Sociedade de Mediação
                                   Ano XXII

                                                       ...
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008
  10


        Entrevista a Álvaro Miranda, presidente da direcção da Associação do Ca...
Quarta-feira, 16 de janeiro de 2008
                                                                                      ...
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008
  12


  Cineteatro Messias                                                           ...
Quarta-feira, 16 de janeiro de 2008
                                                                                      ...
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008
  14



    2ª Gala do Desporto                                                       ...
Quarta-feira, 16 de janeiro de 2008
                                                                                      ...
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008
  16


                                                                               ...
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008

2,671

Published on

Versão integral da edição n.º 674 do semanário “Jornal da Mealhada”, que se publica na Mealhada, distrito de Aveiro, Portugal. Director: Nuno Castela Canilho. 16.01.2008.
Visite o site do “Jornal da Mealhada”, em http://www.jornaldamealhada.com

Não se esqueça de que pode ver o documento em ecrã inteiro, bastando para tal clicar na opção “full” que se encontra no canto inferior direito do ecrã onde visualiza os slides.
Também pode descarregar o documento original. Deve clicar em “Download file”. É necessário que se registe primeiro no slideshare. O registo é gratuito.

Para além de poderem ser úteis para o público em geral, estes documentos destinam-se a apoio dos alunos que frequentam as unidades curriculares de “Arte e Técnicas de Titular”, “Laboratório de Imprensa I” e “Laboratório de Imprensa II”, leccionadas por Dinis Manuel Alves no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt , www.slideshare.net/dmpa,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

Published in: Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,671
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jornal da Mealhada - n.º 674 – 16.01.2008

  1. 1. Sociedade de Mediação Ano XXII d Imobiliária, Lda Licença n.º 1736 - AMI N.º 674 Av. 25 de Abril n.º 7 Preço: 0,60 euros 3050-334 Mealhada www. .com 966 047 177 964 206 118 231 202 387 Director: Nuno Castela Canilho Fax: 231 205 666 Director-adjunto: Afonso Simões Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008 Novos centros educativos Alvaro Miranda, presidente da direcção da ACB Para a Pampilhosa, concurso da obra para Março Projecto Luso 2007... ou 2008? Página 9 Considero que quot;Não há atraso... o Carnaval da Bairrada há extensão do prazo!quot;, diz SAL nunca mais acabará Página 2 Páginas 10 e 11 Oposição ataca presidente da Câmara com extinção da Junta de Turismo Lágrimas de crocodilo, diz Filomena Pinheiro. Opinião de Breda Marques não é a opinião do PSD, responde Carlos Marques Página 3 Venha saborear este especial prato de Restaurante quot;O Leitãozinhoquot; Festival de Marisco Santa Luzia Reservas: telefone e fax : 239 918 110 servas tele as: elef fa Leitão à Bairrada, Cabrito grelhado ou assado e mariscos Arroz de marisco, Bacalhau à casa, Picanha grelhada, Arro marisco Bacal acalhau casa, grel elhada, Fatiada com alho com migas, Polvo à Lagareiro Temos preços especiais para casamentos, baptizados, comunhões, grupos e empresas.
  2. 2. Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008 10 Entrevista a Álvaro Miranda, presidente da direcção da Associação do Carnav Não há escola de samba, a nível naci dizer que é melhor que qualquer uma Q uando já faltam poucos dias para mais uma edição do carnaval Luso-brasileiro da Bairrada plásticas, mas também para a música. Um local onde haja ensinamentos de música, um bom costureiro, um bom Mónica Sofia Lopes, repórter do Jornal da Mealhada, entrevistou Álvaro Miranda, carnavalesco, um bom coreógrafo, etc. presidente da direcção da Associação do Carnaval da Bairrada (ACB), entidade organizadora do Carnaval. Na liderança da ACB desde 2006, Álvaro Miranda integra equipas directivas da Não é inteiramente verdade que o Carnaval da Bairrada tenha trinta anos. Terá lugar, em 2008, a trigésima edição consecutiva do Carnaval associação desde 2001. O esclarecimento de problemas e polémicas que se estenderam pelo Luso-Brasileiro da Bairrada. O que representa isso para a direcção a que ano de 2007, momentos em que foi posta em causa a realização do Carnaval, o desfiar das preside? expectativas e novidades para o Carnaval de 2008 foram os principais assuntos abordados. A 3 Os trinta anos de Carnaval que nós estamos a passar para a rua são os trinta anos nestes moldes, que passa por convidar uma e 5 de Fevereiro, domingo e terça-feira de entrudo, o Carnaval saírá mesmo à rua, depois de figura conhecida, um actor neste caso, que tenha estado em novelas uma longa história de encontros e desencontros. no Brasil. Também há uma certa falta de registos na nossa associação, e aproveito para pedir a toda a gente que tenha O que vos fez reconsiderar, aceitar a proposta inalterada da Câmara e conhecimentos. Hoje é duma maneira, amanhã pode ser de outra registos de carnavais anteriores, das mais diversas circunstâncias, fazer o Carnaval com cem mil euros e não trinta mil como inicialmente completamente diferente. Nós ainda questionámos as escolas que nos cedam ou que nos emprestem esse material. Fomos pediram? se estavam na disposição de fazer o desfile nos moldes dos contactados pela rádio TSF, que este ano vai comemorar o seu Nós começámos a estruturar o Carnaval de 2008 com bastante últimos anos, mas com valores mais baixos. Os responsáveis das vigésimo aniversário, que quer que uma das notícias desta antecedência, ou seja, procurámos obter respostas também escolas disseram logo que isso era impensável. Optámos então, comemoração seja o Carnaval de 1988, no qual foi rei o actor Lima antecipadas. Nessa perspectiva, e uma vez que queríamos trazer com o apoio das escolas, para promovermos um reaproveitamento Duarte. Estas coisas têm o seu valor para nós. figuras de cartaz para a comemoração dos trinta anos do Carnaval de fatos de anos anteriores e poupar aí. Luso-brasileiro, em que pretendíamos fazer algo especial, Acha que haverá mais trinta anos de Carnaval da Bairrada? apontámos para valores baseados num orçamento predefinido Paulo Burian voltou este ano. É uma mais valia no Carnaval Luso- Eu acho que o Carnaval da Bairrada nunca acabará. Estou pensado de maneira a que houvesse qualidade e não houvesse Brasileiro da Bairrada? convencido que nestes últimos quatro anos, desde 2004, a estrutura risco para quem produz o Carnaval. Ninguém é pago, mas também Paulo Burian veio resolver uma falha que o nosso Carnaval do Carnaval da Bairrada aumentou significativamente a todos os não queremos ser prejudicados por causa disso. Temos, ao longo tinha. Ele é profissional e ajuda-nos imenso nas ideias. Não está níveis. Como tudo isto tem uma dimensão nacional, tem que ser dos anos, assegurado e mais que confirmado o êxito do Carnaval a trabalhar para a associação, está em parceira connosco. Nós tratado dessa maneira, com dimensão, até porque eu sei o impacto e o êxito das estruturas associadas ao Carnaval. Estruturas essas fornecemos-lhe uma série de condições, ao nível do alojamento, que tem porque me ligam das mais diversos sítios, as mais diversas que aumentaram e que demonstram que não estamos aqui a da estadia e de viagens. Os serviços dele são prestados em troca pessoas. Somos confrontados com pessoas de Portalegre, Vila brincar. Se estávamos a pedir aquele valor, cento e trinta mil euros, da sua permanência em Portugal. De qualquer maneira, uma Nova de Foz Côa, por exemplo, que querem marcar excursões. era para termos garantias por cada participante. Se não tivéssemos pessoa daquele calibre é sempre uma mais valia para o nosso aquele valor, iríamos pôr em risco algumas situações e, no final do Carnaval. Paulo Burian foi convidado pela ACB e pela Câmara Mesmo com pouco tempo e com custos reduzidos, acha que as escolas Carnaval, fazíamos contas outra vez para ver se tínhamos muito ou Municipal da Mealhada para estar presente no nosso Carnaval e estão a dar o seu melhor? Tem contacto com os responsáveis para saber o pouco dinheiro. promover uma troca de ideias e de experiências com os elementos que vão fazendo? da ACB e com as escolas. Ultimamente, temos tido um bom relacionamento com as Porque se demitiram e depois reconsideraram? escolas. Claro que há sempre problemas pontuais, mas é natural Nós demitimo-nos porque achávamos que não havia condições No ano passado, Paulo Burian não conseguiu terminar, a tempo do que isso aconteça. Penso que estão a fazer aquilo que é possível, para fazer o Carnaval. O que nos levou a reconsiderar foi o simples desfile de domingo, alguns dos fatos que tinha a seu cargo. O que aconteceu? até porque estão a fazer um trabalho difícil, que é o da recolha das facto de haver necessidade de conter a sangria que se estava a Houve uma avaliação, não muito precisa, dos timmings e da informações destes últimos trinta anos, estão a refazer fatos com verificar na Mealhada. Havia escolas que começavam a ter produção de alguns adereços. As escolas estavam a contar com base em fotografias para que esse registo passe depois no solicitações, pedidos para actuar noutros sítios, noutros Carnavais. umas coisas e depois saíram outras. Nalguns casos esse problema Sambódromo. Há sempre uns problemas de materiais, porque Tivemos, também, em consideração o pedido que nos foi feito aconteceu com os fatos de figuras chave do desfile, mas não foi começámos mais tarde e as encomendas já estavam fechadas. pela Assembleia Municipal da Mealhada, onde os partidos um problema visível para o espectador. Na avenida, só quem Realmente, esse é o único problema, tentar arranjar alguns políticos subscreveram um pedido para reconsiderarmos a nossa conhece muito de Carnaval é que terá sentido que haveria ali materiais para eles fazerem aquilo que pretendem. Nós pedimos demissão e fazermos o possível, dentro do tempo e dos meios à algum problema. às escolas alguma contenção de custos, porque iríamos usar só o nossa disposição. Portanto, a questão dos cem mil euros é uma dinheiro cedido pela Câmara para a feitura do Carnaval e é isso situação que estamos a gerir para, basicamente, atender a duas Paulo Burian disse em entrevista ao Jornal da Mealhada: “Queremos que estamos a tentar fazer. coisas: a primeira, para que não acabasse o Carnaval e, que a Mealhada seja a capital do samba em Portugal”. O que acha desta consequentemente, as escolas não fossem para outro lado, e a afirmação? Qual é o valor da comparticipação da ACB para cada fato e para cada segunda, o pedido expresso dos partidos políticos na Assembleia Acho que a Mealhada já é a capital do samba em Portugal. figurante das escolas de samba? Municipal. Aliás para quem conhece estes meandros sabe isso Esse é um assunto interno da associação. Nós temos um acordo perfeitamente. Concordo com Paulo Burian porque não há com as escolas em que antes do Carnaval é uma coisa e no final Quando a ACB esteve com problemas com a Câmara, todas as escolas nenhuma escola de samba, a nível nacional, que se possa dizer do Carnaval é outra. Muita gente não faz a mínima ideia dos se mostraram solidárias com a direcção. Sentiu esse apoio das escolas de que é melhor que qualquer uma das nossas. A Mealhada é, custos que tudo isto tem. Toda a gente gosta de ver os grupos samba? também, dos sítios onde há maior concentração de escolas de convidados, mas não sabem que custa muito dinheiro trazer cada As escolas são a associação, mas como tudo na vida é preciso samba no mesmo local. Temos o Festival de Samba que tem tido, um deles. As pessoas têm que ter em conta que, desde que esta alguém tratar das situações e por isso nasceu a ACB. Não estou a a nível nacional, um êxito incrível. No festival de 2007 foi mesmo direcção tomou posse, os orçamentos têm sido geridos com muito ver as escolas, dum momento para o outro, com os imensos uma coisa em grande, veio gente de todo o lado. rigor. Quem está dentro deste processo sabe o esforço que problemas que têm para resolver, ainda terem mais este em cima. fazemos, esforço financeiro e esforço físico. Nós não queremos A situação do Carnaval não é difícil de resolver, é preciso tempo e Este artista plástico brasileiro, Paulo Burian, tem intenção de criar um assumir compromissos que depois não podemos cumprir. Quando centro de formação ligado ao Carnaval. Acha que é uma boa ideia? falamos nestas verbas, no mínimo aceitável para as escolas Concordo plenamente. Um espaço não só virado para as artes estarem na rua, temos que acrescentar o valor que gastámos para PUBLICIDADE fazer o carro. A ACB é que constrói os carros e isto não acontece nos carnavais de outras localidades. *Serigrafia * Brindes publicitários O ano passado, por causa do receio da chuva, a direcção da ACB teve Empresa da região centro / norte de recorrer à contratualização de um seguro. Um seguro pago, ao que Procura agentes / revendedores sabemos pela Junta de Turismo de Luso-Buçaco. Para este ano tomarão Serramos madeira, idêntica iniciativa? Esse seguro foi pago, efectivamente, pela Junta de Turismo de fazemos móveis por medida Luso-Buçaco. É um seguro um bocado ingrato e, no ano passado, em todas as madeiras Na zona de Cantanhede, que o cliente desejar. foi muito ingrato. Funcionava caso houvesse algum problema que não permitisse a realização do corso ou caso a figura de cartaz não Mealhada e Águeda Trabalhos para a construção pudesse estar presente. O que aconteceu, no ano passado, foi que houve chuva até uma certa altura, mas quando chegou a hora Contacto: 968 518 205 do cortejo, a chuva parou. Obviamente, que os espectadores não SERNADELO - 3050-382 MEALHADA Telef./fax: 231 202 257
  3. 3. Quarta-feira, 16 de janeiro de 2008 11 arnaval da Bairrada acional, que possa uma das nossas vieram ao desfile porque choveu toda a manhã, nós perdemos receita, mas não podíamos deixar de realizar o desfile. Este ano haverá contratualização de novo seguro? Este ano não está contemplada a contratualização de seguro. Fizemos as contas ao princípio, seguindo certos parâmetros, e esse não estava contemplado. Mas se virmos que há condições, e há valores para isso, podemos vir a contratualizar um seguro. Mas, à partida, não é uma prioridade, estamos a gerir os cem mil euros para a realização do Carnaval, quer chova quer faça sol. Vão haver algumas alterações este ano: Os bilhetes a cinco euros, os feirantes vão ter um sítio só para eles, etc. E o que mais vai ser novidade? Há algumas novidades, por exemplo, a bancada vai ter mil e quinhentos lugares individuais. A nível de tenda vamos também da Bairrada? pessoas acordaram isso, não acredito que voltem atrás. alterar a sua estrutura, que vai ter outro formato, e outra localização É muito importante. É preciso fazer sentir às escolas que estão – vamos encostá-la a um dos lados do recinto e criar uma área de a ser avaliadas e nós vamos fazer alguma coisa em relação a isso. Houve algum protocolo entre a Câmara e a ACB para o Carnaval de lazer e mostra de feirantes. Associada a esta zona estamos também Não sabemos ainda muito bem o que iremos fazer, mas vamos 2009? Há algum acordo escrito? a preparar uma mostra e um stand de venda de espumante da mesmo ter alguém a observar. Vai ser uma coisa simples em que O protocolo que existe é para o Carnaval 2008, que poderá ser Bairrada. Sobre isto temos já algumas pessoas contactadas, mas os resultados podem nem vir a ser divulgados. Chegamos ao final o mesmo para 2009, com pequenas alterações. ainda nos falta contactar outras. A garantia é a de que vamos ter do Carnaval e vamos a cada escola dizer onde têm que melhorar. esta presença com a dignidade que ela merece e vai ser estipulado Acha que, se um dia não se realizar o Carnaval na Mealhada, as escolas um preço simbólico por cada taça de espumante. Vamos acabar A quem caberá essa avaliação? depressa se integrarão no espírito de outros carnavais? com o pipo de vinho abandonado no recinto, porque consideramos Vamos tentar convidar pessoas externas à cidade, a nível de O Carnaval Luso-Brasileiro da Bairrada, que tem um nome não ser digno da nossa região deixar o vinho assim. comunicação social, de moda, de arquitectura, de música, etc. interessante, tem um espírito próprio, único. Algumas escolas foram, de facto, aliciadas para estarem presentes noutros locais. Em relação ao corso vai haver alguma alteração? Essa avaliação será feita nos dois dias de corso? Estou convencido de que há Câmaras vizinhas muito atentas a Vamos alterar a estrutura do corso, dividindo grupos de Isso é o ideal. tudo o que tem acontecido e que, de certeza, não vão deixar fugir percussão e grupos temáticos, para não haver perturbação das este evento. suas músicas e do desfile das escolas de samba. Este ano vamos Que compensação terá a melhor escola, se forem divulgados os incluir mais um carro, que é o carro comemorativo dos trinta anos resultados? As instalações da ACB e das escolas de samba, GRES Batuque e de Carnaval, que está a ser feito com dimensões extraordinárias. A melhor compensação é a própria avaliação – primeiro, Juventude de Paquetá, são ou não da Câmara da Mealhada? segundo e terceiro lugares. O edifício a que se refere não é propriedade da ACB. O que E o preço dos bilhetes vai ser mesmo de cinco euros? acontece é que a ACB tem um acordo escrito com a Câmara, aprovado Em relação aos preços dos bilhetes, será de apenas cinco Qual é a posição das escolas de samba sobre isso? em Assembleia Municipal, que determina a disponibilização euros. Decidimos isso por simpatia para com o nosso público, Há pessoas que acham benéfico que a avaliação exista, mas destes espaços, em contrapartida da cedência do pavilhão à para os congratular por estes trinta anos de Carnaval. Queremos, claro que vamos ter em conta que este ano não teremos o mesmo Câmara Municipal. com isto, atrair o máximo de público possível. Contudo, esse não é, Carnaval dos últimos anos, portanto, a avaliação também não de maneira alguma, o valor do espectáculo em si. As pessoas com pode ser tão rigorosa. E que pavilhão é esse? mais de 65 anos pagarão apenas dois euros, bastando para isso É o Pavilhão Municipal da Mealhada. Este pavilhão foi apresentar o bilhete de identidade. Outra novidade, para este No ano passado, de forma quase unânime, foi dito que o Carnaval de construído com dinheiro da ACB. Quando a Associação do Carnaval ano, é a parceria que estabelecemos com a Caminhos-de-ferro 2007 teria sido o melhor de sempre. Concorda com essa ideia? cedeu este pavilhão à Câmara, em contrapartida, foi-lhe cedido o Portugueses (CP). Contactaram-nos e acordaram que iam promover Concordo. O Carnaval de 2007, a nível de espectáculo, foi uma espaço do antigo quartel dos Bombeiros para desenvolver as suas o Carnaval nas trinta estações mais próximas da Mealhada, na grande mostra de Carnaval na rua. A nível financeiro foi aquilo que actividades. Linha do Norte e na Linha da Beira. se conhece. Quer dizer que, no futuro, podem vir a surgir problemas se, de facto, De que forma? O 2008 será melhor ou pior, em termos de espectacularidade dos neste espaço for construído um novo edifício municipal? Distribuirão panfletos nas estações, afixarão um cartaz em adereços? Eu já ouvi o presidente Carlos Cabral dizer que a ACB vai ter um cada estação e darão a conhecer o horário que facilite a vinda de A resposta ficará para quem vier assistir ao espectáculo. local – um espaço grande – para desenvolver todas as suas público usando o comboio. actividades. Que motivos impossibilitaram a vinda de Tony Ramos, como rei no OfinanciamentodoCarnavaldaBairradafoitemalongamenteabordado Carnaval de 2008? Paraterminar,queraproveitarparaacrescentaralgumacoisarelacionada nos últimos meses. Fará sentido, no ano em que, segundo a direcção, Tony Ramos é uma figura emblemática, é um caso de grande com o Carnaval 2008? haverá redução de custos para ultrapassar a falta de dinheiro, reduzir ainda sucesso, é uma pessoa que gosta da Mealhada e só não veio Sim, quero, fundamentalmente, agradecer aos nossos o preço dos bilhetes? porque nós, em tempo útil, não conseguimos que ele assumisse patrocinadores que são o Intermarché, Cerveja Sagres e Água Como o tema do Carnaval deste ano são os trinta anos – um compromisso connosco. Foi mesmo uma questão de tempo. do Luso, Multiviagens e Oliveilusa. Também não posso tema único – e como há uma comemoração associada a isso, deixar de referir o entusiasmo das empresas que feitas as contas, em primeira análise, decidimos promover esta Porquê a escolha, e repetição, de Alexandre Borges? contactámos e que vão fazer parte da mostra do espumante. política. É um actor com larga presença e experiência a nível de O desempenho das escolas de samba no sambódromo terá, este ano, algum tipo de avaliação? telenovelas, filmes e teatro. É uma figura de alto nível no panorama de representação. Estava estipulado pela ACB a repetição do rei, Carnaval 2008 É um caso que está a ser estudado. A direcção já transmitiu às fosse ele qual fosse. Rectificação escolas algumas ideias sobre o assunto. Não sabemos se isso vai Na passada edição do Jornal da Mealhada, de 9 de Na assembleia-geral da ACB, de 14 de Novembro, João Peres afirmou acontecer ou em que moldes vai acontecer. Janeiro de 2008, na reportagem sobre o Carnaval, onde que no final do Carnaval 2008 haveria eleições para a direcção da ACB. Vai manter a sua equipa e recandidatar-se? publicámos afirmações de Paulo Burian terá ficado a Mas há grandes probabilidades de uma avaliação vir a realizar-se? ideia de que era intenção do artista, e do seu assessor, Vai haver eleições, mas não posso afirmar que me vou É de nosso interesse que haja avaliação, mas fazer isso, e criar uma instituição de formação para pessoas candidatar. como o Jornal da Mealhada bem sabe, dá muito trabalho. As últimas ligadas ao Carnaval, independente da Associação de avaliações que foram feitas, nos dois anos passados, pelo Jornal da Mealhada, foram excepcionais e fizeram com que a qualidade Também nessa assembleia foi dito que haveria garantias, por parte Carnaval da Bairrada (ACB). Contudo, não era nossa do presidente da Câmara da Mealhada, que a Câmara não daria, em 2009, intenção transmitir a ideia de que este seria um projecto das escolas viesse ao de cima. Nós não temos condições para menos do que deu em 2008. Essas garantias mantêm-se? que entrasse em concorrência com a ACB. Quanto ao fazer a mesma coisa porque aquele trabalho foi demasiado As únicas garantias que existem são o resultado de uma assessor de Paulo Burian, trata-se de Tiago Pereira. profissional. conversa entre o presidente da mesa da assembleia-geral da Pedimos desculpa, pela nossa falha, a todos os visados. ACB, João Peres, e o presidente da Câmara, Carlos Cabral. Se essas Quer isto dizer que considera a avaliação importante para o Carnaval
  4. 4. Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008 12 Cineteatro Messias Educação Ambiental Lotação esgotada para ouvir Palhaços recicláveis Orquestra de S. Petersburgo em exposição V ários palhaços, com mais de um metro e meio de altura, construídos com materiais recicláveis, vão estar em exposição em alguns espaços públicos do concelho da Mealhada, de 28 de Janeiro a 16 de Fevereiro de 2008. Os palhaços recicláveis foram construídos pelos alunos dos jardins-de-infância e das escolas do primeiro ciclo do Ensino Básico que aderiram à segunda Actividade de Educação Ambiental, denominada “Brincadeiras de Carnaval”. O desafio lançado às escolas passava pela criação, apenas com materiais recicláveis, de palhaços como forma de aludir ao Carnaval. Responderam afirmativamente os jardins- de-infância do Carqueijo, de Mala, do Travasso, de Casal Comba, de Mealhada, da Póvoa do Garção e de Ventosa do Bairro e as escolas do Canedo, de Cavaleiros, de Mala e da Vimieira. O resultado foi mais de uma dezena de palhaços recicláveis que vão ser recolhidos para depois serem expostos. Os palhaços “amigos do ambiente” foram construídos com materiais recicláveis e materiais resistentes às condições atmosféricas adversas que se fazem sentir neste período do ano, para, assim, poderem ficar em exposição no exterior, nomeadamente nas rotundas e espaços verdes do concelho. Esta foi a segunda actividade escolar de Educação Ambiental prevista para o ano lectivo de 2007/08. A próxima actividade será a de construção de objectos tridimensionais que estejam relacionados com o município ou a região, também com materiais recicláveis, trabalhos esses que poderão ser, depois, apreciados na décima edição da Feira de Artesanato e Gastronomia do concelho da Mealhada. T rezentas e cinquenta pessoas aplaudiram o concerto de Ano Novo da Orquestra da Ópera Estatal de São Petersburgo, que decorreu no dia 5 de Janeiro, no Cine- Teatro Messias. O concerto, foi dirigido pelo maestro alemão Wiktor Bockman e contou ainda com a participação da soprano Olga Sosnovska e com a actuação de três pares de bailarinos do Teatro Mussorsky. Oficina de quot;Trapos O concerto teve por base o habitual programa da orquestra de valsas e polkas de Johann Strauss, entre outros compositores de excelência como Franz Von Suppé, Jacques Offenbach, Franz Lehár, Charles Gounod, Emmerick Kalman, Dmitri Shostakovitsh, e Farrapos” na Antes Alexander Alabiev ou Aram Khatschaturian. Um espectáculo com um riquíssimo reportório, que contou ainda com a fabulosa interpretação da soprano Olga Sosnovska – que cantou, entre outros temas, o conhecido “Noite de Paz” – e com a animada actuação de três pares de bailarinos do Teatro Mussorsky, que encheram o palco do Cine-Teatro Messias de alegria e cor, acrescentando assim mais valor ao espectáculo. O concerto da Orquestra da Ópera Estatal de São Petersburgo marcou, assim, o início cultural de um novo ano na Mealhada, confirmando, em terras lusas, o êxito que a orquestra, a ópera e ballet do Teatro Mussorsky têm obtido em países como a Itália, Inglaterra, França, Holanda, Japão e Alemanha. Junta de Turismo na Bolsa de Turismo Lisboa Apresentada nova brochura sobre o Deserto Carmelita A segunda edição da Oficina de Educação Ambiental 2007/8 vai decorrer, no próximo sábado, 26 de Janeiro, entre as 14 h e as 17 horas, no salão da Junta de Freguesia da Antes. A actividade lúdico-pedagógica intitula-se “Trapos e Farrapos” e destina-se a avós e netos, assim como à população em geral. Esta iniciativa, tem como objectivo confeccionar bonecas de trapos, tapetes de trapos A Junta de Turismo Luso- Buçaco estará presente, pela última vez, em mais uma edição da Bolsa de Turismo Lisboa (BTL), a vigésima, entre os dias 16 e 20 de e de Arraiolos com restos de tecidos e trapos velhos, será monitorizada por utentes do Janeiro, na FIL, num stand onde dará a conhecer o turismo e alguns produtos do Centro Recreativo da Antes. Os interessados em participar deverão levar restos de tecidos grossos para serem utilizados na criação da peça de trapos pretendida. Deverão, também, concelho da Mealhada. efectuar a sua inscrição até dia 23 de Janeiro, na Biblioteca Municipal da Mealhada, ou Os engarrafadores / produtores de vinho do concelho, a água e a laranjada do Buçaco através do telefone número 231 201 681. A actividade tem o custo de 2 euros por pessoa. todos os produtos estarão representados. Raúl Aguiar, administrador-delegado da Junta A terceira oficina está programada para o dia 23 de Fevereiro e chamar-se-á “Fantoches”. de Tursimo acrescentou: “ainda não é este ano que o leitão assado da Mealhada estará É destinada a crianças, jovens e adultos, e terá lugar na freguesia de Barcouço. As Oficinas presente”.Em estreia absoluta estará uma nova brochura mandada fazer pela Junta de de Educação Ambiental são um projecto da Câmara Municipal da Mealhada que visa criar Tursimo Luso-Buçaco ao historiador Paulo Varela Gomes. Trata-se de um guia, em uma consciência ambiental e sensibilizar a população do concelho para os problemas português, espanhol e inglês, intitulado quot;O Deserto dos Carmelitas Descalçosquot;. ambientais que a rodeiam. Paulo de Carvalho, Lda Carvalho, Luso Fundada em 1922... A nossa história impulsiona-nos para o futuro! Armazéns Triunfo Móveis, Cozinhas (por medida), Rua do Lagar, construção civil rua de aveiro, 3050-420 pampilhosa, mealhada Praça do Choupal, Rua Afonso lote 6 loja B Electrodomésticos, Louças, Têxteis, arte funerária telefone 231 202 735 Henriques, n.º fax 231 204 654 n.º 7 3050 - 330 45 3060-137 SANTA CLARA Decoração... Listas de casamento fogões de sala email geral@costa-irmao.pt MEALHADA 3040-002 recuperadores de calor site www.costa-irmao.pt CANTANHEDE COIMBRA Telefone e fax: 231 939 121 e-mail: moveis-triunfo@clix.pt decoração
  5. 5. Quarta-feira, 16 de janeiro de 2008 13 Biblioteca Municipal da Mealhada Contos... em estafeta pela região Biblioteca Municipal de Mealhada vai participar, pela primeira vez, no projecto A “Estafeta de Contos”, que tem como objectivo garantir sessões de contos em todas as instituições que se inscrevem e promover a prática da narração. A estreia da Biblioteca da Mealhada na iniciativa está marcada para 17 de Janeiro, quinta-feira, pelas 14h 30m. os responsáveis da Biblioteca Municipal da Cantanhede e os seus “contadores de histórias” visitarão a biblioteca mealhadense. O testemunho será passado através dos “contadores de histórias” da Biblioteca Municipal da Cantanhede, que terão como missão narrar o conto intitulado “Crisântemo”. O início da sessão está marcada para as 14h 30m e o fim será apenas quando já não houver histórias para contar. No dia seguinte, 18 de Janeiro, é a vez da Biblioteca Municipal da Mealhada visitar a Biblioteca Municipal João Brandão em Tábua e lá deixar o testemunho. Município da Mealhada Seminário Nacional Eco-Escolas 2008 Entre os dias 13 e 15 de Janeiro, o Município da Mealhada vai estar representado no Seminário Nacional Eco-Escolas 2008, na Maia. Este foi um convite feito pela secção portuguesa da Associação Bandeira Azul da Europa, no âmbito do projecto ECO XXI. Promover a troca de experiências entre os diferentes intervenientes no programa Eco-Escolas, debater a metodologia e as estratégias desse mesmo programa, fornecer informação científica e pedagógica sobre o tema do ano, “Alterações Climáticas”, e outras propostas de trabalho, bem como proporcionar a participação dos interessados em ateliês práticos e fóruns de debate, são alguns dos objectivos do seminário nacional O Município da Mealhada vai fazer parte da mesa da sessão de comunicação intitulada “Municípios e Educação Ambiental”, que vai decorrer pelas 9h 30m de dia 15 de Janeiro. A Câmara Municipal da Mealhada será representada pelo vereador do Ambiente, António Jorge Franco, que fará uma apresentação das iniciativas na área da Educação Ambiental que a autarquia levou a cabo no concelho durante o ano lectivo 2006/07. O Município da Mealhada marcará ainda a sua presença com trabalhos realizados pelos alunos do concelho, no âmbito da recente actividade escolar de Educação Ambiental, “Natal Ecológico”, e do projecto “Oficinas de Educação Ambiental”.
  6. 6. Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008 14 2ª Gala do Desporto Acontece na região Festa marcada Anadia para 28 de Janeiro Encerramento de Urgências A segunda edição Gala do Desporto do Município da Mealhada, que visa premiar todos os atletas, treinadores, clubes, dirigentes, entidades que tiveram um papel preponderante para o desenvolvimento do desporto no Município da Mealhada no continua a revoltar população último ano desportivo, vai realizar-se na noite de 28 de Janeiro, segunda-feira no cineteatro Messias, na Mealhada. “Este evento pretende ser um contributo para impulsionar o desporto no nosso concelho e, como tal, procurámos premiar aqueles que mais fizeram em prol do desporto e do nosso município”, afirma o vereador do Desporto da Câmara da Mealhada, António Jorge Franco. À semelhança do ano passado, serão dez as categorias de prémios a atribuir. Associação Desportiva do Ano, Equipa do Ano, Dirigente do Ano, Atleta do Ano, Treinador do Ano, Revelação do Ano, Alto Prestígio, Mérito Desportivo, Personalidade Desportiva do Ano e Prémio Incentivo. O júri sofre algumas alterações, mantendo dois elementos – o director do Jornal da Mealhada, Nuno Castela Canilho, e a directora do semanário Mealhada Moderna, Isabel Moreira – e ganhando três novos membros o presidente da direcção do Rádio Clube da Pampilhosa, Liberto Maia, e ainda Mário Pedrosa e César Borges Carvalheira. A segunda Gala do Desporto do Município da Mealhada vai contar com um programa Foto de Miguel Angelo cultural vasto e diversificado. O espectáculo será composto pela actuação do músico J Nuno Barroso, pela performance do saxofonista Bruno Soares, por um momento humorístico erónimo de Sousa, secretário-geral do Partido Comunista Português, participou, no com o comediante Óscar Branco e, por fim, com a actuação do grupo Dancefusion. passado sábado, 12 de Janeiro, na décima acção de protesto, junto ao Hospital de Anadia, convocada pelo movimento “Unidos pela Saúde” contra o encerramento dos serviços de urgência no Hospital José Luciano de Castro. A acção terminou com uma romagem 3.º Torneio Interfreguesias de futsal ao cemitério, simbolizando a morte do serviço de urgências. O líder comunista declarou- se “impressionado pela forma combativa e persistente com que a população de Anadia defende os serviços do seu hospital. A dimensão desta luta pode servir de exemplo a Jogos em Fevereiro e Março outras populações e ao fim de dez acções de protesto estão disposto a continuar. Hoje, o povo de Anadia é admirado em todo o país”. A população de Anadia tem vindo a protestar contra o encerramento das urgências do Hospital José Luciano Castro, que encerraram no dia 2 de Janeiro, às 8 horas da manhã, A rranca no dia 16 de Fevereiro, às 19h30, o Terceiro Torneio Inter- com a entrada em funcionamento do regime de consulta aberta, diário até às 24 horas, no Freguesias de Futsal, uma iniciativa da Câmara Municipal da Mealhada em Centro de Saúde. Os utentes servidos pelo Hospital de Anadia terão, agora, que se deslocar colaboração com as oito Juntas de Freguesia do concelho da Mealhada. O para Águeda, Coimbra ou Aveiro, para um hospital público ou para a Mealhada, no caso de calendário do torneio, com dois grupos, termina a 29 de Março. Esta iniciativa procura quererem ser atendidos no Hospital da Misericórdia. promover a prática desportiva junto dos munícipes, estimulando o convívio social entre os A manifestação começou na praça do município e terminou junto do Hospital José mealhadenses e o intercâmbio entre as diferentes freguesias. Luciano de Castro. Pelo caminho, os manifestantes gritaram palavras de ordem a pedir a O torneio, que se destina apenas aos cidadãos residentes no concelho da Mealhada demissão do ministro da Saúde e a manutenção do Serviço de Urgências. e não federados, vai ser disputado em dois grupos diferentes – o grupo A, composto pelas Meia centena de carros compôs um “buzinão protesto”, com destino à sede da equipas das freguesias da Pampilhosa, do Luso, de Barcouço e da Vacariça e o grupo B, Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), em Coimbra. Nos automóveis eram composto pelas equipas da Mealhada, da Antes, de Casal Comba e de Ventosa do Bairro. visíveis slogans de protesto: “Não ao encerramento das urgências”, “Demita-se sr. Ministro”. Cada grupo vai realizar doze jogos, sendo a grande final disputada entre os vencedores de Por toda a cidade foram colados alguns cartazes, e algumas cruzes nas rotundas, a dar cada grupo. conta do repúdio da população, em relação ao novo sistema de atendimento e alguns dos O Terceiro Torneio Inter-Freguesias de Futsal vai decorrer nos pavilhões municipais da presentes deram conta do desagrado. RSG Mealhada, de Casal Comba, do Luso e Pampilhosa e nos pavilhões da Casa do Povo da Vacariça e do Sume, na Antes. No final do torneio, haverá lugar à atribuição de medalhas a todos os participantes e de taças para todas as equipas. Está ainda prevista, também, a atribuição de prémios ao melhor marcador, ao melhor jogador e à equipa que demonstrar No Parlamento, José Manuel Ribeiro exigiu reabertura da urgência melhor fair play. Mealhada-Dakar 2008 O deputado do PSD José Manuel Ribeiro interveio, na passada semana, na Assembleia Aventureiros não desistem da República (AR), em nome do povo de Anadia. E exigiu do Governo “a reabertura das urgências” do Hospital José Luciano de Castro. A luta de Anadia, visível e audível nas últimas semanas, na sequência do encerramento e vão mesmo até Dakar do serviço de urgência do hospital local, chegou à AR pela voz do deputado social-democrata — e presidente da mesa da Assembleia Municipal de Anadia — José Manuel Ribeiro. O deputado fez-se ouvir, em tom crítico, quanto à política do Governo PS (provocando muito burburinho na maior bancada parlamentar) — nas pessoas do primeiro-ministro, José Sócrates, e do Ministro da Saúde, Correia de Campos — para a área da saúde. José Manuel Ribeiro desmentiu os números que pretendiam justificar os encerramentos de equipamentos, de Norte a Sul do país, em Anadia, mas também noutras localidades como Alijó, Barcelos, Chaves, Peso da Régua ou Vouzela. “O Hospital de Anadia tem, no seu serviço de urgência, capacidades físicas, técnicas e humanas para funcionar”, afirmou José Manuel Ribeiro, adiantando os números que, garante, “estes sim, correspondem à realidade”: quarenta e um mil utentes; cento e doze utilizadores por dia; sessenta e dois por cento de atendimento na urgência; e oitenta e nove por cento de satisfação, num inquérito feito a quinhentos e cinquenta e três utentes. D epois do cancelamento da edição de 2008 do rali todo-o-terreno Lisboa-Dakar, em 4 de Janeiro, devido a razões de segurança, e da frustração dos três aventureiros Apesar de confessar concordar com “reformas necessárias”, o deputado não deixou bairradinos que se propuseram viajar até ao Lago Rosa, em Dakar, no Senegal, ao de referir a “injustiça desta decisão”. Além das capacidades e funcionamento correcto do volante de dois Toyota Corollas de 1973 e 1978 chegou tempo de reconsiderar, e de pôr pés serviço de urgência em Anadia, o político considera que “as alternativas não estão no ao caminho. Victor Moniz, Luís Gamelas e Pedro Campos apresentarão, na sexta-feira, 18 terreno, prejudicando a população do concelho de Anadia, mas também a dos concelhos de Janeiro, em frente à Câmara Municipal da Mealhada, novo projecto. Os três aventureiros vizinhos de Mealhada, Oliveira do Bairro, Mortágua, Cantanhede e até de Águeda”. têm, agora, como objectivo primordial, sem nenhuma caravana a acompanhá-los, viajar “Portugal ficou mais injusto”, sublinhou, “já que deixa os seus cidadãos privados de até Dakar e seguir depois os caminhos até Bissau, na Guiné-Bissau, para entregar material serviços de saúde de proximidade e de qualidade”. Sem meias palavras, o deputado social- médico a organizações da antiga colónia portuguesa. democrata anadiense exigiu que esta política para a saúde “recue, que seja rectificado o A partida está marcada para sábado, 19 de Dezembro, e por decidir está ainda qual do dois veículos os levará nesta aventura. “No dia 5 de Janeiro íamos ao volante de dois erro”. “O Governo tem tido uma postura arrogante, prepotente e cínica, neste caso, para Toyota Corolla, de 1973 e 1978. Para esta viagem decidimos levar apenas um, que ainda com as populações. Deve reabrir o serviço de urgência do Hospital de Anadia. Corrigir é não sabemos qual é, mas que será o veículo apresentado em frente à Câmara”, afirmou um acto de coragem e, quem a não tem, não merece governar Portugal”, concluiu. Victor Moniz, um dos impulsionadores deste projecto. Mónica Sofia Lopes JS
  7. 7. Quarta-feira, 16 de janeiro de 2008 15 Crónica da jornada de 13 de Janeiro - comentários foi surpreendido por esta equipa. Perdeu por 2-1. Ninguém ligado Afonso Simões aos oliveirenses esperaria tal surpresa depois de a equipa bairradina ter vindo a fazer um excelente campeonato. Resultados O Anadia também jogou em casa. Depois de ter arrecadado uma Liga quot;Bwinquot; Liga Bwin preciosa vitória na jornada anterior, em Castelo Branco, defrontou, no Paços Ferreira - Marítimo 3-1 O início da segunda volta do campeonato da Liga Bwin trouxe Boavista - U. Leiria 3-1 Estádio Sílvio Cerveira, a equipa do Abrantes. Este clube vem algumas novidades e surpresas, no tocante a resultados. Os Académica - Sporting 1-1 atravessando um momento menos bom devido à falta de pagamento Porto - Sp. Braga 4-0 clubes irão esforçar-se por dar o máximo nos encontros que faltam de ordenados aos seus jogadores. Os “ Trevos da Bairrada” não Belenenses - Naval 2-1 disputar, por várias razões. Uns vão tentar fugir dos lugares de E. Amadora - Nacional 0-1 conseguiram mais que um empate sem golos, comprometendo, assim, despromoção, outros vão tentar chegar a lugares que lhes dêem V. Setúbal - V. Guimarães 0-1 as aspirações que têm de chegar ao sexto lugar. Benfica - Leixões 0-0 acesso às provas europeias. Os três crónicos candidatos ao lugar Distrital — 2.ª Divisão — zona sul Liga de Honra quot;Vitalisquot; de campeão nacional também irão fazer os possíveis e Um encontro bastante fácil estava ao alcance do Grupo Penafiel - Freamunde 2-2 impossíveis para conseguir o tão almejado título. Para dois deles, Olhanense - Desp. Aves 2-1 Desportivo da Mealhada. Esse encontro realizou-se no Campo o Benfica e o Sporting, esse título parece ser uma miragem, uma Beira-Mar - Vizela 0-3 Municipal Dr. Américo Couto, na Mealhada. Os mealhadenses Estoril - Gil Vicente 2-0 vez que o Futebol Clube do Porto já adquiriu na classificação receberam a equipa do último classificado desta zona sul, o CRAC, Trofense - Fátima 1-0 geral uma distância bastante significativa em relação a eles. Varzim - Portimonense 0-0 de Parada de Cima, do concelho de Vagos. Este clube esteve para O actual bicampeão, Futebol Clube do Porto, é a equipa que reúne Rio Ave - Gondomar 2-2 não competir e só decidiu participar na prova quando o sorteio dos Feirense - Santa Clara 0-1 à partida todas as possibilidades de ser ele a festejar a conquista do jogos já se tinha efectuado. Tem um jogo em atraso, devido à falta 2.ª Divisão Nacional - série C título. Durante as últimas quinze jornadas, porém, muita coisa ainda de tempo para organizar o seu plantel. Oliv. Bairro - Rio Maior 1-2 poderá vir a acontecer. Assim, no Estádio do Dragão, o Sporting de Sátão - Nelas 1-2 Os locais não tiveram grandes dificuldades em lhe aplicar uma Braga bem tentou conquistar, pelo menos, um ponto, mas os donos do Caldas - Eléctrico 1-3 derrota bastante gorda por 8-0. terreno não facilitaram e venceram por 4-0. Por tudo quanto se passou Pampilhosa - Sp. Covilhã 2-1 O Luso viajou até Calvão, onde defrontou a equipa local. Os Tourizense - Penalva Castelo 1-1 ao longo do encontro o resultado parece-nos exagerado. Anadia - Abrantes 0-0 lusenses têm vindo a subir de rendimento, mas os seus atacantes O Benfica, jogando no Estádio da Luz frente ao Leixões, não Benfica C. Branco - Torreense 2-1 falham imensas oportunidades de baliza aberta. Terão de treinar conseguiu mais que um empate sem golos. Um golo anulado ao 3.ª Divisão - série C mais os remates à baliza durante a semana. Têm dois pontas de Oliv. Hospital - Sanjoanense 4-3 Benfica, marcado em posição regular, e uma grande penalidade lança de bom recorte técnico. Só lhes falta, mesmo, a pontaria afinada. D. Sandinenses - Tondela 0-4 por assinalar foram o colorário de uma má arbitragem da equipa União Lamas - Social Lamas 1-1 A deslocação ao campo do Calvão era difícil, mas, mesmo assim, os que viajou do Porto. Figueirense - Valecambrense 1-2 rapazes da terra das águas conseguiram um empate sem golos. Tocha - Valonguense 1-0 O Sporting, que não tem feito bons resultados, deslocou-se ao O Carquejo, que ainda não se encontrou, definitivamente, neste S. João Ver - Ac. Viseu 2-0 Estádio Cidade de Coimbra, onde defrontou a Académica. Embora Milheiroense - Arouca 0-0 campeonato, recebeu a equipa do Requeixo e venceu-a por 2-0. se afigurasse um jogo bastante difícil, o Sporting não foi além de Distrital - 1.ª Divisão um empate a uma bola. Os estudantes marcaram já no último 3.ª Divisão — zona sul Cortegaça - Águeda 0-2 minuto do tempo de compensação concedido pelo árbitro. O Antes foi ao campo do Gafanha d’Aquém onde sofreu nova Sanguedo - Alba 0-0 Em Setúbal realizou-se um encontro de certa importância, uma derrota, agora por 2-1. Gafanha - Oiã 1-2 S. Roque - Cesarense 0-1 vez que estiveram frente a frente dois conjuntos que têm vindo a O Aguinense, no Campo Afonso Bandarra, mediu forças com a Canedo - Paços Brandão 1-2 fazer um excelente campeonato, lutando por um lugar nas provas equipa do Bonsucesso e também perdeu, por 6-1. Carregosense - Pessegueirense 3-2 europeias, ou seja, o Vitória de Setúbal e o Vitória de Guimarães. Juniores — 1.ª Divisão — zona sul Fermentelos - Arrifanense 2-1 Estarreja - Oliveirinha 3-1 Para a Taça da Liga, os setubalenses, depois de terem empatado Disputou-se a última jornada da primeira fase deste campeonato. BARC - Cucujães 1-1 com o Benfica no último encontro da primeira volta, receberam a O Grupo Desportivo da Mealhada começou a sua participação na 2.ª Divisão - zona sul equipa do Sporting e venceram-na. O Vitória de Guimarães poderia prova com a ocupação do último lugar na tabela classificativa e Calvão - Luso 0-0 ter sido outra das vítimas do bom momento que os sadinos terminou-a também na última posição. Vai disputar a segunda fase Serém - Couvelha 2-0 do campeonato na série dos últimos e será despromovido se não NEGE - LAAC (interrompido) * atravessam, mas saíram de Setúbal com mais três pontos em carteira Carqueijo - Requeixo 2-0 uma vez que o resultado do encontro foi um zero para o Guimarães. conseguir classificar-se entre os cinco primeiros da tabela Eirolense - Águas Boas (interrompido) * No jogo Boavista-União de Leiria, os locais mostraram que classificativa. Efectuou o último jogo no campo do Avanca e perdeu Mourisquense - Bustos 4-1 por 2-0. Paredes Bairro - Macinhatense 0-1 acertaram o passo e voltaram a vencer, agora por 3-1. Os leirienses Mealhada - CRAC 8-0 estiveram na posição de vencedores durante muito tempo, mas os O Futebol Clube da Pampilhosa também oscilou durante o * interrompidos devido ao mau tempo axadrezados deram a volta ao jogo e conseguiram a vitória. E, assim, campeonato. Ora vencia jogos onde não se esperava ora os perdia no 3.ª Divisão - zona sul a equipa de Leira continua sem ter vencido em qualquer encontro seu reduto frente a equipas menos credenciadas. Jogou no Municipal Ribeira Azenha - Alquerubim 4-0 Carlos Duarte a última jornada frente ao Taboeira. Ambos necessitavam Gafanha d' Aquém - Antes 2-1 deste campeonato. Famalicão - Mamarrosa 4-1 Em Paços de Ferreira a equipa local, frente aos insulares do de vencer para conseguirem estar na fase dos primeiros. Foi um Aguinense - Bonsucesso 1-6 Marítimo, do Funchal, não deram hipóteses ao seu adversário e encontro que veio a terminar com um empate a duas bolas, deixando Juniores - 1.ª Divisão zona sul venceram o encontro por 3-1, resultado feito até ao intervalo. a equipa do Futebol Clube da Pampilhosa fora da série dos primeiros. Avanca - Mealhada 2-0 Oliv. Bairro - Gafanha 7-0 Na partida em que estiveram frente a frente o Belenenses e a 2.ª Divisão — série D Anadia - Estarreja 0-1 Naval da Figueira da Foz, os lisboetas, não deram hipóteses aos O Antes, no seu campo, recebeu o Águas Boas. O encontro Pampilhosa - Taboeira 2-2 figueirenses e saíram vencedores do encontro por 2-1. terminou empatado a duas bolas. Águeda - Fermentelos 2-1 Juvenis — 2.ª Divisão — série F 2.ª Divisão - série D O Estrela da Amadora foi surpreendido pelo Nacional da Madeira. Eixense - Valonguense 4-1 A formação madeirense veio ao campo da Reboleira vencer por 1-0. Um dérbi entre a equipa do Grupo Desportivo da Mealhada Mourisquense - Bustos 2-4 Liga de Honra Vitalis (GDM) e a do Futebol Clube da Pampilhosa disputou-se na Antes - Águas Boas 2-2 Mealhada, no campo de treinos do GDM. Ambos os clubes tinham LAAC - Oiã 3-1 O Trofense jogou no seu reduto com o Desportivo de Fátima. aspirações a disputar a subida de divisão, mas os locais foram Juvenis - 2.ª Divisão série F Moralizada com o primeiro lugar na tabela classificativa, a equipa Oiã - Bustos 0-6 nortenha não permitiu que o Fátima levasse pontos do seu campo mais fortes e venceram por 5-0. Passaram, assim, à fase dos Mealhada - Pampilhosa 5-0 e venceu-a, embora por apenas 1-0. primeiros o Bustos e Mealhada. LAAC - Águas Boas 6-1 Iniciados Calvão - Arviscal 7-2 O Rio Ave, de Vila do Conde, também jogou no seu campo, frente ao Iniciados Gondomar, e empatou a duas bolas. Parece que as coisas não estão a A equipa de iniciados do Grupo Desportivo da Mealhada foi ao Pampilhosa - Oliv. Bairro 2-0 correr muito bem para os lados do Ave. João Eusébio, no final do campo do Arviscal de onde regressou com uma vitória por 5-2. Arviscal - Mealhada 2-5 encontro, mostrava-se indignado por tudo o que se está a passar. O Futebol Clube da Pampilhosa defrontou no seu reduto a equipa Águas Boas - LAAC 2-1 Anadia - Bustos 0-2 O Beira-Mar recebeu o Vizela. O jogo, porém, não se realizou em do Oliveira do Bairro e venceu por 2-0. Feminino Aveiro, devido às más condições em que se encontra o Estádio Municipal Femininos Mealhada - C. Albergaria 4-2 aveirense, mas no Estádio Municipal de Águeda. Este encontro teve A equipa feminina do Grupo Desportivo da Mealhada recebeu a Infantis transmissão em directo pelo canal codificado da SporTv. No final dos poderosa equipa do Clube de Albergaria. Uma primeira parte Pampilhosa - Mealhada A 1-5 devastadora rendeu-lhe uma vitória por 4-2. Oliv. Bairro - Mealhada B 6-0 noventa minutos o resultado foi de 3-0, favorável à equipa das termas Infantis Escolas de Vizela. Este resultado deixou o Beira-Mar numa situação que lhe Anadia - Mealhada A 2-0 dificulta a chegada a um dos dois primeiros lugares da tabela A equipa de infantis A do Grupo Desportivo da Mealhada deslocou- Pampilhosa - Bustos 3-3 classificativa, posição que dá acesso à divisão maior do futebol se à Pampilhosa para mais um dérbi infantil. Os locais não aguentaram Mealhada B - Gafanha 2-2 Mealhada C - Fermentelos 0-8 nacional. o rítmo imposto pelos mealhadenses e perderam por 5-1. Nacional — 2.ª Divisão — série C A equipa B do mesmo clube deslocou-se ao campo de S. Um grande jogo estava guardado para o Campo Germano Godinho, Sebastião, em Oliveira do Bairro, onde foi batida, pela equipa do Sr. assinante PAGUE na Pampilhosa. A equipa pampilhosense recebeu o líder desta prova, clube local, por 6-0. o Sporting da Covilhã. Com a entrada de João Pereira para o comando Escolas a assinatura, técnico e com os reforços ultimamente contratados, o Futebol Clube da Pampilhosa ficou mais forte, esperando fazer um bom campeonato A equipa A do Grupo Desportivo da Mealhada foi ao campo do Anadia, onde veio a perder por 2-0. A equipa B do mesmo clube recebeu 15 euros, na e passar à fase seguinte na série dos primeiros. Embora encontrasse a equipa do Gafanha com a qual empatou por 2-2. E a equipa C, que sede do jornal: algumas dificuldades, acabou por vencer, por 2-1, estando agora na defrontou o Fermentelos, na Mealhada, voltado a perder, por 8-0. posição desejada. Seria bom que não desperdiçasse a oportunidade. O Futebol Clube da Pampilhosa recebeu o Bustos e não foi além Rua das Escolas O Oliveira do Bairro, segundo classificado, recebeu e o Rio Maior e de um empate a três bolas. Novas, 36 MEALHADA
  8. 8. Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008 16 Futebol Campeonato Distrital — 2.ª Divisão — zona sul Escolas C Mealhada, 8 - CRAC, 0 Mealhada, 0 - Fermentelos, 8 Golos para todos os gostos Superiores em todos os capítulos Jogo no Campo Municipal Dr. Américo Couto, na se, os encarregados da Jogo no campo de treinos do GDM, na Mealhada. de jogo. Trocam bem a bola Mealhada. venda dos ingressos no Árbitro: Eduardo Fernandes e André Cunha. e já trabalham para a Árbitro: Paulo Torres, auxiliado por Gonçalo Davim e Mealhada: Dilan, João, Xavier, David Simões, David Melo, equipa. Os locais ainda campo ficaram sem local Miguel Branco e Carlos (ca.). muito inexperientes, cada Rui Vilar, para executar o seu Jogaram, ainda, João Castelo, Zé Pedro, Leonardo, André e um joga para si, faltando Mealhada: Gonçalo Suíço, Bruno Sereno, Reima (Bruno trabalho, uma vez que as ainda o conjunto, para que João António Costa, 73m), André, Carlos Simões, Godinho (Fábio, 70m), anteriores bilheteiras fo- Treinador: Tó Luís e Coelho possam trocar a boal entre Idálio (cap.) (Miguel Ângelo, 70m), Diogo , Rúben e Pedro ram demolidas na semana Fermentelos: Hugo André, Alexandre Ferreira, Orlando Pais, si. Isto só se adquire ao Gil (Roberto, 78m). passada. Já perto do início Diogo Areias, Diogo Melo, Tiago, Rodrigo Bastos. longo de vários encontros e Treinador: Valério Ferreira do jogo recorreram ao Jogaram, ainda: Stefan, Edson, Rui Pedro, Diogo Ferreira e esta equipa da Mealhada, CRAC: João Paulo, Mesquita (Virgílio, 71m), Oliveira Pavilhão Municipal e foi ali Daniel Ferreira. está agora a dar os primeiros (cap.), Pinho, Luís, Xavier, Faísca, Nuno, Licínio (Ricardo, que conseguiram vender os Treinador: Willson Silva e Tiago Urbano. passos, mas pelo que têm 84m), Mocho (Ginca, 90m) e Fonseca. Ao intervalo: 0-6 feito esta temporada, tudo poucos bilhetes para as Marcadores: Diogo Areias (3), Diogo Freitas (1), Rodrigo indica que na próxima Treinador: João Tomé entradas no recinto de jogo. Bastos (2), Rui Pedro (1) e Alexandre Ferreira (1). poderão ir muito mais além. Ao intervalo: 4-0 Também não é O guarda-redes local, Marcadores: Carlos Simões (8m), Ruben (19m), André justificável o estado em que Domínio absoluto da baliza, os jovens da equipa ainda teve tempo para (24m e 63m), Xavier (43m, pb), Diogo (65m e 89m), e se encontram as redes equipa de Fermentelos, local já não tinham forças mostrar grande energia e Fábio (69m). colocadas nas balizas. embora a equipa da casa para rematarem. Jogadores defendeu alguns remates tivesse criado oportu- com melhor experiência, já que poderiam ter dado golo. nidades flagrantes para apresentam um futebol bem A arbitragem esteve em marcar, mas à boca da delineado, com um bom fio bom plano. Escolas B Mealhada, 2 - Gafanha, 2 Empate sabe a pouco Jogo no campo de treinos do GDM, na Mealhada. Miguel. A bola andou a ressaltar Árbitro: André Cunha e Romeu Batista. na área do Gafanha e ninguém a conseguia tirar daquele Mealhada: Zé Pedro, Bruno Silva, Zé Luís (cap.), Bruno Rosas, amaranhado de pernas. Zé David Pires, Zé Miguel e João Luís. Miguel mais oportuno rematou Jogaram, ainda, Luís Coelho, Lucas Costa, Edgar Cordeiro e logo que teve oportunidade e Pedro Miguel. elevou o marcador para 2-1. Treinador: Nelson Sousa. Nesta altura a equipa Ao intervalo: 1-1 visitante já tinha também criado Marcadores: João Luís (17m), Zé Miguel (37m), para o algumas oportunidades para Mealhada, e Ramalho (10 e 41m), para o Gafanha. marcar e uma delas foi Zé Pedro que efectuou a melhor defesa Fábio à esquerda, aguenta a carga do adversário A equipa visitante foi a que driblou alguns adversários e já do jogo, atirando a bola para primeiro chegou ao golo, próximo da baliza, mas com Num terreno comple- dificuldades em a controlar Estão totalmente destruí- canto, quando já gritavam golo. quando decorria o minuto dez. ângulo reduzido, rematou forte A nove minutos do final os tamente encharcado, o jogo e avançar com ela junto aos das, sem concerto e a Um golo consentido, uma vez e fez um golo muito aplaudido “gafanhotos” chegaram ao teve poucos momentos de pés para a baliza. Mesmo necessitarem de ser que Zé Pedro, a jogar com uma pelos adeptos. empate num golo de Ramalho, deficiência num pé tinha Com este resultado chegou vibração. A equipa da casa assim marcaram oito golos substituídas com urgência. que Zé Pedro não conseguiu dificuldades em sair para o intervalo, mas ambas as marcou cedo e deu logo a e criaram outras tantas As equipas que visitam o defender. apanhar a bola. Os locais equipas tinham criado oportu- Pelo que se passou durante entender que a goleada oportunidades que pode- Municipal Dr. Américo reagiram bem e quando nidades para aumentarem o o jogo o resultado aceita-se, estava à vista. A equipa de riam ter sido aproveitadas Couto, bem como o campo decorria o minuto dezassete marcador. mas a equipa local merecia chegaram ao empate, numa No segundo período foi a Parada de Cima, do e fazerem a maior goleada de treinos, já reparam nas melhor sorte, pelas flagrantes jogada individual de João Luís. equipa da casa que conseguiu concelho de Vagos, não da temporada. péssimas condições em que oportunidades que criou e Este apanhou a bola a meio chegar à vantagem no mar- desperdiçou. pratica bom futebol, joga O treinador da casa se encontram as redes. campo, correu vários metros, cador, com um golo de Zé Boa arbitragem. mais com o coração que com ainda teve tempo para fazer a cabeça e tenta colocar a entrar no jogo um júnior, bola, sempre que pode, pelo Roberto, que mostrou dotes Vivenda ZONA NOBRE ar, aliviando da sua área o de bom jogador. O resultado CURIA mais rapidamente possível, não sofre qualquer para evitar sofrer muitos contestação. Poderia ter VIVENDA DE LUXO - ZONA CALMA golos. Os seus jogadores sido mais volumoso se os são demasiadamente duros locais tivessem apertado COMO NOVA - SÓ 181,500 euros para com os seus mais o cerco aos visitantes, c/ gerência adversários mas isso não que nada fizeram para in- Dr. José Carlos Gomes Casa ANTIGA - ANTES os levou a lado nenhum comodar o guardião COM TERRENO - URGENTE porque acabaram o jogo Gonçalo Suíço. com menos uma unidade, A arbitragem esteve bem, Compra e venda com com muita contemplação mas poderia ter reprimido VIVENDA T4 - Toda remodelada da equipa de arbitragem, mais cedo as entradas segurança e competência BOM NEGÓCIO - APENAS 125,000 EUROS que não pretendeu estragar grosseiras dos jogadores o jogo. visitantes. APARTAMENTO DE LUXO A equipa da casa jogou Parece-nos oportuno TRATAMOS DO CRÉDITO praticamente a passo. O fazer uma chamada de JUNTO DO CENTRO DE SAÚDE - MEALHADA terreno também não dava atenção para os res- Av. Quinta da Nora, n.º 34 - Mealhada para mais. A bola parava ponsáveis pelo Municipal Telem. 967 091 254 ARRENDA-SE LOJA - C/ 30M2 nas poças de água, os Dr. Américo Couto. Com as CENTRO DE ANADIA - BOM PREÇO jogadores tinham imensa obras que estão a realizar- AMI - 1807
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×