6 olho vivo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

6 olho vivo

on

  • 508 views

 

Statistics

Views

Total Views
508
Views on SlideShare
508
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
9
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

6 olho vivo 6 olho vivo Document Transcript

  • Escola Básica Integrada de Mourão PIEF – 2.º e 3.º Ciclo Disciplina: Matemática e RealidadeNome: _______________________________________ N.º: _______ Data: _____/_____/_____ Desafio: Tostão a tostão faz um milhão! Ficha de Apoio n.º 6 – Olho Vivo Há muitas fraudes a circular na internet. Muitas têm o teu dinheiro na mira. Como a internet e o correio eletrónico são muito utilizados para movimentar e aplicar dinheiro e para a comunicação entre os bancos e os seus clientes, há pessoas desonestas que recorrem a esses mesmos canais para procurar enganar as suas vítimas – é o cibercrime financeiro. Alguns exemplos em que o “NÃO” evita muitos problemas: • Não, não vou decidir nada agora, preciso de pensar no assunto. • Não, esta proposta parece demasiado boa para ser verdade. Vou pedir mais esclarecimentos. • Não, não estou ainda em condições de assinar este contrato porque há coisas nele que eu não compreendo. • Não, tenho que discutir o assunto com a minha família primeiro, como faço em todos os meus investimentos. • Não, não revelo esse tipo de informações. • Não, não estou interessado nessa oferta. • Não, não preciso deste produto/serviço. • Não me volte a contactar. Vou pensar no assunto. Se estiver interessado, contactá-lo-ei. EBI de Mourão PIEF - 2.º e 3.º Ciclo 2011/2012
  • As tentativas de fraude são cada vez mais sofisticadas, não só nos canais de que se servem (correio eletrónico, por exemplo) mas também nos truques utilizados. Há uma fraude eletrónica muito comum, conhecida como “phishing”, queconsiste no envio de e-mails de um remetente falso, mas com a aparência de umacomunicação legítima de uma instituição credível (um banco, por exemplo). Para parecerem genuínos, os vigaristas usam nomes, logótipos, formatações,ligações à internet que fazem acreditar que se trata realmente do banco X ou daempresa Y. A intenção é enganar o destinatário, levando-o a fornecer dados e códigospessoais e financeiros ou a clicar em certos links. Pretende-se que a pessoa atuedepressa, sem pensar muito e sem alertar ninguém, por isso, mostram urgência, falamda necessidade de “reativar a conta” ou “aumentar a segurança”, ameaçam com apossibilidade de fecho de contas, perda de benefícios ou bloqueios de acesso. O que deves fazer se fores vítima desta fraude? Não cliques em nenhum link da mensagem nem forneças nenhum dado. Apaga amensagem. Denuncia a fraude a uma autoridade e ao teu banco (ou outra instituiçãovisada pelos burlões). O roubo de identidade por e-mail é também uma técnica muito usada e que jáfez milhares de vítimas. No fundo, trata-se de levar as pessoas a fornecer dadospessoais (nome, morada, nome de familiares, números de cartões de identificação, decontas bancárias, etc.). Os fins a alcançar com estes dados são muito variados e todosdesonestos…MANTÉM-TE SEMPRE ATENTO! Quando utilizares a Internet cumpre as regras básicas de segurança: • Manter atualizados o antivírus, a firewall, o sistema operativo, browser e restantes programas; • Escolher palavras-passe e códigos de segurança elevada, mantê-los secretos emudá-los regularmente; • Não abrir mensagens e anexos duvidosos ou de origem desconhecida; EBI de Mourão PIEF - 2.º e 3.º Ciclo 2011/2012
  • • Para transações on-line (compras, aplicações) procura sites com certificado desegurança (identificado pelo cadeado amarelo na barra do fundo do ecrã). Segue estes conselhos: • Se te parece bom demais para ser verdade é porque provavelmente não é. • Não te deixes pressionar. Dá-te tempo para pensar e ouvir alguém da tuaconfiança. • Lê tudo antes de assinar. Não assines nada em branco ou com espaços embranco acima da tua assinatura. • Nunca dês a estranhos (nem pela net ou telefone) o número da tua conta ou doteu cartão. • Decora números de Pin e passwords. • Quando estiveres a levantar dinheiro numa ATM (Multibanco) assegura-te deque é seguro (não há ninguém suspeito por perto, por exemplo). • Contacta o teu banco imediatamente se perderes algum cartão. • Destrói cartões usados ou expirados, vales, cheques cancelados, extratosbancários antes de os deitares fora. Para evitar novos problemas no futuro… reclama agora!Guardar para ti não adianta nada… Se achas que não foste bem tratado, di-lo. A maior parte das instituiçõesfinanceiras tem serviços de encaminhamento e tratamento das reclamações dos seusclientes e estão interessadas em servi-lo melhor. E não te esqueças que tu és o cliente.Aprende a reclamar Primeiro, manifesta o teu descontentamento junto do teu interlocutor(funcionário da instituição, gestor de conta, serviço de informações, etc.). Se nãoficares satisfeito com a resposta, deves reclamar por escrito, dizendo com clareza o EBI de Mourão PIEF - 2.º e 3.º Ciclo 2011/2012
  • que não te satisfez e o que pretendes que seja feito. Há formas correntes de reclamar,previstas na lei, como o livro de reclamações (não hesites em o usar quando sejustifique) mas, para além disso, cada instituição pode ter vias próprias (formulários,linhas telefónicas ou de correio eletrónico, provedor do cliente, etc.) que podestambém utilizar.O que ganho com isso? Reclamar compensa sempre: os benefícios serão para ti e também para osrestantes consumidores, pois estarás a contribuir para que essa situação não continuee para que a qualidade dos produtos e serviços seja melhorada. Como evitar cair em endividamento: • Procura sempre saber para onde vai o teu dinheiro. Se souberes em que estás agastar, será mais fácil decidires em que é que podes cortar se estiveres a gastar demais. • Pelo sim, pelo não, mantém algum dinheiro de reserva. • Paga tudo o que puderes a pronto – mesmo que pareça que economizaspagando a prazo, acabarás por pagar muito mais do que o valor real. • Se usares ordens de pagamento ou débitos diretos para fazeres pagamentosregulares poderás acertar uma data de levantamento do dinheiro que te seja maisconveniente. • Não andes com muito dinheiro contigo • Aprende com os teus erros. O pior de todos os erros é não colher ensinamentosdos erros cometidos. Desconfia da publicidade… • Que apresenta um crédito como algo que tens de ter para subires na vida oupassares a ser mais considerado ou mais respeitado; EBI de Mourão PIEF - 2.º e 3.º Ciclo 2011/2012
  • • Que cria a ideia de que o crédito é extremamente fácil de subscrever e pagar ejá está garantido (achas mesmo que há um crédito garantido para qualquer pessoa queouça ou veja o anúncio?); • Que diga que fica mais barato pagar a crédito do que pagar a pronto (há quedemonstrá-lo, pois quase nunca é verdade); • Que te envia cartões de débito e/ou crédito que não solicitaste (se não ospediste, pode vir a ser um presente envenenado); • Que sugere que foste especialmente selecionado ou que te está a ser oferecidoalgum tratamento ou condição (preço, prazo, oferta) especial. A publicidade deve dar-te a informação necessária a uma correta avaliação dascaracterísticas dos produtos, como por exemplo: • Condições de acesso (por exemplo, se é preciso adquirires também outrosprodutos, se é preciso que te mantenhas como cliente durante um certo períodomínimo); • Se há algum limite ao montante que podes aplicar num determinado produto(por exemplo, depósito ou aplicação financeira); • Qual o período de validade das condições anunciadas (se valem durante toda avida do produto ou só durante o período de promoção). Retirado de: http://www.gerirepoupar.com/jovens “É preciso saber dar a devida dimensão de tudo em vez de ser dimensionado pelo que acontece.” Artur da Távola EBI de Mourão PIEF - 2.º e 3.º Ciclo 2011/2012