0
Sociedade de Mediação
                                   Ano XXII

                                                       ...
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008
  10


     Entrevista a António Lousada, comandante dos Bombeiros da Mealhada

     Eu...
Quarta-feira, 2 de janeiro de 2008
                                                                                       ...
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008
  12



    Natal, tempo de festa
     Prosseguimos, esta semana, com o testemunho d as...
Quarta-feira, 2 de janeiro de 2008
                                                                                       ...
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008
14
Quarta-feira, 2 de janeiro de 2008
                                                                                       ...
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008
  16

   Taça de Aveiro 3.ª eliminatória                                               ...
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008
                                                                                       ...
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008

2,885

Published on

Versão integral da edição n.º 672 do semanário “Jornal da Mealhada”, que se publica na Mealhada, distrito de Aveiro, Portugal. Director: Nuno Castela Canilho. 02.01.2008.
Visite o site do “Jornal da Mealhada”, em http://www.jornaldamealhada.com

Não se esqueça de que pode ver o documento em ecrã inteiro, bastando para tal clicar na opção “full” que se encontra no canto inferior direito do ecrã onde visualiza os slides.
Também pode descarregar o documento original. Deve clicar em “Download file”. É necessário que se registe primeiro no slideshare. O registo é gratuito.

Para além de poderem ser úteis para o público em geral, estes documentos destinam-se a apoio dos alunos que frequentam as unidades curriculares de “Arte e Técnicas de Titular”, “Laboratório de Imprensa I” e “Laboratório de Imprensa II”, leccionadas por Dinis Manuel Alves no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt , www.slideshare.net/dmpa,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

Published in: Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,885
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Jornal da Mealhada - n.º 672 – 02.01.2008"

  1. 1. Sociedade de Mediação Ano XXII d Imobiliária, Lda Licença n.º 1736 - AMI N.º 672 Av. 25 de Abril n.º 7 Preço: 0,60 euros 3050-334 Mealhada www. .com 966 047 177 964 206 118 231 202 387 Director: Nuno Castela Canilho Fax: 231 205 666 Director-adjunto: Afonso Simões Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008 Turismo António Lousada, Junta de Turismo comandante dos Bombeiros da Mealhada Luso-Buçaco extinta em Janeiro Página 2 Concelho da Mealhada Natal, tempo de festa Comandar um corpo de Páginas 12 e 13 Poluição na Ribeira da Vacariça bombeiros não é a mesma Análise comprova: coisa que comandar um água está poluída pelotão de militares Página 3 Páginas 10 e 11 Assembleias de Freguesia em reunião Orçamentos aprovados Página 8 e 9 Venha saborear este especial prato de Restaurante quot;O Leitãozinhoquot; Festival de Marisco Santa Luzia Reservas: telefone e fax : 239 918 110 servas tele as: elef fa Leitão à Bairrada, Cabrito grelhado ou assado e mariscos Arroz de marisco, Bacalhau à casa, Picanha grelhada, Arro marisco Bacal acalhau casa, grel elhada, Fatiada com alho com migas, Polvo à Lagareiro Temos preços especiais para casamentos, baptizados, comunhões, grupos e empresas.
  2. 2. Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008 10 Entrevista a António Lousada, comandante dos Bombeiros da Mealhada Eu sei que os bombeiros da Mealhada e que me cabe conquistar a sua confia A ntónio Manuel Lousada é, desde 14 de Dezembro de 2007, o comandante dos Bombeiros Voluntários em qualquer das situações há que trabalhar com bom senso da Mealhada. Sargento Paraquedista, na reserva, com uma folha de serviço com duas missões no e ponderação. Tenho a noção que comandar um corpo de estrangeiro — na Bósnia Herzegovina, em 1996, e em Timor Leste em 2000 — foi também árbitro bombeiros não é a mesma coisa que comandar um pelotão de basquetebol, um desportista disciplinado e autarca na freguesia da Mealhada. Ao Jornal da Mealhada ou uma companhia de militares. descreveu o seu entendimento e os seus objectivos para o futuro da corporação que este ano comemorou Quais são as suas expectativas para o exercício desta o seu 80.º aniversário. nova missão? Na quarta-feira, 19 de Dezembro, informei o corpo Alguma vez tinha pensado em ser bombeiro? António Lousada nunca foi bombeiro, acha que isso pode activo, numa reunião, dos objectivos que tracei para os Já tinha sido sondado, há alguns anos, sobre a minha ser uma mais valia para ser comandante? primeiros tempos do mandato. As minhas expectativas são, disponibilidade para integrar o corpo activo dos Bombeiros Como já disse, em termos operacionais, não ter sido portanto, o atingir destes objectivos, o que significa que, Voluntários da Mealhada. A minha vida profissional, sou bombeiro poderá ser uma desvantagem mas, de qualquer daqui a um ou dois anos, se correr bem, tudo estará a militar, no entanto, nunca o permitiu. Nunca pude aceitar modo, é preciso entender que o papel do comandante não funcionar à imagem do que quero. Sei que para atingirmos por falta de disponibilidade. Entendo que não faria sentido é de executante. É de domínio de aspectos tácticos, de estes objectivos é essencial a adesão, a entrega, a integrar o corpo activo só por integrar, sem ter organização e de comando. Não estou preocupado, será colaboração do corpo activo sem o qual é impossível fazer disponibilidade. É coisa que não faz parte do meu feitio. uma situação transitória. Os bombeiros da Mealhada, seja o que for. sendo pessoas voluntárias, são profissionais no Acabou por ser convidado para comandante e aceitou. cumprimento da sua missão. Repare-se que mesmo durante Pode dizer-nos quais são, então, os seus objectivos? Aceitei porque tenho disponibilidade. Fui convidado no os tempos conturbados que se viveram nesta casa nunca a È capaz de ser enfadonho estar a enumerá-los, posso dia 27 de Março de 2007, estava há dois anos na reserva e capacidade e a resposta operacional esteve em causa. dizer-lhe que se prendem com aspectos relacionados com aceitei este desafio. a melhoria da instrução, da disciplina, do funcionamento O comandante frequentou o curso de comando e, ao interno e do desempenho nas missões a desempenhar. Nesses dois anos esteve ligado ao desporto, ao que sabemos, com excelentes resultados. basquetebol. Desconheço qual foi o resultado em termos de Nessa reunião, qual foi a reacção dos bombeiros aos Já antes de estar na reserva, eu estive ligado ao classificação. Não faço ideia de qual foi a minha objectivos que traçou? basquetebol, à arbitragem exactamente. Fui árbitro, entre classificação no curso. Fiquei com a impressão de que comungam das mesmas 1982 e 1998, e desde essa altura que sou comissário e ideias. Não houve ainda tempo para discutirmos ponto por observador de árbitros da Federação Portuguesa de Foi convidado em Março, assumiu o comando em ponto e recolher o contributo deles. Mas hoje não posso Basquetebol. Dezembro. Passou a frequentar o quartel e a estabelecer dizer que as pessoas não estão comigo. Acredito que para contactos. Como é que viveu estes meses? os bombeiros exista hoje um misto de incerteza quanto a Teve também cargos na Associação de Basquetebol de Foi fácil. É preciso dizer-se que os bombeiros da mim. Não saberão com o que contam. Estou convencido Aveiro e no Conselho de Arbitragem. Mealhada nunca deixaram de ter comandante. Durante este que sou credor do chamado benefício da dúvida. Terei de Sim, fui vice-presidente da Associação de Basquetebol período estabeleci como objectivos a aprendizagem e o conquistar os indecisos e os duvidosos. de Aveiro e do Conselho de Arbitragem. aperceber-me de como funcionava a corporação. Neste domínio foram preciosos os ensinamentos e a experiência Não sentiu hostilidade? Abdicou desses cargos para se tornar comandante dos do Chefe António Gomes, que assumiu as funções de Todos me dizem que posso contar com eles. É claro que Bombeiros da Mealhada? comandante em regime de substituição. Estive no quartel podem dizer-me que aceitam e aderem, e na hora da verdade Exactamente. Por uma questão de tempo. Continuarei muito dias a ver como era dada resposta a cada uma das ser diferente. Mas sei que o trabalho tem de ser meu. Eu sei ligado à formação de árbitros e a dar o meu contributo na solicitações. Preocupei-me em assumir um papel de mero que os bombeiros da Mealhada são bons profissionais e medida do possível. observador atento, tirando ilações de tudo o que via. que me cabe conquistar a sua confiança e fazê-los acriditar Naturalmente que, por algumas vezes, foram tomadas no meu trabalho. António Lousada é um militar, na reserva, e foi árbitro decisões que eu não tomaria, mas cada pessoa pensa à desportivo. É um perfil típico de uma pessoa que aprecia a sua maneira e dá respostas diferentes. Preocupei-me em Identificou a disciplina e a instrução como objectivos da disciplina. Acha que foi isso que levou a direcção dos aprender durante este tempo. sua acção. Acha que são os pontos fracos da corporação? Bombeiros a convidá-lo para comandante? No entendimento que tenho do que são os princípios da Penso que sim. Os elementos da Direcção conheciam o Pondera a hipótese de pedir conselhos aos comandantes disciplina, entendo que há coisas a mudar e a alterar. Não meu historial, o meu percurso de vida e entenderam que que o antecederam? posso dizer que os bombeiros da Mealhada sejam tinha o perfil necessário e fundamental para exercer esta Se necessitar não terei problema absolutamente nenhum indisciplinados, mas acontecimentos anteriores mostram responsabilidade e ficar à frente do corpo activo dos em pedir conselhos no que diz respeito à área operacional. que a disciplina não estava a funcionar. Bombeiros. A experiência dos comandantes que me antecederam é muito valiosa. Quanto à parte administrativa e de A disciplina ou existe ou não existe. Não é assim? Com uma acção disciplinar forte? organização, tenho a minha forma de trabalhar, os meus Não. Em minha opinião disciplina não é o ‘quero, posso É preciso reconhecer que, para mim, a parte operacional métodos, estilo e imagem. e mando, determino e mando publicar…’ Há um conjunto de um corpo de bombeiros pode ser, nesta primeira fase, de normas e práticas que se implementam e respeitam. Por mais difícil. No entanto na parte administrativa, no que diz Tem experiência a comandar militares. É diferente parte de quem disciplina tem de haver um incentivo pelo respeito à formação, à disciplina e ao funcionamento sinto- comandar voluntários? exemplo. A quem cabe respeitar cumpre aceitar as regras me muito à vontade e acredito que pode ser feito um bom Eu sempre trabalhei com voluntários. O ingresso nos que, se preciso for, devem ser justificadas. A disciplina não trabalho. paraquedistas é voluntário. São militares mas são, todos precisa de ser férrea, rígida. Mas também não pode ser voluntários. Tenho a perfeita noção de que se é bombeiro cada um a mandar e a fazer aquilo que quer, tem de haver Tem experiência no comando de homens? voluntário por gosto. De que os direitos, obrigações e organização, cumprimento do que é determinado. A Na minha vida profissional comandei homens em maneiras de encarar a missão, dos bombeiros voluntários, disciplina não implica só punição e castigo, também são teatros de operações, de conflitos armados, em situações é diferente da dos militares. De que há uma exigência maior, louvores e reconhecimento. Eu penso que a punição e o de grande pressão, similares às passam os bombeiros um tratamento mais austero e rígido para com os militares. castigo são o resultado da falta de disciplina. voluntários nas operações e missões que são chamados a Há, por outro lado, a questão financeira. O bombeiro não é cumprir. Acho que toda essa experiência e compreensão da pago e paga muitas vezes com a vida o serviço que presta. A instrução é outro objectivo. minha parte poderão contribuir para a resolução de Não podemos ver da mesma maneira voluntários militares “Instrução dura, combate fácil” é o lema da instituição situações que estavam mal e que urge corrigir. e voluntários bombeiros. Sem quebrar com a disciplina, militar de onde venho. Acredito que quanto mais
  3. 3. Quarta-feira, 2 de janeiro de 2008 11 da são bons profissionais nfiança. praticarmos, melhor estaremos para fazer face às solicitações que nos aparecem. Pela especificidade por um lado e variedade por outro, no trabalho dos bombeiros não podemos saber exactamente o que vai acontecer. Quanto mais automatizada estiver a nossa resposta, quanto mais à vontade estivermos com o material, melhor será. Serão mais fáceis as missões, por muito difíceis que sejam. Instrução e disciplina caminham lado a lado. Como assim? A distracção pode ser a morte do artista. Tem de haver uma componente forte de disciplina no teatro de operações. Ali os bombeiros precisam de conhecer o material e as respostas a dar, mas têm também de ser auto-disciplinados, e saber funcionar em grupo. Cada um precisa de ter noção do trabalho que tem de fazer e do que esperar dos outros, senão é um caos. Os bombeiros da Mealhada estão bem equipados? Todos somos exigentes e nunca temos tudo o que desejaríamos. Qualquer comandante gostaria que houvesse equipamento individual para cada bombeiro. Era bom que cada bombeiro tivesse um aparelho respiratório para intervenção em fogos urbanos e industriais. Temos, no entanto, que ter noção que um fato nomex — equipamento de protecção de fogo urbano — custa setecentos euros. Os equipamentos são caros. A direcção da associação garantiu que, dentro das possibilidades, vai equipando os bombeiros da melhor forma possível. Todos sabemos as dificuldades com que as associações de bombeiros se debatem e não exigiremos o impossível. De qualquer maneira, para acorrer às necessidades, penso que o corpo de bombeiros da Mealhada tem equipamento suficiente para dar uma resposta. Qual é o efectivo do corpo de bombeiros da Mealhada? direcção, mas posso garantir que não será em Janeiro. de um corpo de bombeiros é também um aspecto a Temos cerca de noventa bombeiros, dez dos quais considerar no sucesso das funções que passa a desempenhar. assalariados. Tenciona nomear, nessa altura, um segundo comandante Outra vantagem da minha condição de militar é e um adjunto de comando? conhecer e estar preparado para responder à diferenciação E a participação é total? Não. Para já não. Tenciono reestruturar e reactivar as hierárquica de responsabilidades. Neste caso há funções Não. Temos a participação frequente entre quarenta e quatro secções que a corporação tem. Tenciono também administrativas que cabem exclusivamente à direcção, e cinquenta bombeiros. distribuir funções em áreas como a da gestão das viaturas, funções operacionais da responsabilidade única do corpo das comunicações, das instruções e também um quarteleiro activo. Está definida a área de actuação da direcção e do Está prevista a criação de alguma escola de recrutas? com gestão do fardamento e do aquartelamento. Numa fase comando (Comandante). De qualquer forma esta direcção Sim. Os objectivos em relação à instrução são, por um inicial, considero que será melhor começar pelas secções convidou-me para estas funções e eu aceitei. Logo haverá, lado, a manutenção física e operacional dos bombeiros e a e só mais tarde avançar com a nomeação de um segundo necessariamente, sintonia. realização de uma escola de recrutas. Para reforçar o corpo comandante, um adjunto de comando e com a nomeação activo, injectar algum sangue novo e renovar, em termos de de um adjunto equiparado de saúde. António Lousada será comandante por cinco anos. O idades, o corpo activo. A própria legislação não permite mandato das direcções é inferior. que um bombeiro com mais de sessenta e cinco anos realize Um adjunto só para a resposta da saúde? Se eventualmente for eleita uma nova direcção, diferente todas as tarefas operacionais exigíveis. Exacto. Já encetei contactos e convidei uma pessoa para da actual, colocarei o meu lugar à sua disposição para que trabalhar comigo nessa área específica. possam decidir se me querem manter ou não como É impressão, ou a sirene tem tocado, nos últimos meses, Comandante. mais do que é costume? Uma pessoa externa ao corpo activo? Há uma justificação para isso. Entre Maio e Outubro, Sim. O segundo comandante e o adjunto de comando Há alguma mensagem que queira deixar à população funcionam equipas de combate a incêndio dando uma não têm, necessariamente, de ser elementos do corpo activo. cuja protecção passa a garantir? resposta de reforço aos corpos de bombeiros, numa época Quero assegurar que podem contar com a minha mais propícia a incêndios florestais. São equipas de cinco Mas a decisão de não nomeação destes cargos é uma dedicação e o meu empenho no sentido de fazer com que mais dois elementos, que asseguram qualquer solicitação questão de método? esta associação continue a garantir, ao nível operacional, vinte e quatro sobre vinte e quatro horas. Terminado esse Considero que é preciso começar por descentralizar o melhor desempenho das missões que lhe são confiadas, período deixou de haver essas equipas. Sendo certo que os funções, uma vez que a responsabilidade será sempre assegurando assim o maior sentimento de segurança. meses de Outubro e Novembro foram atípicos em termos minha. De qualquer maneira, admito que ainda não conheço Espero desempenhar o meu trabalho no sentido de climáticos e deflagraram vários incêndios, foi por isso que bem as pessoas do corpo activo e não seria certo nomear dignificar esta corporação e ser merecedor do crédito e da a sirene tocou com mais frequência. alguém e depois chegar à conclusão que se tratou de uma confiança das populações. Conto, também, com o apoio da má escolha. Preocupar-me-ei primeiro em conhecer melhor população, com críticas construtivas à nossa forma de Para quando está prevista a sua tomada formal de posse as pessoas. actuar, para que possamos corrigir o que de mal possa como comandante? estar a acontecer. Críticas essas que aceitaremos no sítio Não está marcada, será em data a acordar com a A relação entre um comandante a direcção da associação certo.
  4. 4. Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008 12 Natal, tempo de festa Prosseguimos, esta semana, com o testemunho d as numerosas realizações de escolas, associações e instituições, ilustrativas (continuação) Na quarta-feira, 19 de Dezembro, no Centro Social da Freguesia de Casal Comba, as crianças representaram O Grupo Desportivo da Mealhada realizou um jantar entre atletas de todas as secções da associação, seus cânticos e danças de Natal para os seus familiares, elementos dos corpos sociais da instituição e funcionários. familiares e sócios, na quarta-feira, 19 de Dezembro, na cantina da Escola Profissional Vasconcellos Lebre. No Jardim de Infância Sant’Ana as crianças festejaram no dia 20 de Dezembro. De manhã, cânticos e Crianças e idosos do Centro Paroquial, Social de Ventosa do Bairro trocaram prendas feitas pelos mesmos danças alusivas ao Natal, à tarde, no pavilhão dos Bombeiros com insufláveis e palhaços. no dia 20 de Dezembro. Os professores e funcionários da Escola Profissional Vasconcellos Lebre, da Mealhada, realizaram um Os funcionários da Cooperativa Agrícola da Mealhada, MEAGRI, realizaram um jantar na quinta-feira, jantar num restaurante do concelho, na quinta-feira, 20 de Dezembro. 20 de Dezembro. Os funcionários, elementos da Câmara Municipal da Mealhada e vereadores reuniram-se no dia 21 de No Centro Social Comendador Melo Pimenta, no Luso, os utentes e funcionários apresentaram cânticos Dezembro num almoço, para celebrar o Natal. de Natal e tiveram um lanche com iguarias da época. Foto Rei Rua Dr. José Cerveira Lebre, 81 Telf: 231 202 189 Mealhada ARMÉNIO E. S. BAPTISTA,Lda TRANSPORTES ALUGUER DE MÁQUINAS ALUGUER DE CONTENTORES| SURRIVAS Rua da Vacariça_ Reconco_3050-381 Mealhada 231 202 736 968 045 778 / 965 506 203 armeniobatista@hotmail.com 231 208 551
  5. 5. Quarta-feira, 2 de janeiro de 2008 13 strativas do espírito natalício dos habitantes do concelho da Mealhada. Bombeiros Voluntários da Mealhada Festa de Natal com novo comandante Bombeiros, sócios, corpos gerentes da associação, familiares, autarcas e o novo comandante, António Lousada, uniram-se na noite de 22 de Dezembro para celebrarem a ceia de natal. “Entrámos numa nova fase, com um futuro melhor para todos”, disse A Junta de Freguesia da Pampilhosa para celebrar o Natal, no dia 19 de Dezembro, juntou, num jantar, Abílio Semedo, presidente da direcção dos Bombeiros da Mealhada. na antiga pré-escola da Pampilhosa, funcionários, elementos da Junta e alguns familiares. Durante o jantar foram os vários elogios a António Gomes, comandante em regime de substituição que garantiu, nos últimos meses, o funcionamento dos serviços. “Foi determinante para o funcionamento normal desta instituição. Mostrou total disponibilidade, experiência e empenho. Outros, nas mesmas condições, poderiam não ter aceite”, disse Abílio Semedo. Em relação ao novo comandante, o presidente da direcção afirmou: “As suas capacidades morais e a sua força de vontade fazem com que seja a pessoa certa para o lugar. António Lousada pode contar com todo o apoio moral da direcção”. “O essencial da protecção civil são os bombeiros. Agradeço a todos o trabalho Na noite do dia 20 de Dezembros os idosos da Casa do Povo da Vacariça tiveram o jantar de Natal com que realizaram durante este ano, assim como ao Chefe Gomes que desde o primeiro a presença dos corpos dirigentes, funcionários e do Padre José Almeida Gonçalves. dia procurou sempre ser uma pessoa exigente até com ele próprio. Quem aceita ser bombeiro é porque é uma pessoa de coração e alma aberta e o novo comandante vai ser conhecido como um grande comandante dos BVM. A Câmara Municipal apoia as corporações de bombeiros existentes no concelho”, disse Carlos Cabral, presidente da Câmara Municipal da Mealhada e responsável máximo pela protecção civil no concelho. As crianças do ATL da Misericórdia da Mealhada realizaram um teatro e cantaram músicas alusivas ao Natal, no dia 21 de Dezembro. Antes do lanche, actuou o Grupo Infantil do Coral Magister. Grupo Cénico de Santa Cristina Presépio em tamanho real Foi inaugurado no dia 23 de Dezembro, em Santa Cristina, na sede do Grupo Cénico, um Santa Casa da Misericórdia da Mealhada presépio construído por Samuel Gomes, José Duarte, Adriano Seixas e Pedro Duarte. A pintura Gala de Natal coube a Telma Duarte. A música A Gala de Natal 2007 da Santa Casa da ambiente é da responsabilidade Misericórdia da Mealhada decorreu na quarta- de Mariana Couto e de Inês feira, 19 de Dezembro, no cineteatro Messias da Duarte. Paulo Simões e José Mealhada. Com a casa cheia foi o grupo de Artes Duarte foram os responsáveis Representativas da escola de samba GRES pela iluminação e som. O Batuque, constituído por seis elementos, que mais presépio, que tem as figuras, em vezes subiu ao palco, nesta noite. Dividido em tamanho real, da Sagrada duas partes, este espectáculo teve também a Família, dos pastores e do participação do Balé do Hóquei Clube da Mealhada rebanho, dos reis magos e, (HCM), do Grupo Infantil do Coral Magister, dos também, de Herodes e de um elementos da turma de música da Associação de serviçal, estará montado até aos Jovens Cristãos do Luso, do grupo de Danças Reis e pode ser visitado aos Latinas do HCM e do Grupo Coral Magister domingos. As verbas conseguidas, nesta noite, reverteram a favor do Hospital da Misericórdia da Mealhada. Carvalho, Paulo de Carvalho, Lda Luso Fundada em 1922... A nossa história impulsiona-nos para o futuro! Armazéns Triunfo Rua Afonso Rua do Lagar, Móveis, Cozinhas (por medida), construção civil rua de aveiro, 3050-420 pampilhosa, mealhada Praça do Choupal, lote 6 loja B arte funerária telefone 231 202 735 n.º 7 3050 - 330 Henriques, n.º Electrodomésticos, Louças, Têxteis, fax 231 204 654 SANTA CLARA fogões de sala email geral@costa-irmao.pt MEALHADA 45 3060-137 Decoração... Listas de casamento 3040-002 recuperadores de calor site www.costa-irmao.pt CANTANHEDE COIMBRA decoração Telefone e fax: 231 939 121 e-mail: moveis-triunfo@clix.pt
  6. 6. Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008 14
  7. 7. Quarta-feira, 2 de janeiro de 2008 15 Afonso Simões Crónica da jornada de 23 de Dezembro Resultados Próxima jornada Liga “Bwin” do Cértima” têm vindo a fazer um campeonato com Depois de as equipas portuguesas terem sido resultados e prestações muito acima da média. Apesar Liga quot;Bwinquot; Liga quot;Bwinquot; U. Leiria - Marítimo 1-2 V. Setúbal - Benfica sorteadas para os oitavos-de-final da Liga dos desta derrota, porém, não perderam a segunda posição Leixões - V. Setúbal 1-1 E. Amadora - V. Guimarães Campeões (Futebol Clube do Porto) e para os dezasseis na tabela classificativa. Benfica - E. Amadora 3-0 Belenenses - Nacional O Anadia, no seu reduto, defrontou o Tourizense. São V. Guimarães - Belenenses 1-0 Porto - Naval avos, da Taça UEFA (Benfica, Sporting Clube de Nacional - Porto 1-0 Académica - Sp. Braga Portugal e Sporting de Braga), os campeonatos dois conjuntos da zona centro que se conhecem muito Naval - Académica 0-1 Boavista - Sporting bem e em que os treinadores não descuraram as tarefas Sp. Braga - Boavista 0-0 Paços Ferreira - U. Leiria nacionais prosseguiram com mais uma jornada, a Marítimo - Leixões Sporting - Paços Ferreira 2-1 décima quarta. de estudarem as tácticas para este encontro. Liga de Honra quot;Vitalisquot; Liga de Honra quot;Vitalisquot; No dia 30 de Dezembro os campeonatos da Liga A equipa do Anadia, depois de estar a vencer por 1- Santa Clara - Rio Ave 1-0 Rio Ave - Feirense “Bwin” e da Liga de Honra “Vitalis” ficaram parados 0, deixou-se surpreender e, ao cair do pano, permitiu Feirense - Varzim 3-0 Varzim - Gondomar Gondomar - Trofense 1-2 Trofense - Portimonense mas os restante continuaram — os campeonatos da que o Tourizense chegasse à vitória, por 2-1. Foi um Estoril - Fátima Portimonense - Estoril 2-2 Segunda Divisão Nacional e da Terceira e os jogos balde de água fria para os anadienses, que, por certo, Fátima - Beira-Mar 2-2 Beira-Mar - Gil Vicente Olhanense - Vizela das divisões distritais. não esperariam tal desfecho do encontro. Gil Vicente - Olhanense 0-0 Penafiel - Desp. Aves Vizela - Penafiel 0-0 O Benfica foi a primeira equipa a entrar em acção, Campeonatos Distritais de Aveiro Desp. Aves - Freamunde 3-0 Freamunde - Santa Clara a fim de dar férias aos seus atletas, que tiveram de Juniores Nacional - 2.ª Divisão série C 2.ª Divisão Nacional - série C viajar para diversos locais do mundo. Torreense - Rio Maior 1.ª Divisão — zona sul Torreense - Nelas 0-0 Nelas - Oliv. Bairro Eléctrico - Rio Maior 0-0 No Estádio da Luz, a turma encarnada recebeu o No campo de treinos do GDM realizou-se o dérbi Sp. Covilhã - Oliv. Bairro 3-1 Eléctrico - Sátão venceu o Estrela da Amadora por 3-0, conservando a Mealhada- Pampilhosa. Não foi um encontro bem Penalva Castelo - Sátão 1-0 Sp. Covilhã - Caldas Abrantes - Caldas 1-2 Penalva Castelo - Pampilhosa segunda posição na tabela classificativa. jogado, longe disso, mas teve muito público a assistir, Abrantes - Tourizense Benfica C. Branco - Pampilhosa 0-0 O Futebol Clube do Porto, na sua deslocação ao público que saiu defraudado pelo mau futebol praticado Anadia - Tourizense 1-2 Benfica C. Branco - Anadia Estádio da Choupana, na ilha da Madeira, não pelas duas equipas e pelas picardias que houve durante 3.ª Divisão - série C 3.ª Divisão - série C Arouca - Sanjoanense conseguiu vencer o Nacional e perdeu também a todo o encontro entre os jogadores dos dois conjuntos. Tocha - S. João Ver 3-0 Tondela - Oliv. Hospital invencibilidade que tinha mantido até então. Os Figueirense - Milheiroense 1-2 Os dérbis do mesmo concelho são geralmente quentes e União Lamas - Ac. Viseu 1-0 Social Lamas - D. Sandinenses madeirenses venceram o encontro, por 1-0, deixando Valecambrense - União Lamas este não fugiu à regra. D. Sandinenses - Valonguense 0-1 Valonguense - Figueirense os portistas com um incómodo amargo de boca nas Venceu a equipa da casa por 2-0, com um golo em Oliv. Hospital - Valecambrense 2-0 Académico Viseu - Tocha Sanjoanense - Social Lamas 1-0 festas de Natal e Ano Novo. cada uma das partes do encontro. Tondela - Arouca 0-1 Milheiroense - S. João ver O Sporting, no Estádio Alvalade XXI, defrontou o 2.ª Divisão — série D Taça de Aveiro Distrital - 1.ª Divisão Cucujães - Cortegaça Paços de Ferreira, equipa que tem andado na rua da O Antes deslocou-se ao campo do Oiã para defrontar 5.ª eliminatória Águeda - Sanguedo amargura. Nesta data ocupa a penúltima posição na Aguinense - ACR Mosteirô 0-3 o conjunto local. Não era fácil para a formação da Antes Alba - Gafanha Mamarrosa - Paços Brandão 0-9 tabela classificativa e não teve forças anímicas para Oiã - S. Roque esta deslocação mas os seus jovens jogadores, treinados Sardoura - Oliveirinha 2-1 Cesarense - Canedo vencer o leão. Saiu de Alvalade com uma derrota por por João Castro, foram arrojados e venceram o encontro Mosteirô FC - Oiã 3-4 Paços Brandão - Carregosense Mealhada - Santiais 4-0 2-1. por 2-0. Bustelo - Estarreja (adiado) Pessegueirense - Fermentelos Arrifanense - Estarreja Um grande jogo estava guardado para a cidade de Juvenis — 2.ª Divisão — série F Macieirense - Cortegaça 1-3 Oliveirinha - BARC Mourisquense - Sanguedo 3-4 * Guimarães, onde a equipa local recebeu a do A equipa do GDM deslocou-se a Calvão para jogar Amigos Viscande - Requeixo 5-4 * 2.ª Divisão - zona sul Belenenses. Esta, porém, não teve a mesma sorte de com a equipa local. Os mealhadenses, depois de estarem S. Roque - Mansores 3-2 Calvão - Mealhada LAAC - Alvarenga 4-0 Luso - Serém quando jogou frente ao Benfica e os lisboetas do clube a vencer por 3-0, consentiram que os locais reduzissem Couvelha - NEGE BARC - Couvelha 0-1 de Belém saíram da cidade-berço derrotados por 1-0. a diferença para 2-3. Sofreram muito nos minutos finais, Carregosense - Arrifanense 0-1 LAAC - Carqueijo O dérbi entre a Naval 1.º de Maio, da Figueira da Macieira de Cambra - Alba 1-5 Requeixo - Eirolense tendo de tomar todas as cautelas para saírem de Calvão Fermentelos - Gafanha 2-0 Águas Boas - Mourisquense Foz, e a Académica de Coimbra, realizado no estádio com os três pontos. Gafanha d' Aquém - Águas Boas 2-3 Bustos - Paredes Bairro da equipa figueirense, deu a vitória à formação dos O Futebol Clube da Pampilhosa jogou no campo do Pessegueirense - Canedo 5-3 * Macinhatense - CRAC “estudantes” de Coimbra, por 1-0. Macinhatense - Águeda (adiado) 3.ª Divisão - zona sul Águas Boas com esta equipa, e saiu de lá com uma vitória Cucujães - Cesarense 2-3 Aguinense - Ribeira Azenha No Estádio Axa, o Sporting de Braga não conseguiu bastante gorda, por 6-1. * Após marcação de grande penalidades Gafanha d´Aquém - Alquerubim mais que um empate sem golos, frente ao Boavista, Iniciados — 2.ª Divisão — série F Juniores - 1.ª Divisão Famalicão - Antes Taboeira - Avanca 1-0 Bonsucesso - Mamarrosa uma equipa que luta desesperadamente por pontos O Grupo Desportivo da Mealhada, no seu campo de Fermentelos - Oliv. Bairro 0-2 Juniores - 1.ª Divisão zona sul para fugir da situação incómoda em que se encontra treinos, jogou frente à LAAC. Ambas as equipas Águeda - Anadia 1-2 Gafanha - Avanca na tabela classificativa. Os bracarenses tudo fizeram necessitavam de vencer o encontro para seguirem em Mealhada - Pampilhosa 2-0 Estarreja - Oliv. Bairro Estarreja - Gafanha 2-0 Taboeira - Anadia para chegar ao golo, mas não conseguiram ultrapassar frente na série dos primeiros. A LAAC comandava esta Fermentelos - Pampilhosa 2.ª Divisão - série D o guardião boavisteiro, que esteve em noite de grande série, motivo por que os locais tinham de tomar todas Valonguense - Bonsucesso 3-0 Mealhada - Águeda inspiração. Bustos - Águas Boas 4-1 2.ª Divisão - série D as providências para não perderem. O treinador do LAAC Oiã - Antes 0-2 Valonguense - Mourisquense Liga de Honra “Vitalis” decidiu dar uma prenda de Natal aos locais e estes LAAC - Mourisquense 2-1 Bustos - Antes Na Liga de Honra o comandante Rio Ave deslocou- venceram por 4-0. Juvenis - 2.ª Divisão série F Águas Boas - Bonsucesso Arviscal - Oiã 1-2 Oiã - Eixense se aos Açores para defrontar a equipa do Santa Clara, Infantis Juvenis - 2.ª Divisão série F Calvão - Mealhada 2-3 que não tem estado nos seus melhores dias. Não A equipa A do Grupo Desportivo da Mealhada recebeu Bustos - LAAC 4-0 Pampilhosa - Oiã Águas parecia fácil, por isso, para os açorianos esta partida. o poderoso conjunto do Oliveira do Bairro e sofreu uma Águas Boas - Pampilhosa 1-6 Boas - Mealhada Iniciados - 2.ª Divisão Arviscal - LAAC O Rio Ave tentou aproveitar-se deste mau momento pesada derrota, por 7-0. Bustos - Calvão OLiv. Bairro - Bustos 9-0 do Santa Clara, mas os jogadores desta equipa não o A equipa B do mesmo clube foi jogar ao campo do Mealhada - LAAC 4-0 Iniciados permitiram e conseguiram sair do encontro a vencer, Bustos e aí obteve uma vitória preciosa por 2-0. Pampilhosa - Águas Boas 1-2 Oliv. Bairro - Arviscal Arviscal - Anadia 1-3 Mealhada - Águas Boas por 1-0. O Futebol Clube da Pampilhosa jogou no campo do LAAC - Bustos Infantis O Rio Ave desceu para a segunda posição na Arviscal com a equipa deste clube e empatou a uma Mealhada A - Oliv. Bairro 0-7 Pampilhosa - Anadia tabela classificativa, com a mesma pontuação do bola. Pampilhosa - Arviscal 1-1 Feminino Bustos - Mealhada B 0-2 Mourisquense - Mealhada Trofense, que ocupa o comando da prova. Escolas Escolas Infantis A equipa de escolas A do Grupo Desportivo da Arviscal - Mealhada - A 1-6 Arviscal - Mealhada A Campeonato Nacional Mealhada (GDM) deslocou-se ao campo do Arviscal e Pampilhosa - Calvão Mealhada B - Bonsucesso 1-2 4-1 Calvão - Pampilhosa Mealhada B - Anadia da 2.ª Divisão — série C venceu por 6-1. Mealhada C - Águeda 0-5 Escolas O Futebol Clube da Pampilhosa, após a mudança O Futebol Clube da Pampilhosa perdeu no seu Futsal Vilaverdense - Pampilhosa de treinador (Luís Simões foi substituído por João próprio terreno, frente à equipa do Calvão, por 2-1. Taça de veiro Mealhada A - Calvão Mealhada - Ac. Feira 5-8 * Mourisquense - Mealhada B Pereira) teve uma deslocação complicada ao campo A equipa B do GDM recebeu e venceu o Bonsucesso Bustos - Mealhada C * Na marcação de grandes penalidades do Benfica de Castelo Branco. O novo técnico, ainda por 4-1. Futsal - Seniores sem conhecer bem o plantel a seu cargo, arrecadou A equipa C do mesmo clube defrontou o Recreio de Águeda S. João Ver - Luso Travassô - Mealhada um precioso empate sem golos, o que se considera no campo de treinos mealhadense e perdeu por 5-0. um resultado positivo. João Pereira já deixou um aviso aos responsáveis: Futsal Sr. assinante PAGUE a equipa necessita de reforços urgentes, Seniores principalmente para o meio campo e linha avançada. A formação do Grupo Desportivo da Mealhada, em a assinatura, 15 euros, na O Oliveira do Bairro, que também se deslocou, foi jogo realizado no Pavilhão Municipal do Luso, defrontou à Covilhã para medir forças com o Sporting local. o Académico da Feira, em mais uma eliminatória da Taça sede do jornal: Rua das Saiu da cidade serrana com uma derrota, por 3-1. Foi de Aveiro. Os feirenses venceram o jogo e a eliminatória uma derrota algo inesperada uma vez que os “Falcões na marcação de grandes penalidades, por 8-5. Escolas Novas, 36 MEALHADA
  8. 8. Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008 16 Taça de Aveiro 3.ª eliminatória Taça de Aveiro - 3.ª eliminatória Aguinense, 0 — A. D. Mosteirô, 3 Mealhada, 4 — Santiais, 0 Verdadeiro artista Protegidos pela sorte Jogo no Campo Afonso Bandarra, em Aguim. Jogo no Campo Dr. Américo Couto, na Árbitro: Martins Pinto, auxiliado por Paulo Guedes e Diogo Rocha. Mealhada. Aguinense: Filipe, Eurico, Bruno, Ricardo, Futre (Diogo, 46m), Sérgio Árbitro: Carlos Mendes, auxiliado por Ricardo Fernandes, Caló, Nélson, Sérgio Baptista, Melo (Luciano, 35m) e Eduardo Guerra e Sérgio Marques. (Moisés, 60m). Mealhada: Diogo Corrente, Bruno Sereno, Treinador: Amadeu Ferreira André, Reima, Paulo Almeida (Diogo, 46m), A. D. Mosteirô: Marco, Gabriel, Hélder, Filipe (Zé Manel, 46m), Daniel, João Cruz (Miguel Ângelo, 73m), Livas, Idálio Mendes, Tiago, Hugo, Padeiro (Branco, 80m), Eduardo e Inglês. (cap.), Tiago (Godinho, 83m), Rúben e Carlos Treinador: Torcato Ferreira. Simões. Ao intervalo: 0-1 Treinador: Valério Ferreira. Marcadores: Padeiro (1m), Tiago (85m e 90m). Santiais: Paulo Jorge, Lemos, Azevedo (Luís Carlos, 65m), Almeida, Benjamim, António A equipa visitante foi superior à formação visitada, merecendo, com todo o Joaquim, Nuno, Daniel (cap.), Paulo Conceição, mérito, a vitória. E — devemos dizê-lo — não necessitava das “ajudas” do chefe Bruno e Sérgio. da equipa de arbitragem, que, habilidosamente, lhe facilitou a vida quando, aos Treinador: António Costa vinte e sete minutos, mostrou, na zona de meio campo, o cartão vermelho directo Ao intervalo: 2-0 a Sérgio Baptista por derrube a um adversário, e não tendo a mesma atitude, aos Marcadores: Reima (27m), Rúben (32m e trinta e três minutos, quando Hugo cometeu uma falta idêntica, na mesma zona 75m) e Diogo (83m). Um defesa do Santiais levou a bola para do campo. E, principalmente, quando, aos quarenta e quatro minutos, não a linha da frente para fugir do advesário marcou um penálti, num derrube claríssimo, dentro da área, sobre Luciano, que, Da parte da equipa local foi um incrível Aos setenta e cinco minutos Rúben aproveitou isolado, se preparava para empatar a partida. desperdiçar de oportunidades de baliza aberta. um cruzamento de Diogo e, de cabeça, elevou o Na segunda parte, habilidosamente, em jeito de compensação e para acalmar Os visitantes só remataram pela primeira vez resultado para 3-0. E, aos oitenta e três minutos, os adeptos aguinenses, deixou que alguns atletas visitados exagerassem nas à baliza de Diogo à passagem do minuto vinte iniciando uma grande jogada, pegou na bola a entradas sobre os seus adversários, sendo, por isso, um verdadeiro artista. Foi e sem qualquer perigo. A sua resistência durou meio campo, levou tudo e todos, passou pelo o pior elemento dentro do campo durante os noventa minutos. até ao minuto vinte e sete, altura em que a guarda-redes e, não sendo egoísta, à boca da equipa da casa inaugurou o marcador. baliza deu a bola a Diogo II para que ele rematasse, Com todos os seus jogadores atrás da linha Juniores — 2.ª Divisão — série D da bola, o treinador do Santiais pensava que uma vez que este jogador acompanhou sempre a jogada, pelo lado contrário. Diogo apoderou- vinha ao Campo Dr. Américo Couto fazer uma Oiã, 0 — Antes, 2 gracinha na terceira eliminatória da Taça de se da bola, apareceu isolado em frente da baliza do Santiais e marcou o quarto golo para o Aveiro. Colocou todos os seus jogadores a Desportivo da Mealhada. Excelente exibição defender e a contra-atacar, mas nunca conseguiu criar perigo para a baliza do seu Ao cair do pano e já em período de descontos, o Santiais beneficiou de uma grande penalidade, Jogo no Campo da Marinha, em Oiã. adversário. que desperdiçou, atirando sobre a barra. Árbitro: António Ferreira, auxiliado por Bruno Ferreira e Rafael Ferreira. Aos vinte e sete minutos, num bom Pelas oportunidades que criou, a equipa da Oiã: Jorge Miguel, Pinho (Pedro, 63m), Daniel, Nuno, Alexandre (Tiago, cruzamento de João Cruz, Reima desviou a bola casa poderia ter acabado o encontro com uma 75m), Gabriel, Gomes (Fábio, 55m), Luís Paulo, Carvalho, David (cap.) e Rafael. para o fundo das redes. Estava aberto o activo das maiores goleadas de sempre. Antes: Tiago, Bicas, Maia, André, Martins (cap.), Flávio, David (Ângelo, e pensava-se que tinha acabado o esquema A equipa do Santiais defendeu até à exaustão, 77m), Vasco, Bruno Fonseca (Marco, 68m), Bruno Oliveira (Chico, 63m) e defensivo dos jogadores do Santiais. com muitas entradas à margem da lei, que o Peseta. A equipa da casa atacava muito pelos árbitro não penalizava com as cartolinas Treinador: João Castro flancos e pelo centro do terreno, mas encontrava amarela ou vermelha, como mandam as regras Ao intervalo: 0-0 sempre alguém a desviar a trajectória da bola, do jogo. Chegou a meter a mão ao bolso por duas Marcadores: Bicas (47m) e Peseta (70m). tantos eram os jogadores acumulados na área vezes, mas, quando via que o jogador faltoso já dos visitantes. tinha sido punido com cartão, não o mostrava, Pela primeira vez no presente campeonato, o Antes não sofreu qualquer golo. Aos trinta e dois minutos, houve um centro mesmo em faltas grosseiras que deveriam ter Não por demérito do seu adversário, o Oiã, mas sim pelo mérito próprio, pois foi de Bruno Sereno, pela direita, e Rúben, no sido reprimidas. o primeiro jogo em que os atletas antenses se aplicaram a cem por cento, tanto coração da área, fez o segundo golo. Má arbitragem no capítulo disciplinar. a nível organizativo como exibicional. No segundo período da partida assistiu-se Merecida e incontestada vitória a da equipa visitante, que poderia ter sido a um festival de bolas desperdiçadas pelos Papelaria CHAFARIZ mais dilatada, não fosse a excelente exibição do guarda-redes visitado, Jorge rapazes da equipa do Mealhada. Quando já se Miguel. gritava golo a bola passava ao lado do poste ou Largo dos Chafarizes - Mealhada Excelente arbitragem da família Ferreira. Tofê era desviada de qualquer maneira e não entrava vende o Jornal da Mealhada na baliza. Vivenda ZONA NOBRE CURIA VIVENDA DE LUXO - ZONA CALMA COMO NOVA - SÓ 181,500 euros c/ gerência Dr. José Carlos Gomes Casa ANTIGA - ANTES COM TERRENO - URGENTE Compra e venda com VIVENDA T4 - Toda remodelada segurança e competência BOM NEGÓCIO - APENAS 125,000 EUROS APARTAMENTO DE LUXO ARRENDA-SE TRATAMOS DO CRÉDITO JUNTO DO CENTRO DE SAÚDE - MEALHADA APARTAMENTO T2 /250 EUROS Av. Quinta da Nora, n.º 34 - Mealhada NA RUA DO FREIXO, N.º 9 - R/C Telem. 967 091 254 ARRENDA-SE LOJA - C/ 30M2 EM VENTOSA DO BAIRRO CENTRO DE ANADIA - BOM PREÇO CONTACTO: 231 289 029 AMI - 1807
  9. 9. Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008 17 Iniciados — 2.ª Divisão Nacional — série F Liga dos Campeões Mealhada, 4 — LAAC, 0 e Taça UEFA Banho de bom futebol As equipas portuguesas, após o sorteio dos oitavos-de-final e dos dezasseis avos, ficaram a fazer as suas contas e a pensar como terão de Jogo no campo de treinos do Grupo Desportivo da eliminar os clubes que, segundo o sorteio, terão que Mealhada (GDM). defrontar. Árbitro: Carlos Silva, auxiliado por Bruno Rocha e Rui O Futebol Clube do Porto, na Liga dos Campeões, Silva. entrou nos oitavos-de-final e calhou-lhe, no sorteio, Mealhada: Rui Baptista, Luís Morais, Fredy, Pirolo, Hugo uma equipa sem grande prestígio internacional, o Mateus (cap.), Tiago (Alexandre, 36m), Rato, Gil, Ricardo Schalke 04. É uma formação bastante acessível aos (André Braga, 66m), Vicente e Zé Pedro (Rafael, 46m) dragões, que, por certo, irão passar esta eliminatória Treinadores: Luís Felgueiras e Paulo Montenegro sem grandes sobressaltos. LAAC: Fábio, Miguel Duarte, Tiago, Rafael, Miguel Castro, Os encontros dos oitavos-de-final estão Bruno, Ricardo, Diogo (Miguelito, 60m), João Pedro, Zé marcados para os dias 6 de Março, a primeira mão, Nuno (cap.) e Fábio Ferreira. e, para 12 e 13 do mesmo mês, a segunda mão. Treinador: Castanheira. Na Taça UEFA, para os dezasseis avos, o Benfica Ao intervalo: 1-0 terá pela frente uma equipa mais bem credenciada, Marcadores: Ricardo (14m), Alexandre (54m), Gil (65m) o Nuremberga, da Alemanha. O primeiro encontro e Vicente (68m). com os alemães será realizado em Lisboa, no Estádio da Luz, e o segundo na Alemanha. Encontraram-se na Mealhada as duas primeiras equipas O Sporting também foi feliz no sorteio uma vez deste campeonato, as que comandam a classificação geral. que irá defrontar o Basileia, da Suíça. Trata-se de um A da LAAC, sem qualquer derrota, apresentou um conjunto de Luta pela bola de dois jogadores de cada equipa conjunto suficientemente fácil para que o Sporting jogadores de boa estatura física, superior à do seu adversário. que é treinador. Passou o seu guarda-redes para ponta de passe à eliminatória seguinte. O primeiro encontro Tecnicamente, os jogadores locais foram superiores em lança e, para o substituir, colocou na baliza Ricardo, o realizar-se-á em Alvalade, Lisboa, e o segundo em todos os aspectos aos visitantes e derrotaram-nos, sem jogador número sete. Com esta alteração, a equipa ficou Basileia. apelo nem agravo, por um concludente 4-0, tendo ainda fragilizada, tanto na baliza como no ataque. Disso se soube O Sporting de Braga talvez fosse a equipa que falhado uma grande penalidade, que lhes daria mais conforto, aproveitar a equipa do Desportivo da Mealhada. Foi para a menos sorte teve no sorteio, uma vez que tem de jogar no final do primeiro tempo. frente, à procura de um melhor resultado, e conseguiu uma com um conjunto bastante forte, o Bremen, da Os visitantes tinham de recorrer à falta para segurarem vitória robusta, e justa, porque foi, realmente, o melhor Alemanha, equipa onde actua o português Hugo os avançados do GDM, que jogavam a bola rente ao solo, conjunto em campo. Almeida. trocando-a muito bem entre si, não dando espaços de manobra Com esta vitória, a equipa mealhadense ocupa a posição Os encontros da primeira mão da taça UEFA aos seus antagonistas. de comandante da prova, tendo garantida a passagem à serão disputados a 13 e 14 de Fevereiro e os da Com a sua equipa a perder, ao intervalo, por 1-0, o segunda fase na série dos primeiros. segunda mão a 21 do mesmo mês. treinador da LAAC deve ter cometido o seu maior erro desde Boa arbitragem Classificações Ribeira Azenha 5 3 0 2 07-08 9 Liga quot;Bwinquot; Académico Viseu 13 7 3 3 24-12 24 Oliv. Hospital 13 6 4 3 23-11 22 Aguinense 5 2 2 1 06-05 8 J V E D M-S P União de Lamas 13 6 4 3 21-13 22 Gafanha d' Aquém 5 1 4 0 07-06 7 Porto 14 11 2 1 23-05 35 Milheiroense 13 5 6 2 17-12 21 Alquerubim 5 2 0 3 08-08 6 Benfica 14 9 4 2 25-08 28 Social de Lamas 13 6 3 4 13-12 21 Antes 5 1 0 4 11-12 3 Sporting 14 7 5 2 22-12 26 Tocha 12 5 3 4 12-08 18 Mamarrosa 5 0 2 3 04-13 2 V. Guimarães 14 7 4 3 17-14 25 V. Setúbal 14 5 8 1 21-14 23 Arouca 12 5 3 4 15-12 18 Sp. Braga 14 6 4 4 15-12 22 Valonguense 13 4 5 4 06-07 17 Marítimo 14 6 2 6 17-12 20 Tondela 13 4 4 5 16-14 16 Juniores - 1.ª Divisão zona sul Belenenses 14 4 6 4 12-13 18 S. João Ver 13 4 3 6 15-22 15 J V E D M-S P Nacional 14 4 4 6 10-12 16 Figueirense 13 3 3 7 12-18 12 Oliveira Bairro 15 11 1 3 38-16 34 Naval 14 4 3 7 10-22 15 Valecambrense 12 1 5 6 09-17 8 Águeda 15 8 2 5 27-18 26 Leixões 14 2 9 3 14-16 15 D. Sandinenses 12 0 0 12 07-50 0 Taboeira 15 8 1 6 28-22 25 Académica 14 3 5 6 12-20 14 Pampilhosa 15 7 2 6 31-29 23 E. Amadora 14 2 7 5 13-17 13 Distrital - 1.ª Divisão Anadia 15 7 2 6 21-23 23 Boavista 14 2 7 5 12-22 13 J V E D M-S P Avanca 15 7 1 7 22- Paços de Ferreira 14 2 3 9 10-21 9 Águeda 14 11 2 1 24-08 35 27 22 U. Leiria 14 0 5 9 08-21 5 Cesarense 14 10 2 2 31-08 32 Estarreja 15 6 3 6 28-23 21 Gafanha 14 9 1 4 28-13 28 Fermentelos 15 6 1 8 24-36 19 Gafanha 15 5 1 9 21-30 16 Liga de Honra quot;Vitalisquot; Estarreja 14 8 2 4 26-14 26 Mealhada 15 2 2 11 19-35 8 J V E D M-S P Trofense 14 7 5 2 17-12 26 Alba 14 8 1 5 24-15 25 Rio Ave 14 7 5 2 23-15 26 Canedo 14 7 1 6 20-17 22 2.ª Divisão - série D Vizela 14 6 7 1 21-11 25 Pessegueirense 14 6 4 4 17-14 22 J V E D M-S P Gil Vicente 14 6 6 2 19-11 24 Paços de Brandão 14 6 3 5 15-11 21 Eixense 10 9 0 1 35-15 27 Santa Clara 14 6 4 4 18-22 22 Arrifanense 14 6 3 5 19-18 21 Bustos 11 9 0 2 36-11 27 Beira-Mar 14 5 6 3 15-15 21 Sanguedo 14 5 3 6 14-16 18 Estoril 14 6 4 4 25-22 21 Fermentelos 14 5 3 6 18-30 18 Antes 11 7 0 4 30-23 21 Varzim 14 4 6 4 14-10 18 Oiã 14 5 2 7 15-18 17 Bonsucesso 11 5 0 6 17-22 15 Freamunde 14 5 3 6 16-19 18 Oliveirinha 14 5 1 8 20-22 16 Mourisquense 11 4 1 6 23-27 13 Olhanense 14 4 6 4 10-12 18 Cucujães 14 4 3 7 17-22 15 Valonguense 11 4 2 5 23-24 13 Fátima 14 3 7 4 15-18 16 Carregosense 14 4 2 8 11-22 14 LAAC 11 4 0 7 18-26 12 Feirense 14 4 4 6 14-13 16 BARC 14 2 4 8 07-25 10 Oiã 11 3 1 7 11-20 10 Desp. Aves 14 4 3 7 19-20 15 Cortegaça 14 1 6 7 10-25 9 Gondomar 14 3 4 7 12-17 13 S. Roque 14 2 1 11 08-26 7 Águas Boas 11 2 1 8 12-27 7 Penafiel 14 2 3 9 10-19 9 Portimonense 14 1 6 7 08-20 9 2.ª Divisão - zona sul J V E D M-S P Juvenis - 2.ª Divisão série F LAAC 10 9 0 1 35-07 27 J V E D M-S P 2.ª Divisão Nacional - Série C Mealhada 10 7 2 1 31-05 23 Bustos 11 11 0 0 49-01 30 J V E D M-S P Macinhatense 10 7 2 1 12-04 23 Mealhada 11 9 0 2 44-10 27 Sp. Covilhã 15 10 4 1 36-09 34 Serém 10 6 4 0 28-10 22 Pampilhosa 11 7 1 3 34-17 22 Oliv. Bairro 15 8 4 3 26-14 28 Mourisquense 10 6 3 1 22-11 21 Calvão 11 7 0 4 36-15 21 Tourizense 15 6 5 4 20-14 23 Luso 10 5 1 4 13-10 16 Oiã 11 4 0 7 10-35 12 Torreense 15 6 4 5 17-19 22 Calvão 10 4 4 2 11-11 16 Águas Boas 11 3 0 8 15-46 9 Abrantes 15 6 4 5 17-18 22 Requeixo 10 4 1 5 13-17 13 LAAC 11 2 1 8 12-30 7 Eléctrico 15 5 6 4 15-17 21 NEGE 10 2 6 2 13-12 12 Arviscal 11 0 0 11 07-55 0 Penalva Castelo 15 5 5 5 21-19 20 Couvelha 10 3 1 6 14-22 10 Benfica C. Branco 15 4 6 5 14-18 18 Águas Boas 10 2 2 6 17-25 8 Iniciados - 2.ª Divisão série F Pampilhosa 15 3 8 4 13-17 17 Bustos 10 2 2 6 12-27 J V E D M-S P Anadia 15 4 5 6 17-25 17 Paredes Bairro 10 2 2 6 11-28 8 Caldas 15 4 5 6 19-20 17 Eirolense 9 0 4 5 07-17 4 Mealhada 10 7 2 1 30-09 23 Sátão 15 4 4 7 14-18 16 Carqueijo 10 0 4 6 09-20 4 LAAC 10 7 2 1 28-08 23 Nelas 15 4 3 8 19-25 15 CRAC 9 0 2 7 06-28 2 Águas Boas 10 7 1 2 29-11 22 Rio Maior 15 2 5 8 08-19 11 Anadia 10 4 1 5 19-20 13 3.ª Divisão - Série C 3.ª divisão - zona sul Pampilhosa 10 4 1 5 17-19 13 J V E D M-S P Bustos 10 3 1 6 13-23 10 J V E D M-S P Bonsucesso 5 3 1 1 11-06 10 Oliv. Bairro 10 2 1 7 20-31 7 Sanjoanense 13 7 4 1 26-08 28 Famalicão 5 2 3 0 07-03 9 Arviscal 10 1 1 8 11-31 4
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×