Your SlideShare is downloading. ×

Zinetotal

306
views

Published on


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
306
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Essa Universidade não é só minha, ela é de todos nós! A Universidade é coisa pra você também. Muita gente sequer sabe o que é, e para que serve uma Universidade. As pessoas acham que por terem estudado em escolas públicas jamais conseguirão entrar numa UNICAMP, USP, UNESP ou nas Universidades Federais. Muitas acreditam que a Unicamp é apenas um Hospital Universitário. Mas não é bem assim. O primeiro obstáculo é a auto­exclusão. A pessoapor achar que não vai passar no vestibular, nem se inscreve, e é aí que não passa mesmo! Alémdisso, existem muitos Cursinhos Populares que estão dispostos a te ajudar para que você entrena Universidade. Estes cursinhos não cobram nada ou cobram mensalidades simbólicas e vocêterá a oportunidade de encontrar pessoas que, assim como você, quer superar desafios, crescerna profissão e na vida.Mas pra que fazer uma Universidade? Na Universidade você poderá estudar mais. Oconhecimento é algo que ninguém poderá tirar de você, e quanto mais usar, mais você terá.Diversas pesquisas demonstram que uma pessoa com diploma universitário recebe melhoressalários e tem melhores condições de trabalho do que as que ainda não têm um diploma decurso superior. Além disso, e o mais importante, você terá condições de se tornar uma cidadãou um cidadão mais conscientes. Poderá refletir sobre os problemas do nosso país e colaborarpara que tenhamos uma sociedade justa e igualitária. Quem sabe no futuro os próximos jovensnão terão tantas dificuldades de entrar numa universidade como nós temos atualmente?Hoje, depois de muitas lutas, conquistamos cotas para pessoas que estudaram em escolaspúblicas, cotas raciais, Prouni, etc. Estes fatores ajudam e muito pessoas como nós e comovocê a terem acesso e condições de permanência na Universidade. É claro que ainda faltamuito mais. E é por isso que precisamos de você! Achamos inclusive que um dia podemosacabar com o vestibular, para que todos que quiserem tenham acesso à Universidade Pública ede qualidade.Mas se eu entrar numa Universidade Pública vou conseguir acompanhar o curso? Não é muitodifícil? Você vai conseguir. Várias pesquisas já demonstraram que os melhores estudantes dasfaculdades são os que entram por cotas, pois são mais esforçados e dedicados, valorizam estaoportunidade. Acredite no seu potencial! Procure um dos Cursinhos Populares mais próximo. Tem muito mais gente que sonha o mesmo que você! Estamos aqui para ajudá­lo! 01
  • 2. Como acessar? Você sabia que existem várias formas de acesso ao ensino superior? Para entrar em umauniversidade pública e gratuita utiliza­se o vestibular e/ou o ENEM como critérios de acesso.Para cursar uma universidade particular também existe o ProUni. Vamos conhecer com maisdetalhes cada um deles. Vestibular: O vestibular é uma prova que contém todo o conteúdo dos ensinosfundamental e médio, utilizado para classificar os candidatos na hora de distribuir as vagasdisponíveis. É o método de acesso mais utilizado pelas universidades, tanto públicas quantoprivadas. O funcionamento é simples: você faz a prova e recebe uma pontuação após acorreção. A sua aprovação está sujeita a uma combinação entre a sua nota, o número decandidatos e a nota de corte, aquela a partir da qual se considera o aluno aprovado para umadas vagas. Além disso, algumas universidades oferecem pontuação extra para candidatosvindos de escolas públicas e afrodescendentes. Os critérios de pontuação, no entanto, variamde universidade para universidade, assim como as formas da prova (discursiva ou objetiva). ENEM: O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é uma prova semelhante aovestibular, que tem como objetivo avaliar o aluno após o ensino médio e é utilizado comométodo unificado de acesso ao ensino superior federal. A vantagem é que a mesma prova éválida para várias universidades, que podem usá­la como única prova para acesso, comoprimeira fase do processo seletivo ou combinado com o vestibular tradicional. Além disso, anota é usada como critério de seleção para concorrer às bolsas do ProUni. ProUni: O Programa Universidade Para Todos (ProUni) é um programa do governofederal que concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos superiores deuniversidades privadas – que muitas vezes são de qualidade duvidosa e não possuemassistência estudantil. Para ter direito ao ProUni é necessário que o estudante tenha concluídoo ensino médio na rede pública de ensino ou em escola particular com bolsa integral e quetenha renda familiar máxima de três salários mínimos por pessoa. O critério de classificação éa nota do ENEM.Veja o depoimento da estudante prounista Flávia Ribeiro: “É aquela velha história: enquanto o rico vai pra universidade pública, o pobre vai para auniversidade privada. Essa lógica absurda não pode continuar! A educação, como direito, deveser garantida a todos, independente de renda ou classe social. O PROUNI pode te garantir oacesso a uma universidade privada, sem dúvida, mas não necessariamente te garante o acessoa uma educação de qualidade, e muito menos te dá recursos para uma permanência nauniversidade. Sabemos que o custo em uma universidade ultrapassa o da mensalidade. Comofica a alimentação, transporte, moradia!? E, além do mais, esse programa isenta essasempresas de impostos que poderiam estar sendo destinados para a ampliação das vagas nasuniversidades públicas.”02
  • 3. OS CURSINHOS POPULARES Diante da realidade excludente e precária da educação pública ­ das condições das escolas, da remuneração dos professores, das poucas vagas na universidade e da baixa qualidade do ensino ­ os cursinhos populares surgem como uma alternativa para osestudantes de baixa renda, vindos de escola pública, que querem se preparar melhor econseguir uma vaga numa universidade como a Unicamp e a USP ­ pública e de graça! Sabemos que as provas dos vestibulares exigem maior preparação e que as vagas sãoconcorridas. Sabemos também que, hoje, a maior parte dessas vagas ficam com os filhos dagente rica, que não trabalham e estudam em escolas ou cursinhos particulares. Mas também sabemos que não há nenhum bicho de sete cabeças e a possibilidade é real eestá em nossas mãos. A universidade pública é um direito de todos e essa realidade excludentenós podemos mudar – basta querer e lutar! Acreditando nisso, os cursinhos populares são uma excelente opção para as pessoas quesonham com o ensino superior mas não tem condições financeiras de pagar um cursinhopreparatório comercial ­ que exige caríssimas mensalidades. Existentes em Campinas desde a década de 90, os cursinhos populares já ajudaram centenasde estudantes a encarar de frente os principais vestibulares do país e conseguir a almejada vagana universidade pública, obtendo uma formação superior de qualidade e uma melhor inserçãono mercado de trabalho. Com propostas pedagógicas diferenciadas, que consideram a realidade do estudante vindo deescola pública, que tem pouco tempo para estudar, que, em geral, trabalha o dia todo, e quenão teve muita base nos estudos na época da escola, oferecem um ensino de qualidade e quenão pesa no bolso. Em sua maioria são gratuitos ou cobram apenas mensalidades irrisóriassuficientes para sua manutenção. Além disso, os cursinhos populares são importantes espaços políticos de luta contra aexclusão social e de análise e discussão da sociedade. Com o uso de diversas ferramentas –como o cinema e espaços de leitura e debate – buscam compreender, junto com os estudantes,a realidade social para o enfrentamento consciente e crítico dos problemas que as pessoas debaixa renda e da classe trabalhadora enfrentam – como, por exemplo, a exclusão universitária. Vá atrás, lute por seus sonhos! E conte com os cursinhos populares! 03
  • 4. Já pensou estudar em uma Universidade Pública?Você está terminando ou vai terminar o 3° ano do ensino médio? Então você pode continuarseus estudos em uma universidade pública!Em nossa região você vai encontrar as melhores universidades públicas do Brasil. E sabe oque significa uma universidade pública? Ela é sua, ela é nossa, qualquer pessoa pode estudar.Além disso, ela é gratuita, você não paga para estudar.Em Campinas está localizada a Unicamp, umas das melhores universidades públicas daAmérica Latina. Possui uma diversidade grande de cursos (veja mais em www.unicamp.br).No estado de São Paulo ainda existem outras universidades públicas, que estão distribuídaspor diversas cidades, com diversos cursos. Elas possuem formas distintas de acesso, algumasvocê precisa prestar o vestibular, outras utilizam a nota do ENEM, algumas dão pontuaçãoextra ou reservam vagas para alunos que estudaram em escolas públicas. Algumas fornecem apossibilidade de você trabalhar, e se for estudar em alguma cidade distante, tem até apossibilidade de conseguir moradia ou ajuda financeira. (veja mais na próxima página) Você pode entrar numa universidade pública, essa vaga é sua!04
  • 5. Você pode estudar de graça e ainda receber por isso! Se você é estudante de escola pública, possivelmente terá interesse em saber que assistênciaestudantil toda universidade pública proporciona aos alunos de baixa renda, no sentido deproporcionar condições para que concluam seus cursos e vivenciem a graduação de maneiramais plena. Os estudantes de baixa condição socioeconômica, ao ingressarem em uma universidadepública, podem minimizar suas dificuldades relacionadas a direitos sociais básicos, comoalimentação, moradia, transporte e saúde, e podem ter acesso aos programas que promovem apermanência na vida acadêmica – como assistência médica, cursos de línguas, bolsa trabalho,compra de livros, material didático, intercâmbio, etc. Assistência Estudantil da Unicamp Há várias modalidades de bolsas na Universidade Estadual de Campinas. Uma das maisrelevantes para estudantes com origem nas camadas populares é a bolsa auxílio social (antigabolsa trabalho). Como funciona? O critério para a concessão da bolsa é apresentar dificuldades sócio­financeiras. A seleção éfeita mediante apresentação da documentação e entrevista. Carga horária e valores A dedicação às atividades de trabalho é de 15 horas semanais, computando 60 horas mensais– ou seja, apenas 3 horas por dia! Além da Bolsa Auxílio Social, o aluno também recebeauxílio para alimentação, sendo duas refeições diárias e dois percursos de ônibus comotransporte. O valor atual da Bolsa Auxílio Social é de aproximadamente R$ 622,00. Para mais informações: http://www.sae.unicamp.br Universidades Federais O Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes) apoia a permanência de estudantes debaixa renda matriculados em cursos de graduação presencial das instituições federais deensino superior (Ifes). O objetivo é viabilizar a igualdade de oportunidades entre todos osestudantes e contribuir para a melhoria do desempenho acadêmico, a partir de medidas quebuscam combater situações de repetência e evasão. O Pnaes oferece assistência à moradia estudantil, alimentação, transporte, à saúde, inclusãodigital, cultura, esporte, creche e apoio pedagógico. As ações são executadas pela própriainstituição de ensino, que deve acompanhar e avaliar o desenvolvimento do programa. USP: www.usp.br/coseas Unesp: www.unesp.br/proex 05
  • 6. Dia 30 de outubro, vamos treinar para o vestibular da Unicamp?! Quando chegamos na reta final para os vestibulares, nada melhor do que treinar fazendouma prova como se fosse pra valer. Pensando nisso, os cursinhos populares de Campinas eregião montaram para o dia 30 de outubro, um domingão, um simulado modelo Unicamp 1afase. O simulado é GRATUITO e será no centro de Campinas, na Escola Carlos Gomes(Avenida Anchieta, 80), pertinho da Prefeitura! Para participar, basta acessar o blog doscursinhos populares e fazer já a sua inscrição! http://www.cursinhospopularesunidosnaluta.blogspot.com/ E atenção: não deixe para a última hora, as inscrições vão até o dia 26 de outubro. Esse simulado é como se fosse uma prova da Unicamp pra valer, mas é apenas um teste paraavaliarmos uma parte dos nossos conhecimentos e controlarmos o nervosismo que surgenaturalmente nessa época de vestibulares. Além disso, o simulado nos ajuda a administrarmelhor o tempo de prova. Embora sejam 5 horas de exame, elas costumam passar voandoquando estamos bastante concentrados. O modelo de prova da 1a fase da Unicamp e o nosso simulado são iguais e será o seguinte:são 48 questões de teste de múltipla escolha, com 4 alternativas cada questão (a, b, c, d –apenas uma será correta) e 3 textos obrigatórios. Além do simulado que irá rolar no dia 30, é uma chance para quem ainda não conhece oscursinhos populares e ficou interessado em se aproximar da gente e juntar forças para entrar naUniversidade Pública, além de discutir a educação e as questões fundamentais do Brasil ­porque há vida além do vestibular! rsrs Convide seus amigos que não estejam sabendo dessa chance para fazerem junto com você ainscrição e participarem! Lembrando que o simulado é aberto e gratuito. Basta fazer ainscrição no nosso blog. A prova da 1a fase da Unicamp acontecerá para valer no dia 13 denovembro, duas semanas depois no nosso simulado. Então se ligue e faça já sua inscrição! Como: preencher sua ficha no bloghttp://www.cursinhospopularesunidosnaluta.blogspot.com/ Quando: dia 30 de outubro de 2011, 13h (chegar com 1 hora deantecedência!). Onde: Av. Anchieta, 80, centro, Campinas, na E.E. CarlosGomes – perto da Prefeitura.06
  • 7. AS TRINCHEIRAS O Curso Pré­Vestibular Popular TRIU é um projeto que funciona há 8 anos em BarãoGeraldo, com aulas no período noturno, de segunda à sexta­feira, e plantões aos sábados.Somos um projeto social, sem fins lucraticos, com professores voluntários vindos daUNICAMP e USP. Aqui você não precisa se preocupar com caras mensalidades! Possuímos diferenciado projeto pedagógico que considera a realidade do estudante oriundode escola pública, que tem pouco tempo para estudar e quer se preparar para o ENEM e paraos vestibulares, com aulas dinâmicas com uso de projetor, oficinas de redação e prática deexercícios e leitura. Entre em contato conosco e saiba mais sobre o processo seletivo 2012! E:mail: cursinhotriu@yahoo.com.br Site: www.cursinhopopulartriu.wordpress.com Cursinho Popular Toninho ­ Rede Emancipa de cursinhospopulares O Cursinho Popular Pré­Universitário Toninho funciona de 2ª a 6ª feira, das 19h30 às22h30, no Instituto de Biologia da Unicamp. Além das aulas normais, realizamos plantões dedúvidas, rodas de debate, aulas temáticas, sarau cultural e o círculo do Emancipa. O nome docursinho é uma homenagem ao prefeito Antonio da Costa Santos, o Toninho, que foiassassinado em 2001. Acreditamos que temos que denunciar este crime político, além demanter vivo o espírito de quem sempre lutou contra as injustiças e desigualdades sociais.Para contato, falar com Eduardo Vinagre (coordenador): (19) 94372154 ouedvinagre@gmail.com www.redeemancipa.org.br www.facebook.com/eduardo.vinagre 07
  • 8. O Cursinho Popular Voz Ativa é um projeto social no Jd. Lisa, região do Campo Grande, que vai para seu 3º ano. Temos aulas aos sábados, das 9h00 as 16h30, com 1 hora de intervalo. Acreditamos que a educaçãocrítica garante condições efetivas para lutarmos por uma vida digna para nosso povo, emespecial nossa juventude. Somente com conhecimento se tem Voz Ativa. Além das matériasexigidas no vestibular, temos aulas cidadania, rodas de debates, saraus, aulas temáticas evisitas monitoradas. Utilizamos as apostilas do Malungo, que é um material didático voltadoaos cursinhos populares e produzido de forma colaborativa pela Gráfica Popular: ColetivoMaloca Escola Livre. Temos uma contribuição de R$ 50,00 que garante as apostilas a todos osestudantes, além de permitir que tenhamos uma pequena ajuda de custo aos professores. Hábolsas de estudo de até 100%.Contatos: (19) 4141­4746 institutovozativa@gmail.com http://institutovozativa.blogspot.com CURSINHO POPULAR JOSUÉ DE CASTRO O Cursinho Popular Josué de Castro é gratuito e funciona no centro de Valinhos. Os educadores são estudantes da Unicamp, USP e professores já formados. As aulas rolam durante a noite num espaço cedido para ocursinho no Sindicato dos Metalúrgicos, na Avenida Onze de Agosto, 860, centro, próximo à100% vídeo e à Academia Trajano em Valinhos. A proposta do cursinho é aproximar estudantes que desejam fazer a faculdade e não temdinheiro para pagar um cursinho comercial. Além disso, há atividades como o cine­pipocacom filmes aos sábados, encontros e debates entre os estudantes e educadores. site / blog: http://cursinhopopularjosuedecastro.blogspot.com/ telefones: (19) 3871­3522 / Sind. Metalúrgicos (Isabel)08 e­mail: cursinhovalinhos@yahoo.com.br
  • 9. Cursinho Popular do Parque Oziel/Jardim Monte Cristo/Gleba B. A região de Campinas conhecida como Parque Oziel compreende os três bairros atendidospelo cursinho. O local tem um histórico de luta, pois nasceu de uma ocupação do MST, em1997 ­ sua primeira experiência de ocupação urbana, que originaria o Movimento dos SemTeto, em uma grande área pertencente a especuladores imobiliários. Chegou a ser a maiorocupação urbana da América Latina, e seu nome é uma homenagem ao jovem Oziel AlvesPereira, militante sem­terra morto pela polícia no massacre de Eldorado dos Carajás. O cursinho surgiu em 2009, por uma iniciativa do Movimento dosTrabalhadores Desempregados ­ MTD, em contato com representantes da juventude dacomunidade. Os educadores são, em sua maioria, estudantes da Unicamp, e voluntários. Não é cobrada nenhuma taxa dos educandos. As aulas ocorrem de segunda a sexta, das19h30 às 22h30, na sede do MTD, localizada no Jardim Monte Cristo. Contato: Dennis 88063683 (Oi) / 81305280 (Tim) O Cursinho do DCE Unicamp é um Cursinho Popular totalmente gratuito. As aulas sãooferecidas por alunos da Unicamp e da USP todos os dias à noite. São duas turmas no ColégioCarlos Gomes ( Av. Anchieta, 80 ), bem ao lado da prefeitura, e, a partir do ano que vem,também com uma nova turma na Unicamp. Nossa proposta é, por meio de aulas dinâmicas,com conteúdo e debates constantes sobre a realidade do país, preparar alunos da escola públicapara entrarem na Universidade Pública! Para saber mais detalhes do cursinho: site: http://www.dceunicamp.org.br/cursinho telefones: (19) 3521­7919/ (19)3521­7042 ­ DCE e­mail: rodrigotutao@gmail.com (Rodrigo) A UNEafro­Brasil ­ movimento popular que organiza Cursinhos Comunitários Preparatórios para o ENEM, Concursos e Vestibulares dirigidos à população negra e à classe trabalhadora ­ surge e atua em defesa da educação pública, gratuita, de qualidade e de pleno respeito à diversidade. Mantemos, cotidianamente, através do trabalho voluntário de centenas de professores eativistas sociais, 42 núcleos de Cursinhos Comunitários nos estados de São Paulo, Rio deJaneiro, Bahia e Pará. www.uneafrobrasil.org e­mail: uneafrocampinas@gmail.com 09
  • 10. O Cursinho Herbert de Souza foi fundado na Vila União em 1998. É um espaço auto­sustentável, que sociabiliza o conhecimento crítico e contribui com para a preparação de estudantes de baixa renda através do curso pré­universitário popular e do pré­colégio técnico. Localiza­se ao lado do terminal de ônibus da Vila União e oferece anualmente cerca de 500 vagas! Entre em contato: (19) 3223­0617; (19) 3367­8239 e­mail: cursinhoherbert@yahoo.com.brProjeto ColméiaCENTRO COMUNITARIO JARDIM MORRO AZULR. Francisco Bisca 121 ­Jardim Morro Azul, Limeira ­ SPContato: (19) 3441­0132C U R S I N H O D A M O R A D I A d a U N I C A M P (P R O C E U )Criado em 1999, o cursinho pré­vestibular PROCEU constitui um espaço de vivênciaeducativa, sem fins lucrativos, organizado por alunos de graduação e pós­graduação daUnicamp, que nele atuam como professores e gestores, não havendo hierarquia entre osmembros. O objetivo do PROCEU é proporcionar a alunos de baixa renda a oportunidadede aprimorar conhecimentos relacionados ao conteúdo previsto no Ensino Médio,contribuindo com seu desenvolvimento educativo, ampliando o horizonte de suasfaculdades e auxiliando os interessados em disputar vagas nas melhores universidades dopaís. Para ingressar no PROCEU, o aluno interessado em uma vaga deverá ser aprovadoem um processo seletivo composto por prova e entrevista de renda. Contato: administracao@cursinhodamoradiaunicamp.comwww.proceu.comCURSINH O IDE NT IDADE P O P UL ARInfomações: (19) 9208­6977E­mail: acaopopular.juventude@gmail.comLocal: Centro de Saúde da Vila Ypê (r. Synira de Arruda Valente, s/n ­ Jd. das Oliveiras)10
  • 11. Nossas lutasOs cursinhos populares – enquanto movimento social – são conscientes da realidade queenfrentam junto da população na cotidiana luta pela superação dos obstáculos que estasociedade impõe.Sabemos o quanto que, para quem não tem dinheiro, é difícil pagar uma passagem de ônibustão cara, estudar numa escola precária e não ter outra opção, ter que trabalhar e não poder sededicar aos estudos.É por isso que levantamos algumas bandeiras e lutamos! Você faz parte dessa realidade e,portanto, dessa luta! Nossas vitórias serão de todos!Mas o que querem, então, os cursinhos populares?­ melhoria da educação pública desde o ensino fundamental até o superior, com investimento emestrutura, materiais e valorização dos profissionais da educação;­ extensão do desconto estudantil na passagem de ônibus para estudantes de cursinhos populares euniversitários;­ popularização da universidade pública, com ampliação de vagas e priorização de candidatosvindos de escolas públicas – permitindo maior acesso dos estudantes de baixa renda;­ melhoria da assistência estudantil nas universidades – como bolsa­trabalho, moradia e alimentação– permitindo a permanência dos estudantes de baixa renda;­ confecção e distribuição – pelo Ministério da Educação (MEC) – de um material didático aberto egratuito de preparação para o ENEM para ser distribuído aos estudantes de cursinhos populares;­ maior investimento público na educação, lutando por 10% do PIB para a educação pública já! 11
  • 12. Por falar nisso... Costumamos reclamar das condições precárias da educação no país – da falta de estrutura, de materiais, deprofessores qualificados, de vagas, da exclusão universitária. Mas o que fazemos para melhorar? Está na hora de pressionar, de juntarmos forças e pedirmos:Mas o que eu tenho a ver com isso?Perguntamos: certamente um dia já precisou da educação pública ou, pelo menos, conhece alguém queprecisou – não?! Você acha, realmente, que ela anda bem das pernas?Vai dizer que nunca ouviu falar de alguém que teve problemas em arranjar uma vaga numa creche ou escolapara seu filho, ou que tentou prestar o vestibular de uma universidade pública e não conseguir passar oumesmo já desistiu antes de tentar, pois as vagas são pros ricos. Ou que não conhece alguém que saiu do ensinomédio sem saber ler e escrever direito, ou, ainda, alguém que não pôde estudar pois a escola era longe e apassagem de ônibus cara?!Ou esse alguém é você?!Mas por que 10% do PIB? O Brasil tem esse dinheiro?Atualmente, menos de 5% do PIB (soma de toda produção do país) são investidos na educação, sendo que,para o pagamento de dívidas e juros, os recursos passam de 40% do PIB!Enquanto os gastos públicos com um aluno da educação básica, por ano, ficam em torno de 3 mil reais,apenas um parlamentar custa aos cofres públicos, por ano, mais de 10 milhões!Falta de recurso não é! A falta é de vontade e vergonha na cara!Investindo 10% do PIB na educação pública já, poderíamos, entre muitas outras coisas:­ ampliar, em muito, as vagas nas creches, escolas e universidades públicas­ acabar com o analfabetismo absoluto e funcional que assola 45 milhões de brasileiros­ melhorar os salários dos trabalhadores em educação­ investir na estrutura das escolas públicas e universidades­ melhorar as condições de vida da classe trabalhadora – que utiliza, em sua maioria, a educação pública.Por isso chamamos todos os indignados com a educação do país para se mobilizarem e exigirem: 10% do PIB para a educação pública já!Este é um movimento nacional que busca a construção de um plebiscito popular para que possamosmanifestar nossa opinião e, assim, pressionar as autoridades! Apoie esta causa! Faça parte desta história!12 Divulgue e Participe! http://comitecampinas10educa.wordpress.com/
  • 13. we