Marcelo martins lixo eletrônico logistica reversa 2011

5,245 views
4,989 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,245
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
156
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Marcelo martins lixo eletrônico logistica reversa 2011

  1. 1. ResíduoEletrônicoMARCELO MARTINSSão Paulo Abril/2011
  2. 2. RESÍDUOELETROELETRÔNICO Resíduo (ou lixo) eletroeletrônico (“REE”), "e-waste"or "Waste of Electrical and Electronic Equipment" ("WEEE") é constituído por qualquer peça ou dispositivo eletroeletrônico defeituoso ou não mais desejado. Afora metais valiosos presentes, existem também muitos componentes tóxicos, o que torna este Resíduo perigoso e não biodegradável na natureza.
  3. 3. Quando falamos de lixo eletrônico, a maioriadas pessoas imaginam se tratar apenas de Produtos de informática.“Todo produto que utiliza energia elétrica ou deacumuladores como fonte de alimentação e se torna obsoleto é considerado LIXO ELETRÔNICO – REE. Seja de uso industrial ,doméstico, comercial e de serviços.”
  4. 4. Os resíduos eletrônicos estãoentre as categorias de detritos com o maior crescimento no mundo e, hoje, atinge a marca de cerca de 50 milhões de toneladas anuais.Fonte: ONU
  5. 5. FONTES DE REE Equipamentos de comunicação e telefonia Eletrodomésticos de pequeno e grande porte Produtos eletroeletrônicos portáteis Ferramentas e Automação Brinquedos e outros itens de lazer Equipamentos e aparelhos médicos Equipamentos de monitoramento e controle Informática - Computadores e seus periféricos
  6. 6. Realidade AtualPopulação Desenvolvimento Tecnológico Demanda de Bens de Consumo Aumento dademanda de produtos descartáveis Aumento dageração de Resíduos Sólidos DEGRADAÇÃO AMBIENTAL
  7. 7. Quanto de WEEE existe no mundo?•Obsolescência cada vez mais rápida-Nos EUA: mais de 1 bilhão de de computadores-150 milhões de celulares (1,5 bilhão no mundo)-Segundo a EPA, em 2006, mais de 150.000 TVs ecomputadores se tornaram obsoletos por dia…A situação tende a piorar…-Vida útil de uma TV – no máximo 10 anos- 3-5 anos para computadores e celulares-Tecnologia plasma - LCD aposentará TVs e monitoresCRT (Brasil: 2016)
  8. 8. PERICULOSIDADE DOS COMPONENTES DOS REEUm EE moderno combina vários elementos químicos que foram unidospara formar um produto de imensa utilidade para a humanidade.No entanto, muitas peças contêm metais pesados e outras substânciastóxicas.Em partes de um EEE podemos encontrar:• No monitor: Chumbo,Cádmio, Mercúrio e outros metais• Nas placas de circuito impresso: Cromo, Níquel, Prata, Ouro, Berílio• Nas pilhas e baterias: Lítio, Cádmio, Manganês, Mercúrio, ChumboEm alguns plásticos: retardante de chama
  9. 9. A disposição final inadequadadesses resíduos pode causar danossignificativos ao solo, ar e água eriscos a saúde da população.Uma vez que nosso organismo entra emcontato com a água ou alimentocontaminado, ele bioacumula, os metaispesados, os quais podem causar uma sériede efeitos biológicos. Esta bioacumulaçãonão só ocorre em humanos, mas em todosos seres vivos, por exemplo: plantas, frutos,animais aquáticos, animais terrestres que sealimentam de plantas contaminadas oubebem água contaminada e aves quetambém podem se alimentar de organismoscontaminados.
  10. 10. Riscos a saúde – REE Estudo Canadense referente aosDanos no organismo causados por cada tipo de metal pesado.
  11. 11. RECICLAGEM DE ELETRO ELETRÔNICO
  12. 12. RECICLAGEM DE ELETRO ELETRÔNICO
  13. 13. O estado-da-arte da reciclagem de lixo eletrônico, é composto por três etapas:Descontaminação O primeiro passo no processo de reciclagem é a remoção de componentes críticos do lixo eletrônico, a fim de evitar a diluição e / ou contaminação com substâncias tóxicas durante os processos a jusante. Componentes críticos incluem, por exemplo, vidro de chumbo da CRT e o pó fosfórico, os gases CFC de geladeiras, lâmpadas dos televisores de LCD e baterias presentes em diversos.
  14. 14. Desmontagem Processamento mecânico é o próximo passo no tratamento do lixo eletrônico, normalmente uma operação de grande escala industrial para a obtenção de concentrados de materiais recicláveis em uma fração dedicada e também para continuar a separar os materiais perigosos. Os componentes típicos de uma planta de processamento mecânico são pré-trituradores, trituradores, separadores magnéticos, separadores de correntes e separadores de ar. As emissões de gases são filtrados e efluentes são tratados para minimizar o impacto ambiental.
  15. 15. Planta REE - Austria
  16. 16. Planta REE - Austria
  17. 17. Planta REE - Austria
  18. 18. Refino Terceiro passo da reciclagem de lixo eletrônico é de refino. Refino de recursos no lixo eletrônico é possível e as soluções técnicas existem para voltar matérias-primas, com impacto ambiental mínimo. Refundição de Plásticos , vidros e metais.
  19. 19. A OUTRA FACE DARECICLAGEM DE ELETRO ELETRÔNICO
  20. 20. “Inclusão Digital promovida por países Desenvolvidos para países Subdesenvolvidos”Em países do terceiro mundo, aprática da reciclagem é bemrudimentar, feita sem qualquercuidado com a saúde ocupacional eo meio ambiente, gerando enormesmontanhas de passivos.
  21. 21. DESAFIOS DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS – PNRS
  22. 22. Implantação da Logística Reversa REE DESAFIOS DA PNRS •Simplificar um modelo de Licenciamento para transporte de Resíduos inter Estadual; •Definir um modelo fiscal para transito destes equipamentos obsoletos inter Estadual; •Como incluir as cooperativas de catadores no processo de LR sem incorrer em riscos de saúde ocupacional e de saúde pública face a periculosidade dos resíduos? •Envolver o consumidor que é parte fundamental do processo. •Definir quem é o responsável pelo destinoIndústria Cooperativas dos produtos Órfãos. ComércioGoverno Consumidor
  23. 23. Como incluir as Cooperativas de Catadores no Processo De maneira responsável? Deficiência infra estrutura. Saúde ocupacionalLixiviação: contaminação, Solo,água.
  24. 24. Como incluir as Cooperativas de Catadores no Processo De maneira responsável?
  25. 25. Como incluir as Cooperativas de Catadores no Processo De maneira responsável?
  26. 26. Como incluir as Cooperativas de Catadores no Processo De maneira responsável?
  27. 27. silcon.com.br
  28. 28. silcon.com.br
  29. 29. RESÍDUOS ELETRO-ELETRÔNICOS PROCESSO RECICLAGEM Cliente efetua aEquipamentos / Peças Solicitação Web Site SilconObsoletos (Fase Out ou Scrap) Silcon Coleta/Cliente Entrega Transportamos para Armazena unidadesArmazenagem monitorada Juquiá. de apoio. silcon.com.br.
  30. 30. RESÍDUOS ELETRO-ELETRÔNICOS MANUFATURA REVERSA Ajudando você a preservar o meio ambiente Trituração/Descaracterização Lixo Tecnológico Produtos desmontados e separados por tipo de material Materiais Recicláveis segregados Emissão CertificadoDesmontagem Tratamento e conformidade Ambiental silcon.com.br
  31. 31. FLUXO DO PROCESSO DE Destinação Final APLICAÇÃO DOS MATERIAIS Responsável Conforme Padrões de SGA - ISO14.001 Materiais Recicláveis Materiais Não Recicláveis PAPEL E METAIS BATERIAS PÓ CINESCOPIOS, PLÁSTICOS FERROSOS/ CAPAS DE PAPELAO NAO FERROSOS Pb – chumbo Acida CELULARES,ETIQUETAS ADESIVAS,TONER, DIVERSOS: LÂMPADAS, ABS, NORYL, FERRO,COBRE, Chumbo/Plastico/ PS,PE, PP E PAPEL E PAPELÃO ALUMINIO,PLACAS E solução OUTROS OUTROS Disposição Responsável MOÍDO TRITURADO OU CADRI TRITURADO/ INTEIRA Conforme Padrões de OU COMPACTADO CORTADO OU No.xxxxx GRANULADO ENFARDADO SGA - ISO14.001APLICAÇÃO INDÚSTRIA: APLICAÇÃO APLICAÇÃO BRINQUEDOS APLICAÇÃO AUTOMOBILÍSTICA INDÚSTRIA INDÚSTRIA ELETROELETRÔNICOS PAPEL E CELULOSE Novas Baterias FUNDIÇÃO
  32. 32. RECICLAGEM DE PLÁSTICOS DE ENGENHARIA - REE INÍCIO PSExpediçãoMateriais
  33. 33. silcon.com.br
  34. 34. ATENDIMENTOObrigado!Marcelo Martinsm.martins@silcon.com.br(11)2128.5777(11)7880.6963

×