Sociedade de Mediação
                                   Ano XXII

                                                       ...
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008
  10


                                                                               ...
Quarta-feira, 23 de janeiro de 2008
                                                                                      ...
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008
  12



                     C A RN A V A L                                           ...
Quarta-feira, 23 de janeiro de 2008
                                                                                      ...
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008
14
Quarta-feira, 23 de janeiro de 2008
                                                                                      ...
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008
  16


                                                                               ...
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008

3,312

Published on

Versão integral da edição n.º 675 do semanário “Jornal da Mealhada”, que se publica na Mealhada, distrito de Aveiro, Portugal. Director: Nuno Castela Canilho. 23.01.2008.
Visite o site do “Jornal da Mealhada”, em http://www.jornaldamealhada.com

Não se esqueça de que pode ver o documento em ecrã inteiro, bastando para tal clicar na opção “full” que se encontra no canto inferior direito do ecrã onde visualiza os slides.
Também pode descarregar o documento original. Deve clicar em “Download file”. É necessário que se registe primeiro no slideshare. O registo é gratuito.

Para além de poderem ser úteis para o público em geral, estes documentos destinam-se a apoio dos alunos que frequentam as unidades curriculares de “Arte e Técnicas de Titular”, “Laboratório de Imprensa I” e “Laboratório de Imprensa II”, leccionadas por Dinis Manuel Alves no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt , www.slideshare.net/dmpa,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

Published in: Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,312
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jornal da Mealhada - n.º 675 – 23.01.2008

  1. 1. Sociedade de Mediação Ano XXII d Imobiliária, Lda Licença n.º 1736 - AMI N.º 675 Av. 25 de Abril n.º 7 Preço: 0,60 euros 3050-334 Mealhada www. .com 966 047 177 964 206 118 231 202 387 Director: Nuno Castela Canilho Fax: 231 205 666 Director-adjunto: Afonso Simões Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008 Contestada proposta II.ª Gala do Desporto do Concelho da Mealhada de nó do IC12/IP3 à A1 E os nomeados são... Um nó no meio de Arinhos? Página 2 Carnaval da Bairrada 2008 Preparativos a bom ritmo... mas nem todos estão satisfeitos Página 7 Páginas 10 e 11 Pág www.rcpfm.com Restaurante quot;O Leitãozinhoquot; do Santa Luzia es quecen ... não cial o nosso espe co elef fa Telefone e fax : 239 918 110 aris Às sextas e sábados, ao jantar, música ao vivo Festiv al de M com o Grupo Sereno & Serenata Precisa-se de empregadas de mesa
  2. 2. Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008 10 Cine-Teatro Messias ACIM premiou nove estabelecimentos Alunos da EB2,3 da Mealhada comerciais apresentam tarde cultural O cineteatro Messias vai ser palco de uma tarde cultural na próxima sexta-feira, O s vencedores da se- votadas de cada freguesia terceiros prémios foram de gunda edição do participante.Os patrocínios cinquenta euros oferecidos 25 de Janeiro, pelas 14 horas, apresentada pelos alunos e professores da Escola Concurso de deste concurso foram pela ACIM. Na Mealhada, Básica 2,3 da Mealhada. Montras, promovido pela oferecidos pela Caixa de em primeiro lugar ficou A iniciativa vai ser levada a cabo pelos elementos do Grupo Disciplinar de Educação Associação Comercial e Crédito Agrícola Mútuo Maria Manuela Luxo, da Musical desta escola, em colaboração com outros colegas, nomeadamente, do Clube de Industrial da Mealhada Bairrada e Aguieira e pela Farmácia Miranda, em Teatro. (ACIM), receberam os diplo- Derby, Unipessoal, Lda. segundo lugar, Anabela O evento está aberto a toda a comunidade escolar. MSL mas e respectivos prémios No início da cerimónia Meneses, da Brunóptica, e no sábado, 12 de Janeiro, no de entrega dos prémios, em terceiro lugar ficou auditório da Escola Profissional Vasconcellos Lebre, na Mealhada. Carlos Pinheiro afirmou: “Gostaria de enaltecer e agradecer a participação Fernanda Simões, do pronto-a-vestir “A Tucha”. Da Pampilhosa em quot;A Bíblia: Toda a Palavra de Participaram concurso trinta e dois estabelecimentos comer- neste dos quarenta e nove comerciantes do concelho. Tudo isto foi feito para primeiro lugar ficou Elisabete Madeira, de Francisco Santos Marques, Deus (sintetizada)quot; ciais da Mealhada, dez da dinamizar o comércio local em segundo lugar, Maria de Pampilhosa e sete do Luso. e o saldo é muito positivo”. Fátima Almeida, da Estrela A avaliação das montras foi O presidente da ACIM ainda do Lar, e em terceiro lugar, feita por um júri constituído informou: “Aproveito para Maria Isabel Cruz, da Casa por Carlos Pinheiro, dizer que a ACIM tem os Marbel. Do Luso, em presidente da direcção da autocolantes referentes à primeiro lugar ficou Maria ACIM, Isabel Moreira, Lei do Tabaco – proibição de Lurdes Pereira, do directora do semanário ou permissão – e os Lusosport, em segundo Mealhada Moderna, Ana comerciantes podem lá ir lugar, Paulo de Carvalho Morais, vitrinista profis- buscar. Aqueles que não Lda. – Sede, e em terceiro sional, Raul Aguiar, fazem parte da ACIM e lugar, Paulo de Carvalho, representante da Junta de concorreram a este Lda. – Filial. Turismo de Luso-Buçaco, e concurso podem fazer a sua Antes de terminar a pelos presidentes José inscrição nesta associação sessão, Carlos Pinheiro Felgueiras, Homero Serra e se assim o pretenderem, ainda disse aos Vítor Matos, das Juntas de uma vez que a jóia – quantia comerciantes: “A ACIM Freguesia da Mealhada, que se paga no acto de serve para resolver os Luso e Pampilhosa, respecti- inscrição - será gratuita”. vossos problemas. O vamente. Os primeiros prémios número de pessoas ligadas Todos os participantes foram de cento e cinquenta ao comércio no concelho é receberam um diploma de euros e os segundos de cem muito grande e, por isso, participação e foram atri- euros oferecidos pela Caixa vamos promover sempre buídos prémios monetários de Crédito Agrícola Mútuo este tipo de actividades”. às três montras mais Bairrada e Aguieira. Os Mónica Sofia Lopes Política A Bíblia: Toda a Austin Tichenor. Os actores mulher? Porque é que o Deus Palavra de Deus são João Craveiro, Paulo do Antigo Testamento parece Assembleia de militantes do PSD (sintetizada)” vai estar em cena, no próximo Duarte Ribeiro e Tobias Monteiro, e dão vida a ser um Deus vingativo e o Deus do Novo Testamento é dia 9 de Fevereiro, às 21h diferentes personagens dos um Deus misericordioso? N o dia 31 de Janeiro de 2008, pelas 21h 30m, no salão nobre dos Bombeiros 30m, no cineteatro Muni- textos bíblicos, de Moisés à Porque é que, na Última Voluntários de Mealhada, vai reunir, em sessão ordinária, o plenário de militantes cipal Messias, na Mealha- Virgem Maria, de David a Ceia, Jesus e os apóstolos da secção concelhia da Mealhada do Partido Social-Democrata. Da ordem de da. Uma comédia de Juve- Isaac, dos Reis Magos a estão todos sentados do trabalhos consta um primeiro período destinado a informações, um segundo momento nal Garcês, director, e da Salomé, sempre com um mesmo lado da mesa?”. para análise e votação das contas da secção da Mealhada relativas ao exercício de 2007 Companhia de Teatro do objectivo central: “provocar o Um espectáculo irreve- e, em terceiro lugar a análise da situação política-partidária. Chiado, que transpõe para riso pensante, o riso como rente, que convida o o palco os episódios mais exercício de ginástica espectador a encarar os ESTEJA ONDE ESTIVER VISITE-NOS EM ESTE TEJA ESTIVER VISITE-NOS significativos dos textos intelectual”, refere a produção. textos bíblicos e as questões bíblicos, sempre com sen- É fundamental que o que estes encerram com WWW. WWW. .COM .CO tido de humor apesar de espectador deixe em casa a uma gargalhada e uma boa não perder o respeito pela seriedade e se entregue, dose de sentido de humor, temática religiosa. Este é sem pudores, ao discurso sem nunca, garante a um convite a uma abor- humorístico da obra, à produção, recorrer à piada PUBLICIDADE dagem risonha dos textos da Bíblia que, segundo a genialidade da encenação e à qualidade das inter- brejeira, ao riso fácil, à satirização ou ao des- *Serigrafia * Brindes publicitários produção, “promete deixar pretações dos actores em respeito pelo religioso. Empresa da região centro / norte Procura agentes / o público a rir a bandeiras palco. O resto fica a cargo As reservas para o despregadas”. da companhia de teatro, espectáculo podem ser revendedores É a mais recente pro- que promete um espectá- efectuadas através do dução da Companhia culo onde o humor impera, telefone 231 209 870 e os Na zona de Cantanhede, Mealhada e Teatral do Chiado, dirigida e encenada por Juvenal mas que também dê para pensar sobre algumas ingressos podem ser ainda adquiridos, e levantados, Águeda Garcês, e resulta de uma questões mais pertinentes na bilheteira do Cine- leitura muito peculiar da dos textos sagrados. Será Teatro, das 20h às 22h, de Contacto: 968 518 205 Bíblia feita pelos autores que “o Dilúvio aconteceu segunda a quinta-feira, ou Adam Long, Reed Martin e mesmo? Deus é homem ou das 15h às 18h de domingo.
  3. 3. Quarta-feira, 23 de janeiro de 2008 11 Concelho da Mealhada: Gala do desporto E os nomeados são… A Atleta do ano gala do desporto, através da qual a Câmara da Mealhada visa premiar pessoas que, durante o ano de 2007, se destacaram no desenvolvimento do desporto do concelho da Mealhada, vai ser decorrer na noite da próxima segunda-feira 28 de Janeiro, a partir das 21h 45m, no cineteatro Messias. O júri da gala do desporto, composto por César Carvalheira, Mário Pedrosa, Liberto Maia, Isabel Moreira e Nuno Canilho, divulgou já a lista de nomeados para as seis categorias sujeitas a concurso. Lista dos nomeados (apresentados por ordem alfabética) Associação desportiva do ano Diana Breda Pedro Coelho Denise Pieters Depois de na época Para além de uma excelente Campeã nacional de anterior ter alcançado vários temporada no HCM, o atleta, ao Tumbling, tem ganho vários títulos nacionais sagrou-se, serviço da selecção nacional de títulos nacionais e feito várias em 2006/2007, vice-campeã Juvenis, com a braçadeira de participações internacionais, europeia de juniores, no capitão, foi o melhor marcador do apesar de ser mealheadense campeonato que se realizou Campeonato Europeu e sagrou- é atleta da Associação na Suécia. se vice-campeão europeu. Académica de Coimbra. Futebol Clube da Pampilhosa Grupo Desportivo da Mealhada Hóquei Clube da Mealhada Revelação do ano (FCP) (GDM) (HCM) Fundado em 1930, o FCP Criado em 1945, o GDM O HCM, fundado em 1972, começou por ser uma secção conta com um invejável conquistou em 2007 vários do Futebol Clube do Porto. palmarés desportivo no fute- campeonatos distritais de Depois de uma história bol concelhio. A equipa hóquei em patins assegu- gloriosa de triunfos no sénior de futebol disputa o rando participações e boas futebol e no atletismo, o FCP campeonato distrital da 2.ª exibições no campeonato tem hoje, no futebol, a divisão e o clube conta com nacional e a chamada de vários equipa sénior, que disputa várias equipas nos escalões atletas às selecções nacionais o campeonato nacional da de formação de futebol, de da modalidade. O clube tem, 2.ª divisão, e várias equipas voileibol e uma secção de ainda, secções de ballet, de Diogo Castro Diogo Rocha Ângela Gameiro de escalões de formação. natação. karaté e de danças latinas. Jogador do GDM, onde Jogador do GDM, é atleta da Jovem guarda-redes da fez toda a sua formação, é equipa de juvenis do clube, e já equipa sénior feminina do atleta da equipa de juvenis foi convocado, algumas vezes, HCM, onde fez toda a sua Dirigente do ano do clube. As suas quali- para a equipa de juniores. As formação, desde tenra ida- dades de centro-campista suas qualidades de extremo- de, foi chamada, em 2007, levaram-no à selecção de esquerdo levaram-no à selec- para tomar parte da selecção Aveiro de Juvenis. ção de Aveiro de Juvenis. nacional do seu escalão. Equipa do ano A. C. Luso (ACL) Equipa sénior A equipa sénior do ACL estreou-se com a disputa na época 2006/2007, do cam- Gonçalo Louzada Nuno Assis Rafaele Mannarino peonato distrital da 2.ª divi- Presidente da direcção Seccionista de pesca Presidente da direcção são, de futsal, terminando do Hóquei Clube da desportiva da Ass. Desp. e Cult. do Grupo Desportivo da com a subida à primeira Mealhada. Pescadores da Pampilhosa. Mealhada. divisão. Treinador do ano F. C. Pampilhosa Equipa sénior A equipa sénior do FCP disputou, na época 2006/ 2007, o campeonato nacio- nal de futebol da 2.ª divisão, série C, terminando em quarto lugar. H. C. Mealhada António Neves José Carlos Silva João Garrido Equipa sénior feminina Grande impulsionador Amante do Andebol, foi É o treinador, há duas A equipa sénior feminina do Karaté Shukokai, para o fundador e grande épocas consecutivas, da do HCM disputou, na época além de atleta, é o treinador impulsionador da secção equipa de futebol sénior do 2006/2007, o campeonato de seis jovens campeões de andebol do CRCD do Clube Desportivo do Luso, nacional da 1.ª divisão de nacionais, do quarto lugar Travasso de que foi primeiro depois de ter servido, como hóquei em patins, ficando na da Europa e da vice-cam- seccionista e depois trei- treinador, outros clubes do terceira posição. Participou, peão europeia de juniores nador das equipas de concelho da Mealhada. ainda, na primeira taça de Karaté Sukokai. formação de bambis. europeia de hóquei em patins.
  4. 4. Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008 12 C A RN A V A L DA BA I “Fazemos ou não parte da Associação do Carnaval da A poucos dias do Carnaval, as seis escolas de samba Imperatriz declarou: “Na letra da nossa música damos presidente do GRES Samba no Pé. Já o presidente da que desfilarão no sambódromo Luís Marques, na realce aos trinta anos de Carnaval, contando a história da direcção do GRES Batuque afirmou: “Estamos a recriar os Mealhada, nos próximos dias 3 e 5 de Fevereiro, nossa escola desde que era ‘Rambuque’ até chegar a Real fatos para as cerca de cento e quarenta pessoas que vão domingo e terça-feira de entrudo, realizam os últimos Imperatriz”. Henrique Salvador, presidente da comissão desfilar na nossa escola. Não foi possível promover ensaios e os últimos acabamentos dos fatos, que irão de gestão do Grupo de Samba Sócios da Mangueira exclusivamente a recuperação de fatos”. apresentar no espectáculo do desfile do Carnaval Luso- explicou: “Na nossa escola vamos encaixar um subtema Sobre os problemas que condicionaram a que os Brasileiro da Bairrada. O Jornal da Mealhada foi ver como dentro do tema estabelecido entre todas as escolas. O preparativos do Carnaval só tivessem inicio em Dezembro, correm os preparativos das escolas de samba. Sócios da carro que levámos no ano passado não vai sofrer Henrique Salvador alegou: “A escola continua com vida, Mangueira, GRES Batuque, Juventude de Paquetá, Real alterações praticamente nenhumas, o tema foi o dos mas notou-se o afastamento de algumas pessoas, reflexo Imperatriz, Amigos da T ijuca e Samba no Pé receberam a Samurais, este ano levaremos um tema virado para o de todos os problemas que tivemos este ano. Depois a repórter nos seus barracões que testemunhou o grande Faroeste, para não fugir do carro alegórico... Vamos nível de compras, construção do enredo, contacto com as ritmo e o muito trabalho dos foliões. também deixar algumas críticas ao facto de o Carnaval pessoas, tivemos também alguns problemas porque já foi deste ano ter tido tantos problemas para se realizar. E, demasiado em cima da hora”. O responsável pela comissão quot;Trinta anos consecutivos do Carnaval Luso-Brasileiro por fim, vamos homenagear três pessoas que fizeram o de gestão do Grupo de Samba Sócios da Mangueira da Bairradaquot; será o tema apresentado por todas as escolas Carnaval que temos hoje: José Barbeiro, Luís Marques e acrescentou: “ Tudo se tornou mais fácil devido ao apoio de samba no sambódromo Luís Marques, contudo, algumas Manuel dos Santos”. de todos os mangueirenses que estão aqui a trabalhar GRES Amigos da Tijuca GRES Batuque Escola de Samba Juventude de Paquetá das escolas integrarão subtemas próprios e prometem A direcção da ACB havia solicitado aos elementos da sem horários contados e sem fins lucrativos. Também contar algums histórias. “Vamos contar a história dos trinta direcção da ACB que reaproveitasse fatos de anos aproveito para agradecer o apoio logístico, aqui na nossa anos de Carnaval, mas também da existência da nossa anteriores, com a intenção de se alcançar alguma sede, dado por Filomena Pinheiro e António Jorge Franco, escola que vai fazer quatro anos em Setembro”, explicou o poupança. Apesar do pedido, pelo que pudemos da Câmara da Mealhada”. Ricardo Ferreira concluiu: presidente da direcção do GRES Amigos da T ijuca, com apercebemos as escolas vão levar algumas alas inteiras “Queria aproveitar a oportunidade para convidar as sede em Enxofães. “Não somos iguais, somos diferentes com novos fatos, reaproveitando, para outras alas, fatos pessoas de segunda fila, que criticam o trabalho dos – quinze anos a desfilar, nos trinta anos de Carnaval” é o de anos anteriores. “Estamos a recuperar todos os fatos elementos das escolas de samba e do Carnaval como um tema que vai ser apresentado pelos cerca de cem dos outros anos. Só temos três ou quatro fatos novos. Os todo, a virem assistir, ou mesmo a participar, nem que elementos da Escola de Samba Juventude de Paquetá. fatos do mestre-sala e porta-bandeira vão ser repetidos, seja só por um dia, directamente nos nossos trabalhos de Tony Melado, presidente da direcção do GRES Real sem qualquer transformaçãoquot;, disse Filipe Figueiredo, preparação do Carnaval. Só desta forma, participando, é Câmara e ACB juntos para Óscar Magrini apresentar Carnaval de 2008 falhará Carnav A cerca de quinze dias dos desfiles do Carnaval da Bairrada de 2008, a Associação de Carnaval da Bairrada e a Câmara Municipal da Mealhada fizeram a apresentação oficial do evento na sexta-feira, 18 de Janeiro. Carlos Cabral, presidente da Câmara da Mealhada participou na conferência de imprensa D epois de anunciada a sua indisponibilidade Ós-car Magrini, afinal, man- sentado ao lado de Álvaro Miranda, presidente da direcção da ACB. terá, em 2008, o seu papel O que dizem ser os trinta anos de Carnaval Luso-brasileiro da Bairrada, com rei de padrinho do Carnaval brasileiro, começará a ser celebrado na próxima sexta-feira, 25 de Janeiro, na Tenda Luso-Brasileiro da Bairrada. Gigante no Sambódromo com a actuação do grupo brasileiro “Canta Brasil” e com o Dj Depois de os elementos Fernando Alvim. A tenda gigante que tem servido de casa de espctáculos será instalada da direcção da Associação noutro local e terá novo formato. Junto à tenda haverá espaço para feirantes, e uma de Carnaval da Bairrada (ACB) mostra de espumantes da Bairrada. “Antigamente havia duas ou três pipas de vinho terem garantido que Óscar disponíveis para o povo, distribuídas pelo cortejo. Agora, por respeito à marca Magrini não poderia estar Bairrada, vamos servir o vinho com outra dignidade, e para isso contamos com os presente no Carnaval de produtores. Tivemos o cuidado em privilegiar o que existe na região”, disse, na 2008, devido a dificuldades ocasião, o presidente da ACB, Álvaro Miranda. profissionais que o impe- Os preços dos bilhetes do Carnaval da Bairrada de 2008 será também inferior diriam de se ausentar das ao do ano passado, no valor de cinco euros, e de dois euros para as pessoas com 65 gravações da novela “Duas anos. Para os mil e quinhentos lugares individuais da bancada o preço do bilhete Caras”, eis que surgiu, na será de três euros. passada segunda-feira a A estrutura do corso também foi alterada passando a estar dividido entre grupos novidade de que o actor de percussão e grupos temáticos, para não haver perturbação das músicas e do brasileiro vai estar presente desfile das escolas de samba. Este ano vai haver mais um carro, o carro e manter o seu estatuto. comemorativo dos trinta anos de Carnaval, em forma de bolo. Óscar Magrini chegará RSG
  5. 5. Quarta-feira, 23 de janeiro de 2008 13 I R R AD A 2 0 0 8 l da Bairrada?”, questionam as escolas de samba que podem criticar, porque sem o conhecimento profundo GRES Samba no Pé: “Estamos de acordo com o concurso, “Ficou decidido, numa reunião da direcção da ACB, o do trabalho que temos, não podem e nem devem criticar. É como ele foi feito nos últimos dois anos. Da forma que a que iria acontecer. Nada mais pode ser dito, para além preferível estarem calados”. ACB quer, não queremos! Ainda por cima está a ser dito d i s s o ”. que os resultados poderão nem sequer ser conhecidos”. Outro dos assuntos que está a aquecer os ânimos das Henrique Salvador, responsável pela comissão de gestão escolas e da direcção da ACB é em relação ao preço dos Polémicas também fazem parte do Grupo de Samba Sócios da Mangueira, indignado, bilhetes de entrada no sambódromo nos dias de corso, deixou a pergunta: “Como é que, ao jornal se diz que os cinco euros. As escolas não aceitam a decisão e acusam a O modelo de avaliação das escolas de samba, nos dias resultados dessa avaliação não vão ser divulgados, se vi direcção da ACB de fazer alterações sem consultar os de corso, apresentado pela direcção da Associação de num flyer do Carnaval, que no dia 5 de Fevereiro, terça- elementos das escolas de samba. “Ouvimos dizer, em todas Carnaval da Bairrada (ACB), e preço de entrada no feira, último dia de festejos, a última coisa que vai as assembleias, que esta associação é feita pelas escolas sambódromo, cinco euros, foram alguns dos assuntos acontecer, no final da noite, vai ser apresentação de de samba. Então fazemos ou não parte da ACB quando tratados e do qual têm resultado polémica entre cada ‘resultados e avaliações’?”. Gabriel Pedro, chefe de eles tomam decisões sem nos consultar?”, questionou um uma das escolas e a direcção de Álvaro Miranda. A resposta bateria, da Escola de Samba Juventude de Paquetá, dos dirigentes das escolas de samba. O presidente da de Alvaro Miranda, presidente da direcção da ACB, declarou: “As pessoas que vão avaliar não fazem a mínima direcção do GRES Samba no Pé afirmou: “Não estou de publicada na entrevista que concedeu na passada edição ideia do que é o Carnaval da Bairrada”. Tony Melado, acordo com os cinco euros estipulados, porque ficou do Jornal da Mealhada, a propósito da avaliação das presidente da direcção do GRES Real Imperatriz, tem, no estabelecido em outras reuniões que o preço seria outro”. GRES Real Imperatriz GRES Samba no Pé Grupo de Samba Sócios da Mangueira escolas de smaba nos desfiles está a motivar algum entanto, uma opinião diferente da dos seus homologos Ricardo Ferreira, do Batuque, acrescenta: “As escolas de descontentamento. “Seriamos a favor de um concurso se de outras escolas. “O que ganho no Carnaval é o facto de a samba eram a favor de um preço mais baixo para poder ele se realizasse nos moldes dos últimos dois anos, escola sair à rua e haver divertimento. Sou a favor de um trazer mais pessoas. No início estava estipulado quatro promovido pelo Jornal da Mealhada, porque fez com que concurso que não passa pelos moldes que a ACB quer, euros e agora mudam para cinco. Não percebo! Aliás eu o Carnaval da Mealhada crescesse. Os elementos da nem nos moldes daquilo que foi feito nos últimos dois era a favor que as entradas fossem a três euros porque minha escola são totalmente contra qualquer tipo de anos, porque a escolha dos elementos do júri, pessoas de assim é que seria homenagear os trinta anos do Carnaval”. avaliação que surja nos moldes do que a ACB anunciou fora que não percebem nada disto, não é a mais correcta”. Opinião diferente tem Pedro Mamede: “Acho que é um que iria fazer ”, afirmou Ricardo Ferreira, presidente da Pedro Mamede, presidente da direcção do GRES Amigos preço correcto e dinheiro bem empregue para o direcção da escola de samba GRES Batuque. Opinião da Tijuca, não abordou o assunto tendo apenas referido: espectáculo que é. Estou de acordo”. MSL similar tem Filipe Figueiredo, presidente da direcção do GRES Batuque promove grini (afinal) Escolas de samba desfilam acção de solidariedade arnaval' 2008 noutros concelhos A escola de samba GRES Batuque está a recolher roupa e cobertores para, posteriormente, distribuir pelas instituições a Portugal no dia 29 de A lgumas das escolas de samba que habitualmente desfilam no Carnaval da Bairrada têm-se apresentado, há já uns anos, noutros concelhos do país, onde são bem recebidas e de solidariedade social do concelho da Mealhada. A entrega pode ser feita na sede da escola, junto às instalações Janeiro, terça-feira. “Vem da Associação de Carnaval da Bairrada, de segunda a sexta-feira, ajudar-nos, como sempre, onde a adesão tem sido cada vez maior. Este ano, a Escola de das 15h às 18h 30m, até sexta-feira, 1 de Fevereiro. permitindo a entrada do Samba Juventude de Paquetá e o Grupo de Samba Sócios da “Gostávamos que as instituições interessadas contactassem a Carnaval da Mealhada na Mangueira serão duas da escolas já com visitas agendadas, nossa escola para podermos fazer uma divisão daquilo que televisão”, afirmou Álvaro para a altura do Carnaval. recebermos”, apelou Ricardo Ferreira, presidente da direcção desta Miranda, presidente da “É o terceiro ano consecutivo que desfilamos nas ruas da escola. Os interessados em participar na campanha podem ligar direcção da ACB. Lousã. A Câmara Municipal da Lousã garante-nos o transporte, para o número de telemóvel: 912 953 690 ou dirigir-se à sede da O actor que faz parte do vem buscar-nos e trazer-nos de volta. Quando lá chegamos os escola de samba GRES Batuque. MSL elenco da novela “Duas organizadores deste projecto levam-nos a conhecer a Lousã, Caras”, exibida em horário de seguida oferecem o almoço a todos os elementos da escola nobre, na SIC, informou e depois, da parte da tarde, actuamos. O mais engraçado disto Alvaro Miranda que iria, tudo é que quando acabamos a actuação assinamos logo o no discurso do seu contrato para o ano seguinte”, afirmou Fátima Silva, presidente personagem, fazer da direcção da Escola de Samba Juventude de Paquetá. referência ao Carnaval da Os Sócios da Mangueira desfilarão em Vouzela, no próximo Mealhada. A alusão será domingo, 27 de Janeiro, e em Vila Nova de Famalicão, no dia 4 feita num dos próximos de Janeiro, segunda-feira. “Em Vouzela, vamos actuar para os episódios e transmitida idosos dos lares daquele concelho. Em Famalicão, será um também para o povo desfile de rua, seguido de uma pequena actuação em palco”, português. disse Henrique Salvador, responsável pela comissão de gestão MSL do Grupo de Samba Sócios da Mangueira. MSL
  6. 6. Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008 14
  7. 7. Quarta-feira, 23 de janeiro de 2008 15 Crónica da jornada de 20 de Janeiro - comentários PRÓXIMA JORNADA Afonso Simões Liga quot;Bwinquot; Leixões - Paços Ferreira Taça de Portugal — 5.ª eliminatória A equipa do Carqueijo deslocou-se ao Campo de Santa Margarida, Marítimo - Boavista U. Leiria - Académica Campeonatos parados a fim de darem lugar a mais uma eliminatória em Águas Boas, para medir forças com a equipa local. Comandada por Sporting - Porto da Taça de Portugal. Os três clubes considerados grandes jogaram todos José Carlos Silva, a formação do Carqueijo fez um bom jogo e venceu o Sp. Braga - Belenenses Naval - E. Amadora nos seus estádios e com equipas de segundo plano. seu adversário por 1-0. Perante tantas oportunidades que os vencedores Nacional - V. Setúbal O Futebol Clube do Porto, no Estádio do Dragão, recebeu o Desportivo tiveram, o número de golos do resultado foi escasso. V. Guimarães - Benfica das Aves, equipa que milita na Liga de Honra “Vitalis”, e venceu-o o por Liga de Honra quot;Vitalisquot; Santa Clara - Penafiel 2-0, 3.ª Divisão — zona sul Freamunde - Olhanense O Sporting também jogou, no seu reduto, frente a uma equipa de O Antes, no Campo das Ferrugens, recebeu a equipa do Ribeira Desp. Aves - Beira-Mar Vizela - Estoril segundo escalão, da série D. E não teve grandes dificuldades em lhe Azenha, e arrecadou uma preciosa vitória por 1-0. Gil Vicente - Trofense aplicar uma pesada derrota, por 4-0. O Aguinense, depois de ter sido goleado no seu reduto com uma Fátima - Varzim Portimonense - Rio Ave O Benfica, no Estádio da Luz, defrontou o Feirense, da Liga de Honra derrota bastante pesada (1-6), deslocou-se ao campo do Alquerubim, Gondomar - Feirense “Vitalis”. Encontrou muitas dificuldades, mas acabou por vencer o seu onde venceu por 3-1. 2.ª Divisão Nacional - série C adversário por 1-0. Torreense - Oliv. Bairro O Vitória de Guimarães mediu forças com um conjunto da liga a que Iniciados — 2.ª Divisão — série F Rio Maior - Sátão Nelas - Caldas pertence, ou seja, a equipa do Nacional da Madeira. Esta formação não Terminou a primeira fase deste campeonato, com um dérbi entre o Eléctrico - Pampilhosa conseguiu arranjar argumentos para eliminar a equipa adversária e foi Grupo Desportivo da Mealhada e o Futebol Clube da Pampilhosa. Sp. Covilhã - Tourizense Penalva Castelo - Anadia derrotada por 1-0. O resultado desta partida pouco interessava para a classificação Abrantes - Benfica C. Branco Outro encontro a merecer alguma atenção foi o que se disputou na final, uma vez que a equipa da casa já era a vencedora desta série. 3.ª Divisão - série C Reboleira, entre o Estrela da Amadora e o Sporting de Braga. São dois Ninguém gosta de perder, principalmente nos dérbis, e, assim, o D. Sandinenses - Oliv. Hospital União de Lamas - sanjoanense conjuntos da divisão maior e um deles teria de ficar pelo caminho. A encontro foi disputado com muito empenho por ambos os intervenientes. Figueirense - Tondela equipa local beneficiou de uma grande penalidade e venceu a eliminatória Acabou com o resultado de 3-1, favorável à equipa da casa, isto é, a do Tocha - Social de Lamas por 1-0. S. João de Ver - Valecambrense Grupo Desportivo da Mealhada. Milheiroense - Valonguense Em Setúbal, o Vitória local defrontou a União de Leiria e, com algumas São de lamentar os incidentes ocorridos no final do jogo. Ac. Viseu - Arouca dificuldades saiu vencedor da eliminatória por 1-0. O golo da vitória foi Distrital - 1.ª Divisão marcado no último minuto do tempo de compensação. Campeonatos femininos Cucujães - Estarreja BARC - Fermentelos O Beira-Mar defrontou o Moreirense. Como os aveirenses não se A equipa feminina do Grupo Desportivo da Mealhada (GDM) Oliveirinha - Carregosense deram bem com os ares de Águeda, onde perderam na última jornada deslocou-se ao concelho da Lousã para jogar com a equipa do Arrifanense - Canedo frente ao Vizela, escolheram o campo do Avanca para receberem o Pessegueirense - S. Roque Gândaras. Sem grandes dificuldades as meninas da Mealhada venceram Paços Brandão - Gafanha Moreirense, uma equipa da segunda divisão que vinha de Moreira de com todo o mérito as suas antagonistas por 12-1. Cesarense - Sanguedo Cónegos. Também não foram bem sucedidos. Perderem por 1-0 e, em Oiã - Cortegaça Alba - Águeda consequência, foram eliminados. Infantis 2.ª Divisão - zona sul O Anadia não foi feliz no sorteio. Teve de se deslocar a Matosinhos A equipa A do Grupo Desportivo da Mealhada, no seu campo de Luso - Couvelha para jogar com a equipa do Leixões e saiu de lá derrotado, por 1-0. A treinos, recebeu e venceu o Vilaverdense, do concelho de Oliveira do Calvão - LAAC equipa anadiense, porém, deixou excelente imagem pelo futebol praticado Serém - Requeixo Bairro, por 1-0. A equipa B do mesmo clube recebeu e venceu o Oiã, NEGE - Águas Boas e pela postura dos seus jogadores em campo. A eliminatória esteve por também no campo de treinos, por 6-2. Carqueijo - Bustos decidir até aos minutos finais, devido à forte reacção dos “Trevos da A equipa do Futebol Clube da Pampilhosa deslocou-se ao campo do Eirolense - Macinhatense Mourisquense - CRAC V«Bairrada” às jogadas dos leixonenses. Estes só conseguiram chegar Anadia e perdeu por 6-1. Paredes do Bairro - Mealhada ao único golo do encontro nos quinze minutos finais do encontro. 3.ª Divisão - zona sul Realizaram-se outros jogos mereciam também destaque nesta crónica, Escolas Ribeira Azenha -Mamarrosa Alquerubim - Antes mas o espaço reduzido de que dispomos nesta edição não nos permite A equipa A do GDM jogou no seu reduto frente ao Vilaverdense. A Gafanha d' Aquém - Monsucesso falar de todos eles. No entanto, publicamos, em local apropriado, os partida terminou com as equipas empatadas a uma bola. A equipa B Famalicão - Aguinense resultados de todos os jogos desta eliminatória, com indicação, deslocou-se ao campo do Mourisquense, e venceu esta equipa por 6-3. Juniores obviamente, das equipas intervenientes, das que ficaram pelo caminho A equipa C foi jogar ao campo do Vista Alegre com a equipa deste 1.ª Divisão série dos últimos Cesarense - Fermentelos e das que se apuraram para a sexta eliminatória. clube e voltou a perder, agora por 6-1. Argoncilhe - Taboeira A equipa de escolas do Futebol Clube da Pampilhosa, jogando no Gafanha - Feirense Valecambrense - Pampilhosa Campeonatos Distritais de Aveiro seu campo, venceu o Arviscal por 5-0. Paços Brandão - Mealhada 2.ª Divisão — zona sul Futsal 2.ª Divisão - série D Oiã - Valonguense O grande dérbi deste campeonato disputou-se no Campo Municipal O Atlético Clube do Luso, na sua deslocação ao Pavilhão do Casal, LAAC - Bustos Dr. Américo Couto, na Mealhada. Neste campo a equipa local recebeu a não conseguiu mais que um empate a três golos. Eixense - Águas Boas de um clube seu vizinho, o Clube Desportivo do Luso. Mourisquense - Bonsucesso O GDM, jogando no Pavilhão Municipal da cidade da Mealhada, Juvenis Esperava-se um encontro bastante renhido por duas razões. A equipa recebeu o Clube de Albergaria e mais uma vez se deixou surpreender ao 2.ª Divisão série primeiros local ainda só tinha sofrido uma derrota, em Serém, e a do Luso, embora empatar por três golos. Depois de estarem a vencer durante quase todo Esmoriz - Milheiroense tenha feito grandes exibições, principalmente no seu campo, não o tempo do jogo, a vinte segundos do final os mealhadenses foram Cucujães - Mealhada Oliveirense - Eixense conseguiu vencer dois jogos importantes, um frente ao Mourisquense e surpreendidos com um golo, a favor dos seus adversários, que veio dar Sp. Espinho - Fermentelos outro frente ao Serém. o empate à equipa de Albergaria. Taboeira - Bustos O encontro não fugiu às expectativas. Teve uma boa moldura humana Em juniores, o Atlético Clube do Luso, no Pavilhão Municipal daquela Série dos últimos a assistir ao encontro e terminou com um empate a um golo. vila, recebeu o Travassô e perdeu por 4-10. Calvão - Pampilhosa Nariz - Águas Boas Oiã - Bonsucesso Vista Alegre - LAAC Resultados Feminino Mealhada - Marítimo Murtoense Escolas Taça de Portugal Arouca - Oliv. Hospital 2-1 Couvelha - Calvão 3-0 Mealhada - Pampilhosa 3-1 OLiv. Bairro - Mealhada A Sanjoanense - D. Sandinenses 6-0 LAAC - Serém 3-0 LAAC - Arviscal 7-3 5.ª eliminatória Tondela - União de Lamas 0-0 Requeixo - NEGE 2-2 Bustos - Águas Boas 1-2 Pampilhosa - Anadia Penafiel - Sertanense 4-5 * Mealhada B - Águeda Social de Lamas - Figueirense 0-0 Águas Boas - Carqueijo 0-1 Feminino Mealhada C - Anadia Sporting - Lagoa 4-0 Valecambrense - Tocha 1-0 Bustos - Eirolense 3-0 Gândaras - Mealhada 1-12 Benfica - Feirense 1-0 Valonguense - S. João Ver 1-1 Macinhatense - Mourisquense 0-0 Futsal - Seniores Beira-Mar - Moreirense 0-1 Ac. Viseu - Milheiroense 2-0 CRAC - Paredes do Bairro 2-1 Infantis Luso - Futsal Azeméis Naval 1.º de Maio - Boavista 4-1 Anadia - Pampilhosa 6-1 Belazaima - Mealhada Porto - Desp. Aves 2-0 Distrital - 1.ª Divisão 3.ª Divisão - zona sul Mealhada A - Vilaverdense 1-0 Sr. assinante PAGUE E. Amadora - Sp. Braga 1-0 Estarreja - BARC 4-1 Antes - Ribeira Azenha 1-0 Mealhada B - Oiã 6-2 V. Setúbal - U. Leiria 1-0 Fermentelos - Oliveirinha 2-1 Alquerubim - Aguinense 1-3 Carregosense - Arrifanense 1-3 Mamarrosa - Gafanha d' Aquém 0-4 Escolas Leixões - Anadia 1-0 Oliveirense - Marítimo 0-1 Canedo - Pessegueirense S. Roque - Paços Brandão 0-0 1-1 Bonsucesso - Famalicão 2-0 Mealhada A - Vilaverdense Arviscal - Pampilhosa 1-1 0-5 a assinatura, Gil Vicente - Juventude Évora 3-0 2.ª Divisão - série D Paços de Ferreira - Abrantes V. Guimarães - Nacional 4-0 1-0 Gafanha - Cesarense Sanguedo - Oiã 0-3 2-0 Valonguense - LAAC Bustos - Eixense 2-1 (desconhecido) Mourisquense - Mealhada B Vista Alegre - Mealhada C 3-6 6-1 15 euros, na Cortegaça - Alba 1-0 Futsal Rio Ave - Olhanensa Isento: Atlético Arcos de valdevez 5-4 * Águeda - Cucujães 3-1 Águas Boas - Mourisquense Bonsucesso - Antes 1-1 3-3 Juniores sede do jornal: * Na marcação de grande penalidades 3.ª Divisão - série C 2.ª Divisão - zona sul Mealhada - Luso 1-1 Iniciados Oliv. Bairro - Anadia 1-4 Luso - Travassô Casal - Luso 4-10 3-3 Rua das Escolas Mealhada - Branca Activa 3-3 Novas, 36 MEALHADA
  8. 8. Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008 16 Futebol Campeonato Distrital — 2.ª Divisão — zona sul Escolas A Mealhada,1 — Luso, 1 Mealhada, 1 — Vilaverdense, 1 Divisão de pontos está certa Num bom jogo, resultado certo Jogo no Campo Municipal Dr. Américo Couto, na Jogo no campo de treinos do Grupo Desportivo da No segundo período e Mealhada. o guardião Gonçalo Suíço. Mealhada (GDM), na Mealhada. quando estavam decorridos Árbitro: Carlos Tavares, auxiliado por Rui Sousa e Paulo No segundo período, com Árbitros: Eduardo Rocha e Renato Vaia. apenas cinco minutos, numa Silva. a entrada de Licas, a equipa Mealhada: Pedro Várzeas, Luís Miguel, António Pinto, jogada de bom entendi- Mealhada: Gonçalo Suíço, Bruno Sereno, André, Reima, do Desportivo da Mealhada Rui Miguel, Diogo Neves (cap.), Leandro Santos e Simão mento entre Diogo Neves e Carlos Simões, Godinho, Diogo (Roberto, 60m), Idálio melhorou substancial- Rocha. Rui Miguel, este, com um (cap.), Pedro Gil (Licas, 46m), Fábio e Ruben (Tiago, mente, mas não o suficiente Jogaram, ainda, Bernardo Silva, Carlos Vaz, José remate certeiro, abriu o 78m). para desbaratar a defesa Guindeira e Diogo Correia. activo. Volvidos três Treinador: Valério Ferreira. adversária. O Luso conti- Treinador: Luís Campos. minutos Luís Miguel mandou Luso: Tiago, Arcindo, Palheto (João Manuel, 78m), nuava a apostar num Vilaverdense: Cláudio, Flávio Melo, Pedro, Igor, Samuel a bola à barra. Cordeiro, Ricardo (Coutinho, 77m), Bruno, João Vila Real resultado positivo e os Salgado (cap.), Rui Nogueira e Jorge Gabriel. Pensava-se que, com o (Dany, 70m), Romeu, J.P., Rui Chouriço e Joca. avançados locais estavam Jogaram, ainda, Manuel Silva, Cátia Sousa, Solange e golo alcançado, a equipa Treinador: João Garrido. em dia não. Miguel Ângelo. mealhadense melhorasse o Ao intervalo: 0-0 Aos sessenta e cinco Treinador: Marta Oliveira seu futebol, mas os vila- Marcadores: Licas (65m), para o Mealhada, e João minutos, numa boa jogada Ao intervalo: 0-0 verdenses empertigaram- Manuel (85m), para o Luso. de Godinho a meio campo Marcadores: Rui Miguel (30m), para o Mealhada, e se, foram à procura do — no coração da área estava Jorge Gabriel (36m), para o Vilaverdense. prejuízo e marcaram o seu um amontoado de golo. Houve um falhanço da jogadores —, Licas A equipa da casa criou Aos vinte e um minutos defesa local, Jorge Gabriel apanhou o esférico e atirou- várias oportunidades mas Pedro Várzeas evitou o golo aproveitou a ocasião para o para o fundo das redes. foi falhando no seu apro- do Vilaverdense com duas se isolar e fez o empate. Estava feito o golo. Era veitamento ao longo do jogo. defesas em dois tempos. Até ao final da partida necessário segurá- lo até Uma dessas oportunidades Com muito desperdício ainda houve oportunidades final. O treinador do falhadas verificou-se aos de parte a parte, o primeiro para ambos os lados, motivo Mealhada assim não catorze minutos: Rui Miguel tempo do encontro terminou pelo qual o resultado está entendeu e, em vez de atirou ao poste. em branco. certo. Boa arbitragem reforçar o sector defensivo, ou o meio campo, com Infantis A Miguel Ângelo, Gonçalo ou João Cruz, decidiu meter no jogo Tiago, mais um ponta Mealhada, 1 — Vilaverdense, 0 de lança, o que em nada veio beneficiar a equipa. João Garrido, mais Difícil, mas merecida inteligente, mandou entrar três “pesos pesados” e isso Jogo no campo de treinos do Grupo Desportivo da fundo, centrou para trás e deu bom resultado. Caindo Mealhada (GDM). Antóny Ferreira, na passada, sobre a defesa local, eles Árbitro: Carlos Silva, auxiliado por Rui Silva e Sérgio fez o golo. Um golo bem não a deixaram respirar. Vieira. trabalhado e bem O golo do empate Mealhada: Miguel Fernandes, Gonçalo Mamede, Ivo concretizado. apareceu a cinco minutos Fraga, Rui Miguel, Ricardo Oliveira, Rafael Monteiro (cap.) Reagiu bem a equipa do do final, marcado por João e Diogo Maurício. Vilaverdense, mas com Jogaram, ainda, João Azevedo, Gonçalo Pereira, João algumas entradas violentas Manuel, acabado de entrar Romeu desarma um jogador do GDM já em queda no jogo. Lopes, Antony Ferreira e André Coelho. relativamente às quais o Treinador: Luís Tovim. árbitro ia fazendo vista Pelo que se viu, as Vilaverdense: André Santos (cap.), Paulito, Rafael, grossa para não estragar o Boa moldura humana a No primeiro período a substituições do Luso foram espectáculo. presenciar este dérbi equipa do Luso sofreu mais eficazes e a equipa da Samuel, Hugo, João Pedro e Rúben. Aos cinquenta e dois concelhio. Parabéns a todos grande pressão da equipa casa perdeu mais dois Jogaram, ainda, Cristiano, Igor, Danilo, Joel e Rafael minutos Samuel, sem que a os intervenientes no jogo e do Grupo Desportivo da pontos no seu terreno, por Martins. bola estivesse em seu poder, aos adeptos de ambos os Mealhada, mas a estrutura culpa própria, e nos Treinador: Mário Neto. carregou violentamente o clubes, que encararam o lusense estava tão bem minutos finais, como tinha Ao intervalo: 0-0 seus adversário, Rafael jogo como uma autêntica montada que os locais não acontecido no jogo com o Marcador: Antony Ferreira (37m). Monteiro, e foi expulso, mas festa. conseguiam penetrar na Macinhatense. Erros pa- Para não variar, mais apenas um ponta de lança sem cartolina vermelha. O No encontro, o Luso área com a bola controlada. gam-se caros e ficou a lição uma vez a equipa de fixo junto à área da arbitro levou-o junto ao apostou numa defesa em Houve muitos ataques dos de que as substituições, arbitragem chegou às formação do GDM, banco e advertiu os direc- bloco, com um homem fixo atacantes mealhadenses, mais uma vez, não foram as instalações do GDM em cima colocava em sobressalto a tores de que estava expulso. no meio dos centrais da mas muito desperdício indicadas. da hora do encontro, ou seja, defesa da casa, que tinha Volvidos poucos minutos já equipa da casa. Bruno foi também. Os ataques não João Garrido soube quando deveria ter início o dificuldades em o segurar. a equipa do Vilaverdense esse homem, o escolhido por tinham a qualidade neces- aproveitar os erros alheios, jogo. Parece que já são casos Aos vinte e seis tinha novamente em campo João Garrido para fazer sária para abrirem o activo. levando dois preciosos a mais, casos relativamente minutos, de bola parada, a sete jogadores, tendo sido o frente aos dois “gigantes” A equipa do Luso também pontos na bagagem. aos quais o conselho de equipa da casa teve a árbitro a mandar entrar defesas centrais. não foi capaz de pôr à prova Boa arbitragem. arbitragem da Associação de grande oportunidade para outro jogador e não o que 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 Futebol de Aveiro tem feito marcar, mas a bola bateu fora expulso. Ninguém 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 vista grossa. no poste e não entrou. compreendeu tal decisão. Pensão Astória 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 Eram duas equipas muito No segundo período e Até os directores do 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 iguais a jogarem um futebol quando decorria o minuto Vilaverdense ficaram de LUSO 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 de grande qualidade. A trinta e sete, uma grande boca aberta com tal atitude. Restaurante O Selas 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 primeira oportunidade de jogada de Ricardo Pereira A pior equipa em campo 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 golo pertenceu à equipa do — e diga-se, desde já, que foi a de arbitragem, que, Confeccionamos doces tradicionais 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 Vilaverdense, que a não foi o melhor em campo — soube aproveitar. este correu pelo flanco além de chegar tarde ao campo, cometeu imensos Contacto: 231 939 182 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 543212109876543210987654321098765432121098765432109876543210987654321 A equipa visitante, com esquerdo até à linha de erros.
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×