Jornal da Mealhada - n.º 676 – 30.01.2008

  • 3,550 views
Uploaded on

Versão integral da edição n.º 676 do semanário “Jornal da Mealhada”, que se publica na Mealhada, distrito de Aveiro, Portugal. Director: Nuno Castela Canilho. 30.01.2008. …

Versão integral da edição n.º 676 do semanário “Jornal da Mealhada”, que se publica na Mealhada, distrito de Aveiro, Portugal. Director: Nuno Castela Canilho. 30.01.2008.
Visite o site do “Jornal da Mealhada”, em http://www.jornaldamealhada.com

Não se esqueça de que pode ver o documento em ecrã inteiro, bastando para tal clicar na opção “full” que se encontra no canto inferior direito do ecrã onde visualiza os slides.
Também pode descarregar o documento original. Deve clicar em “Download file”. É necessário que se registe primeiro no slideshare. O registo é gratuito.

Para além de poderem ser úteis para o público em geral, estes documentos destinam-se a apoio dos alunos que frequentam as unidades curriculares de “Arte e Técnicas de Titular”, “Laboratório de Imprensa I” e “Laboratório de Imprensa II”, leccionadas por Dinis Manuel Alves no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt , www.slideshare.net/dmpa,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

More in: Technology , Travel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
3,550
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
13
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Sociedade de Mediação Ano XXII d Imobiliária, Lda Licença n.º 1736 - AMI N.º 676 Av. 25 de Abril n.º 7 Preço: 0,60 euros 3050-334 Mealhada www. .com 966 047 177 964 206 118 231 202 387 Director: Nuno Castela Canilho Fax: 231 205 666 Director-adjunto: Afonso Simões Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 II.ª Gala do Desporto do Concelho da Mealhada Prémios para os melhores do desporto concelhio Página 12 e 13 Projecto Luso Inova Pá 50 milhões de euros e mil novos postos de trabalho em 2013 Página 2 Restaurante quot;O Leitãozinhoquot; Santa Luzia Telefone e ffax: 239 918 110 elef a Dia dos Namorados - 14 de Fevereiro Ementa especial (para 2 pessoas) bebidas n/ incluídas Arroz de polvo mariscado - 20 euros Festival de Marisco - 27,50 euros Leitão à Bairrada - 20 euros Picanha - 19 euros Bife Grelhado - 18 euros COM MÚSICA AO VIVO (CONJUNTO SERENO & SERENATA)
  • 2. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 10 Mealhada EB2,3 de Mealhada Promessas de escuteiros na festa do 16.º aniversário Tarde Cultural no do agrupamento Cine Teatro Messias O cineteatro Messias, da Mealhada, encheu, na tarde de 25 de Janeiro, com os cerca de trezentos e cinquenta alunos da Escola Básica 2,3 da Mealhada, que ali se deslocaram para assistir a um espectáculo intitulado Tarde Cultural, promovido pelos alunos do Grupo Disciplinar de Educação Musical, com a colaboração do Grupo de Teatro da escola. “Tínhamos um concerto de Natal marcado, mas, por incompatibilidade com os horários do cineteatro, tivemos de o cancelar. Para não deixarmos o trabalho dos alunos a meio e as suas expectativas defraudadas, estamos a realizar este como um concerto de Ano Novo”, esclareceu Maria Antónia Mota, delegada do Grupo Disciplinar de Educação Musical da escola. “Como o Natal é quando o Homem quiser aqui estamos”, disse. Maria Antónia Mota afirmou ainda: “Esta é uma forma de mostrar o trabalho desenvolvido dentro das aulas, assim como mostrar a capacidade dos alunos”. Os alunos O s escuteiros da Mealhada celebraram, no sábado, 26 de Janeiro, pela décima dos 5.º, 6.º, 7.º e 8.º anos apresentaram, aos seus colegas, músicas cantadas e oitava vez, o cerimonial de compromisso e investidura dos novos escuteiros, na instrumentadas dirigidas e ensaiadas pelos professores de música, Isabel Malato, Maria igreja paroquial da Mealhada. No mesmo dia, o agrupamento, com escuteiros, Antónia Mota, Miguel Moita e Manuela Carrega. O Clube de Teatro apresentou a peça de dirigentes, pais e amigos, comemorou, também, seu décimo sexto aniversário. “O ritual de investidura dos escuteiros, a que se chama de promessas, começa teatro “História do gato que ensinou uma gaivota a voar”, dirigida pela professora normalmente na véspera à noite, com uma vigília de oração, a Velada de Armas”, disse ao Isabel Lemos. RSG Jornal da Mealhada Nuno Canilho, chefe do agrupamento da Mealhada. A Velada de Armas deste ano realizou-se na Capela de Sant’Ana. “Foi nesta capela que se realizou a primeira acção de sensibilização e de recrutamento dos escuteiros do nosso agrupamento. É um local que, para nós, tem um certo simbolismo que quisemos aproveitar”, afirmou o dirigente. Na tarde de sábado os escuteiros visitaram a exposição “Os Fascínio da Imagem”, no cineteatro Messias, na Mealhada, e às 18 horas realizou-se o ritual das promessas propriamente dito, inserido na missa vespertina. Fizeram o seu compromisso oito escuteiros das quatro secções. “O agrupamento atingiu agora um ponto de equilíbrio. Temos uma actividade regular, de qualidade, para escuteiros de todas as idades. O futuro passará, naturalmente, pelo crescimento. Um crescimento sustentado, com o envolvimento de mais adultos, que não poderá fazer perder a grande mais-valia deste agrupamento que é a familiaridade e o crescimento acompanhado e personalizado de cada jovem”, afirmou o chefe de agrupamento. Seguiu-se o jantar, feito pelos pais e amigos do agrupamento e partilhado por todos, que terminou com o cantar dos parabéns e o apagar das velas do bolo de aniversário. As velas “Retratos sem máquina” foram apagadas por três promessas de escuteiro. “Procuramos ter um relacionamento próximo com as famílias dos nossos escuteiros, o que faz com que se criem laços não só com os pais mas também com os irmãos mais novos. Este ano foram o Dinis Rosa, a Mafalda Costa, e o Hugo Neves, crianças com dois, três e quatro anos, que apagaram as velas. Uma homenagem António Lourenço de Oliveira às famílias e ao futuro do agrupamento”, declarou Nuno Canilho. O dia de festa terminou com o tradicional Fogo de Conselho. Os escuteiros realizaram alguns números teatrais e a chefia entregou as insígnias e distintivos como símbolo de lançou livro, em Matosinhos progresso pessoal dos jovens escuteiros. Nuno Canilho aproveitou a oportunidade para António Cardal, o pseudónimo literário do mealhadense António Lourenço de Oliveira, recordar e homenagear os adultos, dirigentes e animadores, que ao longo de dezasseis natural da Mealhada, médico de profissão, fez recentemente, o lançamento do seu anos permitiram a orientação e realização de actividades para as centenas de jovens que já último livro, “Retratos sem máquina”, na Biblioteca Florbela Espanca, em Matosinhos, passaram pelo agrupamento. “Lembro de modo muito especial a dirigente Ana Paula Gouveia, terra onde reside há alguns anos. que foi a primeira chefe da nossa Alcateia, e o Padre Abílio Simões. Já partiram os dois para Joaquim Queirós, director do semanário Matosinhos Hoje, concedeu ao Jornal da o eterno acampamento, mas a sua memória, enquanto existirem escuteiros na Mealhada, Mealhada a gentileza de autorizar a publicação do texto, de sua autoria, publicado no não se apagará”, concluiu o dirigente. referido jornal, a propósito da apresentação do livro de António Lourenço de Oliveira. É por se tratar de um texto com um testemunho forte, marcadamente sensível e de homenagem, que não resistimos a publicá-lo: Rancho Flores do São Romão “Sentados numa cadeira da acolhedora Biblioteca Florbela Espanca, estávamos ali para testemunhar e aplaudir o lançamento de um livro escrito, não só por um amigo, mas sim por um Cabaz de Páscoa pequeno-grande homem, um cidadão que Matosinhos acolheu e que todos nós o vemos, há muitos e muitos anos, a passear como que alheado de tudo, pisando as marcas dos pingos da chuva, com o seu sorriso marcado a compasso e esquadro. Igual para toda a gente. Não se trata de um homem de Letras, mas sim de um distinto homem da Medicina. E os médicos sempre souberam escrever bem, menos nas receitas, que só o farmacêutico é que as consegue ler... Na mesa, dando autógrafos, estava o autor de “Retratos sem Máquina”, António Cardal. O pseudónimo do dr. António Lourenço de Oliveira. No seu habitual sorriso simples, a todos distribuindo simpatia, assim a modos que a pedir desculpa por estar a apresentar mais uma sua obra literária. O comportamento dos grandes homens. “Retratos sem Máquina” é um livro que se lê de um fôlego, como um copo de água fresca. São retratos do quotidiano. Instantes que para muitos passam em correria, mas quando eles surgem perante os olhos de quem tem a sensibilidade quando da palpação de um cidadão que sofre males físicos, tornam-se mais reais e merecedores de registo, do disparar da objectiva da inspiração O grupo de folclore “Flores do São Romão” fez três cabazes de Páscoa, compostos por conjunto alargado de géneros alimentícios que agora vai sortear, através de rifas, como forma de angariação de fundos para as suas actividades. O sorteio realizar- de quem filma a vida em todos os seus pormenores. António Cardal movimenta os se-á no dia 20 de Março, e as rifas podem ser compradas junto dos elementos do grupo. protagonistas do seu livro como Manuel de Oliveira Esta foi a forma encontrada para o grupo angariar fundos, para pagar aos músicos, filma, indo buscar ângulos da nossa existência que ensaiador e para as saídas têm durante o ano. Sem subsídio da Câmara Municipal da passam tantas vezes ao lado mesmo de quem Mealhada e sem a receita das Janeiras - o grupo prescindiu de cantar as janeiras para para eles está a olhar. beneficiar os Bombeiros Voluntários da Mealhada - , o grupo está a passar sérias dificuldades. Um pequeno-grande livro, tal como o seu autor. quot;Precisamos de apoio e essa ajuda pode ser dada comprando rifas. Agradecemos, por isso, Escreva mais, doutor, mantenha a sua caneta- bisturi sempre pronta a rasgar, suturar e sarar as o apoio de todosquot;, disse ao Jornal da Mealhada um dos elementos da direcção do grupo. maleitas humanas”.
  • 3. Quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 11 CA R N A V A L D A B A I R R A D A Festival brasileiro antecipa Carnaval iniciar a contagem decrescente para a grande folia de Carnaval que acontecerá já no A nova tenda gigante, uma espécie de pavilhão improvisado, no Sambódromo Luís Marques, na Mealhada, foi palco, no passado fim-de-semana, de um próximo fim-de-semana. Os grupos “Canta Brasil”, “Sambaê!” e “Samba de Rainha”, vindo verdadeiro festival brasileiro, com a actuação de vários grupos de pagode e mesmo do Brasil, e o disc jockey Fernando Alvim, foram os convidados que animaram as muito samba. Foi uma forma que a Associação do Carnaval da Bairrada encontrou de noites de sexta-feira e sábado, 25 e 26 de Janeiro. “Canta Brasil” “Sambaê!” actuou, encantou a Mealhada mais uma vez, no palco do Sambódromo O grupo de samba “Canta Brasil” foi criado em 1995, no bairro da Boa Viagem, em Salvador da Bahia, mas está em Portugal desde 1999. Constituído por O grupo de samba “Sambaê!”, que já actua nos palcos cinco músicos, duas bailarinas e um vocalista, este grupo do Carnaval da Mealhada há vários anos, voltou a animar dá espectáculos por todo o país. “ Tudo começou há uns oito anos, quando tivemos um convite para fazer uma a noite do passado sábado, na Tenda Gigante. actuação num campeonato de futebol, em Portugal. Na Neto do Cavaco, no cavaco e vocalista, Vanoler, no altura, as pessoas ficaram eufóricas e surgiram convites violão e coro, André, no surdo e coro, Eurico, no pandeiro para participarmos em outras festas, em programas de e coro, Leitão, no rebolo e coro, Venilson, na percussão, e televisão e também por toda a Europa”, explicou Valmi Moura, no baixo, são os elementos desta banda. “Temos Sedução, líder e vocalista da banda. um carinho muito grande pela Mealhada porque a banda Sobre o Carnaval da Mealhada, o vocalista afirmou: “A formou-se aqui, há três anos e meio, mais propriamente, nossa banda conhece o Carnaval da Mealhada, até porque no berço da escola de samba ‘Sócios da Mangueira’”, já actuámos cá em 2000. É muito interessante e tem muitas explicou o Neto do Cavaco. O vocalista continuou: “Nós coincidências com o Carnaval do Rio de Janeiro”. Acerca do povo português, os elementos do grupo “Canta Brasil” têm temos público de norte a sul do país, em Aveiro, Coimbra, opinião unânime. “O público português é muito simpático, Mealhada, Lisboa, Porto, entre outras cidades. A nossa acolhedor e hospitaleiro. Achamos que são um pouco maior característica é o facto de não ensaiarmos. parados, mas temos a certeza que isso se deve ao clima explicou Núbia Maciel, vocalista. Aidée Cristina, no surdo Chegamos a um palco e vamos sentindo o ambiente do que se vive aqui quase o ano inteiro”, disseram. O grupo, e coro, Carina Iglecias, na percussão geral e coro, Erica público e a música vai fluindo”. que apresenta músicas inéditas de axé, forro, pagode, Japa, no rebolo, Gadi Pavezi, no pandeiro, Naná Spogis, Questionado se a banda já começa a sentir samba, reggae e arrocha, tem já cinco álbuns gravados. O no violão, Núbia Maciel, vocalista, Sandra Gamon, no necessidade de ir para outros locais, ou até mesmo para seu último álbum, intitulado “Estilo” foi gravado ao vivo, tamborim, repinique e couro, e Thais Musachi, no o Brasil, Neto do Cavaco afirmou: “É difícil isso acontecer num espectáculo, em Lisboa. cavaquinho e couro, são os elementos que fazem parte porque nenhum de nós vive do samba, ou seja, temos as deste grupo. nossas profissões. De certeza que vai continuar a ser um A banda lançou um álbum, em final do ano de 2004, e “Toda a gente conhece as outro agora, que está a ser apresentado em Portugal, vai grupo residente em Portugal”. MSL dar concertos, para além da Mealhada também em Ovar, letras que nós cantamos. Lisboa, Braga e Porto. “É a primeira vez que saímos do Brasil, vamos estar uns dias em Portugal e depois temos Parece inacreditável!”, um concerto agendado, também, em Londres”, explicou Grace Ganem, assessora da banda. diz o grupo “Samba de Rainha” Sobre as expectativas que têm em relação ao povo português, a vocalista da banda afirmou: “Queremos Samba de Rainha”, é grupo de samba exclusivamente conquistar as mulheres e incentivá-las a formarem bandas, composto por intérpretes do sexo feminino, veio de São em Portugal. Nós temos muita energia em cima do palco e Paulo, no Brasil, e estreou-se em Portugal, no passado queremos transmitir isso ao povo português”. No final do fim-de-semana, na Mealhada. espectáculo, os elementos do grupo “Samba de Rainha” “O nosso grupo existe desde 2004. Tudo começou numa tinham uma opinião positiva do público mealhadense. brincadeira, dentro dum apartamento, em que fazíamos “Foi muito bom este espectáculo. Aqui vocês conhecem músicas, com alguns instrumentos. Um dia, um gerente todas as músicas que nos cantámos. Parece inacreditável dum bar, que era nosso amigo, convidou-nos para lá irmos que haja um público português assim, tão idêntico ao apresentar alguns temas. A partir daí nunca mais parámos”, nosso brasileiro”, concluíram. Dias... e noites de Carnaval Cinco noites de folia e duas tardes de 'mega desfile' de Carnaval P ara o próximo fim-de-semana, para além do actuar, seguindo-se o cantor de hip-hop MC Fly, que Mega Desfile de Carnaval, com escolas de animará os bares da tenda até de manhã. samba, grupos e carros alegóricos, que se vai No domingo, 3 de Fevereiro, actuará a Banda realizar no sambódromo Luís Marques, nos dias 3 e Mistura Brasileira e, tal como no passado fim-de- 5 de Fevereiro, domingo e terça-feira, estão semana, também vai actuar o Grupo de Pagode programadas também cinco noites de folia na Tenda “Sambaê!”. Gigante do Sambódromo. Na segunda-feira, 4 de Fevereiro, actuará o recente Na sexta-feira, 1 de Fevereiro, à noite, irão ser Grupo de Pagode “Amigos da Tijuca” e, novamente, a apresentadas as seis escolas de samba, que vão Banda TV5. A animação termina com MC Fly. desfilar nos dias de corso. O Grupo de Pagode Na última noite de Carnaval, terça-feira, 5 de “Samba Lelê” actuará também no palco da Tenda Fevereiro, sobe ao palco o Grupo de Percussão Gigante. “Per ’Curtir ” e Ruizinho Penacova, cantor de No sábado, 2 de Fevereiro, é a vez da Banda TV5
  • 4. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 12 Segunda Gala de Desporto da Mealhada Prémios para o melhor do despo D ecorreu na segunda-feira, 28 de Janeiro, a segunda Gala do Desporto do Grupo Desportivo da Mealhada no desenvolvimento de outras modalidades desportivas concelho da Mealhada, promovida pela Câmara Municipal da Mealhada, em como sendo a natação e o voleibol, por exemplo. parceria com a revista Plantel. A festa realizou-se no cineteatro Messias, na O treinador de seis jovens campeões nacionais, do quarto lugar da Europa e da vice- Mealhada, contou com a apresentação da conhecida apresentadora Merche campeã europeia de juniores de Karaté Shukokai, foi considerado treinador do ano. Romero. José Vigário foi galardoado com o prémio Alto Prestígio enquanto que ao empresário Carlos Duarte foi atribuído o prémio Incentivo. José Veigas, Américo Leite e Manuel Coleta foram homenageados com o prémio Carreira. O espectáculo contou ainda com as intervenções artísticas do comediante Oscar Branco, do musico Nuno Barroso e do saxofonista Bruno Soares. As dançarinas do grupo mealhadense DanceFusion animaram, também a noite dos prémios do desporto concelhio. A noite ficou também marcada pela assinatura de um protocolo entre a Câmara da Mealhada e a Faculdade de Ciências do Desporto de Coimbra. O júri da Segunda Gala do Desporto do Concelho da Mealhada, composto por César Carvalheira, Mário Pedrosa, Liberto Maia, da RCPfm, Isabel Moreira, do semanário Mealhada Moderna, e Nuno Castela Canilho, do Jornal da Mealhada, com base num conjunto alargado de sugestões de pessoas e de colectividades elaborou, inicialmente, uma lista de nomeados para seis das dez categorias para atribuir na Gala. Essa lista foi apresentada na última edição do Jornal da Mealhada e na segunda-feira foram apresentados os premiados das restantes categorias e os vencedores de entre os Atlético Clube do Luso, equipa sénior, equipa do ano nomeados. António Neves, do Núcleo de Karaté Shukokai do Pampigym, na Pampilhosa, aliou à sua O Futebol Clube da Pampilhosa (FCP) foi considerado a associação do ano 2007, no brilhante carreira de atleta, é vice-campeão europeu por equipas e quinto lugar europeu concelho da Mealhada. Para além da equipa sénior que disputa a serie C do Campeonato de seniores menos setenta quilos, um trabalho extraordinário como treinador de jovens Nacional da 2.ª Divisão o FCP tem desenvolvido um trabalho bastante meritório na atletas. formação de jovens jogadores. João Baptista Pires, presidente da mesa da Assembleia No que diz respeito aos atletas, Diana Breda, que em 2007 alcançou o título de vice- Geral do FCP foi quem recebeu o prémio das mãos de Merche Romero. campeã europeia de juniores de Karaté Shukokai, ganhou o título de atleta do ano e O prémio de equipa do ano foi atribuído aos jogadores do Atlético Clube do Luso. O Diogo Rocha, extremo-esquerdo da equipa de Juvenis do Grupo Desportivo da Mealhada, trabalho de um grupo de lusenses que reuniu a força de vontade de constituir uma equipa recebeu o galardão de revelação do ano de 2007. e, posteriormente, um clube com o objectivo de praticar uma modalidade que apreciavam, A José Vigário coube o prémio de Alto Prestígio da Segunda Gala do desporto. Fundador o futsal, mereceu o reconhecimento do juri da Segunda Gala do Desporto. Aliado a este do Hóquei Clube da Mealhada, em 1972, do qual foi atleta e presidente da direcção esforço os lusenses do Atlético inscreveram-se na segunda divisão distrital de futsal e, durante mais de vinte anos, colocou o clube no topo ao nível da formação de jovens ao fim da primeira época, subiam à primeira divisão distrital. Pirico recebeu o prémio, com alguns dos seus colegas jogadores da equipa a seu lado, e declarou que este prémio serviria de incentivo ao trabalho e ao sucesso na presente época desportiva. Rafaele Mannarino, presidente da direcção do Grupo Desportivo da Mealhada, foi o escolhido pelo júri para receber o galardão de dirigente do ano. O juri considerou relevante o trabalho desenvolvido pelo jovem dirigente na última época desportiva e o esforço do Leia, assine e divulge o José Vigário, prémio Alto Prestígio hoquistas, sendo hoje uma referência a nível nacional e um clube respeitado por todos. “Quero partilhar este prémio com o número imenso de pessoas que, ao longo de todos Foto Rei Rua Dr. José Cerveira Lebre, 81 Telf: 231 202 189 Mealhada
  • 5. Quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 13 sporto do concelho estes anos, tem colaborado connosco. É com satisfação que vejo dezenas de atletas nascidos no HCM, muito bem considerados, desportivamente, a nível nacional”, afirmou José Vigário depois de receber o prémio das mãos de Carlos Cabral, presidente da Câmara da Mealhada. José Veigas, prémio Carreira Carlos Duarte, prémio Incentivo O jogador Quaresma, do Futebol Clube do Porto, foi considerado a personalidade desportiva do ano - prémio atribuído a uma entidade, individual ou colectiva, de âmbito nacional, que mais se destacou no ano de 2007. Devido à impossibilidade de estar presente, coube a João Pinto, antigo capitão do Futebol Clube do porto, receber o prémio das mãos de Rui Cordeiro, jogador da selecção nacional de Rugby. Ao empresário Carlos Duarte, benemérito e presidente da direcção do Futebol Américo Leite, prémio Carreira Clube da Pampilhosa, foi atribuído o prémio Incentivo, como forma de enaltecer o seu esforço e reconhecer o contributo que tem dado aos desporto concelhio. O prémio Carreira da Segunda Gala do Desporto Concelho da Mealhada enalteceu três pessoas que, dando um esforço abnegado pelos seus clubes ao longo de toda a vida, têm desempenhado várias tarefas e contribuido de modo muito importante para a estabilidade dessas instituições. José Veigas, do Futebol Clube da Pampilhosa, Américo Leite, do Clube Desportivo do Luso, e Manuel Coleta, do Grupo Desportivo da Mealhada, foram galardoados com o prémio Carreira. A gala terminou com Carlos Cabral, “em nome da Câmara da Mealhada, saudar todos os desportistas do concelho da Mealhadaquot;. quot;A juventude precisa que as autarquias apoiem o desporto e a da Mealhada apoia todos os desportos existentes no nosso concelho. Para o ano estaremos cá na III Gala do Desporto”, disse o presidente. RSG, MSL e fotografia de Tiago Ângelo Manuel Coleta, prémio Carreira, à esquerda a esposa, a quem dedicou o prémio Mérito Desportivo O prémio “mérito desportivo” foi atribuído a vinte e um atletas Receberam o galardão de mérito desportivo: Ana Sofia Ferreira (participação na selecção nacional de Futebol de Rua), Angela Gameiro (participação na selecção nacional de Hóquei em Patins e no Campeonato Nacional), António Neves (Vice-campeão europeu por equipas e quinto lugar europeu de seniores menos de setenta quilos de Karaté Shukokai), Denise Pieters (campeã nacional de tumbling, participação no campeonato do mundo), Diana Breda (vice- campeã europeia de Juniores de Karaté Shukokai, campeã nacional de Juvenis (14-15 anos) de Karaté Shukokai), Dina Tavares (participação na selecção nacional de Hóquei em Patins, campeonato nacional), Filipa Baptista (quarto lugar da Europa de Juniores de Karaté Shukokai), Filipe Vaz (participação na selecção nacional de Hóquei em Patins e campeonato nacional), HCM – equipa de juniores (campeonato nacional de Juniores), HCM – Equipa de Juvenis (campeonato nacional de Juvenis), Igor Neves (campeão nacional de karaté shukokai), Jorge Martins (campeão nacional de karaté shukokai), Josephine Filipe (campeão nacional de karaté shukokai), Pedro Coelho (vice-campeão europeu de juvenis de hóquei em patins), Ruben Neves (campeão nacional de karaté shukokai), Rui Amaro (vencedor da Taça de Portugal de Hóquei em Patins), Sara Baião (campeão nacional de karaté shukokai), Slavic Semenko (campeão nacional de karaté shukokai), Sónia Campos (segunda classificada na Taça de Portugal de BTT, terceira classificada no campeonato nacional de Btt, campeã nacional de Maratonas), Tiago Ferraz (participação na selecção nacional de Hóquei em Patins, campeonato nacional), Tiago Sousa (participação na selecção nacional de Hóquei em Patins, Campeonato nacional).
  • 6. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 14 Ainda o Lisboa-Dakar Aventura 21 em viagem até Marrocos Em cima, a caravana Aventura 21 no deserto. Ao lado, a equipa de Pedro Pega junto do piloto bairradino Nuno Santos A pesar de a prova Lisboa-Dakar 2008 não se ter Portimão onde ficaram hospedados. No segundo dia No penúltimo dia percorreram 356 km, até Tanger, e no realizado, os aventureiros da empresa mealhadense fizeram a travessia para Tânger e percorreram cerca de último dia deslocaram-se para Lisboa onde terminou a de organização de eventos, Aventura 21, partiu no oitocentos e treze quilómetros até Merzouga onde aventura. Ao todo percorreram cerca de três mil dia 5 de Janeiro numa expedição a Marrocos, onde pernoitaram. “Nessa noite dormimos em tendas num quilómetros, registados agora em diário. acompanhou o piloto Nuno Santos, patrocinado pelo Grupo acampamento marroquino. Tivemos uma recepção com Pedro Pega asseverou: “Sem dúvida que foi uma Filarte que também proporcionou esta expedição a danças e cantares marroquinos. E de manhã, antes de experiência fantástica. Temos ideia de fazer três cinquenta colaboradores. partirmos, tivemos a oportunidade de ver o nascer do Sol, expedições deste género no próximo ano. A próxima “Apesar de o Lisboa – Dakar não ter existido, a expedição na Grande Duna”, contou Pedro Pega. Por volta das 6 horas viagem será em Abril e todos os que estiverem que tinhamos programada fez-se e tivemos de nos adaptar. da manhã do terceiro dia de expedição, a caravana partiu interessados, poderão participar”. Para quem esteja Fizemos algumas das etapas que seriam feitas na prova. em direcção a Ouarzazate. Durante este trajecto fizeram interessado na próxima aventura poderá contactar Pedro Apesar do cancelamento da prova, encontrámos muitos uma pista de 180 Km que seria paralela à prova cancelada. Pega pelo telemóvel 912514002, por e-mail: pilotos pelo caminho”, disse Pedro Pega, gerente da No dia 9 de Janeiro partiram em direcção a Casablanca aventura21@sapo.pt, e aventura21@vodafone.pt, ou Aventura 21, ao Jornal da Mealhada. onde tiveram um dia de descanso, passando, antes, por através do blogue http://www.aventura21mar- No primeiro dia os aventureiros saíram de Lisboa até Marraquech. rocos.blogspot.com. RSG MIRO Seguros Agente exclusivo Allianz Casal Comba, MEALHAD ALHADA Rua Casal Comba, 21 - 3050 - 321 MEALHADA telefone. 231 204 082 telem: 919 701 310 Peça-nos uma simulação do seu seguro e veja a diferença...
  • 7. Quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 15 Crónica da jornada de 27 de Janeiro - comentários Bwin Liga reduzidas dimensões do rectângulo de jogo. No entanto, Afonso Simões Foi retomado os Campeonato Nacional de Futebol (Liga um conjunto que apostou na subida não pode temer PRÓXIMA Bwin), com alguns encontros de risco elevado visto que as qualquer adversário nem o local onde actuar. Seja em que quatro equipas que ocupavam as quatro primeiras posições campo for é sempre para ganhar. O jogo terminou com o JORNADA Resultados na tabela classificativa jogavam entre si. O grande dérbi realizou-se em Lisboa, no Estádio Alvalade XXI, com o Sporting a receber o Futebol Clube do Porto. Os resultado de 3-0 a favor dos mealhadenses, que, apesar da vitória, perderam muitas oportunidades para trazerem de Paredes do Bairro um resultado mais vantajoso. quot;Bwinquot; Liga Boavista - Paços Ferreira quot;Winquot; Liga Académica - Marítimo lisboetas não queriam afastar-se mais do primeiro lugar, uma O Luso, que, no seu reduto, recebeu a equipa do Porto - U. Leiria Leixões - Paços Ferreira 1-0 vez que já estavam a catorze ponto de diferença em relação ao Couvelha, foi surpreendido com uma derrota por 3-0. Marítimo - Boavista 2-0 Belenenses - Sporting U. Leiria - Académica 3-1 líder da tabela classificativa. Tratava-se, portanto, de uma Ninguém, por certo, esperaria tal resultado depois do que E. Amadora - Sp. Braga Sporting - Porto 2-0 partida de futebol encarada com muito interesse. O encontro se viu na jornada anterior frente ao Mealhada, no Municipal V. Setúbal - Naval Benfica - Nacional Sp. Braga - Belenenses 1-1 correspondeu às expectativas e terminou com o resultado de Dr. Américo Couto. Este resultado poderá trazer amargos de Naval - E. Amadora 1-1 V. Guimarães - Leixões 2-0 favorável ao Sporting. Foi um bom jogo de futebol, em que boca para os atletas lusenses, que não esperariam tal Nacional - V. Setúbal 0-0 V. Guimarães - Benfica 1-3 o guardião portista foi o maior culpado da derrota não obstante desfecho. o Sporting ter feito uma excelente exibição. O Carqueijo, que na última jornada surpreendeu tudo e quot;Vitalisquot; Liga de Honra quot;Vitalisquot; Liga de Honra Olhanense - Penafiel Santa Clara - Penafiel 0-2 Outro grande jogo estava marcado para o Estádio Afonso todos ao vencer no campo de Santa Margarida, em Águas Beira-Mar - Freamunde Freamunde - Olhanense 3-1 Henriques, em Guimarães. Os locais receberam o Benfica, do Boas, defrontou no Campo da Carreta a equipa do Bustos. Estoril - Desp. Aves Desp. Aves - Beira-Mar 1-1 qual estão separados apenas por dois pontos na tabela Outro encontro de bom nível, onde os locais, embalados Trovense - Vizela Vizela - Estoril 0-0 classificativa. Era uma oportunidade de ouro para que os pelos bons jogos que têm efectuado ultimamente, venceram Varzim - Gil Vicente Gil Vicente - Trofense 1-1 Rio Ave - Fátima Fátima - Varzim 1-2 vimaranenses alcançassem a segunda posição e se chegassem por 3-1. O encontro foi muito emotivo e bem jogado. Feirense - Portimonense Portimonense - Rio Ave 2-1 mais para junto dos portistas. 3.ª Divisão — zona sul Gondomar - Santa Clara Gondomar - Feirense 2-2 O encontro, que foi muito bem jogado, terminou com a O Antes, depois de um excelente resultado obtido frente 2.ª Divisão - série C vitória dos encarnados de Lisboa por 3-1. Inesperado, ou talvez ao Ribeira Azenha, deslocou-se ao campo do Alquerubim 2.ª Divisão - série C Torreense - Oliv. Bairro 2-2 não, o Benfica surpreendeu com uma boa exibição, facto de onde sofreu pesada derrota, por 4-1. Sátão - Oliv. Bairro Rio Maior - Sátão 2-0 que andava arredado já há muito tempo. O Aguinense foi ao campo do Famalicão, onde jogou Caldas - Rio Maior Nelas - Caldas 1-0 Eléctrico - Pampilhosa 1-0 Em Leira realizou-se outro grande dérbi, entre a equipa com esta equipa. Sendo dois conjuntos do concelho de Pampilhosa - Nelas local e a Académica de Coimbra. A União de Leiria, que ainda Anadia, tratou-se de um dérbi concelhio. O Famalicão já Tourizense - Eléctrico Sp. Covilhã - Tourizense 2-1 Anadia - Sp. Covilhã Penalva castelo - Anadia 2-1 não venceu em qualquer encontro deste campeonato, queria tinha provado ser uma das melhores equipas da zona sul Benfica C. Branco - Penalva Castelo Abrantes - Benfica C. Branco 0-1 dar uma alegria aos seus adeptos, que andam arredados da e saiu vencedor do encontro por 1-0. Abrantes Torreense 3.ª Divisão - série C equipa pelos maus resultados por ela obtidos até agora. O Juniores D. Sandinenses - Oliv. Hospital 0-2 encontro foi disputado com muito empenho e terminou com a 1.ª Divisão — zona sul — série dos últimos 3.ª Divisão - série C União de Lamas - Sanjoanense 1-3 Figueirense - Tondela 3-2 vitória da equipa leiriense por 3-1. Teve início neste fim-de-semana a segunda fase do Arouca - D. Sandinenses Tocha - Social de Lamas 1-3 Em Braga, o Sporting local não conseguiu mais que um Campeonato Distrital de Juniores. As duas equipas do Oliv. Hospital - União de Lamas S. João de Ver - Valecambrense 1-1 empate a uma bola frente ao Belenenses. Uma grande concelho da Mealhada (a do Futebol Clube da Pampilhosa Sanjoanense - Figueirense Milheiroense - Valonguense 2-0 Tondela - Tocha penalidade, logo no primeiro minuto de jogo, perdoada ao e a do Grupo Desportivo da Mealhada) disputam a série Social de Lamas - S. João de Ver Ac. Viseu - Arouca 2-1 defesa central dos bracarenses foi a nota negativa do trio de dos últimos. Valecambrense - Milheiroense Distrital - 1.ª Divisão Cucujães - Estarreja 0-0 arbitragem. O Desportivo da Mealhada foi ao campo do Paços de Valonguense - Ac. Viseu BARC - Fermentelos 2-0 Na Choupana, ilha da Madeira, o Nacional mediu forças Brandão, donde regressou com um empate a uma bola. Os Oliveirinha - Carregosense 0-1 com a equipa do Vitória de Setúbal. Era um encontro que se jovens mealhadenses, depois de terem estado a vencer Juniores - série dos últimos Arrifanense - Canedo 1-3 previa bastante equilibrado. Foi o que veio a acontecer — por 1-0, desperdiçaram uma grande penalidade e acabaram Fermentelos - Argoncilhe Pessegueirense - S. Roque 2-2 Mealhada - Cesarense Paços Brandão - Gafanha 1-0 acabou empatado sem golos. o encontro com um empate a um golo. Taboeira - Gafanha Cesarense - Sanguedo 0-1 Na Figueira da Foz a Naval 1.º de Maio não conseguiu mais O Futebol Clube da Pampilhosa também jogou fora do Feirense - Valecambrense Oiã - Cortegaça 2-1 que um empate a uma bola, frente ao Estrela da Amadora. seu reduto, deslocando-se ao campo do Valecambrense, Pampilhosa - Paços Brandão Alba - Águeda 0-2 Vitalis Liga de Honra mas trazendo consigo um precioso ponto. A partida acabou 2.ª Divisão - zona sul 2.ª Divisão - série D Luso - Couvelha 0-3 O comandante da Vitalis Liga de Honra, o Trofense, empatada sem golos. Bustos - Oiã Calvão - LAAC 3-3 deslocou-se ao campo do Gil Vicente, onde jogou com esta Juvenis Águas Boas - LAAC Serém - Requeixo 3-2 equipa. Nada fácil para a equipa da Trofa. Regressou com um 2.ª Divisão — série dos primeiros Bonsucesos - Eixense NEGE - Águas Boas 1-0 empate a uma bola, o que pode considerar-se um resultado A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada foi começar Antes - Mourisquense Carqueijo - Bustos 3-1 Eirolense - Macinhatense 1-4 positivo. a segunda fase do Campeonato de Juvenis — série dos Mourisquense - CRAC 2-0 O Vizela, que é o segundo classificado desta liga, recebeu primeiros — ao campo do Cucujães e regressou com uma Juvenis Paredes Bairro - Mealhada 0-3 o Estoril Praia. O encontro também terminou empatado, sem pesada derrota por 5-0. 2.ª Divisão série primeiros 3.ª Divisão - zona sul golos. Na série dos últimos o Futebol Clube da Pampilhosa Milheiroense - Cucujães Bustos - Esmoriz Ribeira Azenha - Mamarrosa O Rio Ave também teve uma deslocação algo complicada. deslocou-se ao campo do Calvão, terreno onde empatou a Mealhada - Oliveirense Alquerubim - Antes Foi a Portimão, onde veio a perder por 2-1. uma bola. Eixense - Sp. Espinho Gafanha d' Aquém - Bonsucesso Famalicão - Aguinense Nacional — 2.ª Divisão — série C Femininos Mais uma prova de fogo para o Futebol Clube da Pampilhosa A equipa feminina do Grupo Desportivo da Mealhada série últimos Juniores a deslocação ao campo do Eléctrico, de Ponte de Sôr. Essa recebeu no seu reduto a forte equipa do Marítimo Pampilhosa - Nariz 1.ª Divisão série últimos equipa apenas tinha um ponto a mais na tabela classificativa Murtoense, uma das melhores formações do campeonato Águas Boas - Oiã Cesarense - Fermentelos 2-1 Bonsucesso - Vista Alegre Argoncilhe - Taboeira 2-1 que os pampilhosenses. A entrada de novo treinador e os distrital aveirense. Não conseguiu desfeitear a sua LAAC - Arviscal Gafanha - Feirense 2-2 reforços ultimamente contratados deram outra alma à equipa adversária e perdeu por 6-1. Valecambrense - Pampilhosa 0-0 pampilhosense, que tem vindo a somar pontos e subido na Escolas Paços Brandão - Mealhada 1-1 tabela classificativa. A equipa A do Grupo Desportivo da Mealhada terminou Iniciados - 2.ª Divisão série 2.ª Divisão - série D A equipa do Eléctrico também quer chegar aos primeiros a primeira fase do Campeonato de Escolas no campo de S. primeiros Oiã - Valonguense 2-3 Guizande - Alba lugares e venceu o encontro, por 1-0. Sebastião, em Oliveira do Bairro, terreno onde venceu por LAAC - Bustos 0-4 Arouca - Carregosense No próximo domingo o Futebol Clube da Pampilhosa vai 2-1. LAAC - Mealhada Eixense - Águas Boas (desconhecido) Mourisquense - Bonsucesso 2-2 receber o Benfica de Nelas. Será um encontro bastante decisivo A equipa B do mesmo clube recebeu no seu campo de Loureiro - Relâmpago para as hostes locais. treinos a do Águeda e o encontro terminou com um empate Valonguense - Fermentelos Juvenis O Anadia deslocou-se à Beira Alta para defrontar o a um golo. Foi um bom jogo de futebol. 2.ª Divisão - série primeiros Esmoriz - Milheiroense 0-4 Penalva do Castelo, equipa que ainda pensa no desaire que A equipa C defrontou, também no seu campo de treinos, Série dos últimos Cucujães - Mealhada 5-0 sofreu frente ao Pampilhosa. Não era fácil para os “Trevos da a equipa do Anadia e voltou a perder, agora por 21-0. Oiã - Águas Boas Oliveirense - Eixense 1-0 Bairrada” esta deslocação, mas o “mister” Niza vence jogos Podemos considerar este resultado bastante enganador Arviscal - Bustoo Oliv. Bairro - Anadia Taboeira - Bustos 1-1 onde ninguém espera. Não foi este o caso porque os pois os locais tiveram na sua baliza um guarda-redes que Vista Alegre - Bonsucesso Série últimos anadienses, depois de se terem adiantado no marcador, vieram actuava pela primeira vez, não se sentindo, por isso, à Calvão - Pampilhosa 1-1 a claudicar e perderam por 2-1. vontade. Saiu do campo a chorar, ao intervalo, pelo desaire Infantis Nariz - Águas Boas 2-1 O Oliveira do Bairro perdeu o ritmo de vencer. Ultimamente sofrido. Mealhada A - Nariz Oiã - Bonsucesso 1-1 Vilaverdense - Pampilhosa esta equipa não tem apresentado argumentos para se libertar O Futebol Clube da Pampilhosa recebeu o Anadia e Vista Alegre - LAAC 1-1 Mealhada B - Vista Alegre dos seus adversários e disso foi prova evidente o que fez perdeu por 4-2. Femininos Mealhada - Marítimo Murtoense 1-6 durante o encontro com o Rio Maior. Perdeu no seu próprio Feminino Escolas reduto e com uma equipa que ocupava a última posição na A equipa feminina do Grupo Desportivo da Mealhada Oliv. Bairro - Mealhada A 1-2 tabela classificativa. Desta vez, porém, deslocou-se ao campo foi surpreendida, no seu reduto, pela pujante equipa Pampilhosa - Anadia 2-4 do Torreense, fez aí uma boa exibição e conseguiu um precioso do Marítimo Murtoense. Depois de ter estado a vencer Mealhada B - Águeda 1-1 empate a duas bolas. por 1-0, após um golo obtido logo aos sete minutos de Mealhada C - Anadia 0-21 Campeonatos Distritais de Aveiro jogo, adormeceu, praticou um futebol lento e acabou Futsal Foto Rei 2.ª Divisão — zona sul por perder por números não esperados. O resultado final Luso - Futsal Clube Azeméis 2-3 A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada perdeu no foi de 1-6. Belazaima - Mealhada 3-4 último encontro que realizou em casa. Era a grande Futsal oportunidade de ficar isolada na segunda posição da tabela A equipa do Atlético Clube do Luso defrontou no Sr. assinante PAGUE a classificativa. Na jornada anterior empatou com a equipa do Pavilhão Municipal daquela vila o Futsal Clube de Azeméis Rua Dr. José Cerveira assinatura, 15 euros, na Clube Desportivo do Luso a uma bola e já são quatro os pontos e perdeu por 2-3. Lebre, 81 sede do jornal: Rua das perdeu no seu reduto. A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada deslocou- Telf: 231 202 189 Nesta jornada o Desportivo da Mealhada deslocou-se ao se ao Pavilhão do Belazaima, jogou com a equipa deste Escolas Novas, 36 MEALHADA Mealhada campo do Paredes do Bairro, sítio onde é difícil jogar devido às clube e venceu por 4-3.
  • 8. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 16 Futebol Campeonato Distrital — 2.ª Divisão — zona sul Escolas Carqueijo, 3 — Bustos, 1 Mealhada B, 1 — Águeda, 1 Difícil, mas justa vitória Excelente jogo com resultado certo Jogo no Campo da Carreta, no Carqueijo. dentro da sua baliza, com Jogo no campo de treinos do Grupo Desportivo da algumas culpas. intervalo. Árbitro: Carlos Vaz Pinto, auxiliado por António Oliveira Mealhada (GDM). Ainda os visitantes No segundo período a e Óscar Rocha. Árbitro: Carlos Freitas e Nuno Teles festejavam o golo e já o equipa visitante voltou a Carqueijo: Gato, Luís Carlos, Carlão, Paulo Brás, Tico, Mealhada: Zé Pedro, Bruno, Zé Manso (cap.), Bruno Carqueijo voltava a entrar no jogo com muita Aniceto, Eliseu (cap.); Bruno, Samuel, Carlos Daniel (Tino, Rosas, Francisco, Zé Miguel e João. marcar, por intermédio de velocidade, criou opor- 54m) e Hugo. Jogaram, ainda, Marcelo, Luís Francisco, Lucas, Edgar e Hugo, sempre ele, muito tunidades de golo e marcou, Treinador: José Carlos Pedro Miguel. atento na frente, muito quando decorria o minuto Bustos: Iva (cap.), Rui, Tozé (Pedro Resina, 8m), Mota Treinador: Nelson Sousa lutador e uma bala trinta e três, por intermédio (Jorge Miguel, 46m), Pedro Oliveira, Ricardinho, Luís Águeda: Luís André Dias, Rodrigo (cap.), Diogo, Leandro, apontada à baliza de Ivan. de Pedro Araújo, a passe de Miguel, Nelson, Sousa, Patrik (André, 62m) e Roberto. Lameiras e Nazir. Com este resultado o Nazur. Treinador: Quim Tavares Jogaram, ainda, Miguel, Pedro Araújo, Gabriel e Joel. Carqueijo foi para o Reagiu bem a equipa da Ao intervalo: 2-1. Treinador: Nuno Galhano intervalo a vencer por 2-1, casa e, aos quarenta e dois Marcadores: Hugo (7m e 43m) e Tino (90m), para o Ao intervalo: 0-0 com dois golos de Hugo, minutos, repôs a igualdade, Carqueijo, e Luís Miguel (41m), para o Bustos. Marcadores: João (42m), para o Mealhada, e Pedro que soube aproveitar dois com a melhor jogada do Araújo (33m), para o Águeda. falhanços da defesa do encontro. A bola saiu das Bustos. mãos do guardião mea- No reatamento a equipa Foi um bom jogo de tinha a bola em seu poder, lhadense, percorreu todos de Bustos voltou a futebol, em que ambos os criava imenso perigo para os jogadores da equipa, e pressionar, criando conjuntos se lançaram a baliza da equipa mea- João, no lado direito, imensas dificuldades aos deliberadamente ao ataque lhadense. recebeu-a e rematou a fazer locais, que serenaram, à procura do golo. Foi Nazur, africano, tem o empate. souberam defender muito agradável de seguir, porque uma finta muito curta, leva A equipa do Águeda, mais bem longe da sua área, não teve jogadas de bom recorte muito bem a bola junto aos experiente, tudo fez para permitindo que os técnico, bem delineadas e pés, o que torna difícil levar a vitória mas os locais avançados do Bustos com princípio, meio e fim. desarmá-lo. Criou imensas defenderam o empate com entrassem no seu terreno A equipa de Águeda tem oportunidades de golo, muito orgulho e muito com a bola controlada. melhores artistas da bola, isolado, mas Zé Pedro, o sacrifício, até ao apito final Aos cinquenta e três com maior poder ofensivo, guardião local, com do árbitro. minutos Tico, não satisfeito e um jogador de grande algumas defesas de recurso, A dupla de árbitros com o resultado, decidiu gabarito que, sempre que foi retardando o golo até ao esteve muito bem. fazer duas excelentes jogadas. Com a bola em seu poder, passou por todos os jogadores que lhe iam Taça da Liga aparecendo pela frente, foi A segunda jornada da Taça da Liga, em que participam quatro clubes (Sporting, à linha de fundo e centrou Vitória de Setúbal, Beira-Mar e Penafiel) foi disputada no dia 23 do corrente. com conta peso e medida. O Sporting, no seu estádio, recebeu os auri-negros do Beira-Mar e, sem dificuldades, Os avançados da sua venceu por 3-0. equipa, porém, não O Vitória de Setúbal deslocou-se a Penafiel para medir forças com a equipa local. conseguiram acompanhá- Encontrou grandes dificuldades para arrecadar apenas um ponto, uma vez que o jogo lo na velocidade com que Bruno já passou pelo seu adversário e corria e as jogadas foram terminou empatado a um golo. O Penafiel surpreendeu tudo e todos, merecia a vitória vai em direcção à baliza perdidas na área do pelo caudal ofensivo que apresentou durante todo o encontro, mas não foi capaz de chegar ao golo da vitória, que lhe foi negado a poucos minutos der final pelo guardião Olhando para o re- De referir que, nesta adversário. Eduardo, que fez um grande jogo. sultado, dá a sensação que altura, o Bustos jogava Ao cair do pano e quando A terceira e última jornada desta prova realiza-se em 30 do corrente. Os foi fácil esta vitória do apenas com dez unidades, as equipas já estavam regulamentos da prova não facilitaram as equipas consideradas mais fracas, uma vez Carqueijo. Nada disso se pois Mota estava a receber conformadas com o que jogam fora do seu reduto em dois encontros e as consideradas mais fortes jogam passou durante os noventa assistência fora das quatro resultado, Aniceto levou a duas vezes no seus campo. É o caso do Vitória de Setúbal e do Sporting, que foram os minutos de jogo. Por esse linhas. Uma indisposição bola à linha de fundo, beneficiados. motivo a vitória assenta obrigou-o a sair do levantou a cabeça à procura Não seria mais justo os encontros finais a duas mãos? O futuro o dirá. Os bem à equipa da casa, que rectângulo do jogo e, pelo dum companheiro, centrou promotores da Taça da Liga terão de rever os regulamentos. teve de sofrer e de correr mesmo motivo, não voltou com muito rigor e Tino, já muito para a conseguir. O a entrar. no coração da área, teve só Resultados: Classificação seu adversário foi digno e Após este golo o Bustos de encostar o pé à bola e Sporting - Beira-Mar 3-0 J V E D M-S P lutou sempre por um melhor pressionou a equipa fazer o 3-1. Já não tinham Penafiel - V. Setúbal 1-1 V. Setúbal 2 1 1 0 02-06 4 resultado. Não o conseguiu, adversária para a sua forças nem tempo os Sporting 2 1 0 1 03-01 3 porém, porque a equipa do defesa, esta correu alguns jogadores do Bustos para Próxima jornada Penafiel 2 0 2 0 02-02 2 Carqueijo foi mais feliz, perigos, mas os seus reagirem à desvantagem. (30-1-08) Beira-Mar 2 0 1 1 01-04 1 oportuna e eficaz durante o jogadores lá iam salvando Poucos minutos depois o árbitro deu o encontro por Sporting - Penafiel jogo. a situação como podiam, terminado. Foi uma vitória V. Setúbal - Beira-Mar A equipa da casa embora com muita marcou cedo o seu primeiro atrapalhação. E sofrida, mas justa, da golo, num remate forte de Hugo, quando decorria o conseguiram aguentar este sufoco até ao minuto equipa que melhor soube aproveitar os erros alheios. Faça publicidade no Jornal da Mealhada Mealhada. alhada minuto sete. Uma bola de lançamento lateral, Hugo, quarenta e um, altura em que o Bustos empatou o A equipa de arbitragem, por vezes muito contes- Temos os melhores preços para melhor preç hore eços muito atento, recebeu-a e, tada, não esteve assim tão escrituras e outros anúncios Visite-nos na jogo. Na marcação de um já na área, rematou de livre descaído na esquerda, mal. Não teve influência no resultado e isso já foi scrituras anúncios. primeira. Ivan não teve Luís Miguel rematou forte e hipótese de defender. Gato viu passar a bola para muito positivo. Rua das Escolas Novas, 36 - MEALHADA Escolas Novas, MEALHAD ALHADA
  • 9. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 17 Futebol Escolas C Mealhada, 0 — Anadia, 21 Só deu Anadia Jogo no campo de treinos do GDM, na Mealhada. Árbitro: Carlos Freitas e Nuno Teles Mealhada: André, João, João António, Xavier (cap.), Leo, Miguel e David Melo. Jogaram, ainda, Hugo, Lucas e Dilan. Treinador: Tó Luís e Coelho Anadia: Diogo Almeida, Rafael Silva, Pedro Calvo, Tomás, Leandro Vieira, Diogo Rodrigues e Rafael Moita. Jogaram, ainda, Luís, Zé Luís, Manel, João Alegre e Antero Marques (cap.) Treinador: Hugo Rodrigues e Pedro Alegre. Ao intervalo: 0-11 Marcadores: Diogo Rodrigues (4), Antero Marques (5), Zé Luís (2), Manel (2), João Alegre (5), Leandro Vieira (2) e Luís (1). Perante uma equipa que é realmente muito frágil, os anadienses passearam durante todo o encontro e marcaram uma grande goleada. A diferença entre os jogadores de ambos os clubes é, realmente, muito grande. Ao passo que os visitantes já jogaram uma época oficialmente, os locais é a primeira vez que o fazem. Não se pode exigir mais destes meninos, que muito fizeram e esperam fazer nas próximas temporadas, uma vez que têm valor para isso. Nesta data ainda não têm preparação suficiente para poderem chegar aonde os anadienses já chegam. Mesmo assim podemos considerar que a vitória anadiense, bastante justa, foi demasiado pesada. Melhores dias virão para estes jogadores do GDM, que estão a dar os primeiros passos na sua vida futebolística. Estiveram muito bem os árbitros. Classificações Liga quot;Bwinquot; 3.ª Divisão - Série C Paredes Bairro 15 3 2 10 14-37 11 Eirolense 13 1 4 8 12-28 7 J V E D M-S P J V E D M-S P CRAC 14 1 2 11 09-47 5 Porto 17 13 2 2 28-07 41 Sanjoanense 18 10 4 4 40-17 34 Benfica 17 10 6 2 29-10 33 Oliv. Hospital 18 10 4 4 33-17 34 3.ª divisão - zona sul Sporting 17 8 6 3 15-15 30 Académico Viseu 18 10 3 5 31-17 33 V. Guimarães 17 8 4 5 20-21 28 Milheiroense 18 8 7 3 24-15 31 J V E D M-S P V. Setúbal 17 5 10 2 22-16 25 Arouca 18 8 5 5 24-17 29 Bonsucesso 10 7 1 2 27-12 22 Sp. Braga 17 6 6 5 19-20 24 Social Lamas 18 8 5 5 20-17 29 Famalicão 10 5 4 1 15-07 19 Marítimo 16 7 2 7 20-16 23 União de Lamas 18 7 6 5 24-18 27 Ribeira Azenha 10 6 1 3 17-12 19 Belenenses 17 4 8 4 16-16 23 Valecambrense 18 6 6 6 25-19 24 Gafanha d' Aquém 10 3 6 1 18-13 15 Nacional 17 5 7 6 12-13 21 Tondela 18 6 5 7 25-20 23 Aguinense 10 4 2 4 15-16 14 Boavista 16 4 7 5 17-23 19 Tocha 18 6 3 9 15-19 21 Alquerubim 10 3 2 5 15-18 11 Leixões 17 3 10 4 16-18 19 S. João Ver 18 5 6 7 21-28 21 Antes 10 3 0 7 17-22 9 E. Amadora 17 3 8 6 18-20 17 G. Figueirense 18 5 5 8 19-24 20 Mamarrosa 10 0 2 8 08-32 2 Académica 17 3 7 7 17-27 16 Valonguense 18 4 7 7 08-13 19 Naval 17 4 5 9 12-26 16 D. Sandinenses 18 0 0 18 08-76 0 Juniores - 1.ª Divisão série dos últimos Paços de Ferreira 17 4 3 10 15-24 12 Distrital - 1.ª Divisão U. Leiria 17 1 5 11 13-27 8 J V E D M-S P Liga de Honra quot;Vitalisquot; J V E D M-S P Cesarense 1 1 0 0 02-01 3 Águeda 19 15 3 1 35-11 48 Argoncilhe 1 1 0 0 02-01 3 J V E D M-S P Cesarense 19 12 4 3 37-11 40 Gafanha 1 0 1 0 02-02 1 Trofense 17 9 6 2 20-13 33 Estarreja 19 12 3 4 40-19 39 Valecambrense 1 0 1 0 00-00 1 Vizela 17 7 8 2 24-12 29 Paços de Brandão 19 9 5 5 23-15 32 Paços Brandão 1 0 1 0 01-01 1 Rio Ave 17 7 6 4 26-20 27 Gafanha 19 9 3 7 33-23 30 Pampilhosa 1 0 1 0 00-00 1 Gil Vicente 17 6 8 3 20-14 26 Canedo 19 9 3 7 26-21 30 Feirense 1 0 1 0 02-02 1 Estoril 17 7 5 5 29-24 26 Alba 19 8 4 7 28-22 28 Mealhada 1 0 1 0 01-01 1 Feamunde 17 7 4 6 24-23 25 Sanguedo 19 8 4 7 20-20 28 Fermentelos 1 0 0 1 01-02 0 Santa Clara 17 7 4 6 20-28 25 Pessegueirense 19 7 6 6 24-23 27 Taboeira 1 0 0 1 01-02 0 Olhanense 17 6 6 5 14-16 24 Arrifanense 19 8 3 8 26-27 27 Beira-Mar 17 5 8 4 16-19 23 Oiã 19 8 2 9 21-24 26 2.ª Divisão - série D Varzim 17 5 7 5 18-14 22 Fermentelos 19 7 4 8 24-37 25 Feirense 17 5 5 7 17-16 20 Carregosense 19 6 3 10 17-30 21 J V E D M-S P Gondomar 17 4 6 7 19-23 18 Cucujães 19 5 5 9 20-27 20 Eixense 14 13 0 1 47-18 39 Fátima 17 3 8 6 18-23 17 Oliveirinha 19 6 1 12 23-30 19 Bustos 15 12 0 3 49-22 36 Desp. Aves 17 4 5 8 23-25 17 BARC 19 4 5 10 13-31 17 Antes 15 8 2 5 45-32 26 Penafiel 17 3 5 9 17-23 14 Cortegaça 19 2 6 11 13-32 12 Mourisquense 15 6 2 7 29-33 20 Portimonense 17 2 7 8 10-22 13 S. Roque 19 2 4 13 13-33 10 Valonguense 16 6 1 9 30-43 19 2.ª Divisão Nacional - Série C 2.ª Divisão - zona sul Bonsucesso 15 5 2 8 23-34 17 LAAC 15 5 0 10 22-31 15 J V E D M-S P J V E D M-S P Águas Boas 14 4 2 8 23-30 14 Sp. Covilhã 19 13 4 2 42-13 43 LAAC 14 12 1 1 49-13 37 Oiã 15 3 1 11 14-30 10 Oliv. Bairro 19 9 5 5 29-222 32 Mealhada 15 10 4 1 46-07 34 Eléctrico 19 8 6 5 21-19 30 Serém 15 10 4 1 40-16 34 Toreense 19 8 5 6 24-24 29 Macinhatense 15 10 4 1 23-06 34 Juvenis - 2.ª Divisão série dos primeiros Tourizense 19 7 7 5 24-18 28 Mourisquense 15 9 4 2 30-16 31 J V E D M-S P Penalva Castelo 19 7 6 6 27-25 27 Luso 15 5 4 6 14-15 19 Cucujães 1 1 0 0 05-00 3 Pampilhosa 19 6 8 6 22-20 26 Couvelha 15 6 1 8 23-28 19 Milheiroense 1 1 0 0 04-00 3 Abrantes 19 6 6 7 18-21 24 Calvão 15 4 6 5 15-25 18 Oliveirense 1 1 0 0 01-00 3 Nelas 19 7 3 9 24-28 24 NEGE 14 3 8 3 18-17 17 Taboeira 1 0 1 0 01-01 1 Benfica C. Branco 19 6 6 7 18-23 24 Bustos 14 5 2 8 22-35 17 Bustos 1 0 1 0 01-01 1 Anadia 19 5 6 8 21-29 21 Carqueijo 15 4 4 7 19-25 16 Sp. Espinho 0 0 0 0 00-00 0 Rio Maior 19 5 5 9 14-23 20 Requeixo 15 4 2 9 18-29 14 Eixense 1 0 0 1 00-01 0 Caldas 19 4 5 10 21-30 17 Águas Boas 14 3 2 9 21-29 11 Esmoriz 1 0 0 1 00-04 0 Sátão 19 4 4 11 15-25 16 Mealhada 1 0 0 1 00-05 0
  • 10. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 18 Futebol Taça de Portugal Taça de Aveiro 3.ª Divisão — zona sul 6.ª eliminatória 4.ª eliminatória Famalicão, 1 Após o sorteio dos jogos da sexta eliminatória da Taça Após o sorteio, os jogos das dezanove equipas dos — Aguinense, 0 de Portugal verificou-se que ainda não vai ser desta vez que campeonatos distritais aveirenses ainda em prova ficaram veremos jogarem entre si duas das equipas que ocupam os três primeiros lugares da tabela classificativa do assim ordenados: Resultado injusto Alba - Bustelo/Estarreja Campeonato Nacional de Futebol. Paços de Brandão - Amigos Visconde O sorteio apenas beneficiou o Estrela da Amadora, que Jogo no Campo José Mariz Silva, em Famalicão. Macinhatense/Águeda - Cesarense ficou isento, apurando-se, por isso, para os quartos-de- Árbitro: Tiago Oliveira, auxiliado por Fernando Silva e Águas Boas - LAAC final. Nuno Pina Sardoura - Mealhada O Futebol Clube do Porto vai medir forças com uma Famalicão: Vítor, Ramalheira, Nuno (cap.), Leandro Pessegueirense - Sanguedo equipa a militar na Série C da Terceira Divisão Nacional, (Pires, 46m), Daniel, Seninho, Tiago Silva (Tavares, 85m), S. Roque - Arrifanense a do Sertanense. Esta formação vai, assim, receber o Eduardo, Pedro (Diogo, 70m), Tiago Morais e Ângelo. Couvelha - Cortegaça bicampeão nacional, que, por certo, não irá ter argumentos Treinador: Luís Pinho Oiã - ACR Mosteirô para o fazer cair nesta eliminatória, mesmo jogando no seu Aguinense: Filipe, Rui (Caló, 57m), Ricardo, Bruno Isento: Fermentelos reduzido campo e com os seus adeptos a apoiarem. (Diogo, 62m), Miguel, Sérgio Fernandes, Nelson, Paulo O Sporting defronta o Marítimo no Alvalade XXI e o Os encontros estão agendados para o dia de Carnaval, Castro (cap.), Eduardo (Ivan, 60m), Luciano e Futre. Benfica recebe, no Estádio da Luz, o Paços de Ferreira. São às 15 horas. Tudo quanto sabemos, o Grupo Desportivo da Treinador: Amadeu Ferreira dois encontros onde tudo poderá acontecer, pois os Mealhada vai pedir o adiamento ou a antecipação da Ao intervalo: 0-0 encontros da Taça de Portugal são diferentes dos restantes, eliminatória, caso o clube de Sardoura, do concelho de Marcador: Ângelo (55m). uma vez que não há pontos em disputa, mas sim uma Castelo de Paiva, esteja na disposição de aceitar uma ou eliminatória. qualquer das hipóteses. O Aguinense, durante a primeira parte, dominou as Outro bom espectáculo está marcado para o Estádio do Os dois encontros que falta efectuar serão disputados operações e só não marcou por diversas vezes devido à Vitória de Setúbal, onde os sadinos receberão outro Vitória, nos dias 2 e 3 de Fevereiro. No dia 2, Bustelo - Estarreja; no falta de eficácia do seu sector atacante, ou às excelentes o de Guimarães. dia 3, Macinhatense - Águeda. intervenções de Vítor. O Famalicão, por sua vez, raramente, Os encontros, que se realizam a 9 e 10 de Fevereiro, e e sem perigo, chegava à baliza defendida por Filipe. CARTÓRIO NOTARIAL Na segunda parte, inexplicavelmente, a equipa visitante com dois deles a terem transmissão em directo pela TV, são LIC. MARIA ALEXANDRA CANOTILHO TEIXEIRA RIBEIRO os seguintes: baixou drasticamente a sua produção, ao contrário da EXTRACTO Sertanense - F.C. do Porto equipa visitada, que, com as alterações operadas, ficou Sporting - Marítimo CERTFICO, para efeitos de publicação que por escritura da mais eficaz, tendo vindo a inaugurar o marcador aos Benfica - Paços de Ferreira hoje, exarada a folhas 75 e seguintes do livro de notas para cinquenta e cinco minutos, por intermédio de Ângelo, que escrituras diversas 57 E deste Cartório compareceram como aproveitou uma desatenção do sector mais recuado dos Naval 1.º de Maio - Rio Ave outorgantes: JOSÉ CARLOS VIEIRA DE ANDRADE, divorciado, V. Setúbal - V. Guimarães natural da freguesia de Coimbra (Sé Nova), concelho de Coimbra, forasteiros. Atlético Valdevez - Moreirense residente na Rua Infanta D. Maria, Edifício Infanta D. Maria, Foi um dérbi regional nem sempre bem jogado, disputado Gil Vicente - Leixões habitação 52, Santo António dos Olivais, Coimbra e JOSÉ DA CUNHA com correcção e “fair-play”, bem dirigido pelo trio de MARQUES (BI 1580670 de 18/01/02 — SIC de Coimbra), casado, arbitragem e com um resultado final injusto em face da Isento: Estrela da Amadora natural da freguesia de Santo António dos Olivais, concelho de Coimbra, onde reside na Calçada de S. Sebastião, n.º 48, que produção de situações de golo pelas duas equipas durante ASSINATURA outorgam em representação e na qualidade, respectivamente, os noventa minutos. Tofê de vice-presidente e tesoureiro da direcção da associação: “CASA ANUAL = 15 EUROS DA INFÂNCIA DOUTOR ELYSIO DE MOURA”: com sede na Rua (Guilherme Moreira, n°24, em Coimbra, pessoa colectiva n.° 500 CARTÓRIO NOTARIAL DE CANTANHEDE 878 641. NOTÁRIA LIC. DIONÍSIA DE MENDONÇA DE CARVALHO ENCONTRARAM-SE Que a sua representada, é dona e legítima possuidora com exclusão de outrém, do seguinte prédio sito no lugar e freguesia JUSTIFICAÇÃO NOTARIAL na capela de S. Sebastião, na Mealhada, de Vacariça, concelho da Mealhada, omisso na competente Certifico que no dia vinte e três de Novembro do ano dois mil e sete, de fls 56 e seguintes do livro de notas para escritura de diversas “62-A”, do Cartório Notarial de Conservatória do Registo Predial e inscrito na matriz em nome da uns óculos de sol de senhora. sol, ‘Casa da Infância Dr. Elysio de Moura”, ao qual, em nome da Cantanhede a cargo da notária Lic. Dionísia Maria de Mendonça Machado de Araújo de Carvalho Rodrigues, foi lavrada uma escritura de justificação notarial pela qual; Entrega-se a quem provar pertencer-lhe. mesma, atribuem o valor de SEISCENTOS EUROS. FERNANDO ANTÓNIO DE JESUS MAIA, natural da freguesia e concelho de Cantanhede e mulher MARIA ALEGRIA FERNANDES MARQUES, natural da freguesia da Pampilhosa, do Rústico, composto de terreno de oliveiras, com a área de concelho da Mealhada, casados no regime da comunhão de adquiridos, residentes na rua Contactar o Jornal da Mealhada (231 203 167) duzentos e seis metros quadrados, a confrontar do norte e do Luso, número 55, no lugar de Pampilhosa, da dita freguesia do mesmo nome. nascente com a Casa da Infância Dr. Elysio de Moura, sul com DISSERAM: Que, são donos e legítimos possuidores, com exclusão de outrém, dos bens descritos Marcolino Dias Agante e poente com Centro Recreativo, Cultural nas três seguintes verbas: e Desportivo do Travasso, inscrito na respectiva matriz sob o VERBA NÚMERO UM CARTÓRIO NOTARIAL DA MEALHADA artigo 7.525, com o valor patrimonial tributário (para efeitos de Prédio rústico, sito à “Oliveira de Ramos”, da freguesia da Pampilhosa, do concelho da Mealhada, composto de pinhal e mato, com a área de duzentos e noventa metros quadrados, Notário - Narciso Garcia Simões Arromba IMT e IMI), de dezoito euros. a confrontar do norte com Laura de Sousa Ferreira, do sul com caminho, do nascente com JUSTIFICAÇÃO Que em meados de mil novecentos e oitenta e um, o referido Ramiro Felício Marques e do poente com José Lopes Simões Direito, não descrito na prédio foi dado verbalmente à sua representada pelo Dr. Paulo Conservatória do Registo Predial da Mealhada, inscrito na respectiva matriz em nome de Adelino Marques, sob o artigo 2.873. Certifico para efeitos de publicação, que por escritura lavrada José Falcão, por isso de forma não titulada. VERBA NÚMERO DOIS no dia 23 de Janeiro de 2008, a fls. 16 e seguintes do livro de notas Que a representada dos primeiros outorgantes possui, Prédio rústico, sito à “Parada”, da dita freguesia da Pampilhosa, composto de pinhal através aos seus associados, o referido prédio sem qualquer e mato, com a área de oitocentos e sessenta metros quadrados, a confrontar do norte com para escrituras diversas número 33-E, deste Cartório, a cargo do António Custódio da Rosa, do sul com António Fernandes, do nascente com Vasco Soares Notário licenciado, Narciso Garcia Simões Arromba, CARMELINDO interrupção, à vista de toda a gente, sem qualquer oposição, Cadete e do poente com José Pereira Simões Direito, não descrito na mencionada DO NASCIMENTO FERNANDES, e mulher, LUDOVINA DE JESUS limpando o mato, pagando as contribuições e impostos Conservatória, inscrito na respectiva matriz em nome de Adelino Marques, sob o artigo respeitantes, posse que a referida associação, Casa da Infância 2.920. COMES, naturais da freguesia de Casal Comba, do concelho de VERBA NÚMERO TRÊS Mealhada, onde têm residência habitual no lugar de Silvã, Dr. Elysio de Moura, exerceu através dos seus associados, como Metade indivisa do prédio rústico, sito às “Pousias”, da dita freguesia da Pampilhosa, casados sob o regime da comunhão geral, justificaram, por não verdadeira proprietária que sempre se julgou, era e é do dito composto de vinha, pinhal e mato, com a área de dois mil trezentos e quarenta metros imóvel, pelo que o adquiriu por usucapião, fundada nessa posse, quadrados, a confrontar do norte com Humberto Gonçalves, do sul e poente com Luís da Costa possuir título, a aquisição por usucapião de um de um prédio e do nascente com José Fortunato dos Santos Pereira, não descrito na mencionada rústico, composto por terra de semeadura, sito no Padrão, da que exerceu através dos seus associados, de boa fé de modo Conservatória, inscrito o referido direito na respectiva matriz em nome de Adelino freguesia de Casal Comba, do concelho de Mealhada, com a área pacífico, contínua e publicamente, por período superior a vinte Marques, sob o artigo 2.858. anos, estando a associação, representada pelos primeiros Que, possuem estes prédios, o indicado em terceiro lugar, conjuntamente com os de duzentos e vinte metros quadrados, a confrontar do norte com restantes compossuidores João António Rodrigues Tavares e mulher Rosa Maria Ferreira Álvaro Fernandes, do sul com caminho, do nascente com Manuel outorgantes, impossibilitados de comprovar pelos meios Duarte Tavares, residentes na rua Augusto Matos, número 118, 1º, na cidade e concelho de Batista Fernandes e do poente com Álvaro Mamede, não descrito extrajudiciais normais a aquisição do seu direito sobre aquele Coimbra, da freguesia de Santa Clara, na proporção de metade para cada um dos casais e prédio, atento o titulo de aquisição. todos em nome próprio, há mais de vinte anos, sem a menor oposição de quem quer que seja na Conservatória do Registo Predial de Mealhada e inscrito na desde o seu início, posse que sempre exerceram sem interrupção e ostensivamente com o respectiva matriz em nome do justificante sob o artigo número Em, 23 de Janeiro de dois mil e oito. conhecimento de toda a gente e que se traduziu em actos materiais de aproveitamento 4720. A Colaboradora, (Maria do Rosário Alvarinhas Santos). agrícola, tendo sempre procedido às cavas, podas e empas das vinhas, roçado os matos e JM n.º 676 de 30 de Janeiro de 2008 cortado as árvores, sendo, portanto uma posse pacífica, contínua e pública, pelo que Que o identificado prédio foi adquirido por doação que lhes adquiriram os mencionados direitos por usucapião, o identificado em terceiro lugar, com foi feita pelos pais da justificante, Henrique Gomes e mulher base na composse assim verificada, não havendo todavia dado o modo de aquisição, Maria de Jesus Gomes, residentes habitualmente no dito lugar documentos que lhes permitam fazer prova dos seus direitos de propriedade, pelos meios normais. de Silvã, no ano de mil novecentos e sessenta e um, sem que no Que, iniciaram a posse sobre os referidos prédios o terceiro na citada proporção, cerca entanto ficassem a dispor de título formal que lhes permita o Pontos de venda na PAMPILHOSA do ont venda PAMPILHOS AMPILHOSA do ano de mil novecentos e setenta e quatro, por terem acordado com Adelino Marques e respectivo registo na Conservatória do Registo Predial. mulher Alzira de Sousa Ferreira, residentes que foram no lugar e freguesia da Pampilhosa, ESTÁCONFORME. Jornal da Mealhada do concelho da Mealhada, actualmente já falecidos, uma doação, que ao tempo não reduziram a escritura pública. Cartório Notarial da Mealhada, vinte e três de Janeiro de dois mil e oito. O notário dr. Narciso Garcia Simões Arromba. - MARBEL - Papelaria, tabacaria, louças, vidros Está conforme ao original. O funcionário, Registo nº 2747 Recibo nº 1502 JM n.º 676 de 30 de Janeiro de 2008 JM n.º 676 de 30 de Janeiro de 2008 - Mª.Conceição Direito - Papelaria Retrosaria
  • 11. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 19 Futebol Futebol feminino 2.ª Divisão — zona sul Campeonato Distrital Paredes do Bairro, 0 — Mealhada, 3 G. D. Mealhada – 1 Sem contestação S. Marítimo Murtoense - 6 Jogo no Parque de Jogos do Centro, em Paredes do Bairro Árbitro: Leandro Costa, auxiliado por Carlos Freitas e José Oliveira José Dias Sem contestação Paredes do Bairro: João Vieira, Trago, Joel, Parrana, Seabra (Leandro, 6m), Filipe Jogo no Campo Dr. Américo Couto – Mealhada visitante. Antes do intervalo Mendes, Ricardo, Marco Machado, Gorjão, Carlitos e Barros. Árbitros: Rui Silva, auxiliado por Nuno Pereira e André Esquerdinha marcou o seu Treinador: Orlando Ribeiro. Veiga. segundo golo, após uma Mealhada: Gonçalo Suíço, Bruno Sereno, André, Reima, Carlos Simões, Godinho Mealhada: Ana Murta, Barbara, Celina, Tânia (Laura, excelente jogada. (Miguel Ângelo, 77m), Licas, Idálio (cap.), Fábio (João Cruz, 80m), Rúben e Pedro Gil 87m), Diana, Cláudia (cap), Rita Valença (Débora, 60m), A segunda parte come- (Roberto, 75m). Raquel João, Anita, Marisa Duarte e Andreia Dias (Jessica, çou com novo golo da Treinador: Valério Ferreira 80m) equipa da Murtosa, aos 48 Ao intervalo: 0-2 Treinador: Idálio Duarte. minutos, marcado por Marcadores: Fábio (44m e 45m) e Carlos Simões (92m). Murtoense: Carla, Marta, Rosa, Ju, Raquel Santos (Sofia, Andreia, após a marcação 51m), Catarina, Cátia, Esquerdinha (Minga, 57m), Andreia, de um canto. Aos 12 O Mealhada foi a Paredes do Bairro vencer a equipa local, por três bolas a zero, e Joana e Marisa (Fátima, 72m). minutos Anita, nas poucas poderiam ter sido muito mais os golos marcados a seu favor, já que o Paredes do Bairro Treinador: Jorge Guimarães. jogadas de perigo do Grupo pouco fez para virar o rumo do jogo. Ao intervalo: 1-4 Desportivo da Mealhada, Nos primeiros quarenta e cinco minutos o guardião mais solicitado foi João Vieira, que Marcadoras: Andreia (7m), para o Desportivo da remata cruzado mas o poste fez algumas boas defesas e evitou que o Mealhada abrisse o activo mais cedo. Mealhada, e Catarina (11m e 90m) Joana (16 m), devolve o esférico. Aliás A dois minutos do final da primeira parte Fábio fez dois golos de rajada. Um aos Esquerdinha (40m e 44m) e Andreia (48m), para o Anita, embora não tenha quarenta e quatro minutos, a passe de Carlos Simões, e outro aos quarenta e cinco, este Murtoense. estado muito ao nível com algumas culpas para João Vieira. daquilo a que nos habituou, Lodo a seguir ao segundo golo o árbitro deu por terminada a primeira parte do encontro. foi a que esteve mais perto Na etapa complementar, o Paredes subiu mais no terreno e apoquentou Gonçalo Suíço, de marcar, aos 30 e aos 42 que teve de fazer algumas defesas apertadas. Volvidos alguns minutos a equipa visitante minutos de jogo, depois de pegou novamente no jogo, uma vez que a equipa do Paredes passou a jogar com dez sofrer uma falta rude de unidades por expulsão de Parrana. Se para a equipa da casa era difícil jogar com onze Minga à entrada da área. Já elementos, pior foi ter de jogar só com dez. em tempo de descontos, Já a terminar, Carlos Simões fechou a contagem fazendo o 3-0 para os mealhadenses. Catarina ganha um ressalto O encontro foi, por vezes, bem jogado, mas na maior parte do tempo não foi tão bom. de bola, ainda no seu meio O resultado não merece qualquer contestação e até poderia ter sido mais dilatado. campo, e, depois de deixar O Paredes teve boa atitude durante todo o encontro e merecia o golo de honra. toda a defesa para trás, fixa A equipa de arbitragem cometeu alguns pequenos erros, mas sem influência no o resultado final. resultado. Manuel Balsas Este jogo era aguardado com alguma expectativa Futsal porque a equipa da Mealhada vinha de uma 3.º Torneio Interfreguesias série de bons resultados, mas o Murtoense acabaria 4.ª jornada - (8-3-08) À esquerda, jogadora do S. Marítimo Murtoense leva por justificar a vitória. A Vacariça - Barcouço (Pavilhão da Casa do Povo da Vacariça, 19h30). a melhor com jogadora local e vai fazer o golo Pampilhosa - Luso (Pavilhão Municipal da Pampilhosa, 21h30). formação mealhadense O Murtoense começou de tosa, com jogo mais Mealhada - Antes (Pavilhão Municipal da Mealhada, 19h00). acusou o facto de estar uma forma muito táctica e a controlado, fez mais Ventosa do Bairro - Casal Comba (Pavilhão do Sume-Antes, 21h00). perante a poderosa meio campo mas, aos circulação de bola de forma 5.ª jornada - (15-3-08) formação da Murtosa, que, poucos, o Mealhada come- a gerir o tempo e o esforço, Barcouço - Pampilhosa (Pavilhão Municipal de Casal Comba, 19h30). desde há anos, ganha tudo Luso - Vacariça (Pavilhão Municipal do Luso, 21h30). çou a libertar-se e, em mas sempre à espreita de o que há para ganhar no Antes - Ventosa do Bairro (Pavilhão do Sume-Antes, 19h30). contra-ataque, Andreia nova oportunidade para Campeonato Distrital de Casal Comba - Mealhada (Pavilhão Municipal de Casal Comba, 21h30). remata de ângulo difícil e, elevar o marcador. Aos 40 Aveiro. As suas jogadoras 6.ª jornada - 29-3-08) com alguma sorte, inaugura minutos, num mau alívio, a estiveram irreconhecíveis Pampilhosa - Vacariça (Pavilhão Municipal da Pampilhosa, 19h30). o marcador, já que a bola bola é colocada à mercê de Luso - Barcouço (Pavilhão Municipal do Luso, 21h30). durante muitas fases do ainda tabela em Raquel Esquerdinha, e esta não teve Antes - Casal Comba (Pavilhão do Sume-Antes, 19h30). jogo. Santos antes de entrar na dificuldades em marcar o Mealhada - Ventosa do Bairro (Pavilhão Municipal da Mealhada, 21h30). A equipa de arbitragem baliza. terceiro golo da equipa fez um trabalho positivo. Após o golo, a equipa Sim! Nós existimos. visitante reorganizou-se e, de forma superior, veio deliberadamente ao ataque Ferraz & Ferraz erra erra Ferr Agência de documentação E -NOS VISIT e, no minuto seguinte, Somos, Esquerdinha fez a bola roçar na trave à guarda de Ana trata NOVA VALIDADE DAS CARTAS DE CONDUÇÃO Rua dr. Costa Simões, 22 MEALHADA ANFERLUX - Electrodomésticos, Ld.ª Murta. Todo este caudal ofensivo viria a dar frutos. Telefone e fax: 231 202 622 4321098765432121098765432109876543210987654321 Aos 11 minutos, Catarina 4321098765432121098765432109876543210987654321 LUSO 4321098765432121098765432109876543210987654321 ARMAZENISTAS faz, sem oposição, o golo do 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 Temos os melhores preços nas marcas que distribuímos: ARISTON, INDESIT, Whirlpool, IGNIS, VULCANO, GRUNDIG, House Line, ROWENTA, KRUPS, TEFAL, entre outras. empate após a marcação de um canto. A resposta do Mealhada só se fazia notar Pensão Astória 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 Restaurante O Selas em rápidos contra-ataques 4321098765432121098765432109876543210987654321 Com garantia de 2 anos sem consequências prá- 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 ticas. Aos 16 minutos, Joana Vendas ao público C/pequenos toques 4321098765432121098765432109876543210987654321 consegue ultrapassar toda a Confeccionamos 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 defesa do Mealhada e desfaz 4321098765432121098765432109876543210987654321 Em Grada - Anadia telf - 231 209 800 o empate. Depois de estar a doces tradicionais 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321 vencer, a equipa da Mur- Contacto: 231 939 182 4321098765432121098765432109876543210987654321 4321098765432121098765432109876543210987654321
  • 12. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 2 Projecto Luso Inova Cinquenta milhões de euros e mil novos postos de trabalho em 2013 A apresentação pública do projecto estratégico Luso Inova – Pólo de Turismo, Saúde, Beleza e Bem-Estar decorreu na tarde de sexta-feira, 25 de Janeiro, no Grande Hotel do Luso. Responsáveis da Câmara Municipal da Mealhada, da Sociedade da Água de Luso, da Universidade de Coimbra, da Região de Turismo do Centro e da administração central assistiram à apresentação das conclusões da empresa de consultadoria responsável pelo projecto. A criação de mil postos de trabalho e um investimento de cinquenta milhões de euros, foram anunciados como certezas no Luso, daqui a uma década. O projecto Luso Inova visa o desenvolvimento de um pólo de actividades ligadas ao turismo, saúde, beleza e bem-estar na vila do Luso. Para isso pretende aproveitar a marca Água de Luso, a paisagem local (Mata e Palácio do Buçaco), o vasto património construído, as competências técnicas e científicas da Universidade de Coimbra, e das suas diversas unidades de investigação. A Universidade de Coimbra e a Sociedade da Água de Luso são parceiros estratégicos da Câmara da Mealhada neste projecto que Carlos Cabral considera estruturante para o município. Na apresentação do projecto, Carlos Cabral, presidente da Câmara Municipal da Mealhada, afirmou: “Este projecto terá já, no ano de 2013, algum trabalho visível”. Vítor Cardial, representante da empresa consultora responsável pelo projecto, na sua intervenção, começou por enumerar o que considera serem as vantagens deste projecto: “O Luso tem uma localização estratégica e acessibilidades excelentes, tem proximidade com as Universidades de Coimbra e de Aveiro, a própria marca Luso tem já muito potencial, possui também rede termal e centro de estágios. Na sua envolvente, tem projectos turísticos, incluindo diversos ansiedade na população, mas peço paciência a todos, projecto porque acredito nas pessoas do Luso, nas campos de golfe, a ‘Rota da Bairrada’ e a gastronomia”. Sobre porque tudo isto passa por uma grande revitalização. Esta empresas do concelho e na Câmara Municipal da a análise do mercado potencial deste projecto Vítor Cardial perspectiva de dinamizar ainda mais o turismo da região Mealhada”, afirmou Fernando Guerra, da Universidade de declarou: “Com todo este empreendimento vai haver um é excelente. Podemos assim ter um desenvolvimento Coimbra. aumento da esperança de vida e um acréscimo das económico grande. O nosso comprometimento com o João Vasco Ribeiro, gestor de fundos do Quadro de disponibilidades económicas e de tempo. Vai haver procura desenvolvimento da vila termal é total e há a Referência Estratégico Nacional (QREN), potencial de serviços de saúde e de bem-estar”. possibilidade de incluirmos nos rótulos da Água de Luso financiador do projecto, disse: “A Região Centro é Segundo informou Vítor Cardial o projecto Luso Inova uma pequena chamada à vertente turística do Luso”, claramente uma região de termalismo e, por isso, este prevê um investimento de cinquenta milhões de euros explicou. projecto tem tudo para dar certo”. para a construção de todo o empreendimento. Promoverá “Este é mais um dos projectos que a Universidade de “Vamos ter algo de diferente no concelho, na região e a criação de cerca de mil postos de trabalho, em diversas Coimbra tem em parceria com uma autarquia. no país. Isso é uma certeza!”, concluiu Carlos Cabral. áreas. O representante da empresa consultora deixou, no Pessoalmente, deposito uma grande esperança neste Mónica Sofia Lopes entanto, um alerta: “Não se pense que serão visíveis resultados imediatamente. Penso que nos próximos quatro anos, a vila do Luso não vai sentir grandes transformações. Estes projectos demoram sempre cerca de dez a quinze 50 milhões? Para quê? anos a ter alguma visibilidade”. O projecto Luso Inova, prevê, com cinquenta milhões de euros, transformar o Luso numa Vichy portuguesa. No rol Pedro Machado, presidente da direcção da Região de Turismo de investimentos espera-se a criação de novecentas novas camas, quatro novos hotéis — resort Spa, centro de do Centro, afirmou: “Tenho que saudar a Câmara da Mealhada congressos, outro de apoio ao parque desportivo e outro suite hotel —, clínica de massagens, cirurgia plástica, porque julgo que este concelho está a criar, por meios próprios, estética dentária, laboratórios de desenvolvimento de cosmética (associados ao retardamento do envelhecimento), uma estratégia de desenvolvimento. Apesar de estar a haver ginásios, vinte lojas integradas com marcas de referência, restaurantes e esplanadas. A construção de uma nova zona uma reestruturação nas regiões de turismo, fica aqui a promessa de bares será necessária para que o Luso passa a ser conhecido e preferido, nacional e internacionalmente, como de que vamos sempre ajudar municípios como este. São destino turístico ligado ao bem-estar. concelhos que dão um forte contributo ao país”. Outro dos investimentos incluídos no projecto será a instalação de um parque industrial, ligado ao desenvolvimento O presidente do conselho de administração da Sociedade da cosmética, em Barrô, com laboratórios ligados à investigação a fazer na Universidade de Coimbra. da Água de Luso, Alberto da Ponte, pediu paciência à Em resumo, dos cinquenta milhões de euros metade será investido na hotelaria, oito milhões serão destinados a população relativamente à remodelação das Termas de infra-estruturas económicas e o restante será gasto na instalação de actividades de comércio e de animação turística. Luso. “O projecto das Termas de Luso causa muita Paulo de Carvalho, Lda Carvalho, Luso Fundada em 1922... A nossa história impulsiona-nos para o futuro! Armazéns Triunfo Móveis, Cozinhas (por medida), Rua do Lagar, construção civil rua de aveiro, 3050-420 pampilhosa, mealhada Praça do Choupal, Rua Afonso lote 6 loja B Electrodomésticos, Louças, Têxteis, arte funerária telefone 231 202 735 Henriques, n.º fax 231 204 654 n.º 7 3050 - 330 45 3060-137 SANTA CLARA Decoração... Listas de casamento fogões de sala email geral@costa-irmao.pt MEALHADA 3040-002 recuperadores de calor site www.costa-irmao.pt CANTANHEDE COIMBRA Telefone e fax: 231 939 121 e-mail: moveis-triunfo@clix.pt decoração
  • 13. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 20 Hóquei em patins Hoquista pampilhosense a jogar na Alemanha Campeonato Nacional Feminino - 1.ª divisão André Loureiro, de dezanove anos, natural da HC Mealhada, 2 Pampilhosa, é jogador de hóquei em patins e depois de jogar em várias equipas portuguesas, está a jogar, desde CD Nortecoope, 4 Junho de 2007, na Alemanha na equipa do ERG Iserlonh, equipa da primeira divisão alemã de Hóquei em Patins e que Enfim... à campeão! tem estado em competição para a Taça UEFA. António Pinho O jogador pampilhosense começou a jogar com cinco anos de idade nas Escolinhas do Hóquei Clube de Anadia, Uma vitória à campeão! É assim que podemos com o seu irmão Emanuel Loureiro. Aos catorze anos passou descrever o triunfo alcançado pela equipa da Fundação a jogar na equipa do Hóquei Clube do Bonsucesso (HCB) Nortecoope frente à equipa do Hóquei Clube da onde permaneceu durante três anos, passando de seguida Mealhada, no passado domingo, no pavilhão da a integrar a equipa do Hóquei Clube da Mealhada. formação mealhadense. “Foi o treinador do Bonsucesso, que sempre considerou Perante uma desastrosa equipa do HCM, que entrou o André bom jogador e lhe deu algum valor, que o indicou na partida muito nervosa, sem ideias, errando muitos aos dirigentes da equipa alemã. Tivemos de ponderar tudo passes, estando muito mal a níveis tácticos, defensivos muito bem, mas jogar hóquei em patins é o sonho do André e ofensivos, a equipa da Fundação, muito pelo contrário, e a família sempre lhe deu todo o apoio”, explicou Anabela entrou decidida e muito determinada em resolver a Santos, a mãe de André Loureiro. “Ele foi muito bem recebido partida. Fazendo pressão alta e marcação muito cerrada, pelos colegas da nova equipa. Na Alemanha há outra a equipa forasteira, jogava a seu belo prazer, fazendo cultura, outro clima e ele teve de se adaptar. Tem estado a boas jogadas estudadas, quer a níveis individuais, quer estudar alemão para uma melhor integração”, prosseguiu a níveis colectivos, sendo que tudo era extremamente a mãe. Na equipa, André Loureiro conta com o apoio de mais bem organizado, face uma equipa do HCM completamente dois jogadores portugueses que também jogaram no HCB. à deriva no jogo, sem conseguir fazer uma única jogada Os três portugueses além de serem jogadores, desempenham de perigo. A jogar desta forma, não foi de estranhar que também funções de treinadores das escolas de hóquei do a equipa da Fundação tenha chegado ao golo através da ERG Iserlonh. infelicidade de uma atleta mealhadense que fez auto- O regresso de André Loureiro está marcado para Abril, golo, após desviar um passe de uma jogadora adversária. mas apenas temporariamente, a sua equipa desloca-se a Com 0-1, as coisas complicavam-se ainda mais, Portugal para participar num torneio de hóquei em patins porque pouco depois, iria aparecer o 0-2, para a equipa organizado pelo Clube Desportivo da Pampilhosa. RSG forasteira, após uma bela jogada de combinação entre duas atletas da equipa da Fundação, que não tiveram Tiago Ferraz convocado para a Selecção Nacional Sub-23 dificuldades em ampliar o marcador. A exibição do Tiago Ferraz, lusense a jogar em Gulpilhares, foi convocado para um Mini Estágio da Selecção Nacional de Sub-23, HCM, era para esquecer. A ganhar por 0-2, a equipa que decorrerá de 3 a 5 Fevereiro 2008, no Luso. De acordo com o Plano de Preparação das Selecções Nacionais, a Federação adversária abrandou um pouco o ritmo do jogo. Quem Portuguesa de Patinagem vai realizar este mini-estágio com vista à participação na Taça Latina de Hóquei em Patins 2008. aproveitou, foi a equipa do Mealhada, que conseguiu Jogadores do HCM convocados para o estágio de detecção de talentos dar um pouco o ar da sua graça, e numa das suas Estão convocados para Estágio Associativo de Detecção de Talentos, no dia 30 de Janeiro, quatro atletas do Hóquei investidas, consegue arrancar uma grande penalidade, Clube da Mealhada (HCM). Ivo Veloso Castanheira, com 13 anos — integra as equipas de Iniciados e Juvenis do HCM — exemplarmente convertida por Neuza Pebre, que assim , José Vigário Louzada, com 13 anos — integra as equipas de Infantis e Iniciados do HCM —, Adriana Martins, com16 anos reduziu para 1-2 o placard. A festa foi de pouca dura, já — integra as equipas de Iniciadas e Seniores do HCM —, e Mariana Miguel Teixeira Tavares, com 13 anos, — integra a que pouco depois, a equipa da Fundação, faz o 1-3, equipa de Iniciadas do HCM. Este estágio insere-se no âmbito do trabalho técnico de preparação das selecções nacionais também através de uma grande penalidade. Era com este jovens e é promovido pela Federação Portuguesa de Patinagem. resultado, e sem qualquer contestação, que chegaríamos Juniores e Juvenis do HCM asseguram passagem à 2.ª prova do Camp. Nacional ao intervalo. A equipa de Juniores do Hóquei Clube da Mealhada (HCM) já tinha conseguido atingir a passagem à segunda prova Na segunda parte, a equipa mealhadense, esteve um do Campeonato Nacional. Segue destacada na primeira posição do seu grupo, a duas jornadas do final. A equipa de pouco melhor, até criou algumas ocasiões de golo Juvenis, só no sábado soube que também atingira os seus objectivos, após a derrota do Carvalhos perante a Oliveirense, conseguindo reduzir, para 2-3, novamente por Neuza num jogo em atraso e da derrota do Pessegueiro do Vouga, em São João da Madeira. Apesar da derrota em casa, perante Pebre, mas não evitou sofrer o quarto e ultimo golo da o primeiro classificado, a Oliveirense, os juvenis da Mealhada mantiveram a terceira posição, com três pontos de avanço em relação ao quarto classificado, o Oliveira do Hospital. O HCM tem vantagem sobre esta equipa dado que, nos encontros equipa adversária, que ditava assim o resultado final em entre ambos, o HCM venceu em ambas as partidas. Está assim, também em relação aos juvenis, garantida a passagem 2-4, após rápido lance de contra-ataque. Como nota final, à prova seguinte e a manutenção da equipa no Campeonato Nacional na próxima época. de realçar um golo limpo prontamente anulado (por seu turno mal anulado), à equipa do HCM, que talvez pudesse Bambis estreiam perante o Oliveira do Hospital ter mudado o rumo dos acontecimento, bem como a má As vinte e três crianças da Escola de Patinagem do Hóquei Clube da Mealhada realizaram o seu primeiro jogo contra a equipa de Oliveira do Hospital, no Pavilhão Municipal da Mealhada. O resultado foi desnivelado para a equipa da exibição realizada pela formação mealhadense, perante encosta da Serra da Estrela, que demonstrou continuar o seu importante papel no desenvolvimento da modalidade, com o seu grande público que enche sempre o pavilhão excelentes executantes para a idade. mealhadense, quando esta equipa joga. O primeiro classificado disputará a prova 2 e subirá à 2.ª Divisão. O Resultados da jornada de Próxima jornada segundo classificado disputará a prova 3 para acesso à 2.ª Divisão. Os três primeiros classificados são apurados para a poule A da Zona Sul e mantém-se no Campeonato Nacional em 08/09. Os quarto, quinto e sexto 25 e 26 de Janeiro classificados são apurados para a poule B da Zona Sul Sábado, 2 de Fevereiro 21 h – Seniores Femininos – Campeonato Nacional Zona Norte: Seniores Femininos – 1ª Divisão – Zona Norte Bambis (encontro/convívio): Campeonato Nacional de Juvenis HC Marco — HCM (Classificação após a 14ª jornada) HC Mealhada, 0 — FC Oliveira do Hospital, 11 (Classificação após 9.ª jornada) 1.º - F. Nortecoope 42 (apurado) Domingo, 3 de Fevereiro 2.º - CD Nortecoope 30 Escolares (encontro/convívio): 1.º - UD Oliveirense 21 (apurado) 16 horas – Escolares – Encontro/convívio: 3.º - HC Mealhada 29 HC Mealhada, 1 — CA Feira, 4 2.º - AD Sanjoanense 21 (apurado) HC Viseu - F — HC Mealhada 4.º - AF Arazede 24 3.º - HC Mealhada 13 (apurado) Iniciadas (Campeonato Sub-18): 5.º - HC Carvalhos 22 4.º - FC Oliveira do Hospital 10 HC Mealhada, 1 — Carvalhos, 3 6.º - HC Marco 21 5.º - HC Carvalhos 07 HC Mealhada, 4 — HC Viseu, 10 Classificações 2007/08 7.º - CSP Alfena 16 6.º - ACRP Vouga 07 8.º - CA Feira 10 Tabelas classificativas, 9.º - GDC Fânzeres 04 Os três primeiros classificados são apurados para a poule A da Zona Norte e Juvenis (Campeonato Nacional): HC Mealhada, 3 — UD Oliveirense, 4 após 27 de Janeiro 2007 10.º - CP Vila Boa do Bispo 04 mantém-se no Campeonato Nacional em 08/09. Os quarto, quinto e sexto classificados são apurados para a poule B da Zona Norte Juniores (Campeonato Nacional): Seniores masculinos – 3ª Divisão – Zona B Os quatro primeiros classificados disputam a prova 2. Campeonato Regional Iniciados HC Mealhada, 8 — AA Coimbra, 6 (Classificação após a 12ª jornada) Quatro equipas da Zona Norte e quatro equipas da Zona Sul. (Classificação após 18.ª jornada) 1.º - Escola Livre A 34 Seniores Femininos (Campeonato Nacional – Zona Norte): 2.º - HC Mealhada 31 1.º - Academia Feira 41 (apurado) HC Mealhada, 2 — Fundação Nortecoope, 4 3.º - AA Coimbra 25 Campeonato Nacional de Juniores – Zona C 2.º - Sanjoanense 41 (apurado) 4.º - Arazede 13 (Classificação após a 9.ª jornada) 3.º - Bonsucesso 29 Seniores Masculino (Campeonato Nacional 3ª Divisão - Série B): 5.º - CD Cucujães 21 4.º - Oliveirense 29 AA Coimbra, 1 — HC Mealhada, 3 6.º - ACR Pesseg. do Vouga 16 1.º - HC Mealhada 24 (apurado) 5.º - Cucujães 23 Gualdim Pais, 4 — CD Pampilhosa, 4 7.º - CD Pampilhosa 14 2.º - Biblioteca 18 (apurado) 6.º - HC Mealhada 18 8.º - SC Leiria Marrazes 10 3.º - SC Marinhense 13 7.º - Pessegueiro do Vouga 16 9.º - CF Gualdim Pais 05 4.º - HC Turquel 12 8.º - Academia Cambra 11 10.º - Oliveira do Hospital 04 5.º - Juv. Ouriense 07 9.º Cenap 00 6.º - AA Coimbra 06 Os dois primeiros classificados são apurados para o Campeonato Nacional.
  • 14. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 21 Actualidade Cultural Exposição aberta às segundas-feiras, quintas-feiras, sextas- Domingo, 3 de Fevereiro Cineteatro municipal Messias feiras e sábados a partir das 20 horas. Aos domingos a partir das Actuação da banda Mistura Brasileira seguida do grupo 15 horas. de pagode ‘Sambaê’. Cinema Segunda-feira, 4 de Fevereiro De 31 de Janeiro a 4 de Fevereiro Teatro O grupo de Pagode Amigos da Tijuca dará inicio à animação nocturna que continuará com as actuações da Sábado, 9 de Fevereiro, às 21h 30m Call Girl M/16 banda TV5 e de McFly. Soraia Chaves é Maria, uma “call girl” de luxo, ambiciosa, “A Bíblia: Toda a palavra de Deus (sintetizada)” é a Terça-feira, 5 de Fevereiro irresistível, sedutora. É contratada por Mouros para seduzir comédia da Companhia de Teatro do Chiado que subirá ao Os festejos de Carnaval, na Mealhada, terminarão com Meireles (Nicolau Breyner), presidente da Câmara de palco do cineteatro Messias. as actuações do grupo de percussão “Per’curtir” e do artista Vilanova. A missão de Maria é conseguir convencer Meireles Contacto para reservas: 231 209 870. de animação popular portuguesa, Ruizinho Penacova. a autorizar uma multinacional a construir um empre- endimento turístico. Entretanto, Madeira e Neves, agentes da Polícia Judiciária, seguem os indícios de corrupção e Biblioteca Municipal Espaços desportivos começam a investigar Meireles. Tudo se tornará ainda mais complexo quando Madeira Minutos de Leitura Pavilhão Municipal do Luso descobre que Maria, por quem está apaixonado, é o isco Sexta-feira, 25 de Janeiro Disponível para marcações para as modalidades de para obrigar o político a ceder... “Call Girl” é realizado por Este mês queremos que continues a mostrar as Andebol, Basquetebol, Hóquei em Patins, Futsal, Squash e António-Pedro Vasconcelos (“Os Imortais”, “Jaime”). “diferentes leituras” que consegues fazer com apenas um Voleibol. Estão abertas as inscrições para as actividades livro! Nesta oficina de leitura expressiva aprendemos como de Aeróbica, Step, Fitness Gym, Sénior Gym e Dança para Sessões às quintas-feiras, sextas-feiras, sábados e segundas- é divertido descobrir as histórias a cada nova leitura que crianças. Funcionarão às terças-feiras, quintas-feiras e feiras às 21h 30m. Aos domingos há sessões às 16h e às 21h 30m. fazemos de um mesmo livro! sextas-feiras das 18h às 22horas. Informações e inscrições: Contacto para reservas: 231 209 870. Hora do Conto 231 939 235 “Porta mágica” é a proposta que temos para ti. Atrás de Exposição uma porta podem existir muitos mistérios. Se és corajoso, Pavilhão Municipal de Casal Comba vem “ouvir atrás da porta”! Futsal. Podem ser feitas marcações para utilização (actividade sujeita a marcação prévia) através do telefone 231 205 470. Até 31 de Janeiro Cine de Palmo e Meio A iniciativa está de volta com dois filmes que vais Pavilhão Municipal de Pampilhosa À descoberta do Óscar II adorar: - Garfield em fuga Disponível para marcações para as modalidades de Andebol, Basquetebol, Hóquei em Patins, Futsal e Voleibol. — O fascínio da imagem - Os Simpsons (actividade sujeita a marcação prévia) Marcações para utilização, a partir das 18h 30m, através do telefone 231 940 764. Cinema Mudo Exposição organizada pela Junta de Turismo do Luso- Piscinas Municipais da Mealhada Ciclo de cinema mudo com a apresentação de filmes de Buçaco — em parceria com o Museu da Imagem em Actividades de natação para grávidas, para bebés, para Charlie Chaplin. Movimento, de Leiria, e o Cineclube de Avança — que (actividade sujeita a marcação prévia) jovens e adultos e hidroginástica. Inscrições e informações pretende mostrar a história do cinema, procurando explicar através do telefone 231 205 470. como decorreu a longa caminhada até ao dia em que se “fez luz” no Grand Café Boulevard des Capucines, em Paris, a 28 Bibliomealhada de Dezembro de 1895, dia em que os irmãos Lumière fizeram a primeira apresentação pública dos seus filmes. Uma Espaços museológicos iniciativa apoiada pela Câmara Municipal da Mealhada. No mês de Janeiro o circuito do Bibliomealhada está a ser alargado a outras localidades do concelho para além das sedes de freguesia, pelo que as actividades a realizar Museu Agrícola de Vacariça decorrerão de acordo com o solicitado pela população Aberto de segunda-feira a sexta-feira. De manhã, das 9h FRANCISCO PEREIRA DA CRUZ SAMPAIO visitada. às 12h, de tarde, das 14h às 17h 30m. Para grandes grupos é favor marcar hora através do telefone 231 939 228. Neste mês, iniciou-se, também, o projecto “Livros em Espólio do Comendador Melo Pimenta Estofador de automóveis viagem” com o qual se operacionaliza o Plano Nacional de (Junta de Turismo Luso-Buçaco, no Luso) Aberto de segunda-feira a sexta-feira, das 9h 30m às 12h Leitura no Concelho de Mealhada, através da entrega de uma “mala de viagem” com livros nos jardins-de-infância 30m e das 14h às 18h. Aos sábados, domingos e feriados funciona das 10h às 13h e das 15h às 17h. Encerados por medida e nas escolas de Ensino Básico do concelho de Mealhada. O contacto pode ser feito para a Junta de Turismo Luso- Buçaco através do telefone número 231 930 716. Rua Dr. Costa Simões 3050 -326 Mealhada Dr. Cos Simões 3050- osta Meal alhada Carnaval Luso-brasileiro Museu Militar do Buçaco Telefone 231 202 071 Telem. 962 396 160 da Bairrada Aberto de terça-feira a domingo das 10h às 12h30m e das 14h às 17h30m. O contacto pode ser feito através do telefone número 231 939 310. CARTÓRIO NOTARIAL DE CANTANHEDE NOTÁRIA LIC. DIONÍSIA DE MENDONÇA DE CARVALHO Tenda Gigante no Sambódromo Convento de Santa Cruz do Buçaco Luís Marques, à noite Aberto de terça-feira a sábado, das 9h às 12h20m e das JUSTIFICAÇÃO NOTARIAL Certifico que no dia vinte e três de Novembro do ano dois mil e sete, de fls 59 e seguintes 14h às 17h20m. do livro de notas para escritura de diversas “62-A”, do Cartório Notarial de Cantanhede a cargo Casa Quinhentista da Pampilhosa e Museu do Porco da notária Lic. Dionísia Maria de Mendonça Machado de Araújo de Carvalho Rodrigues, foi Sexta-feira, 1 de Fevereiro Visitas marcadas através dos telefones número 231 949 lavrada uma escritura de justificação notarial pela qual; Apresentação das seis escolas de samba que desfilarão JOÃO ANTÓNIO RODRIGUES TAVARES, natural da freguesia de Coimbra (Sé Nova), do 824 — Junta de Freguesia da Pampilhosa — e 231 949 828 — concelho de Coimbra e mulher ROSA MARIA FERREIRA DUARTE TAVARES, natural da no Carnaval de 2008 seguida da actuação do grupo de José Machado Lopes. freguesia da Pampilhosa, do concelho da Mealhada, casados no regime da comunhão de pagode ‘Samba Lelé’. adquiridos, residentes na rua Augusto Matos, número 118, 1º na cidade e concelho de Coimbra, Aniversário da freguesia de Santa Clara. DISSE O PRIMEIRO OUTORGANTE, NA QUALIDADE EM QUE OUTORGA: Sábado, 2 de Fevereiro Que, são donos e legítimos possuidores, com exclusão de outrém, de metade indivisa do Actuação da banda musica TV5 e do artista de hip-hop, prédio rústico, sito às “Pousias”, da freguesia da Pampilhosa, do concelho da Mealhada Suíça composto de vinha, pinhal e mato, com a área de dois mil trezentos e quarenta metros mealhadense, McFly. quadrados, a confrontar do norte com Humberto Gonçalves, do sul e poente com Luís da Costa e do nascente com José Fortunato dos Santos Pereira, não descrito na Conservatória do JOANA SOFIA PEREIRA PAIS Registo Predial da Mealhada, inscrito o referido direito na respectiva matriz em nome de Adelino Marques, sob o artigo 2.858. Que, possuem este prédio, conjuntamente com os restantes compossuidores Fernando Olá Joaninha! António de Jesus Maia e mulher Maria Alegria Fernandes Marques, residentes no dito lugar da Pampilhosa, na proporção de metade para cada um dos casais e em nome próprio, há mais de vinte anos, sem a menor oposição de quem quer que seja desde o seu início, posse que Parabéns pelos teus 5 sempre exerceram sem interrupção e ostensivamente com o conhecimento de toda a gente e que se traduziu em actos materiais de aproveitamento agrícola, tendo sempre procedido às aninhos. Esperamos que cavas, podas e empas da vinha, roçado os matos e cortado as árvores, sendo, portanto uma posse pacífica, contínua e pública, pelo que adquiriram o mencionado direito por usucapião, este dia seja passado com com base na composse assim verificada, não havendo todavia dado o modo de aquisição, muita alegria junto dos documentos que lhes permitam fazer prova do seu direito de propriedade, pelos meios normais. teus pais e mano e também Que, iniciaram a posse sobre o referido direito na citada proporção, cerca do ano de mil novecentos e setenta e quatro, em virtude de terem acordado com Adelino Marques e mulher com muitas prendinhas. Alzira de Sousa Ferreira, residentes que foram no lugar e freguesia da Pampilhosa, do concelho Muitos beijinhos da da Mealhada, actualmente já falecidos, uma doação, que ao tempo não reduziram a escritura pública. avó Edite, da tia Bela, do Está conforme ao original. O funcionário, Registo nº 2749 Recibo nº 1503 Pedro e da madrinha. JM n.º 676 de 30 de Janeiro de 2008 (Barrô)
  • 15. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 22 Necrologia Murtede Quinta do Vale - Vacariça AUGUSTO SIMÕES GONÇALVES FERNANDO AUGUSTO MARTINS Faleceu, no dia 21 de Faleceu, no dia 27 de Janeiro, nos Hospitais da Janeiro, na sua residência, Universidade de Coimbra, FERNANDO AUGUSTO MAR- AUGUSTO SIMÕES GONÇALVES, TINS, com 81 anos de idade. Era com 87 anos de idade. Era natural de Carrazeda de natural do lugar de Murtede, Ansiães, Pombal, e residente onde residia e em cujo na Quinta do Vale. Foi a cemitério foi a sepultar. sepultar no cemitério da Sua esposa, Maria de Vacariça. Lurdes da Costa Lousado, seu filho, professor Vítor António Sua esposa, Adelaide Lopes Rocha Martins, irmã, Lousado Gonçalves, suas netas, Dr.ª Sónia Margarida cunhada, sobrinhos e restante família agradecem a todas Miranda Gonçalves e professora Marta Raquel Miranda as pessoas que acompanharam o extinto à sua última Gonçalves, e restante família agradecem a todas as morada, ou que de qualquer outro modo, lhes pessoas que acompanharam o extinto à sua última manifestaram o seu pesar. morada ou que, de qualquer outro modo, lhes Agradecem, igualmente, a todos quantos assistam à manifestaram o seu pesar. missa de sétimo dia, por sua intenção. Agradecem, igualmente, a todos quantos assistiram à missa de sétimo dia, por sua intenção. AGÊNCIA FUNERÁRIA DA CARREIRA, UNIPESSOAL, LDA Mealhada de António Marques Lopes (Sediada no concelho da Mealhada) CELESTE MARIA FERRO GUERREIRO Telef. (s) 231 930 689 - 231 930 857 Telem (s) 937 579 125/6 fax: 231 930 673 Faleceu, no dia 23 de e-mail: funeraria.carreira@sapo.pt Janeiro, nos Hospitais da Universidade de Coimbra, CARREIRA 3050- 501 VACARIÇA 501 Indústria de mármores CELESTE MARIA FERRO GUERREIRO, com 75 anos de Pampilhosa idade. Era natural da freguesia de S. Vicente do ANA MARIA DE MELO CRUZ Pigeiro, Évora, e residia no Lar de Idosos da Mealhada. Foi a Missa de aniversário sepultar no cemitério da Mealhada. Seus pais, sua irmã e seus Sua filha, Maria Amália Guerreiro Ramitos, seu genro, padrinhos, recordado que netas e restante família agradecem a todas as pessoas ANA MARIA DE MELO CRUZ, que acompanharam a extinta à sua última morada ou completaria trinta e oito anos que, de qualquer outro modo, lhes manifestaram o seu no passado dia 27 de Janeiro, pesar. Agradecem também ao Lar da Santa Casa da Misericórdia e a toda a direcção o bom acolhimento, a gradecem desde já, a todas MOBILADORA PALHOSA, Ld.ª tratamento e carinho que lhe foi dado, durante o tempo as pessoas que participarem na missa celebrada por sua Móveis em todos os estilos que ali permaneceu. Participam que a missa de sétimo dia vai ser celebrada alma, no dia 30 de Janeiro, Oficina de reparações na quarta-feira, 30 de Janeiro, às 18 horas, na Igreja da quarta-feira, às 19h 30m na igreja da Pampilhosa. Mealhada. Alexandre Simões 966 106 388 Silvã Fernando Ferreira PAGAMENTO DO PAGAMENT GAMENTO 966 871 400 ANTÓNIO SIMÕES FERREIRA JORNAL DA MEALHADA Faleceu, no dia 24 de Rua Dr. José Cerveira Lebre Janeiro, na sua residência, P AU LO DE CARVALHO, L .da - Luso AU LO CARVALHO L.da ALHO, .da. 3050 - 349 MEALHADA ANTÓNIO SIMÕES FERREIRA, com 81 anos de idade. Era VENDAS E ARRENDAMENTOS natural do lugar da Silvã, onde residia e em cujo cemitério foi a sepultar. Sua esposa, Maria Alegria Gomes, seus filhos, Lidionete Gomes Simões, Carmelindo Vende-se Vende-se Vende-se Gomes Simões, José Martinho Gomes Simões, seu genro, noras, netos, e restante família agradecem a todas as pessoas que acompanharam o extinto à sua ultima VW- Golf 1.9 TDI VAN de 2004- Nacional VW- VAN 2001- Audi A3 1.6 de 2001- Nacional morada ou que, de qualquer outro modo, lhes Óptimo estado c/ 53 000 km Óptimo estado manifestaram o seu pesar. Participam que a missa de sétimo dia, será celebrada no dia 1 de Fevereiro, sexta- feira, pelas 20 horas, na capela da Silvã. Contacto - 917 879 977 Contacto- 912 723 738 AGÊNCIA FUNERÁRIA ARRENDA-SE ARRENDA-SE ANTÓNIO SIMÕES BOIÇA & FILHOS, Ld.ª no centro do Luso 1.º andar APARTAMENTO T2 /250 EUROS Telef. 231 204 517 Telems: 966 072 830 ou 969 125 452 (3 quartos, 2 salas, 2wc e cozinha) NA RUA DO FREIXO, N.º 9 - R/C MURTEDE - CANTANHEDE EM VENTOSA DO BAIRRO Serviço permanente para todo o país e estrangeiro Contacto - 231 939 192 ou 918 606 044 CONTACTO: 231 289 029
  • 16. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 23 Pastas Av 25 de Abril, nº 27 DESCONTOS de 3050-344 MEALHADA Telefone: 231 202 649 Fax: 231 203 508 até 30% arquivo JANEIRO e FEVEREIRO ARMÉNIO E. S. BAPTISTA,Lda TRANSPORTES ALUGUER DE MÁQUINAS ALUGUER DE CONTENTORES| SURRIVAS Rua da Vacariça_ Reconco_3050-381 Mealhada 231 202 736 968 045 778 / 965 506 203 armeniobatista@hotmail.com 231 208 551
  • 17. Sede e redacção Rua das Escolas Novas, n.º 36, Apartado 30 - 3050-901 Mealhada Telef. e fax: 231 203 167 jornaldamealhada@mail.telepac.pt Av. Quinta da Nora Quinta Nora MEALHADA www.jornaldamealhada.com 231 281 217 tendo sempre como pano de fundo o azul profundo do mar. Pequenos paraísos dispersos 2 Foi em Creta que nasceu Zeus (o Deus dos Deuses do Olimpo) e a civilização mais antiga da Europa, a minoica. A maioria dos palácios no tempo do Rei Minos (caracterizados por elementos e cores Ilhas Gregas da natureza, cenas da vida quotidiana e religiosa) foram destruídos por incêndios, terramotos e por outras razões desconhecidas. São as ruínas de Knossos, um dos palácios mais importantes da Ilha, que recebem por dia milhares de visitantes oferecendo uma imagem clara da arquitectura minoica e que ocupa uma extensão de vinte e dois mil metros Nazaré Silva quadrados. Foi reconstruído numa das colinas, depois do terramoto de 1700 a. c. que devastou toda a Ilha. É um lugar de concentração de toda a riqueza das colónias. As Ilhas Continuação Gregas possuem diferentes características umas das outras. Corfú a segunda maior das sete E ntre outras diversões da noite ilhas do arquipélago, fica situada na costa da Albânia e é banhada pelas águas quentes saboreia-se o vinho de Dionísio do mar Jónico. É conhecida como Ilha da Esmeralda, devido à sua luxuriante vegetação de nas tabernas ao som da guitarra, uma beleza arrebatadora, um dos tesouros escondidos no Mediterrâneo. Nela se refugiava ou passeia-se pela areia, sentindo no com prazer a imperatriz Elizabete de Áustria, longe dos compromissos da corte, devido à ar o aroma do jasmim misturado com quietude e calma das águas, à doce e inigualável paisagem costeira um pouco selvagem, o da maresia. com aldeias montanhosas, local que ao longo dos tempos foi proporcionando infundável Outra ilha também importante tão inspiração a diversos artistas e figuras do meio literário internacional. monumental como cultural é a maior A cidade de Corfú da Grécia e a quinta do Mediterrâneo, mantém ainda uma encontra-se no extremo sul, sendo encantadora mistura de ponto de passagem entre a Europa e a influências europeias. África – Creta. É aqui que está localizada a Universidade Jónica. É uma das ilhas com maior atractivo Deixando as ilhas, já na Croácia, encontra-se uma pequena cidade medieval chamada turístico devido ao seu rico passado Split, virada para o mar Adriático. Os seus palácios, monumentos e igrejas conservam a histórico, à sua beleza natural com arquitectura romana. No centro e em torno de um palácio antigo surgem ruas estreitas, enorme variedade de paisagens me à pequenos cafés, lojas em cada esquina, mercados e praças. O Museu Nacional do Teatro, particularidade da sua vida quotidiana as suas praias de águas quentes e a imensa paisagem rural, conquistam as atenções dos e costumes dos seus habitantes. turistas. A língua oficial é o croata, mas também se comunica em língua inglesa. A moeda Pode-se encontrar em Creta do país é o kune, mas também circulam o euro (1 euro vale sete kunes) e o dólar. Split é importantes zonas arqueológicas, Património da Humanidade desde 1979. A beleza das ilhas, a sua famosa história e os museus variados, grutas nas encostas restos de uma cultura deslumbrante justificam a sua fama internacional. Por isto, pelo da montanha, praias famosas, prazer de viajar, ou por concretização de sonhos, é uma oportunidade única e especial para mosteiros, palácios e habitações conhecer e comunicar com outros povos e outras culturas, devido à magia dos locais e às palaciais, teatros, lugares sagrados, experiências vividas, que perdurarão na memória de quem por lá passa. Fim Sangalhos São Lourenço do Bairro Ventosa do Bairro Anadia Pampilhosa M4 em fase de alvoramento, com Terreno com 21428 m2, Moradias espaçosas em construção! Salão de cabeleireiro, com Café para trespasse. Muito espaçoso, muito terreno... Áreas amplas. bons acessos. Suite. Roupeiros. Varandas. Com arrecadação e zona de massagens com esplanada interior e exterior e. Cave espaçosa, com garagem e churrasqueira. Com pré aquecimento e e depilação. ainda sala de jogos. Cozinha e garrafeira. Possibilidade de escolha 112.500,00 euros aspiração central. Estores eléctricos. Totalmente mobilado e equipado. arrecadação para arrumos. Dois wc’s de acabamentos. 120.000,00 euros 169.500,00 euros 40.000,00 euros independentes. 50.000,00 euros Ref.ª 555 Ref.ª 557 Ref.ª 560 Ref.ª 559 Ref.ª 188 Barcouço Anadia Tamengos Sangalhos Mealhada T3 Duplex com duas entradas independentes, T3 com bons acessos e em bom Terreno com 2000 m2, para venda. T3, T2 e T1, no centro! Em estado. Suite e Roupeiros. Cozinha T3 em bom estado, cada uma com fechadura de segurança. Acaba- Com boa exposição solar, construção, bons acabamentos.Com mentos modernos. Cozinha totalmente equipada. com despensa. Lareira. Com dois bem localizado. em sítio calmo e isolado. suite. Cozinha com despensa. Pré Sótão com 99 m2, com wc e electricidade. terraços.Aquecimento central. 28.750,00 euros 62.500,00 euros aquecimento central. Garagem fechada Churrasqueira comum. 167.500,00 euros Garagem fechada.125.000,00 euros Ref.ª 158 Desde 75.000,00 euros Ref.ª 96 Ref.ª 214 Ref.ª 558 Ref.ª 312 a 327
  • 18. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 3 Lameira de Santa Eufémia Mealhada Viveiros Florestais Prazo para Alcides Branco Granada encontrada está a chegar ao fim “não representou perigo” U ma granada militar, em forma de pinha, foi encontrada, nos Viveiros Florestais da Mealhada, no sul do parque, cerca das 12h 40m, de sexta-feira, 25 de Janeiro. O objecto foi encontrado por um cidadão que passeava o cão no parque. Foi dado o alerta à Guarda Nacional Republicana (GNR) da Mealhada que se dirigiu ao local juntamente com os agentes da Brigada de Coimbra do Corpo de Inactivação de Engenhos Explosivos (CIEE). Os agentes isolaram a área, com um perímetro de segurança, e só por volta das 14h 30m transportaram a granada para O fim do mês de Janeiro é a data limite, imposta pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento ser detonada em sítio seguro. Regional do Centro (CCDRC), para que os Paulo Serra, capitão do Destacamento da GNR de administradores da Alcides Branco & C.ª, SA, na Lameira Anadia, disse: “Esta era uma granada bastante velha, com de Santa Eufémia, construam uma ETAR. ferrugem que indicava estar naquele sítio há bastante Para meados de Fevereiro está agendada uma reunião tempo. Esta granada não representava perigo, mas por na sede da CCDRC, com um representante da Câmara segurança, foi detonada”. Municipal da Mealhada, um representante da Junta de Questionado sobre a origem do engenho e sobre como Turismo Luso-Buçaco, vários presidentes de Juntas de poderá ter ido parar aos Viveiros Florestais da Mealhada, Uma granada foi encontrada na rua sul Freguesias do concelho, um representante da Direcção o capitão Serra afirmou ser desconhecido. RSG dos Viveiros Florestais da Mealhada Regional de Economia e um representante da firma Alcides Branco & C.ª, SA. Nessa reunião serão analisados os problemas ambientais alegadamente provocados pela empresa, assim como a permanência em vigor da licença Doença de Alzheimer de captação da água da Ribeira do Luso. “Vai ser emitida uma nova licença para a captação de água que irá precisar o sítio exacto onde a empresa pode captar água”, vai ser tema de debate N a quarta-feira, 30 de Janeiro, vai decorrer uma de Alzheimer”. De seguida, “Cuidados de Enfermagem ao disse José Rosa, presidente da Junta de Freguesia da sessão de esclarecimento sobre a doença de Doente de Alzheimer” será o tema de que vai falar Suse Vacariça, ao Jornal da Mealhada. Alzheimer, no auditório da Escola Profissional Simões, do Centro Hospitalar de Coimbra, e “O Apoio O presidente da Junta de Freguesia da Vacariça, disse Vasconcellos Lebre (EPVL), das 14 horas às 16h 45m. Social ao Doente de Alzheimer” por Carla Pereira, também: “Sabemos que a ETAR não será construída no Esta sessão é promovida pela Câmara Municipal assistente social da Associação Portuguesa de prazo estipulado. A ETAR não está licenciada uma vez da Mealhada (CMM), no âmbito da Rede Social, em Familiares e Amigos dos Doentes de Alzheimer. que o local onde a queriam construir está em terrenos parceria com o Centro de Saúde de Mealhada, e Carla Lemos, fisioterapeuta no Centro de Saúde de abrangidos pela REN e pela RAN. Sendo assim não está conta com a colaboração da Alzheimer Portugal e Pombal, vai falar sobre “O Papel da Fisioterapia no autorizada a sua construção. Ficamos a aguardar, a ver da EPVL. Doente de Alzheimer”. A sessão vai terminar com a como é que a CCDRC vai resolver a situação”. A sessão de abertura será feita por Filomena participação de Rosaria Cabral, presidente da Alzheimer “Os maus cheiros continuam, e nota-se mais quando Pinheiro, vice-presidente da CMM e vereadora do Portugal – delegação da zona centro, que vai debater “A está nevoeiro, mas o que preocupa mais é a poluição pelouro da acção social. Pelas 14 horas, Célia Mendes, Doença de Alzheimer no seio da Família, divulgação da existente na ribeira. Este é um assunto que não será médica de família no Centro de Saúde de Figueiró dos Alzheimer Portugal”. esquecido enquanto não estiver realmente resolvido”, Vinhos, falará sobre “O Médico de Família e o Doente MSL assegurou José Rosa. Dentro de dois meses, a 31 de Março, terminará a vigência da licença provisória de laboração da empresa. RSG Bombeiros Voluntários da Mealhada Campanha de Recrutamento Os Bombeiros Voluntários da Mealhada vão levar a cabo uma CAMPANHA DE RECRUTAMENTO DE NOVOS ELEMENTOS. Depois de seleccionados os candidatos terão formação contínua, em horário pós laboral, ministrada nas instalações da corporação, de modo a preparar os candidatos para Serramos madeira, o desempenho das missões atribuídas a um Corpo de Bombeiros. fazemos móveis por medida - Se tem espírito de sacrifício e de solidariedade; - Se tem idade entre 18 e 35 anos; em todas as madeiras - Se tem tempo disponível; - Se tem a escolaridade mínima obrigatória; que o cliente desejar. - Se julga estar à altura deste novo e aliciante desafio; - Se tem aptidão física e psicológica. Trabalhos para a construção Então inscreva-se. civil (portas, janelas, vigas) Para mais informações contactar a Secretaria dos Bombeiros Voluntários da Mealhada, ou pedir informações SERNADELO - 3050-382 MEALHADA Telef./fax: 231 202 257 através do telefone 231 202 122 Inscrições até 15 Fevereiro de 2008 NOVAS INSTALAÇÕES na Praça do Choupal, n.º 24 Apartado 47 - na MEALHADA pauloabadelda@mail.telepac.pt Telefone 231 209 030 fax: 231 209 039
  • 19. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 4 A globalização Salvem os velhos do poder animatógrafos Augusto Oliveira Luís Fernandes S ou um amante de cinema. Por ordem dos meus passatempos, depois de gostar de ler, de A globalização consiste, agora numa ofensiva à escala mundial, na instalação do império único do grande capital. O sistema capitalista escrever, a seguir vem, inevitavelmente, o cinema. Vou, pela força de circunstâncias, como tradicional fragmenta-se em biliões de pequenos e médios interesses quem diz, pelo maior leque de escolha, aos novos e pomposos “multiplex”, onde posso ter sem horizontes políticos. E nenhum apelo à razão poderá convencer o empresário uma dezena de filmes para optar. Mas, na verdade, ir a um velho cinematógrafo (cinema), para médio a submeter a outros os seus negócios. É preciso, portanto, esmagá- mim, é como encontrar um velho conhecido que não via há dezenas de anos, é fazer-me voltar aos lo. Concentrar e fundir criando poucos mas gigantescos grupos tempos de menino. É qualquer coisa de espantoso. É como viajar de comboio, do Luso até à económicos. Apagar sistemas e culturas regionais. Submeter o poder Pampilhosa, numa daquelas carruagens ronceiras com bancos de Madeira. Sem esquecer, na político ao capital. T irar aos que pouco têm e reforçar as grandes fortunas. estação de Luso, a vendedeira, com duas bilhas de barro na mão, a gritar aos quatro ventos: Porque o mundo pertence aos ricos. “áagguuaaa de Lusooooo. fresquinha”. É preciso reconhecer que uma grande parte da população mundial sai cara Ir a um velho cinema hoje, fazendo-nos viajar no tempo, é impagável. Vou amiúde vezes ao e é desnecessária. Milhões e milhões de seres humanos, sem poder de compra, cineteatro Messias, da Mealhada. Na maioria das vezes o filme é o que menos importa. O que jamais virão a constituir-se em classes consumidoras de mercado. Assim, mais aprecio é a ambiência retro de outros tempos. Faz-me lembrar quando, em Coimbra, com 11 deverão ser definidas cotas de vidas para os povos subdesenvolvidos. Os anos, ia ver filmes para 12 e pagava vinte e cinco tostões, hoje dois cêntimos e cinquenta. A mais pobres desaparecerão, exterminados pelas doenças, pela fome, veja-se ginástica que eu fazia para que o porteiro não desconfiasse que eu estava aquém da idade o que se passa no Darfur,pelos cataclismos e pelas guerras. Alguns, porém, mínima. Chegava a entrar, quer no velho Tivoli, no Avenida, ou no Sousa Bastos, em bicos de pés, ascenderão, em número limitado, a um nível social superior. São os novos para parecer mais alto. escravos libertos. Serão colocados como autómatos do grande capital. É inexplicável o que sinto hoje ao entrar num destes velhos cinemas, que constituem um Um plano universal ambicioso exige uma imensa concentração de recursos monumento às reminiscências da nossa memória. financeiros e uma autoridade absoluta dotada de meios para se fazer impôr. Há uns anos estive uma semana de férias em Vila Nova de Milfontes. Para minha surpresa o Por isso, o liberalismo reforçou as suas tropas e dotou-as com poderosos meios, cinema lá da terra funcionava num velho barracão meio esconso. As suas cadeiras eram em Ferro, sobretudo a nível da NATO, da União Europeia (cuja comissão é, actualmente, a apresentação dos filmes era feita, como antigamente, em voz “off”. Lindo, lindo, creio que fui presidida por Durão Barroso) e das alianças geopolíticas regionais, enquanto todos os dias ao cinema, independentemente do título a projectar. Saudosismo? Provavelmente. instalava, no maior secretismo, um governo mundial tentacular. É isto que se Ou então estou mesmo a envelhecer. vai conhecendo. Citam-se, como principais actores desse órgão oculto do poder, Agora, com o anúncio no “Jornal da Mealhada” de que a Câmara Municipal da Mealhada a administração norte-americana, a União Europeia, a Organização Mundial adquiriu o velho cinema do Luso, com toda a sinceridade, só posso dizer: Parabéns professor de Saúde, a ONU, o Banco Mundial, o Fundo Monetário Internacional e o Cabral. E também ao senhor Homero, o presidente da Junta de Freguesia de Luso, homem dinâmico Vaticano. que conheço bem e, certamente, estará por detrás dessa alienação. Foi com este objectivo que se realizou, em Lisboa, a Cimeira UE/África, Apenas deixo duas sugestões: a primeira que no restauro subsequente deixem a traça original defendendo propostas políticas de extermínio, fechando os olhos ao que e tentem manter ao máximo, entre mobiliário e decoração, a fidelização o mais original possível. está a acontecer em Darfur, na Somália, na Etiópia e nos restantes países Ou seja, tentar uma harmonização entre o antigo e o moderno, sem esquecer a necessária pobres de África. Os ideólogos desta globalização medram na crise comodidade dos nossos dias, mas prevalecendo a memória de outros tempos. A segunda sugestão profunda do mundo contemporâneo. é que se faça o mesmo em relação aos velhos moínhos de água existente na freguesia. Certamente, tenho a certeza, a seu tempo, se fará um roteiro turístico destes velhos museus do pão. Coimbra - www.questoesnacionais.blogspot.com E porque não a criação de uma Empresa Municipal para o Turismo? Carlos Marques* N as três últimas semanas falou-se de Turismo, no para defender o dote. Recordo que as fronteiras da Futura Área de Turismo do Centro concelho da Mealhada, por iniciativa do PSD Recordo-lhe que há três semanas referiu não estar são distantes: coincidem com a área de influência geográfica Mealhada. Ao decreto-lei aprovado em Conselho de preocupado com os funcionários da JTLB, pois estes seriam da Comissão de Cordenação de Desenvolvimento Regional Ministros que visa a reestruturação das Regiões de Turismo integrados na futura entidade a criar. do Centro, e que o futuro destes nossos concidadãos é incerto, em Portugal, o PSD Mealhada respondeu com uma posição Disse mais, “vociferou” que a Câmara da Mealhada nada sendo alguns de idade madura e habilitações pouco diferen- formal e manifestou, ainda, algumas preocupações. tinha a ver com uma iniciativa legislativa do Governo, ciadas para encetarem novas aprendizagens. Discordou do rumo que o Governo imprimiu a esta tentando clarificar que nada tinha a ver com isto. Senhor Como facilmente depreende destas palavras senhor reforma, após ter partido da premissa das cinco Áreas presidente da Câmara, realmente os tempos que correm presidente, não foi o PSD Mealhada que foi ofensivo e ridículo. Regionais de Turismo (com a qual concordávamos), não se compadecem com esta forma de estar na politica. Foi o senhor que foi aligeirado na análise, comprometido parecendo, como em outras áreas da governação, que este Perde o senhor, paulatinamente, pela incoerência e perde o com a conjuntura rosa e omisso na acção que lhe era exigida. executivo vai andando ao sabor das exigências dos “boys “do concelho pela sua gestão negligente e omissa. Se em relação Sei que há bem pouco tempo apelidaram a sua gestão de aparelho. Neste momento as Áreas são doze (contando com a si fico indiferente, no que respeita ao meu Concelho caseira e tradicional “colando-lhe” a imagem da dona de casa a possibilidade de contratualização com as áreas intervirei sempre. (pelas quais nutro enorme respeito e admiração). Todos lhe metropolitanas de Lisboa e Porto). Vamos por partes: Volvidos alguns anos já não será reconhecem falta de arrojo e ambição, chamando-lhe, muitas Manifestou, depois, a preocupação relativa ao concelho necessário defender o dote da JTLB, ficando indiferente à vezes, “gestor corrente”. Partilho desta análise ao seu trabalho, da Mealhada e ao futuro que, nesta ambiência, se desenha. sua extinção? O concelho da Mealhada já não foge das “gar- sei que está sozinho, cansado e em fim de ciclo. Mas, mesmo A extinção da Junta de Turismo Luso-Buçaco e o futuro dos ras possantes e trituradoras” da Região de Turismo do nestas circunstâncias, impõem-se coerência e o respeito pela seus funcionários motivaram palavras de apreensão por parte Centro? Sabendo (e nós sabemos!) que a Câmara terá opinião do outro se impõem. do PSD Mealhada. representação directa na Área Regional de Turismo do Centro Temo pelo meu concelho. Uma zona de excelência para o Dissemos, sem receio ou qualquer temor reverencial, que e que os funcionários da JTLB serão integrados nesta Turismo, com características ímpares e uma história que deve o executivo socialista da Câmara Municipal da Mealhada entidade, não lhe seria exigida, a si, uma intervenção mais ser respeitada vem, gradualmente, a definhar sem que nada não fez tudo o que devia para acompanhar esta temática de cuidadosa e um acompanhamento mais efectivo do seja feito para inverter essa inevitabilidade. E porque não a capital importância para o município. A toda esta nossa inter- desenrolar do processo? criação de uma empresa municipal para o turismo? A venção Carlos Cabral responde, como é seu timbre, Sabemos até que, há cerca de quatro meses, tomou divulgação turística do concelho, a gastronomia, o património, arrogantemente e sem ser capaz de rebater a crítica com a conhecimento da proposta do Governo, porque tem assento a Expo – Mealhada e o próprio Carnaval poderiam ser motivo verdade. Apelidou-me de ridículo e qualificou as minhas na Associação Nacional de Municípios Portugueses onde o mais que bastante para se “profissionalizar” o modo de agir. palavras de ofensivas.De facto senhor presidente, mais uma documento foi analisado. Que intervenção teve desde então? Há que investir nesta área de intervenção autárquica com vez, esteve mal… Relembro-lhe tempos idos em que o senhor Será que para os funcionários da JTLB é indiferente exercer arrojo e ambição, capitalizando aquilo que temos de melhor, afirmava que a Junta de Turismo Luso-Buçaco era um órgão a sua actividade no concelho ou em outro lado qualquer? As sob pena de perdermos o futuro. independente que fugia da Região de Turismo do Centro suas funções serão idênticas às até agora desempenhadas? * Vereador e presidente da comissão pol. da Mealhada do PSD
  • 20. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 5 E pur si muove! O Corvo N o meu último ano do no século XVII. hoje – já o crocitámos a Watson galardões com que cenário. Ameaça-as o triângulo das Bermudas, a secundário, a Filo- E pur si muove! E, porém, repetidas vezes neste o haviam premiado. indiferentismo, fenómeno religião vai desapare- sofia, a propósito move-se! Quando se espaço – bastante ame- Por outro lado, no caso muito próprio desta cha- cendo. dos Princípios da Filosofia de imaginava o processo que açada. Quem tenha Sapienza, houve uma nítida mada pós-modernidade. Desaparece – e pur si Descartes, que então estu- a Inquisição lhe moveu já dispensado alguns minutos tentativa de recuperar a Esta atitude leva parte dos muove! É que, no fim de dávamos para o exame de definitivamente enterrado – a ler o discurso de 1990 de antinomia ciência/fé. Nos crentes, como resposta, a contas, a ciência não final de ano, vi Galileo, tão enterrado quanto o Bento XVI terá verificado EUA, este conflito está na procurar exprimir mais substitui a religião (Comte adaptação cinematográfica próprio Galileu –, eis que que o Papa não defende o ordem do dia, por um lado, radicalmente a sua opção tentou fazer isso, e criou da peça homónima de um grupo de professores da julgamento de Galileu, devido ao 11 de Setembro, de vida, fermentando os essa doutrina abjecta que Brecht. O filme, preservado mais conceituada univer- antes cita, em contexto cujas motivações religiosas fundamentalismos. Estes, foi o positivismo: obvia- numa velha e corrompida sidade italiana, La Sa- próprio, um filósofo que o obrigaram muitos a re- por sua vez, originam mente, nunca tinha lido cassete do professor, que o pienza, em Roma, resolveu faz. Porém, ainda que o pensar a natureza das nalguns ateus e agnósticos Fausto, para perceber que gravara quando fora ressuscitar a polémica, Bispo de Roma fosse, de religiões, por outro, por um forte sentimento de a ciência não pode exibido, gordos anos antes, enviando uma carta ao facto, favorável à conde- causa da cada vez maior indignação, que os con- satisfazer o homem). A no quarto canal, figura na reitor da instituição onde nação de Galileu (não é), expressão do fundamen- vence a extremar as suas história, porém, trata lista das mais insossas se declaravam contra o deveria ser livre de exprimir talismo cristão americano, posições, assumindo uma sempre de repor a justiça películas que a minha convite que este havia essa sua opinião. A liber- trazido para a ribalta com postura de crítica aberta ao das coisas, com a sua cinefilia aturou (confesso- dirigido a Bento XVI para dade de expressão com- a questão do ensino do fenómeno religioso. Indife- ironia amarga: a vos: aquele coro de garotos discursar na inauguração porta também a liberdade criacionismo nas escolas e rentismo, fundamentalismo Sapienza, ríamo-nos!, foi que, volta e meia, irrompe do ano lectivo. Os signa- de ser idiota. Urge combater com a reeleição de Bush. As e ateísmo radical (o fundada por um papa, filme adentro, ainda hoje tários justificavam a sua o império do politicamente religiões deparam-se hoje «laicismo» dos professores Bonifácio VIII. Lá se vai o me atormenta os sonhos). posição relembrando a correcto: relembre-se, no em dia com um grave da Sapienza): neste «laicismo»! Quando era miúdo, ria-me laicidade da universidade, ano passado, o caso de com o nome trava-línguas acusando o Papa de se ter James Watson, enxova- do “velho pisano”, como lhe pronunciado a favor do lhado pela comunidade chamou António Gedeão. O julgamento de Galileu num científica por ter avançado tempo cresceu, e eu com ele, discurso em 1990. a hipótese de que raça e e fui aprendendo a coragem O caso Sapienza permite inteligência podem estar de Galileu e amando o duas linhas de reflexão: relacionadas. A ideia pare- homem, tanto mais que, em uma, mais geral, sobre a ce-nos absurda, mas isso pequeno, desejava ser, liberdade de expressão; não pode justificar a como ele, astrónomo, na outra, mais particular, activação imediata de um impossibilidade de ser sobre o regurgitado con- sistema de censura pública: astronauta. O bom cien- fronto entre ciência e fé. A algumas instituições che- tista, cego pelo Sol, morreu liberdade de opinião está garam, imagine-se!, a retirar ‘O concelho da Mealhada, pela lente’ Concurso de fotografia do Normas de participação: 1. Concurso de Fotografia: Este concurso é uma 6.3. A inscrição é obrigatória. pessoalmente na seguinte morada: iniciativa que visa fomentar, reconhecer e difundir o JM - Jornal da Mealhada, Lda concelho da Mealhada assim como os trabalhos 7. Material de Concurso: R. das Escolas Novas, 36- Mealhada fotográficos dos apaixonados pela fotografia. 7.1. As fotografias devem ser tiradas a situações ou 8. Os prémios: Serão premiadas as três melhores 2. Destinatários: O concurso destina-se a locais no concelho da Mealhada; fotografias de acordo com a decisão do júri. profissionais e não profissionais de fotografia, desde 7.2. Serão aceites trabalhos originais em suporte que não sejam funcionários do Jornal da Mealhada ou digital e analógico, a cores ou a preto e branco, até um 9. Júri membros do júri. máximo de dez fotografias por concorrente; 9.1. O júri será composto por representantes de 7.3. Não é permitido o envio de mais do que uma ficha vários quadrantes culturais e profissionais. 3. Tema: O tema deste concurso é “O concelho da de inscrição por pessoa; 9.2. As decisões do júri são soberanas e solidárias, Mealhada, pela lente”. 7.4. Cada fotografia deve ter um título; não sendo admitido recurso. 7.5. As fotografias devem ser acompanhadas pelos 9.3. O júri reserva-se o direito de não atribuir as 4. Âmbito: Pretende-se que as fotografias dados pessoais do participante, através do envio da ficha classificações previstas no regulamento, caso considere transmitam a perspectiva do fotógrafo em relação ao de inscrição, devidamente preenchida. O não envio destes que as fotografias enviadas a concurso não reúnam as que considera serem os aspectos positivos, negativos e dados compromete a participação no concurso; características de avaliação e classificação dos as características das pessoas e do território onde se 7.6. Cada concorrente deverá confirmar através da trabalhos definidas por este órgão. insere o concelho da Mealhada. ficha de declaração, a autoria das fotografias, declarar que permite a sua publicação e uso em todo o tipo de 10. Divulgação do resultado: O resultado será 5. Duração: O concurso decorre de Janeiro a Março. publicidade (sítio, exposições, promoção do concurso, etc), divulgado a partir do dia 9 de Abril, na edição do Jornal não sendo as entidades promotoras do concurso da Mealhada. Neste dia serão revelados o dia e lugar da 6. Inscrições: obrigadas a pagar qualquer remuneração ao autor das inauguração da exposição e onde decorrerá a entrega mesmas. dos prémios. 6.1. Os interessados no concurso devem inscrever- 7.7. Esta autorização é válida por três anos e não se até dia 8 de Fevereiro. acarreta quaisquer custos adicionais ao prémio atribuído. 11. Aceitação: A participação neste concurso supõe 6.2. As fichas de inscrição deverão ser entregues na 7.8. Todos os trabalhos deverão ser entregues até dia a plena aceitação de todas e quaisquer normas do redacção da Jornal da Mealhada. 28 de Março, data e carimbo dos CTT ou entregues regulamento do concurso assim como da decisão do júri.
  • 21. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 6 Cem anos de regicídio Nuno Castela Canilho Reunião de 8 de Novembro de 2007 N a próxima sexta-feira, 1 de Fevereiro, ao fim da tarde, completam-se cem anos Participaram na reunião o presidente Carlos Cabral, a vice-presidente, Filomena Pinheiro, e os vereadores sobre o assassinato de Carlos de Bragança, trigésimo quinto rei de Portugal, e do José Calhoa Morais, António Jorge Franco, Gonçalo Breda Marques, João Pires e Carlos Marques. Porque os assuntos seu filho Luís Filipe de Bragança, príncipe herdeiro. A notícia do crime, atribuído a já foram quase todos noticiados pelo Jornal da Mealhada, apenas transcrevemos o seguinte, esclarecendo que os Alfredo Costa e Manuel Buíça, membros da Carbonária Portuguesa, foi recebida por uns títulos são da responsabilidade da direcção. com tristeza e por outros com a alegria do prenúncio da queda da monarquia em Portugal. Dois anos, oito meses e quatro dias depois a monarquia caía definitivamente e Conselho Consultivo da Juventude Manuel de Bragança, o trigésimo sexto e último rei de Portugal, embarcava para o exílio. O vereador Breda Marques interveio para perguntar qual tem sido o desenvolvimento do Conselho Consultivo da Uma semana antes, a 27 de Janeiro de 1810, o rei e a rainha-mãe tinham estado, no seu Juventude, uma vez que houve uma reunião em Março e até agora não teve conhecimento de qualquer outro tipo de último acto público como monarcas, no Buçaco, na inauguração do Museu Militar. iniciativa. O presidente respondeu que na reunião realizada em Março foi decidido que era necessária a adaptação da ficha O regime político monárquico caiu de podre. A ditadura de João Franco, o de candidatura aos critérios de apoio às associações culturais e recreativas à especificidade das associações juvenis. Esse rotativismo partidário e a imagem de ostentação da família real levaram ao fim natural documento foi entregue à Câmara Municipal e as candidaturas serão analisadas segundo os critérios definidos pela Câmara. um sistema que não deixou saudades aos portugueses. Apesar de uma ou outra tentativa mais ou menos conhecida de restabelecimento da monarquia nunca mais se Utilização do Centro de Estágios e do Cineteatro Messias colocou em causa o sistema e a ética republicana do livre acesso de todos os cidadãos O vereador Breda Marques questionou o vereador António Franco sobre o Regulamento de utilização do Centro ao poder e da igualdade de oportunidades como princípio absoluto. A história do de Estágios do Luso e do cineteatro Messias, dado que são equipamentos que já estão em funcionamento há vários século XX português, o século do povo, não terá sido feliz — mesmo assim foi mais anos e não se compreende como ainda não têm regulamentos, já que há vários meses perguntou pelo mesmo. Sobre esta questão o vereador António Franco teria respondido que os regulamentos estavam em elaboração estar o estável que a do século anterior. Ao fim da monarquia seguiu-se a Primeira República, regulamento em elaboração. O vereador António Franco referiu que o Regulamento de Utilização do Centro de perturbada, depois uma ditadura militar e o Estado Novo e, só nos anos setenta, por Estágios do Luso será apresentado em reunião da Câmara Municipal no início de 2008. fim, a democracia. Há quem diga que Salazar terá ponderado entre ter um presidente da república sem poder ou um rei fantoche. O rei sempre pouparia eleições periódicas, mas a ideia não vingou. Projecto LusoInova O vereador Breda Marques perguntou por desenvolvimentos sobre o protocolo entre a Câmara Municipal, Sociedade A monarquia passou a ser considerada ideia ridícula e hoje é insignificante o de Água do Luso e Universidade de Coimbra, chamado LusoInova. O presidente disse que a candidatura foi logo feita número de portugueses que coloca, sequer, a hipótese de referendar o actual regime ao Centro, mas ainda não havia resposta. No entanto, independentemente da aprovação ou não, o projecto estava a político. Dizia-se, a respeito do mandato presidencial de Mário Soares, que os avançar e quando estivesse concluído seria entregue e apreciado pela Câmara Municipal. portugueses gostam de um presidente que se comporte como um rei mas que vá a votos de cinco em cinco anos. A ideia de que — no âmbito de eventuais alterações do Central de Tratamento de Lixo de Vil de Matos sistema político — nenhuma vantagem decorreria da instauração da monarquia, a falta Sobre a Central de Tratamento Mecânico e Biológico de Resíduos Sólidos Urbanos de Vil de Matos, o vereador Breda de consenso em relação a quem caberá o título de pretendente ao trono, bem como a Marques disse ter estado junto dos terrenos onde vai ser instalada a central e criticou a falta de acção da Câmara falta de carisma do candidato mais visível, Duarte Pio de Bragança, serão factores que Municipal da Mealhada a este respeito. O presidente da Câmara respondeu que foi a Câmara Municipal de Coimbra também não abonarão em favor da ideia de ser colocada em causa a República. quem definiu o local, com a ERSUC, onde seria instalada a central. Podia ter contactado a Câmara Municipal de Mealhada, mas não o fez. Disse ainda que falou com o presidente da ERSUC que o informou que a escolha do local teve mais a ver O centenário do regicídio tem sido motivo para um surto editorial forte. Romances com as acessibilidades do que com qualquer outra preferência e que não existem contrapartidas, a não ser a construção históricos, trabalhos de investigação, ensaios — um deles, interessante, especulando de uma circular que retire o trânsito do interior da povoação de Rios Frios. A Câmara Municipal de Coimbra é a total e sobre o que teria sido o século XX, em Portugal, se Carlos de Bragança tivesse única responsável pela decisão, mas tem a certeza que o fez sem intenção de prejudicar o concelho de Mealhada, tanto sobrevivido — surgiram, em grande número, nos escaparates das livrarias. Escritos da mais que existem outros Municípios interessados em acolher esta unidade de tratamento. autoria de romancistas que aproveitaram a oportunidade para vender papel, mas, O vereador Breda Marques referiu não achar correcto que o presidente da Câmara Municipal de Coimbra não tenha dialogado com o presidente da Câmara Municipal de Mealhada, estando o local escolhido no limite do concelho da também, trabalhos sérios de investigadores acreditados nas áreas da história e da Mealhada e que a Câmara Municipal de Mealhada ao tomar conhecimento da situação, não tenha tomado uma posição politologia, por exemplo. Estamos convencidos de que esta folia editorial não dará a sobre o assunto, uma vez que as pessoas estão apreensivas. ninguém motivos para se envolver em revivalismos ou dar lugar a saudades da O vereador António Jorge Franco interveio para fazer uma breve explicação do processo. Referiu que inicialmente Monarquia. A nosso ver o mundo editorial português está a saber comemorar, com havia duas opções, a Câmara Municipal tomou uma posição para a instalação de uma Estação de Tratamento Mecânico- imparcialidade, e inteligência, o regicídio. biológica. Numa reunião em que esteve presente, foi apresentada a localização de Vil de Matos, acompanhada de A Causa Real Portuguesa, movimento que tenta manter vivos e com voz na sociedade vários pareceres das entidades intervenientes no processo, já aprovada pela Câmara Municipal de Coimbra, tendo como razão principal a acessibilidade. Apresentou a sua preocupação, uma vez que se localiza na fronteira, no sentido portuguesa os ideais monárquicos, elegeu, há poucos dias, um novo presidente. Trata- de ser ouvida no processo, e o que lhe foi dito é que tudo tinha sido aprovado e que quem geria o Concelho de Coimbra se de Paulo Teixeira Pinto, antigo secretário de Estado de Cavaco Silva e, mais era a Câmara Municipal de Coimbra. Posteriormente, visitou o local, contactou com o representante dos moradores e recentemente, presidente da administração do Banco Comercial Português. A escolha, a Junta de Freguesia de Barcouço, tendo chegado à conclusão que a opinião dos moradores diverge. Referiu ainda que, dizem os apoiantes, terá sido feita acreditando que a notoriedade do novo presidente quanto ao processo, é o mesmo que é utilizado em vários países da União Europeia. Quanto aos cheiros há a vantagem ajudará à notoriedade da Causa Real. A imagem de austeridade e seriedade de de que os ventos são contrários, caso haja algum problema não será naturalmente a norte, no concelho da Mealhada. O vereador Carlos Marques interveio, referindo ter depreendido das palavras do vereador António Franco que Teixeira Pinto, de facto, contrasta com o retrato de marialvas em “touradas” que alguns a Câmara Municipal teve conhecimento do processo numa fase embrionária. Para se ser autarca tem que se estar monárquicos proporcionam. A escolha terá sido sensata. A primeira acção do alerta a tudo o que se passa e o que vem para o futuro e critica a posição do presidente porque não mostrou preocupação presidente da Causa Real terá sido a promoção de uma reunião com o presidente do em relação ao assunto, parece que teve uma atitude concordante. Sabe-se que a Central não está, por lei, vinculada Parlamento com vista a sensibilizá-lo para satisfazer o pedido dos monárquicos de que a um estudo de impacto ambiental. Mas o presidente da Câmara deveria ter tomado uma atitude no sentido de a próxima sexta-feira, dia 1 de Fevereiro, seja declarada dia de luto nacional pelo defender os interesses do Município da Mealhada. Numa altura em que se é confrontado com uma situação de maus cheiros no concelho da Mealhada, com a situação futura deveria ter-se mais preocupação. O presidente e o executivo centenário do regicídio. deveriam estar à alerta, e pecaram por omissão. Referiu ainda que a informação que possui sobre os ventos que Terá sido o regicídio um acto libertário, revolucionário, ou um acto terrorista? A República, possui é contrária à que foi transmitida pelo Senhor Vereador António Franco. dois anos depois, considerá-lo-ia um feito nobre, predecessor. Mas deixaria, por isso, de ser O presidente referiu que o que entende é que a Câmara Municipal de Coimbra deve gerir o seu concelho, as razões um acto terrorista — graças, talvez, a uma espécie de justiça dos vencedores? O assassinato de escolha foram as acessibilidades e a centralidade do local. Mais disse que, defender a instalação de uma central é o mais de um Chefe de Estado é sempre um acto condenável que o tempo não apagará. correcto e não um aterro. Esta tecnologia é do que existe de mais moderno e vai gerar dezenas de postos de trabalho. A declaração de luto nacional é um gesto marcadamente simbólico, uma declaração Perguntou se não se deve ter uma atitude cívica do ponto de vista político, pois estas coisas estão sempre bem no “quintal do vizinho” e naquele local vão também ser tratados os lixos do concelho da Mealhada. Se houver razão para reclamar, política inócua. Sendo satisfeito o pedido dos monárquicos, a declaração de dia de luto quando estiver em funcionamento, então nessa altura a Câmara Municipal actuará, pois há garantias da ERSUC que a nacional a 1 de Fevereiro de 2008 não implicará qualquer espécie de contradição tecnologia que vai ser usada é do mais moderno que existe, sendo construída outra igual no concelho de Aveiro. constitucional da parte do Estado Português, republicano. Seria um gesto de maturidade O vereador António Franco disse que houve Câmaras Municipais que se disponibilizaram para que a instalação política, de enaltecimento dos valores democráticos, contrários à violência, de respeito fosse feita nos seus concelhos. O vereador Calhoa Morais referiu que não é muito fácil encontrar uma solução alternativa. pela história de Portugal e de condenação de todas as espécies de terrorismo. Foram tomadas as necessárias precauções e não acha correcto que a situação seja politizada. O assunto foi discutido na Assembleia de Freguesia de Barcouço e a Câmara Municipal de Coimbra promoveu uma viagem a Lisboa e a Almada, Dentro de dois anos, oito meses e poucos dias completar-se-á o primeiro centenário a fim de visitar unidades similares e prestar os devidos esclarecimentos junto da população, é certo que ninguém gosta, da República. Não seria isso uma forma de começar as comemorações deste centenário? mas acredita que não será tão grave como dizem. Colaboradores: Gerência Alfredo Santos (Tófê) - Alice Correia Godinho - André Vaz - Ângelo João Pega, António Martins e Edmundo Carvalho Baptista - Ana Pinho - Andreia Ferreira - António Breda Carvalho - JM - Jornal da Mealhada, Limitada António Marques Lopes - António Messias - António N. Neves - Sede e redacção Rua das Escolas Novas, n.º 36, Apartado 30 - 3050-901 Mealhada António Pinho - Artur Lousado - Augusto Dias - Augusto Oliveira - Soc. por quotas - Capital: 13 650 euros Escolas Novas, 3050- Meal alhada Rua das Escolas Novas, n.º 36 - 3050 -901 Mealhada Branquinho de Carvalho - Bruno Peres - Carlos Amorim - Carlos Telef. e fax : 231 203 167 elef Matriculada na CRC da Mealhada sob o n.º 4/870717 Mamede Inácio - Corália Canas - Daniel Vieira - Diana Silva - Diogo E-mail: jornaldamealhada@mail.telepac.pt Director: Nuno Castela Canilho Castela Canilho - Fernando Lopes de Almeida - Fernando Morais - Ferraz da Silva - Firmino José Andrade - Helderix - João D. Loureiro - www.jornaldamealhada.c alhada.com www.jornaldamealhada.com Director-adjunto: Afonso Simões João de Oliveira - João Lousado - José Calhoa - José Dias - José Redacção Tiragem média 4200 exemplares Augusto Oliveira - José Oliveira - José Felgueiras - Júlio Costa - Manuel Contribuinte: 501 854 444 - Número de Registo do Título no ICS: 110975 - Afonso Simões (CNID n.º 1536) - Isabel Canilho (Cart. prof. CR Balsas - Manuel Santos - Manuel Vicente - Mário P. Saraiva - Miguel Depósito legal 34 609/90 n.º 402) - Mónica Sofia Lopes (Cart. prof. CR n.º 401) - Nuno Castela Midões - Nazaré Silva - Nuno Salgado - Rafaele Mannarino - Reinaldo Impressão Canilho (Cart. prof. n.º TE 363) - Rosa Gonçalves - Santos Luís Costa - Renato Ávila - Rui de Carvalho - Santos Luís - Sónia Leite FIG - Indústrias Gráficas, SA Composição e paginação Oliveira - Vitor Gomes Rua Adriano Lucas 3020 - 199 Coimbra Isabel Canilho - Nuno Castela Canilho Reportagens fotográficas ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA Tiago Ângelo - Foto Dany - Foto Rei - Foto Nogueira DA IMPRENSA REGIONAL
  • 22. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 7 Escolíadas 2008 - 19.ª edição C/Gerência de Américo Lopes Lebre Uma nova etapa Telems: 966 047 177 Sociedade de Mediação Imobiliária, Lda com novidades 964 206 118 Tel: 231 202 387 Av. 25 de Abril n.º 7 Licença n.º 1736 - AMI Fax: 231 205 666 3050-334 MEALHADA VIVENDAS NOVAS - Luso – vivenda tipo T-3 – Aquecimento Central, Lareira, Aspiração Central, Churrasqueira, Escolha acabamentos - Vivenda Tipo T-4, Vimieira, excelentes áreas – Só 160 000,00 euros - Vivenda tipo T-4 – Sernadelo – óptimas áreas – ESCOLHA ACABAMENTOS – ÚLTIMA PARA VENDA - Moradia tipo T-4 – Urbanização de Sepins, Boa exposição solar – ESCOLHA ACABAMENTOS – 165 000,00 euros - Vivenda T-4 – Curia – Aspiração, Placa , Forno, Garagem, Boas Áreas – 165.000,00 euros - Vivenda T-4 – Pampilhosa – Lareira, Garagem, Exaustor, Esquentador, Placa, Forno – 160.000,00 euros - Vivenda Tipo T-3 – Ventosa do Bairro - Aq. Central, Aspiração Central, Garagem Dupla, Churrasqueira – 165.000,00 euros - Vivenda Tipo T-3 – Murtede – Pré Instalação aquecimento e Aspiração central, Recuperador de calor – 127.500,00 euros APARTAMENTOS NOVOS - Tipo T-2 e T-3 com garagem, com grandes áreas, na URBANIZAÇÃO QUINTA DOS COUTOS – Mealhada A s sessões eliminatórias da décima nona edição do concurso artístico entre escolas secundárias, - T-2, T-3, T-2 Duplex e T-3 Duplex, na Pampilhosa – Alto dos Cucos – Escolíadas, começam no dia 11 de Abril, na Quinta dos Três Pinheiros, em Sernadelo. A final Óptimas áreas, com garagem realizar-se-á no dia 23 de Maio. Esta edição contará com a participação de vinte e uma escola, - T-2, T-3 – LUSO – Quinta da Tapada (a partir de 82 500,00 euros) cerca dois mil alunos e professores intervenientes, dos distritos de Aveiro, Coimbra e Viseu. Este ano - T-2 – Aguim – Duplex, com 2 garagens, Espectacular, excelente negócio a Escola Secundária da Mealhada, presente desde o primeiro ano, 1990, não irá participar. A vinda de - T-1, T-2 e T-3 com garagem, a partir de 80 000,00 euros – S. Romão – Mealhada uma escola espanhola e a estreia de outra, a Secundária de Santa Comba Dão, são possibilidades para a edição de 2008, anunciadas por Claude Pires, o promotor das Escolíadas, ao Jornal da Mealhada. ARRENDAMENTOS Para que a décima nona edição das Escolíadas corra como espera Claude Pires a sua equipa está a trabalhar desde Setembro, mantendo contactos com o Instituto Português da Juventude, com a - Loja com 40 m2 – 300,00 euros / Mês no centro de Mealhada Direcção Regional de Educação do Centro, com a Delegação Regional da Cultura do Centro e com a - Loja com 56 m2 Com garagem, bem localizada, com muita montra – Choupal - Mealhada Câmara Municipal da Mealhada. - Escritórios – Centro da Mealhada Como em anos passados a fase de eliminatórias das Escolíadas vai realizar-se em sete sessões, às sextas-feiras, com a participação de três escolas em cada noite. À final, que escolherá a escola - Apartamento – T-2 – Centro da Mealhada vencedora, seguir-se-á uma gala para entrega de prémios. As escolas, nas Escolíadas, são avaliadas em cinco provas: teatro, música e/ou dança, pintura, claque, havendo ainda uma prova de teste à VIVENDAS DESTAQUES DA SEMANA cultura geral. - Vivenda – T-3 – dependências, terreno, churrasqueira, lareira – Enxofães – 120.000,00 euros quot;Esta é uma oportunidade de proporcionar aos alunos, num ambiente exterior à área-escola, a - Vivenda – T-3 – r/c e sótão, furo, árvores de fruto, forno, churrasqueira, lavandaria prática de actividades lúdico-culturais que o estabelecimento de ensino não se encontra, normalmente, – com 1962 m2 área – Pedrulha – Mealhada - Vivenda – T-3 – Aquecimento central, Lareira, Churrasqueira, excelentes áreas em condições de promover, bem como de facultar a manifestação de capacidades artísticas. Tem a – apenas 145.000,00 euros – Aguim participação de encarregados de educação, professores, alunos, permite o relacionamento entre - Vivenda – Tipo T-3 – Rés-do-chão e sótão, terreno, poço, como nova – Aguim colegas de diferentes estabelecimentos de ensinoquot;, disse Claude Pires ao Jornal da Mealhada. - Vivenda – T-3 – 1400m2 de Terreno – Pedrulha – 90 000,00 euros – Bom negócio Durante o mês de Janeiro realizou-se o sorteio que determinou a data de participação de cada - Vivenda Tipo T-3, com garagem ampla, aquecimento central, terreno, furo, escola concorrente. A preparação das provas a nível de cada escola conta com um financiamento Excelentes áreas – Silvã monetário, atribuído pela organização a título de apoio, de seiscentos euros a todos os participantes. APARTAMENTOS A escola vencedora receberá mil duzentos e cinquenta euros. - Apartamento – T-4 + garagem – Em frente à estação de caminho de ferro – Excelentes A pontuação de cada prova será atribuída por um júri específico e pré-determinado, nomeado pela áreas – Bom Negócio – Só 107.500,00 euros - Apartamento – T-4 – Mobilado, óptimas áreas – Centro da Mealhada – 100.000,00 euros Direcção Regional de Educação de Centro, cabendo às três escolas mais pontuadas de todas as - Apartamento – T-3 – Mealhada – boas áreas, piscina, jardim – venda urgente– 92.500,00 sessões a participação numa final que as consagrará entre o primeiro e o terceiro lugares. Este ano - Apartamento – T-3 – Quinta da Nora – Mealhada, excelentes áreas, Claude Pires celebrou um protocolo com a Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC), que vai boa exposição solar – garagem dupla garantir o apoio ao júri na área de teatro, animação, artes gráficas. Segundo nos informou o organizador -Apartamento – T-3 – Quinta da Nora – Mealhada, ar condicionado, banheira com hidromassagem, 2 garagens – 117.500,00 euros as escolas que solicitarem apoio poderão contar com os alunos da ESEC no que diz respeito à -Apartamento – T-3 – Quinta Coutos – Mealhada – como novo, Aq Central, cozinha encenação e interpretação. equipada, lavandaria, despensa – Garagem Claude Pires concluiu: “A Escolíadas - Associação Cultural e Recreativa não faz só o concurso - Apartamento – T-3 – São Romão – Mealhada – Pré Inst. de aquecimento central e de Escolíadas. Interagimos, de outras maneiras, com as escolas. Colaboramos na realização de aspiração central, garagem – COMO NOVO - Apartamento – T-2 – centro da Pampilhosa (120 M2) – 85.000,00 euros – espectáculos culturais, ajudamos no som, na luz, abrilhantamos o espectáculo, dando-lhe algum VENDA URGENTE profissionalismo. Esta é uma maneira de incentivar os jovens a agarrarem-se mais à cultura”. RSG - Apartamento – T-2 – Praça Choupal – Mealhada – excelentes áreas, recuperador de calor – 96 500,00 euros - Apartamento – T-2 – centro da Mealhada, boas áreas, ultimo andar – 88 000,00 euros - Apartamento – T-2 – remodelado – Curia – Só 55 000,00 Euros *Produtos alimentares - Apartamento – T-2 – Lareira, garagem, piscina, 150 m2 – Mealhada - Apartamento – T-2 – com garagem, boas áreas, lareira, como novo – *Frutaria 75.000,00 euros – LUSO *Charcutaria diversa - Apartamento – T-2 – Murtelas – Mealhada, com garagem e aparcamento, 150 m2 - Apartamento – T-2 – Boa Exposição Solar – Curia – 65 000,00 euros *Lacticínios, etc. - Apartamento – T-2 – São Romão / Mealhada – Garagem, aquecimento, lareira, placa, forno, exaustor – Só 95.000,00 euros Rua Dr. José Cerveira Lebre, 18 - Mealhada TERRENOS PARA CONSTRUÇÃO Telef e fax: 231 202 205 - Terreno com 2.000 m2, – c/muita frente, viabilidade para vivenda isolada – 32.500,00 euros ENTREGAS GRÁTIS AO DOMICÍLIO - - Terreno – Para Moradia Isolada, Lameira S. Pedro – Luso Terreno – Para Moradia Isolada, Lameira de S. Geraldo – Vacariça - Terreno – viabilidade de construção – Silvã – 30 000,00 euros Horário: das 8h 30m às 13h e das 14h 30m às 19h 30m aos SÁBADOS TRESPASSES - Café, Snack-Bar, em funcionamento, bem localizado, no centro de Mealhada das 8h 30m às 13h 30m e das 15h às 19 h - Café, Snack-Bar, com ser viço de refeições, bem localizado, no centro de Pampilhosa
  • 23. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 8 Universidade Sénior da Curia Actividades sociais, culturais, educacionais e de convívio para pessoas com mais de cinquenta anos A Universidade Sénior da Curia, sedeada no Curia Tecnoparque, em Tamengos, tem como principal objectivo proporcionar e dinamizar, regularmente, actividades sociais, culturais, educacionais e de convívio para todas as pessoas com mais de cinquenta anos. A instituição tem casa no concelho de Anadia mas há, do concelho da Mealhada, professores e alunos. Também Filomena Pinheiro, vice-presidente da Câmara Municipal da Mealhada, faz parte da Universidade, integrando o conselho fiscal da instituição. A Universidade Sénior funciona em horário laboral, de segunda a sexta-feira, e as actividades educativas decorrem em regime não formal, sem fins de certificação, nem controlo de faltas, tendo como única finalidade a formação ao longo da vida de Tecnologias do Curia Tecnoparque, auditório da Web No final, a assessora ainda informou: “Qualquer pessoa Hidroginástica, Literatura Portuguesa, Saúde e Bem- para a Região Centro, Biblioteca Municipal de Anadia, com mais de cinquenta anos, que se queira inscrever na estar, A Pólis e Desenvolvimento de Cidades, Inglês, Pavilhão Ginmodesportivo de Anadia, Piscinas Municipais Universidade Sénior, pode fazê-lo desde que haja vagas Informática, História e Geopolítica, Optimismo e de Anadia, Hospital de Anadia, Lions e Rotários da nas disciplinas que pretende”. Os interessados devem Felicidade, História Local, Cultura e Religiões, Ginástica Bairrada, e também na Escola Superior de Educação de dirigir-se à Curia Tecnoparque, em Tamengos, ligar para o Manutenção e Introdução à Pintura são as disciplinas Coimbra e no Instituto Superior de Engenharia de Coimbra. número 231 519 712, ou ainda enviar e-mail para o leccionadas, neste momento, a mais de cem alunos. “Temos “Os professores que temos aqui a leccionar as disciplinas, endereço universidadesenior@curiatecnoparque.com. várias turmas, até porque cada aluno escolhe as vêm, quase todos, destas instituições”, disse Marta Cunha. Mónica Sofia Lopes disciplinas que quer ter. As disciplinas mais frequentadas são Informática, Inglês e Optimismo e Felicidade (Psicologia na terceira idade)”, explicou Marta Cunha, assessora de Marketing e Comunicação da Universidade Alunos de História do Património Local Sénior da Curia. Podem frequentar a Universidade Sénior da Curia todas as pessoas com mais de cinquenta anos, não necessitando visitaram a Mata do Buçaco de ter nenhuma escolaridade mínima e pagando uma mensalidade de quinze euros. “As pessoas que não podem pagar os quinze euros mensais, devem dirigir-se, de qualquer forma às instalações da universidade porque temos bolsas que pagam este valor”, afirmou a assessora. As quartas-feiras são o dia em que não há aulas teóricas para dar lugar às visitas de estudo e workshops relacionados com pintura, teatro, festas, passeios, viagens, museus, património e gastronomia. “Antes do dia 20 de Abril, os alunos da disciplina de Inglês vão fazer uma viagem a Londres, por exemplo”, informou. A universidade tem também um Espaço de Tecnologias com três salas: sala de informática, sala de sujos (sala ampla para as aulas de pintura) e uma sala de aula. As actividades realizadas pelos professores e alunos desta universidade são feitas nas instalações do Espaço C erca de vinte alunos da Universidade Sénior da Curia visitaram alguns pontos importantes da Serra do Buçaco na tarde de quarta-feira, 16 de Janeiro. A actividade inseriu-se no âmbito das visitas de estudo da disciplina de História do Património Local, leccionada pela investigadora pampilhosense Alice Godinho Rodrigues. Nesta disciplina os alunos desenvolvem um estudo sobre a história e geografia da Bairrada, mais concretamente, a história do Buçaco. “Os alunos empenham-se muito nas aulas porque, para além da teoria, temos também bastante prática. Estas excursões são o exemplo disso”, afirmou Alice Godinho Rodrigues. A visita ao Buçaco foi guiada pelo engenheiro Álvaro, um dos responsáveis pela Mata do Buçaco, e começou nas Portas de Coimbra. “Daqui pode ver-se toda a Bairrada. É uma paisagem muito bonita”, disse um dos alunos. De seguida, a comitiva seguiu para o Convento de Santa Cruz, para o Palace e para o Museu Militar. “Ficámos chocados com o estado de degradação de alguns monumentos. Este é um sítio muito bonito que merecia sofrer uma recuperação profunda. Contudo, esta viagem foi muito positiva e foi a melhor forma de acabarmos com o estudo da história do Buçaco nas nossas aulas”. MSL FAÇA-SE ASSINANTE DO JORNAL DA MEALHADA Junte a importância de 15 euros, por cheque ou vale dos CTT, para: Apartado 30 - 3050 MEALHADA - tel e fax: 231 203 167 Nome.............................................................................................................................................................................................................. www.rcpfm.com Morada.............................................................................................................................................................................................................
  • 24. Quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 9 Pampilhosa António Messias Silva apresentou livro Por trilhos da Pampilhosa - “histórias da nossa terra” A pós trinta anos de pesquisa e de recolha de pequenas histórias relacionadas com a freguesia da Pampilhosa, de pessoas que na vila viveram ou com ela estavam relacionadas com ela, António Messias Almeida da Silva editou um livro, “Por trilhos da Pampilhosa”, onde publica o resultado do seu trabalho. O lançamento do título realizou-se, no dia 26 de Janeiro, no salão dos Bombeiros Voluntários da Pampilhosa. “Quase todas as personagens presentes nestas histórias existiram de facto e quase todos os factos narrados aconteceram realmente. Sempre que possível, houve da minha parte uma preocupação de os emoldurar num meio etnográfico, registando assim, alguns costumes locais”, afirmou António Messias na intervenção com que apresentou o livro. “Diz-se que homem, durante a sua vida, deve plantar uma árvore, ter um filho, e escrever um livro. Eu já plantei várias árvores, tive dois filhos e finalmente cumpri a missão mais difícil, escrevi um livro”, disse o autor, emocionado. Carlos Cabral, presidente da Câmara da Mealhada, o nosso apoio”. quot;Considero que António Messias Silva teve Para publicação de quot;Por trilhos da Pampilhosaquot; também presente na cerimónia, declarou: “A Câmara da muita coragem ao fazer uma obra como estaquot;, concluiu o António Messias contou com o apoio da Câmara Municipal Mealhada deve dar aos seus munícipes a oportunidade de presidente da Câmara. da Mealhada e de Maria Alegria Marques, professora da publicarem as suas obras culturais. Seria gravíssimo que, A promessa de um novo livro ficou no ar. Foi António Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, depois de tantos anos, a recolha deste autor não fosse Messias Silva quem afirmou: quot;É minha intenção continuar pampilhosense, que assinou a nota de abertura do livro e publicada e estes contos deixassem de ser lidos. Qualquer a pesquisa e a recolha para, assim, continuar a publicar que incentivou António Messias Silva para publicação dos cidadão do concelho da Mealhada que tenha vontade e este tipo de colectâneas”. trinta contos. dificuldade em publicar as suas obras, poderá contar com RSG Antes Vacariça Oficina Ambiental Assembleia de Freguesia da Vacariça “Trapos e Farrapos” foi um sucesso Orçamento aprovado mesmo A segunda edição da Oficina de Educação Ambiental 2007/8 decorreu na tarde de sábado, 26 de Janeiro, nas futuras instalações da Biblioteca da Antes. A acção contou com a participação de quinze pessoas. “Trapos e Farrapos” foi o título com protesto da oposição desta actividade lúdico-pedagógica que se destinou a avós e netos, assim como à O população em geral. s elementos da Assembleia de Freguesia da Vacariça reuniram, na noite de 21 de A iniciativa teve como objectivo confeccionar bonecas e tapetes de trapos e, também Janeiro, para, entre vários assuntos, discutir o Orçamento da Junta de Freguesia de Arraiolos, com restos de tecidos e trapos velhos. Apoiaram a iniciativa, como monitoras, para o ano de 2008. O documento foi apresentado por José Rosa, presidente da Balbina Morais, Maria Luísa Silva e Maria da Conceição Cardoso do Centro de Dia da Junta de Freguesia da Vacariça, e aprovado com a maioria dos eleitos do Partido Associação Desportiva, Cultural e Recreativa da Antes. Socialista. Os dois eleitos do PSD votaram contra e acusaram a maioria socialista de As Oficinas de Educação Ambiental são um projecto da Câmara Municipal da estar a violar a lei das autarquias locais ao levar à votação o orçamento quando o ano Mealhada que visa criar uma consciência ambiental e sensibilizar a população do a que diz respeito já começou. concelho para os problemas ambientais que a rodeiam. A terceira oficina está Nelson Fernandes, membro eleito pelo PSD, afirmou: “É ilegal o que estamos a fazer programada para o dia 23 de Fevereiro e chamar-se-á “Fantoches”. É destinada a crianças, hoje. Esta aprovação de orçamento, este plano de actividades, deveria ter sido feita no jovens e adultos e terá lugar na freguesia de Barcouço. MSL ano passado. A Junta de Freguesia da Vacariça só tem feito o que lhe apetece”. O presidente da Junta de Freguesia respondeu :“Todas as juntas já o devem ter feito, mas quanto a mim julgo que está correcto fazer agora uma vez que agora sim, já está estipulado o orçamento Concelho da Mealhada estabelecido para cada Junta pela Câmara Municipal da Mealhada. Não vejo que transtorno poderá isto causar à freguesia da Vacariça”. quot;O ano de 2008 ficará marcado pelo arranque da construção da Casa Mortuária, que, Legalização de pocilgas seria desejável estar terminada no fim do ano”, assegurou José Rosa. Entre outras projecto o presidente da Junta deixou a garantia do ajardinamento da encosta do cemitério da familiares em regime caseiro freguesia, assim como o abate das árvores secas existentes nesse espaço. O apoio à equipa do futsal que irá participar no torneio interfreguesias, organizado pelo Câmara Municipal da Mealhada, será outro dos destinos para parte significativa do orçamento A Meagri- Cooperativa Agrícola do Concelho da Mealhada - , informa todos os criadores da junta. José Rosa prevê também construir um parque infantil no Pego, terminar o de suínos , que tenham pocilgas familiares em regime caseiro, que devem dirigir-se à campo de jogos de Santa Cristina e continuar o arranjo do parque na mesma povoação. sede da Meagri, para iniciar, ou concluir, o processo de legalização das respectivas Com a colaboração da Câmara Municipal da Mealhada a Junta tenciona melhorar o pocilgas, segundo os novos procedimentos. Este processo é obrigatório para todos os campo de jogos no Travasso, colocando água, luz e saneamento nos balneários. Em 2008 criadores, “mesmo os que já estavam legalizados”, como informou a Meagri em a Junta de Freguesia continuará a prestar o transporte dos alunos de Santa Cristina, comunicado. A Meagri declara ainda: “Este processo de legalização é fundamental uma Quinta de Valongo e Pego. A charca de Santa Cristina está também nos projectos da Junta vez que não se pode vender leitões sem as respectivas guias”. de Freguesia que prevê acompanhar a entrega desse projecto para possível financiamento Os criadores devem apresentar o bilhete de identidade, cartão de contribuinte, na execução. À semelhança de outros anos, esta junta irá patrocinar um passeio para os declaração da Câmara Municipal, últimas declarações existenciais, e o cartão ou o idosos da freguesia. A geminação da Vacariça com a vila francesa de Chermignac, é pedido de cartão. RSG outro dos projectos a desenvolver. RSG