Your SlideShare is downloading. ×
O ciclo do cobre
O ciclo do cobre
O ciclo do cobre
O ciclo do cobre
O ciclo do cobre
O ciclo do cobre
O ciclo do cobre
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

O ciclo do cobre

2,798

Published on

Relatório experimental O ciclo do cobre.

Relatório experimental O ciclo do cobre.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,798
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
35
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. O Ciclo do Cobre - Actividade ExperimentalMaterial e ReagentesMaterialGobelé 40mlErlenmeyer de 250cm3 c/rolhaPipetas PasteurPipetas conta-gotasPlaca de aquecimentoVareta de vidroVidro de relógioEspátulaPipeta graduada 5 cm3PompetePinça Bico de PatoReagentesÁgua desionizadaÁlcool etílicoHCl3 mol dm3HNO3 concentradoH2SO4 6 mol dm3NaOH 2 mol dm3Fio de cobreZinco em póAcetona
  • 2. ProcedimentoO procedimento utilizado está de acordo com o procedimento que se encontra na ficha daactividade experimental cedida pela professora, apenas com as seguintes modificações: No ponto 5 não foi utilizado um tubo de ensaio mas sim um gobelé de 40ml em vez de umtubo de ensaio; No ponto 11 a solução não foi decantada, mas o líquido sobrenadante foi retirado com aajuda de uma pipeta pasteur; No ponto 13 em primeiro lugar foi retirado o líquido com a juda de uma pipeta pasteur, edepois de lavá-lo outra vez, foi filtrado.SegurançaÁcido Clorídrico (HCL)Provoca queimadurasIrritante para as vias respiratóriasGuardar fora do alcance das criançasEm caso de contacto com os olhos, lavar imediata e abundantemente com água e consultar ummédicoÁcido nítrico (HNO3)Provoca queimaduras gravesGuardar fora do alcance das criançasNão respirar os gases/vapores/fumos/aerossóisEm caso de contacto com os olhos, lavar imediata e abundantemente com água e consultar ummédicoUsar vestuário de protecção adequadoÁcido sulfúrico (H2SO4)
  • 3. Provoca queimaduras gravesGuardar fora do alcance das criançasEm caso de contacto com os olhos, lavar imediata e abundantemente com água e consultar ummédicoNunca adicionar água a este produtoEtanol (CH3CH2OH)Manter o recipiente bem fechadoConservar afastado de qualquer chama ou fonte de ignição – não fumarFacilmente inflamávelHidróxido de Sódio (NaOH)Perigo de explosão sob a acção do calorProvoca queimaduras gravesGuardar fora do alcance das criançasEm caso de contacto com os olhos, lavar imediata e abundantemente com água e consultar ummédicoUsar luvas apropriadasUsar um equipamento de protecção de olhos e cara ObservaçõesReacçõesObservaçõesReacção B Formou um precipitado azul
  • 4. Reacção C Formou um precipitado preto em póReacção D O sólido dissolveu-se e voltou á cor inicial da solução, cor azul.Reacção E Formou um precipitado preto em pó , em simultâneo uma libertação de gás etambém uma leve efervescênciaEquações QuímicasReacção A (Reacção de Oxidação-Redução)Cu (s) + 4HNO3 (aq) ------> Cu(NO3)2 (aq) + 2H2O (l) + 2 NO2 (g)Reacção B ( Reacção de Oxidação-Redução)Cu(NO3)2 (aq) + 2 NaOH (aq) ---------> Cu(OH)2 (s) + 2 NaNO3 (aq)Reacção C (Reacção de Decomposição)Cu(OH)2 (s) ---------> CuO (s) + H2O (l) (por aquecimento)Reacção D (Reacção de Substituição)CuO (s) + H2SO4 (aq) -----> CuSO4 (aq) + H2O (l)Reacção E (Reacção de Oxidação-Redução)CuSO4 (aq) + Zn (s) ------> Cu (s) + Zn SO4 (s)CálculosDados:mproduto = ?mpapel de filtro + produto = 0,269 gmpapel de filtro = 0,220 gmteórica = 0,138 gη = ??Cálculo da massa real de produto (cobre) obtida:mproduto = mpapel de filtro + produto – mpapel de filtromproduto = 0,269 – 0,220 ó mproduto = 0,049 gCálculo do rendimento da reacção:η = . massa real . x 100 massa teórica
  • 5. η = . 0,049 . x 100 ó η = 35,5 % 0,138 Conclusão/ CríticaA actividade experimental designa-se de ciclo do cobre, uma vez que o conjunto de reacçõesrealizadas tem como reagente inicial e produto final, o cobre. Assim diz-se que é um processode reciclagem do cobre.Esta actividade esperimental envolve diversas reacções, com diversos reagentes e comdiversas observações que diferem de reacção para reacção. Algumas delas envolvemreagentes com alguma toxicidade, e durante a reacção desses mesmos reagentes libertam-sealguns vapores tóxicos para o ser humano e para o ambiente, e a fim de evitar essacontaminação, alguns passos do trabalho são realizados na hotte, mais precisamente arealização da reacção A, em que se libertava NO2, que é um vapor tóxico. Já no passo 11, nareacção E, houve a libertação de H2 (hidrogénio), mas não foi necessário realizá-la na hotte,uma vez que esse gás não é tóxico.No inicio da actividade experimental, é necessário um fio de cobre, para dar inicio ao ciclo docobre, em que este fio tem de estar “limpo e brilhante”, a fim de evitar a presença deimpurezas, e também de evitar reacções paralelas, tudo isto para aumentar o rendimento dareacção e o sucesso da actividade experimental.Ao longo de todo o ciclo, nas reacções provocadas, vão se obter diversos produtos de reacção,grande parte deles líquidos que terão de ser retirados, a fim de evitar a sua reacção comoutros reagentes, ou devido à sua toxicidade, designando-se por líquido sobrenadante. Nareacção C, o líquido sobrenadante retirado foi a água(H2O); na reacção D, não se retirou olíquido sobrenadante para que na reacção E ele pudesse passar a hidrogénio(H2)( através dareacção do zinco com o ácido clorídrico: Zn (s) + HCl (aq) àZnCl (aq) + H2 (g)) e libertar-se, eassim se detectar quando a reacção estivesse acabada; na reacção E retirou-se o sulfato dezinco(ZnSO4), e colocou-se num recipiente adequado, uma vez que era tóxico.No final da actividade experimental obtêm-se cobre de novo, ou seja, volta-se ao ponto departida. Para provar que se trata de cobre, é necessário determinar o ponto de fusão dasubstância obtida e comparar esse valor com o valor do ponto de fusão do cobre que seencontra tabelado.O ciclo do cobre é um conjunto de reacções, todas elas de diferentes características e assimcom diferente classificação. A a reacção D é uma reacção de substituição, em que há umatroca nos elementos dos reagentes, entre si. A reacção A, reacção B e a reacção E são reacçõesde oxidação-redução, em que há uma variação dos números de oxidação dos elementos queconstituem os reagentes. Por fim a reacção D é uma reacção de decomposição poraquecimento, em que um só reagente dá origem a dois produtos de reacção diferentes, por
  • 6. acção do calor. Com a diversidade de reacções é possível passar por diversos produtos ereagentes e voltar de novo ao cobre.Esta actividade e seus resultados não fogem à regra nunca se atingindo o rendimento de 100%.Isto deve-se à não existência de reacções perfeitas, ou seja, em que todos os reagentes reajame em que nunca haja perda dos mesmos.O rendimento por nós obtido foi de 35,5%. Este valor relativamente baixo deve-se à perda dereagentes e produtos de reacção, por aderência ao materiais de trabalho; por possíveis errosde paralaxe; erros de medição; por derrame de reagentes ou evaporação dos mesmos; o zincona reacção E não reagiu totalmente, ficando sulfato de cobre e zinco por reagir, formando-seassim menos cobre; e por fim por perda de cobre na secagem do mesmo. Todos estes factorescontribuem para um baixo rendimento e uma não obtenção da quantidade inicial de cobre.Como já havia sido referido antes, o ciclo do cobre é um processo de reciclagem, tal comomuitos outros processos de reciclagem de metais. Mas também tem os seus inconvenientes,tais como a libertação de vapores tóxicos para o ambiente(vapores mutilantes) e a formaçãode alguns produtos tóxicos, tais como o sulfato de zinco(ZnSO4), que posteriormente vãoprejudicar o ambiente. Outros metais também reciclados são o ferro, o aço, e o alumínio.Hoje em dia a reciclagem é um processo muito importante para todos nós, e sobretudo para onosso ambiente e planeta. A reciclagem vai permitir a preservação do nosso ambiente e a nãopoluição do mesmo, trazendo diversas vantagens aos ser humano e aos outros seres vivos.Esta apresenta custos um pouco elevados, mas um grande rendimento, uma vez que não énecessário fazer uma nova colheita de materiais e matéria-prima, mas sim aproveitar os jáexistentes, e através de processos físicos e químicos, voltar a criar os materiais desejados.N Bibliografia§ DANTAS, M. , RAMALHO, M., Jogo de Partículas, Texto Editores, 2005.
  • 7. § DANTAS, M. , RAMALHO, M., Jogo de Partículas, Texto Editores, 2004.§ DANTAS, M. , RAMALHO, M.,Caderno de Actividades Laboratoriais - Jogo de Partículas,Texto Editores, 2005.§ Caderno diário

×