Cinematica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Cinematica

on

  • 1,461 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,461
Views on SlideShare
1,281
Embed Views
180

Actions

Likes
0
Downloads
40
Comments
0

4 Embeds 180

http://exata-mente.blogspot.com.br 174
http://exata-mente.blogspot.com 4
http://exata-mente.blogspot.jp 1
http://exata-mente.blogspot.pt 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Cinematica Cinematica Presentation Transcript

    • CinemáticaMovimento uniformemente variado 1
    • Aceleração Escalar Média• Em quase todos os movimentos de um corpo a velocidade muda de valor no decorrer do tempo.• A aceleração é responsável pela variação lenta ou rápida da velocidade e relaciona duas grandezas: Variação de velocidade e tempo Comstock Images 2
    • Aceleração Escalar Instantânea• A aceleração instantânea é a que corresponde a um instante dado. De acordo com os sinais da velocidade e da aceleração, podemos ter dois tipos de movimento: acelerado e retardado. 3
    • Movimento Acelerado• É aquele no qual o módulo da velocidade aumenta no decorrer do tempo.• Para que isso ocorra devemos ter a velocidade e a aceleração com o mesmo sinal. t(h) 0 1 2 3 4 v(km/h) 10 30 50 70 90 4
    • Movimento Retardado• Movimento retardado v.a < 0 • É aquele no qual o módulo da velocidade diminui no decorrer do tempo. • Nesse caso, devemos ter a velocidade e a t(h) 0 0,5 1 1,5 aceleração com sinais contrários v(km/h) 60 40 20 0 5
    • O que é o Movimento Variado• Nos movimentos que observamos diariamente, as velocidades em geral não permanecem constantes, variando, portanto, no decorrer do tempo. São os chamados movimentos variados.• Por outro lado, se num movimento a velocidade variar uniformemente no decorrer do tempo, isto é, se ocorrerem variações de velocidade sempre iguais em intervalos de tempos iguais o movimento é denominado movimento uniformemente variado (MUV )• Movimento uniformemente variado (MUV) é o movimento em que a velocidade escalar varia uniformemente no decorrer do tempo 6
    • Tabela• A tabela abaixo, registra a velocidade • Note que a partir da velocidade inicial indicada pelo velocímetro de um vo = 8 km/h, a velocidade varia de automóvel no decorrer do tempo . 4 km/h a cada segundo decorrido. Portanto, a aceleração escalar média é T(s) V(Km / h) igual à aceleração escalar instantânea, ou seja, a aceleração é constante. 0 8 1 12 2 16 3 20 Eyewire Images 4 24 Os automóveis executam movimentos uniformemente variados. 5 28 6 32 7
    • Velocidade em Função do Tempo• A função da velocidade escalar em relação ao tempo MUV é de primeiro grau: V = V inicial + Aceleração . tempo Comstock Images• Sendo representada graficamente por uma reta de inclinação não nula 8
    • s0 Posição em função do tempo • Essa função permite determinar a posição s num instante t qualquer, desde que se conheçam a posição inicial, a velocidade inicial e a aceleração. 1 2 s = s 0 + v 0 t + at Casa da Cultura 2 9
    • Fórmula de Torricelli• Relaciona a velocidade com o espaço percorrido pelo corpo num movimento uniformemente variado 2 v ² = v0 + 2a∆s Wikimedia Físico Italiano Evangelista Torricelli (1608- 1647) 10
    • Queda dos corpos• Quando um corpo é lançado verticalmente para cima verificaremos que ele sobe até certa altura e depois cai, porque é atraído pela Terra. Prefeitura da Estância Turística de Avaré• O mesmo acontece quando um corpo é abandonado de determinada altura: ele cai porque é atraído pela Terra.• Chamaremos de queda livre o movimento de subimento ou de descida que os corpos realizam sujeitos à gravidade nas proximidades da Terra e desprezarmos as resistências de qualquer espécies.• Os corpos são atraídos pela Terra porque em torno dela há uma região chamada campo gravitacional exercendo atração sobre eles Volta para o início da apresentação 11
    • CinemáticaMovimento circular uniforme 12
    • Conceito• No dia-a-dia, vemos muitos exemplos de MCUs: um disco, as pás de um ventilador, Qualitas um carrossel, um satélite em volta da Terra, entre outros.• Um ponto material está animado de um movimento circular uniforme(MCU) quando sua trajetória é uma circunferência e o módulo de sua velocidade permanece constante no decorrer do tempo. 13
    • Frequência• Consideremos uma roda-gigante girando.• Durante esse movimento, cada cadeira da roda- gigante descreve circunferências, continuamente. Ou seja, cada uma delas passa repetidas vezes pela mesma posição e nas mesmas condições (posição, velocidade e aceleração ), em intervalos de tempo iguais. Devido a isso, o movimento de rotação da roda- Hopi Hari gigante é considerado periódico.• O número de voltas ( ou ciclos ) que a roda- A unidade ciclos por segundo ou rotações por segundo é chamada de hertz, que se gigante efetua na unidade de tempo é chamada abrevia Hz. de frequência do movimento. 1 f = T 14
    • Ângulo horário ou fase• Seja um móvel percorrendo uma trajetória circular de raio R e centro C. A origem das posições é O, e P é a posição do móvel num instante t qualquer.• Define-se como ângulo horário oi fase o ângulo que corresponde ao arco de trajetória OP.• A medida do ângulo φ, em radianos, é dada por: s ϕ= R 15
    • velocidade angular média• Considere um móvel percorrendo uma trajetória circular de raio R e os ângulos φ¹ e φ² quando o móvel se encontra nos instantes t¹e t², respectivamente.• Define-se como velocidade angular média o quociente entre o ângulo descrito, ∆φ, e o Força Aérea Brasiliera tempo, ∆t, gasto para descrevê-lo. ∆ϕ ϕ 2 − ϕ1 ωm = = ∆t t 2 − t1 16
    • Relações fundamentais• No movimento circular uniforme a trajetória é circular. Por isso, vetor velocidade é circular (velocidade linear) varia em direção e sentido, mas seu módulo é constante |VA|=| VB|=|VC|= constante.• Como os deslocamentos ∆s são diretamente proporcionais aos intervalos de tempo ∆t, também os ângulos ∆φ são diretamente proporcionais aos intervalos de tempo ∆t. ∆s = constante ∆t 17
    • Função horária angular• A função horária do MRU é s = s0 + vt.• Essa função fornece a posição s em cada instante t sobre a trajetória.• Por outro lado, para localizar um ponto material que descreve MCU é mais útil uma função que forneça o ângulo descrito no decorrer do tempo, isto é, precisamos de uma função horária angular.• Isso ocorre porque a posição escalar não é uma variação conveniente. O ponto material em MCU passa várias vezes pela mesma posição sobre a circunferência.• O mesmo não ocorre com i ângulo que esse ponto material percorre (varre) durante o movimento. Seis valores nunca se repetem, pois quando o ponto material passa pelo mesmo ponto, o valor do ângulo é acrescido de 360° ou 2 π rad. 18
    • Acoplamento de polias• Geralmente, os motores têm uma freqüência de rotação fixa. Entretanto, as máquinas acionadas por eles têm, quase sempre, sistemas girantes que precisam de diferentes freqüências de rotação. Essas frequências, muitas Brazilpeças vezes, são fornecidas por um só motor. Por isso, o eixo desse motor é acionado a polias de diferentes tamanhos por meio de correias ou engrenagens. 19