuntos que têm vindo a um derbi concelhio, onde a equipa local recebeu o Fermentelos - Estarreja 2-2 Distrital - 1.ª Divisão realizar um excelente campeonato, realizou-se no Pampilhosa. Estes encontros são sempre bem disputados Cucujães - Fermentelos Carregosense - BARC 1-2 Canedo - Oliveirinha 5-1 Estádio do Bonfim, em Setúbal. A equipa local recebeu o e com alguma calor à mistura. O encontro foi bem Estarreja - Carregosense S. Roque - Arrifanense 2-1 Vitória de Guimarães, que actualmente ocupa a terceira disputado, principalmente na primeira parte, e terminou BARC - Canedo Gafanha - Pessegueirense 1-1 posição na tabela classificativa do campeonato nacional. com um empate a duas bolas. Oliveirinha - S. Roque Sanguedo - Paços Brandão 1-0 Arrifanense - Gafanha Tratava-se de uma eliminatória difícil para qualquer das Juvenis - 2.ª Divisão - série dos primeiros Pessegueirense - Sanguedo Cortegaça - Cesarense 1-1 Águeda - Oiã 2-1 equipas, e a partida veio a terminar com a vitória da A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada jogou mais Paços Brandão - Cortegaça Alba - Cucujães 1-1 equipa local, apenas na marcação de grandes uma vez fora do seu terreno. Deslocou-se ao campo do Cesarense - Águeda 2.ª Divisão - zona sul penalidades. O Vitória de Setúbal foi mais forte e venceu Sporting de Espinho, equipa com a qual jogou. Apesar de Oiã - Alba Mourisquense - Paredes Bairro 2-2 por 4-1. o encontro se realizar num campo bastante difícil e com 2.ª Divisão - zona sul Eirolense - CRAC 2-1 Mealhada - Mourisquense Os restantes encontros eram entre conjuntos de uma equipa a lutar pela subida de divisão, os Paredes Bairro - Eirolense Carqueijo - Macinhatense 1-1 NEGE - Bustos 2-1 campeonatos secundários, como foi o caso da Naval 1.º mealhadenses arrecadaram uma preciosa vitória por 2-0. CRAC - Carqueijo Serém - Águas Boas 3-1 de Maio da Figueira da Foz, que defrontou o Rio Ave. Série dos últimos - série D Macinhatense - NEGE Calvão - Requeixo 2-0 Neste jogo a equipa figueirense venceu por 3-1 mas O Futebol Clube da Pampilhosa foi ao campo do Oiã, Bustos - Serém Luso - LAAC 0-2 Águas Boas - Calvão apenas no prolongamento. No final dos noventa minutos onde perdeu por 2-1. Requeixo - Luso Couvelha - Mealhada 1-3 o encontro estava empatado a uma bola. Iniciados - série dos primeiros LAAC - Couvelha 3.ª Divisão - zona sul Em Barcelos a equipa do Gil Vicente derrotou o A equipa de iniciados do Grupo Desportivo da 3.ª Divisão zona sul Ribeira Azenha - Famalicão 0-0 Leixões por 1-0 e acabou com o sonho leixonense de se Mealhada recebeu a equipa do Loureiro, do concelho de Gafanha d' Aquém - Ribeira Azenha Alquerubim - Bonsucesso 0-6 Famalicão - Alquerubim Antes - Mamarrosa 0-0 manter na prova. Oliveira de Azeméis. No seu primeiro encontro frente à Bonsucesso - Antes Gafanha d' Aquém - Aguinense 4-1 Ficaram apuradas para a próxima eliminatória o LAAC os mealhadenses não foram muito felizes e Aguinense - mamarrosa Juniores Porto, o Sporting, o Benfica, o Estrela da Amadora, a perderam, nos minutos finais, por 1-0. Desta vez, porém, Juniores - 1.ª Divisão série dos últimos 1.ª Divisão série últimos Naval 1.º de Maio, o Vitória de Setúbal, o Gil Vicente e o encararam o jogo com muita vontade e determinação e Fermentelos - Valecambrense Cesarense - Gafanha - Gafanha - Fermentelos 1-0 Moreirense. venceram o seu adversário por 3-2. Gafanha Argoncilhe - Cesarense 0-2 Nacional - 2.ª Divisão - série C Série dos últimos - série D Argoncilhe - Mealhada Valecambrense - Taboeira 0-0 Taboeira - Paços Brandão O Futebol Clube da Pampilhosa foi a Rio Maior jogar O Futebol Clube da Pampilhosa deslocou-se ao campo Paços Brandão - Feirense 2-2 Feirense - Pampilhosa Mealhada - Pampilhosa 2-2 com a equipa local. O Rio Maior está a tentar fugir dos do Bonsucesso, em Aveiro, onde averbou um saboroso 2.ª Divisão - série dos últimos - série C últimos lugares e o Pampilhosa está a tentar chegar a empate a uma bola. Águas Boas - Antes Juvenis uma posição que lhe dê acesso à passagem para a série Infantis Mourisquense - Azurva 2.ª Divisão - série primeiros dos primeiros. Para isso tem de classificar-se até aos No Campo Municipal da Pampilhosa realizou-se um LAAC - Oiã Oliveirense - Milheiroense 0-1 sexto lugar na tabela classificativa. Não era fácil esta dérbi concelhio entre equipas de infantis. O Pampilhosa Bonsucesso - Valonguense Cucujães - Esmoriz 3-1 deslocação para os ferroviários. Sofreram muito para trazer recebeu o Mealhada e, mesmo jogando no seu terreno, Juvenis Sp. Espinho - Mealhada 0-2 Taboeira - Eixense 0-5 um ponto na bagagem. Empataram, a um golo, com um perdeu por 3-0. 2.ª Divisão - série primeiros Bustos - Fermentelos 1-2 tento conseguido já em período de descontos. Foi um A equipa B do Mealhada deslocou-se ao Campo da Milheiroense - Sp. Espinho resultado bastante positivo para os pampilhosenses e Marinha, em Oiã, e, apesar de jogar em campo alheio, Esmoriz - Oliveirense Cucujães - Bustos Últimos - série D um estímulo para a concretização das suas aspirações. O venceu por 6-2. Mealhada - Taboeira Oiã - Pampilhosa 2-0 Anadia, depois de bater o pé ao líder Sporting da Covilhã, Escolas Eixense - Fermentelos Vista Alegre - Águas Boas 3-0 deslocou-se ao campo do Eléctrico, em Ponte de Sor, e A equipa A do Grupo Desportivo da Mealhada (GDM) série últimos Arviscal - Bonsucesso 1-4 foi disputar o primeiro encontro da segunda fase ao sofreu uma derrota por 3-1. Pampilhosa - Vista Alegre O Oliveira do Bairro, já com lugar garantido na série campo do Vilaverdense, e o resultado final do jogo foi Calvão - Oiã Iniciados - série dos primeiros Águas Boas - Arviscal Alba - Arouca 1-4 dos primeiros, recebeu no seu campo a equipa do Caldas, de 1-1. Bonsucesso - LAAC Fermentelos - Guizande 3-4 uma formação que tem lutado para sair dos últimos A equipa do Futebol Clube da Pampilhosa, no seu Iniciados - 2.ª Divisão série primeiros Carregosense - LAAC 3-1 lugares e ainda não conseguiu. O encontro terminou reduto, defrontou o Arviscal e venceu por 4-1. LAAC - Alba Mealhada - Loureiro 3-2 empatado, sem golos, e, assim, o Caldas saiu do Estádio A equipa B do GDM foi ao recinto do Beira-Mar e Arouca - Guizande Relâmpago - Nogueirense 2-1 Municipal de Oliveira do Bairro com um precioso ponto perdeu por 5-2 Loureiro - Carregosense A equipa C do mesmo clube deslocou-se a Oliveira Valonguense - Mealhada Últimos - série D Distritais - 2.ª Divisão - zona sul Fermentelos - Relâmpago Teve início a segunda volta deste campeonato, com a do Bairro e foi derrotada por 3-1. De realçar que a equipa Águas Boas - Arviscal 4-1 Série dos últimos Bustos - Oliv. Bairro 1-1 equipa do Grupo Desportivo da Mealhada a deslocar-se mais nova do GDM está a subir de rendimento. Os Oliv. Bairro - Águas Boas Anadia - Vista Alegre (desconhecido) ao campo dos Olivais, em Couvelha. A equipa do Couvelha resultados não satisfatórios que se têm verificado nos Arviscal - Oiã Bonsucesso - Pampilhosa 1-1 começou mal o campeonato, mas tem vindo a recuperar jogos em que tem tomado parte devem-se ao facto de os Vista Alegre - Bustos Infantis jogo após jogo, motivo pelo qual esta deslocação dos seus jogadores terem menos um ano que os das outras Pampilhosa - Anadia Pampilhosa - Mealhada A 0-3 mealhadenses não se afigurava nada fácil. equipas. Infantis Oiã - Mealhada B 2-6 Calvão - Mealhada A A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada vai entrar Femininos Pampilhosa - Oliv. Bairro Escolas A equipa feminina do GDM jogou em Fermentelos numa fase bastante difícil, tendo pela frente três Mealhada B - Estrela Azul Pampilhosa - Arviscal 4-1 Vilaverdense - Mealhada A 1-1 encontros em que tem necessidade de vencer para com a equipa local e regressou com mais uma derrota, Escolas Beira-Mar - Mealhada B 5-2 manter a segunda posição na tabela classificativa. por 2-1. Mealhada A - Oliv. Bairro Oliv. Bairro - Mealhada C 3-1 Após esta deslocação a Couvelha, os mealhadenses Futsal Mealhada B - Mini Foot-Clube Femininos recebem a equipa do Mourisquense e deslocam-se O Atlético Clube do Luso, num jogo realizado no Mealhada C - Fermentelos Fermentelos - Mealhada 2-1 depois ao campo do LAAC, comandante da prova. Pavilhão do Barrô, do concelho de Águeda, com essa Femininos - Mealhada - BARC Futsal A equipa do Mealhada venceu a partida por 3-1, mas equipa, foi derrotado por 9-5. Futsal Barrô - Luso 9-5 encontrou algumas dificuldades, uma vez que a formação O Grupo Desportivo da Mealhada deslocou-se ao Luso - Fundo Vila Lourizela - Mealhada 5-5 Mealhada - Atómicos do Couvelha se bateu muito bem, com o objectivo de Pavilhão do Lourizela, em Sever do Vouga, e conseguiu Juniores - Luso - A M U P B conseguir, pelo menos, o empate. um empate de 5-5.
  8. 8. Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008 16 Futebol Distrital — 1.ª Divisão — zona sul Distrital — 2.ª Divisão — zona sul Couvelha, 1 — Mealhada, 3 Carqueijo, 1 — Macinhatense, 1 Na última jogada do encontro os locais foram Vitória da melhor equipa surpreendidos Jogo no campo do Olival, em Couvelha. No segundo período os Jogo no Campo da Carreta, no Carqueijo. começou a mostrar cartões Árbitro: Carlos Freitas, auxiliado por António Nogueira locais fizeram o golo do Árbitro: Jorge Ferreira, auxiliado por Vítor Cunha e amarelos aos locais por e Nuno Teles. empate por intermédio de Fernando Gomes. tudo e por nada. Numa Couvelha: Mira, Beto (Vitinho, 71m), Andrés, Branco, Rui Filipe, que repôs a Carqueijo: Gato, Samuel, Pedro Madeira, Pedro Brás, jogada dentro da área do Ribeiro, Murta, Miguel Cruz, Xani, Leal, Faíl (Ricardo, 85m) verdade no jogo praticado Tico, Aniceto, Carlão, Eliseu (cap.), Bruno, Tino (Manel, Carqueijo, em que apa- e Rui Filipe. até esse momento. Daí para 65m) e Hugo (Carlos Daniel, 75m). reciam vários jogadores a Treinador: Fernando Brasileiro. a frente imperou a melhor Treinador: José Carlos tentarem meter a bola na Mealhada: Gonçalo Suíço, Bruno Sereno, André (Cação, condição física da equipa Macinhatense: Manel, Hugo (cap.), Ruizinho, Marcaç baliza de Gato, dois joga- 74m), Gonçalo Alves, Carlos Simões, João Cruz (Godinho, visitante e os golos do (Tozé, 46m), Márcio, Vivas, Lima, Cardoso I, Daniel, Paulo dores da equipa visitante 45m), Licas, Idálio (cap.), Fábio, Tiago e Pedro Gil (Roberto Grupo Desportivo da Cesar e Cardoso II. chocaram e Daniel ficou Branco, 57m). Mealhada foram Treinador: Durvalino Lima. inanimado no chão, sendo Treinador: Valério Ferreira. aparecendo com toda a Ao intervalo: 0-1 necessário chamar uma Ao intervalo: 0-1 naturalidade. Marcadores: Tino (16m), para o Carqueijo, e Cardoso I ambulância para que ele Marcadores: Rui Filipe (67m), para o Couvelha, Carlos Roberto Branco a desfez (96m), para o Macinhatense. fosse socorrido no Simões (9m), Roberto Branco (72m) e Tiago (80m), para o empate aos setenta e dois hospital.Em consequência o Mealhada. minutos e Tiago confirmou Assistiu-se a um bom controlada. Após algumas desta paragem o árbitro a vitória aos oitenta jogo de futebol, em que a oportunidades falhadas concedeu sete minutos para Numa tarde de autêntico empate, cortando uma equipa da casa, pelo esforço para ambos os lados, o minutos.Foi a vitória certa além dos noventa. Neste Verão, o Mealhada levou de jogada quando a bola se e abnegação que deu ao intervalo chegou com os de quem lutou para vencer. período foi o descalabro. O vencida a aguerrida equipa encaminhava para a baliza. encontro, não merecia um locais a vencerem por 1-0. O Couvelha ainda tentou árbitro expulsou Eliseu, que do Couvelha, que tudo fez Aos trinta e três minutos desfecho desfavorável. No segundo período o encurtar a diferença entre era o cérebro principal da para virar a seu favor os foi a vez de Andrés falhar o O Macinhatense, nos jogo foi mais movimentado, os números do marcador defesa da equipa da casa, e acontecimentos. golo do empate, que parecia primeiros, minutos deu a principalmente pela acção mas a melhor condição o Machinhatense carregou A equipa comandada por iminente, mas os defen- sensação de querer resolver dos visitantes, que tudo física e uma melhor defesa sobre os defensores locais. Valério Ferreira marcou o sores mealhadenses impe- o jogo rapidamente, mas a faziam para chegar ao golo. dos mealhadenses, sem Nessa avalanche os visi- seu primeiro golo quando diram que isso equipa local, aos poucos, Os locais, porém, muito esquecer a boa prestação tantes vieram a conseguir o estavam decorridos apenas acontecesse, mandando a foi tomando conta do jogo e serenos, não lho permitiam. de toda a equipa, fizeram empate a um minuto dos sete nove minutos, por inter- bola para canto. Nesta com que o resultado se médio de Carlos Simões e altura o Couvelha merecia mantivesse favorável aos com grande ajuda do o golo do empate, mas o voisitantes. guardião da casa, Mira. intervalo chegou com A equipa de arbitragem Perto da meia hora de apenas o golo marcado por esteve a contento. jogo, Carlos Simões evitou o Carlos Simões. Manuel Balsas Distrital — 3.ª Divisão — zona sul Gafanha d'Aquém, 4 — Aguinense, 1 Goleada oferecida Jogo no Campo da Gafanha do Carmo, Aveiro Árbitro: Joel Sousa, auxiliado por Pedro Ribeiro e João Gomes. Gafanha d’Aquém: Bruno, Diogo (cap.), Alexandre, João, Márcio, Tiago (Hugo, 69m), Abel, Paulo Sérgio, Orlando (Texeira, 77m), Cândido e Ricardo (Vieira, 66m). Treinador: Álvaro Rocha Aniceto com a bola controlada vai fazer o centro para o golo do Carqueijo Aguinense: Filipe, Eurico, Bruno (cap.), Castro, Rui (Diogo, 55m), Sérgio Fernandes, Nelson (Paulo César, 66m), Sousa, Sérgio Campos (Caló, 33m), Eduardo e Futre. à passagem do minuto Algumas defesas arrojadas concedidos pelo árbitro. Treinador: Amadeu Ferreira dezasseis, numa boa jogada, de Gato também foram Foi um resultado injusto, ou Ao intervalo: 1-0 Aniceto, pelo flanco direito, retardando o golo do talvez não, uma vez que o Marcadores: Sérgio Fernandes (8m, pb), Abel (48m), Vieira (75m e 84m), para o fez um belo centro para o Macinhatense. O treinador Machinhatense, na segunda Gafanha, e Sousa (88m), para o Aguinense. coração da área. Aí, Tino desta equipa fez entrar Tozé parte, criou oportunidades elevou-se e, de cabeça, para o lugar de Marçal. To- suficientes para chegar ao Sem nada ter feito para isso, o Gafanha d’ Aquém goleou o Aguinense. atirou a contar. zé veio dar mais desen- empate, que conseguiu. Contribuíram para isso as falhas constantes do sector defensivo destas equipa, Reagiram os forasteiros, volvimento ao ataque e o Esta partidacustou à mas a defesa do Carqueijo Carqueijo passou por equipa da casa dois preci- as perdidas e hesitações incríveis do seu sector atacante, na hora da verdade, e estava a actuar muito várias situações de aflição. osos pontos que estiveram ainda as alterações constantes, às vezes inexplicáveis, operadas na equipa, pelas serena e não permitia a A partir dos setenta e sempre ao seu alcance. mais variadas razões, que deverão ser devidamente analisadas pelos responsáveis entrada dos visitantes na cinco minutos o árbitro, que O árbitro só pecou na do futebol aguinato. Salvou-se a equipa de arbitragem. Tofê sua área com a bola até tinha estado bem, ponta final. Vende-se VENDE-SE Vende-se CADEIRA DE RODAS ELÉCTRICA 2001- Audi A3 1.6 de 2001- Nacional Honda Hornet 600 (Por falecimento do proprietário) Ano: 2002 c/ 26.000 km. Ponteira Leovinci Óptimo estado Bico de pato. Outros extras, de cor azul Contactos - 231 930 737 Contacto- 912 723 738 Contacto - 965 554 000 964 953 666
  9. 9. Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008 17 Futebol Futebol feminino Juniores — 1.ª Divisão distrital — série dos últimos Campeonato Distrital Mealhada, 2 — Pampilhosa, 2 S. C. Fermentelos, 2 G. D. Mealhada, 1 Derbi disputado com muito empenho José Dias quot;Leoasquot; mais eficazes Jogo no campo de treinos do GDM, na Mealhada. Em pouco tempo os locais passaram de vencidos para Jogo no Campo Constantino M. Duarte, em Fermentelos. Árbitro: Rui Patrício, auxiliado por Sérgio Saldanha e a posição de vencedores. Com este golo ficaram endiabrados Árbitros: Paulino Duarte, auxiliado por Rúben Santos e Alberto Diogo. e puseram em perigo por várias vezes a baliza da equipa Joaquim Dinis. Mealhada: Ricardo Branco (cap.), Diogo Rocha, Romeu, adversária. Fermentelos: Tânia, Alves (Ana Filipa, 75m), Marta, Luís Carlos, Marco Ferreira (Rocha II, 25m), Marquito, Aos dezoito minutos Roberto fez tudo bem feito, entrou Marissol, Diana (cap.), Carina, Guida, Fátima, Tatiana, Roberto Branco, Luís Mendes (Cláudio, 65m), Lameira na área e rematou, mas o efeito dado à bola fez com que esta Hedy e Soraia (Lee, 85m). (Emanuel, 68m), Pedro Machado e Hugo Henrique. seguisse uma trajectória diferente da que levaria à baliza. Treinador: Paulo Gato Treinador: José Carlos Rocha O treinador do Pampilhosa verificou a tempo que a Mealhada: Ana Murta, Bárbara, Celina, Laura (Jessica, Pampilhosa: Vieira, Ruben Xina, (60m), Carlos, João equipa estava a necessitar de sangue novo e fez entrar no 75m), Diana, Cláudia (cap), Rita Valença, Raquel João, Paulo, Nelson, Álvaro, Jorge, João Pedro (Nuno, 32m), jogo Nuno e Gil, que foram colocar ordem naquele meio Anita, Marisa e Andreia. Viegas, Ivan (Gil, 32m) e Diogo. campo, que andava à deriva. Treinador: Idálio Duarte. Treinador: Fernando Rodrigues Até ao intervalo a equipa da casa ainda dispôs de duas Ao intervalo 1-0 Ao intervalo: 2-2 excelentes oportunidades para aumentar o resultado. Numa Marcadoras: Diana (37m) e Carina (59m) para o Marcadores: Luís Mendes (13m) e Roberto Branco dessa oportunidades em que não marcou, o seu adversário Fermentelos, e Anita (88m), para o Mealhada. (16m), para o Mealhada, e Rúben (1m) e Nuno (43m), aproveitou para, em contra-ataque muito rápido, fazer o para o Pampilhosa. golo do empate, por intermédio de Nuno, quando decorria A jogar diante do seu público, as “Leoas” do Fermentelos procuraram assumir as despesas do desafio desde o início, conseguindo alguma ascendência sobre a equipa do Mealhada, beneficiando, inclusive, de situações para abrir o activo nos minutos iniciais. Contudo, a resistência da formação da Mealhada acabaria por ser quebrada aos 37 minutos de jogo, após a marcação de um canto. A bola ressaltou para a entrada da área e Diana, sem oposição, fez um bonito golo. A formação do Mealhada ainda foi à procura do golo do empate mas nunca atingiu os seus intentos, até porque a formação comandada pelo Paulo Gato deu a entender que havia estudado bem a lição e manteve sempre a bola longe da sua área defensiva. Aos 55 minutos Anita soltou-se muito bem da sua adversária e lançou o primeiro aviso à guardiã local, ao rematar muito forte e fazendo a bola ainda tocar na barra. A equipa visitada foi tapando os caminhos da sua baliza e nunca perdeu o controlo do jogo. De resto, o Fermentelos assumiu claramente a estratégia do contra- ataque e, com isso, obrigou as meninas do Mealhada a Ao centro jogador do Pampilhosa protege a bola com o corpo, evitando que o avançado Luís Mendes do GDM fique muitas cautelas, chegando mesmo a usufruir de situações na posse da mesma para poder dilatar a vantagem. Quase podemos dizer que a equipa do Pampilhosa o minuto quarenta e três. Quem não marca sofre e foi o que Aos 65 minutos, quando o jogo parecia estar mais entrou em campo a vencer por 1-0. Porque, ainda não aconteceu neste encontro. equilibrado, Carina, à entrada da área, fez a bola ir ao estava decorrido o primeiro minuto de jogo e já a equipa No segundo período, embora houvesse várias canto superior direito da baliza adversária, sem dar a visitante vencia o encontro. Houve um atraso de bola de oportunidades para ambos os lados, ninguém foi capaz de mínima hipótese de defesa a Ana Murta. O jogo, no Diogo Rocha para o guarda-redes Ricardo Branco, este não desfazer o empate. Já perto do fim Diogo Rocha mandou entanto, não haveria de terminar sem o golo habitual de compreendeu de quem vinha a bola e apanhou-a com a uma bola à barra, com tudo para fazer o golo. Notava-se Anita, que, uma vez mais, ultrapassou a defesa da casa mão. Foi assinalado um livre directo na pequena área e que a equipa local tinha quebrado as forças anímicas e e, aproveitando a saída de Tânia, fez o golo merecido. Rúben, a quem coube marcá-lo, aproveitou para abrir o psicológicas e já não era capaz de realizar as jogadas A vitória do Fermentelos, mesmo pela margem mínima, activo. vistosas da primeira parte. foi merecida. Com este triunfo conseguiu reforçar a Os locais não tremeram com o golo, foram à procura do A equipa visitante, com jogadores mais corpulentos, liderança do campeonato, a par com o Murtoense. A prejuízo e, quando decorria o minuto treze, empatavam a aguentou melhor o encontro mas, nos minutos finais, equipa da Mealhada, com algumas jogadoras debilitadas partida por intermédio de Luís Mendes. Numa excelente jogou mais com o coração que com a cabeça e as coisas fisicamente, pouco conseguiu fazer para contrariar o jogada, Roberto Branco, pelo corredor esquerdo, levou na frente não lhe saíam tão bem como desejaria. O treinador caudal de jogo e a garra com que a equipa do Fermentelos todos os adversários que lhe apareceram, centrou rasteiro do Mealhada teve de recorrer a dois juvenis, e um até jogou se apresentou. para o coração da área e Luís Mendes teve só que encostar quase o tempo todo, porque Marco Ferreira, aos vinte e A equipa de arbitragem cometeu alguns erros, mas o pé à bola introduzi-la na baliza à guarda de Vieira. cinco minutos, ficou lesionado e teve de ser substituído não teve a mínima influência no resultado final. Ao minuto dezasseis, Pedro Machado, na marcação de por Diogo Rocha II. Airton, o ponta de lança da equipa, foi um livre no lado direito, enviou a bola para o segundo para o Brasil, na quarta feira anterior ao jogo, deixando poste. Surgiu, de imediato, Roberto Branco, encaminhou- a para a baliza de Vieira e este nada pôde fazer para evitar o treinador José Carlos Rocha, sem opções para poder enfrentar o encontro. MOBILADORA PALHOSA, Ld.ª o golo. Por tudo quanto se passou durante o jogo o resultado Móveis em todos os estilos é o mais adequado. Como dizia uma assistente, quot;no final Oficina de reparações ninguém se ficou a rirquot;. Vende-se O árbitro do encontro pecou por não ter sido mais rigoroso em relação a algumas entradas violentas, atitudes Alexandre Simões 966 106 388 em que alguns jogadores abusaram durante todo o jogo. VW- Golf 1.9 TDI VAN de 2004- Nacional VW- VAN Ele não teve influência no resultado e deu, para além dos Fernando Ferreira 966 871 400 Óptimo estado c/ 53 000 km noventa minutos, apenas seis minutos. O guarda-redes do Mealhada esteve a ser assistido por duas vezes e numa delas esteve cerca de quatro minutos sem se levantar. Contacto - 917 879 977 Poderia ter dado mais alguns minutos de compensação, Rua Dr. José Cerveira Lebre que não lhe ficava mal. 3050 - 349 MEALHADA

×