Banco de duplicatas concluido-ok
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Banco de duplicatas concluido-ok

on

  • 685 views

 

Statistics

Views

Total Views
685
Views on SlideShare
685
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Banco de duplicatas concluido-ok Banco de duplicatas concluido-ok Presentation Transcript

  • NOVAS TECNOLOGIAS PARA REDE DE BIBLIOTECAS UNESP: IMPLEMENTAÇÕES NO SOFTWARE ALEPH Proposta de Projeto para a Solução de Problemas ou Melhoria Contínua da Rede de Bibliotecas da UNESP Por : Maria Lúcia Martins Frederico - Airton Fioravante - Denise Melo Nogueira de Assis Curso da FEBAB – Programa de Aperfeiçoamento em Gestão & Inovação de Bibliotecas e Sistemas de Informação Acadêmicos Tutor : Glória Georges Feres “ Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se não fizer nada não existirão resultados “ Mahatma Gandhi
    • Resumo
    • O projeto visa demonstrar a necessidade de introduzir um modelo unificado para a informatização de processos agregados no Banco
    • Athena para a Rede de Bibliotecas Unesp . Isso exigira um trabalho conjunto entre a CGB e a Rede de Bibliotecas num amplo esforço para simplificar seus fluxos de atividades e disponibilizar soluções ágeis, eficientes, criativas e economicamente viáveis que facilitem a disseminação de informações à toda comunidade interna (bibliotecários e assistentes ) e aos usuários (docentes ,discentes e afins ). Em síntese como solução encontramos no Software Aleph grandes oportunidades de realização destes objetivos, se por ventura tornar-se possível ocorrer a implantação desses novos módulos.
    • Palavras-chave :Integração de Sistemas, Sistemas para a Rede de Bibliotecas ,Serviços de Informação, Biblioteca Universitária
    • Introdução
    • Com a automação microeletrônica novas formas de organização, gestão da produção e do trabalho interferem não só nas grandes indústrias, mas nos setores de comércio e serviços, além das instituições públicas de ensino, cultura e outros.
    • Um novo mundo do trabalho surge com características tecnológicas próprias e distintas das apresentadas até então. As transformações ocorridas nele, com insistência, tem demonstrado que o desenvolvimento da técnica implementa nas relações entre os homens novas regras de comportamento e subsistência. (SILVA,2011)
    • Garcia(1997) apud Silva (2011) afirma que as mudanças tecnológicas trazem implicações para a sociedade tais como o surgimento de novas formas de organização do trabalho e da produção, mudanças no conteúdo do trabalho, demanda por novas relações de emprego contribuindo para o surgimento de um novo trabalhador, que se convencionou chamar de trabalhador polivalente. Suas características mais desejáveis seriam, entre outras, uma formação mais geral, multifuncionalidade, honestidade, sensibilidade, carisma, iniciativa para tomada de decisões rápidas e visão de conjunto.
    • Também quando fala-se em trabalho surgem os conceitos da Qualidade Total e suas inúmeras metodologias ou ferramentas dessas destacamos : JUST IN TIME : fabricação da quantidade mínima necessária, no menor tempo possível e somente no momento exato da necessidade (HUTCHINS,1993), REENGENHARIA (redimensionamento da estrutura organizacional com abolição do sistema vigente), KAIZEN (melhorias diárias baseadas em educação e treinamento) , PROGRAMA 5S,Melhoria continua etc. De acordo com a literatura pesquisada se voltarmos nosso olhar também para a biblioteconomia essas técnicas e/ou procedimentos também são discutidas quando comenta-se sobre mudanças de atitudes e transformações nas formas de desempenho do trabalho
    • Valentim (2000, p.135) comenta que as mudanças estão afetando de maneira mais complexa os modelos tradicionais de trabalho de bibliotecários,arquivistas, museólogos, jornalistas ,entre outros, porque o objeto de trabalho desses profissionais é a informação. A informação , portanto , como objeto de trabalho e estudo desses profissionais , tem sido afetada sistematicamente pelas tecnologias de informação , modificando seu formato, seu suporte,seu processamento e disseminação e influindo na forma de mediação entre o profissional da informação e o usuário/cliente .
    • Délors (2001, p.89-90) apud Belluzzo (2011) ressalta que
    • é, antes , necessário estar à altura de aproveitar e explorar, do começo ao fim da vida, todas as ocasiões de atualizar, aprofundar e enriquecer esses conhecimentos, e de se adaptar a um mundo em mudança.Para poder dar resposta ao conjunto das suas missões, a educação deve organizar-se em torno de quatro aprendizagens fundamentais, que, ao longo de toda a vida, serão de algum modo para cada indivíduo, os pilares do conhecimento: aprender a conhecer, isto é, adquirir os instrumentos da compreensão; aprender a fazer,  para poder agir sobre o meio envolvente; aprender a viver juntos, a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas; finalmente aprender a ser , via essencial que integra as três precedentes.
    • A biblioteca universitária é caracterizada como uma organizacão social de serviços que deve acompanhar as alteracões e evolucões do ambiente no qual se insere. As mudanças organizacionais são caracterizadas pelos seus objetivos e tipos, apresentando os fatores de resistência decorrentes. Suas formas de manifestacão são analisadas, no contexto das bibliotecas universitárias. Os resultados da pesquisa revelam que o bibliotecário assimila favoravelmente as mudanças de seu meio, embora alguns fatores de resistência sejam encontrados em sua atividade .(SCHARNBERG, 1992)
    • Os trabalhos que de certa forma eram desenvolvidos individualmente são agora voltados ao coletivo há compartilhamento e porque não dizer a atuação em rede e o interessante que isso ocorre e se intensifica cada vez mais não apenas nos trabalhos haja vista as redes sociais.
    • Feres (2005) enfatiza que ocorre uma mudança importante introduzida pela presença das redes de computadores quanto à produção de conhecimento, é que ele pode ser construído de modo interativo.Essa interatividade será melhor debatida mais adiante nesse projeto.
    • Melhorias ,mudanças,inovações não são modismos são constantes efetivas para o:
    • Desenvolvimento humano: tratar do aspecto humano de um organização é prioridade para se obter ganhos expressivos em dedicação e desempenho. Funcionários motivados tendem a aplicar suas habilidades, conhecimentos e competências com muito mais afinco a execução de suas tarefas. “O sucesso das pessoas, por sua vez, depende cada vez mais de oportunidades para aprender e de um ambiente favorável ao pleno desenvolvimento de suas potencialidades” (BRASIL,1999,p.3
    • E haver Constância de propósitos: melhorar significa mudar. Muitas vezes a palavra mudança, por si só, gera medos e resistências. Porém, é importante confiar na metodologia e persistir na sua aplicação. Ter um propósito é traçar um caminho a metodologia e persistir na sua aplicação. Ter um propósito é traçar um caminho a ser seguido, é objetivar metas e garantir que todo o esforço seja empregado para que as mesmas possam ser atingidas .(Cano, 2008,p.12)
    • “ Deve-se constantemente realizar um questionamento em relação ao modo atual de se realizarem as ações, visando simplificar ou eliminar aqueles que não contribuem para o resultado do processo, isto é, que não agregam valor” (BRASIL, 1999, p.8).
    • E isso é amplamente difundido pela CGB em prol Rede UNESP como observa-se a seguir:
    • Em 2005 a Coordenadoria Geral de Bibliotecas –CGB criou um :
    • Grupos de Metas cujo objetivo era: Estabelecer e atingir metas para a Rede de Bibliotecas ,através de projetos novos. A meta visava : estudos efetuados pela CGB e elaboração de projetos feitos pelas Unidades que apresentassem propostas avançadas.
  • Outra das atribuições da CGB
    • Visava a Padronização de Serviços e Condutas Profissionais na Rede.
    • “ O funcionamento sistêmico da Rede de Bibliotecas depende de uma padronização de serviços e condutas profissionais cujo enfoque seja o de rotinas técnicas e finalidade seja a integração para racionalizar e compartilhar “
    • Mediante a esse princípio exposto pela CGB e as linhas de pensamento descritas acima a que se pensar que dentro da biblioteca existem inúmeras atividades que devem e podem ser implementadas visando a padronização
  • Objetivo Geral
    • O objetivo do projeto é avaliar e sugerir perspectivas de se implantar no software Aleph mais dois módulos aplicativos visando a padronização para assim contribuir no alinhamento de uma arquitetura baseada em serviços unificados propondo assim novas soluções e possibilitando a integração desses aos já existentes
    • Para atingir esses objetivos gerais será proposto os objetivos específicos.
    • Sabemos que o Aleph é um sistema flexível, composto de componentes modulares, customizáveis que podem ser combinados de diversas maneiras e que se adapta aos modelos complexos de bibliotecas  permitindo o compartilhamento de recursos . Sabemos também que a nova versão está para ser implantada e disponibilizada para a Rede então por que não aproveitar e inserir novas ferramentas agregadas a essa nova versão?
    • Sabemos que é possível o gerenciamento e inclusão desses no aplicativo em vigor. Nesse entendimento sua viabilidade torna-se possível e viável para a Rede sendo assim pertinente tal proposta.
    • A esses designamos nomes fictícios de :
    • -Módulo - Gestão de Banco de Permutas e Duplicatas
    • -Módulo - Gestão Administrativa
    • Assim esses módulos ou sistemas aplicativos contemplarão nosso projeto os quais a esses traçaremos metas e ações mais a diante.
    • Motivos ou finalidade para a aquisição desses módulos :
  • Banco de duplicatas
    • O desenvolvimento de coleções pode ser definido como um conjunto de atividades que leva a uma tomada de decisão sobre que materiais adquirir, manter ou descartar.
    • Atualmente a permuta de obras duplicadas, recebidas em doação, retiradas do acervo e/ou sem interesse para a biblioteca, realiza-se a revelia pelas bibliotecas da rede através de acordos pré–estabelecidos entre as instituições envolvidas, com o fornecimento de listas de duplicatas ou entendimento prévio,são listas realizadas de vários modos no word, excel,etc.sem um critério definido e as vezes são publicações novas sem uso que chegam aos pares por compras que de sobremaneira tem custo elevado o que torna-se uma problemática que pede urgente resolução.
  • Gestão Administrativa : Estatística de uso do acervo
    • O controle estatístico é utilizado para quantificar o tipo de material mais procurado pelo usuário e qualificar os serviços e produtos oferecidos :
    • Algumas bibliotecas da rede utilizam o O Athena Report- para estatística
    • Outras -Usam a estatística de consulta que é feita no recolhimento do material das mesas.
    • Outras os números advindos dos portões eletrônicos (entrada e saída de usuários) etc.
    • Sente-se a necessidade de toda rede adotar o mesmo procedimento para chegar a esses números porque eles definem os investimentos e melhorias.
    • E também não há a interatividade efetiva entre a Rede para trocas de conhecimentos apenas Lista de Discussões que funciona sem grandes ênfases então um espaço destinado no Banco seria de grande valia
    • Assim pensamos que o Aleph ou algum programa que possa ser migrado a esse que constitua um serviço modular unificado possa vir a ser a forma adequada dinâmica e padronizada de disponibilizar serviços de forma aberta para a troca de dados e processos entre as Unidades da Rede e a CGB podendo até contemplar o âmbito acadêmico Nacional e Internacional.
    • Justifica-se pela necessidade de demonstrar que um adequado sistema de estruturação e melhoria nos processos do trabalho são considerados cruciais para um bom desempenho na Rede de Bibliotecas UNESP
    • Metodologia
    • Não cogitaremos aqui sobre custos por não ser nosso propósito então mediante a já suposta aquisição dos módulos entre a CGB e a Ex-libris apenas descrevemos os procedimentos a serem aplicados a cada objetivo específico contemplando suas metas traçando e definindo ações
  • ETAPAS PARA O PROCESSO DECISÓRIO NA IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BIBLIOTECA
    • Sistema ALEPH
    • Aquisição da nova versão
    • Objetivo: atualizar o sistema ALEPH para melhoria das rotinas dos serviços de tratamento da informação.
    • Meta: adquirir a nova versão do sistema ALEPH para aprimoramento dos módulos já existentes.
    • Implantação dos módulos
    • Objetivo: Implantar todos os módulos do sistema ALEPH para informatizar e agilizar as rotinas das Bibliotecas da Rede UNESP
    • Meta : possibilitar o funcionamento em 100%
  • OBJETIVO 1: PLANEJAMENTO INSTALAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DOS MÓDULOS
    • META : Promoção de gestão participativa – Treinamento e capacitação de um servidor da STATI pela CGB – 100%
    • Descrição: Após amostra do funcionamento da gestão do processo ofertados pela Ex-libris a CGB, define-se estudo e adequação do novo sistema voltado a realidade da UNESP pela CGB)
    • Para assim ocorrer a potencialidade ,treinamento ou orientações destinados aos servidores do setor para então ocorrer o repasse em cada unidade pelo agente multiplicador
    • (vide cronograma descrito abaixo)
    • Ação1 : Gestão participativa, baseada em compartilhamento de informações e cooperação.
  • Cronograma
    • CGB -Assistência Técnica “in loco” contínua
    • Objetivo: acompanhar e orientar continuamente a Rede de Bibliotecas no processo de implantação dos módulos que compõem o software ALEPH.
    • Meta: realizar visitas periódicas às Bibliotecas com treinamentos “in loco”,vivenciando rotinas e problemas de cada uma, proporcionando, assim, uma maior articulação estratégica e uma perfeita integração entre as Bibliotecas da Rede e CGB.
  • OBJETIVO 2: MELHORIA NA SISTEMATIZAÇÃO DE PERMUTA
    • Meta : Abolir permutas e relação de duplicatas realizada em vários formatos
    • Ação1 : Padronização unificada
    • Ação 2: Permitindo o crescimento racional e equilibrado do acervo nas áreas de atuação da Instituição evitando assim a proliferação das - duplicatas: número excessivo de cópias de um mesmo título em relação à demanda
    • Obras inadequadas pelo assunto tratado ou pelo idioma, ou ainda pela localização da biblioteca. Por exemplo: literatura em chinês ou noutra língua qualquer numa comunidade onde tais idiomas não são lidos;exemplo 2 - livro sobre agronomia numa biblioteca de Medicina
    • Obras em quantidade excessiva: quando, por uma razão ou outra, a biblioteca possuir diversos exemplares de determinada obra pouco ou nada utilizada;
    • Meta : no banco de permuta pode-se redirecionar e definir para a Unidade de interesse assim pode-se efetuar o contato em tempo real para que haja o repasse
  • INTERATIVIDADE NA REDE UNESP
    • Das diferentes visões e/ou significações dadas ao conceito interatividade escolhemos o conceito de Lemos (2000), onde enfatiza que interatividade é um caso específico de interação, a interatividade digital, compreendida como um tipo de relação tecno-social, ou seja, como um diálogo entre homem e máquina, através de interfaces gráficas, em tempo real. Nesse aspecto numa das atribuição da CGB envolve a divulgação :
    • Material de Divulgação (Rede)
    • Objetivo: ampliar e otimizar o uso das Bibliotecas.
    • Meta: 100% dos conteúdos poderão ser disseminando no sistema divulgando o que cada Unidade tem como projeto para que maior interação
  • No módulo : Gestão Administrativa
    • Pode-se inserir Manuais de Serviço
    • Objetivo: padronizar rotinas de serviço visando a interatividade e troca de conhecimentos de cada Unidade
    • Meta: atualizar e adequar às necessidades de serviço e criar manuais para novos serviços no qual toda rede possa consultar
  • Inserção de Estatísticas
    • Para coleta de dados estatísticos
    • Objetivo: conscientizar toda comunidade interna da necessidade do formato único
    • Meta: Criar um elo uniforme de conversão para processamento e gerenciamento desses dados e definir regras na aplicação dos mesmos, facilitando o uso
    • Resultados parciais
    • Belluzzo (1995) relata que o estabelecimento de padrões consistentes é a condição essencial para a implantação de um programa de garantia de qualidade em bibliotecas, cujos critérios de qualidade devem ser detectados e resolvidos mediante o estabelecimento de alvos.Torna-se necessário, pois que seja feito uma análise de cima para baixo do trabalho da biblioteca” desde sua missão, objetivos,serviços oferecidos até a determinação dos alvos a serem alcançados, como também levantamentos para verificação das expectativas e das necessidades dos usuários, tornado-os alvo dos padrões.
    • Em síntese sempre houve a participação da rede nos momentos em que ocorreram as novas versões e sempre estaremos prontos e abertos as novas que serão implantadas.
  • Considerações finais
    • Nesse trabalho apresentamos uma proposta alternativa de sugestões para aquisição de novos aplicativos informacionais para a Rede de Biblioteca UNESP. Essa proposta se baseia em reflexões e análises de revisão de literatura sobre o assunto. Por meio dessas análises é possível inferir que a muito que os bibliotecários do Grupo de Automação da Coordenadoria Geral de Bibliotecas preocupam-se com a padronização e a qualidade dos registros da Rede de Bibliotecas por terem consciência que esses padrões constituem em importante ferramenta na consolidação e credibilidade do Sistema vigente.
    • Desta forma, se a CGB propõe que a UNESP apresente todos os seus registros no mesmo padrão de qualidade, a fim de que possa participar de redes Nacionais e Internacionais de Catalogação Cooperativa propomos que todas atividades sejam realizadas num único Sistema Aplicativo.
    • Porém pensamos que tudo seja desenvolvido com muita cautela e critério mudar por mudar não é preciso em nosso cotidiano. Preciso é, mesmo vencer paradigmas pensando grande,construindo nosso futuro. Mais do que isso, delimitar no caminho orientador e dar passos rumo a atingir objetivos comuns ou seja ver a CGB e Rede de Bibliotecas formando a eterna parceria para visando proporcionar qualidade a nossa comunidade acadêmica e afins.
  • Referências BELLUZZO,R.C.B. A educação na sociedade do conhecimento . Disponível em : http://www.serprofessoruniversitario.pro.br/ler.php?modulo=10&texto=501 Acesso em :15 de mar. de 2011 BRASIL.Ministério de Defesa-Exercito Brasileiro – Secretaria de Ciência e Tecnologia/Instituto Militar de Engenharia. Análise de melhoria de Processos.Rio de Janeiro:IME,1999. Cano,I. Gerenciamento estratégico e política de execução : melhoria dos processos. Disponível em : < http://pt.scribd.com/doc/236425/Melhoria-dos-Processos .> Acesso em: 15 de mar. de 2011 Coordenadoria Geral de Bibliotecas . Plano de gestão 2005-2008 . Disponível em : < http://unesp.br/cgb/conteudo . php ? conteudo =487 > Acesso em : 14 de mar. de 2011. Delors, J.Os quatro pilares da educação. Disponível em :< http://4pilares.net/text-cont/delors-pilares.htm >Acesso em : 14 de mar. 2011 FERES, G.G.Gestão e fazer pedagógico na escola: redes de computadores e Web. In : Jesus, A.C. de Pedagogia cidadã : cadernos de formação : gestão da Informação. São Paulo : Pro-Reitoria de Graduação, 2005 .p.23-31 GARCIA, Maria de Fátima ; FARIA, Sylvia M.G. O trabalho no imáginário do capitalista da chamada terceira revolução industrial : uma nota. Maringá: UEM ; Programa de Mestrado em Economia; 1997. 19p. (Texto para discussão, n.26) LEMOS, André. Anjos interativos e retribalização do mundo . Sobre interatividade e interafaces digitais. [on line] Disponível: < http://www.facom.ufba.br/pesq/cyber/lemos/interac.html . >Acesso em :14 de mar. de 2011 Ramos, M.E.M. Padrões como instrumento de avaliação e qualidade em bibliotecas universitárias .Disponível em :< http:// www.sibi.ufrj.br/snbu/snbu2002/oralpdf/94.a.pdf > Acesso em 16 de mar. de 2011 Scharnberg, J .Resistência a mudanças em bibliotecários de universidades : uma análise na UFMG e na UFRGS.Disponivel em :< http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/9001 > Acesso em : 17 de mar. de 2011 Silva, A.E. C. Organização do processo de trabalho em bibliotecas. Disponível em : < http://www.google.com.br/#hl=ptBR&source=hp&biw=1436&bih=715&q=Organiza%C3%A7%C3%A3o+do+processo+de+trabalho+em+bibliotecas.+&aq=f&aqi=&aql=&oq=&fp=74fe2030135baac9 > Acesso em: 17 de mar. De 2011 Valentim, M.P.(org.) Profissionais da informação : formação , perfil e atuação profissional. São Paulo : Polis,p.156.